A poesia do andaime


Recebi visitas. Três raparigas que estudaram comigo. Três representantes da profissão mais ingrata de Portugal, que é a de docente. Vieram a uma formação a Hamburgo e entraram em contacto comigo.







As gajas reparam em merdas, que não passa pela cabeça de um gajo. Neste caso, elas chamara-me a atenção, para o facto que os trabalhadores das obras em Hamburgo não "mandarem" piropos. De facto, aqui não há a cultura do piropo. Aqui quem manda são elas. A mulher alemã é quem manda, o homem baixa a bola ou leva na tromba, por isso o alemão, não olha para mini saias, não olha para decotes, não manda piropos e é por pouco que não são todos paneleiros.







Este facto, fez-me escrever este texto sobre as maravilhas do piropo Português, o romantismo do tijolo, a poesia do trolha.







Os poetas falam na noite, nas estrelas. Os namorados sentam-se sob o luar, abraçados a olhar as estrelas enquanto trocam palavras de amor. Os trolhas é mais:
- Ó estrela, queres cometa?







A primavera chega, as abelhas andam doidas, os passarinhos andam quentes. Os trolhas querem polinizar:
- Ó flor, posso por?







A mistura inocente entre o elogio e o pedido de informação, patente na pergunta:
- Belas pernas, a que horas abrem?







A maneira simpática como o trolha se comporta como um critico de moda, dando a sua opinião em como ela poderá melhorar o seu guarda roupa:
- Estás tão boa que fazia um vestido de saliva!







O piropo de merda:
- Com um cu desses, estás convidada a cagar em minha casa!







Há trolhas com o diploma da quarta classe. Com um piropo como o que se segue, qualquer pessoa diria que este chegou no mínimo ao quinto ano:
- Ó morcona, comia-te o sufixo!







Este piropo causa-me náuseas, não pelos fluidos mas sim pelos dedos em si:
- Diz-me quem é a tua ginecologista para lhe ir chupar o dedo!







A originalidade, já não é uma realidade. Os piropos são sempre os mesmo. As mulheres já não ouvem novidades e preferem ir dar a volta de 3km ao quarteirão, do que passar em frente a uma obra.






Contudo, na minha opinião, existe um piropo que para mim é genial. A mulher não vai para a cama connosco, mas lá que vai achar a sua graça vai. Este piropo é nortenho, os sulistas demoram uns segundos até perceber a piada:


- Tu és como um helicóptero: Gira e boa!



24 Comentários:

  Babe

quarta-feira, agosto 01, 2007 9:14:00 da manhã

Sempre atento!!!

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 9:35:00 da manhã

É inveja, espero o dia da completa libertação sexual. Quero ver uma mulher num andaime, olhar para mim e dizer:

- Metia-te a primeira na alavanca das mudanças que até fazias pião!

  Francis

quarta-feira, agosto 01, 2007 1:24:00 da tarde

muito me ri com esta cena pá...

acrescento aí um,

"o teu pai deve ser da TMN tens um cu que é um MIMO"

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 2:48:00 da tarde

francis:

Ou então, "Com um cú desses, deves cagar bombons".

  Skynet

quarta-feira, agosto 01, 2007 2:54:00 da tarde

Os trolhas são uns poetas incompreendidos.

  Micael Morango

quarta-feira, agosto 01, 2007 4:52:00 da tarde

Ahahah...são sem dúvida uns poetas, a sérrio! Concerrteza que dá trrabalho pensarr nestas coisas e fazê-las baterr cerrto. Talvez o pó de cimento e o trrabalhar da betoneirra sirrva de inspirração... .

"Oh jóia, anda cá ao ourives"

  bela_sonhadora

quarta-feira, agosto 01, 2007 5:01:00 da tarde

loooooooooooooooooooool os nossos trolhas sao os maiores heheheheh

axo que as alemãs deveriam pensar seriamente em contrata-los para a construçao dos seus novos edificios ehehhehe

a ver de acalmavam um bocadinho que parece que andam todas c as hormonas aos saltos, pelo menos as que se passeiam por estas bandas e as que conheci nestes ultimos tempos, elas são mesmo assim, ou transformam-se quando atravessam fronteiras?

