A Sida

Um anuncio criado para efeitos de caridade na Alemanha está a gerar polémica internacional que na verdade pega na parte insignificante do vídeo, deturpa-a e ignora a questão central que é a Sida. Isto não é mais do que uma manobra de fazer com que as pessoas olhem para a distracção e não para a questão.

Os vídeos são 3, e mostram imagens de sexo entre um homem e uma mulher, só isso levou a que os vídeos não passem na grande maioria dos países, e aqueles países menos pudicos não os passam devido aos actores usados. O vídeo até do Youtube foi banido. Deixo-vos com o mais polémico dos 3 vídeos:


Sim, o gajo representa Hitler. Agora a polémica não a entendo. Li em blogues, noticias, vi vídeos de pessoas a criticar esta campanha sob o argumento: "Não podemos usar Hitler para descrever a Sida", mas quem é que no seu perfeito juízo vê esta campanha como uma descrição da Sida?

Esta campanha não diz que Hitler, Stalin e Saddam são a Sida. Esta campanha diz que a Sida tal como Hitler, Stalin e Saddam são assassinos em massa. E termina com a mensagem do costume "protege-te". Tem alguma lógica banir isto?

Eu achei a campanha fantástica e apesar de achar a polémica ridicula, sei que está causar um efeito superior ao desejado, ou seja, conseguiu atrair a atenção do mundo.
Não deixem que estas pessoas parvinhas de mentes fechadas vos afastem do tema. O assunto é a Sida, não é o Holocausto, Comunismo, Fascismo ou o diabo a sete.

Os meu parabéns a quem teve esta excelente ideia.




Pessoalmente faria um cartaz com o Bush devido ao extermínio de "pessoas castanhas" que está a ser praticado no médio oriente, quer por eles, quer pela protecção dada a Israel.

25 Comentários:

  Mel

terça-feira, setembro 15, 2009 11:44:00 da tarde

Já estava surpreendida por ainda não teres tocado neste tema.
Por cá também já foi noticia, e o que os judeus dizem em relação ao vídeo do Hitler, é que a morte provocada pela doença poderá ser evitável, já as mortes provocadas pelo ditador não o eram.
Ainda mais estúpido se tornou a "não" à campanha!

  *B*

quarta-feira, setembro 16, 2009 12:31:00 da manhã

Pois, quem critica não retira da campanha a mensagem que ela pretende transmitir!

  São

quarta-feira, setembro 16, 2009 2:20:00 da manhã

Não conhecia o vídeo mas li há dias um artigo de opinião no Jornal de Negócios sobre esta campanha “A SIDA é um assassino de massas” e achei campanha fantástica, estou de acordo contigo os publicitários estão de parabéns, penso que eles sabiam muito bem que iria gerar polémica mas assim chamam a atenção para o objectivo da campanha, sensibilizar para a necessidade de fazer sexo seguro evitando tornar-se em novas vitimas da SIDA.
.
A principal polémica segundo entendi prende-se com o facto de associarem os portadores de Sida a criminosos.
Os três ditadores da campanha são portadores do vírus da SIDA, sabem que estão a espalhar o vírus por isso são criminosos, assassinos de massas. Há ainda o facto de apresentarem os ditadores criminosos com grandes conquistadores e a mulher “boazona” mas estúpida.

  Jane Doe

quarta-feira, setembro 16, 2009 11:24:00 da manhã

E eu não consigo ver os videos, mas adiante, porque me pus a apagar programas do pc que interessam:S

A campanha está muito forte. Ou as pessoas não entenderam realmente, ou então não gostam de levar com as verdades assim de chapa (coisa a que eu fico assim meio boquiaberta principalmente neste caso.)

Os publicitários estão de parabéns. Sem dúvida!

  I.D.Pena

quarta-feira, setembro 16, 2009 11:59:00 da manhã

Ainda não tinha visto, gostei, acho que está genial, está cru, a mensagem é directa e é verdade a SIDA assassina.

mas ainda assim acho que deveriam ser muito mais arrojados, por exemplo não colocaram nenhum acto sexual homosexual, e , por isso e para mim , unicamente claro, faltou isso para dar um ar ainda mais real à situação(homosexuais e heterosexuais juntos fazendo parte de 1 todo), é óbvio que essa campanha não é para o continente africano, onde a sida é uma calamidade, onde as crianças nascem com sida e sofrem até aos 10 anos de idade depois morrem... E não a apanham com sexo ou troca de seringas, herdam-na.

  Nuno, apenas Nuno.

quarta-feira, setembro 16, 2009 2:24:00 da tarde

Já tinha visto e achei brutal a analogia criada pelos publicitários dessa campanha. É mesmo pena que estejam a ser considerados demasiado ofensivos. Talvez as pessoas tenham pavor ao tempo e não queiram reviver ou acham que não tem comparação.

Bruno seria demais pedir-te que falasses da segurança social e do microcrédito? No mesmo post. Acho que podem estar amplamente interligadas. ;)

  angelodias

quarta-feira, setembro 16, 2009 3:06:00 da tarde

Eu faria um vídeo com um qualquer bombista palestiniano.

  Vani

quarta-feira, setembro 16, 2009 3:23:00 da tarde

Brutal. Devia passar... e vai passar, espera aí, ahahahah.

