O meu "plágio" e a inveja na blogosfera!

Quem acompanha o meu blogue desde há um ano, sabe que fui por 3 vezes vitima de plágio na blogosfera. Sabe também que não descanso até que esses textos sejam retirados ou os blogues fechados ao provar a originalidade dos meus textos. Sabe ainda que, mais de 23 textos meus foram copiados e publicados num outro blogue. No caso mais grave de todos, avancei com um processo judicial que obviamente venci.

Mas agora, um idiota ao qual me recuso fazer publicidade, pois é o que ele deseja. Quer que o mencione no meu blogue de maneira a aumentar as suas visitas e comentários no seu blogue à minha custa. Isso não irá acontecer.
Este rapazinho triste, tentou através do confronto directo no meu blogue, atacar-me de maneira a chamar a atenção para a sua pessoa, visto que isso não bastou, optou por uma acusação de plágio sem fundamento.

O texto em que ele me acusa de plágio é o texto Cientologia, por ter informações iguais ao texto Scientology.
Quero esclarecer que eu, Bruno Fehr falei com Aaron Goulet, para traduzir e acrescentar as minhas opiniões a este texto que serviria de introdução a um segundo e último texto desta série. O texto em si é composto for informações que são de domínio publico, eu não usei as opiniões pessoais do Aaron, unicamente uma "biografia" do fundador desta seita.
Eu acho e tenho a certeza que o Aaron concorda, que é necessário expor a cientologia como uma organização criminosa e apelar à divulgação deste tipo de conteúdo.
As semelhanças entre os dois textos é logica por terem a mesma origem e por não haver muita volta a dar nas partes biográficas, pois são FACTOS.

Tendo em conta que não admito ser acusado de nada e por esse idiota que me acusa, já ter chegado a algumas das pessoas que me lêem, numa atitude de "se não o consegues vencer, destrói-o". Eu vejo-me obrigado a falar deste assunto.

Este gajo acusar-me, não me ofende tanto, como ter leitores do meu blogue a concordar com ele, sem terem conhecimento de causa!
O meu texto não é cópia, pois tenho autorização por escrito do autor em questão para usar e traduzir este conteúdo, consegui isto, simplesmente entrando em contacto com esse autor de homem para homem. Quer percebe de direitos de autor, sabe que tenho e reclamo unicamente direitos sobre a minha opinião pessoal e sobre a tradução, nunca sobre o texto.
Eu sou homem, o Aaron é homem, mas quem me acusa é só um puto invejoso.

Passo a publicar o e-mail que me autoriza (clicar para aumentar):


Esta é a resposta dele ao pedido que lhe enviei após ter tido conhecimento do seu site, conhecimento esse que tive, quando fui acusado. Tal como ele solicitou, irei enviar para que ele possa usar para os mesmos fins os três textos sobre a cientologia, dois dos quais já publiquei, faltando um.

Quanto ao senhor que me acusa. Eu não tenho culpa que tenhas escrito um programa de televisão que foi recusado. É óbvio que seria recusado, pois não tem qualidade, está escrito de uma forma, sem qualquer tipo humor e as raras ocasiões onde o humor aparece é tão seco e de piadas tão gastas que não faz rir. O teu aparecimento na blogosfera poderia ser a promoção do teu material escrito, mas ele é fraco. Escreves correctamente, pois tens conhecimentos de Português, mas não isso não basta, precisas de imaginação, para que os teus textos sejam lidos.
O facto de te vires pendurar na minha pila, para te promoveres, foi, é, e será sempre um tiro no pé. Já muitos me tentaram atacar, mas nunca de uma forma tão baixa. Quando me atacam elegantemente eu respondo argumentativamente, mas ao atacarem-me de uma forma tão baixa, eu simplesmente te esmago debaixo do meu sapato como o verme que és. Não desço ao teu nível para não me sujar de merda!

O plágio é crime, mas como aqui não há plágio, o único crime que existe é o crime de difamação!

Poderia dizer que este senhor quer é baloiço, mas de facto ele quer é mama e eu neste momento tenho a teta seca, mesmo que não estivesse seca, não deixo mamar quem quer, mama quem eu quero, quem eu deixo. Tu, meu caro, podes ir mamar na do cavalo da Batalha!

Ora o plágio é crime, crime que eu não cometo nem nunca cometerei, mas neste caso só existe um crime, que é a difamação por parte deste idiota em busca de protagonismo.
Sublinho também que a única pessoa que pode acusar alguém de plágio é o plagiado, podem ser terceiros se forem mandatários do plagiado. A questão é que não há aqui nem plagiado nem mandatário sendo esta acusação auto-promocional e portanto ridícula.

Espero que assunto esteja esclarecido de uma vez por todas. Esclarecido aos poucos mal informados que foram iludidos por esta acção contra mim. Agora puxo o autoclismo e deixo a merda ir esgoto abaixo.

Este texto refere-se a este outro, e aqui está a segunda parte com as devidas referencias, para mais esclarecimentos sobre direitos de autor podem consultar este texto.

Adenda: Mais dados sobre este infeliz, neste texto que o expõe como Stalker com tendências criminosas.

89 Comentários:

  Pax

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:01:00 da tarde

O cavalo da Batalha é aquele montado pelo D. Nuno Alvares Pereira...?

;)

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:17:00 da tarde

Pax disse...

