A maior palavra do mundo.


Qual é a maior palavra do mundo?

De acordo com o Yahoo respostas: A maior palavra do mundo não existe! Porque, por exemplo: na língua alemã, os adjectivos e complementos unem-se aos substantivos, formando uma única palavra para designar um termo. Então, por maior que seja a descrição de determinado objecto (e consequentemente o tamanho da palavra), ela ainda poderá crescer mais, e mais, e mais. Segundo uma assistente do Departamento de Ensino do Instituto Goethe, existe uma anedota, que diz ser a maior palavra do mundo :

donaudampfschifffahrtsgesellschaftkapitänskajütentürschlüsselanhänger

o que equivaleria a "chaveiro da chave da porta da cabine do capitão da Companhia de Navegação a Vapor do Danúbio". Mas e se o chaveiro fosse azul com bolinhas amarelas?

O mesmo principio é seguido pela língua Finlandesa e Sueca, em que dou o exemplo da palavra:

nordostsjokustartilleriflygsplanigssimulatoranlaggningsmaterielunderhål-
-lsuppföljningssystemdiskussionsinläggsförbere-delsearbeten

Esta palavra significa: "Preparar documentação para a discussão do sistema de manutenção no reconhecimento aéreo de materiais na localização de artilharia na parte nordeste da costa Báltica."
Mais uma vez, o mesmo principio se usa na actual maior "palavra" do mundo, que não é uma palavra mas sim uma acumulação lógica e gramaticalmente correcta de palavras.
A maior palavra já criada, contém mais de 2 milhões de letras. O escritor Nigel Tomm, publicou o décimo volume do romance mais longo do mundo, "The Blah Story", não é uma palavra oficial mas este volume contém a maior palavra do mundo com 2,087,214 letras.

De maneira a explicar como foi criada a palavra e para provar que é uma palavra válida, vou exemplificar a genialidade das primeiras 25 letras.
Ele pegou na palavra "Baby", em que a ultima letra é "y" e escolheu como segunda palavra "you", podendo assim ligá-las eliminando um y. Simbolicamente, isto pode ser escrito

baby+(y)ou= babyou.

Esta palavra termina em "u", portanto Tomm precisou de adicionar uma palavra começada em "u" e escolheu "ubiquitous", fincando com "babyoubiquitous".

baby+(y)ou+(u)biquitous= babyoubiquitous

Usando de algoritmos mais uma vez:

baby+(y)oubiquitous+(
s)eadog= babyoubiquitouseadog

e

baby+(y)oubiquitous+(
s)eadog+(g)ab= babyoubiquitouseadogab,

e

baby+(y)oubiquitous+(
s)eadog+(g)ab+(b)lah= babyoubiquitouseadogablah,

Etc, etc, etc. Foi assim que foi criada a palavra. Simbolicamente está correcta e é aceite, mas de facto não é uma palavra que conste de algum dicionário, existe unicamente no livro do seu criador.

Há que insista que a maior palavra do mundo é:

Methionylglutaminylarginyltyrosylglutamylserylleucylphenylalanylalanylglu-taminylleucyllysylglutamylarginyllysylglutamylglysylalanylphenylalanylvalyl-prolylphenylalanylyalylthreonylleucylglcycylaspartylprolylglicylisoleucygluta-mylglutaminlserylleucyllysylisoleucylaspartylthreonylleucylisoleucylglutamy-lalanylglyclyalanylaspartylalanylleucyglutamylleucylgluycylisoleucylproluylphe-nylalanyserylaspartyprolylleucelalanylaspartylglycylprolylthreonylisolleucyglu-taminylasparaginylalanythreonylleucylarginylalanylphenylalanylalanylalanylgly-cylvalylthreonylprolylalanylglutaminylcysteinylphenylalanylglglutamylmethi-onylleucyalanylleucylisoleucylarginylglutaminyllysylhistidylprolyuthreonyliso-leucylprolylisoleucylglycylleucylleucylmethionyltyrosylalanylasbaraginylleucyl-valylphenylalanylsparaginyyllysylglycylisoleucylaspartylglutamylphenylalanylyl-tyrosylalanylglutaminylcysteinylglutamyllysylvalylglycylvalylspartylserylvalylleu-cylvallalanylaspartylvalylprolylvalvlglutaminylglutamylserylalanylprolylphenyla-lalrginylglutaminylalanylalanylleucylarginylhistidylasparaginylvalylalalprolyliso-leucylphenylalanylisoleucylcysteinylprolyprolylaspartylalanylaspartylaspartyspar-tyleucylleucylarginylglutaminylisoleucylalanylseryltyroslglycylarginylglycyltyro-sylthreonyltyrosylleucylleucylserylarginlalanylglycylvalylthreonylglycylalanylglu-tamylasparaginylarginylanylalanylleucylprolylleucylaspaaginylhistidylleucylvaly-lalanyllysylleucyllysylglutamyltyrosylasparagimylalanylalanyprolylprolylleucyl-glutaminylglycylphenlalanylglycylisoleyucylserylalanylprolylaspartylglutaminyl-valyllysylalanylalanylisoleucylalspartylalanylglycylalanylalanylglycylalanylasoleu-cylserylglycylserylalanylisoleucylbalyllysylisoleucylisoleucylglutamylglutaminyl-histidylasparaginylisoleucylglutamylpronylglutamyllysylmethionylluecylalanyla-lanyoeucyllysylvalylphenylalanylvalylglutamilylprolylmethionyllysylalanylalanyl-threonylarginyl-serine