Küss

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 5:11:00 da tarde

Skynet:

Sem dúvida, chama-se poesia naive.

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 5:13:00 da tarde

micael morango:

Sabes, tive um amigo que morreu de overdose de cimento e tenho outro que anda agarrado ao pó de tijolo.

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 5:16:00 da tarde

bela_sonhadora:

É mesmo quando atravessam a fronteira, acredita. Homens e mulheres são super disciplinados e comportam-se friamente. Só se libertam com álcool, drogas, ou férias em clima mediterrâneo.

Eu bem sei que elas em Portugal parece que andam com o cio. Homens morenos e álcool barato é o paraíso para elas.

  VICIO

quarta-feira, agosto 01, 2007 6:14:00 da tarde

se os alemães por pouco não são todos paneleiros, tu como latino deves sentir-te no paraiso com tantas mulheres carentes!

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 6:21:00 da tarde

Desde que não comece com merdas e me apaixone, sim!

O mau feitio Luistâno versus gaja nordica habituada a mandar em homens, dá merda todos os dias. Por isso é melhor ficar-me pelos nomoricos de curta duração mas com intensidade :)

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 6:22:00 da tarde

o que caralho é um "nomorico"? A merda do teclado nunca está quieto!

  VICIO

quarta-feira, agosto 01, 2007 6:51:00 da tarde

será por essa tendencia das mulheres nordicas que os vikings tinham cornos?

  Crestfallen

quarta-feira, agosto 01, 2007 7:13:00 da tarde

Ora aí está um bom tema para um texto. Enquanto eles andavam armados em parvos em guerra aqui, guerra alí, não acho que eles se estivessem a masturbar.

Pelos menos eles usavam os cornos com orgulho. São nórdicos...

  A dona do blog

quarta-feira, agosto 01, 2007 10:51:00 da tarde

oh pá... o triste é que as conheço todas!!!
Caralho...

  Crestfallen

quinta-feira, agosto 02, 2007 10:54:00 da manhã

a dona do blog:

Se as conheces todas, é bom sinal. Estes poetas também "mandam" piropos a deitar a baixo. Como por exemplo:

- Óh, menina, sabes que com menos cu também se caga?

Eu poderia ter dado um bom trolha, mas vida não me permitiu seguir essa carreira.

  Mente mais k perversa

quinta-feira, agosto 23, 2007 8:49:00 da tarde

Crestfallen disse...
- Metia-te a primeira na alavanca das mudanças que até fazias pião!

Dava-te um beijo k te partia tdo.hehehehe

  Crestfallen

sexta-feira, agosto 24, 2007 4:21:00 da tarde

Mente mais k perversa:

A mim?

  Ana Reis

sexta-feira, novembro 30, 2007 2:21:00 da tarde

Muito bom!!!
Mas falta aqui um piropo imperdivel...
-Untava-te essa cona toda com compota de colhão!!!!:)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 03, 2007 5:11:00 da tarde

Ana Reis:

"Untava-te essa cona toda com compota de colhão!"

Esse não conhecia e é de facto do piores que já ouvi, imaginativo.

  DramaGirl

quarta-feira, julho 29, 2009 1:16:00 da manhã

Não conhecia metade dos piropos que li aqui. Mais uma vez o teu blog é uma enorme fonte de conhecimentos. Eheh!

  Anónimo

terça-feira, abril 06, 2010 5:22:00 da tarde

ja que s fala em norte aqui fica outro..."Que rica alface pra minha grila!"

  Anónimo

terça-feira, abril 06, 2010 5:22:00 da tarde

ja que s fala em norte aqui fica outro..."Que rica alface pra minha grila!"