Conto histórico de Natal


Era uma vez...e de maneira a clarificar este "uma vez" que dizem que "era" e nunca dizem que "foi", esta vez foi à uns meros 2008 anos.

Maria, vivia no rés-do-chão direito de um condomínio camarário do qual pagava uma renda simbólica. O seu vizinho lá de cima, o Sr. Yahweh, conhecido pela alcunha de Deus, era um pouco arrogante, só porque morava na casa mais alta do condomínio.

Certo dia, estava Yahweh a preparar um café, quando percebeu que lhe faltava o açúcar. Lembrou-se de ir ter com a senhora Maria, que era uma santa senhora e mesmo vivendo em dificuldades com o seu marido carpinteiro, ajudava toda a gente.

Yahweh tocou à campainha de Maria e esta olhando pelo olho mágico pergunta:

“Quem é?”
“Sou eu!”
“Eu quem”
“O todo poderoso”
“todo quê?”
“Sou Deus, porra!”

Maria abre a porta:

“Ah, sim é você, em que posso ajudá-lo”
“Podia-me dispensar uma xícara de açúcar? É que estou a fazer café e o meu funcionário, o Anjo Gabriel esqueceu-se de o comprar”
“Claro, entre, entre”

Conversa puxa conversa e quando Maria deu por ela, já tinha sido encavada, por trás à bruta contra o frigorífico.

6 meses depois o José repara na barriga da mulher, dizendo:

“Foda-se, estás gorda como o caraças e com esta crise, gostava de saber o que andas a comer”
“Sabes Zé, estou prenha”
“Estás o quê?”
“Prenha, sou um kinder surpresa, tenho um bebé cá dentro”

“Mas, mas, nunca me deste o pito. Eu bem peço até te cantei aquela do Quim Roscas, do "ó Maria dá-me o pito...", e nada. Só me dás cu!”
“Pois... desculpa. Tu não és o pai!”
“Quem é o pai? Eu mato-o!”

“É Deus”
“Foda-se! O todo poderoso?
“Esse mesmo”
“Ó que caralho. Então tenho mesmo de passar por corno e assumir o puto, não é? “Pois... desculpa...”

E assim foi. José engoliu em seco e resolver assumir a paternidade.

Chegados os 9 meses, a águas rebentam e eles pegam no seu Renault 5 e seguem para o hospital, numa curva apertada o carro foge, sai da estrada e vai embater num palheiro.

“Maria, fodeu-se, temos de ir a pé”
“Óh Zé, ai, ai Zé, ai, ai, que vai ser mesmo aqui, puf, puf, puf”

Zé entra em pânico, pega no telemóvel para ligar ao 112, mas esqueceu-se do numero, por isso ligou aos únicos amigos que tinha. Os seus amigos eram uns gajos que tinham uma banda de RAP, mais conhecidos Osrei Xmagus.

“Mén meu, vou ser pai!”
“Boa meu, fuma uma por mim”
“É pá não tenho nada, passa por aqui e trás a malta”
“Ok dá-me aí as coordenadas para por no GPS”

Osrei Xmagos lá se reúnem e preparam o material para levar, Haxixe, cachimbo de agua e whisky.

O puto nasceu, eles todos curtiram a moca, até que Melchior disse:

“Ó Zé, tu não leves a mal, mas tu és morenito, a Maria é morenita...”
“Sim, e?”
“Ó pá, o puto é louro de olhos azuis...”

Silencio total.

Por esta altura reparam que Baltazar e a vaca estavam já a trocar beijos, enquanto Gaspar fazia um bico ao burro.

No outro dia voltaram todos para casa. Ao terem de manter a mentira, o puto a quem chamaram Jesus, tinha a mania que era mais do que os outros e em vez de se tornar carpinteiro e pregar madeira como o pai adoptivo, escolheu levar uma vida boémia e pregar palavras.

Lixou-se.

