Mário Soares

Existem várias entrevistas do ex-presidente Americano George Bush enquanto se encontrava alcoolizado. Mais recentemente um ministro Japonês fez declarações frente a lideres mundiais e a estações de TV mundiais, visivelmente alcoolizado. Acho que poucos repararam numas já não recentes declarações aparentemente sob o efeito do álcool do nosso dinossauro Mário:



"Não foi o líder do PP que disse isso, aquela coisa a que eu me referi do terrorismo foi o líder do CDS que disse isso, o doutor Ribeiro e Castro".
Isto quer dizer que o senhor Mário Soares ainda não percebeu que o PP é o CDS, daí chamar-se CDS-PP.

"que é uma coisa inaceitável e impossível".
Se é impossível como é que é inaceitável? Para ser inaceitável não teria de ser possível de dizer? Pelos vistos não disse, pois é impossível dizer tal coisa.

"ele diz aquilo e é ainda por cima deputado do partido socialista. Um dos grandes grupos do partido socialista é o partido socialista, é o partido socialista europeu".
Hein???? Se bem entendi, o Mário Soares disse que o líder do CDS que não é o líder do PP, é deputado do partido socialista que por sua vez faz parte do mesmo partido mas na versao Europeia e apoia um candidato social democrata... Eu desisto, isto é demais!!!


"E é feio, não é bonito"
Falar assim também não, e caiu toda a gente em cima de Lili por causa do "estar vivo é diferente de estar morto".

As declarações deste vídeo servem para justificar que ou o Mário Soares se entregou aos prazeres do álcool, ou está louco, pois recentemente declarou ao jornal Sol:

«A descolonização foi óptima, foi feita num tempo recorde que admirou muitos países que fizeram descolonizações, como os franceses»
Foi uma tragédia, foi um massacre, foi o caos, foi uma vergonha e foi tudo o que de pior se pode dizer. Morreram mais de meio milhão de pessoas num processo de descolonização que foi no fundo uma fuga desesperada das ex-colónias, que deixámos sujeitas a uma guerra civil que matou milhões mais. O que os Franceses sentiram não foi bem admiração, simplesmente ficaram de boca aberta ao ver que tudo o que poderia correr mal, correu, e nós nada fizemos porque andávamos pelas ruas de cravo ao peito, todos felizes como se não se passasse nada em África.


«trouxe uma confraternização com os movimentos de libertação»
Será que ele está a chamar confraternização às guerras civis em que aqueles países entraram?

Esta frase, deu-me vontade de confraternizar-lhe o focinho!

Mário Soares vai mais longe ao falar do 25 de Abril, dizendo que: "o primeiro objectivo da revolução era acabar com a guerra, não faziam ideia do que queriam fazer para diante".
Bonito... e eu que inocentemente pensei que o objectivo fosse derrubar o regime fascista e promover eleições. Andam a enganar os Portugueses nas escolas, pois isto é-nos dito por um "herói" de Abril. Mas afirmo, que nem eles sabiam o que iam fazer, nem nós 35 anos depois sabemos!


Mário Soares diz mais, fugindo às teorias radicais da esquerda comunista e dos seus apoiantes dizendo que "A redefinição de um novo conceito estratégico nacional começou nesse dia [25 de Abril de 1974] e ainda não acabou", o que me leva a perguntar, após 35 anos quanto tempo mais faltará? Lembro que ainda há pouco tempo, quase fui crucificado por dizer mal do 25 de Abril, por ser uma revolução que começou mas nunca terminou. A cada dia que passa mais e mais intervenientes desta revolução afirmam o que eu disse, só alguns malucos, que olham para o Grândola Vila Morena como se fosse o hino nacional, acham que o 25 de Abril foi perfeito.

