A blogosfera está uma merda


As saudades que eu tenho da blogosfera. Aquela que já não volta. É certo que cresceu e ainda é livre, há 600.000 blogues em Português em vez de 20.000. Mas já não há anónimos como havia, já não há tomates como havia.
Em 2003 até 2005 falava-se de tudo, todos abordavam os seus assuntos, comentavam o mundo à sua volta. Os blogues era visitados por anónimos de qualidade, com capacidade argumentativa e eram anónimos porque só os bloguers tinham contas.

O tempo em que escreviam nos seus blogues, além de criticas, ofensas directas a outros blogues, pois havia concorrência, competição.
Ler aquele que foi o maior blogue Português, O Meu Pipi a chamar rotos aos Gato Fedorento. Ver toda a energia critica do Abrupto pela mão de Pacheco Pereira, que hoje é o picha mole que nem se pode ler, é só poesia e fotos de merda.

Hoje? Hoje com o crescimento da blogosfera, mais de metade dos blogues, copiam-se uns aos outros, vírus e mais vírus de prémios para auto-promoção e de desafios sem utilidade prática. Já poucos são criativos. Poucos são críticos. Quando se critica aparecem às dezenas a dizer, "não concordo com criticas publicas". Ahahaha, não acham bem, criticar. É esta a blogosfera pós 2005, que só piora de dia para dia. Com bloguers sem talento a escreverem textos de "ir ao cu devagarinho" ou de "anda ler-me que lambo-te o cu". Já poucos apostam no conteúdo, poucos lêem por gosto, é tudo uma questão de visitas e retribuição de visitas, simpatias falsas num mundo virtual.

Os únicos que excluo, são os blogues pessoais que abordam assuntos pessoais, pois esses são blogues/diários, usados com escape ou passatempo e não abordam temas de destaque ou que possam gerar discussão.

Todos são amigos, todos abordam os mesmos assuntos evitando temas mais sensíveis. E se alguém diz que outro bloguer é um idiota, terceiros ofendem-se. Ai Eu (pois sou agnostico)!

O problema da blogósfera é gravíssimo quando o Top 50 de blogues está cheio de blogues comerciais, semi-legais e banais. A blogosfera começa a ter interesse entre o rank 60 e 200, excepto meia dúzia de bons blogues que aguentam no topo.
Ler banalidades sem sentido é mais popular que ler verdades. É triste. Ler dói!
Isto acontece devido ao uso de Proxys, que enganam os contadores de visitas, dando milhares de visitas a quem tem poucas centenas.

"O teu blogue tem muitas letra, perco a vontade de ler", diziam-me há dias... Tive de rir, pois não vale a pena chorar por quem se assusta com letras. Se escrevesse textos do tipo, "hoje fui ao cu à vizinha", nem conseguiria entrar no meu próprio blogue com tantas visitas.

Tenho saudades da blogosfera, e se a vou abandonar não o farei sem deixar a minha marca e recuperar as origens. Escrever sobre tudo o que me apetecer, o melhor que eu conseguir e se o melhor não chegar, que se foda. Criticar quem me apetecer, sem ligar aos comentários de "isso não se faz". Faz, claro que faz, sempre fez ainda tu, que dizes isso te masturbavas a ver calendários de cu e mamas. Ainda tenho temas interessantes a discutir e merda a expor.

A blogosfera está com problemas quando temos um blogue com mais de 3000 visitas, no 27° lugar do Ranking nacional, como este: A Pipoca mais doce. E um, com mais ou menos 500 visitas, situando-se por volta do 150° lugar do mesmo Ranking, como este: Controversa Maresia.
O primeiro, vago, banal, com publicidade disfarçada de posts e que me faz lembrar uma casa de Barbies, onde a cada frase se ouvem ecos cerebrais.
O segundo, escrito de uma forma primorosa com assuntos de interesse mas menos visitado.
Este ultimo, cujo um seu texto recente, me lembrou o passado na blogosfera, em que eu dava os primeiros passos, e isso criou alguma nostalgia e me abriu os olhos para a presente realidade.

Alguém percebe isto? Eu não!


Nota: Os dados sobre o ranking do Controversa Maresia foram alterados, de acordo com uma informação da autora.

309 Comentários:

  forteifeio

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:18:00 da manhã

Estás a ver porque não deves desistir, é preciso rebentar com estas mentalidades inócuas, vagas, interesseiras e desinteressantes.

o Teu blogue cada vez está melhor

  Mel

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:34:00 da manhã

"Hoje fui ao cú à vizinha"... E com isto aumentaste a pesquisa google do teu blog.

És pouco esperto, és, o que tu queres sei eu...

  Jane Doe

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:40:00 da manhã

Ah ah ahahahahahah

O pessoal pesquisa por "Hoje fui ao cú à vizinha!"

Ahahahahahaahahahahh

Eu nem comento muito mais óh Mel, mas tu também conheces a manha...

Não conheço muito da blogosfera, mas ainda bem...

Há alguns que nem da vontade.
Gosto muito do meu, só digo parvoíces, e ninguém o visita. E quando comecei a ver que havia muita gente a visitar, fechei o estaminé para férias, e tirei o contador.

Eu quero la saber!

Escrever pelo prazer e o resto que se lixe.

É por isso que há tanta merda hoje em dia.

  Salto-Alto

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:46:00 da manhã

Não conhecia esse blogue, está bem interessante!

Eu falo por mim, não publico com vista a nenhum padrão. Publico o que me apetece, sobre os temas que me apetecem.

Beijocas!

  afectado

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:55:00 da manhã

Há muitas coisas que me irritam neste momento na blogosfera. Há uns anos quando me iniciei por cá isto era sem dúvida algo diferente. Provavelmente foi a evolução natural de algo que começa com poucos utilizadores e chega a um ponto de muitos utilizadores. Torna-se mais complicado encontrar blogues de jeito! Contudo eu ando a cada vez mais fazer essa selecção... não gosto? Apago e siga... na esperança que depois encontra um de jeito.

O controversa maresia que referiste como estando no 572º é o do blogspot que fechou há um ano: http://www.controversamaresia.blogspot.com/

O que indicaste no link é que é o actual e acho que não está inscrito no ranking... :)

  Manuel de Jesus

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:13:00 da manhã

nem de propósito, passa pelo meu antro.

  Fênix

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:15:00 da manhã

Bem, poucas vezes te visito, mas quando visito fico feliz por existir gente como tu na blogosfera.

Embora reconheça que a blogosfera esta em "crise" como publiquei no meu blog.

Os fracos vão e os bons ficam.....


Abraço!!

  Maldonado

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:28:00 da manhã

Não deixas de ter razão. Porém, há que ter em conta a pluralidade da blogosfera...
De facto existem blogs com que nos identificamos mais, por isso é uma questão de se ser selectivo nas leituras...
Eu não tenho vida para andar a visitar blogs banais, por isso esses estão fora da minha lista...

  vieira do mar

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:39:00 da manhã

Bruno, obrigada pelas palavras simpáticas, mas é como diz o afectado: durante 4 anos estive no blogspot e há cerca de um ano mudei-me para o sapo. o meu blogue é relativamente conhecido e tenho quase 500 visitas diárias (às vezes mais, outras menos), sem comentários. se quiser ter uma ideia mais "fiel" do valor relativo de cada blog, vá a technorati.com. Cumprimentos, Sofia Vieira

  Mr. Z

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:43:00 da manhã

Não leio nem um nem outro.
Não sei como era em 2005, não acho que tenha lido o suficiente para saber ao certo como é agora (sei, digamos, por alto :P).
Se havia um objectivo ao ser-se bloguer, eu nenhum tenho senão o de tentar transmitir directa ou indirectamente algo que me vai na mente!
Falo do que quero e a nada mais sou obrigado. Tenho um contador mas estou-me pouco a importar para o mesmo. Não é objectivo chegar a que ranking houver, nem sabia que os havia lol
Não sou de escrever a criticar o que quer que seja, respeito quem o faça.
Há de tudo, sempre houve. Estava era mais escondido!
Há que tentar lidar com tudo da melhor forma possível.

  Cor do Sol

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:59:00 da manhã

Eu já leio blogues à muitos anos. Tive o primeiro à pouco mais de 2 anos. Lia o que me apetecia, leio o que me apetece.

Escrevo banalidades da minha vida porque o meu blog é isso mesmo, um escape.

Gosto de ler textos bem construidos, fundamentados. Não tenho vontade nenhuma de os escrever nem de argumentar por aí.

Esta é a minha postura.Tu podes escolher a tua blogoesfera. Escolher quem queres ler, quem achas que tem qualidade e assim mantens o nivel da coisa.

Eu leio os dois blogs que referiste. Todas, nem que seja lá bem no fundo temos uma barbie dentro de nós e quero acreditar que todos temos alguém inteligente que sabe reconhecer um bom texto :)

  Rita Carapau Sardinha Frita

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 2:10:00 da manhã

Se há coisa que eu adoro na blogosfera é a liberdade que cada um tem para escrever o que quizer e para ler/visitar o que quizer.

Já reparei que te preocupas mto com os blogs que são populares e que as suas visitas até são mentira, etc, etc. Mas diz-me isso é importante? Por exemplo, lá por a TVI ser a lider de audiências não quer dizer que o país está perdido e que só mora cá gente burra, não? Não gostas mudas de canal, ainda bem que há a TvCabo, quantidade é sinónimo de diversidade e diversidade também traz qualidade.

Eu pessoalmente escrevo o que me apetece, quem quizer leia-me, e se for possivel, disfrute de um bom bocado, se não gostar não leia. Olhe volte sempre. Cumprimentos à família.

Se leio blogs ditos comerciais, leio pois! Entretêm-me, não é essa a função de um blog? Ou estou enganada?!

Claro que se escrevemos gostamos de ser visitados, seria hipocrita dizer que isso não têm qq importância.

Acho que desperdiças demasiada energia em consultar rankings e andar preocupado com as visitas dos blogs dos outros. Não querendo ser provocadora, mas sendo, isso incomoda-te? Não haverá aí uma pontinha de inveja?...

Venho-te spr visitar qd escreves um post novo e gosto de cá vir, até gosto da maioria das coisas que escreves, às vezes concordo ctg, outras não. E isso é bom.

Beijinhos

  Summerparis

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 2:16:00 da manhã

Como em tudo na vida, as pessoas preferem o banal, a leitura light, e afins. temos pena =)

  Maria...ia

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 2:31:00 da manhã

Eu nem sabia que havia rankings para a coisa... E os números e comparações interessam muito? O meu contador foi um amigo que o instalou, e para mim são esses os que verdadeiramente interessam: os amigos. Mas quem vier por arrasto é claro que leva cordial tratamento, e se for interessante... Tanto melhor.
O diálogo é o que dá "pica" à coisa... Os números são demasiado abstractos e nada estimulantes.

  afectado

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 2:32:00 da manhã

vieira do mar, a minha mãe sempre me disse para ter "olho vivo, pé ligeiro" :)

  Izzi

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 2:51:00 da manhã

Eu não tenho por hábito aqui comentar, porque geralmente não há muito mais que eu possa acrescentar. Eu não lia blogues durante esse período áureo que referes. Só comecei a lê-los, pouco depois do "O Meu Pipi" fechar e depois lá entrei também na mesma onda. Eu, sinceramente, não ligo nenhuma ao número de visitas e não costumo ver a lista dos mais lidos. Dou com eles através de links que estão noutros blogues ou através de comentários que os bloggers fazem - acho que foi assim que dei com o teu cantinho. Espero que te mantenhas por aqui durante uns bons tempos, porque só comecei a seguir-te há muito pouco tempo - quero mais!! Já sei se que vais ao meu (quem mais de Hamburgo é que me podia visitar?) e obrigada por me colocares em destaque aí de lado (ainda não tinha agradecido).

E já agora, obrigada por me relembrares o "controversa maresia" que deixei de ler devido a problemas técnicos (perdi alguns dos links de blogues que tinha).


**

  Noivo

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:14:00 da manhã

haverá certamente blogues de tudo, pra todos, só pra alguns ou eventualmente para ninguém. Haja escolha, variedade. A diferença está na quantidade de regressos de visitantes que cada blog tem. É esse o critério de escolha, Pelo menos o meu. Volto aos que gosto de ler. Porque achas que venho cá? :)

  casos reais

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:33:00 da manhã

Li tudo!

...afinal, o que é um blogue?

Há quem crie um blogue porque sabe que vai morrer (sei de pelo menos 2) porque tem uma doença terminal (ufffffff muitos) , depois há ou "outros" ( resmas deles....)

Por exemplo os meus 2, sobrevivem à conta do que para eles enviarem(um continua encerrado para obras).

E como me preocupo imenso com o numero de visitas, visito a Blogosfera cerca de uma vez por semana, será pouco?.
- terei que mudar alguma coisa... no blogue ou em mim...:))

Hoje nos casos reais, tenho um Post de Merda! - foi o q se arranjou!

  Anónimo

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:15:00 da manhã

Esta obsessão pela Pipoca e pelo Arrumadinho é doentia.

Se a blogoesfera está uma merda, é por causa de blogues como este, com ataques pessoais a gente que não conheces de lado nenhum.

Pior do que isso, é esta gentinha que pára por aqui a aplaudir-te e a venerar-te sem que apareça alguém de bom senso para te chamar à razão.


Get a life.

  vita

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:23:00 da manhã

Ah eu quero lá saber dos famosos, eu leio o que gosto, se for famoso ainda bem para a pessoa, se não for paciência, eu não me incomoda nada não ser famosa, e escrevo o que quero e quando quero, é bom? mau? não sei, mas não estou preocupada, é o que eu quero e já que o blog é meu, faço o que quero.
Agradeço quem tem pachorra para me ler, mas não faço disso um objectivo, alias, o meu principal objectivo é ter prazer no que escrevo, quando deixar de o ter fecho!

Já agora, escrevi um texto onde faço referência a um teu, claro está que o texto é meu, é apenas um tema em comum, mas de qualquer modo estou avisar-te, não vá ser acusada de plágio de ideia.;P

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:54:00 da manhã

forteifeio disse...

"Estás a ver porque não deves desistir, é preciso rebentar com estas mentalidades inócuas, vagas, interesseiras e desinteressantes."

Posso não rebentar mas exponho!

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:54:00 da manhã

Mel disse...

""Hoje fui ao cú à vizinha"... E com isto aumentaste a pesquisa google do teu blog.

És pouco esperto, és, o que tu queres sei eu..."

Fui apanhado!

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:54:00 da manhã

Jane Doe disse...

"Eu nem comento muito mais óh Mel, mas tu também conheces a manha..."

Ela é velhota nestas andanças :)

"E quando comecei a ver que havia muita gente a visitar, fechei o estaminé para férias, e tirei o contador."

Ahahahahaha

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:55:00 da manhã

Salto-Alto disse...

"Não conhecia esse blogue, está bem interessante!"

Depende do que te referes :)

"Eu falo por mim, não publico com vista a nenhum padrão. Publico o que me apetece, sobre os temas que me apetecem."

Ora lá está. O que te apetece, depende do teu estado de espírito, tal como eu. Eu ando tão bem disposto que me apetece irritar pessoas :)

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:55:00 da manhã

afectado disse...

"O controversa maresia que referiste como estando no 572º é o do blogspot que fechou há um ano: http://www.controversamaresia.blogspot.com/"


Correcto, não reparei nesse facto, eu só recentemente reencontrei o blogue dela, por um post no blogue de um outro veterano, que linkava para um texto sobre os velhos tempos da blogosfera.

Mas corrigi, com os dados fornecidos pela própria autora.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:56:00 da manhã

Manuel de Jesus disse...

"nem de propósito, passa pelo meu antro."

Já lá estive :)

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:56:00 da manhã

Fênix disse...

Obrigado.

"Embora reconheça que a blogosfera esta em "crise" como publiquei no meu blog."

Está sim e irei passar na tua casa para ler o que escreveste sobre o assunto.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:56:00 da manhã

Maldonado disse...

"De facto existem blogs com que nos identificamos mais, por isso é uma questão de se ser selectivo nas leituras..."

Concordo, eu limitei-me a comparar conteúdos.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:57:00 da manhã

vieira do mar disse...

"Bruno, obrigada pelas palavras simpáticas, mas é como diz o afectado: durante 4 anos estive no blogspot e há cerca de um ano mudei-me para o sapo. o meu blogue é relativamente conhecido e tenho quase 500 visitas diárias (às vezes mais, outras menos), sem comentários. se quiser ter uma ideia mais "fiel" do valor relativo de cada blog, vá a technorati.com. Cumprimentos, Sofia Vieira"

Fiquei surpreendido com o seu comentário. Nao esperava.
Conheço a technorati, eles usam um sistema diferente e mais justo, não ligam a visitas mas sim a links. Quantos mais blogues linkam outro blogue mais reputação ele ganha.
Há quem diga que é injusto, pois os blogues mais antigos estão em vantagem. Mas, tudo é injusto para alguém.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:57:00 da manhã

Mr. Z disse...

"Se havia um objectivo ao ser-se bloguer, eu nenhum tenho senão o de tentar transmitir directa ou indirectamente algo que me vai na mente!"

No inicio havia objectivos, os que sobreviveram até hoje, mantêm essa linha de raciocínio.

"Não sou de escrever a criticar o que quer que seja, respeito quem o faça."

A critica é uma constante. Criticam-se noticias, livros, filmes, produtos, politica, jornalismo, arte, tudo é uma critica. E porque não blogues? Que eu saiba não estão isentos.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:57:00 da manhã

Cor do Sol disse...

"Eu já leio blogues à muitos anos. Tive o primeiro à pouco mais de 2 anos. Lia o que me apetecia, leio o que me apetece."

Leio o que me apetece e o que nao me apetece, à maioria nao volto, mas anda em busca de bons blogues.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:58:00 da manhã

Rita Carapau Sardinha Frita disse...

"Já reparei que te preocupas mto com os blogs que são populares e que as suas visitas até são mentira, etc, etc."

Eu sempre de tempos a tempos fiz criticas, quer seja a filmes, musicas, livros e porque nao blogues?

Já critiquei blogues pela positiva e critiquei pela negativa. Fui sempre acusado de atacar blogues mais pequenos, nao eram ataques, eram criticas. Agora critico maiores. Acho justo, visto que o link que eu coloco informa o proprietário destes textos e podem defender-se ou nao.

"Mas diz-me isso é importante? Por exemplo, lá por a TVI ser a lider de audiências não quer dizer que o país está perdido e que só mora cá gente burra, não?"

Nao tem a ver com quem ve ou le, mas sim em como a TVI chega ao Top, se for de formas ilegais existe uma entidade reguladora. O uso de proxys para valorizar um site é crime!

"Eu pessoalmente escrevo o que me apetece, quem quizer leia-me, e se for possivel, disfrute de um bom bocado, se não gostar não leia. Olhe volte sempre. Cumprimentos à família."

O mesmo se passa aqui, este texto é algo que eu queria escrever.

"Acho que desperdiças demasiada energia em consultar rankings e andar preocupado com as visitas dos blogs dos outros. Não querendo ser provocadora, mas sendo, isso incomoda-te? Não haverá aí uma pontinha de inveja?..."

O que poderia invejar? Se eu tivesse 3000 visitas reais, isso significaria ter por volta de 300 comentários, pois 1 em cada 10 visitantes, comenta. Responder ao que tenho, basta-me.

"às vezes concordo ctg, outras não. E isso é bom."

Isso é óptimo.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:58:00 da manhã

Summerparis disse...

"Como em tudo na vida, as pessoas preferem o banal, a leitura light, e afins. temos pena =)"

Leitura light e curta de preferência.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:58:00 da manhã

Maria...ia disse...

"Eu nem sabia que havia rankings para a coisa... E os números e comparações interessam muito?"

