Cientologia 2 - Os crimes

A parte 1 desta série está a ser identificada como plágio, obviamente não pelo autor mas por alguém que não sabe que não é ninguém. Mais dados aqui.


A maioria já ouviu, falar. A maioria sabe que é um culto. A maioria brinca, goza e ri da cientologia, quando na minha opinião, não o deveriam fazer. Por mais piada que possa ter o senhor do mal Xenu, aviões espaciais, etc. Não há motivos para rir.
Acreditar na cientologia é inofensivo, mas a igreja em si é mais do que uma estória de seres espaciais, destrói vidas e mata.

Em 1976, Paullete Cooper foi atacada pela igreja numa operação chamada "Freakout" pelo seu livro, "O escândalo da cientologia". A ideia era interná-la numa instituição, assustá-la ou fazer acreditar que ela planeava ataques bombistas contra a igreja, levando-a à prisão. Ela cumpriu 7,5 anos dos 15 a que foi condenada. Em 1982 ela move um processo contra a seita, de maneira a evitarem o escândalo, a seita pagou uma indemnização a esta senhora para que ela retirasse o processo.

Em 1979, o líder do culto usou dos seus membros dentro de instituições publicas, governo e em particular no IRS, para apagar dados sobre a igreja, obter dados pessoais sobre críticos da igreja e obter isenção fiscal para esta igreja.
Nesta operação foram presos 11 dos mais altos membros da seita, incluído a esposa do líder. Foi a maior infiltração em ficheiros estatais na história dos Estados Unidos, operação chamada de "SnowWhite", pela seita.

Em 1978 o fundador da igreja L. Ron Hubbard é preso e condenado a 4 anos de prisão, pelo crime de fraude e de se auto-intitular um Messias.

Aqui entrou em acção a operação "Fair Game", onde a igreja emitiu um comunicado dando carta verde a todos os membros para enganar, processar, mentir e até destruir, opositores ao culto.

Em 1979 Lisa McPherson entra na igreja de cientologia.
Em 1980 ela gasta milhares de dólares do seu dinheiro, a fazer "audições" e em cursos de melhoramento pessoal. Após um acidente de viação ela é retirada do hospital e fica entregue aos cuidados a igreja cientologica. Quando morreu, estava anorética, desidratada e tinha sido atacada por baratas, ela esteve sem comida e água durante dias. Nos seus anos de cientologia ela gastou todas as suas poupanças, nos últimos dois anos tinha dado à igreja mais de 155.000 dólares. Quando morreu tinha um total de 151 dólares em todas as suas contas bancárias.

Francis G Diamond, foi levado à loucura em 1981 pelos psiquiatras desta seita.

Josephus Avenith, um holandês foi para retiro no mesmo hotel em que Lisa esteve detida e foi encontrado morto na sua banheira. O seu corpo tinha a pele desfeita por ter sido mergulhado em água a ferver.

Gabe Cazares, presidente da câmara da cidade onde esta seita tem a sua base. Um critico e investigador das actividades suspeitas desta seita, morreu de forma suspeita.

Margarit Winkelmann, suicidou-se em Jan 1980 depois dos cientologistas a retirarem da sua medicação.

Jeremy Perkins, nasceu numa família de cientologista, foi diagnosticado como esquizofrénico e ao 27 anos a igreja deixa de o tratar, retira-o da medicação e a mãe impede que o estado cuide dele e o trate, alegando "crenças religiosas". Em Março de 2003 a esquizofrenia vence-o e ao sair do duche pegou numa faca e apunhalou a mãe 77 vezes matando-a.

Peter Fri, foi encontrado morto numa baía em Jun 1988. A igreja de cientologia deu-o como desaparecido dias depois da sua morte. Ele estava também hospedado em retiro, no hotel desta seita.

Lawrence Wollersheim, viu a sua vida ser destruída depois de deixar a seita e mover um processo contra a mesma em 1985.

Heribert Pfaf, morreu de um ataque de convulsões no mesmo hotel em Ago 1988, após a igreja o retirar da sua medicação, receitando-lhe vitaminas e minerais

Maria Pia Gardini, perdeu milhões de dólares para esta seita, chegando a emitir um pedido de ajuda e um aviso ao mundo, que podem ver aqui.

Roger Nind, deixou a igreja e à qual exigiu uma indemnização de 70,000 dólares. No dia em que chegou à cidade para os receber em Out 1990, morreu num acidente de viação.

