Quero foder e JÁ!


Esta foi a afirmação de um um grande amigo meu, esta noite.

Por volta das 18 horas recebo uma chamada de um amigo que não via há dois anos.

Amigo: Estou em Hamburgo, quero apanhar uma bebedeira e mandar uma foda. Orienta-me!

Crest: Queres jantar, ou a foda chega?

Juntei um pequeno grupo de pessoal, para irmos beber uns copos e fui buscar este amigo ao hotel. Levei-o para a Reeperbahn, ele achou todas a prostitutas de rua, lindas. Por acaso se não são todas, 90% são muito bonitas mesmo.
Mostrei-lhe o Red District, a famosa rua de Hamburgo de bares de alterne, vedada a mulheres.
Mesmo após sair dessa rua, levei-o um típico bar Alemão, onde o pessoal nos esperava.
Mais ou menos entre a primeira e a segunda grade de cerveja, ele quer foder. Recomendo-lhe um bar, que sempre agradou aos clientes estrangeiros, a quem mostrei a noite de Hamburgo, mas disse-lhe para preparar 250 Euros. Mas, não, ele já estava com um prostituta de rua, debaixo de olho, uma loura que não devia ter mais de 19 anos, que "atacava" à porta desse bar.

Crest: Não vás! Dá conversa às Alemas aqui e fodes sem pagar, ou se queres vai a uma casa de alterne.

E disse nao vás, porque nunca acreditei que estas meninas bonitas de corpo firme, realmente fodam pelos 50€, com que abordam os homens na rua. Mas ele foi!

Alemão: Crest, onde vai o teu amigo?
Crest: Diz que vai foder.
Alemão: Chama-o, ela vai tirar-lhe o dinheiro todo!
Crest: Deixa-o ir.

Passado 45m ele volta. Achei estranho ter demorado 45m.
Não vinha com cara de quem fodeu, mas sim com cara de quem foi fodido e nao gostou.

Crest: Foi bom?
Amigo: Foda-se não me digas nada, eu não me vim!
Crest: Tu conta-me tudo, que sempre quis saber como estas gajas trabalham.
Amigo: Ela disse-me 50€, para ir com ela para o quarto, e que me dava um broche e uma massagem.

(Nota: Massagem é a línguagem de rua para punheta)

Crest: Continua.
Amigo: Lá dentro, ela explicou que os 50€ que paguei foi para estar com ela e que me ia fazer um broche e uma massagem, VESTIDA!
Crest: Ahahahaha, mais, mais!
Amigo: Ela disse-me que por mais 50€ que se despia e lhe podia fazer um punheta de mamas.
Crest: E pagaste?
Amigo: Paguei.
Crest: Ahahahaha, foi bom?
Amigo: Não, eu queria foder. A meio da punheta de mamas, perguntei quanto tinha de pagar para foder e ela disse-me 50€.
Crest: E tu pagaste?
Amigo: Paguei.
Crest: Fodeste?
Amigo: Não! Ela ficou nua a masturbar-se dizendo para eu tocar ao bicho...

A conversa continuou, em Portugues. Foi bom para mim que fiquei a perceber a publicidade enganosa destas meninas e o motivo de elas só levarem clientes para os seus quartos e NUNCA vão para casa dos clientes.

50€, é só para irem com elas, broche com preservativo e punheta.
50€, para ela se despir ficando em cuecas, onde se pode dar uma punheta de mamas.
50€, para ela tirar as cuecas e masturbar-se à tua frente.

Se depois disto queres sexo vaginal, pagas mais 100 Euros, MAS os 30 minutos que tens direito já passaram e terás de pagar 200€ pela próxima hora.
É o negócio da China, estas meninas, não andam aqui a dar a cona, elas fazem tudo para o gajo se vir à mão, ou com broche e se não se vier, os 30 minutos acabaram. Fantástico!

Resumindo, ele perdeu 150€, não fodeu nem se veio. Eu fodi-me pois ele apareceu no bar teso e eu tive de pagar a despesa dele. Mas, eu pagaria mais 30€ para ver isto tudo novamente!

Amigo: No final disse-lhe que pensava que iamos foder e ela respondeu, que tinhamos fodido, mas que nunca me disse que me dava cona. Ainda teve o descaramento que me dizer que me deu 10 minutos extra.

Eu acho esta história deliciosa. Antigamente saía mais caro ter namorada com a dita "cona à borla", do que ir às putas. Parece que a crise mudou os papéis... mais vale ter namorada, pois a foda fica muito mais barata. É só fazer contas.

Todas a histórias têm uma moral e a moral desta é:

"Fodido, fodido, é ser fodido sem foder"

79 Comentários:

  Mulheka

segunda-feira, dezembro 01, 2008 8:08:00 da manhã

ahahahahahahah mas que grande melão com que o teu amigo ficou!
Sai-lhe muito mais barato pagar só pelo broche e depois alugar um filme porno no hotel e tocar ao bicho ahahahah

  Ana

segunda-feira, dezembro 01, 2008 10:57:00 da manhã

Oh pah ha coisas que nao se fazem, dasse!
O teu amigo tao esclarecido queria uma foda e olha acaba fodido... la no fundo ate houve foda so que o fodido foi ele!
"mais vale ter namorada, pois a foda fica muito mais barata. "
Resumindo, somos todas prostitutas quando se refere a foda??!!!
Ha umas que ficam e mais caras que outras!??!

  FATifer

segunda-feira, dezembro 01, 2008 10:59:00 da manhã

Adoro histórias com moral e a moral que arranjaste para esta (por mais imoral que pareça) está perfeita!

FATifer

  Maldonado

segunda-feira, dezembro 01, 2008 1:20:00 da tarde

Por isso mesmo é que não gosto de sexo pago, nomeadamente a putas de rua... :)

  Gravepisser

segunda-feira, dezembro 01, 2008 2:33:00 da tarde

HAHAHAHA, lindo!
Foi bem feito, se ao menos não tivesse sido avisado, era uma conta, agora assim!
A mim também não me diz nada, pagar por sexo, mas ao menos ali em Espanha sempre é mais barato, segundo testemunhos de amigos meus que são clientes habituais, por 40 euros tens direito a serviço completo durante meia hora, em bares de alterne! É muito luxo... xD

  Pax

segunda-feira, dezembro 01, 2008 3:49:00 da tarde

AHAHAHAHAH
Burroooooo!

:)

  White_Fox

segunda-feira, dezembro 01, 2008 4:32:00 da tarde

Eheheh! Fartei-me de rir com isto!
A moral da história está muito boa também, mas mais uma vez se vê que quando as hormonas começam a falar um gajo deixa de pensar com a cabeça de cima...

  White_Fox

segunda-feira, dezembro 01, 2008 4:34:00 da tarde

P.S. As putas aí são inteligentes. Sinceramente não sei se aqui também o são!

  poeta_poente

segunda-feira, dezembro 01, 2008 5:32:00 da tarde

"... mais vale ter namorada, pois a foda fica muito mais barata."

Esse comentário e tipo de pensamento não lembram a ninguém...

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:39:00 da tarde

Mulheka disse...

"Sai-lhe muito mais barato pagar só pelo broche e depois alugar um filme porno no hotel e tocar ao bicho ahahahah"

Sai mais barato dar conversa enquanto se bebe uns copos :)

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:43:00 da tarde

Ana disse...

"Resumindo, somos todas prostitutas quando se refere a foda??!!!"

Chegaste a uma conclusão estranha que me despertou a curiosidade de perceber o teu raciocino.
O que digo é que para conquistar uma mulher é necessário um investimento financeiro. Nao há excepções, há sim as mulher que o negam.

"Ha umas que ficam e mais caras que outras!??!"

Sim, há umas que ficam mais caras que outras, às mais caras chamam-se mulheres de alta manutenção.
É mais caro manter uma mulher Portuguesa do que uma Albanesa. É mais caro manter uma mulher Polaca do que uma Alemã.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:44:00 da tarde

FATifer disse...