Ora os rankings dão valor ao site ou página e as páginas vendem-se. Se eu compro uma página, estou a comprar as visitas a essa página, se essas visitas são falsas temos uma caso de burla.

"O diálogo é o que dá "pica" à coisa... Os números são demasiado abstractos e nada estimulantes."

Mas os números permitem-me argumentar. Eu se decido falar de algo ou alguém, vou estudar o caso e recolher dados, pois se o assunto é sensível, irei precisar de armas argumentativas.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:59:00 da manhã

Izzi disse...

"Só comecei a lê-los, pouco depois do "O Meu Pipi" fechar e depois lá entrei também na mesma onda."

Pelo que vejo do teu blogue, a tua onda nao é bem a mesma do geral banal.

"Já sei se que vais ao meu (quem mais de Hamburgo é que me podia visitar?)"

Eu nao me posso esconder, ahahahaha

"e obrigada por me colocares em destaque aí de lado (ainda não tinha agradecido)."

Eu linko quem visito, é mania da velha guarda, pois é pelos links que se descobrem novos blogues. Esta coisa dos seguidores "matou" a lista de links.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:59:00 da manhã

Noivo disse...

"A diferença está na quantidade de regressos de visitantes que cada blog tem. É esse o critério de escolha, Pelo menos o meu."

Concordo.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:59:00 da manhã

casos reais disse...

"Por exemplo os meus 2, sobrevivem à conta do que para eles enviarem(um continua encerrado para obras)."

O teu blogue tem um formato diferente, dependes de dicas. Acho que é um caso raro e só conheço 3 ou 4 blogues assim.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 5:00:00 da manhã

Anónimo disse...

"Se a blogoesfera está uma merda, é por causa de blogues como este, com ataques pessoais a gente que não conheces de lado nenhum."

Os ataques não são pessoais, falo de blogues e de nicks e nunca me referi às pessoas.

"Pior do que isso, é esta gentinha que pára por aqui a aplaudir-te e a venerar-te sem que apareça alguém de bom senso para te chamar à razão."

Nem mesmo um anónimo. Se não me chamas à razão, porque é que comentas? O que escondes?
Os anónimos, não são assim tão anónimos.

"Get a life."

Got one. But you can get an ID.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 5:01:00 da manhã

vita disse...

"Já agora, escrevi um texto onde faço referência a um teu, claro está que o texto é meu, é apenas um tema em comum, mas de qualquer modo estou avisar-te, não vá ser acusada de plágio de ideia.;P"

Ahahahaha, nao há problemas, só eu sou acusado disso :D

  Pax

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 10:21:00 da manhã

Pois eu já não conheci a blogocoisa nesses seus bons velhos tempos que referes.
Fui anónima (com assinatura), como sabes, e vejo isto com muito amadorismo (ao contrário de ti).
A única coisa que me interessa em relação a visitas ou número de comentários é que gosto da troca de palavras e, principalmente, dá-me gozo ver que a conversa nunca acaba dentro do tema em que começa :).
Já muitas vezes ri à gargalhada quer a escrever quer a ler comentários. Isso sim, é uma das coisas mais importantes que quero do blogue.
Acredites ou não, não sei quantas pessoas visitam, quem são, de onde, percentagens ou seja o que for. Nem sei nem nunca me despertou curiosidade saber.
Para mim é pura diversão.

De qualquer modo, conheço este blogue todo e há muito tempo. Não noto grande diferença no modo como partilhas as tuas opiniões. Nunca tiveste problemas em dizeres o que te apeteceu no "doa a quem doer", portanto isto não fará grande sentido: «Tenho saudades da blogosfera, e se a vou abandonar não o farei sem deixar a minha marca e recuperar as origens. Escrever sobre tudo o que me apetecer, o melhor que eu conseguir e se o melhor não chegar, que se foda.»
Noto apenas uma diferença em ti: antes aparentavas divertir-te mais.

:)

  A Outra!

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 10:30:00 da manhã

bom bom é passar despercebido pelo blogs....que a blogosfera não está para brincadeiras...qualquer dia fazem esperas aos bloggers, como se de um criminoso se tratasse. A vidinha é tão bonita...e não tivesse a malta que trabalhar, era bem giro ir sentir o sol que está lá fora.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 10:41:00 da manhã

Pax disse...

"Fui anónima (com assinatura), como sabes, e vejo isto com muito amadorismo (ao contrário de ti)."

O amadorismo depende de quem é o anónimo, ultimamente tenho recebido anónimos com blogues, mas se é para atacar de forma mal educada, é melhor esconder as vergonhas.

"A única coisa que me interessa em relação a visitas ou número de comentários é que gosto da troca de palavras e, principalmente, dá-me gozo ver que a conversa nunca acaba dentro do tema em que começa :)."

O que gosto nas visitas, sao as minhas e saber que foram contadas, alguém esteve realmente no meu blogue e nao um computador a bombardear IP's toda a noite.

É esta treta dos IP's fazem com que sejam notados. Depois cedem a Adsense, campanha publicitárias, patrocínios de empresas e blogues como o meu passam a ser atacados por essas empresas, pois se a maioria dos mais lidos se vendem, todos se devem vender. ERRADO!

O meu ÓDIO por estes blogues sem conteúdos, baseados em falsidades, irrita-me, pois afecta directamente os blogues com muitas visitas, honestos. Eu estou cansado disto e se estou cansado, tenho de fazer algo, ou luto para expor a merda que para aí anda, ou faço as malas e vou embora.

Nao faz parte de mim, desistir daquilo em que acredito e acredito que a blogosfera nao é só por dinheiro e/ou protagonismo. Quero acreditar que ainda se aposta em conteudo e está na hora, dos podres serem expostos e de se saber, porque motivo o conteúdo, nao ter qualquer destaque.

"Acredites ou não, não sei quantas pessoas visitam, quem são, de onde, percentagens ou seja o que for. Nem sei nem nunca me despertou curiosidade saber.
Para mim é pura diversão."

A tua diversão existe, até ao dia que deixa de existir e a diversão por vezes nao parte por aborrecimento, mas sim por pressões externas.

"De qualquer modo, conheço este blogue todo e há muito tempo. Não noto grande diferença no modo como partilhas as tuas opiniões. Nunca tiveste problemas em dizeres o que te apeteceu no "doa a quem doer", portanto isto não fará grande sentido: «Tenho saudades da blogosfera, e se a vou abandonar não o farei sem deixar a minha marca e recuperar as origens."

Digo isto, pois serei bem mais radical a atacar o lixo, se nao o posso limpar irei pelos menos desinfectar esta área.

"Noto apenas uma diferença em ti: antes aparentavas divertir-te mais."

Aparências iludem. O meu post sobre o Arrumadinho foi dos que mais me divertiu nos últimos meses. Foi o texto que me deu novo fôlego para continuar. Só o ver a forma sem sentido com que o defenderam. Compreender que os leitores fãs de um bloguer sem argumentos, sem tomates, sao pessoas parecidas, ou sem argumentos ou sem tomates.

Esperava bem mais deste pessoal, foi fácil demais deitar o lixo no contentor e em muitos casos, quem o queria defender, ajudou a fechar o saco.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 10:45:00 da manhã

A Outra! disse...

"bom bom é passar despercebido pelo blogs....que a blogosfera não está para brincadeiras...qualquer dia fazem esperas aos bloggers, como se de um criminoso se tratasse. A vidinha é tão bonita...e não tivesse a malta que trabalhar, era bem giro ir sentir o sol que está lá fora."

Chegas a um certo numero de visitas e o Google sobre um digito ao valor do teu blogue ou página (1-10), quanto mais alto esse valor, mas interesse ele desperta para campanha publicitárias e depois és massacrada com pressões vindas do próprio Google e associados. Como é que achas que o Google mantém o domínio?

Isto acontece, porque os bloguers fracos, cedem por meia dúzia de cêntimos e todos passam a ser definidos, pela prostituição de alguns.

  VCosta

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:26:00 da manhã

Este espeço serve apenas para a malta aliviar-se no dia a dia...
Quem não gosta "arruma para o lado", quem gosta "despe e siga"!!!!
Ou sou novo cá... escrevo parvoíces/situações que acontecem!
Aliviar stress nas palavras!!!

  A Outra!

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:36:00 da manhã

Engraçado...a tua justificação ao meu comentário...foi parecida a algumas explicações que o meu chefe me dá sobre o mundo do Goggle...a diferença está no objecto de análise...que o teu bloguinho te dê muito dinheirinho a ganhar, que tu mereces, és um blogger que se esforça nesse campo. E não, não é ironia.Bons Posts

  Pax

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:26:00 da tarde

"ultimamente tenho recebido anónimos com blogues, mas se é para atacar de forma mal educada, é melhor esconder as vergonhas."

Para mim, isso é falta de carácter. É o tipo de pessoa que faz telefonemas anónimos, que não assume os erros, etc.
Mas até compreendo que haja quem to faça: não estão para levar contigo lá no quintal deles.
Digo que compreendo, não que concordo.

"se a maioria dos mais lidos se vendem, todos se devem vender. ERRADO!"

Claro que é errado.
A honestidade deveria existir em qualquer coisa que se faça na vida, virtual ou não.
Cada um fará ou deixará de fazer aquilo que acha que deve, não o que os outros fazem. Acho.

"O meu ÓDIO por estes blogues sem conteúdos, baseados em falsidades, irrita-me, pois afecta directamente os blogues com muitas visitas, honestos."

Compreendo isso. A diferença é que para mim dá igual que as visitas deles sejam falsas ou não. Estou-me burrifando para as visitas deles, rankings ou seja o que for. Até para os meus números, quanto mais para os dos outros.
Importam-me as pessoas fantásticas que estão por trás dos comentários, não os números que supostamente por lá passaram.

"Quero acreditar que ainda se aposta em conteudo"

Claro que sim! E há várias formas de se apresentarem esses conteudos. Cada um tem a sua.
Pode haver muita coisa muito desinteressante mas também há muita muito interessante. E "conteudo" é algo, também, subjectivo.

"a diversão por vezes nao parte por aborrecimento, mas sim por pressões externas."

Concordo.
Mas no facto de não te deixares manipular ou aborrecer por pressões externas também está uma das formas de te mostrares superior a elas.
(E anónimos chatos podem divertir no inicio mas tornam-se aborrecidos).

"serei bem mais radical a atacar o lixo"

Mais?! Só se comprares um terra-terra.

"O meu post sobre o Arrumadinho foi dos que mais me divertiu nos últimos meses. Só o ver a forma sem sentido com que o defenderam."

Lol, eu nem defendo nem ataco.
Antes do teu post já me tinhas falado nesse ódio e eu já o tinha espreitado.
Não achei nada de fantástico nem de péssimo. Apliquei a lei do «não me afliges, passa adiante».
Quem o defendeu fez muito bem. Fez da maneira como achou melhor: exactamente o mesmo que tu fizeste quando o atacaste. Exerceram o mesmo direito que tu (embora tu o julgues mal exercido).

"Compreender que os leitores fãs de um bloguer sem argumentos, sem tomates, sao pessoas parecidas, ou sem argumentos ou sem tomates."

E depois?! Mesmo os destomatados tem direito a opinião, a blogue, ao que for!
Tu é que stressas demasiado com isso.

:)

  Paula

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:38:00 da tarde

já conhecia a "pipoca" há bastante tempo e de facto nunca parei lá muito mais de 5 min, e tem a ver com o que dizes, é demasiado cor de rosa para o meu gosto e não gosto. são demasiados sapatos e moda e sei lá mais o quê. mas é como se diz, o blog é pessoal e cada um põe o que quer e para quem quiser.
quanto ao segundo...gostei. gosto muito de ler e não sinto falta de bonequinhos nem fotografias por isso agradeço sempre que encontro um blog onde se escreve!

  HAZEL

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:40:00 da tarde

Chiça, que até estava com medo de ver o nome do meu blog aqui mencionado! Desta safei-me!

  Van

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 12:40:00 da tarde

Por alguma razão a música pimba singrou... :-p :D

Cu da vizinha?? eu já tive pesquisas por "gordinhas e peladinhas"!!! :D

Bem, quando a blogosfera era isso que dizes, os meus únicos leitores eram amigos conhecidos ahaha. Continuam a existir bons blogues, mas, como há muitos, é necessário haver uma selecção. Como tudo na vida.
Há muita música de merda e muito livro de merda. Mas é por isso que deixas de ouvir música ou de ler?... ;-p :D

  Filipa

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:06:00 da tarde

Bem, não posso falar da evolução da blogosfera porque sou novinha ainda, logo aí o meu comentário não vai ter grande coisa de jeito. Eu fiz o blog pois apeteceu-me, pura e simplesmente,escrever, e quis um sitio onde pudesse escrever e publicar fotos e ter algum feedback de desconhecidos. Se o meio que vivo é pequeno e tudo o que faço/digo é comentado devido a saberem quem sou, quis então vir mesmo para um sitio onde ninguém me conhece. Daí ter vindo para aqui. Eu gostei deste post. Acho que tens razão em certas coisas que dizes. Há muita merda por aí e a teu ver, o meu até pode ser isso mesmo, lol. Mas isso é como tudo, as pessoas são diferentes e consequentemente as mentalidades também. Isso é como os sitios em que andas e frequentas, há merda, há gente boa, e há os banais e os muito bons, é preciso diferenciá-los e excluir o que não queremos. Fazer a selecção. A selecção depende de cada um. Os anónimos com coragem, ainda os há por aí. Mas eram como tu dizias, anónimos porque não tnham conta no blogger e não porque simplesmente não têm coragem de dar a cara. Eu, pessoalmente, não ligo muito a isso. Mas gostei e gosto deste blog, tou a ver se o leio todo, porque adoro estas criticas assim. :) beijinho *

  Filipa

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:07:00 da tarde

eu quando começo a escrever sou um disparate. :)

  provocação

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:14:00 da tarde

Eu descobri o Controversa através de um blogue "sexo sem nexo" e todos dias vou lá espreitar. Quanto à pipoca, já teve piada, ela escreve bem quando quer mas a dada altura nota-se que só está ali a regar...(há um blogue excelente "o mundo perfeito" por exemplo do qual sou assídua).
Mas é verdade, cada vez mais a net está cheia de nhónhós que vêm mostrar os peluches que compraram ou os casacos que têm. E a malta gosta, quanto mais lighter the better, por isso é que alguém iluminado achou que tinhas letras a mais. Foda-se é preciso ser-se estúpido!

  Maria...ia

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:27:00 da tarde

A argumentação apenas com base em números e estatísticas é bastante redutora, não achas?
Pouco me interessa se vão muitos ou poucos ler o que escrevo... Se o faço é porque esta forma se revelou mais imediata no que toca a dar a conhecer, aos meus amigos que regularmente me visitam, o que penso, que por vezes se revela tão difícil de expressar pela oralidade da palavra. Caso contrário, continuaria a escrever nos cadernos e só partilharia com eles depois de morta... O que seria bastante triste: bela herança.
De resto, se a blogosfera está uma merda, isso só pode ser reflexo do quanto a maior parte das pessoas está mesmo uma merda, salvo cada vez mais raras excepções. Muito para encher olho e pouco conteúdo: ontem visitei pela primeira vez a "Pipoca" e, sinceramente, pouco me interessa quais os óculos que a menina comprou ou vai comprar, ou se tem saudades de havaianas... Parecem artigos da "Nova Gente" em que as pessoas procuram um momento de estrelato... E realmente é uma maneira mais fácil e barata de se "sonhar", em tempos de crise global e individual.
Se escreves acerca do que realmente te vem à cabeça, e dado que reconheces que tens poder argumentativo... Deverias libertar-te mais da contagem de quem vai e fica. Já agora... Para quê então a lista de 123 (acho) seguidores?

P.S.: Já que provavelmente irás comentar "à letra" o que deixo aqui escrito... Trata-me por Maria, que é mesmo o meu nome. O ia só serve para enfeite.

  I.D.Pena

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 1:56:00 da tarde

""A blogosfera está uma merda""

Concordo.

"As saudades que eu tenho da blogosfera. Aquela que já não volta. É certo que cresceu e ainda é livre, há 600.000 blogues em Português em vez de 20.000. Mas já não há anónimos como havia, já não há tomates como havia.
Em 2003 até 2005 falava-se de tudo, todos abordavam os seus assuntos, comentavam o mundo à sua volta. Os blogues era visitados por anónimos de qualidade, com capacidade argumentativa e eram anónimos porque só os bloguers tinham contas."

Lembro , antes de 2007 não tinha blogues e comentava apenas anónimamente.

"Hoje? Hoje com o crescimento da blogosfera, mais de metade dos blogues, copiam-se uns aos outros, vírus e mais vírus de prémios para auto-promoção e de desafios sem utilidade prática."

Acho o mesmo.

"Já poucos são criativos. Poucos são críticos. Quando se critica aparecem às dezenas a dizer, "não concordo com criticas publicas". Ahahaha, não acham bem, criticar. É esta a blogosfera pós 2005, que só piora de dia para dia. Com bloguers sem talento a escreverem textos de "ir ao cu devagarinho" ou de "anda ler-me que lambo-te o cu". Já poucos apostam no conteúdo, poucos lêem por gosto, é tudo uma questão de visitas e retribuição de visitas, simpatias falsas num mundo virtual."

Uma nojeira.

"Ainda tenho temas interessantes a discutir e merda a expor."

Acho que deves continuar, poucos criticam em concreto os blogues da blogosfera.

"A blogosfera está com problemas quando temos um blogue com mais de 3000 visitas, no 27° lugar do Ranking nacional, como este:

A Pipoca mais doce

E um, com mais ou menos 500 visitas, situando-se por volta do 150° lugar do mesmo Ranking, como este:

Controversa Maresia"

O 1ª Blog , a pipoca mais doce, passei por lá pela publicidade que expuseste, e concordo é um blog vazio; Desprovido de realidade, um mundo de pitas cor de rosa e virtual, cheio de publicidade :S

O 2º é informativo, mas sem sabor, sem sal. Politicamente correcto. Não tenho grande opinião desse blog.


"Alguém percebe isto? Eu não!"

Eu tb n percebo grande coisa da blogoesfera, mas o que é certo é que existem poucos blogues como o teu, em que me rio, revolto e ainda acabo a chorar.

Beijos

;)

  sexy hot

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 2:23:00 da tarde

Eu comecei a escrever o blog por mera necessidade (necessidade de escrever sobre sexo lol estranho, mas verdade)e depois irritava-me ouvir amigas minhas dizer: "se eu me masturbo? Que nojo..." e eu ali a rir-me por dentro e um dia fartei-me e comecei a pensar que deviam existir muitas pessoas como ela. Enfim... eram bons os tempos em que me aparecia gentinha no blog a perguntar quanto levava ou a dizer que eu era uma vergonha para todas as mulheres, hoje... é mais elogios que criticas e muitos elogios penso que são falsos, meros iscos para visitar o blog de certas pessoas e dizer: "ai que giro". Comento poucos blogs, leio poucos blogs, e muitos do que leio não comento e outros vou comentando... A ler este post até fiquei com saudades dos insultos, vá agora chama-me um nome "bonito" só para eu ficar feliz lool Acho que hoje em dia falar de sexo é banal, por isso, é que a vontade de escrever no blog é cada vez menos lol

Não precisas que te diga para que não deixes de escrever e se o deixasses de fazer que farias falta, basicamente penso que sabes isso e caso o deixes de o fazer lá terás as tuas razões.

  apipocamaisdoce

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 2:24:00 da tarde

Diz-me, querido Bruno, o que é que te incomoda mais no meu blog? É eu falar de sapatos ou é estar entre os 20 mais lidos do País (já esteve entre os 10)? É eu falar de óculos de sol ou já ter um milhão e meio de visitas? É o blog ser cor-de-rosa ou é eu já ter tido diversas propostas de trabalho a nível de escrita (algumas delas bem sérias e proveitosas, até)? É tu achares que eu sou fútil ou é, no meio de tanta inveja e mesquinhez, não conseguires perceber que o teu blog é banal, assim como a tua escrita e os teus pensamentos? É tu achares que eu não tenho nada de relevante para eu dizer ao mundo ou é eu ter um estilo de escrita diferente (e bom)? É eu parecer-te pouco inteligente ou é eu ter um blog que toda a gente da blogosfera conhece e que muitos até apreciam? É tu não perceberes porque é que as pessoas me lêem ou é o teu inconformismo com isso? Querido Bruno, não é a blogosfera que está toda errada por fazer o meu blog constar do top dos mais lidos. És tu que não consegues superar a inveja do teu blog ser completamente anónimo. Experimenta pôr fotos de sapatos. Parece que resulta.