"O cavalo da Batalha é aquele montado pelo D. Nuno Alvares Pereira...?"

É esse todo!

  S o f i a

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:22:00 da tarde

QUE MÁ ONDA...

Realmente há gente para tudo.

Mantêm a calma e sê superior a essa gente mesquinha.

  Sanxeri

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:27:00 da tarde

Oh que besta sem mais nada que fazer na vida.

Muito ético da tua parte contactar o autor do site a pedir permissão. Parabéns pela atitude.

Ignora quem só merece ser ignorado.

  André

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:28:00 da tarde

Parece que o gajo quer mesmo é mamar, onde quer que seja!

  vício

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:35:00 da tarde

és um gajo lixado!
bem que podias dizer quem é o gajo para que ele soubesse que se riram dele!

  alfabeta

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:41:00 da tarde

Estás a dar demasiada importância a isso, já respondi no meu blogue.


Quem tem blogues sujeita-se a ser alvo de criticas e é preciso lidar com elas, uma coisa que ninguém te tira é este teu cantinho e o resto é conversa.

Eu disse, parece, não disse que era.
:)

  Noivo

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:42:00 da tarde

enfim...certo?:)

  Paula

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 5:58:00 da tarde

eu não o conheço Bruno, mas tenha cuidado não vá esse senhor ser algum membro disfarçado da cientologia e lhe queira fazer uma "audição"...hehehe

  Rach

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 6:01:00 da tarde

Uma salva de palmas para Bruno Fehr! Grande post!Grande Atitude!
Há gente que faz mesmo tudo por 15 minutos de "fama". Esse anormal devia era ter vergonha...

  Eu mesma!

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 6:01:00 da tarde

Bruno
acho que a tua postura é excelente!

mantém!

  I.D.Pena

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 6:12:00 da tarde

Eu já nem digo nada , estou em greve da parvoesfera :)

  forteifeio

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 6:54:00 da tarde

Não percebo porque respondes a esta gente. Sinceramente.
Tu escreveste o texto e puseste todas as fontes qual é o problema???
Uma coisa é plágio outra é parvoice dessa gente. São coisas diferentes

  Van

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 7:02:00 da tarde

I mainada!!! Olé!!! ;-)

Quanto a quem se possa ter deixado levar. Não esqueças que alguns leitores são mais reentes e não te conhecem, ou melhor, não conhecem a tua escrita e criatividade, bem como a integridade. Nessa perspectiva, é fácil serem iludidos.

  vita

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 9:18:00 da tarde

Todo? mas ele é grande?.;P

  Cor do Sol

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 9:39:00 da tarde

O gajo ainda por cima é burro. Via-se logo que tu te ias defender em grande.

Deixa o cavalo da Batalha que nem o bichinho merece tal sorte.lol.


:)

  PaulaPan

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 9:53:00 da tarde

Mas que "ser" mais arrogante, se é k lhe podemos xamar de "ser"...

Mas tem calma, mantem o Nível... e deixa falar kem fala...

Bj...

  Solita

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 10:20:00 da tarde

Já cá não vinha á uns dias (por falta de tempo) e depraro, com estas notícias. heheheeh


Realmente!!


Imbejosos!!!


Mas invejosos de quê? aio esta gente leva as coisas tão a serio.



jokinhas

e boa noite.

  Joana

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 10:37:00 da tarde

É não ligar e continuar a escrever, sempre.

Beijinhos grandes

  Salto-Alto

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 10:47:00 da tarde

Isso é a gozar, certo?!?! É que é mesmo querer atacar uma pessoa só pela pura inveja de não conseguir fazer tão bom! Sinceramente...

  Neritah

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 11:36:00 da tarde

epa... a dor de cotovelo e lixada!
esta gentinha sem nivel pensa que chega aqui e que sao donos de tudo!
mete-os no lugar deles pa!

epa ainda tou chocada!
realmente... ha pessoas deprimentes, mas este exagerou!

  lontra (MR.)

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 11:59:00 da tarde

Na altura desses comentários achei tão mesquinha a forma como ele escrevia que nem me dei ao trabalho de passar no blog dele.
Com o teu texto pode ser que ele se cala de vez...
=)

  Mel

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 12:20:00 da manhã

Aaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhh...pois...eu já alguma vez te disse que gosto muito de ti (coof coof) e que nunca te vou querer para "inimigo"? Pois bem...

  Mulheka

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 1:07:00 da manhã

Então aqui fica um link para esse blogger:

http://www.netindex.pt/links/NEGOCIOS/SERVICOS/PUBLICIDADE/DIR/index.html

Pode ser que assim consiga fazer publicidade de uma forma menos... ridicula, vá! (E tou a ser simpática que hoje tou bem disposta).

