Eu sei quando vais morrer

Pois, é... há aqui um site que até tem publicidade na TV que diz saber quando as pessoas vão morrer chegando ao detalhe do dia.


O processo de descoberta é simples, damos o nome, data de nascimento, o sexo e dizemos se fumamos ou não, depois é só carregar em enviar dados para ver o nosso nome numa lápide.

Mas por que raio quereria seu saber o dia em que vou morrer?

Mas como diz o ditado: A curiosidade matou o parvo, e se o parvo vai morrer de curiosidade mas vale saber o dia.
Após um longo processo introspectivo por forma a calcular as implicações dessa informação na minha vida, resolvi carregar em enviar dados.

A informação que recebi não era bem o que estava à espera, pois a morte para me dizer o dia em que me vinha buscar queria o meu numero de telemóvel... não sei, talvez fosse para avisar no caso de eu me esquecer de morrer. Acho que a morte não quer andar por aí à procuras das pessoas, assim poderá marcar um encontro, num sitio agradável. Pelo sim pelo não fui ler aquelas letras pequeninas. Ao ler percebi que saber o dia em que iria morrer me custaria 2,99€ e que receberia a data exacta por telemóvel. As letrinhas diziam mais, diziam que me iam descontar 2,99€ todos os meses até eu cancelar o pedido.

Acho triste, acho que é um sinal que o fim do mundo está próximo. Já sabia que Deus para nos salvar precisava de dinheiro... mas agora até a morte anda agarrada a trocos e precisa de dinheiro para nos vir buscar...

31 Comentários:

  Fada

segunda-feira, setembro 07, 2009 1:01:00 da tarde

LOLOLOL

Só tu é que te ias lembrar disto!!!
E realmente... Até a Morte está em crise, a querer dinheiro para avisar do encontro...

Eu sei quando vou morrer. Já "vi".
:p

Beijitos :)

  ceptic

segunda-feira, setembro 07, 2009 2:23:00 da tarde

LOL

mas havia um teste num site que dava nao era necessario tlm ou pagar.

O problema e que se repetisses o teste a data variava, e tanto podias ir morrer daqui a uma semana como daqui a 50 anos.

  *B*

segunda-feira, setembro 07, 2009 2:58:00 da tarde

[lol]

Realmente, chula!

  HAZEL

segunda-feira, setembro 07, 2009 3:06:00 da tarde

Entre a publicidade do "Quando vais morrer" e a "Máquina de Peidos" venha o Diabo e escolha! LOL

  Abobrinha

segunda-feira, setembro 07, 2009 3:07:00 da tarde

Também fiz o teste. E, como tu, também parei no momento do número de telefone. Não li as letras miudinhas, mas calculei que fosse algo desse calibre.

Uma coisa é certa: podemos morrer de muita coisa... mas não há-de ser de parvoíce!

  * Estrela

segunda-feira, setembro 07, 2009 3:11:00 da tarde

Hoje em dia tudo faz dinheiro (os parvos ajudam a fazer dinheiro caindo nessas estratégias de comércio apalermadas) e as pessoas cada vez vão longe de mais para o obter. é tristes, mas é assim msmo.

*

  Fairy

segunda-feira, setembro 07, 2009 3:19:00 da tarde

Sim também cheguei a fazer um tal teste do género, mas em que não se tinha que pagar nada, como alguém já disse. Agradou-me especialmente o facto de as datas mudaram conforme se repetia o teste... lol

  Jane Doe

segunda-feira, setembro 07, 2009 3:19:00 da tarde

Já escrevi sobre exactamente o mesmo no meu blog...

Ah, e agora ha uma que é saber o nome ideal do seu bebé...

Nao param...

  LURBA

segunda-feira, setembro 07, 2009 3:29:00 da tarde

É horrível... mas é verdade... "eles" andam aí!!!... os porcos!!!

  Soraia Silva

segunda-feira, setembro 07, 2009 4:12:00 da tarde

costuma-se dizer que hoje em dia nao se dá nada a ninguem!
e para a morte parece que é a mesma coisa.

