O verbo "Ter"!


Já repararam que temos sempre qualquer coisa? De sair? De mudar? De fazer algo? De esquecer? De não esquecer de lembrar!


Queremos sempre estar num sitio qualquer onde não estamos.


Acordo.
Tenho de me levantar.
Tenho de tomar banho.
Tenho de fazer a barba.
Tenho de fazer higiene oral.
Tenho de me vestir.
Tudo isto porque tenho de ir trabalhar.
Tenho de chegar a horas.
Tenho de ganhar dinheiro, caso contrário não tenho nada.


Na rua tenho frio, chego ao escritório tenho calor.
Chego ao trabalho, só penso, "tenho de me ir embora, quero ir para casa".


Tenho sono.
Tenho de beber café.
Tenho fome.
Tenho de almoçar.


Quando finalmente chego a casa, tenho de sair. Não dá para ficar em casa, tenho de ver pessoas, tenho de falar, tenho de espairecer. Saio, fico um pouco fora de casa. Saio o tempo suficiente para perceber, que tenho de voltar a casa, tenho de ir dormir, pois tenho de acordar cedo para ir trabalhar.


Amanhã tenho de fazer tudo de novo, só para voltar para casa, mesmo sabendo que tenho de sair.


Temos sempre de fazer algo. Temos sempre de estar em algum lado e só queremos estar onde não estamos.


Quando era puto e via na televisão, aquele "ganda" maluco que parecia um Rock Star Tuga a cantar:


"Eu só estou bem, onde eu não estou e eu só quero ir aonde eu não vou"




O António Variações tinha razão, mas na altura não percebi.

55 Comentários:

  tavguinu

sexta-feira, setembro 21, 2007 11:28:00 da manhã

tenho que me enrolar com a Kate Moss !

também é válido ?

  Mulheka

sexta-feira, setembro 21, 2007 11:40:00 da manhã

"Porque eu sou estou bem, aonde eu não estou!"

O senhor tinha mesmo razão. É a interna insatisfação!

Ah, pegando no mote ali do Tav, tenho que me enrolar com Vin Diesel, Wentworth Miller ou Matthew Mcounaghey, pode ser?

  Lésbico

sexta-feira, setembro 21, 2007 11:52:00 da manhã

Este comentário foi removido pelo autor.
  tavguinu

sexta-feira, setembro 21, 2007 11:53:00 da manhã

já que acrescentas tantos, vou só por aí a Jenna Jameson ...loool

  Lésbico

sexta-feira, setembro 21, 2007 11:54:00 da manhã

Eu TENHO de me esforçar mais com a Musa, pois ela TEM um mau feitio incrível :)

  Crestfallen

sexta-feira, setembro 21, 2007 12:19:00 da tarde

tavguinu:

Também é! Tens todo o direito e ninguém Tem nada a ver com isso!

  Crestfallen

sexta-feira, setembro 21, 2007 12:20:00 da tarde

Mulheka:

Hmmm, desta vez eu nem insinuei sexo e os cometários vão parar ao mesmo :/

  Crestfallen

sexta-feira, setembro 21, 2007 12:21:00 da tarde

Lésbico:

Isso tens, pois alí tens um grande desafio. Portuguesa e Alentejana (Julgo que é Alentejana)... é uma combinação teimosa :)

  Mulheka

sexta-feira, setembro 21, 2007 12:22:00 da tarde

Epá... tá no sangue!!! ;)

  Crestfallen

sexta-feira, setembro 21, 2007 12:24:00 da tarde

tavguinu:

Com essa deves querer aprender truques novos ;)

  Crestfallen

sexta-feira, setembro 21, 2007 12:25:00 da tarde

Mulheka:

Tá no sangue? Porra!!! Segunda-feira vou fazer análises :(

  Mulheka

sexta-feira, setembro 21, 2007 12:27:00 da tarde

Então porque? No teu não tá? Estás a perder qualidades?
Já andámos a falar melhor.... ahah

  Ana

sexta-feira, setembro 21, 2007 1:28:00 da tarde

Era óptimo se pudessemos substituir todos esses "tenho" por muitos "quero".

  Musa

sexta-feira, setembro 21, 2007 2:26:00 da tarde

E todos TEMOS o direito de sonhar.
Mandar tudo ás urtigas e virar as costas aos deveres também fica bem!
E sim, a gaja é alentejana!

  ah e tal (c)

sexta-feira, setembro 21, 2007 2:28:00 da tarde

Tenho que te dizer que falta algo na tua vida que com o tempo vais encontrar..

  ah e tal (c)

sexta-feira, setembro 21, 2007 2:29:00 da tarde

tavinho

enrolares-te com ela ok, mas TEM de ser num centro de reabilitação.