E tu, agora que já provaste aquilo que querias... caga d'alto!
Dares-lhe atenção será uma autêntica perda de tempo e tu não és gajo para perder tempo com o que não vale a pena!!!

  afectado

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 1:14:00 da manhã

obviamente que um texto que fala de factos terá outros parecidos espalhados pela net. Se eu disser que o Pedro Proença no domingo inventou um penalty no dragão (como disse mesmo no meu blog) posso muito facilmente ser acusado de plágio. é só procurar as notícias de qualquer jornal, andar pela blogosfera que abordou o jogo e terei 1001 processos em cima por plágio hahaha.

quanto ao post das testemunhas de jeová, existem alguns pontos semelhantes. obviamente que as coisas podem-te ter vindo à cabeça enquanto escrevias o post. é natural uma pessoa escrever algo e virem-lhe à ideia coisas que leu noutra altura. "poucas são as pessoas que criam, mas todas recriam". não sei onde li esta frase mas sei que a li algures. é uma boa verdade.

por fim e só para desviar um bocado o assunto dos teus textos, sabes que aquela imagem era facilmente forjada? eu podia-te enviar um email do meu email afectado@... a aparecer Aaron :)
isto é só para te prevenir que pode vir a aparecer um argumento (válido) do género :D

para finalizar... o plágio não é uma coisa tão fácil de definir como se pensa. quando se tratam de textos integralmente copiados ou de partes integralmente copiadas, até é. mas quando há ideias transformadas não é assim tão linear. tanto pode ser como não ser... e prova-lo é muito complicado. e, nesses casos, no fim, é mais provável a decisão ser influenciada pela qualidade dos advogados de cada parte do que pelo facto de ser ou não plágio.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:05:00 da manhã

S o f i a disse...

"Mantêm a calma e sê superior a essa gente mesquinha."

Eu sou, mas não poderia deixar passar em branco esta acusação. Na verdade acaba por ser publicidade, pois as visitas hoje subiram 25%.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:06:00 da manhã

Sanxeri disse...

"Muito ético da tua parte contactar o autor do site a pedir permissão. Parabéns pela atitude."

Ao ter permissão, sou livre de escrever. No caso da blogosfera onde contesto ou escrevo sobre outro blogue, uso um link para que ele/ela se passo defender.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:27:00 da manhã

André disse...

"Parece que o gajo quer mesmo é mamar, onde quer que seja!"

Já vi que sim.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:27:00 da manhã

vício disse...

"és um gajo lixado!
bem que podias dizer quem é o gajo para que ele soubesse que se riram dele!"

Quem andou pelo texto em causa, nos comentários ele é revelado.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:27:00 da manhã

alfabeta disse...

"Quem tem blogues sujeita-se a ser alvo de criticas e é preciso lidar com elas, uma coisa que ninguém te tira é este teu cantinho e o resto é conversa."

Criticas sobre o que escrevo, aceito. Difamações já não.
Eu ignorei até me dar conta da campanha dele de difamação.

"Eu disse, parece, não disse que era."

Na verdade disseste "Nota-se".

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:30:00 da manhã

Noivo disse...

"enfim...certo?:)"

Ja, os cães ladram e a caravana passa.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:02:00 da manhã

Paula disse...

"eu não o conheço Bruno, mas tenha cuidado não vá esse senhor ser algum membro disfarçado da cientologia e lhe queira fazer uma "audição"...hehehe"


Ahahahahaha

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:15:00 da manhã

Rach disse...

"Uma salva de palmas para Bruno Fehr! Grande post!Grande Atitude!
Há gente que faz mesmo tudo por 15 minutos de "fama". Esse anormal devia era ter vergonha..."

Nao tem, mas também nao é importante.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:16:00 da manhã

Eu mesma! disse...

"acho que a tua postura é excelente!"

Obrigado.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:22:00 da manhã

I.D.Pena disse...

"Eu já nem digo nada , estou em greve da parvoesfera :)"

Ahahahahahah

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:23:00 da manhã

forteifeio disse...

"Não percebo porque respondes a esta gente. Sinceramente."

Nao posso deixar a nuvem negra da duvida sobre a minha imagem.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:23:00 da manhã

Van disse...

"Quanto a quem se possa ter deixado levar. Não esqueças que alguns leitores são mais reentes e não te conhecem, ou melhor, não conhecem a tua escrita e criatividade, bem como a integridade. Nessa perspectiva, é fácil serem iludidos."

Por isso mesmo, eu tinha de esclarecer.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:25:00 da manhã

vita disse...

"Todo? mas ele é grande?.;P"

Ele quem?
Se for o gajo, sim é um grande parvo.
Se for o meu pénis, nao é grande na minha opiniao, mas nunca recebi notas negativas de desempenho.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:26:00 da manhã

Cor do Sol disse...

"O gajo ainda por cima é burro. Via-se logo que tu te ias defender em grande."

Ele nao me conhece.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:27:00 da manhã

PaulaPan disse...

"Mas tem calma, mantem o Nível... e deixa falar kem fala..."

Já desabafei, agora ignoro!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:28:00 da manhã

Solita disse...

"Mas invejosos de quê? aio esta gente leva as coisas tão a serio."

Há quem aqui esteja por motivos comerciais.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:28:00 da manhã

Joana disse...

"É não ligar e continuar a escrever, sempre."

É o que farei!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:30:00 da manhã

Salto-Alto disse...

"Isso é a gozar, certo?!?! É que é mesmo querer atacar uma pessoa só pela pura inveja de não conseguir fazer tão bom! Sinceramente..."


Há coisas que por mais que tente,nao entendo.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:31:00 da manhã

Neritah disse...

"esta gentinha sem nivel pensa que chega aqui e que sao donos de tudo!
mete-os no lugar deles pa!"

Foi o que fiz, espero que resulte!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:32:00 da manhã

lontra (MR.) disse...