Mas não é, pois o nome de uma proteína, não é uma palavra.

Existe uma ainda maior com 1,913 letras que é a formula:
C(1289) H(2051) N(343) O(375) S(8)



Methionylglutaminylarginyltyrosylglutaalanylalanylglutaminylleucyllysylglutagy-cylalanylphenylalanylvalylprolylphenleucylglycylaspartylprolylglycyllisoleserylleu-cyllysylisoleucylaspartylthreoglutamylalanylglycylalanylaspartylalanglycylisoleu-cylprolylphenylalanylserylalanylaspartylglycylprolylthreonylisolglycylvalylthreo-nylprolylalanylglutamiglutamylmethionylleucylalanylleucylisolysylhistidylprolyl-threonylisoleucylprleucylmethionyltyrosylalanylasparaginyasparaginyllysylglycy-lisoleucylaspartytyrosylalanylglutaminylcysteinylglutamaspartylsrylvalylleucyl-valylalanylaspaglutaminylglutamylserylalanylprolylpheprolylisoleucylphenyla-lanylisoleucylcyalanylaspartylaspartylaspartylleucylleisoleucylalanylseryltyro-sylglycylargintyrosylleucylleucylserylarginylalanylgalanylglutamylasparaginylar-ginylalanylglutamyltyrosylasparaginylalanylalanyl

Mas uma formula, também não é uma palavra.

A maior palavra do mundo na língua inglesa é:

Pneumonoultramicroscopicsilicovolcanoconiosis

Uma doença pulmonar causada pela respiração de partículas de pó vulcânico. Esta palavra tem 45 letras é de facto uma só palavra.

Esta é a maior palavra real contida neste meu texto, até agora, mas...

Qual é a maior palavra da língua portuguesa?
A campeã que sempre foi anticonstitucionalissimamente, com as sua 29 letras, mas perdeu seu posto. A palavra mais extensa hoje em Português é:

pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico

Ela descreve o estado das pessoas que sofrem de uma doença rara, provocada pela aspiração de cinzas vulcânicas. Ou seja a tradução para Português da maior palavra Inglesa. A vantagem da Portuguesa é que ela ficou com 46 letras, sendo na minha opinião a maior palavra do mundo.

Quanto o nome mais comprido do mundo (não é palavra), refere-se a uma colina na Nova Zelandia é um nome Maori:

TAUMATA­WHAKA­TANGI­HANGA­KOAUAU­O­TAMATEA­TURIPUKAKA­PIKI­MAUNGA­HORO­NUKU­POKAI­WHENUA­KITANA­TAHU

Claro que a minha investigação poderá estar incompleta, se souberem de uma palavra maior avisem, mas tenham em atenção que termos químicos (formulas e proteínas), palavras logarítmicas e nomes de locais, não são palavras. Uma palavra tem de constar de um dicionário. A Portuguesa consta.

Não aceito como argumento, que no livro de recordes do Guiness conste a palavra na versão Inglesa, visto que a tradução para Portugues não existia na altura e é um facto que tem mais uma letra.




72 Comentários:

  HAZEL

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 1:46:00 da tarde

Ora!...

A maior palavra do mundo é "elástico".

Porque estica!

  Miss Me

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:03:00 da tarde

Devo confessar que me perdi a meio das palavras grandes. E afinal, para que servem as palavras grandes se não as conseguimos ler?

Bem haja (eu disse que ia estar atenta).

  Pax

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:07:00 da tarde

Por acaso até tenho bastante receio de me tornar pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótica.

É um risco do dia-a-dia :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:10:00 da tarde

HAZEL disse...

"A maior palavra do mundo é "elástico".
Porque estica!"

Ahahahahahahah

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:10:00 da tarde

Miss Me disse...

"Devo confessar que me perdi a meio das palavras grandes. E afinal, para que servem as palavras grandes se não as conseguimos ler?"

Da mesma maneira que não há utilidade nenhuma em comer pedaços de metal, mas há sempre alguém a querer o seu nome no Guiness (dá direito a cheque), por isso há pessoas a inventar palavras na esperança que sejam aceites como tal.

