Portugal







Num comentário, foi-me dito que eu falo muito mal de Portugal e dos Portugueses e que acho que tudo o que não é Português é melhor.
Eu não concordo, já escrevi textos, onde aponto aspectos positivos do Português e negativos do estrangeiro.


Adoro o meu país mas vejo-me forçado a viver longe dele, pois em Portugal não poderia crescer e atingir o sucesso profissional que busco. Em Portugal estava limitado, agora, tenho como único limite, onde a minha ambição me levar. É por isto que estou longe de Portugal, por ter objectivos e sonhos, irrealizáveis no meu país.


Um poeta da minha cidade, (Afonso Lopes Vieira) que passou grande parte da sua vida no Brasil, escreveu um dia, "tive de sair de Portugal para o continuar a amar". Só percebi o significado desta frase, quando saí de Portugal. Quando comecei a sentir saudades de tudo aquilo que não gostava. Tenho saudades das teorias Portuguesas, onde um homem que rouba um pão, porque tem fome, "roubou". Um político que rouba 10 milhões de euros, "desviou". O roubo é um crime grave, o desvio é algo feio, principalmente quando se é apanhado. Onde um miserável é preso por tráfico de "droga" e um rico é preso por tráfico de "influências". Onde um cidadão é multado por a 55 Km/h e só pode ir a 50 e um politico pode ir a 200 Km/h na auto estrada, pois está em campanha eleitoral. Onde eu levo duas multas por estacionar no passeio, uma pelo estacionamento e outra por ter circulado no passeio ao estacionar, quando a polícia estaciona no passeio para me multar ou para ir ao banco. É triste mas tenho saudades de doar para a associação abraço e saber que o meu dinheiro é gasto em jantares nos melhores restaurantes do país, jantares esses, que são reuniões de trabalho. Tenho saudades de ter pedido uma bolsa de estudos quando fui para a Universidade, por só ter um dos meus pais a sustentar-me e essa bolsa ter sido recusada, enquanto o filho do dono de uma das maiores marcas de cafés em Portugal, que estudou comigo, ter a bolsa máxima, um BMW descapotável e deixar 100,000 escudos num Sábado a noite no Lux.

Eu não falo mal, por falar, eu falo mal, porque está tudo fodido em Portugal. Em quanto uns vivem, a maioria sobrevive!


Como Português a viver em Portugal, a minha visão pessimista do meu país, estava a afectar o meu amor por ele. Estando longe, gosto mais de Portugal. Noto isso porque, sou capaz de falar mal do meu país. Falar mal de Portugal é típico dos Portugueses, mas falamos mal porque gostamos do nosso país e porque podemos. O facto de ser Português dá-me o direito de falar mal. É falando mal que encontramos os seus defeitos e só podemos melhorar os defeitos, depois de os identificarmos. É falando mal, que lembramos as pessoas que há algo para mudar. Alertamos consciências politicas, mesmo que eu duvide, que a consciência seja uma característica de um politico.

Vejo pessoalmente como os Alemães são mais felizes. Como uma mulher grávida pode ficar em casa, a acompanhar o crescimento do seu filho até um máximo 3 anos, durante todo este tempo recebe o que em Portugal se chama "abono de família", a diferença é que aqui esse abono pode atingir os 2.500 Euros por mês. No entanto, se pudesse escolher a minha nacionalidade, continuava a querer ser Português.

Portugal é mais pequeno, é mais pobre, tem menos recursos e um futuro incerto. O Português é pessimista e saudosista. Uma grande parte dos Portugueses são preguiçosos e corruptos.
Tudo isto é verdade, mas Portugal não são os Portugueses. Portugal não é a história. Não é sequer o território a que damos o nome de Portugal. Portugal é algo dentro de nós, algo difícil de exprimir por palavras, é bichinho que nos faz ignorar o mau, o triste e nos dá orgulho de ser Português.
"Saudade", uma palavra de significado triste. Única. Não existe tradução para esta palavra, em qualquer língua do mundo, sem que precisem de usar mais do que uma palavra para a definir.

Talvez seja a saudade que nos define, saudade do passado que não volta, saudade do futuro que não vem.