P.S.: Ah, é verdade, rapaz, és um poço de contradições: dizes que excluis das tuas críticas tão acertadas os blogs pessoais, mas não te coíbes em falar mal do meu e da minha pessoa. Eu é que ouço os teus ecos cerebrais se não percebes que o Pipoca Mais Doce é isso mesmo. Um blog pessoal.

PS2: Tenho mais más notícias para ti: estou a analisar várias propostas para passar O Pipoca Mais Doce a outros formatos. Livro incluído. É chato ter um blog famoso, não é? Mas claro que isso só pode ser sinónimo de burrice de todas as pessoas que me endereçaram convites, claro, não tem nada a ver com a qualidade do blog, não é querido Bruno?

PS3: Por favor, para teu bem e dos teus leitores, arranja uma táctica de angariação de comentários mais inteligente do que falares mal de outros blogs.

PS4: Ah, e desculpa se pareço extremamente segura ou convencida das minhas qualidades enquanto blogger e escritora. Mas contra factos não há argumentos e eu não posso fazer nada: o meu blog é bom para quem gosta (muitos, segundo o contador de visitas) e eu escrevo meeeeesmo bem. Dou-te quinze a zero, baby. Mas há uns cursinhos óptimos de escrita criativa. Se quiseres passo-te os contactos.

Saudações bloguísticas!

  André

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:14:00 da tarde

Parece que para muitos ter um blogue passou a ser sinónimo para parecer bem, mostrar-se in nestas modernices de escrever coisas pensadas com o intestino grosso ligado ao cérebro.

P.S.: Abandonares a blosgosfera... Se ela já anda assim, ainda pior deixas isto pah! Tu toma juízo.

  Abobrinha

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:16:00 da tarde

Bruno

A minha entrada na blogosfera deu-se está a fazer 2 anos, via o blogue hilariante que o Jorge Fiel tinha no Expresso e que recebeu sentença de morte quando ele foi despedido. Agora continuou-o no sapo (a ligação está no meu blogue), mas dedica-lhe menos tempo e energia. Os restantes blogues do Expresso eram (já há muito que lá não vou) entre o sofrível e o francamente desinteressante.

O blogue Abrupto já há muito tempo que não visito, mas o Pacheco Pereira não se limita à blogosfera por isso não se pode avaliar a pessoa em função deste. Mas acredito que não esteja tão forte.

Na volta a tendência mudou mesmo e o pessoal deixou de querer mandar bitaites à borlix e com o risco de ser processado como um profissional. O que diz pouco da nossa democracia e espírito crítico, mas pronto. E os comentadores profissionais são os mesmos e não se sentiram grandemente beliscados pelos comentadores de bancada. O que também é pena, porque alguns deviam acordar e perder o complexo de deus!

Acho que o espírito agora é mesmo fazer amizades que não se conseguiriam de outro modo e relaxar. O meu blogue é completamente chillout, com excepção de uma ou outra fase.
Há ainda outra espécie de blogues: os blogues de engate. Mas acerca desses estou eu a preparar um post... tenho que estar BEM inspirada!

Tenho pena que penses em deixar a blogosfera, mas como te disse, é contigo! E tens razão: nada dura para sempre!

  Eu mesma!

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:22:00 da tarde

Talvez Bruno,
porque as pessoas quando querem efectivamente saber noticias verdadeiras ligam a TV ou compram o expresso....

Actualmente, e eu falo por mim... o seguir um blogue não é para eu saber o que se passa no mundo mas sim...para espairecer e ler coisas diferentes das quais aparecem nos jornais e nas televisões... e sim... demasiadas letrinhas e textos extensos nope... não tenho paciência (mas por mim falo....)

e confesso Bruno
estou-me nas tintas para rankings... como já deves ter percebido sigo o teu blogue porque gosto, comento quando acho que tenho que comentar mas não faço a minima ideia do teu ranking e pouco me importa.... aliás... quanto mais superior for o teu lugar no ranking mais pressão tens em escrever algo que verdadeiramente interesse à população em geral e eu criei um blogue para mim .. não para os outros....

talvez seja esta a postura dos blogues modernos...
as pessoas agora criam blogues não para passarem mensagens mas ... elas próprias se expressarem e trocarem ideias.... estejamos ou não no TOP 500 de um país....

Jinhos

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:30:00 da tarde

VCosta disse...

"sou novo cá... escrevo parvoíces/situações que acontecem!
Aliviar stress nas palavras!!!"

Isso todos o fazemos.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:30:00 da tarde

VCosta disse...

"sou novo cá... escrevo parvoíces/situações que acontecem!
Aliviar stress nas palavras!!!"

Isso todos o fazemos.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:31:00 da tarde

A Outra! disse...

"que o teu bloguinho te dê muito dinheirinho a ganhar, que tu mereces, és um blogger que se esforça nesse campo."

Mas é aí que reside a questao. Eu nao quero se um prostituto do Google, nao admito interferências do Google ou das suas empresas escravas como o Blogspot e o Adsense. Tu no meu blogue nao me ves a escrever sobre o Crome ou outros produtos que eles vendam. Nao vez publicidade a prostitutas, carros, motas e telemóveis. O meu blogue é nao comercial, nao lucrativo e assim ficará, enquanto o Google o permitir. Caso contrário fecha as portas.
Nao quero 1 centimo para blogar, só quero que o Google e certezas empresas aceitem um NAO, tal como aceitam os SIM.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:32:00 da tarde

Pax disse...

"Mas até compreendo que haja quem to faça: não estão para levar contigo lá no quintal deles."

Nao me vingo na casa dos outros, respondo aqui!

"A diferença é que para mim dá igual que as visitas deles sejam falsas ou não."

A ti mas nao a mim. Pois se as minhas sao reais, eu sou o alvo lógico das empresas que prostituem a Pipoca e todos os blogues top 20, com hits misturados com visitas.

"Quem o defendeu fez muito bem. Fez da maneira como achou melhor: exactamente o mesmo que tu fizeste quando o atacaste. Exerceram o mesmo direito que tu (embora tu o julgues mal exercido)."

Desculpa? Deves estar a brincar, só pode!
Eu li o Arrumadinho antes de o criticar. Nenhum dos que me vieram atacar defendendo-o, me leram, alguns nem o texto todo sobre o Arrumadinho leram.
Eu, tenho bases para falar e escrever, eles além da idiotice e cegueira, sao proprietários de uma ligação à net e um pc, mais nada!

"E depois?! Mesmo os destomatados tem direito a opinião, a blogue, ao que for!"

Nao. O unico direito que lhes é atribuído é estarem calados e nao se pronunciarem quando nao estao dispostos a se informarem. Quem nao sabe o que diz, deve-se calar, mas isso só aconteceria de a idiotice fosse crime, o que infelizmente ainda nao é!

"Tu é que stressas demasiado com isso."

Já me acompanhas à tempo suficiente para distinguires o que me stressa e o que me diverte, mas pelos vistos, nao!

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:32:00 da tarde

Paula disse...

"já conhecia a "pipoca" há bastante tempo e de facto nunca parei lá muito mais de 5 min, e tem a ver com o que dizes, é demasiado cor de rosa para o meu gosto e não gosto. são demasiados sapatos e moda e sei lá mais o quê."

Se referir a publicidade google a protitutas no topo do blogue...

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:32:00 da tarde

HAZEL disse...

"Chiça, que até estava com medo de ver o nome do meu blog aqui mencionado! Desta safei-me!"

As minhas criticas a blogues, sao raras e só as faço em casos flagrantes.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:33:00 da tarde

Van disse...

"Cu da vizinha?? eu já tive pesquisas por "gordinhas e peladinhas"!!! :D"

Temos publicos diferentes no que toca a sexo :)

"Há muita música de merda e muito livro de merda. Mas é por isso que deixas de ouvir música ou de ler?... ;-p :D"

Mas a merda deveria ser cagada e nao lançada no mercado.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:33:00 da tarde

Filipa disse...

"Eu fiz o blog pois apeteceu-me, pura e simplesmente,escrever, e quis um sitio onde pudesse escrever e publicar fotos e ter algum feedback de desconhecidos."

É uma motivação bastante comum.

"Acho que tens razão em certas coisas que dizes. Há muita merda por aí e a teu ver, o meu até pode ser isso mesmo, lol."

Nao ataco blogues pessoais, só blogues que buscam protagonismo para fins lucrativos.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:34:00 da tarde

provocação disse...

"Quanto à pipoca, já teve piada, ela escreve bem quando quer mas a dada altura nota-se que só está ali a regar..."

Ele tem de regar a arvore das patacas, ou nao recebe os euros do Google e das empresas às quais faz publicidade. Ou achas que concurso em que ela oferece Jeans One é grátis e pura caridade? Ou que a empresa importadora de Havaianas nao anda a oferecer €€ por publicidade. Até eu recebi um contacto!

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:34:00 da tarde

Maria disse...

"A argumentação apenas com base em números e estatísticas é bastante redutora, não achas?"

Este meu texto nao tem como base os numeros e estatísticas. Apresento os dois blogues para que possam comparar os conteúdos bem como o numero de visitas de cada um. Esses dados juntos, dao uma ideia bem clara do que se passa.

"pela primeira vez a "Pipoca" e, sinceramente, pouco me interessa quais os óculos que a menina comprou ou vai comprar, ou se tem saudades de havaianas... Parecem artigos da "Nova Gente" em que as pessoas procuram um momento de estrelato..."

Como podes ver, os meus argumentos nao sao estatísticos. Eu fui lá, eu li!

"Se escreves acerca do que realmente te vem à cabeça, e dado que reconheces que tens poder argumentativo... Deverias libertar-te mais da contagem de quem vai e fica."

Mas se nao o referisse, nao teria o choque comparativo de qualidade/numero de visitantes.

"Já agora... Para quê então a lista de 123 (acho) seguidores?"

Muito simples, desde que esta idiotice foi implementada, a nova geração de bloguers, deixou de adicionar os links dos blogues na barrar lateral, sendo cada vez mais dificil encontrar novos, bons blogues. A lista de seguidores mostra quem le o nosso blogue, mesmo que nao comente o que me permite saber quem sao e ver o deles.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:34:00 da tarde

I.D.Pena disse...

"Acho que deves continuar, poucos criticam em concreto os blogues da blogosfera."

É tabu, os bloguers acham errado a troca de criticas, quando criticam tudo desde musica aos vizinhos da casa ao lado.

"O 1ª Blog , a pipoca mais doce, passei por lá pela publicidade que expuseste, e concordo é um blog vazio; Desprovido de realidade, um mundo de pitas cor de rosa e virtual, cheio de publicidade :S"

Até os posts sao publicitários.

"O 2º é informativo, mas sem sabor, sem sal. Politicamente correcto. Não tenho grande opinião desse blog."

Opinativo, tem textos venenosos mas com classe.

  vício

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:41:00 da tarde

tenho pena de não ter lido blogues antes de 2005 mas o meu primeiro blog surgiu exactamente nesse ano e por isso não me posso manifestar sobre a qualidade desses blogs.
em relação aos actuais, concordo que haja por aí muita coisa sem o minimo interesse mas, como qualquer coisa, esse opinião é fruto de uma opinião pessoal e cada pessoa é uma pessoa!
eu posso dizer que prefiro blogues que digam disparates em poucas palavras porque a minha permanência neste "mundo" depende disso! a vida é séria e eu preciso dispersar-me um pouco dela!
não dou importância a tops e rankings e nem sei se existem por lá blogues de interesse! apenas tenho um contador de visitas para minha consulta e sei que grande percentagem delas são das que, mal a pagina é carregada volta a ser fechada por não responder à procura que estavam a fazer.
devo gabar-me por isso?
gosto sim de comentários e por isso nem os tenho moderados para que cada pessoa que use aquele espaço mostre o que realmente vale! é nas palavras que escrevemos que nos vamos mostrando e eu dou a hipótese a todos de o fazerem!

só por curiosidade... em que lugar estás no ranking?
e viste por lá o meu?

  anatcat

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:45:00 da tarde

Dear Bruno (Fehr),

Então e as catedrais que não têm interesse nenhum para ninguém a não ser para mim e têm visitas... ok, amigos, pessoal que passa por engano, e amigos-virtuais... ao todo dá para aí 20? considerando que os 20 amigos (incluindo os virtuais) têm mais que fazer e dão um saltito de vez em quando às cats... isto dava uma visita por dia... mas devo ter mais... tudo um engano... mas agora vou concordar contigo... adoro ler a maresia...

  Sara

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 3:57:00 da tarde

Eu leio a pipoca, porque é mais umas frases que dá para rir, e então os comentários..

Depois de ler este teu post fiquei com outra ideia do blog dela :S
Sinceramente não tinha pensado nisso da publicidade.. que ingénua que sou.
É que nem sequer vou ver às lojas os produtos que lá estão, porque vou lá para ler e apenas isso.

Eu já estava aqui a imaginar o que vai ser este mundo daqui a uns anos, ou em vez de blogs vai ser inventado outra cena qualquer.. quero ver.

  HAZEL

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:05:00 da tarde

Obrigada por me teres visitado e comentado.

Sobre o tópico dos prémios que os blogs atribuem uns aos outros, a questão não é tão simples.

Eu vou publicando aqueles que recebo. Não tenho coragem de não o fazer, embora já tenha levado com críticas por isso.

Tenho uma opinião diferente da tua, e gostaria de saber o que achas da minha perspectiva sobre isso. Podes espreitar aqui, por favor?

http://casaclaridade.blogspot.com/2009/01/prmios-publicao-e-reflexo.html

  Izzi

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:28:00 da tarde

"Eu linko quem visito, é mania da velha guarda, pois é pelos links que se descobrem novos blogues. Esta coisa dos seguidores "matou" a lista de links."

Eu por acaso meto-me a seguir blogues, mas continuo a ver listas de links de vez em quando a ver se descubro coisas novas. No meu novo estmainé ainda não tenho nada porque ainda não em apaeteceu fazer uma lista (ali dá um bocadinho mais de trabalho), mas também não sei se o irei fazer - eu gosto de fazer referências aos blogues que leio, colocando ou links directos, ou excertos do que escrevem, ou falando no tema que li e que acho que os leitores do meu blogue vão gostar (mas isso é mais raro - não gosto de spamar a net...). Acho que se calhar assim as pessoas dão mais atenção àquilo que leio pela blogosfera.

  vita

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 4:36:00 da tarde

Bruno Fehr disse...

"Ahahahaha, nao há problemas, só eu sou acusado disso :D"

Está mal, também quero, tens a mania que és bom é o que é.;P

  A Grafonola

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 5:42:00 da tarde

Certo. Mas não deixas de ouvir música nem de ler livros só porque há muita merda a ser lançada no mercado, né?...

Alguém com gostos menos ecléticos ou com menos cultura geral ou com mais presunção do que sabedoria poderia olhar para alguns dos nossos gostos pessoais e chamar-nos de intelectualóides sabichões...já aconteceu ahahahah! :D

Há gostos para tudo. E, ao contrário do que dizo adágio, os gostos até se discutem...

Por haver tantos tipos de público é que existe selecção. Há muita merda, é verdade. Mas caga-se nisso e passa-se à frente. Porque, há muitos livros, músicas e blogues que não são merda. É preciso descobri-los.

Quanto aos que apontaste, não conheço, nem a Pipoca, nem a Vieira do Mar. Não conheço assim tanto a blogosfera, porque não tenho nem tempo nem paciencia pra tudo ahahah. E sou muito desorganizada, :D.

Em todo o caso, se agora todos os que têm de facto algo a dizer, desaparecerem...aí é que a blogosfera fica irremediavelmente perdida.

  A Grafonola

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 5:43:00 da tarde

OH PAH!!! Lá levantou ele a moderação...agora já não posso ver-me a mim mesma pah!!!!! o meu lado narciso não gosta disso pah!!!

;-)

  A Grafonola

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 5:47:00 da tarde

Ah, mas não te livras dos comentários em catadupa (eu tb sou assim com as sms ahahah). Lembrei-me agora (eu lembro-me sempre de qq coisa mais após clicar em "publicar o seu comentário") que ontem vi um excerto do daily show que me fez lembrar o que se passa na blogosfera e em certos blogues. Num programa qq lá dos EUA, há um gajozinho que tem um programazeco onde parece que faz criticas políticas. Lembrou-se de adicionar uma rubrica de telefonemas. E estes sucederam-se e eram, invariavelmente, qq coisa como "odeio-te, seu grande filho da piiiipiiiii", "não passas de um hipócrita de pipipiiiii" ou então, "piiipiiipiiipiii"...

A inveja é uma coisa muito feia...

  MaF_Ram

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 6:16:00 da tarde

Gostei de ler!

Como isso é verdade!
Lembro-me bem quando comecei a andar por cá... por alturas de 2005com um nick agora votado ao abandono...
tudo se transforma!

  Physalia physalis

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 6:57:00 da tarde

Isto assim não pode ser pá! :\ Concordo com o texto...e olha que eu gosto de ser do contra.
:)
Só pra deixar claro...eu não costumo comentar nem espero comentários em retorno. O meu blog é pessoal e lá uma vez por outra decido-me a escrever algo mais sério. É raro e não gera controvérsia porque não tenho anónimos (exceptuando-se o frito da tola que por lá apareceu) nem tão poucos leitores como tu (ahahahah).
Oh uau...tem moderação de comentários :\

  apipocamaisdoce

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 9:51:00 da tarde

És muito previsível. E cobarde. Tiveste medo de publicar o meu primeiro comentário, foi? OU foi só vergonha por seres básico e escreveres mal?

  entremares

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 10:39:00 da tarde

Cá vai...

http://entremares.blogs.sapo.pt

E venham de lá essas criticas, por favor...

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:25:00 da tarde

A pipoca mais doce disse...

"Diz-me, querido Bruno, o que é que te incomoda mais no meu blog? É eu falar de sapatos ou é estar entre os 20 mais lidos do País (já esteve entre os 10)?"

A senhora não está entre os 20 mais lidos, está entre os 30 mais visitados, o que não significa lidos. Com a poluição publicitária do seu blogue, recebe muitas centenas de hits publicitários. Se retirar a publicidade descerá uma média de 1000 visitas por dia. Garantido.
Mas o que me incomoda é mesmo a ventania cerebral daquele espaco.

"É eu falar de óculos de sol ou já ter um milhão e meio de visitas?"

1 milhão e 400 mil mas caminha para os 6 anos de blogue. Nao é nada de fantástico.

"É o blog ser cor-de-rosa ou é eu já ter tido diversas propostas de trabalho a nível de escrita (algumas delas bem sérias e proveitosas, até)?"

Claro que sim, a revista Caras anda a recrutar, se calhar recebeu o mesmo mail que eu!

"É tu achares que eu sou fútil ou é, no meio de tanta inveja e mesquinhez, não conseguires perceber que o teu blog é banal, assim como a tua escrita e os teus pensamentos?"