(mas achei imensa piada ao dizeres que era para mandar mensagem caso se nos esquecessemos que iamos morrer :P)

confesso que gostaria de saber quando irei morrer, uma vez que digo que nao quero nem vou chegar a velha :S

beijinho :)

  Gingerbread Girl

segunda-feira, setembro 07, 2009 4:15:00 da tarde

Eu vou morrer hoje às 17h, engasgada num m&m ...
Já que tem de ser... vou comprar um pacotinho agora mesmo. =')


*

  Lily

segunda-feira, setembro 07, 2009 4:58:00 da tarde

Os 2,99 mensais devem ser um imposto qualquer que a morte cobra até que chegue o dia H xD
Faz um certo sentido, uma vez que dizer-nos o dia exacto em que morremos é um serviço que a "morte" nos está a prestar, logo tem que cobrar alguma coisa...

Enfim...

  Lily

segunda-feira, setembro 07, 2009 4:58:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Feitiozinho

segunda-feira, setembro 07, 2009 5:08:00 da tarde

Isso é exactamente a mesma coisa do que aquele teste de QI que fazem...

Ora bem, pedem-te para responderes a um conjunto de perguntas que parecem não ter fim. Quando finalmente conseguiste responder a todas pedem-te o numero de telemóvel para que possas saber qual o valor do teu QI.

Eu posso fazer exactamente a mesma coisa, até porque o QI desta malta não pode ser muito elevado, pois não percebem que à conta dessa brincadeira vão pagar uma mensalidade até conseguirem perceber de onde estão a cobrar aqueles 2€ e qualquer coisa...

  LBJ

segunda-feira, setembro 07, 2009 6:15:00 da tarde

Louvo a imaginação de quem arranja estes esquemas para extorquir dinheiro aos tolos e ingénuos e lamento que estas fraudes continuem impunes :(

Abraço

  Mafal∂a

segunda-feira, setembro 07, 2009 7:55:00 da tarde

Para esse peditorio não dou eu dinheiro...

:P

  Mafal∂a

segunda-feira, setembro 07, 2009 7:55:00 da tarde

Para esse peditorio não dou eu dinheiro...

:P

  Teté

segunda-feira, setembro 07, 2009 8:53:00 da tarde

Sei QUE vou morrer! Agora QUANDO, não me interessa saber!

De qualquer forma, aldrabilhas desses há em todo o lado, até cá! Sabia que se pagava para nos darem uma suposta data de morte, não sabia que era um "contrato" até à vinda da Ceifeira... :)

  Garrafa na Praia

segunda-feira, setembro 07, 2009 9:13:00 da tarde

Fiz um teste que não pedia número de telemóvel. Apenas a data de nascimento...

O resultado foi bastante animador:

Cause: Killed by exposure to carbon tetrachloride fumes from your newly cleaned carpet
Age: 36 years old


Ainda bem que não tive que pagar 3 euros para saber isto.

  Anónimo

segunda-feira, setembro 07, 2009 9:38:00 da tarde

O autor deste texto faz as seguintes afirmações:

Que a morte tem o website
Que a morte tem telemóvel
Que a morte precisa de dinheiro

Não percebo como é que não apareceu ninguém a pedir provas ou documentos sobre o que é dito neste texto.

  mãe pimpolha

segunda-feira, setembro 07, 2009 9:44:00 da tarde

LOL e dulplo LOL para o anónimo.
Vá, prova lá. Estão sempre a pedir-te provas de tudo.
Linkei os teus textos sobre a vacina da gripe A no meu blog. Se quiseres eu tiro.
Beijocas

  mãe pimpolha

segunda-feira, setembro 07, 2009 9:44:00 da tarde

LOL e dulplo LOL para o anónimo.
Vá, prova lá. Estão sempre a pedir-te provas de tudo.
Linkei os teus textos sobre a vacina da gripe A no meu blog. Se quiseres eu tiro.
Beijocas

  Vani

segunda-feira, setembro 07, 2009 10:35:00 da tarde

ahahahahahahah! mas há sites onde não tens de dar o número de telefone...eu vou morrer com 86 anos, se começar a fazer exercicio. Se não o fizer, morro com 84.
Mas eu cá sempre disse q, até vontade em contrário, ninguém me tira daqui antes dos cem. Corro a morte a pontapé se for preciso.