Há quem se perca em palavras pequenas, ahahah, tipo:

Salsicha - Salchixa
Panachê - Pinóchê

etc, etc

  Pax

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:20:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:27:00 da tarde

Pax disse...

"Por acaso até tenho bastante receio de me tornar pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótica.

É um risco do dia-a-dia :)"

Pois, mas se morasses perto do Vesúvio...

Quanto ao teu segundo comentário...

Hein? Nao percebi!

  Pax

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:31:00 da tarde

Moro perto de outro :) :) :)

Tu estavas a responder aqui a comentários que não estavam colocados (pelo menos não neste texto -daí o 2º- e eu estava atenta demais :)

  Miss Me

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:42:00 da tarde

Ah pronto, se dá direito a cheque, já temos a resposta da motivação universal do ser humano.

E essa da "salchixa", uma vez li num livro de um Prof. meu da faculdade "salchicha". Nunca me recompus, é a mais pura das verdades hihhhihi!

  I.D.Pena

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 2:53:00 da tarde

Bruno Fehr,

"pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico"

Bela palavra.
Este post fez-me lembrar um filme com o Vasco Santana, em que ele faz o exame de medicina , e leva uma salva de palmas por saber o que é o esternocledomastoideu, gosto do filme porque tal como o teu post divulga a lingua portuguesa.

E também é verde .

http://www.youtube.com/watch?v=rFrDW5r5ysA&feature=PlayList&p=7788CB8494D29970&playnext=1&index=7

Beijos

  Gabrielis

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:01:00 da tarde

Bruno tenho muita pena de te desiludir, mas penso que a tradução da palavra Pneumonoultramicroscopicsilicovolcanoconiosis
é pura e simplesmente silicose xD. Se bem que a tua tradução tenha ficado muito mais poetica.

  I.D.Pena

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:10:00 da tarde

Mais verde só mesmo a celulose do celofane.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:16:00 da tarde

Pax disse...

"Tu estavas a responder aqui a comentários que não estavam colocados (pelo menos não neste texto -daí o 2º- e eu estava atenta demais :)"

Hmm, já reparei que respondo mais rápido do que o comentários aparecem :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:17:00 da tarde

Miss Me disse...

"E essa da "salchixa", uma vez li num livro de um Prof. meu da faculdade "salchicha". Nunca me recompus, é a mais pura das verdades hihhhihi!"

Pois eu nao sei qual a forma mais incorrecta de salxixa, salchicha, salchixa, ou salxicha, por isso e maneira a evitar confusoes digo salsicha.

Bem, eu tive uma professa de Inglês que não sabia pronunciar o som TH, quando queria dizer "boca", dizia "mouse". Era de muito mau tom quando ela queria mandar calar alguém... "Shut your mouse". Ela também dizia "Clown" ao referir-se a "Cloud"...

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:17:00 da tarde

I.D.Pena disse...

"Este post fez-me lembrar um filme com o Vasco Santana, em que ele faz o exame de medicina , e leva uma salva de palmas por saber o que é o esternocledomastoideu"

Quando vi esse filme fui a dicionário e fiquei irritado por nao ter essa palavra.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:17:00 da tarde

Gabrielis disse...

"Bruno tenho muita pena de te desiludir, mas penso que a tradução da palavra Pneumonoultramicroscopicsilicovolcanoconiosis
é pura e simplesmente silicose xD. Se bem que a tua tradução tenha ficado muito mais poetica."

Sim é verdade e por essa doença ser conhecida por Silicose, é que Everett M. Smith é acusado de ter inventado uma palavra com a intenção de ser a maior do mundo. O que é certo é que acabou por ser aceite, vindo agora nos dicionários.

No entanto sim, Silicose é algo fácil de dizer e lembrar.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:19:00 da tarde

I.D.Pena disse...

"Mais verde só mesmo a celulose do celofane."

Sim pois até nas variantes amarelo, vermelho, azul, etc, é sempre 100% verde :)

  Van

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:20:00 da tarde

Meteste essa proteína aí só pra me chatear, não foi?...ahahahah! E não deves achar que proferimos esses nomes quando nos referimos a uma proteína, pois não?...essa designação, que não é bem um nome, baseia-se na sequência de aminoácidos da proteína. Não está incorrecto lógico, mas só o tempo que se demora a decorar isso tudo...por alguma razão existem os bancos de dados...
As denominações, ou nomes, das proteínas e que constam em dicionários técnicos, são dadas consoante a função e/ou estrutura da mesma. Outras, nem por isso. Por exemplo, a hemoglobina: hemo porque contém grupos heme (que por seu turno contêm clusters de ferro, que ligam o oxigenio) e globina, porque é uma proteina globular.

Oh pah, a palavra mais comprida que eu consigo pronunciar sem me enganar: otorrinolaringologista.

Olha, e aquela palavreca que a Mary Poppins inventou?