57 Comentários:

  DUVIDAS COR DE ROSA

sábado, setembro 15, 2007 12:30:00 da manhã

Pois é, Portugal é pequenino em tudo. Vivemos num país onde nenhum sistema funciona e onde já nem sabemos o sinificado da palavra esperança. Vivemos num país onde há pouco tempo foi criado um novo incentivo e apoio à maternidade, o que, no final do mês, se traduz à soma de 3 euros à ridicula quantia quase dada por favor a quem desconta praticamente desde que deixou de brincar com bonecas. Num país, cujos senhores absolutos(absoletos??), decidiram "privilegiar"(mas pouco) quem tem mais de 3 filhos...
Está tudo dito...
Quem se pode dar ao luxo de ter 3 filhos???
Sim, porque hoje em dia, ter filhos é um luxo!!
Estou com o Marco:
Vendemos isto aos espanhóis, fazemos uma feijoada na ponte e dividimos o que sobrar por todos!!
Sou sincera:
Só não saio de cá, porque não posso. Senão, a esta hora estava a escrever de Inglaterra!!

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 12:48:00 da manhã

DUVIDAS COR DE ROSA:

As tuas palavras fizeram-me sentir melhor. Quando eu falava mal de Portugal em Portugal era apoiado. Quando me mudei para Londres e depois para Hamburgo, ao falar mal de Portugal, dizem que estou "estrangeirado". Eu amo Portugal mas com o país está deixa-me realmente deprimido.

Não admito que nenhum estrangeiro fale mal do meu país, mas no fundo, muitas vezes, sou injusto pois eles dizem verdades. Dói ouvir a verdade, dita sobre o que amamos!

  Mulheka

sábado, setembro 15, 2007 12:51:00 da manhã

;) Fui eu!
No entanto, tenho que te rectificar. Não disse que falavas muito mal de Portugal e do Português. Disse que falas inúmeras vezes muito mal do Português, só! É diferente!

Pelo que li neste post, a tua opinião sobre PORTUGAL é igual à minha. Isto tá cada vezes pior, não há futuro aqui, etc etc etc. Concordo com cada palavra. Eu própria quero ir para fora.

O que disse é que estás sempre a falar mal do PORTUGUÊS. O português é isto, aquilo e o outro. O alemão, o holandês, o chinês é um espectáculo! Era aí que queria chegar!

Eu também adoro Portugal e por isso mesmo, assim como tu e muito bem, também tenho todo o direito em criticar. Critico muito o nosso país porque gosto muito dele.
Mas não tou sempre a por o português lá no fundo!
(E com isto não tou a dizer que temos que andar sempre a elogiar o português, nada disso! Mas acho que percebes onde quero chegar)

São coisas distintas, pelo menos p'a mim!

  Skynet

sábado, setembro 15, 2007 12:56:00 da manhã

Nem mais! ámen! :)

No minha opinião o nosso país nem é assim tão diferente dos outros, Existem coisas boas, e coisas más. Não podemos é esconder as coisas más debaixo do tapete e ficar a babar-se em frente à televisão a ver telenovelas e jogos de futebol. Ou então a recordar os tempos dos Descobrimentos. Temos de pensar no futuro, e por mãos à obra para resolver o que está mal. É nesta última parte que eu acho que os outros países ditos "mais avançados" diferem de nós. A maioria dos portugas preferem ficar a ver a vida passar.

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 1:16:00 da manhã

Já falei sobre Portugal e sabes que eu falo muito do nosso país pela via do coração...Não gosto nada do que é dito, independentemente de ser verdade ou mentira...

Acho que o facto de estares fora e abrires um blog é também de certa forma para poderes estar mais próximo..

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 1:52:00 da manhã

Mulheka:

Eu sei que fote tu :)
Este post é dedicado a ti, só para provar que sou um querido, tenho sentimento, como qualquer humano :)

"O que disse é que estás sempre a falar mal do PORTUGUÊS."

OK, pronto... vou escrever mais um post para ti, desta vez sobre o Tuga-man!

Sabes... eu sou um poço de originalidade, tenho lodo e tudo! É só darem o mote e eu escrevo.