Mary Florence (Flo) Barnett, que era a sogra de David Miscavige (o homem que lidera a seita), teoricamente esta mulher cometeu suicídio com vários tiros de uma espingarda, 3 no peito e 1 na cabeça. Sem dúvida um suicídio fantástico.

Noah Lottick, um estudante de 24 anos juntou-se à igreja e 7 meses depois saltou do décimo andar de um hotel. A policia encontrou-o com 171 dólares na mão, todo o dinheiro que lhe sobrava depois de ter dado tudo o que tinha à igreja.

Patrick Vic, comete suicídio ao perceber que não conseguia arranjar dinheiro suficiente para os tratamentos efectuados pela seita.

Harriet Baker, o seu marido morreu de cancro, cientologistas apareceram em sua casa oferecendo uma "audição" para cura do dor, por 1,300 dólares. Depois de ela pagar à igreja mais de 15,00 dólares os cientologistas descobriram que a casa onde ela vivia não tinha dividas. Igreja cientologista fez-lhe uma hipoteca de 45.000 dólares. Os familiares retiraram a mulher da igreja e exigiram uma indemnização de 27,000 dólares. Foram obrigados a vender a casa e a mudar de cidade, temendo pelas suas vidas.

Raul Lopez, um homem com perturbações mentais perdeu todo o seu dinheiro para esta seita, um total de 1.7 milhões de dólares.

Roxanne Friend, foi drogada, raptada, presa ao tentar abandonar a seita.

Susan Meister, estava a bordo do seu barco quando a encontraram morta. Ela tinha um buraco no meio da testa e uma arma sobre o peito. A testa dela e as mãos não tinham vestígios de pólvora, portanto o tiro foi dado por outra pessoa.

Quentin Hubbard, o filho do fundador da igreja que aparentemente cometeu suicídio. Ele era respeitado por ser filho do criador da igreja, mas rejeitado após se ter declarado gay. Ser gay é algo de inaceitável para esta seita.

Como é que eles conseguem continuar impunes? Usando de subornos, contactos em todos os departamentos do estado, tácticas de medo e uma das mais poderosas equipas de advogados dos Estados Unidos.


Para mais esclarecimentos sobre direitos de autor podem consultar este texto.

37 Comentários:

  Salto-Alto

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 12:18:00 da manhã

Eu não devia ter lido nem estar a comentar este post sem ler o de baixo, pois não? (pareceu-me ao abrir esta janela que o post anterior era sobre cientologia e se calhar tem continuação...)... já volto! ;p

  Mel

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 12:24:00 da manhã

A-S-S-U-S-T-A-D-O-R!!!

  JS

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 12:25:00 da manhã

Já tinha ouvido falar da Igreja da Cientologia, mas confesso que não sabia absolutamente nada de nada.

EXCELENTE trabalho oteu, isto é serviço publico.

Obrigada :)

  Salto-Alto

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 12:26:00 da manhã

Pois, tinha mesmo razão, era melhor ler o outro primeiro!

Este só me deixou ainda mais embasbacada e aparvalhada como há gente tão inocente! :O

  provocação

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 1:13:00 da manhã

Já tinha lido, isto faz-me lembrar aquelas empresas de de venda em pirâmide, mas numa versão hard. Só não entendo como continua...quer dizer, devia haver maneira de os relacionar directamente com os crimes...mas enfim.

  Mulheka

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 3:00:00 da manhã

Só gente lunática... :s
Mas não devias ter ligo nada sobre a Cientologia sem fazeres uma lavagem ao cérebro porque agora Xenu virá para te buscar!!!

  *Joana*

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 3:11:00 da manhã

Bem, ontem o teu post fez-me pensar que a fragilidade humana leva a disparates, hoje acho que a maldade humana pode ser assustadora e muitissimo perigosa. E como é possível que isto ocorra nos EUA!É mesmo um país em que os poderes andam de braços dados com os interesses (com uma promiscuidade chocante para um país dito democrático e moderno) e degenerou nestas coisas terríveis e noutras menos terríveis mas mais conhecidas da opinião pública (estou-me a lembrar de uma reportagem da bbc que vi acerca das dificuldades que o obama terá para fazer face aos lobbys da saúde e proporcionar condições básicas para quem não pode pagar um seguro milionário). Mas enfim, já estou a divagar....
Gostei dos posts ;)

  Teté

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 10:15:00 da manhã

Todas estas histórias são patéticas, incluindo o Tom Cruise a pular em cima do sofá no programa da Oprah, ou o Travolta desgostoso com o filho deficiente de 16 anos que morreu, que medicamentação não era necessária...

Por acaso não rio com estas coisas. Só fico sem palavras, por achar tão triste esta falta de... digamos... mioleira!

