Comédia H1N1

O Dr. Mehmet Oz, é professor universitário de cirurgia e tem um programa de televisão. Este médico sendo um dos mais conhecidos nos EUA é uma voz de propaganda a favor da vacinação de toda a população contra o vírus H1N1... toda excepto os seus 4 filhos, pois a mulher não deixa!!!!

Aos 4.19 minutos ele diz:
"Ao vacinar algumas centenas milhões de pessoas, vai haver problemas, nunca saberemos se esses problemas estarão relacionados com a vacina".

Esta frase é cómica pois se diz que haverão problemas relacionados com a vacinação de centenas de milhões de pessoas, como é que esses problemas não estarão relacionados com a vacinação?





Um exemplo do que pode correr mal numa simples vacina da gripe:



Uma mulher saudável ficou incapacitada...
Vale a pena o risco só para evitar umas dores e uns espirros? Gritem esperneiem lutando contra tudo o que digo, mas O RISCO EXISTE seja em que vacina for! Vale a pena? Porra! Uma canja de galinha, inalar vapores de água a ferver com umas folhas de eucalipto, uma semana de descanso e não arriscam NADA!









7 Comentários:

  HAZEL

sábado, outubro 17, 2009 1:24:00 da tarde

Xiii... coitada da rapariga.
Ainda por cima, a situação é irreversível.

Foi muito bom teres feito este post. Mesmo muito bom, para alertar as pessoas, porque tenho ouvido muita gente comentar (não em blogs, mas ao vivo!) que estão desejosos que chegue a vacina H1N1, para poderem tomá-la, imagina!

  Terapias Pra Neura

sábado, outubro 17, 2009 3:59:00 da tarde

A loucura da vacinação!!!
Enfim...

  Ricardo

sábado, outubro 17, 2009 5:12:00 da tarde

o meu avô sempre dizia... leite, mel e bagaço! não há bicho que resista! :)


se me permites um offtopic...

à uns dias atrás li uns artigos sobre Sida vs VIH, (eu que julgava que era a mesma coisa...) que diziam assim por alto que o VIH (positivo) que é o vírus sexualmente transmissível não mata e é quase inofensivo, mas sim a Sida que é a parte do vírus (ou outro vírus) e que mata através da destruição do sistema imunológico... até aqui tudo bem... mais à frente dizia que o VIH não gera a Sida directamente, mas sim as toxinas e os medicamentos, um deles o AZT que é distribuído por que família?... Rockefeller... :S Cada vez mais cientistas apoiam esta teoria. Tens conhecimento disto?

ora se à bem pouco tempo ouvi também nas notícias que a vacina da gripe A pode gerar falsos VIH-positivo... o pessoal por via das duvidas toma o tal AZT e acaba por morrer mas é sida!! corrijam-me se estiver enganado que isto já é demais pra mim! lol

e há também o caso da taxa de mortalidade infantil nos paises desenvolvidos que é é mais alta naqueles que impõem a vacinação obrigatória para tudo o que é doenças mal as crianças nascem...

se não morres do mal morres da cura... :S dasss!!!

um abraço!

  Teresa

sábado, outubro 17, 2009 9:58:00 da tarde

Caro Bruno,
Andei aqui à procura de um endereço, mas não encontrei. Como tem moderação de comentários, não faz mal, é só não publicar e limitar-se a corrigir.
Não pode dizer não haverão. É não haverá. Sem apelo nem agravo.
All the best.

  lunatiK

domingo, outubro 18, 2009 2:31:00 da manhã

Olha eu vacinas não tomo nada, cada vez mais nos enchem de merda, e não s
o nas vacinas, vai desde do que comemos ao que respiramos, é como dizes nada que uma canjinha não resolva.
Cumps.

  Migas-o-Sapo

domingo, outubro 18, 2009 11:23:00 da manhã

Eu cá não vou levar esta vacina. Não acho grande necessidade nisso.
Esta gripe não é nada de outro mundo.

  Migas-o-Sapo

quarta-feira, outubro 21, 2009 1:29:00 da tarde

Ricardo:
Não sei onde andaste a ler isso mas a credibilidade do texto parece-me um pouco duvidosa. VIH é a designação genérica do vírus que provoca a SIDA, que não é parte do vírus nem outro vírus mas o síndroma que o vírus HIV provoca. Como o próprio nome indica: Síndroma de Imuno-Deficiência Adquirida. É pouco credível que medicamentos infectem alguém com SIDA, a não ser que estejam contaminados com o vírus e ele nos seja administrado vivo.

Não ligues, é só puro alarmismo.