Nem todos

O terceiro texto que escrevi para este blogue, foi: Os homens são todos iguais, era a minha opinião na altura e ainda a é hoje, mas a blogosfera tem-se revelado uma escola neste campo. Ao ter criado este blogue mais pessoal em 2007, comecei a visitar blogues pessoais, coisa que nunca tinha feito entre 2003 e 2007.


Na verdade os homens não são todos iguais, são parecidos e por vezes é difícil de ver as diferenças. Mas será assim tão difícil perceber o que a mulher quer dizer?
Eu acho que qualquer ser inteligente percebe que elas ao dizerem isto, não se referem a TODOS os homens, pois caso contrário não escolheriam tanto.
Vamos imaginar o seguinte estudo:

1- Juntamos numa sala uma mulher Portuguesa, uma Brasileira, uma Japonesa e uma Sul Africana.

2- Elas vão falar dos seus companheiros sem referir características físicas ou culturais.

No final iremos perceber, que a maioria delas, senão todas, namoram com o mesmo homem. É isto que faz os homens todos iguais, na opinião delas, o facto de sermos todos muito parecidos.

Haverá homens totalmente diferentes?
Só conheci um local onde todos os homens são diferentes e fazem questão de gritar ao mundo que o são. Esses homens são bloguers. Não todos os bloguers, mas sim aqueles que adoram falar sobre relações e que se querem destacar como únicos. (únicos todos somos, a palavra é usada ironicamente). Todos estes senhores são diferentes, são especiais e fazem os leitores (sendo o alvo as leitoras) acreditar que são o máximo.

O falecido George Carlin, disse um dia:
"Há uma coisa que nunca ouvem nenhum homem dizer, que é: Pára de me chupar a pila ou eu chamo a policia!"

E não ouvem, se a pila dele está a na boca de alguém, devidamente lubrificada ou cuspida e já erecta, ele não vai dizer isto, no máximo, depois de se vir, dirá:

"Não voltes a fazer isto, senti-me usado"
E mesmo assim, seria de rir, ouvir tal coisa.
No entanto há bloguers capazes de afirmar, "eu? nunca!"
Estes senhores são completamente diferentes de todos os homens e ser-se completamente diferente, significa não se ser parecido e se os homens são todos parecidos, estes homens diferentes, não existem. Tudo não passa de devaneios literários para atrair leitores, no caso da blogosfera, para atrair leitoras, pois elas estão em larga maioria neste mundo. Devaneios literários para criar na leitora um fascínio pelo autor.
O Bruno Fehr não é, não quer ser, nem quer que pensem que é um desses homens completamente diferentes. Não sou igual, mas assumo que sou parecido.

Eu não digo que todos os homens fodam tudo o que tem duas pernas, vagina e batimento cardíaco. O que digo é que se a blogosfera fosse um espelho da realidade a frase "Os homens são todos iguais", não existia pois, não faria o sentido que faz. Por algum motivo a blogosfera é "mundo virtual", pois aqui todos podem ser quem querem ser e se querem parecer homens perfeitos, que o façam. Agora, só cai quem quer e vejo mulheres a caírem em textos "lambe-cona", às dezenas e dezenas, com comentários em que parecem acreditar que sim, ali está um homem como não há outro. O perfeito.

Perfeição, não é uma adjectivação aplicável ao homem, se a mulher tiver isto em mente, não cairá em ilusões parvas e não fará figuras de adolescente cega em muitos comentários que se podem ler por essa blogosfera fora.

85 Comentários:

  JS

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 12:12:00 da manhã

Rata em Barcelos??? Eu só conheço Rates, será?

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 12:56:00 da manhã

JS disse...

"Rata em Barcelos??? Eu só conheço Rates, será?"

Erro meu, já corrigido, as localidades com Rata, são:

Arruda dos Vinhos, Beja, Castelo de Paiva, Espinho, Maia, Melgaço, Montemor-o-Novo, Santarém, Santiago do Cacém e Tondela.

Obrigado pela chamada de atenção :)

  Kohinoor

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 12:56:00 da manhã

Ahahaha Excelente!