Note-se que não abri os links, mas estas histórias são bué de conhecidas, ninguém fala nisso, por medo, crendice ou o que quer que seja. Possivelmente, alguns por simples encolher de ombros, que a cientologia não afecta o seu dia a dia! Nós e a nossa vidinha, né? :/

  Paula

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 11:27:00 da manhã

há que ter medo, porque os números de seguidores aumentam...

  I.D.Pena

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 11:57:00 da manhã

Na verdade Bruno quando vi no post anterior que existiam 6 milhões de membros nessa religião, senti medo. Não sabia que eram tantos :s Fdx

Por isso ainda bem que fizeste aquele post e recolheste factos das variadas fontes.
:)

Os lideres da cientologia são assassinos profissionais com conhecimentos das leis, impressionante como o povo americano é estupido para deixar que uma organização criminosa se confunda com uma religião.

Enfim ...

Obrigada pela investigação, foi para mim útil. E prezo a tua paxorra. :)

  Isabel

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 12:08:00 da tarde

Já conhecia alguns casos e sinceramente não entendo como esta seita continua a ter tantos seguidores. As pessoas terão cérebro? Então em Hollywood é uma praga! Felizmente, acho, que ainda não chegou aqui.

  inês

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 1:13:00 da tarde

eu sabia que não era para ler, eu sabia!

  A Grafonola

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 1:17:00 da tarde

Bem, é assustador. Já sabia que era. Mas sei melhor ainda depois de ler o teu resumo. Esses gajos são perigosos. Como todas as outras organizações criminosas...
E nós a gozar com os jeovás...esses, são só chatos.

O ser humano tem a tendência de rir daquilo q o assusta. Não terá lá muita piada, é verdade, à luz das atrocidades que cometem - e que o mundo até conhece...
Mas, por mim, continuarei a ridicularizá-los e às suas crenças. Porque, aquilo que é ridículo, não merece qq crédito à partida, e não merecendo crédito, não "contamina". Aliando-lhe a perigosidade, tem-se o cocktail quase perfeito para impedir que uma coisa desses entre nas nossas vidas.

O que não entendo é como é q pessoas aparentemente instruidas e que não são propriamente pobres de espirito, alinham nessas tretas ridiculas e perigosas. Lavagem cerebral, dir-se-à. Mas, lavagem cerebral assim tão selectiva? Que te deixa xéxé para umas coisas mas desperto para outras?...
Ou então, muito mais provável será a hipotese de lavagem inicial. Acreditas, envolves-te. Mas, acabas por te aperceber do que se passa. E és ameaçado. Sabes que te controlam.E já não podes fazer mais nada senão fechar a boquinha...

Desculpa, mas não concordo de todo com o teu primeiro parágrafo. É preciso gozar com eles, sim, ridicularizá-los. É uma forma de lhe retirar alguma importância.
Além de que, o facto de se gozar com eles e de os ridicularizar, não invalida que se conheçam as peças.

Confesso que não os fazia assim tão perigosos. Quer dizer, sabia que eram perigosos e que quem lhes caía na teia já não conseguia sair. Mas, não conhecia casos especificos. Tirando o do filho do Travolta.

  Jane Doe

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 1:23:00 da tarde

Teté disse...

"Nós e a nossa vidinha, né? :/"

É assim que nos defendemos, e impedimos de ser esmagados pela brutalidade da Vida. Pela brutalidade que o Homem faz da Vida.

Sim, nós e a nossa vidinha, sim. Lemos, chocamo-nos e passamos à frente.

Se assim não fosse, esmagávamo-nos a nós mesmos. Digo eu.

Como esta seita deve haver muitas mais. É só pesquisar, et voilá!

As pessoas agarram-se a falsas oportunidades de ser feliz, porque estão perdidas, e desorientadas. Como sempre, ao longo da história, a fragilidade humana faz o oportunista.

"A ocasião faz o ladrão"

  Maya Gaarder

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 2:22:00 da tarde

Eu sempre associei a Cientologia aos fulanos de Hollywood que têm mais dinheiro que miolos.
Talvez porque apenas depois de se terem juntado ao culto algumas personagens famosas este se tenha divulgado mais.
A mim este tipo de coisa so me parece possivel na América mesmo.
No entanto, alguns dos exemplos apresentados parecem-me um tanto rebuscados, a fazerem lembrar aqueles testemunhos do "reader's digest".
Anyway, este é evidentemente um negocio bastante lucrativo.
Vai sempre existir um esperto qualquer, que se aproveita das fragilidades e da necessidade de algumas pessoas de acreditar em algo, para enriquecer.
Bora la fundar um culto/seita whatever...

  silvestre

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 2:42:00 da tarde

A cientologia não é mesmo um brincadeira. O Tom Cruise transformou-se num perfeito idiota (embora ele já o fosse em certa medida). Atacar as mães que sofrem de depressão pós-parto e dizer que a psicologia e psiquiatria não são ciências não é lá muito inteligente.