"Adoro histórias com moral e a moral que arranjaste para esta (por mais imoral que pareça) está perfeita!"

Sim, que se aprende algo em tudo o que se faz!

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:45:00 da tarde

Maldonado disse...

"Por isso mesmo é que não gosto de sexo pago, nomeadamente a putas de rua... :)"

Nao pago por sexo, mas não tenho nada contra ele. Enquanto houver sexo pago, não há mais violações. O que não aceito é este tipo de publicidade enganosa. Visto que a prostituição é legal na Alemanha e pagam impostos, a publicidade não pode ser enganosa.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:49:00 da tarde

Gravepisser disse...

"em Espanha sempre é mais barato, segundo testemunhos de amigos meus que são clientes habituais, por 40 euros tens direito a serviço completo durante meia hora, em bares de alterne! É muito luxo... xD"

Aqui há bares de alterne luxuosos ainda mais baratos, mas as mulheres que trabalham lá não são recomendáveis. Regra geral da sul Americanas (que os Alemães adoram). Mas as sul Americanas, são imigrantes ilegais, logo não fazem exames, tornando-se perigosas, muitas praticam sexo sem preservativo em troca de mais dinheiro.

Na Alemanha ao pagar entre 200 e 500 euros, estás a pagar segurança e qualidade. Para ser sincero não acho que seja caro, tendo em conta como este trabalho deve ser difícil para o ego e amor próprio.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:50:00 da tarde

Pax disse...

" AHAHAHAHAH
Burroooooo!"

Oh, tadinho, se não for ele a fazer-me rir com as merdas constantes que faz, eu nunca riria assim :)

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:50:00 da tarde

White_Fox disse...

"A moral da história está muito boa também, mas mais uma vez se vê que quando as hormonas começam a falar um gajo deixa de pensar com a cabeça de cima..."

É verdade, abre-se a carteira e diz-se, serve-te :)

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:52:00 da tarde

White_Fox disse...

"P.S. As putas aí são inteligentes. Sinceramente não sei se aqui também o são!"

Nao sei se são inteligentes. São é muito bem treinadas. Todos os bordéis teem um a puta velha como gerente, é ela que dá formação às mais novas.

  Sol

segunda-feira, dezembro 01, 2008 6:54:00 da tarde

Tbm gostei do "moral da história", mas me contam estas histórias, do "meu amigo" fico sempre a pensar que a pessoa k tá a contar tá a falar dela p´ropria.




hehehehehhehe!!!!!

(Estou na brinbca)


Jokas.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:01:00 da tarde

poeta_poente disse...

Ora vamos, lá a isto. Devo dizer que comecei a responder agora aos comentários para chegar ao teu :D

Eu disse:
"... mais vale ter namorada, pois a foda fica muito mais barata."

Tu disseste:
"Esse comentário e tipo de pensamento não lembram a ninguém..."

Ora, fiquei na dúvida se este comentário tem a intencao de me ofender ou de amaciar as leitoras femininas. E os motivos que me levam a pensar isto sao os seguintes:

1- Se eu o disse/escrevi, obviamente este comentário lembrou a alguém, ou seja a mim. Neste aspecto o teu comentário torna-se ofensivo.

2- Para mim, que já escrevi imenso sobre isso, há dois tipos de homens. Os que dizem as coisas de uma forma directa e os que negam. Eu sou o directo, tu negas.

Já há muito que não era inspirado por um comentário, para escrever um texto. O teu comentário inspirou-me, pois tu e eu, somos muito diferentes e dois modelos exemplificativos de cada um dos 2 grupos masculinos que identifico.

No entanto, de forma a não seres mal interpretado, pois se não tivesse uma mente aberta poderia ter ficado ofendido. Seria engraçado que desenvolvesses este teu comentário.

Eu assumo o comentário que fiz, "... mais vale ter namorada, pois a foda fica muito mais barata", pois TODOS os homens querem ter cona certa e ter cona certa é ter namorada e para ter namorada não precisam amar nem nutrir qualquer tipo de sentimento. Isto é um tipo de homem que na minha opinião são TODOS, mas entre os todos, há os homens como tu... os que dizem que nao.

  Miss

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:03:00 da tarde

humm deixa ver se percebi:

antes compensava ir ás meninas pois estavam sempre dispostas e até eram baratinhas;

Agora, graças á crise, é inflação e á esperteza delas, mais vale ter namorada que esta ao menos nao cobra!



estranho....é que ja me disseram que ter namorada sai caro

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:03:00 da tarde

Sol disse...

"Tbm gostei do "moral da história", mas me contam estas histórias, do "meu amigo" fico sempre a pensar que a pessoa k tá a contar tá a falar dela p´ropria."

É verdade. Mas não tenhas problemas, no dia em que for às putas irei escrever sobre isso. Eu já sou anónimo, portanto assumir o que faço não é vergonha :)

Mas este é um amigo e quem acompanha este espaço desde há um ano, até se pode ter lembrado de um nome, que andou por aqui uns tempos :)

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:05:00 da tarde

Miss disse...

"estranho....é que ja me disseram que ter namorada sai caro"

Claro que sai, mas faz as contas.
Aqui paga-se 250 Euros por sexo, por mais cara que uma mulher fique, nao se gastam 250 Euros por dia, no caso de haver sexo todos os dias.

Com os ordenados em PT, isto seria uma foda mensal e mesmo assim, difícil de dar.

  Sol

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:07:00 da tarde

Ai que rápido na resposta!!!


Mas concordas com o k disse. Vá lá, tu és sempre do contra.
heheheheheh!!!!!!!!

  Miss

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:11:00 da tarde

pois eu tmb axo isso!

no entanto, a besta que me disse isso, foi porque me pagou dois almoços e me OFERECEU DE LIVRE VONTADE um top.


algum comentario possivel?

  Pax

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:15:00 da tarde

"Oh, tadinho, se não for ele a fazer-me rir com as merdas constantes que faz, eu nunca riria assim :)"

Eu deu para eu rir também :):):)

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:56:00 da tarde

Sol disse...

"Ai que rápido na resposta!!!"

Quando comentaste, estava a responder aos comentários anteriores :D


"Mas concordas com o k disse. Vá lá, tu és sempre do contra."

Concordo porque é verdade, o termo "amigo" é regularmente usado para dizer o que não queremos dizer de nós, mas eu adoro contar as merdas que faço :) Nao iria deixar o "amigo" levar os créditos todos.

Pois se fosse eu, eu iria foder com toda a certeza, pois existe uma entidade reguladora para estes casos, visto que as prostitutas são legais, pagam impostos e fornecem o serviço. A publicidade enganosa é ilegal, bem como cobrar sem fornecer um serviço!

Sairia de lá, ou com uma foda bem dada, ou com o meu dinheiro na totalidade, ou com um processo judicial contra a empresária em questão.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:59:00 da tarde

Miss disse...

"no entanto, a besta que me disse isso, foi porque me pagou dois almoços e me OFERECEU DE LIVRE VONTADE um top."

Dois almoços e um top? Ahahahaha
Sim, mas não podemos chamar homem a todas as bestas.
Eu falo em investir numa mulher e nao em gastar uns trocos, como nesse caso.
Um homem nunca atira à cara delas o que dá. Se dá para lhe saltar para as cuecas e nao salta, será como jogar na bolsa, um investimento que deu errado, só temos de partir para outra.

Os idiotas é que choram o dinheiro gasto.

"Algum comentário possível?"

Claro que sim, eu se fosse mulher, ao ouvir uma coisa dessas, dar-lhe-ia o top e 50 Euros e diria para meter tudo no cu!

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 7:59:00 da tarde

Pax disse...