  Ciciar

quarta-feira, setembro 16, 2009 4:25:00 da tarde

Concordo, a campanha está boa e sobretudo polémica.. existirá melhor forma de passar a mensagem do que levantando polémica?! a bem ou a mal coloca-se as pessoas a pensar no assunto. A minha única crítica vai precisamente para o facto de apenas o elemento masculino ser associado ao massacre, faria mais sentido que numa das versões do anúncio existisse um elemento feminino a personificar a sida. Provavelmente não existirá uma personagem no feminino que represente tão bem o que pretendem passar "o massacre em massa" mas penso que seria sempre possível encontrar alguém. Não é uma questão feminista ou machista mas simplesmente tornar-se-ia ainda mais real.

  Ciciar

quarta-feira, setembro 16, 2009 4:25:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Mistal

sexta-feira, setembro 18, 2009 3:51:00 da tarde

Com as férias "ausentei-me" de muitas coisas. Não tinha conhecimento da campanha mas pelo que vejo aqui é excelente. O problema é que a polémica além de ridicula só faz com que se perca uma forma absolutamente inteligente de chamar atenção para a SIDA que apesar dos avanços a nivel de tratamento não deixa de ser um flagelo e de facto um assassino de massa em paises de 3º mundo que não têm acesso a medicação ou informação para prevenção.

  Mulheka

sábado, setembro 19, 2009 11:32:00 da manhã

Alguma vez viste coisas geniais a não serem contestadas?

  Kruzes Kanhoto

terça-feira, outubro 06, 2009 2:11:00 da tarde

http://cudeoeiras.blogs.sapo.pt/173653.html

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:09:00 da manhã

Mel:

"Por cá também já foi noticia, e o que os judeus dizem em relação ao vídeo do Hitler, é que a morte provocada pela doença poderá ser evitável, já as mortes provocadas pelo ditador não o eram."

O Judeus que dizem isso são parvos, pois é o oposto, as mortes provocadas por Hitler é quer eram evitáveis, enquanto as mortes provocadas pela SIDA não o são. O que pode ser evitável é contrair a SIDA.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:09:00 da manhã

*B*:

Sem dúvida que não.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:09:00 da manhã

São:

"“A SIDA é um assassino de massas” e achei campanha fantástica, estou de acordo contigo os publicitários estão de parabéns, penso que eles sabiam muito bem que iria gerar polémica mas assim chamam a atenção para o objectivo da campanha"

Sem dúvida que sim, a publicidade má ou boa é no final de contas sempre boa publicidade, o que não se compreende é a censura.

"A principal polémica segundo entendi prende-se com o facto de associarem os portadores de Sida a criminosos."

Essa associação é uma interpretação que quem vê o anuncio, eu vejo como uma associação entre factores que matam/mataram milhões.

Quanto a estarem com uma boazona, toda a gente sabe que o poder e os homens poderosos conseguem mulheres belas, o poder é afrodisíaco.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:09:00 da manhã

Jane Doe:

As pessoas são é tapadinhas e quanto a isso não há nada a fazer:)

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:09:00 da manhã

I.D.Pena:

"mas ainda assim acho que deveriam ser muito mais arrojados, por exemplo não colocaram nenhum acto sexual homosexual"

Se tivessem colocado Hitler com um homem, tenho a certeza que o Judeus iriam aplaudir a campanha. A idiotice é assim.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:10:00 da manhã

Nuno, apenas Nuno.:

"Já tinha visto e achei brutal a analogia criada pelos publicitários dessa campanha."

Sem dúvida que é, quando a vi pela primeira vez (estava num local público), soltei uma ruidosa gargalhada e só depois reparei que metade da sala estava chocada :)

"Bruno seria demais pedir-te que falasses da segurança social e do microcrédito? No mesmo post. Acho que podem estar amplamente interligadas."

Não estou a ver como poderia associar ambas. O micro-crédito na Europa é um esquema de endividamento eterno e onde ele é feito com responsabilidade (África e Ásia) a segurança social é algo inexistente.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:10:00 da manhã

angelodias:

"Eu faria um vídeo com um qualquer bombista palestiniano."

Eu faria com qualquer ramo do exercito Judeu.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:10:00 da manhã

Vani:

"Brutal. Devia passar... e vai passar, espera aí, ahahahah."

Pudicos como são os tugas, ia ser o fim do mundo.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:10:00 da manhã

Ciciar:

"existirá melhor forma de passar a mensagem do que levantando polémica?!"

Sem dúvida que a campanha está genial e a polémica só faz subir a reputação dos criadores da campanha.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:10:00 da manhã

Mistal:

"O problema é que a polémica além de ridicula só faz com que se perca uma forma absolutamente inteligente de chamar atenção para a SIDA que apesar dos avanços a nivel de tratamento não deixa de ser um flagelo e de facto um assassino de massa em paises de 3º mundo que não têm acesso a medicação ou informação para prevenção."

Os avanços são praticamente nulos, pois o negócio de AZT é tão lucrativo que compensa ter os doentes medicados e não curados.

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:10:00 da manhã

Mulheka:

Realmente não. Eu sou contestado, ahahahaha

  Bruno Fehr

quarta-feira, outubro 07, 2009 12:10:00 da manhã

Kruzes Kanhoto:

"http://cudeoeiras.blogs.sapo.pt/173653.html"

Olha, olha mais um plágio. Obrigado pela dica :)