E o homem salta em sofás... (medo)

  Van

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 4:10:00 da tarde

Jane Doe, concordo em absoluto contigo!

ps - a grafonola sou eu,a Van, que se esquece de sair da outra conta gmail loool. O bruno já conhece a dupla personalidade, mas como me estava a dirigir especificamente a ti... ;-)

  Van

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 4:11:00 da tarde

E, bolas, caraças que já tou confusa...afinal entrei com o gmail da Van... o-O

  Blue Mayfly

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 12:46:00 da manhã

Eu diria que este fanatismo se deve aproximar de uma psicose colectiva... :s

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:31:00 da manhã

Salto-Alto disse...

"Eu não devia ter lido nem estar a comentar este post sem ler o de baixo, pois não? (pareceu-me ao abrir esta janela que o post anterior era sobre cientologia e se calhar tem continuação...)... já volto! ;p"

Pode ser lido como um texto à parte, mas sim, o outro ajuda um pouco.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:54:00 da manhã

Mel disse...

"A-S-S-U-S-T-A-D-O-R!!!"

Muito.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:55:00 da manhã

JS disse...

"Já tinha ouvido falar da Igreja da Cientologia, mas confesso que não sabia absolutamente nada de nada.
EXCELENTE trabalho oteu, isto é serviço publico."

Obrigado.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:55:00 da manhã

Salto-Alto disse...

"Este só me deixou ainda mais embasbacada e aparvalhada como há gente tão inocente! :O"

Inocente, os que sao destruídos, burros os que a promovem como o Tom Cruise a sua mulher etc.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:55:00 da manhã

provocação disse...

"Só não entendo como continua...quer dizer, devia haver maneira de os relacionar directamente com os crimes...mas enfim."

Falta de testemunhas vivas, ou com coragem e uma das mais ferozes equipas jurídicas já formadas. Eles conseguiram desacreditar vários médicos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:56:00 da manhã

Mulheka disse...

"Só gente lunática... :s
Mas não devias ter ligo nada sobre a Cientologia sem fazeres uma lavagem ao cérebro porque agora Xenu virá para te buscar!!!"

Quando ele me vier buscar
Cá estarei para o enrabar

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:56:00 da manhã

*Joana* disse...

"E como é possível que isto ocorra nos EUA!É mesmo um país em que os poderes andam de braços dados com os interesses (com uma promiscuidade chocante para um país dito democrático e moderno) e degenerou nestas coisas terríveis e noutras menos terríveis mas mais conhecidas da opinião pública (estou-me a lembrar de uma reportagem da bbc que vi acerca das dificuldades que o obama terá para fazer face aos lobbys da saúde e proporcionar condições básicas para quem não pode pagar um seguro milionário). Mas enfim, já estou a divagar...."

Lobbys e jurisprudência, sao duas das principais razoes da decadência Americana.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:56:00 da manhã

Teté disse...

"Todas estas histórias são patéticas, incluindo o Tom Cruise a pular em cima do sofá no programa da Oprah, ou o Travolta desgostoso com o filho deficiente de 16 anos que morreu, que medicamentação não era necessária..."

Eles nao permitem medicacao e muitas vezes nem sequer tratamentos médicos fora da igreja.

"Note-se que não abri os links, mas estas histórias são bué de conhecidas, ninguém fala nisso, por medo, crendice ou o que quer que seja. Possivelmente, alguns por simples encolher de ombros,"

Os links estão lá, só para evitar acusações de plágio.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:56:00 da manhã

Paula disse...

"há que ter medo, porque os números de seguidores aumentam..."

E as acções porta a porta já começaram.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:56:00 da manhã

I.D.Pena disse...

"Na verdade Bruno quando vi no post anterior que existiam 6 milhões de membros nessa religião, senti medo. Não sabia que eram tantos :s Fdx"

O numero cresce de dia para dia, já estão na Europa.


"Os lideres da cientologia são assassinos profissionais com conhecimentos das leis, impressionante como o povo americano é estupido para deixar que uma organização criminosa se confunda com uma religião."

The land of the free, onde és free to kill.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:57:00 da manhã

Isabel disse...