"Eu deu para eu rir também :):):)"

É giro rir com as desgraças dos outros :)

  Ana

segunda-feira, dezembro 01, 2008 8:13:00 da tarde

LOL

Coitado, que melão!

'Mas este é um amigo e quem acompanha este espaço desde há um ano, até se pode ter lembrado de um nome, que andou por aqui uns tempos :)' - Até aposto que sei quem é ;)

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 8:15:00 da tarde

Ana disse...

"Até aposto que sei quem é ;)"

Ah pois... tu sim, és gaja para acertar. Ahahahahahahaha

  poeta_poente

segunda-feira, dezembro 01, 2008 10:48:00 da tarde

Crest, eu sinceramente tenho muita pena que penses assim. Mas tenho mais pena ainda que homens como tu achem que têm sempre razão e por se sentirem tão impotentes e incapazes de serem diferentes, atacam os outros, a minoria, sem dúvida, que são diferentes.
Há homens que não pensam que ter uma cona certa é o que interessa. Há homens que dão valor às mulheres por tudo o que rodeia a cona.
Há, eu sei que há, sou um deles.
Se tu és intolerante ao ponto de não acreditares, e prepontente também ao ponto de achares que toda a gente é como tu e que quem diz que não é, é dissimulado, tenho muita pena de ti e principalmente da mulher que vier a ser tua companheira pois para ti será sempre uma foda mais barata que uma prostituta.

Já leio o teu blog há algum tempo. Gosto de como escreves, embora não concorde muito com o chorrilho de palavrões que usas, mas o blog é teu e se eu não gostar é uma questão de não vir aqui.
Mas vou dizer o que penso. Digo-te sinceramente que és uma pessoa inteligente e com um sentido muito crítico, mas perdes a razão toda com a tua prepotência. Achas que a tua opinião é sempre a correcta, em todos os temas.
Quanto ao sentires-te ofendido com o meu comentário... bem... o que dirão as mulheres com o teu comentário...

Quanto ao tipo de homem que eu sou... sabes que mais? sou o tipo de homem que sabe o que é fazer amor e não apenas sexo, ou foder, como costumas dizer.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 11:28:00 da tarde

poeta_poente disse...

"Mas tenho mais pena ainda que homens como tu achem que têm sempre razão e por se sentirem tão impotentes e incapazes de serem diferentes, atacam os outros, a minoria, sem dúvida, que são diferentes."

Errado meu caro, eu não tenho sempre razão, argumento é a minha razão de uma forma que não é normalmente contestada.

O ao contrário de muitos não digo que sou diferente e não o digo porque seria arrogante da minha parte. Os homens não são todos iguais, mas são TODOS muito parecidos.

Quando um homem me diz que é diferente, dá-me um incontrolável vontade de rir.
Ser diferente não é um rotulo que te possas colocar, mas sim algo que os outros vêem em ti, ou não.

"Há homens que não pensam que ter uma cona certa é o que interessa. Há homens que dão valor às mulheres por tudo o que rodeia a cona."

Há? Será que há ou querem-se convencer que sim?
É que se há de facto um homem que consiga valorizar uma mulher sem pensar em sexo, eu gostaria de conhecer esse homem, falar com ele e provar que está a ser superficial.

Eu respeito a mulher como um ser belo e em todos os aspectos superior ao homem. O grupo de homens que respeita as mulheres nao é uma minoria como tu dizes.
O que não respeito é o homem. Portanto, tu não respeitas a mulher nem mais nem menos que eu, simplesmente achas que fazes parte de uma minoria especial. Quando de facto és um homem e como homem tens os mesmos instintos primitivos e animais de todos os outros homens. O que te faz respeitar e desrespeitar a mulher.

"Há, eu sei que há, sou um deles."

Eu não acredito que existam pessoas a afirmar isto. Pois isto faz de ti um homem perfeito e o sonho de qualquer mulher.

As mulher gostam do "especial" mas o especial para elas, são elas que decidem e não o vão buscar a qualquer grupo onde os homens voluntariamente se inserem.

Elas fazem os grupos, elas decidem quem é especial e nós, devemos esperar pela honra de ser bem catalogado por elas.

"Se tu és intolerante ao ponto de não acreditares, e prepontente também ao ponto de achares que toda a gente é como tu e que quem diz que não é, é dissimulado"

Ninguém tem nem pode ser como eu, pois eu sou único tal como tu. Tu sim, crias grupos, dos quais te colocas numa elite que nao existe.
Queres fazer as pessoas acreditar que és um homem sem intencoes sexuais, que adora a mulher pelo que ela é e só por isso.

A mulher gosta de ser adorada,mas adora ser fodida.

Um homem é realmente especial quando tiver o melhor dos dois mundos, ou seja o melhor que há em ser sensível e o melhor que há em ser animal.

"tenho muita pena de ti e principalmente da mulher que vier a ser tua companheira pois para ti será sempre uma foda mais barata que uma prostituta."

Nao tens de ter pena de mim, pois eu nunca falhei um relação. Por isso não estou longe do que elas procuram.

A tua interpretação pessoal do que digo é de uma cegueira incrível, pois eu não disse que a minha mulher será um foda barata. Eu digo que se queremos sexo uma namorada é uma foda barata em comparação com a prostituição.

A minha mulher será sim, a minha companheira, a minha razão de viver e o meu mundo será ela e só ela. Com ela rio, com ela choro, como ela fodo e sou fodido.
Foda barata não ser´com certeza, pois darei tudo e tudo não é pouco!

"Já leio o teu blog há algum tempo. Gosto de como escreves, embora não concorde muito com o chorrilho de palavrões que usas, mas o blog é teu e se eu não gostar é uma questão de não vir aqui."

Exacto. Eu não espero que concordem comigo, mas gosto que argumentem as discordâncias, pois isso cria um saudável conflito de argumentos que é objectivo deste meu blogue.

Quando uso o "chorrilho" de palavras, é porque nao sou um lambe conas, como muitas almas masculinas na blogosfera e certamente já leste muitos desses blogs. Os lambe conas, são os que só escrevem para agradar à mulher, sao os que só fazem comentários concordantes independentemente das baboseiras que algumas escrevem.

Eu sei que o que escrevo, faz dói-dói a muitos homens, mas na verdade, tenho escrito muito sobre nós e mesmo os homens por mais diferentes que se achem, não arranjam maneira de me desmentir.

Somos animais, somos parvos, somos burros e perdemos mulheres fantásticas por isso. Claro que uns são mais do que os outros, mas não me venham com especiais porque isso soa a quase perfeito.

As palavras homem e perfeito, nunca devem ser usadas na mesma frase, nem sequer a palavra quase.

Quase perfeita é a mulher. O homem é quase qualquer coisa decente, não um, TODOS.

"Mas vou dizer o que penso. Digo-te sinceramente que és uma pessoa inteligente e com um sentido muito crítico, mas perdes a razão toda com a tua prepotência."

Perder a razao, vai contra a definicao de razao, que é algo inato que nunca se perde.

"Achas que a tua opinião é sempre a correcta, em todos os temas."

Nao é a correcta, eu defendo pontos de vista muitas vezes incorrectos, espero é que argumentem as minha incorrecções, tal como estás a tentar fazer.

"Quanto ao sentires-te ofendido com o meu comentário... bem... o que dirão as mulheres com o teu comentário..."

Basta ler e esperar por mais comentários. Elas sabem muito bem que o homem se aproxima e tem sexo em mente. O homem tem sempre sexo em mente e se não tem, numa altura ou outra pensa nisso. O homem que é livre de pensamentos sexuais, mente.

"Quanto ao tipo de homem que eu sou... sabes que mais? sou o tipo de homem que sabe o que é fazer amor e não apenas sexo"

Ou seja, fazes algo que não pode ser feito. Tens a formula secreta para fazer amor. Se o fazes, espero que sejas amado, pois serás a única pessoa no mundo a fazer um sentimento.