Isso até deu ideias para um plano de viagem por Portugal de alto a baixo. Não irei comer no Redondo, mas também ouvi dizer que se come lá bem...
E até está na rota dos vinhos do Alentejo, é um bom incentivo para lá passar. :P

  Van

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 1:18:00 da manhã

E há sempre a povoação Foder. Num dos países nórdicos, não me recordo qual...

Quando era miúda, um dos jogos de viagem que eu e a minha irmã tinhamos consistia em ler num mapa os nomes de todas as terras por onde iríamos passar. E levá-las à letra, numa de avacalhar. Escusado será dizer que era de cagar a rir, eheheheh! Coisas como espinhaço de cão, e vá de imaginar caes com espinhos ou espinhos-caes...

  crazy_girl

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 1:59:00 da manhã

Em loulé além do sitio dos "Quartos" Também há outras localidade com nomes caricatos tal como: "Casa", "Pelados","Cumeada", "Curralões", "cerro dos negros", "Cai Logo" "chapada", "choça","montinho do pau cabeludo" "Rambóia". O país está cheio de nome engraçados.

  Cor do Sol

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 3:19:00 da manhã

Esqueceste-te de Anais em Vila Verde - Braga :P

  Estrela Cadente

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 3:28:00 da manhã

Há com cada nome...vai lá vai...bj

  provocação

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 7:01:00 da manhã

Então e a bela da Buraca????

  AP

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 8:50:00 da manhã

Chorei a rir!
Pelo menos para nomes temos uma imaginação do catano! Cum caneco...

  São

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:10:00 da manhã

Temos tantos, mas tantos nomes de terras do mais disparatado, são nomes divertidos mas embaraçosos para quem habita estas localidades, este texto lembrou-me uma crónica deliciosa, do Miguel Esteves Cardoso, sobre nomes esquisitos de terras portuguesas que li já à anos não sei se no Independente se no Expresso.
Nunca me esqueci de uma terra a que ele fazia referência chamada Pretarouca em Lamego de como seria organizar um concerto da Tina Turner ali.

  I.D.Pena

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:38:00 da manhã

Ahahahah que risota .

  alfabeta

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:53:00 da manhã

ahahahah, está espectacular!

  Ondinhas

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:33:00 da manhã

Bruno...faltou-te a Venda das Raparigas, no concelho de Alcobaça!

  Joana

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:33:00 da manhã

lolol muito bom! :)

Beijinhos

  S.Tear

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:35:00 da manhã

É com cada nome... lol

  Ondinhas

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:37:00 da manhã

ups...ainda faltou a Venda do Poco, no concelho de Tábua :)

  gi

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:48:00 da manhã

Oh meu amigo...se alguma vez vier passear além tejo, considere-se convidado para ir almoçar (ou jantar :P) AO Redondo!! beijocas e boa semana.

  Anónimo

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 12:10:00 da tarde

Em Tomar há o Coito e em Beja os Coitos ou até mesmo a Aldeia Nova dos Coitos.

  rosemary

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 12:59:00 da tarde

No concelho de Faro, ainda há "Pechão" e "Coiro da Burra"!
Localidades dignas de passagem!
Bjs*

  Tatiana

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 1:09:00 da tarde

Obrigada pela presença em meu blog!
Desejo uma semana muito especial para você!
Gostei muito de conhecer o seu espaço!
Um abraço carinhoso

  Nanda Assis

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 1:32:00 da tarde

fantastico.

bjosss...

  Sanxeri

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 2:17:00 da tarde

Adorei o texto. Muito original!

Somos um país de mal-criados, é o que é. :P

  vita

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 3:05:00 da tarde

Mais um texto a brincar com as palavras brilhante.;)

  caditonuno

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 3:05:00 da tarde

já tinha lido esta semana que passou um texto parecido, penso que do miguel sousa tavares, mas nao tenho a certeza.

de resto, também havia um gajo que se chamava FRANCO FODA e que era jogador da bola.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Franco_Foda


e um brasileiro que passou pelo porto e benfica, o ARGEL. no seu nome tinha estas duas palavras:

ARGÉLICO FUCKS!

http://en.wikipedia.org/wiki/Argelico_Fucks

  Van

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 5:33:00 da tarde

No caso dos nomes de pessoas, ainda não há uns dias me desmanchei a rir por causa do Rabiola e do Merdakovic... loooooool! ;-)

  Van

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 5:35:00 da tarde

Já para não falar dos Eltões Joões que andam por aí. Ou dos decapitação da cabeça de sao joao baptista (querem ver que agora vou levar na cabeça de alguem por ter posto o pê antes do tê?)...