"Já conhecia alguns casos e sinceramente não entendo como esta seita continua a ter tantos seguidores. As pessoas terão cérebro? Então em Hollywood é uma praga! Felizmente, acho, que ainda não chegou aqui."

Já estão nos principais países da Europa, não estão muito activos, pois governos como o Alemão estão a limitar os seus movimentos e os seus membros estão sob controlo da policia secreta.
Mas a forca deles está nos tribunais, em breve terão um exercito de advogados a processar governos usando a desculpa da liberdade religiosa.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:57:00 da manhã

inês disse...

"eu sabia que não era para ler, eu sabia!"

Sorry.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:57:00 da manhã

A Grafonola disse...

"Bem, é assustador. Já sabia que era. Mas sei melhor ainda depois de ler o teu resumo. Esses gajos são perigosos. Como todas as outras organizações criminosas...
E nós a gozar com os jeovás...esses, são só chatos."

Por isso sempre disse, que esta seita deve ser encarada com menos humor e mais cautela.

"Mas, lavagem cerebral assim tão selectiva? Que te deixa xéxé para umas coisas mas desperto para outras?..."

Raros são os casos de "homo novus", a lavagem cerebral selectiva é possível e a pessoa fica xéxé em tudo. O Tom Cruise é dos actores com mais audições feitas, desde os tempos do Top Gun. Olha para ele hoje e para ela há 10 anos, há algo ali que nao bate certo. A Nicole Kidman abandonou a cientologia e meses depois divorciou-se do Tom. Mas ela nunca arriscou e nunca falou do assunto.


"E és ameaçado. Sabes que te controlam.E já não podes fazer mais nada senão fechar a boquinha..."

Todos os teus podres revelados nas audicoes, ficam documentados e podem ser usados contra ti.

"Desculpa, mas não concordo de todo com o teu primeiro parágrafo. É preciso gozar com eles, sim, ridicularizá-los. É uma forma de lhe retirar alguma importância."

Eu gozo com um Jeová, pois ele nao me fará nada, eu nao gozo com um cientólogo. De uma forma racional enfrento-o mas com a seriedade que este assunto exige... sao criminosos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:57:00 da manhã

Jane Doe disse...

"Sim, nós e a nossa vidinha, sim. Lemos, chocamo-nos e passamos à frente.

Se assim não fosse, esmagávamo-nos a nós mesmos. Digo eu."

Sim, mas ao fugir e esquecer, podemos deixar cair pessoas próximas.

"Como esta seita deve haver muitas mais. É só pesquisar, et voilá!"

Com 6 milhoes de membros e a mais rica do mundo como seita. Aquela que tem já partidos politicos a candidatarem-se a lugares no poder?
Nao me parece, mas isto é assunto para outro texto.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:58:00 da manhã

Maya Gaarder disse...

"Eu sempre associei a Cientologia aos fulanos de Hollywood que têm mais dinheiro que miolos."

Eles sao as caras, sao recrutados para popularizarem a igreja e tem resultado.

"A mim este tipo de coisa so me parece possivel na América mesmo."

A seita do templo do sol em franca, em que mataram todos excepto o líder. A cientologia já está nos principais países europeus, é uma questão de tempo.
Também diziam que a igreja universal do reino de Deus iria falhar fora do Brasil... teve e tem sucesso em todo o mundo católico.

"Bora la fundar um culto/seita whatever..."

O culto do eu? Adorem-me e vao para o in(fehr)no :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:58:00 da manhã

silvestre disse...

"Atacar as mães que sofrem de depressão pós-parto e dizer que a psicologia e psiquiatria não são ciências não é lá muito inteligente."

É verdade.

"E o homem salta em sofás... (medo)"

Muito, eu só vejo duas explicações... loucura ou coca.

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:58:00 da manhã

Van disse...

"ps - a grafonola sou eu,a Van, que se esquece de sair da outra conta gmail loool. O bruno já conhece a dupla personalidade, mas como me estava a dirigir especificamente a ti... ;-)"

Sim, a Van é bipolar!

"E, bolas, caraças que já tou confusa...afinal entrei com o gmail da Van... o-O"

A Van é bipolar confusa.
De facto já comentaste neste texto como Grafonola, por isso estás certa e AINDA nao estás louca, ahahahaha

  Bruno Fehr

quinta-feira, fevereiro 12, 2009 3:58:00 da manhã

Blue Mayfly disse...

"Eu diria que este fanatismo se deve aproximar de uma psicose colectiva... :s"

Espero que nao seja contagiosa :)