Podem chamar-lhe, fazer amor, ou fazer pasteis de bacalhau. Chamem o que lhe chamarem é sempre sexo COM ou sem amor, mas o termo correcto é sexo.

Quanto ao termo "foder", elas gostam de foder mesmo quando amam. Esse termo de "fazer amor" é muito giro e romântico, elas gostam disso mas de vez em quando, pois elas querem mais, elas querem sexo com amor, foder à bruta com amor. Elas querem variar, querem ser estimuladas e estimular.

Compreendo e aceito o teu ponto de vista, mas é uma visão pouco lógica, toldada por um imenso romantismo que te tolda a analise.

  Neritah

segunda-feira, dezembro 01, 2008 11:30:00 da tarde

Desculpem la aos dois (Crest e Poenta_poente) voces estao ai a discutir se os homens so querem cona ou nao... mas ja pensaram que se calhar as mulheres tambem so querem caralho?

Bem a verdade e que tao os dois certos e ao mesmo tempo os dois errados... tanto ha aqueles/aquelas que so querem cona/caralho como ha aqueles que gostam de lamechices... e a vida!

em relacao ao texto... bem... nao tenho nada a dizer visto que a frase 'fodido ter sido fodido sem foder' ja disse tudo!

  Neritah

segunda-feira, dezembro 01, 2008 11:31:00 da tarde

*poeta_poente (lapso de teclado...)

  Crest©

segunda-feira, dezembro 01, 2008 11:39:00 da tarde

Neritah disse...

"Desculpem la aos dois (Crest e Poenta_poente) voces estao ai a discutir se os homens so querem cona ou nao... mas ja pensaram que se calhar as mulheres tambem so querem caralho?"

Nao diria "só", pois elas sao muito mais exigentes que nós, mas sim querem caralho, querem fazer sexo com amor e foder com o seu amor.

Para elas o excesso de romantismo torna-se numa monotonia.
Uma mulher com um homem super romântico, envolve-se com facilidade, mas é só por uns tempo e depois acaba porque se torna uma chatice.

"Bem a verdade e que tao os dois certos e ao mesmo tempo os dois errados... tanto ha aqueles/aquelas que so querem cona/caralho como ha aqueles que gostam de lamechices... e a vida!"

Sorry, mas todos os homens querem sexo, eles querem tanto sexo que basta pensar que o vão fazer e estão prontos a fazê-lo. Nao precisam de grandes conversas nem preliminares.
Agora, lamechices, elas gostam em doses q.b., o sexo elas gostam em doses que as satisfaçam, ou seja doses acima da média.

  Lize

segunda-feira, dezembro 01, 2008 11:51:00 da tarde

O post deixou.me boquiaberta, porque realmente nós gajas, somos muito espertas. Isto é o que se chama "ganhar a vida", e ainda por cima ganham-na sem terem muitos a fodê-las... tal como disseste na tua moral, fodidos são os que pagam bem para muito pouco. Ou menos do que esperavam.
Quando a essa tua frase que está a gerar polémica, quando a li também não gostei do que disseste, porque o que deu a entender é que mais vale arranjar uma namorada e fodê-la porque fica bem mais barato. No comentário de resposta ao poeta_poente, já disseste que "eu não disse que a minha mulher será um foda barata." Então assim, já concordo contigo. Todos os homens pensam em sexo, sim. Tal como a Neritah disse, a maioria das mulheres também o adora, sim. E que romantismo a mais não convém, e não é tudo, também. Tal como tudo, o que é a mais, enjoa... Mas entre os homens pensarem bastante em sexo, e só quererem sexo, expressando para isso sentimentos que não têm, vai uma grande distância.

  Neritah

segunda-feira, dezembro 01, 2008 11:53:00 da tarde

desculpa crest mas na realidade ha alturas (va...) em que tanto os homens como as mulheres SO querem foder!
mas isso e como tudo na vida... agora concordo contigo, excesso de lamechices mete nojo a qualquer um dos sexos... pode ser muito lindo ao principio porque ele ate e capaz de oferecer uma flor, mas ao fim de algum tempo uma flor (ou seja la o que for) deixa de ser um jesto romantico e passa a ser apenas mais um jesto, apenas uma rotina. e uma rotina nao e uma relacao (apesar de muitas funcionarem assim). pelo contrario uma foda e sempre diferente e sempre original mas se for feita com sentimentos a mistura... uma foda fria tambem chega a uma altura que comeca a ser rotina... mas de vez em quando ate sabe bem!

concordo contigo em varios pontos da tua resposta ao poeta_poente. uma pessoa nao se pode auto-classificar especialmente no sentido em que ele se esta auto-classificar...
e em relacao ao fazer amor... e mesmo isso! o amor nao se faz, sente-se...

  afectado

segunda-feira, dezembro 01, 2008 11:55:00 da tarde

Ahahaha o teu amigo levou uma foda das grandes!

Estou a ver que cona deve ser dos produtos mais caros do mundo :P. Mesmo quando não se chegam a consumir :)

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:00:00 da manhã

Lize disse...

"Quando a essa tua frase que está a gerar polémica, quando a li também não gostei do que disseste, porque o que deu a entender é que mais vale arranjar uma namorada e fodê-la porque fica bem mais barato."

O que é uma namorada se nao alguém que se namora? Uma namorada é uma amante, pode ser a tal e pode nao ser.

Uma foda ocasional é com uma namorada ocasional.

Um homem pode ter o sexo que quer, pois há sempre uma mulher que quer o mesmo, alí, na hora sem pensar no amanha.

Sim, uma foda sai barata, a nivel financeiro e sentimental. Mas nunca a mulher que amamos será uma foda barata.

O texto fala de sexo sem ligacoes sentimentais e quando o leitor trás sentimentos para uma análise a um texto isento deles, vai errar e ao errar, cá estarei eu para esclarecer.

"Todos os homens pensam em sexo, sim. Tal como a Neritah disse, a maioria das mulheres também o adora, sim."

Claro que sim, mas os homens são todos e as mulher são muitas.

"E que romantismo a mais não convém, e não é tudo, também. Tal como tudo, o que é a mais, enjoa... Mas entre os homens pensarem bastante em sexo, e só quererem sexo, expressando para isso sentimentos que não têm, vai uma grande distância."

Ora chegaste lá. Os homens a quem chamo "lambe conas" são esses, que expressão tudo quanto é sentimento não porque o sentem, mas porque sabem que é o que elas querem ouvir.

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:05:00 da manhã

afectado disse...

"Estou a ver que cona deve ser dos produtos mais caros do mundo :P. Mesmo quando não se chegam a consumir :)"

Existem sómente duas maneira de ter cona completamente grátis. Uma é certa e a outra é errada.

A certa:
É o sexo por sexo, ele quer, ela quer e fazem. Nada de sonhos, ilusoes ou segunda intencoes.

A errada:
Usar de fraquezas ou sentimentos para chegar ao sexo, usando a outra pessoas e magoando-a. Aqui só sai barato a um deles.

Qualquer outra relação sai muito cara. As putas são as mais caras, pois exigem muito dinheiro. As mulheres que amamos exigem e queremos dar muito mais, esse muito é tudo. E custa sempre muito dar tudo. Mas que não haja duvidas que é financeiramente mais barato.

Digo isto, porque as pessoas insistem em trazer sentimentos, por um texto que fala de sexo puro e duro, sem sentimentos, uma simples troca de serviços.

  Abobrinha

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:15:00 da manhã

Crest

Bem, isto elimina de todo a tal dualidade fazer amor/fazer sexo. É LINDA a história! Ai ele achava que tinha galinha gorda por pouco dinheiro! Querias!