Supercalifragilisticexpialidocious

não é lá muito comprida...

  Van

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:24:00 da tarde

ah, não colocaste propriamente a fórmula de uma proteína. Fórmula é quando indicas os átomos e moléculas, não o nome desses agrupamentos. O que indicaste chama-se sequência primária da proteína. Tanto num como noutro exemplo, trata-se de sequências primárias.

  André

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:28:00 da tarde

E eu a pensar que a nossa língua era complicada!

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:31:00 da tarde

Van disse...

"Meteste essa proteína aí só pra me chatear, não foi?...ahahahah!"

Por acaso foi!

"E não deves achar que proferimos esses nomes quando nos referimos a uma proteína, pois não?...essa designação, que não é bem um nome, baseia-se na sequência de aminoácidos da proteína. Não está incorrecto lógico, mas só o tempo que se demora a decorar isso tudo..."

Sim, eu referi, porque encontrei sites a afirmarem que o "nome" desta proteína é a maior palavra do mundo. Coloquei-a para dizer que nao é uma palavra.

"Oh pah, a palavra mais comprida que eu consigo pronunciar sem me enganar: otorrinolaringologista."

Durante a minha infância combatia essa palavra com:

"escaganifobétimente", que não sendo tão longa, dava vontade de rir. Que mais tarde evoluiu para "escaganiobéticassissimamente" e assim vencer as discussão :D

Nota: "escaganifobeticamente" não é uma palavra, simplesmente um termo popular muito usado por a minha avó.

"Olha, e aquela palavreca que a Mary Poppins inventou?
Supercalifragilisticexpialidocious

não é lá muito comprida..."

É uma palavra logarítmica onde o final de uma palavra se mistura com o inicio de outra. Pode-se fazer mas não trás nada de novo ao discurso. É o mesmo principio que faz com que a palavra de 2 milhões de letras não seja aceita, pois poderia ser dita em forma de frase... ou bíblia :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:32:00 da tarde

Van disse...

"ah, não colocaste propriamente a fórmula de uma proteína. Fórmula é quando indicas os átomos e moléculas, não o nome desses agrupamentos. O que indicaste chama-se sequência primária da proteína. Tanto num como noutro exemplo, trata-se de sequências primárias."

Eu sou leigo, tu não, bah! :D

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:32:00 da tarde

André disse...

"E eu a pensar que a nossa língua era complicada!"

E é bem mais complicada que o Alemão.

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:33:00 da tarde

I.D.Pena disse...

"Eu gosto mais de mandar pipocas aos outros que comê-las. Mas isto já são gostos."

Eu nao como pipocas.

  Jo

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:42:00 da tarde

Bruno, axas bem dar-nos tanto trabalho para ler uma palavra, a uma sexta feira a tarde?

  Bruno Fehr

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 3:45:00 da tarde

Jo disse...

"Bruno, axas bem dar-nos tanto trabalho para ler uma palavra, a uma sexta feira a tarde?"

Mas é o melhor dia, o pessoal tem um fim-de-semana inteiro para a decorar, ahahahahahaha

  Nanda Assis

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 4:05:00 da tarde

muito complicado tudo isso, mas p mim é simples a maior palavra é Deus!!

bjosss...
♫♪♫♪♥

  Jo

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 4:15:00 da tarde

Pode até ser! mas tipo, nao! LOOL
brincadeira. Bom post.

  Jo

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 4:16:00 da tarde

Pode até ser! mas tipo, nao! LOOL
brincadeira. Bom post.

  Anónimo

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 4:42:00 da tarde

Um post muito interessante e útil, sem dúvida. Vou ali cagar deu-me volta a barriga.

Inveja é horrível, não é? Calculo que sim.

  Van

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 5:51:00 da tarde

Exacto, não é uma palavra e não é um nome. Há quem goste de designar as moléculas consoante os vários resíduos moleculares que possuem, mas no caso das proteínas isso é uma estupidez autentica, pois há proteinas com milhares de residuos (chamam-se residuos de aminoácidos pq um aminoácido, ao se ligar a outro, perde átomos, portanto, no final, já não é bem um aminoácido)...nunca mais saíamos daqui.

Fizeste-me lembrar um episódio durante os nervos de um exame de bioquimica ahahahah, em que tinhamos de, com base em resultados de várias experiencias, determinar qual a sequencia de aminoácidos de uma proteina. E escreve-la na folha de teste.
Nada de mais, não fosse alguem ter-se lembrado de colar folhas de teste umas às outras, lado a lado, para a sequencia ficar numa linha só...ahahahahahahahah! Todos os cursos têm os seus maluquitos...o meu, tinha uns quantos LOOOOOOL.