Muito obrigado pela sua demonstração de futilidade, acho que a sua presença e esta frase só confirma o que penso do seu blogue e da autora. Sabe? Eu li muito do seu blogue antes de fazer a minha análise. Você não leu nada, veio aqui, porque o seu namorado (Arrumadinho), comentou hoje e a informou que falei de si.
Na verdade o texto não é sobre si, você é o exemplo supremo, pois é o blogue mais oco e sem sentido, no top 30.

"É tu achares que eu não tenho nada de relevante para eu dizer ao mundo ou é eu ter um estilo de escrita diferente (e bom)?"

Bom?

"É eu parecer-te pouco inteligente ou é eu ter um blog que toda a gente da blogosfera conhece e que muitos até apreciam?"

Eu nunca lhe chamei burra, disse que o seu blogue não tem conteúdo, já foi melhor, mas agora parece uma obrigação comercial. Quanto ao conhecer isso é referente a mais de 5 anos de blogue e não à qualidade.

"Querido Bruno, não é a blogosfera que está toda errada por fazer o meu blog constar do top dos mais lidos. És tu que não consegues superar a inveja do teu blog ser completamente anónimo."

A menina fez-me lembrar a Rititi, para ela todo o mundo a inveja. Na verdade eu tenho pena de tal falta de intelecto.

"Experimenta pôr fotos de sapatos. Parece que resulta."

Nao posso. Eu recuso-me a prostituir o meu blogue por publicidade paga.
Muito menos a colocar o Adsense com links para sites porno, como a menina tem no topo do seu blogue. Ou será que não sabe, que está a publicitar pornografia?

"P.S.: Ah, é verdade, rapaz, és um poço de contradições: dizes que excluis das tuas críticas tão acertadas os blogs pessoais, mas não te coíbes em falar mal do meu e da minha pessoa."

Minha cara, a senhora tem um grave problema de interpretação. Eu disse que não critico blogues pessoais. O seu é seu, mas é acima de tudo comercial, logo não se enquadra na categoria pessoal que referi. Temos de ler com atenção, que não posso explicar tudo. Explico-lhe porque a senhora não se deu ao trabalho de ler. Tem muitas letras, não é? Peco desculpa!

"Eu é que ouço os teus ecos cerebrais se não percebes que o Pipoca Mais Doce é isso mesmo. Um blog pessoal."

Como queira, se isso a faz sentir-se melhor. Passará a ser pessoal quando nao tiver patrocínios de jeans, sandálias, sites de flirt, domínios pornográficos, etc. Até lá é comercial, banal.


"PS2: Tenho mais más notícias para ti: estou a analisar várias propostas para passar O Pipoca Mais Doce a outros formatos. Livro incluído. É chato ter um blog famoso, não é?"

Será um dia triste na história da pseudo-literatura Portuguesa, só espero que não tenha de comprar mais de 200 livros para o fazer. Caso contrário será só prejuízo.

"Mas claro que isso só pode ser sinónimo de burrice de todas as pessoas que me endereçaram convites, claro, não tem nada a ver com a qualidade do blog, não é querido Bruno?"

Exactamente. Mas não são totalmente burros, visto que a editora irá exigir consoante a tiragem da primeira edição, que a senhora compre a preço de capa sem IVA entre 50-200 exemplares. A editora não gasta nada, não arrisca nada. Qualquer ET pode editar. Eu já fui insultado por duas vezes com essas ofertas, mas não as uso para a acusar de inveja.

"PS3: Por favor, para teu bem e dos teus leitores, arranja uma táctica de angariação de comentários mais inteligente do que falares mal de outros blogs."

Lá está, nao leu nadinha. Os meus comentários não aumentaram ao falar mal do teu homem, foram foi imensamente repetidos.

"PS4: Ah, e desculpa se pareço extremamente segura ou convencida das minhas qualidades enquanto blogger e escritora."

Segura? A menina já vai no 4° PS!

"Mas contra factos não há argumentos e eu não posso fazer nada: o meu blog é bom para quem gosta (muitos, segundo o contador de visitas) e eu escrevo meeeeesmo bem. Dou-te quinze a zero, baby."

Pois, então e que tal mostrar-me esse seu bem escrever? Adoraria ler e não estou a ser irónico!
Quinze a zero? Se deres uma como deve ser, dou-te a taça!

"Mas há uns cursinhos óptimos de escrita criativa. Se quiseres passo-te os contactos."

Adoraria leccionar lá, envie. Pode ser que acabe como seu professor.

Muito obrigado pela sua visita e volte sempre, mas não volte muito. Quando voltar, tenha o cuidado de preparar melhor o seu discurso, pois "inveja" quando você nem sabe com quem está a falar é um argumento hilariante, bem como, massagens ao próprio ego é masturbação intelectual o que demonstra um défice nessa área.

Beijinhos à prima e vemo-nos por aí.

PS: Como sou seguro de mim ao contrario da senhora, farei um único PS. Quando escrever algo como diz saber meeeeeesssmmmo bem, diga-me.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:31:00 da tarde

sexy hot disse...

"Enfim... eram bons os tempos em que me aparecia gentinha no blog a perguntar quanto levava ou a dizer que eu era uma vergonha para todas as mulheres, hoje... é mais elogios que criticas e muitos elogios penso que são falsos, meros iscos para visitar o blog de certas pessoas e dizer: "ai que giro"."

Ahahaha, é verdade.

"A ler este post até fiquei com saudades dos insultos, vá agora chama-me um nome "bonito" só para eu ficar feliz lool Acho que hoje em dia falar de sexo é banal, por isso, é que a vontade de escrever no blog é cada vez menos lol"

Nao te chamo nada que o teu homem não irá gostar. Entre casais o Fehr fica de fora.

  Pronúncia

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:41:00 da tarde

Já leio blogues há algum tempo. A blogosfera cativou-me porque a informação aparecia sempre em primeiro lugar aqui e só depois é que chegava aos jornais e por fim às televisões. E eu gosto de estar bem informada.

E já que andava por cá, decidi também eu ter um blogue. A principal motivação foi o voltar a escrever sobre tudo e mais alguma coisa (haja tema). Há anos que me limitava a escrever só sobre assuntos técnicos e relacionados com trabalho. Quis redescobrir a escrita, apenas pelo prazer de escrever. Escrevo muito para mim, mas não vou mentir, gosto muito que comentem os meus textos. Gosto muito de saber qual a receptividade (boa ou má) que eles têm por parte de quem os lê.

Apesar de só agora ter chegado a este mundo dos blogues, já me apercebi que ele é MUITO MAIS COMPLICADO do que aquilo que eu pensava (inocência de quem chega de novo!).
Mas afinal este mundo virtual não é muito diferente do real. Há amizades, há inimizades, há invejas, há bajuladores, há controversos, há famosos, há anónimos...
A diferença entre virtual é muito pouca.

Há blogues que eu gosto, há blogues que detesto, há outros que me são completamente indiferentes. Se gosto volto, se não gosto não volto. Tudo depende da química que existe entre mim e o que leio.

Gosto de ler textos que me assentam que nem uma luva, que conseguem transmitir por palavras aquilo que nunca consegui transmitir. Gosto de ler textos que me mostrem outros pontos de vista, completamente diferentes dos meus, concorde ou não com eles. Desde que me digam algo e eu pense neles para mim são válidos.

Sou visita diária do teu blogue, gosto de uns textos, não gosto de outros, concordo com alguns dosteus pontos de vista, discordo de outros. Visito-te porque cada novo texto é sempre uma incógnita, é sempre uma surpresa (umas vezes agradável outras nem por isso).
Visito-te pela controvérsia e paixões que geras. Muitas vezes, dou por mim a pensar que a análise dos comentários que aqui são feitos davam teses.

Enquanto por cá andares, e eu não abandonar a blogosfera, vou continuar a ler-te...

  forteifeio

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:47:00 da tarde

Pipoca doce

O meu blog tem poucas visitas, 20, 25 alminhas, que fazemo favor de me visitar, pouca coisa, para ti uma pessoa capaz, evoluida, culta e determinada, como poucos o meu blog é uma merda. Pois, mas este blogger não vende a alma e sabe-se lá mais o quê para ter visitas. Não tem publicidade nem stripers, e mesmo só escrita e uma ou outra fotografia que eu fiz e uns videos que gostei. Tu és tóxica, radioactiva, representas a futilidade que esta sociedade carrega. o que é que já acrescentaste na vida ??? Queres falar de literatura, Cinema, Fotografia, Música???? Bem, se vais falar de sapatos malas e roupa ganhas-me 15 a Zero. Deixa-me que te diga tu és uma tia qualquer que gastou uma pipa de massa no desenvolvimento do teu blogue. Só mais uma a Carolina Salgado também se auto-denomina como escritora, enfim....

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:56:00 da tarde

André disse...

"Parece que para muitos ter um blogue passou a ser sinónimo para parecer bem, mostrar-se in nestas modernices de escrever coisas pensadas com o intestino grosso ligado ao cérebro."

Grande verdade.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:57:00 da tarde

Abobrinha disse...

"O blogue Abrupto já há muito tempo que não visito, mas o Pacheco Pereira não se limita à blogosfera por isso não se pode avaliar a pessoa em função deste. Mas acredito que não esteja tão forte."

Tenho a certeza que já nao é ele, que o gere, ele envia textos ocasionalmente.

"Tenho pena que penses em deixar a blogosfera, mas como te disse, é contigo! E tens razão: nada dura para sempre!"

Nao é por vontade, é por pressão. Mas lutarei por ficar, tenho até já um domínio privado, caso este blogue seja apagado.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:57:00 da tarde

Eu mesma! disse...

"porque as pessoas quando querem efectivamente saber noticias verdadeiras ligam a TV ou compram o expresso..."

Nao falo de noticias, falo de criatividade. Por outro lado, se quero saber de moda ligo a fashion TV nao preciso dos jeans do patrocinador da Pipoca.


"quanto mais superior for o teu lugar no ranking mais pressão tens em escrever algo que verdadeiramente interesse à população em geral e eu criei um blogue para mim .. não para os outros..."

Essa pressão, sou eu que a coloco, sempre o fiz.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:57:00 da tarde

vício disse...

"não dou importância a tops e rankings e nem sei se existem por lá blogues de interesse!"

Uso-a para encontrar bons blogues e tenho encontrado excelentes entre o top 100 e 200.


"só por curiosidade... em que lugar estás no ranking?
e viste por lá o meu?"

O meu sitemeter é o pago, por isso conta visitantes unicos, ou seja 1 IP a cada 24 horas. Assim fico entre o 125°-145°. Se desligar o sitemeter pago e ficar com o grátis, esse faz reset a cada 100 visitas, por isso as visitas triplicam ficando em 30° a par com a nossa Pipoca :)


Mas eu gosto de contar as visitas únicas, pois reflectem a realidade.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:58:00 da tarde

anatcat disse...


"ao todo dá para aí 20? considerando que os 20 amigos (incluindo os virtuais) têm mais que fazer e dão um saltito de vez em quando às cats... isto dava uma visita por dia... mas devo ter mais... tudo um engano... mas agora vou concordar contigo... adoro ler a maresia..."

Eu comparei as visitas de 2 blogues, para dar uma ideia concreta. 6 em cada 10 Portugueses preferem ler merda. Ou seja preferem a Pipoca à Maresia.

  I.D.Pena

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:58:00 da tarde

Ahahahah, isto é de partir o coco a rir :D

Se pudesse dava uma taça a esta caixa de comentários

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:58:00 da tarde

Sara disse...

"Sinceramente não tinha pensado nisso da publicidade.. que ingénua que sou.
É que nem sequer vou ver às lojas os produtos que lá estão, porque vou lá para ler e apenas isso."

No topo ela tem publicidade Google, clicas lá, e vais dar a uma directoria pornográfica num dos links. Na verdade no Pipoca ela é paga para vender sexo!

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:59:00 da tarde

HAZEL disse...

"Eu vou publicando aqueles que recebo. Não tenho coragem de não o fazer, embora já tenha levado com críticas por isso."

Eu já o fiz, já os tive expostos e tirei-os. As pessoas criam os prémios para promoção pessoal e na verdade nao fazem sentido. Eu recebi mais de 12 prémios diferentes de "blogue 5 estrela", recebi até um de "6 estrelas", recebi uns 10 prémios amizade... é que nao há imaginação.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:59:00 da tarde

Izzi disse...

"Acho que se calhar assim as pessoas dão mais atenção àquilo que leio pela blogosfera."

Sim é verdade. O que as pessoas que critico nao percebem, é que na verdade por um dia, envio várias centenas de pessoas aos seus blogues.

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:59:00 da tarde

vita disse...

"Está mal, também quero, tens a mania que és bom é o que é.;P"

Eu nao tenho a mania, parece é que mete medo a muita gente :)

  Bruno Fehr

quarta-feira, fevereiro 18, 2009 11:59:00 da tarde

A Grafonola disse...

"Certo. Mas não deixas de ouvir música nem de ler livros só porque há muita merda a ser lançada no mercado, né?..."

Tenho mais dificuldade a encontrar o bom. Mas falo e falarei sempre do que é mau.

"Em todo o caso, se agora todos os que têm de facto algo a dizer, desaparecerem...aí é que a blogosfera fica irremediavelmente perdida."

É um facto. Mas já reparaste que mais edita? Há 3 ou 4 livros blogue com interesse ou piada e dezenas e dezenas de livros ocos. O meu Pipi e o Rafeiro, sao 2 exemplos de bons livros. O Rititi, Princesa Sissi, Nao compreendo as mulheres, entre outros, sao de cortar os pulsos.


"OH PAH!!! Lá levantou ele a moderação...agora já não posso ver-me a mim mesma pah!!!!! o meu lado narciso não gosta disso pah!!!"

Gosto de ler os comentários no telemóvel enquanto estou em trabalho, os comentários estao moderados unicamente 6 horas por dia.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:00:00 da manhã

MaF_Ram disse...

"Como isso é verdade!
Lembro-me bem quando comecei a andar por cá... por alturas de 2005com um nick agora votado ao abandono...
tudo se transforma!"

Eu nao tenho o mesmo nick. Já o mudei neste blogue 2 vezes e nos anteriores outras duas.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:00:00 da manhã

Physalia physalis disse...

"O meu blog é pessoal e lá uma vez por outra decido-me a escrever algo mais sério. É raro e não gera controvérsia porque não tenho anónimos (exceptuando-se o frito da tola que por lá apareceu) nem tão poucos leitores como tu (ahahahah).
Oh uau...tem moderação de comentários :\"

Modero 6h por dia.
Quanto ao frito, nao era o teu ex?

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:01:00 da manhã

apipocamaisdoce disse...

"És muito previsível. E cobarde. Tiveste medo de publicar o meu primeiro comentário, foi? OU foi só vergonha por seres básico e escreveres mal?"

Minha querida, ao contrário da madama, eu por vezes trabalho e estou longe de um PC. Mas não ficaria sem lhe responder.
Vergonha seria ter publicidade a pornografia no meu blogue, mas isso tem a senhora. fala de roupas e ganha dinheiro publicitando sexo e chats de flirt. Chats esses muitas vezes usados por predadores sexuais. A minha querida, está-me a parece uma Pipoca envenenada.

Vá não se irrite e espere que eu responda. Essa irritação toda deve-se a não ter tido sexo hoje? Ou teve mau sexo?

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:01:00 da manhã

entremares disse...

"E venham de lá essas criticas, por favor..."

Meu caro, é raro eu criticar blogues. Tenho de ter um motivo forte e não vejo nada no seu que seja criticável.

  Eu mesma!

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:03:00 da manhã

Bruno...
em resposta à tua resposta...

"Nao falo de noticias, falo de criatividade. Por outro lado, se quero saber de moda ligo a fashion TV nao preciso dos jeans do patrocinador da Pipoca."

já enjoa desculpa lá....

é que tu nos ultimos dias em vez de seres e teres a chamada criatividade que referes... passas o tempo a falar mal de duas pessoas que... honestamente... escrevem e dizem o que lhes apetece... é a magia de um blogue... não temos que dar satisfação a ninguém...

e apesar de eu não os conhecer de lado nenhum.... acho que lavar roupa suja apenas enfraquece o bloguista e desculpa.... mas não está de acordo com a pressão que dizes colocar a ti próprio....

antes pelo contrário

  João

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:03:00 da manhã

Começo a acreditar que isto tudo não passa de uma manobra de diversão para o Bruno aumentar exponencialmente as visitas/comentários aqui do blogue.

Bem jogado.

  João

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:08:00 da manhã

Gostei da ideia.
Também gostava de ser criticado.
A bem dizer, preferia uma crítica da pipoca ou do arrumadinho. O nível é outro e as visitas seriam muitas mais.

Mas pronto, se for por ti, também fico contente.

  Baninha

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:14:00 da manhã

Mas tu tens Razão... Publicar é o que é preciso caro Bruno. Nem que seja merda, queres ver mais merda do que no meu... E estou-me perfeitamente cagando para as visitas, e os comentários...

Quanto ao resto, quero é comer o cu à vizinha, que é bem boa...

Saudações do Baninha, Toma lá e vai buscar...

  Green Eyes

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:18:00 da manhã

eu criei o meu para ver se ficava famosa mas não está a resultar (é óbvio que estou a brincar, apeteceu-me dizer isto)
sinceramente não sei porque criei o meu 1º blogue
este, de agora, foi mesmo porque me apeteceu e vou lá "escrevinhando" umas tretas porque me apetece e fica mais barato, quiçá ecológico, do que gastar papel!
ah e de vez em quando também faço desafios porque acho os "temas" divertidos

e hoje apeteceu-me comentar :)

  forteifeio

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:39:00 da manhã

Ó Bruno,

O joão, já teve os 15 minutos de fama. O blog dele é lindo, interessante. o Engomadinho parte 2, o regresso do fidalgo do arrumadinho, eu fui a guarda de honra da pipoca doce, é escolher o titulo

  A Outra!

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:52:00 da manhã

isto é melhor que uma novela mexicana...eu bem digo que a malta tem toda a mania que escreve bem...que o MEC os perdoe...que bem precisam..

  lontra (MR.)

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 1:18:00 da manhã

´pera, esqueci-me do sal para as pipocas. Já volto. he he he he
As tuas já têm?


Hilariante.

:D

  Van

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 1:30:00 da manhã

uaiiiiiiiiiiiiiiii já vi que perdi algumas coisas aqui... hei, essa das pipocas é minha, pah!!! pláaagiooooo pláaaagiooooo!! bem...desde que nao me tirem o arrozinho, tásse bem.

E,que os jogos comecem...

:D

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 1:35:00 da manhã

NOTA PARA TODOS:

Este texto foi tomado como um ataque à Pipoca mais doce, o que não é o caso. É unicamente um texto sobre a blogosfera em que no final comparo um blogue que acho medíocre (opiniões divergem) e um que acho excelente. Eu tenho direito à minha opinião e se magoei ego e seguidores, tenho muita pena... ou não.

No entanto e apesar de a Pipoca mais doce, me ter dedicado um texto do mais baixo nível que já li na blogosfera, de uma forma educada, demos por concluída esta discussão, via E-mail.

Portanto, terminou o filme :D

  Van

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 1:45:00 da manhã

Porra, deixei a outra escapar-se, outra vez...começo a fartar-me dela... :/

;-)

Não li ainda o meu Pipi, mas li o Rafeiro e gostei, tal como continuo a gostar. É um poço que nunca seca, lembra-se sempre de cada uma e em cada lugar! E é um exemplo de como se pode pegar em algo tão trivial como o dia a dia e transformá-lo numa crítica construtiva disfaçada de risota. Tb tem os seus anónimos de estimação, e o trato que levam é tão ou mais hilário quanto os textos ehehehe!

No meio de tudo isto, ainda não fui cuscar a pipoquinha...(tive uma periquita com esse nome)...mas...publicidade a pornografia?...ser famoso é duro...!