Bem, eu sinto-me um bocado desconfortável com a ideia de trocar sexo por dinheiro, mas pronto. Ao menos a ser, que seja com mulheres que o façam por opção e não mulheres vítimas de tráfego humano. E o teu amigo... foi bem gozado por uma mulher esperta! Muito bom!

  caditonuno

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:24:00 da manhã

e no fim lá arranjou uma nova amiga de graça ou nem por isso? ficou f***** duplamente?

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:32:00 da manhã

Abobrinha disse...

"Ai ele achava que tinha galinha gorda por pouco dinheiro! Querias!"

Ahahahahaha

"Bem, eu sinto-me um bocado desconfortável com a ideia de trocar sexo por dinheiro, mas pronto. Ao menos a ser, que seja com mulheres que o façam por opção e não mulheres vítimas de tráfego humano."

Claro que sim, só há oferta porque há procura, por isso que os servicos sejam feitos de forma segura para ambas as partes.

"E o teu amigo... foi bem gozado por uma mulher esperta! Muito bom!"

Nao sei até que ponto foi legal, o que aconteceu, mas também nao tenho qualquer interesse em me informar :P

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:34:00 da manhã

caditonuno disse...

"e no fim lá arranjou uma nova amiga de graça ou nem por isso? ficou f***** duplamente?"

No fim, voltou para o hotel. Acho que os dias que está a passar em Berlim, vao ser para recuperar o apetite sexual. Ahahahahahaah
No próximo fim-de-semana estará cá mais uma noite antes de deixar o país. Arranjar-se-á qualquer coisa sem ter de pagar :)

  Abobrinha

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:40:00 da manhã

Crest

Li os comentários e detive-me no que fizeste antes do meu. Essa do dar tudo é, de facto, muito complicada. Mas é a que tem mais retorno, de facto. Emocionalmente muito lucrativa, embora muito homem resista a dar tudo isso.

Ocorreu-me ainda que além da queca grátis, muitos homens portugueses optam ainda pela abordagem "mulher a dias": aquela com quem casam e que "respeitam" e "amam", sendo que dão quecas nas outras (a pagantes ou não, dependendo da disponibilidade feminina e/ou financeira). O respeito e amor estão entre aspas porque são conceitos estranhos. A saber: "respeitar" será dar quecas segundo os princípios do respeito (sabes que há práticas que são incompatíveis com mulheres de família! Credo!) e "amar" significa manter a ela e à prole enquanto se procura diversão noutros lados. Isto é doentio porque feito intencionalmente. É extremamente típico do nosso país, tenho vergonha de reconhecer!

Foi neste sentido que escrevi este post (os comentários são dolorosos, aviso já). Enquanto houver homens com esta noção de amor e respeito... as mulheres estão bem lixadas!

  vita

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:44:00 da manhã

Pois, o amigo foi fodido e nem se veio.;P


Quanto à frase do "sai mais barato arranjar uma namorada" é assim a modos que "fria", mas certissima, sendo honestas todas as mulheres gostam de uns jantares, umas idas a um hotel giro, uma prenda de vez em quando, mil e uma coisa que acontecem numa relação a dois, a mulher gosta de ser "paparicada" o resultado por norma é o namoro, com direito à foda, posto isto, ir a uma prostituta, fode só uma vez, e gasta o dinheiro, com uma namorada se ela não tiver muitas dores de cabeça, dá uma foda por semana e sempre poupa uns trocos...lol

Mais a sério, como foi dito acima, a mulher ás vezes também quer só uma foda, sem "mariquices" foder porque lhe apetece, particularmente enjoa-me tanta coisinha, ai amor, querida, vamos fazer amor, etc etc.
Gosto de carinho, dou e recebo, sou meiga, e gosto de ser "mimada" tudo dentro de um certo contexto, irrita-me o excesso de mimo, o excesso de concordância, o dizerem amém a toda a hora.

Gosto de sexo, e gosto de o fazer com alguém que eu goste, foder com tesão, selvagem, e isso meu caro não se chama fazer amor, como dizes, é foder, e sim, o foder é bom, e nós as mulheres gostamos, como gostamos de carinho e atenção, meiguice mas tudo tem a sua altura, e os momentos somos nós que o fazemos, é lógico que sabendo viver todos os momentos ajuda.;P

  *Joana*

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:45:00 da manhã

A ideia de pagar para foder só me diz uma coisa: NOJO! não percebo porque é que o teu amigo teve de ir logo com a primeira prostituta que lhe apareceu a frente quando com certeza nao seria assim tao improvavel encontrar uma qualquer rapariga dita normal que nao cobraria nada por uns momentos de prazer mutuo! estamos no seculo XXI por amor de deus, ja ha mulheres solteiras e disponiveis que nao abdicam do sexo apesar de nao serem casadas e, ao que sei, nao sao malvistas por isso...Se calhar antigamente era diferente mas agora nao sei porque e que a profissao mais antiga do mundo nao se extinguiu!
Mas nao deixo de achar que a história foi muuuiiito engraçada :P

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:52:00 da manhã

Abobrinha disse...

"Li os comentários e detive-me no que fizeste antes do meu. Essa do dar tudo é, de facto, muito complicada. Mas é a que tem mais retorno, de facto. Emocionalmente muito lucrativa, embora muito homem resista a dar tudo isso."

Porque é no dar o tudo, que nos tiram tudo. O homem procura certezas antes de o dar e as certezas nunca são certas. Neste aspecto a mulher é mais corajosa e arrisca mais. Por isso é também regra geral quem mais sofre, sendo o homem quem mais perde por não arriscar.

"Ocorreu-me ainda que além da queca grátis, muitos homens portugueses optam ainda pela abordagem "mulher a dias": aquela com quem casam e que "respeitam" e "amam", sendo que dão quecas nas outras (a pagantes ou não, dependendo da disponibilidade feminina e/ou financeira)."

Também há as que obrigam os homens a fazê-lo, pois o sexo é-lhes recusado. Conheço um caso em que o homem não toca na mulher há 3 anos e são casado há 8. Ela tem sexo, ele tem sexo, só que nunca estao juntos nesses momentos. O casamento é uma imagem publica que se tem de manter... estupidez.


"(sabes que há práticas que são incompatíveis com mulheres de família! Credo!)"

Sim a ideia de que se fodem as putas mas nunca a sua própria mulher, que anseia por uma foda que a tira da rotina que sufoca!

"e "amar" significa manter a ela e à prole enquanto se procura diversão noutros lados. Isto é doentio porque feito intencionalmente. É extremamente típico do nosso país, tenho vergonha de reconhecer!"

Há ainda uma mentalidade de que se casa e as pessoas passam a objectos para nos servirem. Elas limpam, cozinham e tratam dos filhos. Eles trazem o sustento e penduram prateleiras. O sexo é feito fora de casa com terceiros.


"Foi neste sentido que escrevi este post (os comentários são dolorosos, aviso já). Enquanto houver homens com esta noção de amor e respeito... as mulheres estão bem lixadas!"

Discordo de um ponto no que foi dito nos comentários. As mulheres não escondem melhor a traição, não porque não se sentem confortáveis a fazê-lo, mas sim porque não sentem a mesma necessidade do homem e contar aos amigos quem anda a comer.

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 12:58:00 da manhã

vita disse...

"Quanto à frase do "sai mais barato arranjar uma namorada" é assim a modos que "fria", mas certissima"

Só de uma forma fria, livre de sentimentos é que poderemos analisar correctamente uma situacao. Este texto fala de sexo ocasional e putas, nao percebo os motivo pelo qual trouxeram sentimentos para os comentários...

"sendo honestas todas as mulheres gostam de uns jantares, umas idas a um hotel giro, uma prenda de vez em quando, mil e uma coisa que acontecem numa relação a dois, a mulher gosta de ser "paparicada" o resultado por norma é o namoro, com direito à foda, posto isto, ir a uma prostituta, fode só uma vez, e gasta o dinheiro, com uma namorada se ela não tiver muitas dores de cabeça, dá uma foda por semana e sempre poupa uns trocos...lol"

Ora lá está :P

"Mais a sério, como foi dito acima, a mulher ás vezes também quer só uma foda, sem "mariquices" foder porque lhe apetece, particularmente enjoa-me tanta coisinha, ai amor, querida, vamos fazer amor, etc etc."