Isso também me fez recordar um episódio, numa aula prática, em que a profe diz, "meninos, sigam o protocolo!" e alguém pega na fotocópia do protocolo, coloca-a à frente do corpo, e berra, meninoos, sigam o protocolo! e vá de tudo em fila indiana a seguir o protocolo LOOOL!

Isto, fora a vez em que quase que explodiram com um laboratório... :D

Mas a mim nunca aconteceram essas cenas...excepto aquela vez em que inundei o laboratório...mas uns anos antes tinha inundado a casa ahahahah! Ou aquela vez que um colega de grupo se esqueceu de apertar a tampa de uma centrifugadora pequena e aquela coisa, uma vez a funcionar, desatou aos pulos em cima da bancada ahahahahhaah! Melhor que o nosso cagaço, foi o da profe ahahahah!
Ou aquela vez que um dos profes arrancou uma sandes de queijo das mãos de uma pita, atirou-a ao chão e espezinhou-a!! ahahahaha

Aiii, bons tempos. Já não tenho episódios desses...as cenas deixam de ser tão engraçadas quando se aprende a fazer as coisas como deve ser...

  Van

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 5:52:00 da tarde

Ps - e a Língua Portuguesa é deliciosamente complicada. Adoro-a! :D

E adoro a palavra escaninfobética. Mas essa da tua avó, tá demais!!! ahahahahah, grande senhora! :)

  Anónimo

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 6:13:00 da tarde

Em termos gerais, as palavras curtas são as melhores e as palavras antigas melhores ainda
Winston Churchill

  ipsis verbis

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 6:47:00 da tarde

E depois há os que têm medo de pronunciar palavras grandes e complexas. Chamando a essa fobia, ironicamente:

Hipopotomonstrosesquipedaliofobia

  In a manner of speaking

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 7:28:00 da tarde

Interessante... fez-me lembrar algo que recebi recentemente e que te deixo (sorry... está em Inglês... coisas de emigrante):

THINGS THAT ARE DIFFICULT TO SAY WHEN DRUNK:

1. Innovative
2. Preliminary
3. Proliferation
4. Cinnamon

THINGS THAT ARE VERY DIFFICULT TO SAY WHEN DRUNK:

1. Specificity
2. Anti-constitutionalistically
3. Passive-aggressive disorder
4. Transubstantiate

THINGS THAT ARE DOWNRIGHT IMPOSSIBLE TO SAY WHEN DRUNK:

1. No thanks, I'm married.
2. Nope, no more booze for me!
3. Sorry, but you're not really my type.
4. Kebab? No thanks, I'm not hungry.
5. Good evening, officer. Isn't it lovely out tonight?
6. Oh, I couldn't! No one wants to hear me sing karaoke.
7. I'm not interested in fighting you.
8. Thank you, but I won't make any attempt to dance, I have no coordination. I'd hate to look like a fool!
9. Where is the nearest bathroom? I refuse to pee in this parking lot or on the side of the road.
10. I must be going home now, as I have to work in the morning.

  anatcat

sexta-feira, fevereiro 20, 2009 7:46:00 da tarde

Para mim, como aqui alguém disse num comentário (daqueles em que era para "avacalhar" provérbios), a maior palavra do mundo é 'tão grande tão grande, que não tem tamanho':D

Por exemplo, estas não tendo tamanho a não ser o da contagem das suas letras, encerram em si sinificados aos quais nem sei eu a dimensão:
amizade, compreensão, tolerância, amor, ódio, vida, morte e muitas outras.

Pronto foi só para destabilizar e dar-te um bj de bom fim de semana ;)

  vita

sábado, fevereiro 21, 2009 12:20:00 da manhã

As coisas que aprendo contigo.;P

Fiquei já toda trocada...lol

  Catwoman

sábado, fevereiro 21, 2009 12:43:00 da manhã

Aprende-se sempre algo novo por aqui :)
Jinhos

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:09:00 da manhã

Nanda Assis disse...

"muito complicado tudo isso, mas p mim é simples a maior palavra é Deus!!"

Como agnostico, só conto 4 letras

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:09:00 da manhã

Jo disse...

"Pode até ser! mas tipo, nao! LOOL"

Ahahahaha, e acho bem que não.

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:10:00 da manhã

Anónimo disse...

"Um post muito interessante e útil, sem dúvida. Vou ali cagar deu-me volta a barriga."

Vai dar uma volta pelo esgoto?
Mas volteeeee, eu sem siiiii não sou ninguémmmm, você é tudo p'ra mimmmmm, eu tchi quero, eu tchi amo, eu tchi amo, eu priciso dji você, la lala la lalala

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:10:00 da manhã

Van disse...

"Exacto, não é uma palavra e não é um nome. Há quem goste de designar as moléculas consoante os vários resíduos moleculares que possuem, mas no caso das proteínas isso é uma estupidez autentica, pois há proteinas com milhares de residuos (chamam-se residuos de aminoácidos pq um aminoácido, ao se ligar a outro, perde átomos, portanto, no final, já não é bem um aminoácido)...nunca mais saíamos daqui."