  Noivo

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 5:51:00 da tarde

informação a reter, portanto:)

  Cadinho RoCo

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 5:56:00 da tarde

Qualquer comentário aqui parece representar risco, tamanha a capacidade de interpretação do autor desta publicação.
Cadinho RoCo

  André

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 6:36:00 da tarde

Eu só me pergunto é quais as cabeças pensadoras que se lembram de tais nomes para localidades!

  lontra (MR.)

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 7:10:00 da tarde

Aqui na Murtosa há o Cais do Bico…como estou na zona há pouco tempo, ainda não me atrevi a conhecer. lol Tem também um nome interessante.

  *Joana*

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 8:25:00 da tarde

Tu sobes sempre? E quando sobes, do que é que estás a espera?
(ora adivinha lá o contexto, se for preciso explico)
PS-ainda nem li este post, já lá vou:)

  V

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 9:08:00 da tarde

no mínimo original :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:00:00 da tarde

Kohinoor disse...

"Não irei comer no Redondo, mas também ouvi dizer que se come lá bem...
E até está na rota dos vinhos do Alentejo, é um bom incentivo para lá passar. :P"

Passar até passo, mas levo comida de casa, ahahahaha

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:00:00 da tarde

Van disse...

"E há sempre a povoação Foder. Num dos países nórdicos, não me recordo qual..."

Na Suécia, já passei na estrada que tinha essa placa, mas infelizmente não tive oportunidade de fazer o desvio, até porque na Suécia é possível foder em todo o lado.

"Quando era miúda, um dos jogos de viagem que eu e a minha irmã tinhamos consistia em ler num mapa os nomes de todas as terras por onde iríamos passar. E levá-las à letra, numa de avacalhar."

Eu e o meu pai, quando iamos visitar uns tios meus que moram em Azoia, Leiria, estivemos perdidos e fomos dar a "cabeças de azoia", eu e ele fizemos imensas piadas sobre isso.
O mesmo se passava, a caminho dos festivais de verão, no norte, ao passar por Anais :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:01:00 da tarde

crazy_girl disse...

"Em loulé além do sitio dos "Quartos" Também há outras localidade com nomes caricatos tal como: "Casa", "Pelados","Cumeada", "Curralões", "cerro dos negros", "Cai Logo" "chapada", "choça","montinho do pau cabeludo" "Rambóia"."

O montinho do pau cabeludo? Aahahahahahahahaah

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:01:00 da tarde

Cor do Sol disse...

"Esqueceste-te de Anais em Vila Verde - Braga :P"

Conheço de passagem, mas são tantos, que dava para 10 textos.

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:01:00 da tarde

Estrela Cadente disse...

"Há com cada nome...vai lá vai...bj"

Vai tu, eu tenho medo de ir :) eheheh

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:01:00 da tarde

provocação disse...

"Então e a bela da Buraca????"

Nao a vi, estava em busca do "colo do pito" :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:01:00 da tarde

AP disse...

" Chorei a rir!
Pelo menos para nomes temos uma imaginação do catano! Cum caneco..."

Se temos...

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:02:00 da tarde

São disse...

"este texto lembrou-me uma crónica deliciosa, do Miguel Esteves Cardoso, sobre nomes esquisitos de terras portuguesas que li já à anos não sei se no Independente se no Expresso."

Eu tenho algures todas as crónicas dele, pedi a contactos em ambos os jornais onde o MEC trabalhou, para me enviarem. Tenho de procurar esse texto.

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:02:00 da tarde

I.D.Pena disse...

:)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:02:00 da tarde

alfabeta disse...

"ahahahah, está espectacular!"

E pelas dicas que estou a receber, dá para escrever outro :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:02:00 da tarde

Ondinhas disse...