Exactamente o que quero dizer. Amem as vossas mulheres, mas fodam-nas, pois fazer amor todos os dias é como comer de um só grupo alimentar. Nao me imagino a viver, comendo só cereais...

"Gosto de carinho, dou e recebo, sou meiga, e gosto de ser "mimada" tudo dentro de um certo contexto, irrita-me o excesso de mimo, o excesso de concordância, o dizerem amém a toda a hora."

A ti e a qualquer mulher segura de si, que não tenha carências afectivas. A técnica dos homens lamechas, só resulta com mulheres inseguras, já queimadas ou seja fritas da tola!


"Gosto de sexo, e gosto de o fazer com alguém que eu goste, foder com tesão, selvagem, e isso meu caro não se chama fazer amor, como dizes, é foder, e sim, o foder é bom, e nós as mulheres gostamos, como gostamos de carinho e atenção, meiguice mas tudo tem a sua altura, e os momentos somos nós que o fazemos, é lógico que sabendo viver todos os momentos ajuda.;P"

Julgo que o "meu caro" é o Poeta, pois eu digo exactamente isso!

  Abobrinha

terça-feira, dezembro 02, 2008 1:02:00 da manhã

Crest

"Discordo de um ponto no que foi dito nos comentários. As mulheres não escondem melhor a traição, não porque não se sentem confortáveis a fazê-lo, mas sim porque não sentem a mesma necessidade do homem e contar aos amigos quem anda a comer."

Eu acho que é pior ainda: se uma mulher traiu, isso pode significar que foi mais ainda que sexo! Pode significar que no seu coração traiu mesmo e não só o corpo.

Pois, essa famosa mania de muitos homens se gabarem...

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 1:10:00 da manhã

Abobrinha disse...

"Eu acho que é pior ainda: se uma mulher traiu, isso pode significar que foi mais ainda que sexo! Pode significar que no seu coração traiu mesmo e não só o corpo."

Regra geral é isso mesmo, procura noutro o que o seu companheiro já não lhe dá para a achar garantida. procura carinho e atenção e até um valente foda, com gritos e suores.

Mas há cada vez mais, mulheres a trair sem motivo.

O que a revolução sexual nos está a trazer é a liberdade da mulher poder afirmar que gosta de sexo, que quer sexo, de dizer como, onde e com quem o quer.

Noto que toda esta liberdade, está de certa forma a inverter os papeis, levando muitos homens a esconder o seu apetite sexual, de forma a impressionar a parecer diferente.

Bolas! Se finalmente elas se sentem livres de dizer que gostam de sexo, é altura dos homens gritarem "YESSSSSSSSSSS!!!", mas não, muitos estão-se a reprimir, pois na verdade sentem-se intimidados inseguros.

"Pois, essa famosa mania de muitos homens se gabarem... "

Gabam-se até de comerem quem não comem. No dia em que o homem perceber que o segredo está em comer e calar, vão andar melhor alimentados, ahahahaha

  vita

terça-feira, dezembro 02, 2008 2:45:00 da manhã

Exacto crest, desculpa, o "meu caro" era o poeta sim, misturei um pouco a resposta, mas acho que ficou a ideia.;)

  Afrodite

terça-feira, dezembro 02, 2008 11:46:00 da manhã

Porra o dinheiro que ando eu a perder...foda-se! AHHAHAHAHAHAH

Abreijinhosssss

  Ana

terça-feira, dezembro 02, 2008 3:55:00 da tarde

Bem, onde este post ja foi e continua a ir...
Mas, eu nao cheguei a conclusao nenhuma quis perceber onde querias chegar com a tua afirmacao...
Apesar de aqui em outros comentarios ja existir parte daquilo que queria dizer, nao posso deixar de o fazer.
Na tua frase "mais vale ter namorada, pois a foda fica muito mais barata. pressupoes que todos os homens querem cona e que as mulheres so a dao a troco de algo! E isso e que eu nao consigo entender...

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 4:03:00 da tarde

vita disse...

"Exacto crest, desculpa, o "meu caro" era o poeta sim, misturei um pouco a resposta, mas acho que ficou a ideia.;)"

:D

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 4:03:00 da tarde

Afrodite disse...

"Porra o dinheiro que ando eu a perder...foda-se! AHHAHAHAHAHAH"

Ahahahahah

  Crest©

terça-feira, dezembro 02, 2008 4:06:00 da tarde

Ana disse...

"pressupoes que todos os homens querem cona e que as mulheres so a dao a troco de algo! E isso e que eu nao consigo entender..."

Sim, todos os homens querem cona e os que nao querem cona, querem cu.
Um casal diz que se ama, até que ela revela que tem um problema e o sexo será impossível.
Menos de 1 em cada 10 homens fica!

E acho que é mais do que lógico, que as mulheres só se entregam a troco de algo. Isso nao é serem putas antes pelo contrário, preocupante seria a mulher dar cona sem receber na em troca.

O sexo é uma partilha, dar e receber!

Com este texto fico feliz, por a maioria das mulheres terem percebido.

Terça-feira, Dezembro 02, 2008 3:55:00 PM

  Ana

terça-feira, dezembro 02, 2008 4:22:00 da tarde

"E acho que é mais do que lógico, que as mulheres só se entregam a troco de algo. Isso nao é serem putas antes pelo contrário, preocupante seria a mulher dar cona sem receber na em troca." As prostitutas dao na a troco de dinheiro e as restantes??? Foi nesse sentido todo o meu comentario!

  poeta_poente

terça-feira, dezembro 02, 2008 5:37:00 da tarde

Crest:
Vai ser difícil não me alongar na resposta pois tocas em muitos pontos em que discordamos.
No entanto, acho que o fundamental do que quero dizer é que o que eu disse foi que o meu intuito ao estar com uma mulher não é o sexo, e quer acredites quer não, para mim isso é muito pouco importante, e mesmo muito secundário.
Se penso nisso, é óbvio que o faço. Se gosto, adoro. Se achas que está errado chamar fazer amor, não concordo contigo, pois isso é apenas uma questão linguística, acho que não tem assunto nenhum irmos por aí.
Dizer que se é diferente, não é ser arrogante, é ser coerente, pois ao afirmarmos que somos únicos, isso já nos torna diferentes.
Eu não considero a mulher superior ao homem, nem o homem superior à mulher. Há homens e homens e há mulheres e mulheres...
Sinceramente duvido muito que eu seja o sonho de qualquer mulher, tal como duvido muito que as mulheres, na sua maioria, queiram um homem diferente.

Quanto à parte do blog, concordo contigo, há muitos blogues de lambe conas, como dizes, mas acho que não ser lambe conas não implica necessariamente dizer palavrões, acho que és completamente diferente mas não é por isso. Aliás o teu blog é dos poucos que sigo com regularidade.

Para terminar, quanto ao romantismo que me tolda a realidade, tens toda a razão... sou extremamente romântico.

  Miss

terça-feira, dezembro 02, 2008 5:53:00 da tarde

o top deixei num saco do Lidl á porta de casa dele.

Em relação ao dinheiro...deixei uma lista de facturas da gasolina que gastei para ir ter com ele :)

  Abobrinha

terça-feira, dezembro 02, 2008 7:52:00 da tarde

Ana

Acho que consigo entender um pouco o teu dilema, mas estás a extremar posições da maneira errada.