  Van

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 1:46:00 da manhã

Ataque?...mas qual ataque?...eu cá não vi nada (já cheguei tarde...:-p) :D

bem, espero que não tenham os dedos em sangue...

  Van

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:07:00 da manhã

FOOD ACE!! com esta celeuma toda, nem reparei que havia outro post abaixo deste...

E como não conhecia o celeumado em questão, lá dei um salto para poder formar opinião. Não saltei muito, por isso é uma opinião de primeiras páginas.
Só digo que, Edite Estrela com muito gosto ahahahahah!

Para blogue desconhecido, andas muito procurado...:D

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:12:00 da manhã

Bruno disse...

O Bruno não disse nada, porque que já lhe disse a ele mais de 30 vezes que aqui não comenta. Enquanto este blogue for meu, não comentas, ponto final. Como este blogue é meu e será sempre meu, não há volta a dar-lhe, vai comentar ao caralho.

Quando pensares em me comentar, mete um dedo no cu e chupa, se o dedo tiver o sabor de pissa, deverá ser de mais uma enrabadela com esta!

  vita

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:22:00 da manhã

Bruno Fehr disse...

"Eu nao tenho a mania, parece é que mete medo a muita gente :)"

Opah a mim não metes medo nenhum, alias, adorava fazer-te umas festinhas, sinto uma certa
ternura por ti, vá-se lá saber porquê?.;P

É festinhas mesmo, não penses que quero "levantar-te" o ego...loool

  Mulheka

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:33:00 da manhã

Eh lá, mas que grande coboiada que vai para aqui, que giro!!!

A Pipoca não se dá bem com criticas, por isso, é normal o tipo de texto que publicou lá no blog dela, normalmente desce de nível quando a criticam.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:41:00 da manhã

Pronúncia disse...

"Mas afinal este mundo virtual não é muito diferente do real. Há amizades, há inimizades, há invejas, há bajuladores, há controversos, há famosos, há anónimos...
A diferença entre virtual é muito pouca."

Há negócio, há lobbys, há poderes ocultos como o Google que é um monstro publicitário ter comprado o Blogspot e estar a pressionar certos bloguers a colocarem publicidade, etc. O mundo virtual é parecido, mas mais perigoso.

"Sou visita diária do teu blogue, gosto de uns textos, não gosto de outros, concordo com alguns dosteus pontos de vista, discordo de outros. Visito-te porque cada novo texto é sempre uma incógnita, é sempre uma surpresa (umas vezes agradável outras nem por isso)."

Mas é isso que quero, que concordem os discordem, não quero nem procuro, massagens ao ego.

"Visito-te pela controvérsia e paixões que geras. Muitas vezes, dou por mim a pensar que a análise dos comentários que aqui são feitos davam teses."

Sim, nos comentários it's where the most of the fun is :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:42:00 da manhã

forteifeio disse...

"Tu és tóxica, radioactiva, representas a futilidade que esta sociedade carrega. o que é que já acrescentaste na vida ??? Queres falar de literatura, Cinema, Fotografia, Música???? Bem, se vais falar de sapatos malas e roupa ganhas-me 15 a Zero. Deixa-me que te diga tu és uma tia qualquer que gastou uma pipa de massa no desenvolvimento do teu blogue. Só mais uma a Carolina Salgado também se auto-denomina como escritora, enfim...."

Carolina Salgado, ahahahahahahaha

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:42:00 da manhã

I.D.Pena disse...

"Ahahahah, isto é de partir o coco a rir :D

Se pudesse dava uma taça a esta caixa de comentários"

Ninguém se está a rir mais do que eu... já deixei cair o portátil e tive de ir buscar outro, pois deu fatal error e nao o consigo liga à net :S

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:44:00 da manhã

Eu mesma! disse...

"já enjoa desculpa lá..."

Peco desculpa se o faz, mas é um facto. Tanto que ela própria afirmou, que irá retirar o Adsense, haja bom senso e respeito esta atitude. O blogue dela é visitado por menores com toda a certeza e ela não tem aviso de conteúdos, logo ter links lá para directórios de pornografia, não é aceitável.
Acredito que ela não tivesse conhecimento deste abuso do Google, mas ele é real e um facto.

"é que tu nos ultimos dias em vez de seres e teres a chamada criatividade que referes... passas o tempo a falar mal de duas pessoas que... honestamente... escrevem e dizem o que lhes apetece... é a magia de um blogue... não temos que dar satisfação a ninguém..."

Correcto, mas as pessoa lêem o que lhes apetece nas minhas palavras, qualquer pessoa com dois dedos de testa, ao ler este texto repara que dedico uma frase ao blog da Pipoca. Uma frase que reflecte a minha opinião pessoal, à qual eu tenho o direito.
Nunca desci ao nível do post que ela me dedicou, mas sei dar valor a quem o merece e no meio do lixo que escreveu em tom brejeiro, agradeço não ter colocado o meu link, não procuro visitas "oferecidas" por ela.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:45:00 da manhã

João disse...

"Começo a acreditar que isto tudo não passa de uma manobra de diversão para o Bruno aumentar exponencialmente as visitas/comentários aqui do blogue."

Lá está, mais um tolinho que não leu o meu blogue a comentar à parva. Os meus comentários e visitas não aumentaram após o texto, há é uma discussão com vários comentários das mesmas pessoas.


"Também gostava de ser criticado.
A bem dizer, preferia uma crítica da pipoca ou do arrumadinho. O nível é outro e as visitas seriam muitas mais."

Visto que o blogue do Arrumadinho, só pode ter 100 visitas, não terias muitas mais, até porque o meu blogue tem tantas quanto ele tinha. O meu blogue não é o teu.
Quanto a criticar-te... hmmm... não há muito a dizer, o teu blogue vai na onda dos Lambe-conas, não há nada a fazer. Nao perco o meu tempo com Ermitas.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:46:00 da manhã

Baninha disse...

"Mas tu tens Razão... Publicar é o que é preciso caro Bruno. Nem que seja merda, queres ver mais merda do que no meu... E estou-me perfeitamente cagando para as visitas, e os comentários..."

AHAHAHAHAHA, é assim mesmo!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:47:00 da manhã

Green Eyes disse...

"sinceramente não sei porque criei o meu 1º blogue"

O que nao deixa de ser um motivo válido. Eu iniciei o primeiro porque me apeteceu, passado 4 anos encerrei-o e iniciei este, tal como o meu primeiro texto refere, "Porque Posso!" :D

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:48:00 da manhã

forteifeio disse...

"O joão, já teve os 15 minutos de fama. O blog dele é lindo, interessante. o Engomadinho parte 2, o regresso do fidalgo do arrumadinho, eu fui a guarda de honra da pipoca doce, é escolher o titulo"

É típico de lambe-conas, que é a única coisa que ele tem feito desde que por aqui anda. Só ontem reparei que o João é o Ermita, o que explica muita coisa, até mesmo algum rancor por mim :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:48:00 da manhã

A Outra! disse...

"isto é melhor que uma novela mexicana...eu bem digo que a malta tem toda a mania que escreve bem...que o MEC os perdoe...que bem precisam."

Mexicana mas dobrada em Frances :)
O MEC é o rei e ninguém chega aos pés dele... bem há o Pessoa, mas esse está morto, portanto Rei morto, Rei posto. O MEC até é monárquico :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:49:00 da manhã

lontra (MR.) disse...


"´pera, esqueci-me do sal para as pipocas. Já volto. he he he he
As tuas já têm?"

Na caixa dizia "mais doce", mas estava insonsa.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:50:00 da manhã

Van disse...

"uaiiiiiiiiiiiiiiii já vi que perdi algumas coisas aqui... hei, essa das pipocas é minha, pah!!! pláaagiooooo pláaaagiooooo!! bem...desde que nao me tirem o arrozinho, tásse bem."

O nick dela é Pipoca e não Arroz :)


"Não li ainda o meu Pipi, mas li o Rafeiro e gostei"

O Pipi tem de ser lido com atenção, até percebermos o que significam certas letras e símbolos trocados. O Rafeiro tem boas saídas, sabe escrever, mas não é o meu tipo de leitura, no entanto é presença nos meus feeds e leio as rapidinhas.


"FOOD ACE!! com esta celeuma toda, nem reparei que havia outro post abaixo deste..."

Sim, vai lá escrevendo que eu já te atendo :)

"Para blogue desconhecido, andas muito procurado...:D"

Desconheço essa definição de desconhecido :)

  Gravepisser

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:53:00 da manhã

Mas que pena ter terminado a discussão... Logo agora que me estava a divertir tanto.

O comentário da pipoca assada, e a tua contra-resposta, foram de longe os mais interessantes e hilariantes trechos de escrita que alguma vez li nesta mesma secção (de comentários, face a redundância).

E como já disseste tudo e respondeste por todos nós, "tristes que aqui te comentamos", escuso-me a bater mais no ceguinho.

Estamos em sintonia, no que à opinião acerca dessa personagem e do seu fútil espacinho diz respeito.

E caso reste alguma dúvida, muito me apraz esclarecê-la:
Orgulho-me imensamente, de não pertencer à pseudo-elite de bajuladores baratos, cujo objectivo único da pseudo-empatia com os autores de blogs mais conhecidos é a obtenção de propaganda, pura e simples.

Over and Out

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 2:57:00 da manhã

vita disse...

"Opah a mim não metes medo nenhum, alias, adorava fazer-te umas festinhas, sinto uma certa ternura por ti, vá-se lá saber porquê?.;P"

Porque sou mauzinho e dá sempre vontade de fazer festinhas aos meninos mauzinhos :) É como quando eu era puto, fazia merda da grossa e depois olhava com olhos fofinhos e cara de santo, o que levava as pessoas a dizer, "não pode ter sido o Bruno" :D

"É festinhas mesmo, não penses que quero "levantar-te" o ego...loool
"

Mas é um efeito secundário das festinhas, há que saber lidar com isso... eu nao controlo tudo :)

  João

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:01:00 da manhã

Ermita não. ErEmita.

re. re. re. re.

  vita

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:03:00 da manhã

Bruno chegaste lá rapidamente, és um bad-boy e sim isso dá-me sempre vontade de ser boazinha, e a fazeres esse olhar meiguinho e cara de maroto então acredito que me descontrolava e o "ego" subia pois!

ahhahaahhahaha


(Já reparaste que esta conversa não tem nada a ver com o post?)

;p

  Abobrinha

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:05:00 da manhã

Bruno

Depois de ler os 500 comentários a este post (OK, alguns teve mesmo que ser na diagonal) tenho um balanço a fazer:

1. Deste a tua opinião e tens direito a ela. Nem acho que tenhas sido mauzinho no post (não gostas, não gostas), mas nos comentários foi outra coisa (já lá vou);

2. Sendo que tens a tua opinião, não entendo a tua alergia à publicidade e ao dinheiro. Parecendo que não, o dinheiro é preciso. Que chames à publicidade e ao escrever livros da partir de blogues prostituição, sinceramente parece-me desadequado, excessivo. Não me parece mesmo sensato. E como palavra é forte. Não me parece mesmo compatível com o que és, porque pareces apreciar o valor do dinheiro e de quem se esforça por o ganhar;

3. Não leio a Pipoca e não me parece que vá ler. Simplesmente porque de momento não me parece que me interesse. Li sim o post de resposta ao teu e achei que o tom é excessivo em relação à critica que lhe fizeste. É mais ou menos compreensível, porque a blogosfera caracteriza-se por uma luta de egos desproporcionada à importância das coisas. E ela, por se sentir ofendida, nem reparou no aviso que tinhas de que a moderação de comentários estava activada. Acontece!

4. Agora é a tua vez: tu também respondeste de maneira desproporcionada! Foste agressivo. Menos do que já te vi ser, mas também o teu lado agressivo e cáustico em excesso não me agrada. Claro que não escreves para me agradar, mas fica a minha opinião.

O meu tempo de blogues (como disse, 2 anos) tem-me feito reflectir sobre se algumas das coisas que se dizem nos comentários se diriam em pessoa. Alguns diriam que sim, o que é excelente em termos de honestidade, mas não em termos de agressividade. Outros que não, o que é chato porque significa que estão a arranjar chatices sem necessidade.

Eu não tenho um blogue para me chatear mas para me divertir e eventualmente arranjar amigos. Uns não passam do virtual (alguns porque não quero mesmo, outros porque não se proporciona), outros ganharam um rosto. Não ter um blogue para me chatear não significa que não dê a minha opinião. E sabes que eu volta e meia engato em discussões do pior! E não largo dos meus argumentos quando os acho válidos!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:06:00 da manhã

Mulheka disse...

"A Pipoca não se dá bem com criticas, por isso, é normal o tipo de texto que publicou lá no blog dela, normalmente desce de nível quando a criticam."

Pensava que a mais brejeira era a Rititi, mas essa discutiu comigo e não fez post... a Pipoca parece ser mimada e bajulada.

Claro que eu nem vou responder a tal texto, não faria sentido. Até porque neste texto só usei UMA FRASE em todo o texto sobre ela e o seu blogue :) Mas, nem toda a gente atinge...

  Abobrinha

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:08:00 da manhã

Já agora, também tens comentadores de "bravo, muito bem, assino por baixo o que escreves". Se uns escrevem isso por sentirem, outros será por serem mesmo influenciáveis.

Não gosto de te ver agressivo, prefiro-te construtivo. E digo isso porque me prefiro assim também e luto todos os dias para que isso aconteça.

E esqueci-me de te dizer que gostei que tivesses resolvido as coisas com a Pipoca. É assim que deve ser!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:10:00 da manhã

Gravepisser disse...

"O comentário da pipoca assada, e a tua contra-resposta, foram de longe os mais interessantes e hilariantes trechos de escrita que alguma vez li nesta mesma secção (de comentários, face a redundância)."

Eu também achei que foi o ponto alto da noite :)

"Estamos em sintonia, no que à opinião acerca dessa personagem e do seu fútil espacinho diz respeito."

Ora, ainda bem que concordas, até porque ela afirma (no texto que me dedicou), que ninguém escreve melhor que ela... bem, tu és um exemplo do quanto ela está errada.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:40:00 da manhã

João disse...

"Ermita não. ErEmita"

Sabes, eu já respondi a mais de 200 comentários hoje e o teu é o que menos me preocupa.

vita disse...

"Bruno chegaste lá rapidamente, és um bad-boy e sim isso dá-me sempre vontade de ser boazinha, e a fazeres esse olhar meiguinho e cara de maroto então acredito que me descontrolava e o "ego" subia pois!"

Pois, eu sou rápido em QUASE tudo, felizmente nao em tudo, ahahahaha


"(Já reparaste que esta conversa não tem nada a ver com o post?)"

Desde quando é que as conversas contigo estão relacionadas com os textos?



Abobrinha disse...

"1. Deste a tua opinião e tens direito a ela. Nem acho que tenhas sido mauzinho no post (não gostas, não gostas), mas nos comentários foi outra coisa (já lá vou);"

Sou educado em resposta a educação, sou irónico para com a ironia, sou arrogante para a arrogância e desço ao nível dos comentários com a mesma facilidade. Nao há volta a dar-lhe.

"Que chames à publicidade e ao escrever livros da partir de blogues prostituição, sinceramente parece-me desadequado, excessivo."

A prostituição literária não está em escrever livros de blogues, mas sim em colocar publicidade em blogues, onde se vendem por 10 cêntimos por clic. Além disso o blogue em questão, nao tem aviso de conteúdos e certos links de publicidade Google vao dar a sites porno. Ora, isto é um abuso do Google, com a conivência do bloguer.

"Li sim o post de resposta ao teu e achei que o tom é excessivo em relação à critica que lhe fizeste."

É brejeiro, pois tomou o meu texto como sendo uma referencia pessoal, enquanto só falei dela numa única frase. Acho que é um texto demonstrativo do que ela na realidade é. Uma menina mimada.

"E ela, por se sentir ofendida, nem reparou no aviso que tinhas de que a moderação de comentários estava activada. Acontece!"

Reparou, achou é que eu nao iria publicar. Eu simplesmente nao vivo em frente ao PC.
Eu dou a oportunidade das pessoas se defenderem no meu blogue, mas ela NAO PUBLICOU NEM VAI PUBLICAR a minha defesa, mostrando a baixaria de nível que para alí vai. O texto dela é uma mentira pegada, eu escrevi umA FRASE sobre ela, ela afirma que foi um longo texto.

A Pipoca mais doce é azeda, uma triste. Sim disse-o e repito-o!

"4. Agora é a tua vez: tu também respondeste de maneira desproporcionada! Foste agressivo. Menos do que já te vi ser, mas também o teu lado agressivo e cáustico em excesso não me agrada."

Aceito e sei como escrevi. Acho que a resposta está ao nível da dela e nada desproporcionada.

"Eu não tenho um blogue para me chatear mas para me divertir e eventualmente arranjar amigos."

Minha cara. O problema aqui é que eu sou mal interpretado. Este tipo de coisas diverte-me, nada me dá mais gozo do que argumentar, por vezes baixa de nível, mas porque eu acompanho essas descidas.

"E não largo dos meus argumentos quando os acho válidos!"

Já somos 2.

"Já agora, também tens comentadores de "bravo, muito bem, assino por baixo o que escreves". Se uns escrevem isso por sentirem, outros será por serem mesmo influenciáveis."

Nao sei. O que sei é que eu nao incentivo isso.

"Não gosto de te ver agressivo, prefiro-te construtivo. E digo isso porque me prefiro assim também e luto todos os dias para que isso aconteça."

A minha agressividade escrita, depressão escrita, alegria escrita, traduzem na verdade um estado de espírito oposto. Já o disse várias vezes, para que as pessoas nao imaginem demais.

"E esqueci-me de te dizer que gostei que tivesses resolvido as coisas com a Pipoca. É assim que deve ser!"

Respondi a um e-mail rude, de uma forma educada em contraste com o dela. Pois como me comporto a defender a minha casa, não é a mesma forma que me comporto directamente com a pessoa, seja cara-a-cara ou em pessoa. Eu mantenho sempre o nível, excepto no meu blogue, porque é meu e eu faço, digo o que quero. Deixando claro que aqui, ninguém se estica. Sejam construtivos ou destrutivos, mas educados e nao me tentem analisar, pois acertam ao lado :)

  João

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 4:02:00 da manhã

Claro que é o menos que te preocupa. Não faço parte da carneiragem, nem uso saia, não é? Eu percebo :)

Gostava de ter percebido o que é que "explica muita coisa" o de onde vem "o meu rancor por ti", já que só conheci o teu blogue ontem. Eras-me um perfeito desconhecido.

De qualquer das formas, dou por encerrada a minha participação neste blog, venha o que vier depois disto.
A minha formação e educação não permitem que desça até ao teu nível. Leva a bicicleta.


Abraço

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 4:08:00 da manhã

João disse...

"Claro que é o menos que te preocupa. Não faço parte da carneiragem, nem uso saia, não é? Eu percebo :)"

Este blogue está bastante equilibrado no que toca a sexos. E o sexo dos comentadores é-me igual, gosto que argumentem o que dizem e tu não o fazes. Estás no meu blogue em minha casa a comportar-te como um graxista irritante, que não argumenta o que diz. Abres a boca e saem banalidade, vagas, ocas, como aquilo que escreves e lês.

"Gostava de ter percebido o que é que "explica muita coisa" o de onde vem "o meu rancor por ti", já que só conheci o teu blogue ontem."

Sim, eu mudei o nick já duas vezes, mas não o blogue!

"De qualquer das formas, dou por encerrada a minha participação neste blog, venha o que vier depois disto."

Obrigado e boa viagem.

"A minha formação e educação não permitem que desça até ao teu nível."

Se precisares tenho um escadote à entrada do blogue para que fiques mais perto do meu nível.

