Um belo par de cornos


O que se passa com as pessoas e os cornos?

Um carneiro tem cornos e dá conta de uma rebanho inteiro de cabras. Antes de outro carneiro pensar sequer em montar uma dessas cabras, tem de dar uma sova no carneiro “residente”. As melhores vacas estão à disposição de um touro. O touro cobre-as e mesmo assim tem cornos.

Porque raio quando somos traídos, levamos um par de cornos?


Vivemos numa sociedade sádica, gostamos de ver sofrer, quando há um acidente, uma multidão pára para ver os mortos e feridos. Todos querem ver sangue ou no mínimo alguém em sofrimento. No caso de traições é o mesmo. As pessoas focam a sua atenção em quem foi traído e nunca no autor dessa mesma traição. O traído é o coitadinho e o coitadinho é corno.


“Coitado (ou coitada), deve ser difícil ter um par de cornos daquele tamanho”
Quem é traído sente-se envergonhado, afasta-se das pessoas amigas que sabem o que aconteceu. Quem traí, continua a sair à rua como se nada tivesse acontecido. Não acho justo. Quem é desonesto, não é tão torturado. Somos sádicos, gostamos de ver e fazer sofrer. Coitadinho...


Eu não defendo exclusividade sexual, também não defendo liberdade total. Tudo depende da relação, das regras criadas. Se é uma relação de exclusividade, então tem de ser respeitada. Se queremos ir “comer fora”, então devemos “rescindir o contracto” com a outra pessoa.





Hipoteticamente, se a minha namorada me traí com outro homem, quem é que eu culpo? Na minha opinião devo culpar a minha namorada, ou a mim próprio, nunca o outro rapaz. O outro rapaz viu uma oportunidade de tirar a barriga de misérias e aproveitou. Esse rapaz não tem que me prestar contas, terá sim que se explicar à sua namorada se a tiver. Eu só posso culpar a mulher em que confiei, pois ela sabia que me estava a trair. Posso também culpar-me, por ser em parte responsável por essa traição, visto que algo lhe faltava, algo que ela procurou em outro homem. Esse algo é sempre algo que eu lhe dava e deixei de dar, atenção, carinho, amor, etc.

No entanto homem ou mulher, quem é traído sente vergonha. Porque? Quem traí é que é desonesto e deve sentir vergonha. Não percebo... É esta vergonha que é vista como um atentado à nossa honra, que causa mortes. Matar quem nos traí de modo a recuperar a honra. Se eu chegasse a casa e encontrasse a minha mulher na minha cama com outro... Ambos iriam para a rua completamente nus. Pela porta ou pela janela não sei, mas nus iam. Depois iria queimar os lençóis e quem sabe a cama. Também desinfectar o quarto e queimar 8 Kg de incenso, pois sei bem o que me iria atormentar, imaginar todo aquele cheiro a sexo no ar.




Um colega meu, andava a ser traído pela mulher. Toda a gente sabia à meses, ele não queria acreditar. Certa noite, era suposto ele estar no turno da noite, tirou essa noite de folga. Tinha combinado com um grupo de amigos tirar isso a limpo, eu fazia parte do grupo. Passado duas horas vamos a casa dele. Silenciosamente ele entra, dois minutos depois uma luz acende-se no primeiro piso, ouvimos gritos e vemos um gajo a sair pela janela. Do grupo de pessoal a assistir à cena alguns tentaram apanhá-lo, mas aquilo não era um homem, era o Homem Aranha, o rapaz estava com tanto medo, que fugiu a saltar de telhado em telhado. Escusado será dizer que ninguém o apanhou e ainda bem. Não tenho dúvidas que por "amizade", aquele grupo o teria espancado sériamente. Nada muda o final da história, hoje ela está com o Homem Aranha. O Homem Aranha era um rapaz solteiro e descomprometido, que gosta dela e gosta de estar com ela. O meu colega era um casado que fazia vida de solteiro, gostava de sair comigo e o resto do pessoal, deixando a mulher em casa, mesmo se nós levávamos as namoradas.


O homem é quem traí mais. Na minha opinião, o homem não traí mais, simplesmente é apanhado com mais facilidade e não precisa de motivos para trair, basta haver oportunidade. Além disso em vez de trair e calar-se, não, tem de contar aos amigos. A mulher descobre e pronto, está tudo fodido. Ela não precisa de muito para acreditar numa traição.
A mulher por seu lado tem sempre motivos e o mais forte é o próprio companheiro. No entanto ele precisa de ver outro marmanjo a comer a mulher dele para esclarecer todas as duvidas.