"Na altura desses comentários achei tão mesquinha a forma como ele escrevia que nem me dei ao trabalho de passar no blog dele.
Com o teu texto pode ser que ele se cala de vez..."

Espero que sim.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:32:00 da manhã

Mel disse...

"Aaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhh...pois...eu já alguma vez te disse que gosto muito de ti (coof coof) e que nunca te vou querer para "inimigo"? Pois bem..."

Eu sei que sim :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:33:00 da manhã

Mulheka disse...

"Então aqui fica um link para esse blogger:

http://www.netindex.pt/links/NEGOCIOS/SERVICOS/PUBLICIDADE/DIR/index.html

Pode ser que assim consiga fazer publicidade de uma forma menos... ridicula, vá! (E tou a ser simpática que hoje tou bem disposta)."

Ahahaha, pode ser útil :)

"E tu, agora que já provaste aquilo que querias... caga d'alto!"

Assim o farei.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 7:40:00 da manhã

afectado disse...

"quanto ao post das testemunhas de jeová, existem alguns pontos semelhantes. obviamente que as coisas podem-te ter vindo à cabeça enquanto escrevias o post."

Esse post, já alguns leitores conheciam do meu blogue "Tudo aquilo que não é dito", tinha e tenho um destes para cada religião. O texto tem dois anos e tenho "fingerprint digital" dessa data.

"eu podia-te enviar um email do meu email afectado@... a aparecer Aaron :)
isto é só para te prevenir que pode vir a aparecer um argumento (válido) do género :D"

Sim mas o Aaron tem o e-mail dele publico e se o editasse, seria condenar-me a uma humilhação publica.

"para finalizar... o plágio não é uma coisa tão fácil de definir como se pensa."

Nao, nao é e eu sei bem disso, daí tantas defesas com o que escrevo.

"quando se tratam de textos integralmente copiados ou de partes integralmente copiadas, até é."

Aqui, se existe permissão, o autor tem direitos sobre a sua opinião pessoal e sobre a tradução, unicamente, isso.

  AP

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 8:19:00 da manhã

Ora aqui está uma das tuas famosas enrabadelas de palavras! Já estavas com saudades, diz a verdade... ;)

Agora a sério, o que leva alguém com um blogue a escrever mais sobre o blogue de outra pessoa, em vez de textos próprios? Não ligues Fehr, há pessoas que preferem viver pelos outros do que por si.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 8:33:00 da manhã

AP disse...

"Ora aqui está uma das tuas famosas enrabadelas de palavras! Já estavas com saudades, diz a verdade... ;)

Agora a sério, o que leva alguém com um blogue a escrever mais sobre o blogue de outra pessoa, em vez de textos próprios? Não ligues Fehr, há pessoas que preferem viver pelos outros do que por si."

Sim, pois mesmo que desconte o meu texto e o texto do Aaron, ele fez sobre mim um post 4 vezes maior do que os posts dele. Se contar com todas as letrinhas do post, diria sem perigo de errar, o post sobre mim é 10 vezes maior do que os posts originais dele.

O conteúdo é um insulto, mas a acção é um elogio!

  provocação

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 10:38:00 da manhã

Engraçado chamarem-se ambos Bruno e partilharem o mesmo signo...mas parece que a coincidência acaba aí :p

  Afrodite

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:12:00 da tarde

Cheira-me a Otade ou Otapi...como anónimo já não dava!!! :)

Cagai de alto, para não salpicar o nalguedo.

Abreijos

  Afrodite

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:13:00 da tarde

Em último caso arrozinho :)...eheheheheh...a Van é que sabe!

Abreijinhos

  SRRAJ

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:19:00 da tarde

Dor de cotovelo doiiiiiiiiiiiii!!!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:25:00 da tarde

provocação disse...

"Engraçado chamarem-se ambos Bruno e partilharem o mesmo signo...mas parece que a coincidência acaba aí :p"

Sabes... não acredito em coincidências, mas pouco me importa, ele está caladinho como deve de estar e entrou num devaneio de posts, escondendo o sobre mim no fundo de uma pagina.

  Afrodite

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:26:00 da tarde

Foi daqui que pediram uma pit bull??? ehhehehehehe

  Mónica

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:26:00 da tarde

Grande Bruno!
Grande Resposta...
Nisso apoio um ditado brasileiro que diz:
"a sua inveja faz a minha fama..."
Assunto arrumado!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:30:00 da tarde

Afrodite disse...

"Cheira-me a Otade ou Otapi...como anónimo já não dava!!! :)"

Na verdade o cheiro a merda é idêntico, mas pode ter sido cagado por outro cu, mas reparo no seu gosto por anónimos.


"Em último caso arrozinho :)...eheheheheh...a Van é que sabe!"

Neste caso nem para arroz serve, ainda está a recuperar das mazelas anais que lhe ofereci nas ultimas 24h.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:32:00 da tarde

Afrodite disse...

"Foi daqui que pediram uma pit bull??? ehhehehehehe"

Os meus trunfos não se resumem ao que escrevi no post, nem aos meus comentário no blogue dele. Por enquanto chegou para o calar, mas obviamente tenho ainda os trunfos mais fortes guardados.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 2:32:00 da tarde

Mónica disse...

"Grande Resposta...
Nisso apoio um ditado brasileiro que diz:
"a sua inveja faz a minha fama..."
Assunto arrumado!"