"Bruno...faltou-te a Venda das Raparigas, no concelho de Alcobaça!"

Nao, coloquei essa terra, logo depois da venda dos pretos e antes da venda da porca. A venda das raparigas era um local de passagem, quando não havia A1 e tinhas de ir para LX pela nacional 1. Sempre perguntei ao meu pai, se vendiam lá mulheres :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:02:00 da tarde

Joana disse...

:)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:03:00 da tarde

S.Tear disse...

"É com cada nome... lol"

E deixei dezenas de fora.

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:03:00 da tarde

Ondinhas disse...

"ups...ainda faltou a Venda do Poco, no concelho de Tábua :)"

Pois, essa não conheço mesmo.

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:03:00 da tarde

gi disse...

"Oh meu amigo...se alguma vez vier passear além tejo, considere-se convidado para ir almoçar (ou jantar :P) AO Redondo!! beijocas e boa semana."

Assim são muito melhor :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:03:00 da tarde

Anónimo Anónimo disse...

"Em Tomar há o Coito e em Beja os Coitos ou até mesmo a Aldeia Nova dos Coitos."

Ena, tanto Coito :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:03:00 da tarde

rosemary disse...

"No concelho de Faro, ainda há "Pechão" e "Coiro da Burra"!
Localidades dignas de passagem!"

Gostei do Coiro da Burra! AHAHAHAHA

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:04:00 da tarde

Tatiana disse...

Obrigado

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:04:00 da tarde

Nanda Assis disse...

:)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:04:00 da tarde

Sanxeri disse...

"Somos um país de mal-criados, é o que é. :P"

Mas originais :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:04:00 da tarde

vita disse...

"Mais um texto a brincar com as palavras brilhante.;)"

Há cada terra, que temos de brincar para não chorar :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:05:00 da tarde

caditonuno disse...

"já tinha lido esta semana que passou um texto parecido, penso que do miguel sousa tavares, mas nao tenho a certeza."

MST duvido, mas sei que o MEC (Miguel Esteves Cardoso), escreveu algo sobre este assunto, ainda não tive tempo de procurar essa crónica, mas já me disseram que está também num livro dele.

"http://pt.wikipedia.org/wiki/Franco_Foda"

É melhor do que Luís Boa Morte!


"http://en.wikipedia.org/wiki/Argelico_Fucks"

Eu tenho uma cliente que é a senhora Fock! Aqui como chamamod as pessoas pelo ultimo nome, sai-me sempre um Fuck.

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:05:00 da tarde

Van disse...

"No caso dos nomes de pessoas, ainda não há uns dias me desmanchei a rir por causa do Rabiola e do Merdakovic... loooooool! ;-)"

Sobre os nomes, já escrevi, talvez o altere em breve.

"Ou dos decapitação da cabeça de sao joao baptista (querem ver que agora vou levar na cabeça de alguem por ter posto o pê antes do tê?)..."

Ahahahahahaha

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:05:00 da tarde

Noivo disse...

"informação a reter, portanto:)"

Para umas férias bem passadas :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:05:00 da tarde

Cadinho RoCo disse...

"Qualquer comentário aqui parece representar risco, tamanha a capacidade de interpretação do autor desta publicação."

Nada disso, todas as discussões são bem vindas, desde que não sejam ofensivas para mim ou para os leitores. Há que manter o nível :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:05:00 da tarde

André disse...

"Eu só me pergunto é quais as cabeças pensadoras que se lembram de tais nomes para localidades!"

Acho que nao eram pensadoras...

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:06:00 da tarde

lontra (MR.) disse...

"Aqui na Murtosa há o Cais do Bico…como estou na zona há pouco tempo, ainda não me atrevi a conhecer. lol Tem também um nome interessante."

Porque será que tem esse nome? ahahahahaha
Estou a imaginar uma ida à Murtosa e virar-me para uma mulher e dizer, "bora ali ao Cais do Bico"... para bom entendedor....

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:06:00 da tarde

*Joana* disse...

"Tu sobes sempre? E quando sobes, do que é que estás a espera?"