O que se passa é que entregar-se por amor não é o mesmo que entregar-se por nada. Pelo contrário: é entregar-se por TUDO! O tal querer tudo (o corpo, a alma, o tempo, as carícias,...), como oposto a dinheiro. No meio há toda uma série de dádivas/trocas, como a troca de prazeres (também conhecida como pura troca de fluidos), mais ou menos acompanhada de afectos. Ou seja, estás só a ver os dois extremos. Eles existem, mas as situações de vida realm não se resumem a elas.

O que não concordo é com o dar-se por nada. Existindo, é uma tolice e uma falta de amor-próprio. É pura e simplesmente um erro, porque quem se dá por nada recebe isso mesmo: nada! E mulher nenhuma (nem homem nenhum) merece isso.

Espero ter contribuído para desfazer a embrulhada. Se não, refila!

  Van

terça-feira, dezembro 02, 2008 7:52:00 da tarde

OH pah, hoje não tou lá com muita pachorra pra discutir relações e motivações homem/mulher. Mas pegando na discussão Crest vs Poeta(posso ir buscar os boxers e a piscina de lama, posso posso?) acho que um (tu) é muito crú e outro (o poeta) é muito romântico. Como vou conhecendo o que motiva um (tu), não achei a frase ofensiva pq a vi numa perspectiva crua. Como conheço o poeta, também entendo o que o levou a "revoltar-se" contra essa crueza. São dois homens muito diferentes, mas, ah ah ah ah são homens! =D são "animais, parvos, burros e perdem mulheres fantásticas por isso" LOOOOOOOOOOOOOOOL! =D
Pegando na frase crua, percebo que se diga que ir às meninas é a forma mais cara (em alguns casos) de ter sexo. E acredito que existam homens que mantêm namoradas apenas para o sexo. Mas não acredito que tudo o que um homem faça seja só e apenas com a intenção de sexo! Isso já é muito Freudiano, pah.

  Kohinoor

terça-feira, dezembro 02, 2008 8:46:00 da tarde

Bolas as meninas estão caras! Qualquer dia temos o Lidl a oferecer desconto de 2€/meia hora de meninas por cada 100€ de compras efectuadas!! hehehe

Obrigado pela informação nos comentários. De facto, há que haver uma aceitação do nosso lado cobridor, é dele que surge um dos nossos grandes impulsos.

Não vejo mal nenhum em estar com uma mulher se for só para brincar e partilhar sexo. Desde não sejam maltratadas, haja respeito e entendimento, até é bem saudável. Acho que o problema nisso é o medo de classificar as mulheres como putas, e homens como cabrões, e deixa de os respeitar.

POde dizer-se que defendo aquela frase: "Enquanto a mulher certa não vem, diverte-te com a errada"... Embora tem de ser a errada certa hehehe

Em relação à mulher ideal, ela aparece quando menos esperamos!

  Ana

quarta-feira, dezembro 03, 2008 12:39:00 da manhã

Abobrinha e Crest:
Argumentar com pessoas como o Crest que o fazem de uma forma fria, directa, e ate presuncosa mas tambem acertiva, objectiva e concisa, para mim, passa muitas vezes pelo colocar questoes e tentar apanhar um deslize, uma contradicao, ate porque grande parte dos posts que li dele aqui entro sempre em concordancia e os poucos que isso nao aconteceu tentei sempre faze-lo... resumindo, existem pessoas que adoram "discutir" porque da pica e a mim parece-me ser o caso de nos os tres.
Assim, no primeiro comentario que fiz "larguei" uma questao que achei que iria causar polemica, e fui dando sequencia a isso, questionar se ele acha que nos mulheres vemos o sexo como uma troca, tal como as prostitutas independentemente do que se recebe; se a troca era apenas no sexo em si ou numa relacao; e por fim, se as mulheres usam o sexo como arma;
O Crest foi acabando por me responder, mas no meu ultimo comentario cometi um lapso pois nao li a ultima frase do seu comentario e quando dei por isso ja tinha enviado o meu comentario que agora nao faz sentido.
Bem, a minha opiniao passa basicamente pela questao do sexo ser uma partilha de dar e receber, mas que as mulheres, infelizmente, o usam como uma arma, isto porque foram "obrigadas" a reprimir o desejo que sentiam pela religiao predominantemente catolica, fazendo assim que as prostitutas tivessem uma razao de existir mas ha um ponto que tanto tu como o Crest referem que ai discordo mesmo haverem mulheres que fazem sexo em troca de nada, acho mesmo que nenhuma mulher o faz!
Fundamentalmente, para mim o sexo e em primeira instancia uma necessidade fisica a satisfazer tal como a alimentacao, o sono, etc...
(Agradeco a tua atencao desde ja e agora deixei aqui um comentario gigante e secante mas como ja estava a ser mal interpretada teve que ser...)

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 4:43:00 da manhã

Ana disse...

"As prostitutas dao na a troco de dinheiro e as restantes??? Foi nesse sentido todo o meu comentario!"

A troco de sexo, a troco de amor, de carinho, compreensão, etc, etc, etc por vezes coisas mais dificeis de dar do que o dinheiro.

Financeiramente fica muito mais barato!

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 4:59:00 da manhã

poeta_poente disse...

"acho que o fundamental do que quero dizer é que o que eu disse foi que o meu intuito ao estar com uma mulher não é o sexo, e quer acredites quer não, para mim isso é muito pouco importante, e mesmo muito secundário."

Mas é aqui que entra o teu romantismo, tu falas de sexo com sentimentos e nao do sexo por sexo. Há quem faca sexo por sexo, acho que quase toda a gente o fez.
Um está em baixo, o outro também, ambos compreendem o que se vai passar a dá em sexo. Nao há nada mais do que isso.

Lá porque não pensas nisso constantemente, não quer dizer que o recuses.
Se uma gaja que te agrade, te quer foder mas deixa claro que é só sexo, duvido que recuses.

"Se achas que está errado chamar fazer amor, não concordo contigo, pois isso é apenas uma questão linguística, acho que não tem assunto nenhum irmos por aí."

Uma questao indiscutivel em que 90% dos leitores concordam. O facto de nao se poderem fazer sentimentos é um facto que nao é linguístico. Pode-se é fazer coisas COM sentimento.

"Dizer que se é diferente, não é ser arrogante, é ser coerente, pois ao afirmarmos que somos únicos, isso já nos torna diferentes."

Ao sermos unicos no caso masculino nao somos diferentes, somos menos iguais, mas os instintos estao todos lá, podemos é ter crescido mentalmente para os controlar.

"Eu não considero a mulher superior ao homem"

É-o fisicamente, está provado que está mais evoluida, consegue fazer o mesmo que o homem com menos 6 milhoes de neuronios, consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo, pensar em tudo, consegue trabalhar, cuidar dos filhos, arrumar a casa e ainda fazer sexo com o marido que após o trabalho, só quer comer, foder e dormir.

"Sinceramente duvido muito que eu seja o sonho de qualquer mulher, tal como duvido muito que as mulheres, na sua maioria, queiram um homem diferente."

Querem um homem diferente, em particular se for equilibrado, se tiver romantismo q.b., perigo de cabrão q.b., se for assertivo, lógico, objectivo no entanto imprevisível. Assim, elas caem todas, quer queiras ou nao!

"Quanto à parte do blog, concordo contigo, há muitos blogues de lambe conas, como dizes, mas acho que não ser lambe conas não implica necessariamente dizer palavrões, acho que és completamente diferente mas não é por isso."

O palavrão não existe, é uma palavra como as outras injusticadas por quem lê! O Miguel Esteves Cardoso disse um dia que o "palavrao", só é de uso incorrecto quando usado numa frase com o seu significado real. Por isso deixo dois exemplos de ofensivo e perfeitamente normal.

1- Tenho uma verruga na ponta do caralho.

Neste caso é ofensivo, pois caralho é um termo feio para pénis e é de pénis que falo. Agora:

2- Este telemóvel é feio como o caralho.

Aqui nao há nada de errado, caralho passa a ser uma palavras inocente composta por 7 letras.