Eu a querer dar um nó cerebral a alguém e eu é que levo um nó.

"Nada de mais, não fosse alguem ter-se lembrado de colar folhas de teste umas às outras, lado a lado, para a sequencia ficar numa linha só...ahahahahahahahah! Todos os cursos têm os seus maluquitos...o meu, tinha uns quantos LOOOOOOL."

Ah, então isso explica muita coisa! Ahahahahahaha. Será um caso de fritura por simpatia? É possível! :D

"E adoro a palavra escaninfobética. Mas essa da tua avó, tá demais!!! ahahahahah, grande senhora! :)"

Hmmm, 1,54 mas graaaaaanddeeeee!

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:11:00 da manhã

Anónimo disse...

"Em termos gerais, as palavras curtas são as melhores e as palavras antigas melhores ainda
Winston Churchill"

Sem dúvida, gosto de palavras curtas, simples que qualquer pessoa independentemente de extracto social ou graduação educativa possam entender.

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:11:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"E depois há os que têm medo de pronunciar palavras grandes e complexas. Chamando a essa fobia, ironicamente:

Hipopotomonstrosesquipedaliofobia"

Ahahahaha, boa. Nao conheço nenhum mas se conhecer pergunto-lhe o nome da doença :)

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:12:00 da manhã

In a manner of speaking disse...

Este teu texto merece uma adaptação para Português, irei ter isso em conta :)

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:13:00 da manhã

anatcat disse...

"Para mim, como aqui alguém disse num comentário (daqueles em que era para "avacalhar" provérbios), a maior palavra do mundo é 'tão grande tão grande, que não tem tamanho':D"

Por exemplo, estas não tendo tamanho a não ser o da contagem das suas letras, encerram em si sinificados aos quais nem sei eu a dimensão:
amizade, compreensão, tolerância, amor, ódio, vida, morte e muitas outras.

Pronto foi só para destabilizar e dar-te um bj de bom fim de semana ;)"

Pois... tornaste o post sério :S
Preciso de 2 ou 3 textos para avacalhar e segunda-feira subimos o nível deste blogue.

É que neste momento anda por aqui muita gente que quero que vá embora :)

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:13:00 da manhã

vita disse...

"As coisas que aprendo contigo.;P"

Pelo que leio no teu blogue, tenho a certeza que tens muito para ensinar, ahahahahahah

  Bruno Fehr

sábado, fevereiro 21, 2009 3:14:00 da manhã

Catwoman disse...

"Aprende-se sempre algo novo por aqui :)"

Nada de útil, mas neste momento, preciso de posts discretos, para desanuviar :)

  Filipa

sábado, fevereiro 21, 2009 4:41:00 da manhã

Vim ler o post toda interessada e deparo-me com a proteina , fogo, tenho que estudar bioquimica. não faço a minima qual a maior palavra do mundo, eu invento palavras por isso, só inventando...

  Hermes

sábado, fevereiro 21, 2009 9:45:00 da manhã

Acho que a maior será mesmo Universo...

  Jane Doe

sábado, fevereiro 21, 2009 11:15:00 da manhã

A maior palavra que conheço é:

Infinito!

  Pax

sábado, fevereiro 21, 2009 2:29:00 da tarde

"já reparei que respondo mais rápido do que o comentários aparecem :)"

Além dos teus dedos serem mais rápidos que o pensamento dos comentadores, lol, estavas a responder aqui a comentários de outro post, depois é que percebi :)

  johny

sábado, fevereiro 21, 2009 7:59:00 da tarde

Para dar uma achega à discussão, já ouvi nalgum lado (vá-se lá saber em que contexto)que um critério importante para qualificar uma palavra como a maior de uma língua, por exemplo, é o facto de não possuir nenhuma composição, ao nível de prefixos ou sufixos, como por exemplo os adverbiais, ou seja, a palavra portuguesa que define o estado de quem sofre da tal doença, já é uma palavra composta que poderia ser aumentada ainda com um "mente", no fim, ou um "anti" no início, por exemplo, enquanto que o nome da doença será uma palavra primitiva.

Não sei se se percebe o que quis dizer, mas, tentando simplificar, para tornarem possível um título de palavra mais comprida decidiram, para não se verificarem aqueles estratagemas que identificaste no início do teu post, que só poderiam concorrer palavras primitivas, substantivos, cuaj definição seja aceite maioritariamente através de um dicionário, por exemplo.

  Bruno Fehr

domingo, fevereiro 22, 2009 6:14:00 da manhã

Filipa disse...

"Vim ler o post toda interessada e deparo-me com a proteina , fogo, tenho que estudar bioquimica."