Ele já faz parte das linhas de saneamento de Lisboa.

  Teté

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:27:00 da tarde

Pois olha, ainda li o teu texto sobre a inveja na blogosfera, já tinha "programado" falar sobre a inveja como "pecado mortal", não me acanhei!

Isto só para dizer que sou quase uma santa, né? Adiante! Acho que dás importância demais a estes tristes, copiam literalmente, fazem corta e cola e ficam muito contentinhos por terem "N" visitantes ou comentadores? Pois, assim até parecem inteligentes...

Mais: ainda um dia destes uma visitante minha falou na galinha da vizinha, que é provérbio antigo e conhecido, nem por isso deixei de utilizar! Se todos começarmos a cercear aqui e ali, porque este já escreveu sobre o assunto, o outro também, se usaram a música ou o provérbio que vem à cabeça instantaneamente, já não podemos?

Tudo isto, obviamente, me parece muito distante de PLÁGIO, puro e descarado!

Tenho dito dito! (e olha que não plagiei comentário nenhum, que li alguns só de "raspão", LOOOOOOOL)

Este LOOOOOOOL, sim, é plagiado, como forma de comunicação, tal como estes big smiles :)))))))

  provocação

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:44:00 da tarde

Também reparei nisso...e comentários parece que nada...saiu-lhe o tiro pela culatra...

  indomável

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 4:55:00 da tarde

Crest, ai desculpa, ainda estou no crest e tu já és Bruno Fehr...

Bom, avancemos sem medo, que isto de vir comentar no teu blog está a começar a ficar perigoso... Ahahahahah

Olha, não tendo nada a ver com esta posta actual e tendo tudo a ver com as duas anteriores, só tenho a dizer-te o seguinte:
"Eu fui invadida por um ET ao nascer! De certeza!!"
É que, onde quer que viva, eu sou sempre a lunática, a estranha, a diferente e o pior é que me parece que gosto, identifico-me, estás a ver?
Mas tu queres ver que o Hubbard, lá na sua loucura xico-esperta, até tinha razão pá?

Bem, agora a ver com esta posta tenho a dizer o seguinte:
Quando me atacam com argumentos que nada têm a ver com o conteudo do que digo ou escrevo, percebo, tal como tu, que falta ali argumentação e conhecimento de qualquer coisa que não seja de superfície. Do género das discussões de criança em que uma diz à outra que disse e a outra responde que não disse...
Quando é assim, geralmente não respondo, porque tenho sempre a consciência de que quem sabe mais tem mais responsabilidade, assim como deve fugir à luta vazia de crianças quem não é criança.

Espera... ainda não acabei, não julgues já que sabes o que penso a este respeito...
Neste caso, como sei que és de pavio curto, até entendo a tua reacção, o que não deixa de ser também aquilo que ele quer e tendo tu consciência disso, ficas ainda mais irritado por lhe responderes, sem conseguires evitar!
Desculpa, mas não deixa de ter a sua comicidade, mas enfim...

Eu leio-te precisamente pelo que escreveste, pelo conteudo. Muito embora veja erros ortográficos, nada digo, porque sei bem que quando escrevemos sem rever, os erros de teclagem surgem sempre, ou mesmo por desatenção. Para revisor ortográfico não precisamos de comentadores, temos o revisor do computador que faz isso.

Por isso, e porque há imenso tempo que não te comentava, apesar de te ler sempre, resolvi que tinha de te dar os parabéns pelos excelentes textos sobre a cientologia, apesar de, como disse no inicio, eu acreditar que eu própria tenho um daqueles ET's no corpo...

Ah! Já agora, não achas que o cavalo da Batalha é muita fruta pá?

  Jane Doe

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:15:00 da tarde

Tendo em conta que venho assistindo às discussões destes dois bloggers, espero que o caso esteja arrumado.


Não querendo tomar partido, mas sendo obrigada pelas evidencias e pelo historial, a tomar o do Bruno Fehr... Esse senhor que arranje uma vida, e que faça algo de produtivo nela.

Sim, Bruno Fehr, estiveste bem, mas agora chega!

Que praga...

  ipsis verbis

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 6:42:00 da tarde

Já não é a primeira vez que isto acontece. E isto costuma ser feito sempre por alguém de fora. (o que não lhe retira credibilidade, pois por vezes é preciso estar de fora para se ver/perceber certas coisas)
Depois há os que preferem ver só o que lhes apetece, e apesar de não ser mau de todo, nestes casos, em que há um versus outro, essas pessoas deveriam pesar bem as coisas antes de partirem para a defesa de um dos lados. Ser-se parcial só porque conhecem uma das partes há mais tempo, não é de todo inteligente.

Comecei a ler o blog do outro Bruno, antes de todo este inbróglio à volta do tema plágio. Nunca o comentei, mas tenho lido os comentários que desde então têm surgido nos seus posts e acho injusto ler bloggers que, ora como anónimos, identidades trocadas ou até mesmo identificados, partem para o ataque verbal e mesquinho de coisas que não fazem sentido, e que nem a eles dizem respeito, só porque te seguem também.

Também não acho que o Bruno tenha vindo aqui só pela publicidade, apesar de parecer, pois há males que vêm por bem.