Soares, um "herói" de Abril, que viu a revolução ao longe. Um "patriota" que queimou a bandeira nacional e tentou vender a Guiné aos Ingleses. Alguém que esteve envolvido em tráfico de diamantes. O mesmo que foi duas vezes eleito Primeiro Ministro e por duas vezes demitido pelo Presidente da Republica. O que mesmo assim se tornou nosso Presidente e deu 23 voltas ao mundo tendo viajado mais do que o Papa. Aquele que se reformou com uma choruda reforma, carro, motorista e 25% das suas futuras viagens pagas pelo estado Português, teve o descaramento, a ousadia de insultar os Portugueses, querendo ser novamente nosso Presidente?

Será que ainda temos temos espaço na politica para idiotas como este? Será que não nos bastam os políticos corruptos que ainda não estão reformados, que nos tentam enrabar de todas as maneiras?

Ó senhor Soares, vá dar um sermão ao peixes ou inscreva-se num asilo, o que lhe der mais jeito!





23 Comentários:

  Jane Doe

segunda-feira, junho 22, 2009 12:19:00 da manhã

Epah, sermões aos peixes não, se não depois ficam impróprios para consumo...

Grandes pérolas...

Mas gostei da parte de descolonização. Agora as melhores são as dos que cavam de la mais depressa deixando os nativos a cavar covas.

Ou é burro, ou é muito cabrão, está bêbado.

Sempre ouvi dizer que ele foi um dos mais corruptos do país. E vai-se lá saber porque é que diz tão bem do "processo" de descolonização...

  Jane Doe

segunda-feira, junho 22, 2009 12:20:00 da manhã

*ou está bêbado.

Bolas tenho de deixar de ser a primeira a comentar...

  mpspm

segunda-feira, junho 22, 2009 12:49:00 da manhã

A descolonização foi das maiores cagadas que foram feitas no momento seguinte à revolução. Foi tão rapida que mais pareceu uma debandada que uma descolonização, aliás basta ver no estado em que as coisas ficaram, quantos anos de guerras civis se sucederam depois dessa bendita descolonização, e em que estado ficámos nós. era bom que se verificassem as agendas e os interesses de certos "revolucionários" para se compreender melhor, a forma como as coisas se passaram e como foram feitas, e os resultados lindos que deram.
A revolução precisa de se revolucionar. O melhor era pôr um ponto final nesta e partir para outra.

  guernica

segunda-feira, junho 22, 2009 4:15:00 da manhã

Mas que merda foi esta? Isto foi muito estranho. em 55 seg ele contradiz-se em tudo o que diz. 1º o deputado do PP é o Lider do CDS, que depois é deputado do PS, que depois é um entusiastico apoiante do Cavaco que era do PSD?
Só faltou meter o BE e o PCP à mistura para termos a assembleia toda.

Mas eu tambem não percebo nada de politica. Esse senhor já percebe. Não consigo é ver qual foi a logica de andar prai a dizer que o processo de descolonização portuguesa foi um sucesso. Quase 2.000.000 de mortos em Angola e Moçambique, não é propriamente um sucesso.
Mas esse senhor tambem pode dizer tudo o que quiser. Já ninguem lhe liga muito. A idade faz destas coisas

  Fada

segunda-feira, junho 22, 2009 9:26:00 da manhã

Bruno:

Mais uma vez, um bom post, apesar de ser simples. É directo e honesto.

Mas "ver" Mário Soares logo pela manhã... Vou ali vomitar, volto mais logo, sim?

  Treze

segunda-feira, junho 22, 2009 12:11:00 da tarde

Não tem nada a ver com este texto mas não sabia onde aplicar o comentário. Estive hoje a ver o Daily Show e o convidado (autor de um livro que infelizmente nao apanhei o título) do John Stewart falava precisamente que as medidas que estão a ser tomadas estão a ameaçar perigosamente a valorização do dólar. Lembrei-me do texto sobre o Amero. A ver vamos...