Acho que então... ainda bem que te lembrei :)

  Bruno Fehr

domingo, fevereiro 22, 2009 6:15:00 da manhã

Hermes disse...

"Acho que a maior será mesmo Universo..."

Maior definição em termos de espaço ou ausência dele, mas certamente não como palavra.

  Bruno Fehr

domingo, fevereiro 22, 2009 6:15:00 da manhã

Jane Doe disse...

"A maior palavra que conheço é:

Infinito!"

No que toca a definição é maior que a do Hermes, do comentário acima do teu, visto que o Universo é finito. No entanto, refiro-me obviamente ao numero de letras.

  Bruno Fehr

domingo, fevereiro 22, 2009 6:16:00 da manhã

Pax disse...

"Além dos teus dedos serem mais rápidos que o pensamento dos comentadores, lol, estavas a responder aqui a comentários de outro post, depois é que percebi :)"

Sou tão rápido que até o pc se engana!

  Bruno Fehr

domingo, fevereiro 22, 2009 6:16:00 da manhã

johny disse...

"um critério importante para qualificar uma palavra como a maior de uma língua, por exemplo, é o facto de não possuir nenhuma composição, ao nível de prefixos ou sufixos, como por exemplo os adverbiais, ou seja, a palavra portuguesa que define o estado de quem sofre da tal doença, já é uma palavra composta que poderia ser aumentada ainda com um "mente", no fim, ou um "anti" no início, por exemplo, enquanto que o nome da doença será uma palavra primitiva."

Correcto.

"Não sei se se percebe o que quis dizer, mas, tentando simplificar, para tornarem possível um título de palavra mais comprida decidiram, para não se verificarem aqueles estratagemas que identificaste no início do teu post, que só poderiam concorrer palavras primitivas, substantivos, cuaj definição seja aceite maioritariamente através de um dicionário, por exemplo."

É verdade, mas a questão que vim a descobrir é que esta palavra faz parte dos dicionários, sendo agora oficialmente uma palavra. Mas, muita gente acusa o autor, de a ter criado com o propósito de inventar a palavra maior do mundo, quando ela não é necessária, pois a esse estado, já se dá o nome de "Silicose".

  Van

domingo, fevereiro 22, 2009 1:21:00 da tarde

#visto que o Universo é finito#

será?...como é que alguém pode saber isso?...não pode, é impossível para os nossos sentidos de hoje percepcionar o tamanho do universo. Portanto, até que alguém me mostre o final do universo...

  Pax

domingo, fevereiro 22, 2009 3:23:00 da tarde

"Sou tão rápido que até o pc se engana!"

LOLOLOL Então agora, além de sabermos qual a palavra mais longa do mundo, já sabemos também a mais rápida: BrunoFehr :) :) :)

  Bruno Fehr

domingo, fevereiro 22, 2009 11:40:00 da tarde

Van disse...

"será?...como é que alguém pode saber isso?...não pode, é impossível para os nossos sentidos de hoje percepcionar o tamanho do universo. Portanto, até que alguém me mostre o final do universo..."

Ser finito, tem mais lógica cientifica do que ser infinito. Acreditas-se a a reaproximação das galáxias tem a ver com uma regressão do universo.

Acho que é lógico que após os BigBang ele se expanda, mas essa expansão tem de parar, e o que acontece uma explosão quando as ondas param de se expandir? E o que acontece aos detritos libertados?

Acredito que ele seja finito, o infinito sempre me soou a treta.

  Bruno Fehr

domingo, fevereiro 22, 2009 11:40:00 da tarde

Pax disse...

"LOLOLOL Então agora, além de sabermos qual a palavra mais longa do mundo, já sabemos também a mais rápida: BrunoFehr :) :) :)"

Ui, põe rápido nisso!

  Jane Doe

segunda-feira, fevereiro 23, 2009 7:44:00 da tarde

Bruno Fehr disse...

"No entanto, refiro-me obviamente ao numero de letras."

Eu sei que te referes ao número de letras. Mas à falta de melhor.

Ah e tal...

  Jane Doe

segunda-feira, fevereiro 23, 2009 7:45:00 da tarde

Moderação outra vez?


F***-se!

  Van

terça-feira, fevereiro 24, 2009 2:02:00 da manhã

Segundo sei, existem duas teorias concorrentes. Uma, que postula que o universo é infinito. Nesse caso, ele irá expandir-se eternamente, até as partículas de matéria e as ondas de energia estarem tão afastadas entre si que o universo estará morto. A outra, postula que o universo é finito e que um dia a sua expansão terminará; as galáxias começaram então a reaproximar-se, até colapsarem num big crunch.
Pessoalmente, não tenho opinião quanto ao tema, pois ambas as hipóteses me parecem viáveis. Se por um lado me é mais fácil acreditar que o universo é finito, por outro, admito que o é (mais fácil) porque a minha imaginação chega lá mais rapidamente. Aliás, a minha e a de toda a gente. O nosso cérebro consegue abarcar o conceito de infinito, mas não consegue imaginá-lo...