Porque trai o homem?
Porque o homem só tem 4/5 litros de sangue (consoante o peso e altura) e ao contrário da mulher, temos duas cabeças para irrigar. O sangue não chega para manter uma erecção e pensar sobre as consequências das nossas acções. Não quero com isto dizer que este facto seja aceite como desculpa, é simplesmente a realidade. O homem trai unicamente porque teve a oportunidade para o fazer. Não há segundas intenções, não é um plano que temos de cumprir.

Porque trai a mulher?
Porque pensou nisso. A mulher quando trai é uma traição premeditada. A relação já está mal. Ela já deu a entender que não é feliz, mas o seu companheiro não percebe ou finge não perceber. Depois de ponderar, ela trai e nunca é por acaso. Ela é apanhada menos vezes pois ao contrário do homem, não fala disso com se fosse um troféu.



Agora quem descobre a traição mais rápido?

É o homem. A mulher reage mais rápido, basta uma amiga dizer a outra que sabe que ela foi traída e ela não descansa enquanto não tira isso a limpo.

O homem já sabe que vai ser traído, muito antes de o ser, simplesmente não quer acreditar, tem de ver para crer. Acha que se não pensar nisso e agir normalmente, que tudo passa. Os amigos já sabem, dizem-nos e não acreditamos. Pessoas estranhas sabem, dizem-nos e não acreditamos. Os nossos pais, já sabem, nós não acreditamos. Sai na primeira página do jornal, nós dizemos “mau, merda”, mas não acreditamos. Mesmo quando ela nos diz, que já dormiu com com a equipe de futebol da cidade, incluindo os reservas, nós duvidamos. Temos de ver para crer.

Não acreditamos porquê? Porque já sabemos. Já sabíamos que íamos ser traídos antes de ela sequer ter ponderado fazê-lo. Percebemos todos os sinais dela, todos os sinais que optamos por ignorar. Homem acredita realmente, que todos os problemas se resolvem se os evitarmos.

Meus senhores, sabem quando é que perdem a mulher que amam? Não é quando a traírem, mas sim quando tomam o amor dela como garantido. Quando sabem que ela vos ama imenso e que esse amor não irá acabar. Acaba.

Nunca tomem a vossa mulher como garantida, ela tem de ser seduzida todos os dias. Todos os dias deve ser assegurada do quanto gostamos dela. Podemos pensar que a conhecemos mas ter consciência que há muito mais a conhecer.

Nós somos, simples, fáceis de agradar. Ao homem basta-lhe três coisas; comida no estômago, dinheiro no bolso e sexo por perto, tendo isto somos felizes . Elas são diferentes. Mais sensíveis a pormenores aos quais não damos importância, depois do sexo quer falar ou simplesmente fazer ninho e gozar o momento, gostam de ser ouvidas e que o homem as tente perceber.

Na verdade a melhor maneira que encontro de as definir é: Elas são Humanas. Nós somos primitivos. As diferenças são tão grandes que acredito que o sexo feminino esteja um passo à nossa frente na escala da evolução.

No entanto... Gostaria eu de ser mulher? Não!

7 Comentários:

  Babe

quinta-feira, julho 26, 2007 4:02:00 da tarde

Bem... grande post. Gostei muito. Talvez não concorde com tudo, mas no geral acertaste em cheio.

  Crestfallen

quinta-feira, julho 26, 2007 9:51:00 da tarde

Eu tamb�m reparei no exagero do post, mas �s vezes n�o consigo parar :(

  FBlade

quinta-feira, outubro 25, 2007 8:14:00 da tarde

Tenho que me render... tens toda a razao!!! completamente! Muito bom post, mesmo muito bom!!!

  Crestfallen

quinta-feira, outubro 25, 2007 8:37:00 da tarde

FBlade:

Obrigado.

  Anónimo

terça-feira, julho 22, 2008 10:15:00 da tarde

simplesmente genial!!!
comecei a ler hj o teu blogue e tem sido de fio a pavio :)
parabens!
jinhos na pixa A.R

  Fada

sábado, maio 23, 2009 12:19:00 da manhã

Fantástico, este post...

É engraçado, eu nunca traí... Não que não houvesse tentações, ou até "razões", nem até quando o meu namorado na altura me traiu eu o fiz por "vingança". Acho o respeito por "mim", por "nós", por "ele" uma coisa muito bonita.

O que dizes acerca de conquistar/seduzir uma mulher todos os dias é muito bonito. Quase gostaria de acreditar que existe alguém (homem) assim.
Eu costumo dizer que ficarei com o homem que me fizer "acordar apaixonada por ele todas as manhãs do resto da minha vida". Não sei se existe, mas na verdade... Não mereço menos do que isso. :)

Beijitos

  DramaGirl

quarta-feira, julho 29, 2009 1:41:00 da manhã

Tou a ver que sabes muito sobre mulheres :p! Casa-te comigo. Pareces ser realmente bom na cama e com esse sentido de humor ias-me fazer muito feliz, ah ah!