  Teté

sexta-feira, setembro 21, 2007 2:49:00 da tarde

Ah, é a tua cara! O verbo ter, quero dizer!

Eu tenho: um bom marido, um filhote reguilóide (aos 15 anos, o que é que se pode esperar?), mais família, bons amigos e... uma casa confortável, um carro com quase 19 anos de existência e... Mainada!

O que não tenho são dívidas, o que me faz dormir descansada sobre a almofada... eh! eh! eh!

Jinhos!

  ah e tal (c)

sexta-feira, setembro 21, 2007 2:56:00 da tarde

crest
para além da inês, também gosto da tété..

  SEXY_HOT

sexta-feira, setembro 21, 2007 4:00:00 da tarde

Ando sem tempo por isso não tenho deixado lá grandes comentários MAS li os textos CARAGO!
E agora assim de repente...
com licença...
TENHO de ir comer!
Porquê?!
Porque TENHO fome!

:)

  gaja_mais_q_fria

sexta-feira, setembro 21, 2007 4:15:00 da tarde

E o verbo ser? Verbo mai lindo!
(Desde que não me digam: "Tenho, logo sou")

  mymind

sexta-feira, setembro 21, 2007 4:25:00 da tarde

pois é e eu tenho mta coisa k n gostava de ter, ja outras k gostava de ter n tenho, enfim...

  deusaminervae

sexta-feira, setembro 21, 2007 4:46:00 da tarde

As escolhas da vida terão sempre a forma de posse que origina em dilema: o que ter e o que não ter...

  ipsis verbis

sexta-feira, setembro 21, 2007 5:47:00 da tarde

TENS razão...

  Rafeiro Perfumado

sexta-feira, setembro 21, 2007 6:57:00 da tarde

És capaz de TER razão...

  Inês

sexta-feira, setembro 21, 2007 7:12:00 da tarde

Hummm... eu estou bem onde estou

  PsYcHo_MiNd

sexta-feira, setembro 21, 2007 7:31:00 da tarde

por que nunca estamos bem onde ou como estamos... queremos e procuramos sempre mais.

  alguém+ neste mar de gente

sexta-feira, setembro 21, 2007 9:41:00 da tarde

depois 'tens' de chegar a casa e postar o teu textito do dia e comentar os comentários do resto do pessoal! :p que simpático! não és só um gajo que tem 'cuidado' com a aparência, 'sabe ouvir um não', é 'confiante' e que fala mal pra caramba! lol desculpa não resisti...

  Amsilva

sábado, setembro 22, 2007 12:18:00 da manhã

o ter tem uma relação qualquer com o poder??
é que eu tenho o que posso...
a menos que tenha uma relação directa com o desejar
eu desejo ter o que não tenho
o que vai dar ao mesmo
agora tenho mesmo é que dormir, porque amanha tenho que trabalhar e o resto da lenga lenga já está escrito por aqui, então tenho que terminar

  luafeiticeira

sábado, setembro 22, 2007 2:00:00 da manhã

Bem, espero que qundo tens de beber café, tenhas bom café para beber...
também acho que tens de mudar o nome do blog... é que apesar de poder ser verdade e acredito nisso não se coaduma com o próprio blog, percebo que seja uma forma do publicitares, mas é preferível ter muita gente a comentar ou gente de "qualidade"? Desculpa, isto deve ser uma crise por me apetecer mudar a personalidade do meu bog, aliás já a mudei uma vez, porque, de início, só escrevia textos eróticos e depois mudei para textos "eróticos" mas com humor. E agora estou farta do tema.
Beijos e desculpa o desabafo. Bom fds

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:31:00 da manhã

Mulheka:

Só não quero que o resultado das análises seja:

"Tarado!"

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:32:00 da manhã

Ana:

É pena, uma pessoa quer muita coisa, mas tem de fazer outras!

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:33:00 da manhã

Musa:

Pois, mas isso eu já não consigo. Já o fiz imensas vezes, agora já não mando os deveres às urtigas.

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:34:00 da manhã

ah e tal (c):

Ser rico? Espero que sim :=)

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:35:00 da manhã

Teté:

"Ah, é a tua cara! O verbo ter, quero dizer!"

Pois, eu tembém tenho de ganhar juízo, mas isso fica para mais tarde!