Eu não disse nesse blogue que subo sempre, mas se não tenho de ir trabalhar e se ela convida porque não? Primeiro confirmo que o convite é real e não por simpatia. Mas ao contrário do Arrumadinho, não vejo convites como insinuações sexuais. Acho que aquele rapaz tem sérios problemas...


"(ora adivinha lá o contexto, se for preciso explico)"

Nao precisas de explicar, ou sei o que escrevo em comentários e o que escrevo naquele blogue é mesmo sentido, tal é a forma como eu discordo de tão básica capacidade de análise.

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:06:00 da tarde

V disse...

Obrigado.

  *Joana*

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 10:57:00 da tarde

Ok então, ainda bem que estás atento e desculpa a intromissão neste post que não tem mesmo nada a ver (ou talvez tenha, como diz uma amiga minha, as nossas conversas vão todas parar à cueca mesmo...LOL).
Foi a primeira vez que te descobri num blog alheio que manifestamente não tem nada a ver contigo e resolvi vir aqui esclarecer as minhas dúvidas :p
continua o bom trabalho blogosférico
beijos**

  Van

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:15:00 da tarde

LOOOOL, o pechão fica mesmo aqui ao meu lado. Cómica foi a cena em que tentei ensinar o meu profe espanhol a dizer pechão. Entre Pixão e Pixón, não íamos lá não...

Sim, decapitação da cabeça de s joão baptista! O jóve conhece um gaijo com esse nome!!

E eu tenho uma colega com apelido Bacalhau...costumávamos brincar com ela, dizendo, não te cases com nenhum Brás... ;-p

  Mulheka

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:32:00 da tarde

TU... és o maior da tua terra ahahahah!!!

E mexe e mexe o caldeirão!

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:57:00 da tarde

*Joana* disse...

"Ok então, ainda bem que estás atento e desculpa a intromissão neste post que não tem mesmo nada a ver (ou talvez tenha, como diz uma amiga minha, as nossas conversas vão todas parar à cueca mesmo...LOL).
Foi a primeira vez que te descobri num blog alheio que manifestamente não tem nada a ver contigo e resolvi vir aqui esclarecer as minhas dúvidas :p"

Eu comento imensos, talvez aquele seja o que tem mais protagonismo (incompreensivelmente)
Na verdade vou lá, pelos comentários e fico chocado com a quantidade de mulheres que concordam com aquelas tretas. Por vezes questiono-me se realmente leram o texto...

  Bruno Fehr

segunda-feira, fevereiro 02, 2009 11:59:00 da tarde

Van disse...

"Sim, decapitação da cabeça de s joão baptista! O jóve conhece um gaijo com esse nome!!"

Claro que sim. A rua onde a minha avó deixou a quinta, tem o nome do pai dela António Baptista.

"E eu tenho uma colega com apelido Bacalhau...costumávamos brincar com ela, dizendo, não te cases com nenhum Brás... ;-p"

Existe uma gaja que canta fado, sob o nome de Deolinda que o verdadeiro nome dela é Bacalhau.

  lontra (MR.)

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:00:00 da manhã

Bruno Fehr:

"Porque será que tem esse nome? ahahahahaha
Estou a imaginar uma ida à Murtosa e virar-me para uma mulher e dizer, "bora ali ao Cais do Bico"... para bom entendedor...."


Olha eu ainda espero um bom convite...earm! ha ha ha
ha ha ha

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:00:00 da manhã

Mulheka disse...

"TU... és o maior da tua terra ahahahah!!!

E mexe e mexe o caldeirão!"

Sou até tu vires à minha terra, depois olha, passo a ser um anão!

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:02:00 da manhã

lontra (MR.) disse...

"Olha eu ainda espero um bom convite...earm! ha ha ha
ha ha ha"

Um homem tem de usar primeiro a regra dos 3:

- Um jantar
- Um presente
- Uma mentira

Neste caso a mentira seria, "vamos lá, mas não é nada do que estás a pensar"

  lontra (MR.)

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:26:00 da manhã

Bruno Fehr disse:

"Um homem tem de usar primeiro a regra dos 3:

- Um jantar
- Um presente
- Uma mentira"

Temo que se o convite for realmente bom, esta ordem dos itens pode dar bronca!!