A malta achou um abuso aquele gajo cheio de saúde, não trabalhar e andar a viver do rendimento mínimo e pregou-o a uma cruz, enquanto gritavam, "Queres pregar, então toma lá pregos!". Dizem que morreu, mas dias depois ele apareceu novamente dizendo que ressuscitou. Ora a malta já se estava a preparar para lhe fazer a folha novamente, quando o gajo ascendeu aos céus. Não, ele não morreu outra vez. Ele aproveitou o facto do seu pai biológico (Yahweh) ser o presidente do BCP e pediu um crédito de 150 milhões, comprou um jacto particular e deu à sola para uma ilha no pacifico chamada "Paraíso". Antes de partir, ele prometeu ao canal de televisão local (SICK), que voltaria para pagar as dividas. Ora já lá vão 2008 anos, os juros estão pela hora da morte e Jesus nunca mais pôs o pés lá na cidade.

O seu pai, deixou o BCP e agora é um mito, ninguém sabe onde está. A Maria já foi vista em alguns locais do mundo, tendo mais recentemente aparecido em Fátima. O José morreu na miséria e ninguém quer saber da história dele, pois vozes de corno não chegam ao céu. Jesus é visto em todo o lado e tem até um website com um chat, onde podem falar com ele directamente. A vaca vive hoje na Índia onde é sagrada, com o seu companheiro Baltazar. O burro mudou-se com Gaspar para a Holanda, onde casaram recentemente e adoptaram 3 putos Africanos, sao proprietários de um bordel no Red District em Amesterdão.

Assim termina esta história, que serviu para desmistificar a injustiça de colocarem as culpas no Espírito Santo, pois este banco não tem culpa de nada. Na verdade foi o BCP. É este o motivo pelo qual termino como um:

Em nome do pai, do filho e do BCP, Ah mén!

56 Comentários:

  Sayuri

quarta-feira, dezembro 24, 2008 7:51:00 da tarde

5 estrelas!

  Sandra

quarta-feira, dezembro 24, 2008 8:15:00 da tarde

Que dizer?
Adorei... de rir de princípio ao fim...eheheheh!!!!

Essa de ninguem querer saber do Sr. José por ele ser corno é bem observado.


Cumprimentos natalícios!!!

  Lize

quarta-feira, dezembro 24, 2008 9:14:00 da tarde

ahahah Demais!

Então a parte de ela estar prenha e ser um kinder surpresa... xD Gostei, muito.


Em nome do pai, do filho e do BCP, Bom Natal embora já sei que não gostas dele :P

Beijocas :)

  ipsis verbis

quarta-feira, dezembro 24, 2008 9:25:00 da tarde

Muito bom! :)

  José

quarta-feira, dezembro 24, 2008 10:15:00 da tarde

LOLOL... parece-me a mim que vais despertar a fúria de alguns...

Isto saíu tudo da tua cabeça ou algumas parte foram inspiradas noutros autores?

  Gravepisser

quinta-feira, dezembro 25, 2008 12:00:00 da manhã

Muito bom, original e divertido.
Gostei particularmente dos destinos da vaca e do burro. E o trocadilho/crítica aos banqueiros corruptos também vem a calhar.

Cumprimentos do Satan Claws. xD

  Afrodite

quinta-feira, dezembro 25, 2008 12:35:00 da manhã

Eehhehe li em primeira mão e viste a reação da leitura ahahahaha...ri e ri e ri....muito bom. Tu tens jeitinho, tens tens! Do melhor. Adorei!

Ahhh FELIZ NATAL ehehheh...bate-me ;)!

Abreijinhossssssss

  Cor do Sol

quinta-feira, dezembro 25, 2008 2:34:00 da manhã

Fantástico, já era altura de alguém dizer que afinal po BCP é o culpado de tudo.lol.

  Ana GG

quinta-feira, dezembro 25, 2008 4:19:00 da manhã

Que conto!
Finalmente alguém me soube esclarecer...é que estava numa baralhação.

Feliz Natal Crest

  provocação

quinta-feira, dezembro 25, 2008 7:28:00 da manhã

E a estrela cadente que todos seguiram devia ser um prenúncio dos misseis que os EUA mais tarde mandaram para aquelas bandas...
Muito bom o texto, eu a pensar que o Crest era só rezingão, afinal... :p

  FATifer

quinta-feira, dezembro 25, 2008 1:15:00 da tarde

O que seria de nós pobres mortais se não fosses tu a explicares-nos estas coisas!!