  Abobrinha

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 4:20:00 da manhã

Bruno

"Sou educado em resposta a educação, sou irónico para com a ironia, sou arrogante para a arrogância e desço ao nível dos comentários com a mesma facilidade."

Aí é que bate o ponto: eu acho que não devias. Mas pronto, é só uma opinião. E não digo que não o faça de vez em quando, mas aborrece-me que o faça. Devemos tentar ser melhores e não piores.

"A prostituição literária não está em escrever livros de blogues, mas sim em colocar publicidade em blogues, onde se vendem por 10 cêntimos por clic."

Isto é a tua opinião! Para mim é ganhar dinheiro, o que é legítimo.

"Além disso o blogue em questão, nao tem aviso de conteúdos e certos links de publicidade Google vao dar a sites porno."

Isto não vi. Mas se é assim, devias avisar.

"Acho que é um texto demonstrativo do que ela na realidade é. Uma menina mimada. "

Não sei. Pode também ter sido um vaipe momentâneo, já pensaste nisso? Mas isso é entre vocês e eu não sou mãezinha de nenhum de vocês. Mas sim, o texto dela foi excessivo: eu li e reconheço-o.

"Eu dou a oportunidade das pessoas se defenderem no meu blogue, mas ela NAO PUBLICOU NEM VAI PUBLICAR a minha defesa, mostrando a baixaria de nível que para alí vai. O texto dela é uma mentira pegada, eu escrevi umA FRASE sobre ela, ela afirma que foi um longo texto."

Ela não afirma que o teu texto é longo, mas diz que apagaste comentários. O que realmente não é verdade.

"A Pipoca mais doce é azeda, uma triste. Sim disse-o e repito-o!"

Mas não devias, Bruno. Não te fica bem, não te acrescenta nada.

"Aceito e sei como escrevi. Acho que a resposta está ao nível da dela e nada desproporcionada."

Repito: devias tentar ser melhor que ela. Devias tentar superar-te e ensinar os outros pela positiva. Mas isto é uma opinião e não tens que a aceitar.

"Minha cara. O problema aqui é que eu sou mal interpretado. Este tipo de coisas diverte-me, nada me dá mais gozo do que argumentar, por vezes baixa de nível, mas porque eu acompanho essas descidas."

Eu também sou mal interpretada, toda a gente é mal interpretada. A partir do momento em que as palavras saem, já não têm regresso. Mas usa as palavras para o bem, não para o mal. OK, podes não querer fazer amigos (reais ou virtuais) na blogosfera, mas não creio que o teu objectivo seja deixar um rasto de gente que não te grama! Diga ou não coisas acertadas sobre ti.

"A minha agressividade escrita, depressão escrita, alegria escrita, traduzem na verdade um estado de espírito oposto."

E ainda bem que não estás agressivo na realidade, que é muito mais importante quena blogosfera. Mas isso não invalida que devas (na minha opinião) deixar de ser tão agressivo na blogosfera. Não te faz bem a ti nem a ninguém.

"Respondi a um e-mail rude, de uma forma educada em contraste com o dela."

Pois... mas eu não sei isso porque não vi os e-mails, certo?

Eu sei que tive um discurso muito "peace and love", mas a realidade é que te prefiro mais calmo. Entre outras coisas, assim os teus argumentos passam melhor. Sabes isso, não sabes? Claro que sabes: um argumento embrulhado em ironia passa melhor que o mesmo argumento "despido". A forma por vezes ajuda o conteúdo. Ou o oposto.

Como é óbvio, fazes o que queres do teu blogue e não tens nada que me dar satisfações. Mas pronto, dei a minha opinião. E também aprendi ao dá-la.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 4:42:00 da manhã

Abobrinha disse...

"Aí é que bate o ponto: eu acho que não devias. Mas pronto, é só uma opinião. E não digo que não o faça de vez em quando, mas aborrece-me que o faça. Devemos tentar ser melhores e não piores."

Piores não, no mínimo sou igual, mas não fui pior em ponto algum nesta discussão.

Uma coisa é virem atacar argumentativamente, outra é quem vem aqui numa atitude de superior. Ora mandar essa gente para o caralho, era o mínimo que poderia fazer, no entanto não o fiz.

"Isto é a tua opinião! Para mim é ganhar dinheiro, o que é legítimo."

Nao é legitimo ganhar dinheiro com alguns daqueles links, 3 duas quais, chats marcados internacionalmente como locais de predadores sexuais.
A Pipoca disse que iria retirar o Adsense, acredito nela, mas veremos. Caso nao o retire, deverá colocar aviso de conteúdos, pois é para maiores de 18.

"Isto não vi. Mas se é assim, devias avisar."

Disse-o várias vezes, mas ela nao leu comentários e duvido que tenha lido o texto. Repeti por mail, veremos.

"Não sei. Pode também ter sido um vaipe momentâneo, já pensaste nisso?"

Um vaipe momentâneo que fica permanentemente, não se pode chamar de momentâneo.

"Ela não afirma que o teu texto é longo, mas diz que apagaste comentários. O que realmente não é verdade."

Bingo.

"Mas não devias, Bruno. Não te fica bem, não te acrescenta nada."

Nem retira.

"Repito: devias tentar ser melhor que ela. Devias tentar superar-te e ensinar os outros pela positiva. Mas isto é uma opinião e não tens que a aceitar."

Eu nao estou aqui para ensinar, nem ser exemplo, nao sou pai de ninguém, pelo menos que eu saiba.
Respeite e será respeitado, é o lema do estaminé.

"OK, podes não querer fazer amigos (reais ou virtuais) na blogosfera, mas não creio que o teu objectivo seja deixar um rasto de gente que não te grama! Diga ou não coisas acertadas sobre ti."

Eu sou de 8 ou 80, quem gosta de mim, gosta sempre, quem nao me suporta nunca suportará e eu sou igual para com as pessoas, se gosto, gosto sempre e dou tudo, se nao gosto, esquece... ignoro... mas se me cheira a esturro...

"E ainda bem que não estás agressivo na realidade, que é muito mais importante quena blogosfera. Mas isso não invalida que devas (na minha opinião) deixar de ser tão agressivo na blogosfera. Não te faz bem a ti nem a ninguém."

Toda esta discussão foi hilária, há muito que nao me sentia tão rejuvenescido e com vontade de escrever.

"Pois... mas eu não sei isso porque não vi os e-mails, certo?"

Podes ver, nao sao segredo de estado.

"Claro que sabes: um argumento embrulhado em ironia passa melhor que o mesmo argumento "despido". A forma por vezes ajuda o conteúdo. Ou o oposto."

A ironia torna-se sarcásmo quando começa a indisciplina.

  AP

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 8:23:00 da manhã

Eu tenho a certeza que se o meu blogue se chamasse Contrastes e Bi-Sexualidades em vez de "Contrastes e Bi-Polaridades" era dos mais visitados na blogosfera.
Sem dúvida que esses blogues banais que referes são, neste momento, um verdadeiro cancro na net.
Mas vê a coisa pelo lado positivo: pelo menos social e psicologicamente ficamos a perceber que o tuga gosta é de banalidades, paneleirices, parvoíces, etc.
Pensar? Discutir? Isso dá trabalho...

  Anónimo

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 8:54:00 da manhã

Foi com interesse e divertimento que assisti a esta discussao. Li o post da Pipoca sobre ti e achei-o despropositado e com dados falsos. O teu texto nao foi sobre ela, simplesmente a mencionaste no final, mas ela acha que sim. Tu publicaste os comentários dela e ela diz que os apagaste.

Eu até fiz lá um comentário, mas nunca apareceu.

Ah, mas ela retirou o Adsense que ia dar a sites de adultos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 9:21:00 da manhã

AP disse...

"Eu tenho a certeza que se o meu blogue se chamasse Contrastes e Bi-Sexualidades em vez de "Contrastes e Bi-Polaridades" era dos mais visitados na blogosfera."

É muito provável :)

"Mas vê a coisa pelo lado positivo: pelo menos social e psicologicamente ficamos a perceber que o tuga gosta é de banalidades, paneleirices, parvoíces, etc.
Pensar? Discutir? Isso dá trabalho..."

Felizmente ainda há uma elite que pensa o contrário. E há muitos que podem ser recuperados para o lado certo, pois estão receptivos a novos pontos de vista.



Anónimo disse...

"O teu texto nao foi sobre ela, simplesmente a mencionaste no final, mas ela acha que sim. Tu publicaste os comentários dela e ela diz que os apagaste."

Só lhe dediquei uma frase e não um texto. Os dois comentários dela foram publicados, não imediatamente pois eu também trabalho. Posso trabalhar pouco e a más horas, mas trabalho.

"Eu até fiz lá um comentário, mas nunca apareceu."

Eu dei-lhe a oportunidade de ela se defender, publicando os comentários dela. Mas ela não irá publicar o meu.
No entanto, não é mulher para admitir o erro do seu post e retirar as mentiras.

"Ah, mas ela retirou o Adsense que ia dar a sites de adultos."

Um neurónio ficou activo!

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 9:22:00 da manhã

AP disse...

"Eu tenho a certeza que se o meu blogue se chamasse Contrastes e Bi-Sexualidades em vez de "Contrastes e Bi-Polaridades" era dos mais visitados na blogosfera."

É muito provável :)

"Mas vê a coisa pelo lado positivo: pelo menos social e psicologicamente ficamos a perceber que o tuga gosta é de banalidades, paneleirices, parvoíces, etc.
Pensar? Discutir? Isso dá trabalho..."

Felizmente ainda há uma elite que pensa o contrário. E há muitos que podem ser recuperados para o lado certo, pois estão receptivos a novos pontos de vista.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 9:22:00 da manhã

Anónimo disse...

"O teu texto nao foi sobre ela, simplesmente a mencionaste no final, mas ela acha que sim. Tu publicaste os comentários dela e ela diz que os apagaste."

Só lhe dediquei uma frase e não um texto. Os dois comentários dela foram publicados, não imediatamente pois eu também trabalho. Posso trabalhar pouco e a más horas, mas trabalho.

"Eu até fiz lá um comentário, mas nunca apareceu."

Eu dei-lhe a oportunidade de ela se defender, publicando os comentários dela. Mas ela não irá publicar o meu.
No entanto, não é mulher para admitir o erro do seu post e retirar as mentiras.

"Ah, mas ela retirou o Adsense que ia dar a sites de adultos."

Um neurónio ficou activo!

  Mel

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 10:09:00 da manhã

Bruno disse:Este texto foi tomado como um ataque à Pipoca mais doce, o que não é o caso. É unicamente um texto sobre a blogosfera em que no final comparo um blogue que acho medíocre (opiniões divergem) e um que acho excelente. Eu tenho direito à minha opinião e se magoei ego e seguidores, tenho muita pena... ou não.

Pois olha, tenho muita pena que tenha terminado, porque essa fútil gosta é de lambe conas e palmadinhas nas costas, agora publicar outras opiniões ou até criticas construtivas, tá quieto ou mau.
Já que não publica o meu comment no blog dela, deixo-o aqui, que sempre fica mais giro.

Ah pois, é que quem tem os direitos de autor AUTORIZADOS para falar mal de ti sou eu, quem vier por trás tem é que pagar...

Pfff

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 10:15:00 da manhã

Mel disse...

"Pois olha, tenho muita pena que tenha terminado, porque essa fútil gosta é de lambe conas e palmadinhas nas costas, agora publicar outras opiniões ou até criticas construtivas, tá quieto ou mau."

É verdade, mas não podemos salvar o mundo!

"Já que não publica o meu comment no blog dela, deixo-o aqui, que sempre fica mais giro.

Ah pois, é que quem tem os direitos de autor AUTORIZADOS para falar mal de ti sou eu, quem vier por trás tem é que pagar..."


Ahahahahahaha, sim é verdade. Adquiriste esse direito por mérito.
Mas falas mal de mim, porque sabes que eu gosto:) ahahahah

  Physalia physalis

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 11:38:00 da manhã

Oh bolas...sim o frito era o ex...caneco...eu nem fritos de jeito tenho! :\ e eu sou a favor de fazer um boicote aos livros que têm origem em blogs. Agora qualquer estafermo escreve um livro? Aposto que Camões, Dostoyevsky, Kafka, Tolkien, José Cardoso Pires, Eça de Queirós e outros escritores (agora já é preciso dizer: a sério) andam a revirar-se nos caixões.
Fehr, se algum dia te der pra escrever em folhas...avisa (que eu sei que não ias fazer a barbaridade de ter um livro chamado "Só me apetece cobrir, O Blog"). Faz o que quiseres com o blog, mas não pares de escrever.

  Maria Manuela

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:43:00 da tarde

Ok ... Já percebi o que se passou aqui... e lá no outro onde deixei comentário.

Mantenho a minha... quem não gosta não lê, não comenta.

Até porque por aqui há blogues para todos os gostos.

Eu gosto do teu e por isso venho cá. Independentemente de ires ao cú da vizinha ou não.


Quanto a essa coisa de rankings... Isso, em rigor, serve para quê???

beijos

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:55:00 da tarde

Maria Manuela disse...

"Mantenho a minha... quem não gosta não lê, não comenta."

Essa sua, tudo bem, mas a forma como comentou na Pipoca sabendo meias-verdades não foi elegante.

Aliás mais mentiras que verdades. Eu não escrevi um texto sobre ela. Eu não apaguei qualquer comentário.

Comparei um blog banal, com um excelente. Ninguém está acima de uma critica, ninguém é imune, nem eu.

"Quanto a essa coisa de rankings... Isso, em rigor, serve para quê???"

Serviu de termo de comparação. Quando um blogue banal tem 3.000 visitas e o da Vieira tem 500.
A critica no meu texto está dirigida ao que as pessoas lêem.

A Pipoca é que num ataque de Diva histérica, tornou isto como sendo relativo a ela.

Outra nota é: Eu escrevi uma opinião sobre a blogosfera e não impedi a Pipoca de comentar.
Ela publicou mentiras e não permitiu que eu comentasse. Nem eu, nem pelo que já soube pelo menos mais 3 pessoas. Nitidamente com a intenção de esconder as tretas que escreveu, impedido que lessem a verdade.

No entanto retirou o Adsense com os links para pornografia... é que o blogue dela não tem avisos de conteúdos e menores devem ler o que ela escreve.

Um momento de lucidez no meio da histeria.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 12:58:00 da tarde

Physalia physalis disse...

"Oh bolas...sim o frito era o ex...caneco...eu nem fritos de jeito tenho!"

Ahahahaha

"e eu sou a favor de fazer um boicote aos livros que têm origem em blogs. Agora qualquer estafermo escreve um livro? Aposto que Camões, Dostoyevsky, Kafka, Tolkien, José Cardoso Pires, Eça de Queirós e outros escritores (agora já é preciso dizer: a sério) andam a revirar-se nos caixões."

Tenho a certeza que sim.

"Fehr, se algum dia te der pra escrever em folhas...avisa (que eu sei que não ias fazer a barbaridade de ter um livro chamado "Só me apetece cobrir, O Blog")."

Nao. O meu chamaria-se, "Só me apetece cobrir, As Gajas", mas nao iria com toda a certeza ser sobre o que escrevo aqui.

  Maria Manuela

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 1:59:00 da tarde

Pois... Como eu o que tenho de bruta tenho de justa, já percebi que me precipitei até porque me limitei a comentar sem ter acesso à outra parte (neste caso ao teu texto).

Fica o pedido de desculpa e o reconhecimento da falta de elegância da minha parte.

:)

bjo

  Sad Tear

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 3:40:00 da tarde

O que eu me fartei de rir a ler isto... uma novela autentica... LOL

Sinceramente não percebo a razao de tanto drama... só deste a tua opinião... e cada um tem direito a ela...

  Xana

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 4:06:00 da tarde

Bruno, você parece-me púdico!
Repare bem que há anos que leio A Pipoca Mais Doce e nunca reparei na tal pornografia "endereçada" que você diz que por lá paira. Realmente, "quem procura, acha..." e a mim parece-me que o Bruno procura muito. Se calhar precisa.

  _Malinha viajante

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 4:11:00 da tarde

Aqui vou ter que discordar...os blogs são pessoais, por isso cada um escreve o que quer e lhe aptece...quem gosta volta, quem não gosta não volta é muito simples!

  Van

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 4:36:00 da tarde

Bem. Eu só vi: um ataque baixo; havaianas; óculos de sol; exames de marketing.

Nobel da Literatura, não vi nenhum...nem edites estrelas...nem meus pipis...aliás, não vi muita coisa, não. Mas isso sou eu, que dei numa de paralelipipeda! :D

  Rafeiro Perfumado

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 8:25:00 da tarde

Não resisto a deixar aqui a minha marca, jove, uma vez que me diverti a ler os prós e os contras.

Não vou meter-me na discussão, porque não me apetece, mas gosto de ver que tenho feito bem na opção de ter um blog pobrezinho mas honradinho. E, tal como te disse em tempos, claro que gosto de ter visitas, claro que gosto de ter comentários, mas acima de tudo ando aqui para me divertir, e parece ser isso que falta a muita gente.

Abraço!

  Manuel de Jesus

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 8:25:00 da tarde

Entendo a blogosfera como um meio de democratizar a divulgação de ideias. Assumo que a grande maioria dos bloggers não são comunicadores profissionais, têm vidas e profissões bem distintas do que professam nos seus blogs.

Neste post o Bruno, manifestou a sua tristeza por ver degradar um meio em que se envolveu e ao qual dedicou muito do seu tempo. Do seu aproveitamento comercial, da manipulação de “audiências” e da injustiça da popularidade da banalidade quando comparada à qualidade e deu dois exemplos concretos, baseados na sua opinião pessoal e referenciou os links, para que cada um dos seus leitores pudesse avaliar por si. E foi o que fiz.

Sobre o primeiro, comprovei exactamente o que Bruno tinha indicado, popularucho, certinho, bonitinho, “benfeitinho” e sobretudo muito comercial. Atenção não tenho nada contra a questão de ser comercial o que me surpreende é que a autora, que nalguns posts se refere ao seu blog como trabalho (peço desculpa se a interpretei mal) se insurja por mencionarem o seu blog como uma forma de ganhar dinheiro (ou outras compensações em género). No ser comercial incomoda-me muito mais, que um blog intimista que fala na luta do autor(a) em vencer doenças graves e que é partilhado por pessoas com o mesmo problema, tenha Popups e já apanhei pelo menos com um assim.

Sobre o segundo, uma pérola, obrigado Bruno pelo link, muito provavelmente não o encontraria se não tivesses falado nele.

Não me espanta que o primeiro seja popular, já a minha Avó lia a crónica feminina e até o fazia com orgulho, porque saber ler no seu extracto social e naturalidade era por si só excepcional. Portugal sofre hoje de uma versão mais evoluída de analfabetismo que continua ligado à pobreza, agora mais de espírito. É popular, a malta gosta, que consumam. A autora acha que é uma escritora fantástica, vai transformar aquilo em livro, bom para ela, se calhar até merece a recompensa, porque trabalhou no blog 5 anos e contrariamente ao que disseste até acho que vai ter o seu sucesso de vendas. Apenas terá que ter cuidado e não se deslumbrar, porque neste País de “Zé Marias” a fama ainda dura menos que os 15 minutinhos da ordem.

Por achar que em qualquer situação se deve ouvir os dois lados, fui ao blog dela e verifiquei que tinha, também ela, colocado um post, sobre este tema . Tudo bem, está a defender o seu ponto de vista. O que me parece mal e que lhe faz perder toda a razão é apenas publicar comentários favoráveis à sua causa e ainda escudar-se por não querer fazer publicidade herege a indicar a que blog se refere, para que os seus leitores o possam avaliar e decidir pela sua cabeça. Há que preservar o rebanho, porque as tentações podem levar à perdição…

  ZMR

quinta-feira, fevereiro 19, 2009 11:59:00 da tarde

isto é genial, este Bruno Fehr a dar-lhe com a idiotice de que o blog da pipoca é um blog comercial, e a pipoca a ter um ataque de megalomania e a achar que é um supremo da escrita com base nas visitas que tem... falar de qualidade com base em ratings num país em que o Big Show Sic era o programa mais visto é tão bom, tão idiótico, e tão querido ao mesmo tempo.