Quanto ao título desse mesmo blog ser referido por ti como plágio, está bem claro que não é verdade. (mesmo sendo o blog do Bruno mais recente) Pornada é um excelente trocadilho, que faz sentido ali e que deriva de porno (pornografia), que toda a gente utiliza mas que também não aparece no dicionário.

A injustiça é bem pior que todos os plágios e difamações juntos.
(digo difamações porque é o que aparece nos comentários. Não porque ache que tenha sido isso)

  Diabólica

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 8:47:00 da tarde

E não é que acho que sei quem é a figura....

Se é quem penso, é apenas um idiota que não merece qualquer respeito, nem indignação da tua parte.

Manda-o para os bares gays que frequenta, com alguma assiduidade.

O teu blog tem bons conteúdos, e se ele não gosta é simples: Não venha cá e porte-se como um homem que devia ser...

Beijinhos.

  Susana

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 9:55:00 da tarde

Só me resta 1 comentário, és grande pá!

:)

  alfabeta

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 10:27:00 da tarde

Foi? Então vê lá a importância que dei, como vi muitos links pensei, porque nem sequer li tudo.

As minhas sinceras desculpas, não gosto de ser injusta. :)

  afectado

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 11:32:00 da tarde

"eu podia-te enviar um email do meu email afectado@... a aparecer Aaron :)
isto é só para te prevenir que pode vir a aparecer um argumento (válido) do género :D"

Sim mas o Aaron tem o e-mail dele publico e se o editasse, seria condenar-me a uma humilhação publica.


Não percebeste. Na imagem que mostraste nada diz que foi o Aaron e não o Afectado que te enviou o email! Eu podia-te mandar um email a aparecer Aaron no nome e escrito em inglês. Eu e qualquer pessoa. Percebes? Aquela imagem no fundo como prova é muito facilmente refutada.

Com isto não estou a duvidar que o email é do Aaron. Estou só a alertar-te que por si só a imagem não garante nada :)

  ipsis verbis

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 12:12:00 da manhã

Isto dos comentários ficarem em espera é muito aborrecido. Há aqui pessoas que mereciam uma resposta na altura devida! Lá porque há aqui alguns preconceituosos que "acham" que conhecem A ou B, isso não lhes dá o direito de enxovalharem e ridicularizarem, baseados em nada, a pessoa que afinal até pode nem ser a mesma.

Outros há que só lêem metade, ou nem isso. Mas conseguem sempre ter uma opinião bem formada e sólida sobre tudo.

Generalizando, o que mais há aqui são postas de pescada, que vão bem com os tais "arrozinhos", tão em moda por aí...

  vita

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:07:00 da manhã

"Ele quem?
Se for o gajo, sim é um grande parvo.
Se for o meu pénis, nao é grande na minha opiniao, mas nunca recebi notas negativas de desempenho."

Oh Bruninho isto é o que faz os comentários moderados, eu só tinha lido a pax e a tua resposta a ela, portanto a pergunta era se o cavalo era grande já que lhe respondeste que era esse todo.;P

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:31:00 da manhã

Teté disse...

"Tudo isto, obviamente, me parece muito distante de PLÁGIO, puro e descarado!"

O plágio por vezes é só uma forma ofensiva de atacar alguém. Quem escreve dá muita importância a isso. Mas um ser inteligente sabe distinguir um texto original de um texto informativo. A informação é limitada não é plágio por serem factos, só as opiniões pessoais podem ser plagiadas, coisa que não acontece nunca, comigo.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:31:00 da manhã

provocação disse...

"Também reparei nisso...e comentários parece que nada...saiu-lhe o tiro pela culatra..."

Espero que fique na toca dele.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:31:00 da manhã

indomável disse...

"Bom, avancemos sem medo, que isto de vir comentar no teu blog está a começar a ficar perigoso... Ahahahahah"

Nunca o foi. Há é limites.

"Mas tu queres ver que o Hubbard, lá na sua loucura xico-esperta, até tinha razão pá?"

A teoria de termos sido criados por ET's nem é original dele, ele só deu um nome a esse ET, Xenu :)

"Neste caso, como sei que és de pavio curto, até entendo a tua reacção, o que não deixa de ser também aquilo que ele quer e tendo tu consciência disso, ficas ainda mais irritado por lhe responderes, sem conseguires evitar!"

Neste caso evitei a resposta, até ver a campanha publicitária difamatória. Se fosse coisa entre o meu blogue e o dele, tudo bem, mas a partir do momento que ele começou a comentar fora destes dois blogues, tive de meter um travão.
No entanto, tive para com ele a mesma simpatia que tive para com anónimos que identifiquei, não o mencionei no texto. Uns sabem quem ele é, outros não fazem ideia.
Desculpa, mas não deixa de ter a sua comicidade, mas enfim...

Eu sempre afirmei, que escrevo os posts no momento em que o publico, sempre afirmei que não os revejo e que os erros são uma grave consequência da minha preguiça. Há quem me corrija e nunca fui mal educado. Agora se me vêm com purismos linguísticos sem sentido, isso não aceito.

"Ah! Já agora, não achas que o cavalo da Batalha é muita fruta pá?"

Pelo que me disseram, o cavalo foi recentemente capado, ainda não consegui confirmar a informação.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:31:00 da manhã

Jane Doe disse...

"Tendo em conta que venho assistindo às discussões destes dois bloggers, espero que o caso esteja arrumado."