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:36:00 da manhã

ah e tal (c):

Claro que sim, os leitores deste blogue, são todos especiais. O que me faz questionar, o que é que fazem aqui :)

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:37:00 da manhã

SEXY_HOT:

O que TEM de ser TEM muita força!

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:38:00 da manhã

gaja_mais_q_fria:

Já que falas nisso, talvéz faça uns textos sobre verbos, um por semana!

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:39:00 da manhã

mymind:

Gostar de ter o que não se tem acaba, quando se tem, depois queremos outras coisas!

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:40:00 da manhã

deusaminervae:


Mas na maioria das voisas que temos, são coisas que não queremos ter...

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:40:00 da manhã

ipsis verbis:

Tenho!

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:41:00 da manhã

Rafeiro Perfumado:

... ou não.

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:41:00 da manhã

Inês:

Isso é raro, não querer estar noutro sitio qualquer!

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:42:00 da manhã

PsYcHo_MiNd:

Mais que não é necessáriamente melhor.

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:44:00 da manhã

alguém+ neste mar de gente:

Por acaso, tudo o que tem a ver com o blogue é feito durante o horário de trabalho. Não me agarro à net enquanto estou em casa.

Nanananana, eu não falo mal. Tenho bastante cuidado com o vocabulário usado. Posso é escrever muitos palavrões, normalmente é um reflexo de como o dia está a correr, quanto maior o stress, maior o numero de palavrões num texto.

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:47:00 da manhã

Amsilva:

O ter, tem a ver com o poder mas mais com o dever. Temos muita coisa porque devemos ter ou fazer.

  Crestfallen

sábado, setembro 22, 2007 11:53:00 da manhã

luafeiticeira:

Tenho sempre bom café.

Por acaso, tenho um texto no meu PC, que explica o nome do blogue, mas nunca o publiquei.

Só me apetece cobrir, não é necessáriamente sexual, apesar de o poder ser. Cobrir uma folha de palavras, ler o texto de uma outra pessoa, ver uma reportagem, etc, etc, etc, existem dezenas de acções que podem ser definidas por esta frase. Neste blogue eu cubro, todo e qualquer assunto que me passe pela cabeça, ou que me seja proposto!

Por outro lado, esta frase tem um velha estória na minha vida.

"percebo que seja uma forma do publicitares, mas é preferível ter muita gente a comentar ou gente de "qualidade"?"

Eu não necessito de publicitar o meu blogue. Não sou do tipo de andar de blogue em blogue a distribuir o meu link. Tenho visitantes, habituais com os quais gosto de discutir.
Visito os seus blogues e por mim chega.

Eu compreendo, por isso é que o meu assunto é cobrir, cobrir tudo e todos, cobrir qualquer assunto, assim o assunto não se esgota.

  Inês

sábado, setembro 22, 2007 2:26:00 da tarde

Já houve tempos em que me apetecia mudar. Hoje já não e não tem nada a ver com desilusões. Ainda me pode faltar uma coisa ou outra (que é claro que falta pois espero ter ainda muitos anos de vida) mas acho que estou bem com a minha vida. Também acho que já tenho idade para ter conseguido muito do que queria...

  ah e tal (c)

sábado, setembro 22, 2007 2:42:00 da tarde

também há aquela músca do tony variaçôes que é:

"Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se há vida em ti a latejar"

  Skynet

sábado, setembro 22, 2007 3:41:00 da tarde

Não admira que "TER" e "SER" sejam dois dos principais verbos em várias línguas

  ah e tal (c)

sábado, setembro 22, 2007 8:33:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Crestfallen

domingo, setembro 23, 2007 4:30:00 da tarde

Inês:

Sim, mas nem que seja, querer estar a apanhar sol nas Bahamas em vez de Monto Gordo.

  Crestfallen

domingo, setembro 23, 2007 4:31:00 da tarde

ah e tal (c):

"Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar"

É nesta frase que as pessoas não acreditam!

  Crestfallen

domingo, setembro 23, 2007 4:32:00 da tarde

Skynet:

O meu favorito é o verbo Haver, pois a maioria não o sabe usar!

  Inês

domingo, setembro 23, 2007 10:01:00 da tarde

Sim nesse sentido está bem, não tenho é de me sentir frustada por não estar nas Bahamas, embora neste caso me sentisse deprimida por estar em Monte Gordo... preferia outra praia...

  Crestfallen

segunda-feira, setembro 24, 2007 12:00:00 da tarde

Inês:

Serenidade é algo que vem com o tempo e experiência... eu ainda tenho falta e necessidade de serenidade. Ainda fervo e parto à doida por ir para onde quero estar... quando chego lá, já não me apetece!