E é engraçado que o Bruno, mesmo tendo razão nalgumas críticas, embarca numa viagem interminável pela justificação e consegue tornar-se parte daquilo que critica na blogosfera. Obrigado a todos, desde o fim do arrumadinho que não me divertia tanto.

  Joaninha

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:04:00 da manhã

Oh Bruno diga-me lá só uma coisa...uma pessoa que me parece ter coisas tão mais interessantes para dizer vem para a blogsfera para se fritar com uma infantilidade como comparar visitas, vistas ou whatever? A sério pah respira e deixa-te disto:)eu tal como a Jane Doe, tenho um blog de consumo próprio em que não digo nada que se aproveite ah ah ah e não me frito com estas coisas....vá relaxa ta:)

  Mulheka

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:12:00 da manhã

Que giro, a Pipoca não publicou a primeira parte do meu comentário lá no blog dela... se calhar não era sufecientemente brejeiro, vou ter que me esforçar mais!!!

Mas vou deixar aqui que este é mais o meu género:
Diz a Pipoca que o Bruno nunca vai escrever tão bem como ela... Ora bem, para dizer esta barbaridade, das duas uma, ou nunca leu nenhum post do Bruno ou tem problemas em encarar a realidade. Já me ri bastante no blog dela, adorei alguns textos que escreveu mas não há dúvida alguma que o Bruno escreve melhor, quem lê o blog dele consegue chegar a essa conclusão.

Disse também que os comentários dela foram todos publicados (simplesmente havia moderação activa), ao contrário do que ela disse no post.

Disse algo mais que agora não me lembro.
Claro que ela não publicou o comentário e nem admite que não acertou numa.

Quanto a um comentário qualquer do João em que te devias dar como agradecido por 2 dos mais famosos bloguers terem comentado o teu blog... A Elsa Raposo também é muito famosa e...?!?

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:39:00 da manhã

Maria Manuela disse...

"Fica o pedido de desculpa e o reconhecimento da falta de elegância da minha parte."

Eu como sei disso, fui falar consigo :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:40:00 da manhã

Sad Tear disse...

"Sinceramente não percebo a razao de tanto drama... só deste a tua opinião... e cada um tem direito a ela..."

Sim e aqui, todos estao a espor a sua, mas no blogue daquela menina depois de um post mentiroso, só alguns podem comentar :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:40:00 da manhã

Xana disse...

"Bruno, você parece-me púdico!"

Púdico? Voce sabe a definicao da palavra?

"Repare bem que há anos que leio A Pipoca Mais Doce e nunca reparei na tal pornografia "endereçada" que você diz que por lá paira. Realmente, "quem procura, acha..." e a mim parece-me que o Bruno procura muito. Se calhar precisa."

Um dos links ia dar a um directório suspeito, tanto que a Pipoca retirou esse links.
Enough said.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:40:00 da manhã

_Malinha viajante disse...

"Aqui vou ter que discordar...os blogs são pessoais, por isso cada um escreve o que quer e lhe aptece...quem gosta volta, quem não gosta não volta é muito simples!"

Minha cara, se realmente leu o meu texto pode verificar que NAO é sobre a Pipoca, eu comparei o que na minha opiniao é um mau blogue com um bom blogue. Dei os links para que cada um tirasse as sua conclusoes.

A Pipoca ao seu estilo de Diva histérica, tomou o ataque com pessoal. Sinceramente, nao me afecta minimamente, quem nao sabe ler, le o que quer.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:41:00 da manhã

Van disse...

"Bem. Eu só vi: um ataque baixo; havaianas; óculos de sol; exames de marketing."

E muito vento :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:41:00 da manhã

Rafeiro Perfumado disse...

"Não vou meter-me na discussão, porque não me apetece, mas gosto de ver que tenho feito bem na opção de ter um blog pobrezinho mas honradinho. E, tal como te disse em tempos, claro que gosto de ter visitas, claro que gosto de ter comentários, mas acima de tudo ando aqui para me divertir, e parece ser isso que falta a muita gente."

Há ideias diferents de divertimento. Eu diverti-me imenso numa altura em que estava a ficar saturado. Sinto-me rejuvenescido e pronto a continuar.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:41:00 da manhã

Manuel de Jesus disse...

"este post o Bruno, manifestou a sua tristeza por ver degradar um meio em que se envolveu e ao qual dedicou muito do seu tempo. Do seu aproveitamento comercial, da manipulação de “audiências” e da injustiça da popularidade da banalidade quando comparada à qualidade e deu dois exemplos concretos, baseados na sua opinião pessoal e referenciou os links, para que cada um dos seus leitores pudesse avaliar por si. E foi o que fiz."

Eu nao acho que as visitas dela, sao injustas. Acho que definem a nossa sociedade "revista Maria/Jornal a Bola.

"Sobre o primeiro, comprovei exactamente o que Bruno tinha indicado, popularucho, certinho, bonitinho, “benfeitinho” e sobretudo muito comercial. Atenção não tenho nada contra a questão de ser comercial o que me surpreende é que a autora, que nalguns posts se refere ao seu blog como trabalho (peço desculpa se a interpretei mal) se insurja por mencionarem o seu blog como uma forma de ganhar dinheiro (ou outras compensações em género)."

Isso é algo que lhe escapa regularmente. Nota-se a diferenca entre a Pipoca de há 2/3/4/5 anos e de agora. Completamente vendida e chamo-lhe vendida porque nao admite que se está o comercializar, o que nao tem problema nenhum. Bolas, eu já tive um blogue 100% comercial, sao opcoes.

"Sobre o segundo, uma pérola, obrigado Bruno pelo link, muito provavelmente não o encontraria se não tivesses falado nele."
´
É muito bom, a autora que comecou quando a Pipoca, sempre se manteve fiel a ela propria.

"A autora acha que é uma escritora fantástica, vai transformar aquilo em livro, bom para ela, se calhar até merece a recompensa, porque trabalhou no blog 5 anos e contrariamente ao que disseste até acho que vai ter o seu sucesso de vendas. Apenas terá que ter cuidado e não se deslumbrar, porque neste País de “Zé Marias” a fama ainda dura menos que os 15 minutinhos da ordem."

Aquilo será um fracasso, venderá na primeira edicao, mas depois a fritura irá trocar o livro entre si.
A venda da primeira edicao nao cobre as despesas.

"Por achar que em qualquer situação se deve ouvir os dois lados, fui ao blog dela e verifiquei que tinha, também ela, colocado um post, sobre este tema . Tudo bem, está a defender o seu ponto de vista. O que me parece mal e que lhe faz perder toda a razão é apenas publicar comentários favoráveis à sua causa e ainda escudar-se por não querer fazer publicidade herege a indicar a que blog se refere, para que os seus leitores o possam avaliar e decidir pela sua cabeça. Há que preservar o rebanho, porque as tentações podem levar à perdição…"

Até agora tive conhecimento de 11 comentários nao publicados, nem eu tive o direito à minha defesa nem mesmo como anónimo.
Ele mente durante todo o seu texto, diz que eu nao publiquei os comentários dela, enquanto eles estao publicados. Diz que escrevi a criticá-la o que é mentira. Ela esconde o meu link, para que o seu rebanho nao leia a verdade.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:42:00 da manhã

ZMR disse...

"isto é genial, este Bruno Fehr a dar-lhe com a idiotice de que o blog da pipoca é um blog comercial, e a pipoca a ter um ataque de megalomania e a achar que é um supremo da escrita com base nas visitas que tem... falar de qualidade com base em ratings num país em que o Big Show Sic era o programa mais visto é tão bom, tão idiótico, e tão querido ao mesmo tempo."

Poupe-me. Fiz uma critica, pois tudo é criticável, mas critiquei a blogosfera e nao aquele bloguezito.
No final dei exemplos do que é um mau e um bom blogue e dei os links para que todos confirmassem. Além disso dei a oportunidade de ela se defender no meu blogue e publiquei os seus comentários ridículos.

E ela? Mente. Diz que eu escrevi sobre ela, o que nao fiz. Diz que apaguei os seus comentários, o que nao fiz e nao fornece o meu link para que possam confirmar.
Depois ela, nao publica comentários, nem meus, nem de ninguém que nao concorde com ele.

Arrogancia e hipocrisia no seu expoente máximo.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:42:00 da manhã

Joaninha disse...

"h Bruno diga-me lá só uma coisa...uma pessoa que me parece ter coisas tão mais interessantes para dizer vem para a blogsfera para se fritar com uma infantilidade como comparar visitas, vistas ou whatever?"

Fiz uma critica e farei sempre que achar que o deva e queira fazer. Exxpus irregularidades, expus uma farsa que ela comprovou com o texto dela sobre mim, que nada tem a ver com o que aconteceu.

Eu estou relaxado e nunca me diverti tanto. Os bobos sempre me divertem.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:42:00 da manhã

Mulheka disse...

"Que giro, a Pipoca não publicou a primeira parte do meu comentário lá no blog dela... se calhar não era sufecientemente brejeiro, vou ter que me esforçar mais!!!"

Ela é uma hipócrita, faz o que me acusa de fazer!

"Mas vou deixar aqui que este é mais o meu género:
Diz a Pipoca que o Bruno nunca vai escrever tão bem como ela... Ora bem, para dizer esta barbaridade, das duas uma, ou nunca leu nenhum post do Bruno ou tem problemas em encarar a realidade. Já me ri bastante no blog dela, adorei alguns textos que escreveu mas não há dúvida alguma que o Bruno escreve melhor, quem lê o blog dele consegue chegar a essa conclusão."

Nao tenciono escrever melhor do que ela, mas pior nao escrevo com toda a certeza.
O que pretendo é simplesmente dizer o que quero quando quero, criticar e apresentar factos. Ela sentiu o dói-dói no rabinho entrou em davaneios histéricos e fez um post de merda, replecto de mentiras.

"Disse também que os comentários dela foram todos publicados (simplesmente havia moderação activa), ao contrário do que ela disse no post."

Sim, tal como ela, modero todos os textos excepto o texto do próprio dia.

"laro que ela não publicou o comentário e nem admite que não acertou numa."

A partir do momento que ela contou a anedota de me dar 10-0 em escrita, comecei a rir e nao parei mais.

"Quanto a um comentário qualquer do João em que te devias dar como agradecido por 2 dos mais famosos bloguers terem comentado o teu blog... A Elsa Raposo também é muito famosa e...?!?"

Famosa é a estupidez do Joao!

  Mel

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:54:00 da manhã

O João não é estúpido, muito pelo contrário, considero-o um puto muito inteligente, com caracter e muito bem formado...tem uns gostos um pouco estragados, gosta de presunto, e eu detesto, mas todos temos direito à vida...

Eu gosto do João, foi ele que me fez vir pra blogocoisa...

  Pedro Maciel

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:57:00 da manhã

A infantilidade é algo desculpável quando apesar dos seus 28anos se viveu muito pouco do mundo real.

Deixa-a com os seus sapatinhos de cristal, na sua redoma de acrílico barato que mais tarde ao mais cedo a vai levar a fazer "jornalismo" na revista vidas do CM.

São livros, sites e textos de auto-ajuda, tudo baseado nessa série tão real e culturalmente atractiva somo é o "sexo e a cidade".

São os jornalistas que temos hoje (parciais e muito pouco verdadeiros, incapazes de uma análise cuidada daquilo que escrevem) inacapazes de aceitar uma crítica fundamentada, são as pessoas que pouco mais do que dois neurónios a chocarem entre si conseguem demonstrar!

...haja paciência (e espaço na blogosfera para continuar a dar voz a estes espécimes sociais tão irrascíveis!).

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:21:00 da manhã

Mel disse...

"O João não é estúpido, muito pelo contrário, considero-o um puto muito inteligente, com caracter e muito bem formado...tem uns gostos um pouco estragados, gosta de presunto, e eu detesto, mas todos temos direito à vida..."

Nao lhe retiro o direito à vida. Nao sou Hitler, julgo o seu intelecto pela falta de capacidade argumentativa e os comentários de merda que faz sobre mim em pelo menos dois outros blogues.

Ora se tem um carácter bem formado, fale aqui sobre mim na minha cara e nao nas minhas costas como uma comadre.

A minha opiniao sobre ele é bastante pior do que o que disse, mas estes textos nao sao sobre ele, nem nunca serao.

Alías ele até inspirou o meu texto dos ditados populares, o comentário é dele!

"Eu gosto do João, foi ele que me fez vir pra blogocoisa..."

Eu e tu, ambos gostarmos do Glorioso SLB, já chega, ou nao?

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:21:00 da manhã

Pedro Maciel disse...

"A infantilidade é algo desculpável quando apesar dos seus 28anos se viveu muito pouco do mundo real."

Isso nota-se bem, pela maneira como tomou como pessoal algo que nao era um ataque directo.

"Deixa-a com os seus sapatinhos de cristal, na sua redoma de acrílico barato que mais tarde ao mais cedo a vai levar a fazer "jornalismo" na revista vidas do CM."

Ui, entao é aí? E falava ela da Caras me convidar, ahahahahaha


"São livros, sites e textos de auto-ajuda, tudo baseado nessa série tão real e culturalmente atractiva somo é o "sexo e a cidade"."

Ahahahahaha, Auto-ajuda dada por terceiros, adoro essa comédias!

"São os jornalistas que temos hoje (parciais e muito pouco verdadeiros, incapazes de uma análise cuidada daquilo que escrevem) inacapazes de aceitar uma crítica fundamentada, são as pessoas que pouco mais do que dois neurónios a chocarem entre si conseguem demonstrar!"

Além disso já nao existe brio profissional, raros sao os que dao a noticia sem emitir opinioes. Ninguém quer saber o que o jornalista pensa, ou a velhota que vai na rua. Eu quero saber a noticia e pronto.

Os noticiários televisivos aqui na Alemanha duram 15 a 20 minutos, em Portugal duram hora e meia, porque fazem ligacoes directas por causa do desaparecimento de um gato e entrevistam os vizinhos todos!

  Abobrinha

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:33:00 da manhã

Bruno

A Pipoca censurou dois comentários meus. Dois porque inicialmente não me dei conta que a moderação de comentários estava activa e escrevi outro. Eram semelhantes em conteúdo ao que eu te dediquei.

É defensável que ela se tenha sentido ofendida e se tenha protegido, mas eu não gosto quando se censuram comentários. Nem comentadores (embora eu tenha chegado uma vez a esse extremo).

Não retiro uma vírgula ao que disse a teu respeito, lamento que retires energia de pegar com as pessoas, mas é contigo. Só escrevi este comentário a bem da verdade, porque achei impossível que ela estivesse a filtar as opiniões pouco favoráveis.

Mas a minha opinião é de que não devias ir por este caminho de pegar com bloggers: há outras maneiras de te divertires. E por detrás de blogue há uma pessoa (ou mais).

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:45:00 da manhã

Abobrinha disse...

"A Pipoca censurou dois comentários meus. Dois porque inicialmente não me dei conta que a moderação de comentários estava activa e escrevi outro. Eram semelhantes em conteúdo ao que eu te dediquei."

Entao com os teus, já sao 13 que nao publica e dos quais tenho conhecimento.

"É defensável que ela se tenha sentido ofendida e se tenha protegido, mas eu não gosto quando se censuram comentários. Nem comentadores (embora eu tenha chegado uma vez a esse extremo)."

Eu censuro o Bruno e o Otapi de comentarem aqui e enquanto eu for eu, eles nao comentam. Mas nao cesurei nenhum comentário contra o que escrevi neste texto. Todos estao publicados, incluindo os 2 da Pipoca que ela diz que apaguei. é mentirosa, hipócrita e arrogante. Tudo o que eu imaginava!

" Só escrevi este comentário a bem da verdade, porque achei impossível que ela estivesse a filtar as opiniões pouco favoráveis."

Se eu o disse que ela o faria, é porque eu sabia que ela o faria. Nao tenho motivos para mentir, quando a verdade está do meu lado.

"Mas a minha opinião é de que não devias ir por este caminho de pegar com bloggers"

Isso seria o mesmo que eu dizer que nao concordo que critiquem livros. Desculpa, mas se os blogues se tornam livros, por que raio posso criticar o livro e nao o blogue?

" E por detrás de blogue há uma pessoa (ou mais)."

Há muitas estamos todos aqui. encarnados na minha poli-polaridade.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:49:00 da manhã

A MENINA Pipoca, agora diz que guardei o comentário dela, até ter visto o seu Post!!!!

Mas ela é louca? Se ela nao me identifica lá, porque raio haveria eu de publicar à pressa?

Ao contrário daquela senhora eu no trabalho e passo algumas horas longe de um PC, e nao estou na disposicao de vir aqui de 5 em 5 minutos ver se sua excelencia comentou, até porque o texto nao lhe diz respeito.

Quando cheguei, publiquei o dela e os outros 100 que tinha por publicar.

Há cada uma... mas será que ela nao se toca de que o texto dela sobre esta situacao, nao faz sentido?

Ela tem o direito de escrever sobre mim, é o blogue dela e a opiniao dela. Mas agora achar que eu tenho de aqui estar à espera que sua excelencia comente... é demais.

O ego da Pipoca está tao em altas, que nao lhe cabe uma ervilha no cu!

  Jo

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 11:43:00 da manhã

Bruno, desde ja obrigado. Agora sim percebi o porque de tanto alarido... percebi e nao percebi, é certo... Realmente nao ofendes ninguém, apenas das a tua opiniao. Todos nos temos gostos diferentes. Poderia dizer se concordo contigo ou nao, mas nao vou entrar por ai...
é de lamentar sim a maneira como ela abordou esta situaçao e tal como comentei no blog dela, tem todo o direito de se defender, se ofendida, mas existem muitas formas de o fazer.

De qualquer forma, o que estraga a blogosfera nao sao os blog's pessoais, com nhanhanha de merdas romanticas, ou os blog's com prémios, ou desafios, blablabla... O que estraga tudo sao estas guerrilhas... que sao muita porreiras porque chamam muitos leitores (portugues que é portugues gosta é de barulho) mas nao deixam de ser isso... uma subida nos contadores...

Gostei do teu blog.

  Clube de Anti-Fans da Peixeira Mais Doce e do Atrasadinho

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:27:00 da tarde

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
  Alexandra

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:38:00 da tarde

Copiando aqui a resposta aos teus comentários deixados no meu blogue.

Bruno Feher,

A Senhora está no céu. Como não tenho asinhas e nem sequer sou "aeromoça", vamos ficar-nos pelo trato comum da blogosfera.

Obrigada, não gosto propriamente de seguir este tipo de tricas mas sou vencida pela curiosidade. (Bolas!)


Já li o texto ontem mas havia decidido não comentar. Aliás, até gosto de espreitar o teu blogue, de quando em quando, mas havia falhado esta novela.

Curiosamente, escolheste dois dos meus blogues preferidos. No entanto, permite-me discordar dessa ideia de não falares da Pipoca.

"O primeiro, vago, banal, com publicidade disfarçada de posts e que me faz lembrar uma casa de Barbies, onde a cada frase se ouvem ecos cerebrais."

Caríssimo, por mais que queiras falar da blogosfera, aqui estás a particularizar. Não adianta esconder o penico debaixo da cama, que o cheiro denuncia-o. Mais, "onde a cada frase se ouvem ecos cerebrais". Se não te referias à Autora, então diz-me a quem, talvez ao Teletubbie Roxo, não sei.