Malta, desculpem lá, mas o próximo texto é para a Mulheka também :)

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 1:55:00 da manhã

Skynet:

É verdade. Eu vi isso quando estava há 3 meses em Inglaterra. Voltei a Portugal por causa do Euro. Amigos meus sem emprego, estavam super felizes, não tinham trabalho nem dinheiro... eu comprava grades de cerveja enquanto viamos os jogos e eles estavam felizes... havia futebol e cerveja, só por isso!

A nossa vida passa a secundária, quando vemos milionários a correr atrás de uma bola ao som do hina nacional... gosto de ver, mas fico triste...

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 1:59:00 da manhã

ah e tal (c):

Eu disse isso no meu primeiro texto neste blogue (acho que foi o primeiro). Tive durante 2 anos um blogue noutra língua, já tive blogues em 3 línguas, mas fiz este blogue para não perder o contacto.

Dei por mim a perder vocabolário. No meu trabalho falo 3 línguas e nenhuma delas é a minha.

No total falo 6 línguas e a minha é aquela que não tenho oportunidade de falar.

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 2:07:00 da manhã

ah não sabia...não estava cá quando escreveste o 1º post, deduzi que fosse isso.


Bem isto é o mês das dedicatórias sim senhor...

  Lésbico

sábado, setembro 15, 2007 2:15:00 da manhã

Este comentário foi removido pelo autor.
  Lésbico

sábado, setembro 15, 2007 2:16:00 da manhã

Lésbico hat gesagt...
Eu concordo. Eu cheguei a chefe de secção numa empresa na qual o Crest foi rejeitado por "excesso de qualificações".

Eles queriam um tradutor, o Crest. candidatou-se com uma licenciatura e foi rejeitado, eu candidatei-me com a mesma licenciatura, mas disse que tinha o 12° ano e fui contratado. 6 meses depois, apresentei o meu diploma e disse que tinha mentido, passei a chefe de secção.

Bonito, não é? Um tradutor com 12 anos de estudo, sendo 7/8 anos da língua em questão. Vejam as legendas dos filmes, alí não há licenciados, só o chefe de secção tem diploma!

Hoje agradeço ao Crest, por me ter tirado da palhaçada e me ter dado a oportunidade, de fazer o que gosto num empresa internacional em Inglaterra.

Obrigado Puta!

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 2:24:00 da manhã

O lésbico disse ta dito.


(Só aqui entre nós e mais os 100 comentadores deste blog)Foi a partir daí que vocês começaram a vossa história de amor não foi?

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 2:36:00 da manhã

Lésbico:

Fiz o que fiz porque és um inútil e sabes disso!!!!

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 2:37:00 da manhã

ah e tal (c):

A nossa história de amor/ódio já tem 25 anos!

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 2:38:00 da manhã

ah e tal (c):

Aliás, se há uma pessoa que dava o cu por mim, é o Lésbico!

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 2:42:00 da manhã

ah ainda brincavam aos médicos e enfermeiros....é bonito

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 2:55:00 da manhã

ah e tal (c):

Por acaso era ao indios e cowboys, essas merdas dos médico vieram depois. Como eu tinha a mania de cirurgião os putos fugiam todos!

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 3:06:00 da manhã

eu sou do tempo dos médicos e enfermeiras:"vire para cá a agulha sr doutor"
(apeteceu-me dizer isto porque achei piada)


eu acredito eu tb fugia de ti...

  Lésbico

sábado, setembro 15, 2007 3:15:00 da manhã

Tens de ver esta merda. Morangos com açucar, repara na foto numero 22!

QUE VERGONHA!!!!!!!!

http://www.slide.com/r/9ID2ZKt95z_wujp169F62nrWtsAuhuJ4?view=large

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 3:24:00 da manhã

sim existe a foto 22 dum gajo qq loiro de rasta (não acompanho a serie) e então?

  Lésbico

sábado, setembro 15, 2007 3:26:00 da manhã

Sorry, esta boca era para o Crest, ele vai perceber :)

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 3:33:00 da manhã

ah e tal (c):

Isso é o que todas dizem...