Outra questão, com o universo ser finito, que sempre me intrigou, foi que, se é finito, tem fronteiras. Se tem fronteira, obrigatoriamente que terá de existir algo no lado de lá. Outro universo, finito? Mais fronteiras? Mais lados de lá? Nada? Mas o nada é alguma coisa, por isso, o nada não existe (sempre o vi como um paradoxo de si mesmo). And so on. Por esta perspectiva, universo 1 + universo 2 + universo 3...universo n e n tende para infinito.

Mas isto são só conjecturas e filosofias minhas,pois ainda não li muita astrofísica e filosofia da astrofísica para poder dizer que aceito cientificamente esta ou aquela teoria.

  Van

terça-feira, fevereiro 24, 2009 2:03:00 da manhã

Ò bruno, já reparaste que agora ficamos a saber sempre que te ausentas pra longe do pc? ahahahaha! :D

  Van

terça-feira, fevereiro 24, 2009 2:04:00 da manhã

ah, gostei dessa de te ter dado um nó ahahahah, o meu ego gosta de vos embrulhar (vos, os dificeis de embrulhar).

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 24, 2009 2:22:00 da manhã

Jane Doe disse...

"Eu sei que te referes ao número de letras. Mas à falta de melhor.

Ah e tal..."

Ahahahah

"Moderação outra vez?"

Nao, a moderacao passa a automática assim que publico um novo post. Só o mais recente na é moderado.

  Bruno Fehr

terça-feira, fevereiro 24, 2009 2:29:00 da manhã

Van disse...

"Segundo sei, existem duas teorias concorrentes. Uma, que postula que o universo é infinito. Nesse caso, ele irá expandir-se eternamente, até as partículas de matéria e as ondas de energia estarem tão afastadas entre si que o universo estará morto. A outra, postula que o universo é finito e que um dia a sua expansão terminará; as galáxias começaram então a reaproximar-se, até colapsarem num big crunch.
Pessoalmente, não tenho opinião quanto ao tema, pois ambas as hipóteses me parecem viáveis."

A minha opinião tende para a segunda que me parece mais lógica. Existe em tudo, um retorno às origens, um ciclo vicioso.

Aliás, a minha e a de toda a gente. O nosso cérebro consegue abarcar o conceito de infinito, mas não consegue imaginá-lo...

"Outra questão, com o universo ser finito, que sempre me intrigou, foi que, se é finito, tem fronteiras. Se tem fronteira, obrigatoriamente que terá de existir algo no lado de lá. Outro universo, finito? Mais fronteiras? Mais lados de lá? Nada? Mas o nada é alguma coisa, por isso, o nada não existe (sempre o vi como um paradoxo de si mesmo). And so on. Por esta perspectiva, universo 1 + universo 2 + universo 3...universo n e n tende para infinito."

Poderá ser o tal subverso, ou o universo paralelo, ou a possível fronteira será na forma de buracos negros que absorvem a matéria, que não tem de ir para um outro lado, podendo simplesmente alimentar esse mesmo buraco que irá crescendo.



"Ò bruno, já reparaste que agora ficamos a saber sempre que te ausentas pra longe do pc? ahahahaha! :D"

Errado. A moderacao é automática, sempre que publico um novo texto. Só o novo texto não é moderado.
Quando o texto mais recente está moderado, aí sim, estarei longe de um PC por um longe período de tempo.


"ah, gostei dessa de te ter dado um nó ahahahah, o meu ego gosta de vos embrulhar (vos, os dificeis de embrulhar)."

Desde que não seja um nó cego, até gosto de nós. Nós, não de eu e tu, de nós que se dão :)

  Eduardo

domingo, julho 26, 2009 3:36:00 da tarde

eu nao vi voce falando da palavra lopadotemachoselachogaleokranioleipsano... queria saber se ela e a maior do mundo ou se e mesmo uma palavra.

  Bruno Fehr

domingo, julho 26, 2009 4:34:00 da tarde

Eduardo:

"eu nao vi voce falando da palavra lopadotemachoselachogaleokranioleipsano... queria saber se ela e a maior do mundo ou se e mesmo uma palavra."

Essa palavra tem na verdade 183 letras mas é o mesmo principio lógico de um autor que respeitou regras gramaticais para colar palavras umas às outras usando o método que explico no texto. Neste caso especifico é uma transliteração do Grego, não vem no dicionário e no seu conjunto não tem um significado que não se atinja ao escrever em separado.

  Isabeℓ O.P.M♡

domingo, novembro 01, 2009 9:14:00 da tarde

Para mim a maior palavra do mundo é
Supercalifragiliciousquispialidoce.
A menos que seja mal traduzida em outros idiomas.