Merda tem as mesmas letras de Darem e a ofensa é igual, pois é a mente das pessoas que injusticam as palavras.

"Para terminar, quanto ao romantismo que me tolda a realidade, tens toda a razão... sou extremamente romântico."

O romantismo é algo que falta a muitos homens, mas quem o tem deve usá-lo q.b sem deixar que o impessa de ser lógico. A lógica é a unica vantagem do homem sobre a mulher.

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 5:00:00 da manhã

Miss disse...

"o top deixei num saco do Lidl á porta de casa dele."

Ahahaahahha

"Em relação ao dinheiro...deixei uma lista de facturas da gasolina que gastei para ir ter com ele :)"

Aahahahahahahahah, boa, boa!!!

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 5:03:00 da manhã

Abobrinha disse...

"O que se passa é que entregar-se por amor não é o mesmo que entregar-se por nada. Pelo contrário: é entregar-se por TUDO!"

Correcto.

"O tal querer tudo (o corpo, a alma, o tempo, as carícias,...), como oposto a dinheiro. No meio há toda uma série de dádivas/trocas, como a troca de prazeres (também conhecida como pura troca de fluidos), mais ou menos acompanhada de afectos."

Exacto.


"O que não concordo é com o dar-se por nada. Existindo, é uma tolice e uma falta de amor-próprio. É pura e simplesmente um erro, porque quem se dá por nada recebe isso mesmo: nada! E mulher nenhuma (nem homem nenhum) merece isso."

Isso é sexo por caridade, há quem o faca com ex-namorados/as depois de acabar, com um/uma amiga/o fragilizado/a. Isso sim é humilhante e é por nada!

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 5:09:00 da manhã

Van disse...

"acho que um (tu) é muito crú e outro (o poeta) é muito romântico. Como vou conhecendo o que motiva um (tu), não achei a frase ofensiva pq a vi numa perspectiva crua. Como conheço o poeta, também entendo o que o levou a "revoltar-se" contra essa crueza."

Nao é ser cru, neste caso é lógica vs romantismo excessivo (como ele admite). O romantismo nao é lógico e deve ser controlado e libertado na altura certa.

"São dois homens muito diferentes, mas, ah ah ah ah são homens! =D são "animais, parvos, burros e perdem mulheres fantásticas por isso" LOOOOOOOOOOOOOOOL! =D"

Mas é verdade, eu nao sou especial e incluo-me nesse grupo.

"Pegando na frase crua, percebo que se diga que ir às meninas é a forma mais cara (em alguns casos) de ter sexo."

150 a 200 Euros por dia? Sim é caro, ahahahahah

"E acredito que existam homens que mantêm namoradas apenas para o sexo."

Claro que existem, até aparecer melhor mantem-se o que é garantido. Homens e mulheres fazem isso.

"Mas não acredito que tudo o que um homem faça seja só e apenas com a intenção de sexo! Isso já é muito Freudiano, pah."

Sorry, mas o que quer que o homem faca, tem consciente ou inconscientemente sexo lá no meio. E por sexo nao tem de ser penetracao, a definicao de sexo é muito mais abragente. Beija é sexual, trocar carinhos é sexual. Nao me digam que um gajo dá um soutien sem pensar em sexo. Que organiza um jantar romantico sem pensar em sexo. Que organiza uma festa surpresa sem pensar em sexo.

Bolas, o homem assim que acorda e cuida da sua imagem, isso já tem conotacao sexual. Só um desleixado badalhoco é que escapa e mesmo ele sonha com sexo.

A cabeca do homem é SEXO mesmo que conscientemente pensem nisso ou como acontece na maioria dos casos, o neguem!

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 5:12:00 da manhã

Kohinoor disse...

"Bolas as meninas estão caras! Qualquer dia temos o Lidl a oferecer desconto de 2€/meia hora de meninas por cada 100€ de compras efectuadas!! hehehe"

Ahahahaha

"Não vejo mal nenhum em estar com uma mulher se for só para brincar e partilhar sexo. Desde não sejam maltratadas, haja respeito e entendimento, até é bem saudável."

Correcto é uma toca de servicos sem assinar contracto.

"Acho que o problema nisso é o medo de classificar as mulheres como putas, e homens como cabrões"

Cabrao é elogio, qualquer mulher já teve um cabrao e qualquer mulher se sente atraída por um.
O verdadeira cabrao nao é o que diz que ama, fode e baza, esse é um monte de merda. O Cabrao é aquele que é cabrao ao ponto de dizer que hoje é sexo e depois tchau!

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 5:18:00 da manhã

Ana disse...

"Argumentar com pessoas como o Crest que o fazem de uma forma fria, directa, e ate presuncosa mas tambem acertiva, objectiva e concisa"

Sabes que "fria, directa, presuncosa, acertiva e objectiva", se pode dizer numa só palavra: Lógica.

Eu foco a minha antencao na lógica do que me rodeia, se nao tem lógica, é um quebra cabecas para mim. Tal como o amor e romantismo nao é lógico. Por isso é um quebra-cabecas para mim bem como para quem nao é lógico.

"para mim, passa muitas vezes pelo colocar questoes e tentar apanhar um deslize, uma contradicao"

Ehehehe, boa sorte ;)

"resumindo, existem pessoas que adoram "discutir" porque da pica e a mim parece-me ser o caso de nos os tres."

Discutir como em argumentacao, sim, adoro. Discutir subindo o tom de voz e gritar, nao obrigado.

"infelizmente, o usam como uma arma"

É a mais forte arma feminina.

"ha um ponto que tanto tu como o Crest referem que ai discordo mesmo haverem mulheres que fazem sexo em troca de nada, acho mesmo que nenhuma mulher o faz!"

As que dao a foda de despedida ao namorado que chora baba e ranho. As que dao a foda caridosa ao namorado que as segues e diz que se vai matar. As que dao a foda ao amigos mais chegado porque ele está em baixo e ninguém o quer.
A foda caridosa é mais grave e humilhante que vender o corpo por dinheiro!

  AP

quarta-feira, dezembro 03, 2008 8:25:00 da manhã

O que eu me ria a ler isto!!!!
Lindo! LOL
Já lá vão os tempos em que saia caro ter namorada! Vai lá, vai...

  Van

quarta-feira, dezembro 03, 2008 5:24:00 da tarde

Creduuuuuu, não consigo pensar nisso assim...mmmm, mas deixa lá ver o que o jóve diz do tema...:DDD

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 11:42:00 da tarde

AP disse...

"Já lá vão os tempos em que saia caro ter namorada! Vai lá, vai..."

Sim, agora com a emancipação, elas até já puxam da carteira :)

  Crest©

quarta-feira, dezembro 03, 2008 11:43:00 da tarde

Van disse...

"Creduuuuuu, não consigo pensar nisso assim...mmmm, mas deixa lá ver o que o jóve diz do tema...:DDD"

É o mesmo principio do melhor amigo, ele pode ser um excelente moço, mas a certa altura já pensou em como seria ter sexo com a amiga.

  Anónimo

sexta-feira, maio 08, 2009 12:28:00 da tarde

Loja online especialista na melhor selecção de lingerie sofisticada, sexy e sensual. Uma invasão de charme, glamour e sedução.
http://www.soparaela.net/

  Anónimo

quarta-feira, setembro 30, 2009 3:36:00 da tarde

Estou a ver que com esta complicação toda... ainda vou ter que vos dar a piça :)

  Bruno Fehr

quarta-feira, setembro 30, 2009 3:54:00 da tarde

Anónimo:

???? Publicidade a esta hora?

  Bruno Fehr

quarta-feira, setembro 30, 2009 3:54:00 da tarde

Anónimo:

"Estou a ver que com esta complicação toda... ainda vou ter que vos dar a piça :)"

Se não precisa dela meta-a no cu!