Da minha parte está.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:33:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"Depois há os que preferem ver só o que lhes apetece, e apesar de não ser mau de todo, nestes casos, em que há um versus outro, essas pessoas deveriam pesar bem as coisas antes de partirem para a defesa de um dos lados."

Nesse aspecto concordo, nunca incentivei ninguém a ir comentar o blogue daquele senhor. Pedi a duas pessoas que queriam lá comentar, para nao o fazer, se fosse sobre este assunto, e nao o fizeram. Mas nao controlo, nem tenciono controlar quem le este blogue. Toda a gente é livre de escolher o que dizer ou nao dizer.
No entanto, eu nao necessito de defensores.

"Nunca o comentei, mas tenho lido os comentários que desde então têm surgido nos seus posts e acho injusto ler bloggers que, ora como anónimos, identidades trocadas ou até mesmo identificados, partem para o ataque verbal e mesquinho de coisas que não fazem sentido, e que nem a eles dizem respeito, só porque te seguem também."

Concordo, mas afirmo com certezas que quem comenta aqui e comentou lá, o fez com o seu nick, não houve identidades trocadas. O que há são anónimos no blogue dele, que são facilmente identificáveis pelo sitemeter que ele tem aberto.
Anónimos e identidades trocas, nao teem origem neste blogue.

"Também não acho que o Bruno tenha vindo aqui só pela publicidade, apesar de parecer, pois há males que vêm por bem."

De acordo com dados recentes que obtive. Eu não tenho a mais pequena dúvida. As que tinha foram dissipadas nas ultimas horas.
Felizmente eu guardo certas coisas que me cheiram a esturro...

"Quanto ao título desse mesmo blog ser referido por ti como plágio, está bem claro que não é verdade. (mesmo sendo o blog do Bruno mais recente) Pornada é um excelente trocadilho, que faz sentido ali e que deriva de porno (pornografia), que toda a gente utiliza mas que também não aparece no dicionário."

Lá se vai o purismo gramatical que o autor prega.

"A injustiça é bem pior que todos os plágios e difamações juntos."

A difamação é uma injustiça, não é pior nem melhor. Nao me declaro melhor que os outros eu subo e desço de nível consoante o adversário, respeito quando sou respeitado, ataco ao ser atacado. Olho por olho, dente por dente.
Tenho consciencia que isso não é correcto, mas é assim que sou. Nao engulo sapos, não admito ofensas.

O Bruno poderia ter-me contactado e não o fez, partiu para um ataque publico num texto 10 vezes maior que o seu texto médio. Um texto só dedicado a mim, que até agradeço, pois estimulou estas ultimas 48h e deu vida ao blogue dele.

Se eu suspeito, eu não ataco, contacto as pessoas em particular e bastantes pessoas sabem disso, derivado aos últimos ataques anónimos que foram resolvidos fora dos blogues, com contactos directos e pessoais.

Há homens e há putos.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:33:00 da manhã

Diabólica disse...

"E não é que acho que sei quem é a figura...."

Nao é difícil chegar lá, mas também não é importante.

"Manda-o para os bares gays que frequenta, com alguma assiduidade."

O cu é dele :)

"O teu blog tem bons conteúdos, e se ele não gosta é simples: Não venha cá e porte-se como um homem que devia ser..."

É isso que afirmo. Há quem leia porque gosta, mas tenho também quem me leia só para discutir comigo, o que aceito e gosto, pois eu faço o mesmo em certos blogues quando não concordo. Mas, se não falto ao respeito, não me faltei ao respeito, pois eu tiro a gravata e coloco uma camisa de pescador e desço o nível!

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:34:00 da manhã

Susana disse...

"Só me resta 1 comentário, és grande pá!"

Nao muito, no país em que estou até sou pequeno :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:35:00 da manhã

alfabeta disse...

"Foi? Então vê lá a importância que dei, como vi muitos links pensei, porque nem sequer li tudo.

As minhas sinceras desculpas, não gosto de ser injusta. :)"

Também pensei isso, mas fiz questão em esclarecer. Aceito e compreendo.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:35:00 da manhã

afectado disse...

""eu podia-te enviar um email do meu email afectado@... a aparecer Aaron :)
isto é só para te prevenir que pode vir a aparecer um argumento (válido) do género :D""

Sim, mas eu pediria o justificação para eu ter adivinhado o segundo nome do Aaron :)

"Não percebeste. Na imagem que mostraste nada diz que foi o Aaron e não o Afectado que te enviou o email! Eu podia-te mandar um email a aparecer Aaron no nome e escrito em inglês. Eu e qualquer pessoa. Percebes? Aquela imagem no fundo como prova é muito facilmente refutada."

Claro que é, mas isso é facilmente resolvido, visto que tenho contacto com ele. Nao me preocupava com um ataque desses.

"Com isto não estou a duvidar que o email é do Aaron. Estou só a alertar-te que por si só a imagem não garante nada :)"

Sim, eu percebi, mas não acho que alguém vá colocar isso em causa, até porque, apesar de já ter tido um conflitozinho com o Aaron ao falarmos deste texto e termos falado em religião, até nos demos bem... é que ele é católico fanático :S

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:43:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"Isto dos comentários ficarem em espera é muito aborrecido. Há aqui pessoas que mereciam uma resposta na altura devida!"