  Catsone

segunda-feira, junho 22, 2009 6:13:00 da tarde

Para o Dr. Mário Soares, Ebixa 10 mg 2 xs/dia.
Isso é o que dá fazer horas extra neste mundo...

  Miss Me

segunda-feira, junho 22, 2009 9:21:00 da tarde

bem ... mas a senilidade não perdoa ninguém, a admiração está em ainda se ligar ao que ele diz.

  Teté

quarta-feira, junho 24, 2009 2:40:00 da manhã

Mário Soares é um antigo ódio de estimação meu! Como tal, NUNCA votei nele!

Nem vim de África, mas lembro-me de o liceu ter ficado cheio com novos colegas, que voltaram das ex-colónias quase só com a roupa no corpo, da malta espalhada no aeroporto de Lisboa sem ter para onde ir, um ror de barbaridades. Como se tem a lata de dizer que foi uma descolonização exemplar, é coisa que até hoje nunca entendi!

Actualmente, as parvoeiras que ele diz, devido ao álcool ou à senilidade, já não me afectam... ;)

  Vani

quarta-feira, junho 24, 2009 5:19:00 da tarde

Que tristeza...

E acho que falo por todos qd peço que poupes os peixinhos, tadinhos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:23:00 da manhã

Jane Doe:

Debaixo de água eles não ouvem.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:23:00 da manhã

mpspm:

"Foi tão rapida que mais pareceu uma debandada que uma descolonização, aliás basta ver no estado em que as coisas ficaram"

Foi mesmo isso, uma fuga. Foi tão irresponsável que no dia seguinte Timor estava a ser invadido.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:24:00 da manhã

guernica:

"Mas que merda foi esta? Isto foi muito estranho. em 55 seg ele contradiz-se em tudo o que diz. 1º o deputado do PP é o Lider do CDS, que depois é deputado do PS, que depois é um entusiastico apoiante do Cavaco que era do PSD?"

Sim, o homem está todo queimado.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:24:00 da manhã

Fada:

Há ver a realidade logo ao acordar, o mundo está cheio de merda, o Mário é só mais um monte dela.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:24:00 da manhã

Treze:

"Estive hoje a ver o Daily Show e o convidado (autor de um livro que infelizmente nao apanhei o título) do John Stewart falava precisamente que as medidas que estão a ser tomadas estão a ameaçar perigosamente a valorização do dólar. Lembrei-me do texto sobre o Amero. A ver vamos..."

Sim, está a ser imprimido dinheiro sem qualquer tipo de controlo, pagar pagar as falências, o dinheiro é tanto que o dólar está hiper-inflacionado. Há neste momento em circulação 10Xs mais dólares do que devia, para ele ter o valor que dizem que tem.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:24:00 da manhã

Catsone:

Não que horas extra seja o problema dele :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:24:00 da manhã

Miss Me:

Ligar, nunca liguei mas achei esta entrevista fantástica visto que foi durante as ultimas eleições onde ele era candidato.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:24:00 da manhã

Teté:

Sempre os desprezei e mesmo sendo completamente oposto a ideais comunistas, sempre gostei de o ver levar sovas verbais do Álvaro Cunhal.

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 1:24:00 da manhã

Vani:

Eu acho que se eles não meterem a cabeça de fora, não ouvem nada.

  Vani

quinta-feira, junho 25, 2009 1:54:00 da manhã

Bruno, pah, o som tambem se propaga na água!

  Fada

quinta-feira, junho 25, 2009 3:17:00 da manhã

E alguns metem a cabeça fora da água... tadinhos... :s

  Bruno Fehr

quinta-feira, junho 25, 2009 3:40:00 da manhã

Vani:

"Bruno, pah, o som tambem se propaga na água!"

Nadem mais fundo e para mais longe, duvido que o bochechas os siga.

  Bruno Fehr

terça-feira, junho 30, 2009 10:33:00 da tarde

Fada:

"E alguns metem a cabeça fora da água... tadinhos... :s"

Esses são os masoquistas.