  Vani

segunda-feira, setembro 07, 2009 10:38:00 da tarde

ahahahahah o anónimo esteve bem com o seu comentário irónico-cástico ahahahahah. Sim, sim, Bruno, prova lá isso, prova! :D

  Anónimo

segunda-feira, setembro 07, 2009 11:53:00 da tarde

"A curiosidade matou o parvo, e se o parvo vai morrer de curiosidade mas vale saber o dia."

"Após um longo processo introspectivo por forma a calcular as implicações dessa informação na minha vida, resolvi carregar em enviar dados."

Conclusão: foste um bocadinho parvo! LOL

Peace and Love!

  ★ Aralis ★

terça-feira, setembro 08, 2009 11:43:00 da manhã

LIndo Lindo

Já me tinha deparado com esse disparate. Por acaso não fiquei curiosa até porque o boneco é irritante no máximo! Apanhei foi um valntesusto com aquilo.Mas de facto, o teu post está do melhor!

Jokitas

  White_Fox

terça-feira, setembro 08, 2009 3:52:00 da tarde

E estúpido é as pessoas quererem saber o dia e hora em que vão morrer através desse site. Deve ser para aproveitarem ao máximo os dias que lhes faltam

  Nana

terça-feira, setembro 08, 2009 9:55:00 da tarde

Pois é, pois é a morte anda pelas horas da morte...coitada tá falida!Disse-me ainda no outro dia que a foice se partiu. Então para ganhar uns trocadinhos olha...

E é que sem foice não há mortes para ninguem, ou seja, quando tiver dinheiro para comprar uma nova ainda vai ter que fazer horas extra para levar todos aqueles que deviam ter morrido entretanto!

  Nana

terça-feira, setembro 08, 2009 9:55:00 da tarde

Pois é, pois é a morte anda pelas horas da morte...coitada tá falida!Disse-me ainda no outro dia que a foice se partiu. Então para ganhar uns trocadinhos olha...

E é que sem foice não há mortes para ninguem, ou seja, quando tiver dinheiro para comprar uma nova ainda vai ter que fazer horas extra para levar todos aqueles que deviam ter morrido entretanto!

  João Pinto Costa

quarta-feira, setembro 09, 2009 3:35:00 da manhã

É rezar para que a sms de resposta demore...Muito bom, acho que vais gostar também do meu blog como gostei do que escreveste para aqui (ainda me falta ler muito, confesso):

http://maildeumlouco.blogspot.com/

  Jane Doe

sábado, setembro 12, 2009 3:18:00 da manhã

Anónimo:

"O autor deste texto faz as seguintes afirmações:

Que a morte tem o website
Que a morte tem telemóvel
Que a morte precisa de dinheiro

Não percebo como é que não apareceu ninguém a pedir provas ou documentos sobre o que é dito neste texto."

Se calhar não pedem porque se calhar todos já conhecem essa treta, não? Diz-me lá tu de que planeta vieste? Não tem internet concerteza!

(Além disso no texto existe o link para o dito site. Em Alemão vá, mas acho que toda a alminha cibernáutica se cruzou com esta morte chula. Deve ser aparentada do Sócrates! )

Estes anónimos são engraçados, confesso. Dá para a gente gozar com eles e se rir das suas dissertações. É que deixam sempre pontas soltas...

Eheheheheh

"Conclusão: foste um bocadinho parvo! LOL"

Eu acho que ser parvo era pagar por saber. Até aí acho que muitos de nós fomos...

Enfim. Eu quase, (Atenção eu disse quase) começo a gostar destes anónimos... Fazem-me sempre rir!