Quando voltar a casa, irei abrir os comentários, por enquanto é a melhor maneira de saber o que se passa sem ter um pc por perto.

"Lá porque há aqui alguns preconceituosos que "acham" que conhecem A ou B, isso não lhes dá o direito de enxovalharem e ridicularizarem, baseados em nada, a pessoa que afinal até pode nem ser a mesma."

Sim a pessoa pode nem ser a mesma, bem como essas pessoas podem ter bases para falar. Dá para os dois lados.

"Outros há que só lêem metade, ou nem isso. Mas conseguem sempre ter uma opinião bem formada e sólida sobre tudo."

Acontece em todos os assuntos e este não é especial.

"Generalizando, o que mais há aqui são postas de pescada, que vão bem com os tais "arrozinhos", tão em moda por aí..."

É verdade, por isso gosto de fazer o meu arroz sozinho e para mim. como costumo dizer... "seeu cozinho é para mim", gosto do trocadilho :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 1:43:00 da manhã

vita disse...

"Oh Bruninho isto é o que faz os comentários moderados, eu só tinha lido a pax e a tua resposta a ela, portanto a pergunta era se o cavalo era grande já que lhe respondeste que era esse todo.;P"

Ahahaha, segunda feira isto normaliza :)

  ipsis verbis

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 2:14:00 da manhã

Bruno Fehr disse:

"Concordo, mas afirmo com certezas que quem comenta aqui e comentou lá, o fez com o seu nick, não houve identidades trocadas."

Houve sim. :)


"Sim a pessoa pode nem ser a mesma, bem como essas pessoas podem ter bases para falar. Dá para os dois lados."

Sim, mas mesmo com bases para falar, não me parece correcto que o façam por aqui, e muito menos que usem de jargão preconceituoso, só porque é mais fácil.

"seeu cozinho é para mim", gosto do trocadilho"

:D

"Há homens e há putos."

Ora nem mais!

  afectado

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 2:25:00 da manhã

Católico fanático? Afasta-te dessa gente! :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 4:58:00 da manhã

ipsis verbis disse...

""Concordo, mas afirmo com certezas que quem comenta aqui e comentou lá, o fez com o seu nick, não houve identidades trocadas."

Houve sim. :)"

Devido ao teu comentário, voltei ao texto sobre mim, li todos os comentários e repito que não vejo ninguém a usar uma identidade que não a sua.
Nao sei o que te levou a dizer isso. Se foi pelo comentário anónimo, ele é de apoio ao Bruno, logo não terá nada a ver com alguém a defender-me.

"Sim, mas mesmo com bases para falar, não me parece correcto que o façam por aqui, e muito menos que usem de jargão preconceituoso, só porque é mais fácil."

Nao estou mesmo a ver de quem falas, pois muita gente usou jargão tal como eu usei. Esse jargão vindo de mim irá manter-se, sempre que me referir a esse senhor e sempre que esse senhor se referir a mim. Concordo com todo o jargão ou adjectivos que lhe coloquei pois não o faço de cabeça quente, estive mais de um dia a remoer o assunto.
Há de facto 1 comentador, que poderá ter usado de jargão, mas é também alguém que sabe tanto ou mais que eu, dentro do que foi e do que ainda não foi revelado.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 4:58:00 da manhã

afectado disse...

"Católico fanático? Afasta-te dessa gente! :)"

Já vão tarde para me converterem.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 13, 2009 5:16:00 da manhã

ipsis verbis disse...

Após uma segunda análise aos comentários desse blogue, só se te referes ao comentário da pessoa com o nick Grafonola, que não tem perfil disponibilizado. Mas será fácil de confirmar se foi a autora desse nick ou não. Como deves saber essa pessoa tem dois nicks que usa regularmente, por vezes nem reparando com qual comenta.

  HAZEL

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:56:00 da tarde

Meu caro amigo, compreendo a tua irritação com os plágios. Até o meu blog, que não tem o nível intelectual e humoristico do teu já teve um post plagiado por outro.

O plágio foi tão descarado que a pessoa até assinou em baixo do meu texto. E isso chateou-me muito. Felizmente, a coisa resolveu-se da melhor forma, pois o plagiador apagou o post que continha o meu texto.

Agora isso de te acusarem a ti de plagiar é caricato, e ainda deve ser mais irritante.

Mas chegaste bem para ele!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 9:30:00 da manhã

HAZEL disse...

"Até o meu blog (...) já teve um post plagiado por outro."

É revoltante e sempre lutei contra isso, chegando a colocar um processo contra um bloguer de Braga. Os tribunais Portugueses não iriam processar um bloguer não conseguiam saber quem é. Tive de ser eu, que em 24h online consegui todos os dados, até ao detalhe do numero e andar onde morava.


"Felizmente, a coisa resolveu-se da melhor forma, pois o plagiador apagou o post que continha o meu texto."

Raramente isso acontece. No meu caso pedi ao meu departamento informático para deitar o site dele abaixo :D. Mas antes do julgamento, ele cedeu.

"Agora isso de te acusarem a ti de plagiar é caricato, e ainda deve ser mais irritante."

O irritante não é a acusação, mas sim a propaganda que esse senhor anda a fazer. Além de ter feito um post sobre mim (o que é comum fazerem), ainda tem vários destaques espalhados pelo blogue com links para esse post.

É amor gay... só pode!