Quanto à celeuma, tenho a dizer: Cada um faz do seu blogue o que quer e ninguém é obrigado a lê-lo. Tenho uma visão particular do meu blogue, comparo-o às épocas de exames da Faculdade em que digeria tudo o que era novela e lixo televisivo. Quando encontrares no Leite Condensado algum assunto muito sério e "devidamente" retratado e comentado, é porque, caríssimo, estarei a ter uma vidinha muito leve e fresca e, provavelmente, estarei a necessitar que baixe uma activista em mim. Não faço ideia como o retratam, se cor-de-rosa, se patético, se erudito, se yada yada.

Simplesmente, é a minha ditadura, com a diferença que só a aceita e a vive quem quer.Isto estrapulo para toda a blogosfera.

Rankings, esse assunto tão polémico e nada delicioso. Não tenho a certeza se cheguei a inscrever o Leite Condensado às Colheradas num qualquer mesmo no início. Ainda assim, estou-me a marimbar. Se a Pipoca tem muitas visitas e é light e tem publicidade e bla bla, béu, béu, pardais ao ninho, paciência.

Também os Morangos com Açúcar o têm na tv (E fique bem claro que não estou a comparar a Pipoca aos Morangos com Açúcar)e toda a gente diz que não vê, sinceramente não percebo de onde vem, então, a dita audiência.

Não vale a pena chorar por isso.

Vá lá aproveitar o sol numa esplanada, fazer a fotossíntese, que isso deve ser excesso de inverno.

Por último, não vou apagar os teus comentários, como me solicitaste.

Se pretendias não fazer publicidade, bastar-te-ia enviar-me um email, como todas as restantes pessoas fizeram para me informar qual era o blogue.

Assim, cá tens, publicidade gratuita, à custa da tua força de escalador social bloguista. (Que lindo, após esta, será que também eu vou ter mais visitas?).

Mais, vou publicar esta resposta no teu blogue e, quiçá, aumento as visitas do meu, alimento o sitemeter (esse monstro) e torno-me numa segunda Pipoca, também muito açúcarada. Ou não, e, com a desilusão, sou internada e necessito de acompanhamento psiquiátrico, qual never born star.

Por último e acrescentando! Lamento que tenhas publicado primeiro o texto anterior e não este. Está, de facto, magnífico e parece-me muito mais interessante que toda esta discussão disparatada. Ainda assim, estás no teu direito de ditador do teu espaço.

Gosto da blogosfera assim, com Pipocas Mais Doces a coexistirem com Controversas Maresias, ambas com formas e conteúdos muito diferentes mas com boa escrita (que não tem que ser "erudita"). Há espaço para tudo. Nós próprios somos seres ambíguos.

Boas escritas!

P.S.- Este comentário não é ao teu texto, apenas aos comentários que deixaste no LCAC.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:42:00 da tarde

Jo disse...

"é de lamentar sim a maneira como ela abordou esta situaçao e tal como comentei no blog dela, tem todo o direito de se defender, se ofendida, mas existem muitas formas de o fazer."

Eu tenho a certeza que ela é uma mulher inteligente e por o ser, por esta altura já percebeu o seu erro ao ter feito aquele post. No entanto nunca esperei que ele fosse corrigido, nem retirado, também nunca esperei este tipo de publicidade por parte dela. Nem sequer esperei mais do que ler ofensas de quem só conhece um dos lados da situação.

O tipo de ofensas dirigidas a mim, na caixa de comentários daquele blogue é a prova de carneirismo que que já falei nestes comentários, "vamos todos defender a Pipoca, porque sim"!

"De qualquer forma, o que estraga a blogosfera nao sao os blog's pessoais, com nhanhanha de merdas romanticas, ou os blog's com prémios, ou desafios, blablabla... O que estraga tudo sao estas guerrilhas... que sao muita porreiras porque chamam muitos leitores (portugues que é portugues gosta é de barulho) mas nao deixam de ser isso... uma subida nos contadores..."

O meu texto fala da blogosfera e da minha opinião após 5 anos neste mundo.
Se apresento uma critica negativa, por não gostar do teu livro favorito, tenho o direito de o fazer. Um blogue não é imune e o dela neste caso não passou de um termo de comparação.
Mas, dou-te a possibilidade, bem como a qualquer pessoa, de aqui vir defender o seu ponto de vista, coisa que ela não faz, limitando-se a enviar-me mails, dos quais ri, para não chorar.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 12:55:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  VCosta

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:07:00 da tarde

Isto não pára?! Demais...

  Alexandra

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:07:00 da tarde

Bem,

Acabaste de perder qualquer razão que pudesses ter.

Este teu comentário ao "Clube de Anti-Fans da Peixeira Mais Doce e do Atrasadinho" é do mais baixo nível que já vi.

Terminou aqui a minha incursão por este blogue.

  Abobrinha

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:08:00 da tarde

Bruno

Está esclarecido porque é que os meus comentários foram censurados (porque ela admitiu que os censurou): eu tinha escrito o teu nome e ela não publicou para não te dar publicidade. Não gostei mas aceito e é consistente com o que aparece, porque realmente apareceram alguns (poucos) comentários contra ela.

Agora o que me aborrece mais na blogosfera do que sapatos ou publicidade (que não me aborrecem) é lutas de egos. E, lamento dizer, tens contribuído para isso. Tenho frontalidade para dizer-te isso como tudo o resto que entenda ser justo dizer-te.

Pior ainda que lutas de egos está no último comentário que li, de um anónimo que se deu o nome "Clube de Anti-Fans da Peixeira Mais Doce e do Atrasadinho": anonimamente ameaçar dar detalhes (verdadeiros ou não já nem interessa) sobre quem se esconde atrás de um nick por um motivo ou outro. E tu não deste para trás!

Gostavas que alguém que conhece o Bruno Fehr em carne e osso viesse para a blogosfera dizer que tens na realidade dentes tortos, mau hálito e és mau na cama? Não creio! E nem é relevante que seja verdade ou mentira: é mau gosto, é de mau tom e má índole! Eu não gostaria que fossem para um blogue dizer o que eu não revelo sobre mim. E eu revelo relativamente pouco (ainda agora disse à Eu Mesma que não responderia a um desafio porque me revelaria demais).

Bruno, estou a "puxar-te" porque sei que lês e tomas em consideração o que lês. Pensa bem e faz as modificações que achas que deves em ti. Os outros que as façam se quiserem e estiverem para aí virados. A Pipoca não é assim tão má blogger e não acredito que seja má pessoa. Nem tu.

Vá, beijinhos e não sejas tão mau feitio que eu não gosto!

  Mad

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:19:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:26:00 da tarde

Alexandra disse...

Minha cara esse parágrafo foi onde exprimi uma opinião à qual eu tenho o meu direito, como contr-argumento tudo serve excepto a provovacao. Tudo que o recebi da Pipoca, quer sejam comentários, post ou E-mails, foram ofensivos e de baixo nível. Este é o único local onde exprimo a minha opinião e a radicalizo, pois é o meu blogue.

"Caríssimo, por mais que queiras falar da blogosfera, aqui estás a particularizar."

Nao particularizei nada, dei dois exemplos de bom e de mau, que transmitem a minha opinião, a liberdade de exprimir opiniões existe e tenciono usá-la.

"Mais, "onde a cada frase se ouvem ecos cerebrais". Se não te referias à Autora, então diz-me a quem, talvez ao Teletubbie Roxo, não sei."

Minha cara, o eco é uma reacção ao som de alguém e não esse alguém. Teremos de saber como funciona o eco para perceber o que digo.
Mas passo a explicar, pois a Pipoca deu um excelente exemplo do que me refiro:
Ela escreveu um texto sobre mim, de baixo nível e no lugar de respostas, a maioria dos comentários são ecos da sua opinião, comentários ofensivos de quem não sabe do que fala. Ora se uma pessoa, ao ler o texto dela, fala de mim, sem saber o que escrevi, isto coloca em causa a sua capacidade ter utilização do seu cérebro e um carneirismo opinativo incrível.

"Quanto à celeuma, tenho a dizer: Cada um faz do seu blogue o que quer e ninguém é obrigado a lê-lo."

Ora lá está e como pode ver abaixo do título, este é o meu blogue e como a senhora refere, faço dele o que quero.

"Rankings, esse assunto tão polémico e nada delicioso. Não tenho a certeza se cheguei a inscrever o Leite Condensado às Colheradas num qualquer mesmo no início. Ainda assim, estou-me a marimbar. Se a Pipoca tem muitas visitas e é light e tem publicidade e bla bla, béu, béu, pardais ao ninho, paciência."

Minha cara, o conteúdo do texto é que conta, os comentários são provocações e contra-provocações, nada mais. No entanto eu não uso o que é mais visível para ofender, ou seja os textos.

"Também os Morangos com Açúcar o têm na tv (E fique bem claro que não estou a comparar a Pipoca aos Morangos com Açúcar)e toda a gente diz que não vê, sinceramente não percebo de onde vem, então, a dita audiência."

Se você pode dizer isso dos Morangos com açúcar, eu posso falar do blogue Pipoca. Qual é a confusao

"Se pretendias não fazer publicidade, bastar-te-ia enviar-me um email, como todas as restantes pessoas fizeram para me informar qual era o blogue."

Pois, mas sinceramente tal é a campanha de difamação está a decorrer contra mim e o blogue, que não tenho tempo para passar o dia online em esclarecimentos. O comentário no teu blogue é só uma cópia de comentários em outros blogues, para que possa esclarecer o assunto.

"Assim, cá tens, publicidade gratuita, à custa da tua força de escalador social bloguista. (Que lindo, após esta, será que também eu vou ter mais visitas?)."

O meu blogue já era dos mais lidos, com isto passou a ser dos mais criticados. Eu quando escrevi aquele texto, fi-lo dentro do mesmo padrão que a Vieira usou no Maresia, que foi a fonte de inspiração, mas eu dei exemplos opinativo e coloquei os links para que cada um tire as sua conclusões.

"Por último e acrescentando! Lamento que tenhas publicado primeiro o texto anterior e não este. Está, de facto, magnífico e parece-me muito mais interessante que toda esta discussão disparatada. Ainda assim, estás no teu direito de ditador do teu espaço."

Publiquei automaticamente dois textos, pois saí de casa antes do hora de publicação. Ao publicar mais do que um texto à mesma hora, eles ficam por ordem alfabética, percebi isso com este caso.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:27:00 da tarde

VCosta disse...

"Isto não pára?! Demais..."

Por mim já tinha parado, mas continuarei aqui a defender-me a contra-atacar as ofensas que andam a surgir diariamente em diversos blogues.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:30:00 da tarde

Alexandra disse...

"Acabaste de perder qualquer razão que pudesses ter."

A razão nunca se perde, podemos ter comentários mais felizes ou infelizes, mas todos temos a nossa razão.

"Este teu comentário ao "Clube de Anti-Fans da Peixeira Mais Doce e do Atrasadinho" é do mais baixo nível que já vi."

É sim, mas não chega aos calcanhares do texto da Pipoca e dos seus comentários. Por mais baixo que seja não consigo descer ao nível dela para termos uma luta de igual para igual.

"Terminou aqui a minha incursão por este blogue."

É um direito que te assiste. O meu comentário foi para que lesses o texto em questão e não para "recrutar" novos leitores. Leste, tiraste as tuas conclusões, pela parte que me toca: Missão cumprida.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:36:00 da tarde

Mad disse...

"E acrescento: o teu post, que de ofensivo não tinha praticamente nada - era apenas uma crítica light - desapareceu no meio desta tua peixeirada. Quando começas a falar de falta de sexo e fodas contra a parede, perdes, obviamente, TODA a razão que poderias ter."

Remeto/a para a minha resposta à Alexandra.

Quem não conhece o meu blogue, não sabe o significado de muitas das expressões por mim usadas, portanto nem sequer as deve comentar pois estará a interpretar erradamente.

Os termos "frita da tola" e "à bruta contra a parede", são de significados particulares que os meus leitores entendem. Você, interpreta a seu gosto, mas que será obviamente um interpretação erras.

Tal como disse, nao anda em campanha eleitoral, os leitores da Pipoca que chegam aqui, devem ler o texto que foi o que inspirou o texto da Pipoca. Tiram as sua conclusões e voltam para de onde vieram. Nao quero que me dêem razão ou me a tentem tirar.

Tirem as vossas conclusões e guardem-nas, eu não estou interessado nelas e quando menos comentarem, menos eu irei escrever sobre o assunto.

  Piston

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:40:00 da tarde

Só para acompanhar o elevado nível e relevância deste post:
Cócó é tu!

  Mad

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:51:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:53:00 da tarde

Abobrinha disse...

"Está esclarecido porque é que os meus comentários foram censurados (porque ela admitiu que os censurou): eu tinha escrito o teu nome e ela não publicou para não te dar publicidade. Não gostei mas aceito e é consistente com o que aparece, porque realmente apareceram alguns (poucos) comentários contra ela."

Sim, que como os da Mulheka fora cortados, uma vantagem de ter uma caixa de comentários HaloScan. Eu não posso fazer isso.

"E, lamento dizer, tens contribuído para isso. Tenho frontalidade para dizer-te isso como tudo o resto que entenda ser justo dizer-te."

Minha cara, o que conheces deste assunto resume-se a 2 blogues, o meu e o dela. Mas existem textos sobre mim em mais 8 (que eu tenho encontrado) e todos escritos por leitores da Pipoca onde só DOIS referenciavam links.

O que até estava a ser engraçado, está a perder a piada e se me ofendem, caralhos me fodam de eu não me irei defender com tudo o que estiver ao meu alcance.

Nao irei mudar o tom, nao irei vacilar, muito menos vergar-me para que me fodam. A gaja é louca e eu sei lidar com esses estados.

Uma coisa é certa e quero que fique bem claro a quem me conhece e a quem não me conhece:
O Bruno pode baixar o nível, mas acompanha sempre o nível da pessoa com que está a discutir e sinceramente estou com dificuldades em descer ao nível dela.

Quer seja a Abobrinha ou qualquer outra pessoa, que não goste de me ler neste tom, o melhor é não ler. Eu defendo-me com tudo, em principal de toda a gente estúpida a escrever sobre mim (Os textos que não fornecem o meu link para que se conheça o que escrevi.

Sim, hoje acordei mal disposto por isso, acho que devem pensar duas vezes antes de comentar.

"anonimamente ameaçar dar detalhes (verdadeiros ou não já nem interessa) sobre quem se esconde atrás de um nick por um motivo ou outro. E tu não deste para trás!"

Minha cara, tu por favor não vás por aí. Qualquer anónimo poderá publicar, vai contar no blogue da Pipoca quantos anónimos com nick mas sem link escreveram sobre mim!

Agora, mas o que é isto?
Ela pode e eu não? Isto é INCRÍVEL!

"Gostavas que alguém que conhece o Bruno Fehr em carne e osso viesse para a blogosfera dizer que tens na realidade dentes tortos, mau hálito e és mau na cama?"

Foda-se! Mas alguém disse isso deles? Houve uma ameaça, ninguém publicou nada e se o fizessem o comentário não estaria aqui.

"Bruno, estou a "puxar-te" porque sei que lês e tomas em consideração o que lês. Pensa bem e faz as modificações que achas que deves em ti."

Desculpa Abobrinha e com todo o respeito, este assunto mete-me nojo e o nivel será baixo para com as pessoas de baixo nível.
Agora por favor, peco-te que não me venhas pedir para não me defender dos ataques. Se anónimos que não me conhecem me atacam no blogue da Pipoca e muitos me atacam aqui. Os anónimos que estão contra ela que ela não deixa que comentem, podem vir comentar aqui!

Eu nao apago comentários NEM UM APAGAREI, desde que nao fornecam dados pessoais (excepto os comentários do Bruno, esse merdas aqui não comenta).

"Pipoca não é assim tão má blogger e não acredito que seja má pessoa. Nem tu."

Pelo que ando a ler e pela sua atitude em relação a este texto, pelos seus comentários e pelos E-mails que me enviou. A Pipoca é tudo o que disse sobre ela 4 ou 5 comentários acima. Eu raramente me engano nestes casos. Eu pensava que era só uma menina mimada, afinal é baixa e vulgar.

"Vá, beijinhos e não sejas tão mau feitio que eu não gosto!"

Demonstras estar sensível a este texto, o que te posso dizer é para não voltares as estes comentários. Li o que escreveste, aceito e respeito a tua opinião, mas não dá. há limites a minha paciência esgotou!

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:54:00 da tarde

Piston disso...

"Só para acompanhar o elevado nível e relevância deste post:
Cócó é tu!"

Post? Mas tu leste o post?
Menino volta já para jaula!

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:04:00 da tarde

Mad disse...

"Deve ter sido por não teres tempo que respondeste ao meu comentário nos 5 minutos seguintes..."

Minha cara, está a brincar comigo?
Eu tenho moderacao de comentários, logo se o seu comentário é publicado é porque eu o li e se o li, irei responder!

"1. Publica lá o meu comentário que ainda não saiu (acredito que por distracção, já que me respondeste)."

Nao tenho comentário por moderar, se não apareceu deverá aparecer em breve.

"O que me pareceu esta tua resposta foi que ficaste, definitivamente, sem argumentos..."

Argumentar contra? Eu já argumentei, em resposta fui ofendido e contra-argumentei e neste momento continuo a ser ofendido. De que me vale argumentar? Assim pode ser que a Pipoca perceba e se cale de uma vez por todas! Ela deveria te-lo feito desde o dia numero 1, ficar caladita e nao ter escrito aquela baixaria que só confirma o que digo.

"3. Eu conheço o teu blogue. Até achava alguns posts interessantes, como disse algures ali em cima - até este, ou não me daria ao trabalho de comentar. O que estragou foram os teus comentários, não o post."

Sim baixei o nível, reconheço isso, mas não me arrependo com tudo o que li hoje ao acordar sobre mim. A origem vem da Pipoca e seus seguidores bloguers.
Mas eu não irei fazer posts sobre isso, não irei dar importância a quem não a tem.

"4. Aceita uma crítica, por amor de Deus! Isto começou porque fizeste uma!"

Aceita o meu "Poupa-me". Que venham criticas construtivas ou destrutivas e não conversas de "isso não se faz", eu anda a ser ofendido e ofender de volta. No dia em que vir uma critica com pés e cabeça, serei o primeiro a aplaudir mesmo que esse critica seja contra mim.

Atingi o ponto de "não retorno", se a Pipoca não se cala com parvoíces falsas, vamos continuar com festa verbal, mas EU utilizo SÓ o meu blogue e NÃO lhe vou dedicar textos.

  I.D.Pena

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:11:00 da tarde

Epá eu não acho nada disso, Bruno continua a defender-te sempre até ao fim . E tenta rir. Para mim que sou antitelenovelas estou a gostar de vê-los (as) a espalharem-se ao comprido.

Não se deve dar desconto mesmo que as barbies parecam atrasadas mentais.

Já disse que concordo ctg :
"A blogosfera está uma merda"

Já , pois foi.

Repeti-me, é da idade.

  Piston

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:12:00 da tarde

O menino não volta para a jaula por várias razões:

- Gosto de caldeiradas
- O elevado número de visitas que estás a ter nestes dias, é passageiro. Não me importo de contribuir.
- Gosto de ver as pessoas descer o nível. Quanto mais elas descem, mais alto fico. Não acompanho (mesmo quando me dizem para voltar para a jaula).
- Li o post e acho que se não é birra é porque há aí uma grande vontade de papar a pipoca.
- Se eu tivesse um blog com o número de visitas que ela tem, só se não pudesse é que não ganhava dinheiro com ele.
- Acho que tem uma grande carga de futilidades mas não deixa de ter piada. Ela escreve bem.
- Acho estúpido que o Arrumadinho tenha fechado o blog mas é lá com ele.
- Antes disto eu poderia pensar que sou amargo. Obrigado por tudo o que fizeste por mim.