Liberdade de expressão


O Iraque ganhou a taça Asiática de futebol. Para quem não sabe o que isso é, digo-vos que é o equivalente ao que os cabrões dos Gregos nos roubaram em 2004.



Não sei que tipo de atenção os média Portugueses deram a este facto, mas os canais Alemães deram muita atenção e a CNN não se cala com esta porcaria.



Ganharam, e então? O país deles continua na merda. Bomba aqui, tiro ali, um gajo sem cabeça acolá!



Os Americanos são como os comprimidos Melhoral, nem fazem bem nem fazem mal, não fazem nada. Estão ali e já nem sabem bem porquê. O Bin Laden, a esta hora está a apanhar sol em Albufeira, pois Portugal é o país mais seguro do mundo e toda a gente se está a cagar, para um barbudo de fio dental a apanhar sol.



No entanto, ouço choradeiras, de que no Iraque não há liberdade de expressão, coitados dos meninos, etc. Meus amigos, se sair para a rua a festejar uma vitória num jogo de futebol a dar tiros de metralhadora para o ar, não é liberdade de expressão, então não sei o que é. E por incrível que pareça, durante os festejos, morreram 4 pessoas vitimas de "balas perdidas". Balas quê? Desculpem lá, mas eu estive no exército Português 16 meses e nunca perdi uma bala. Se alguém morre é porque os tiros não foram para o ar.



Depois fico confuso com o facto de eles não terem dinheiro para comer, mas, de acordo com um vendedor local, ele vendou todas as bandeiras, camisas de selecção nacional, chapéus... Tudo. Afinal, há dinheiro, mas é mais fácil pedir ajuda internacional para comer. Desta maneira podem comprar mais balas para os festejos. Será que não há foguetes no Iraque?



Por estes lados, as autoridades não me deixam andar a festejar aos tiros, não tenho liberdade de me exprimir à minha maneira. Para fazer barulho de explosões tenho de comprar estalinhos de Carnaval, ou peidar-me como um louco.



Por causa de uma coisa estúpida como o futebol, morreram 4 pessoas, vítimas dos festejos. Eu sei que morreram mais 50 na explosão de um carro armadilhado, mas isso faz parte da guerra. Estas 4 pessoas foram mortas por compatriotas que estavam a festejar, são mortes inaceitáveis.



Gostei de ver o Iraque ganhar. O futebol foi para Portugal em 2004 como uma droga, que nos fez esquecer a situação de merda em que o país estava. Os Iraquianos precisavam de uma alegria, mas porra... Se eles estão chateados andam aos tiros, se estão felizes andam aos tiros. Não percebo, tento perceber, sinceramente tento, mas não consigo. Depois faço criticas publicas e chamam-me racista, xenófobo, ou simplesmentem dizem "ah, Bruno, não fales assim que isso faz dói-dói no rabinho" e paneleirisses do género. Como se o que digo fosse uma ofensa, como se eles fossem crianças e "coitadinhos" têm que fazer merda de vez em quando, e precisam de andar aos tiros para aliviar a tensão.



Porra, eu tenho um trabalho stressante ando neste momento sobre pressão, também quero pegar numa kalashnikov e dar uns tiros para aliviar a tensão. Não posso, não me deixam. Não sou livre de dar uns tiros, e se o fizer não sou livre mesmo, porque vou preso.



Liberdade de expressão? Arranjem outra desculpa!

7 Comentários:

  Babe

segunda-feira, julho 30, 2007 10:05:00 da manhã

Eu acho que é mais liberdade de acção! Eles não falam, agem! O português será mais "Agarra-me, senão vou-lhe ao focunho!"

  Crestfallen

segunda-feira, julho 30, 2007 1:38:00 da tarde

Eles não são assim tanto de acção, caso contrário não seriam tão submissos e tão domináveis.

Para mim são tipo "cão que ladra não morde", fazem muito barulho mas quando aparece um que morde mesmo, fogem todos.

  Skynet

segunda-feira, julho 30, 2007 8:58:00 da tarde

Só 4 mortes?! Nada mau!
O Futebol parece ser mesmo a coisa mais importante do mundo, seguído das telenovelas, dos reality shows, e de mais Futebol. Enquanto as pessoas andam distraídas com estas merdas, o mundo passa-lhes ao lado.
Quanto à liberdade de expressão eu acho que no Iraque ainda existe mais, já que aqui em Portugal, o que não falta são processos por calúnia e difamação devido a qualquer comentário mais ou menos (in)conveniente.

Bom blog! Continua

  VICIO

terça-feira, julho 31, 2007 12:52:00 da manhã

conclusão: o futebol provoca amnesia e combate o excesso de população!

  Crestfallen

terça-feira, julho 31, 2007 9:39:00 da manhã

skynet:

Também achei 4 mortes poucas, mas devem ter sido os únicos 4 Iraquianos voadores, visto que os tiros foram para o ar...

  Crestfallen

terça-feira, julho 31, 2007 9:41:00 da manhã

Vicio:

Eu acrescentava que o futebol também mantem uma maioia da população estupida, de maneira a que uns eleitos se destaquem.

  VICIO

terça-feira, julho 31, 2007 5:06:00 da tarde

sem duvida!!!