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 3:34:00 da manhã

Lésbico:

Eu já sabia disso, sinceramente não precisava de ver essa foto... pelos sem ser mentalizado para isso primeiro...

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 3:41:00 da manhã

o que me interessa é o que eu digo..

  Teté

sábado, setembro 15, 2007 8:26:00 da manhã

Parece que isto hoje esteve animadíssimo durante grande parte da noite.

Não concordo com tudo o que dizes, mas em grande parte tens razão.

Opções de vida, cada qual toma as suas! Acho que não deve é ficar tudo no faduncho do coitadinho de mim que aqui fiquei, ou do coitadinho de mim que tive de ir para o estrangeiro...

Jinhos e bom fim-de-semana!

(volto para te ler com mais atenção!)

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 11:50:00 da manhã

Teté:

Pois, acho que deve de ler com mais atenção, pois o texto não fala de "coitado de mim que fui para o estrageiro", pois eu não iria voltar para Portugal mesmo que economia recuperasse. Este texto é mais, "coitado do Português que quer melhorar o seu país e é preso, por idiotas conformistas e saudosistas.

  Crestfallen

sábado, setembro 15, 2007 11:51:00 da manhã

ah e tal (c):

É lá, o teu ego, está em altas... quase do tamanho do meu!

  PsYcHo_MiNd

sábado, setembro 15, 2007 12:48:00 da tarde

é portugal começar a organizar sempre o euro e ver os tugas todos felizes da vida enquanto o país continua a 'afundar'.

  ah e tal (c)

sábado, setembro 15, 2007 1:58:00 da tarde

está ou sempre foi?:P

  Musa

sábado, setembro 15, 2007 2:47:00 da tarde

Saudade é uma palavra que só existe na língua portuguesa...Corrige-me se estiver errada!

  Cinara Lisboa

sábado, setembro 15, 2007 5:04:00 da tarde

Obrigada pela visita...Volte sempre!

Abraços da terra Brasilis,

  Inês

sábado, setembro 15, 2007 6:23:00 da tarde

Gostei da defenição: "Portugal é algo dentro de nós, algo difícil de exprimir por palavras, é bichinho que nos faz ignorar o mau, o triste e nos dá orgulho de ser Português."
Mandei-lhe um mail com um artigo sobre este assunto. Também tem muitas verdades sobre nós...

  Miguel

sábado, setembro 15, 2007 9:59:00 da tarde

Tudo muito certo.
Mas cada pais é o somatório de cada cidadão. Num país onde se reelegem a fatima felgueiras, o valentim loureiro e outros (todos com letra pequena) esperavam o quê?
É muito simples: onde a justiça não funciona, nada funciona. Olhem por esse mundo fora e vejam quais são os paises desenvolvidos e quais são os outros. A nossa sorte é estarmos na Europa e termos entrado na CEE. Imaginem Portugal em Africa e... sorriam!

  luafeiticeira

domingo, setembro 16, 2007 3:07:00 da manhã

Voltei! E começo por te dizer que concordo tudo o que dizes excepto com o pouco sexo dos portugueses, não é isso que as estatísticas revelam.
bjocas

  Rafeiro Perfumado

domingo, setembro 16, 2007 11:11:00 da manhã

Fantástico, Crestfallen, parecia que estavas a recitar grande parte do que me vai na alma. A única diferença é que eu não saio de Portugal, vou saindo, mas apenas porque tenho uma jove que não me deixa cortar a última amarra. E o que falas não é dizer mal, infelizmente é constatar a realidade.

Um grande abraço e parabéns pelo texto / desabafo fantástico...

  tavguinu

domingo, setembro 16, 2007 11:29:00 da manhã

grande texto !

um abraço !

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:10:00 da tarde

PsYcHo_MiNd:

Correcto!

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:10:00 da tarde

ah e tal (c):

Acho que está pior!!1

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:12:00 da tarde

Musa:

Qualquer língua tem termos que significam o mesmo que "saudade", o que faz desta palavra única, é nenhuma língua ter 1 palavra equivalente. Ou seja, para dizer "saudade" dizem 2 ou mais palavras.

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:12:00 da tarde

Cinara Lisboa:

Oi. Voltarei!