=D

  Pronúncia

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:29:00 da manhã

Hilariante!
Ri desde a primeira à última frase, apesar de o tema não ser novidade para mim. Conheço a crónica do MEC (Nomes da nossa terra).

Como li algures que tinhas pedido as crónicas que ele publicou no Expresso, se não tas enviarem, cá vai uma dica, elas estão publicadas em dois livros: "A Causa das Coisas" e "Os meus problemas", da editora Assírio & Alvim.

:)

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:32:00 da manhã

lontra (MR.) disse...

"Temo que se o convite for realmente bom, esta ordem dos itens pode dar bronca!!"

Ui, depende da bronca, né?

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:38:00 da manhã

Pronúncia disse...

"Conheço a crónica do MEC (Nomes da nossa terra).

Como li algures que tinhas pedido as crónicas que ele publicou no Expresso, se não tas enviarem, cá vai uma dica, elas estão publicadas em dois livros: "A Causa das Coisas" e "Os meus problemas", da editora Assírio & Alvim."

E adiciono mais um. Acabo de confirmar que esta crónica vem também no livro "Explicações de Português" da Assírio e Alvim.

  lontra (MR.)

terça-feira, fevereiro 03, 2009 12:48:00 da manhã

Pois. he he he... poderia dar vários tipos de bronca, podia..

Mas olha para que ninguém se engasgue no jantar, eu sugiro a mentira em primeiro...

  Teté

terça-feira, fevereiro 03, 2009 1:02:00 da manhã

A toponimia portuguesa é de uma falta de imaginação atroz. Para não dizer motivada por brejeirice ou ordinarice da mais rasca.

Claro que no caso da "Venda das raparigas" até se percebe, que a aldeola é antiga e conhecida por um comércio local, tipo feira, que era efectuado por raparigas. Mas há outros que não se entendem mesmo: "como é que um gajo diz que é de Colhões?"

Mas vá que deu para fazer um post bem humorado! :)))

  Calíope

terça-feira, fevereiro 03, 2009 2:21:00 da tarde

ahaha ja escolhi uns sitos para visitar este verão!:P

e na queima em Coimbra passarei certamente por essa maravilhosa terrinha :)

  Van

terça-feira, fevereiro 03, 2009 4:44:00 da tarde

Caldeirão?? aqui há a serra do caldeirão!...

Pois, essa deolinda bacalhau não deve ser a minha amiga, lol, que nunca lhe deu p´ro fado!

  Van

terça-feira, fevereiro 03, 2009 4:45:00 da tarde

Uaiiiii, activaste a moderação???? mmmm....

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 11:12:00 da tarde

lontra (MR.) disse...

"Mas olha para que ninguém se engasgue no jantar, eu sugiro a mentira em primeiro..."

A mentira é depois de jantar, é sempre a ultima :)

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 11:13:00 da tarde

Teté disse...

"A toponimia portuguesa é de uma falta de imaginação atroz. Para não dizer motivada por brejeirice ou ordinarice da mais rasca."

Concordo :)

"Mas há outros que não se entendem mesmo: "como é que um gajo diz que é de Colhões?""

Com muito humor :)

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 11:14:00 da tarde

Calíope disse...

" ahaha ja escolhi uns sitos para visitar este verão!:P

e na queima em Coimbra passarei certamente por essa maravilhosa terrinha :)"

Tem cuidado ao passar por lá :)

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 03, 2009 11:15:00 da tarde

Van disse...

"Uaiiiii, activaste a moderação???? mmmm...."

Nao percebi como receber alertas no tlm sem moderação. Agora estou numa de rentabilizar o meu super tlm :)

  Van

quarta-feira, fevereiro 04, 2009 12:42:00 da manhã

ena pai, o famoso aifodefode lool ;-)

  Van

quinta-feira, fevereiro 05, 2009 3:16:00 da tarde

Mmmmm?? o vá pra fora cá dentro desapareceu...este é o texto parte dois dos homens todos iguais!

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 06, 2009 12:10:00 da manhã

Van disse...

"Mmmmm?? o vá pra fora cá dentro desapareceu...este é o texto parte dois dos homens todos iguais!"

Nao percebi!