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:13:00 da tarde

Inês:

Obrigado, irei ler com todo o interesse, assim que chegar a Hamburgo. Agora com os últimos dias de férias e ter mais coisas para levar do que malas... isto é um caos!

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:15:00 da tarde

Miguel:

O Português já sabe que todos os politicos roubam, por isso já preferem votar em alguém que tenha um processo em tribunal. Assim sabem que votam num criminoso assumido!

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:18:00 da tarde

luafeiticeira:

Desculpa lá discordar, mas do que o Português diz que fode a verdade é a quantidade que ele diz a divir por 3.

Se há merdas em que o Tuga adora em mentir é em tudo o que se refere a sexo. Uma queca de 3h, foram na verdade 3 minutos. As 5 quecas por semana, são duas fodas na namoras e punhetas na internet.

Sondagens, valem pouco. O que vale é que se vê. Malta a querer turar as teias de aranha, mas a fazer o seu papel de pudico/o com medo do que os outros possam pensar!

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:19:00 da tarde

Rafeiro Perfumado:

Eu só saí, devido a uma sequências de acontecimentos que me cortaram todas as amarras. Assim que cortei a amarra feminina, comprei um bilhete de avião de ida!

  Crestfallen

domingo, setembro 16, 2007 1:20:00 da tarde

tavguinu:

Danke.

  ah e tal (c)

domingo, setembro 16, 2007 4:17:00 da tarde

"Estou pior" só porque o que me interessa é a minha opinião e as minhas decisões?ahaha

  White_Fox

segunda-feira, setembro 17, 2007 3:34:00 da manhã

Todos temos motivos para criticar o nosso país.

Há dois pontos que acho impotantes focar:
1. As bolsas são muitas vezes dadas a quem não as merece! E isso comprovou-se com esse gajo do bmw!
2. Os abonos são parecidos aos alemães. Tiras é os 2 zeros da direita!

P.S. - Gostei mt desta frase: "Enquanto uns vivem, a maioria sobrevive!"

  Crestfallen

segunda-feira, setembro 17, 2007 2:31:00 da tarde

ah e tal (c):

Não, é que o verão afecta a fritura. Isso no inverno melhora um pouco!

  Crestfallen

segunda-feira, setembro 17, 2007 2:33:00 da tarde

"Os abonos são parecidos aos alemães. Tiras é os 2 zeros da direita!"

E ainda dizem que zero é zero :) no entanto faz uma diferença significativa.

  ah e tal (c)

segunda-feira, setembro 17, 2007 3:18:00 da tarde

Assim dá para perceber muitas coisas de facto..

  Crestfallen

segunda-feira, setembro 17, 2007 8:25:00 da tarde

ah e tal (c):

Podes sempre contar comigo para ajudar!

  ah e tal (c)

segunda-feira, setembro 17, 2007 9:32:00 da tarde

obrigado o que era de mim sem alguém parecido...assim já não me sinto tão sozinha...

  Crestfallen

segunda-feira, setembro 17, 2007 9:41:00 da tarde

ah e tal (c):

Parecido?

  ah e tal (c)

segunda-feira, setembro 17, 2007 9:52:00 da tarde

sim, andas há 2 dias a dizer que a minha bolha está quase do tamanho da tua..
e eu acrescento que o nível de fritura também.

  Crestfallen

terça-feira, setembro 18, 2007 12:21:00 da tarde

ah e tal (c):

Não!! Eu disse que o teu ego está quase do tamanho do meu. As bolhas são todas mais ou menos iguais.

Quanto a fritura, não tenho disso, levo uma alimentação saudável, evito fritos. Já leste o meu texto o "sabor do molho"? É eu gosto de comida saudável!

  ah e tal (c)

terça-feira, setembro 18, 2007 9:28:00 da tarde

LOL

já li o texto o sabor do molho....

não vou comentar.....

:P

  ah e tal (c)

terça-feira, setembro 18, 2007 9:30:00 da tarde

sim as bolhas são todas mais ou menos iguais..

eu já te disse que metade da minha bolha está levantada.
(adoro dizer isto é de um mau aspecto)

ahahahah