Depois de acabar de rir, este teu texto levou-me à pergunta, que já me fiz várias vezes:

Quando os gajos que tratam dessas coisas pensarem em substituir jesus (pois, como dizes, a mentira tem 2008 anos…) o que vão eles arranjar? (eu sei só penso em coisas destas…)

Obrigado pelo conto, pelas explicações e pelas gargalhas.

Não te desejo feliz natal para não me acusares de ser sádico! ;)

Abraço,
FATifer

  Physalia physalis

quinta-feira, dezembro 25, 2008 3:28:00 da tarde

AHAHAAHAHAHAHAHAH nada melhor para me pôr a rir do que vir ao teu blog no dia de Natal :D

  Calíope

quinta-feira, dezembro 25, 2008 5:25:00 da tarde

eish man! bue herege...mas mt fixe! ahah :p

uma mary xmas para ti crest*

  White_Fox

quinta-feira, dezembro 25, 2008 5:29:00 da tarde

Vim só aqui desejar um resto de bom natal e um feliz ano de 2009.
:D
Quando tiver um tempinho venho cá dar uma olhadela mais atenta.
abraço

  Jane Doe

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:30:00 da tarde

Grande recepção... (O texto da caixa de comentarios...)
Como não sou fruto de nenhum desses estranhos cruzamentos...

Mas que texto... muito bom!

(e eu pensava que ia fazer um comentário de jeito... humpf...)

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:30:00 da tarde

Sayuri disse...

:D

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:31:00 da tarde

Sandra disse...

"Essa de ninguem querer saber do Sr. José por ele ser corno é bem observado."

Nao encontro outra explicação.

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:32:00 da tarde

Lize disse...

"Então a parte de ela estar prenha e ser um kinder surpresa... xD Gostei, muito."

Nunca se sabe o que lá está dentro e neste caso, uma mulher morena do médio oriente das à luz a um Ariano puro... é uma surpresa :)

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:32:00 da tarde

ipsis verbis disse...

:D

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:35:00 da tarde

José disse...

"LOLOL... parece-me a mim que vais despertar a fúria de alguns..."

Duvido, as beatas fogem ao cheiro a enxofre que faço questão de ter à entrada :)

"Isto saíu tudo da tua cabeça ou algumas parte foram inspiradas noutros autores?"

Isto foi tudo escrito em minutos durante uma conversa com a Afrodite, que por isso acabou, tal como aqui disse, por ler em primeira mão.

Agora, se alguém escreveu algo deste género antes ou depois de mim, teria todo o gosto em ler.

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:37:00 da tarde

Gravepisser disse...

"Gostei particularmente dos destinos da vaca e do burro."

Essa parte já foi adicionada, pois vi que me tinha esquecido de colocar os reis magos no história.

"E o trocadilho/crítica aos banqueiros corruptos também vem a calhar."

Que aconteceu por acidente quando cheguei à parte do Ressurreição...

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:38:00 da tarde

Afrodite disse...

"Eehhehe li em primeira mão e viste a reação da leitura ahahahaha...ri e ri e ri....muito bom. Tu tens jeitinho, tens tens! Do melhor. Adorei!"

Pois leste e jeitinho não me falta, ó p'ra mim a ser modesto, ahahahahah

"Ahhh FELIZ NATAL ehehheh...bate-me ;)!"

Bah, para isso não tenho jeitinho nenhum.

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:39:00 da tarde

Cor do Sol disse...

"Fantástico, já era altura de alguém dizer que afinal po BCP é o culpado de tudo.lol."

Mais de 2000 anos a falar do Espírito Santo, está na hora de mudar de banco.

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:40:00 da tarde

Ana GG disse...

"Finalmente alguém me soube esclarecer...é que estava numa baralhação."

Estou aqui para a ajudar nas baralhacoes :)

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:41:00 da tarde

provocação disse...

"E a estrela cadente que todos seguiram devia ser um prenúncio dos misseis que os EUA mais tarde mandaram para aquelas bandas..."

Pois, os detalhes fazem parte da versao do LP, aqui publiquei o Single.

"Muito bom o texto, eu a pensar que o Crest era só rezingão, afinal... :p"

Bem, muita gente irá considerar este texto, rezingão...

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:47:00 da tarde

FATifer disse...

"O que seria de nós pobres mortais se não fosses tu a explicares-nos estas coisas!!"

Eu gosto de clarificar duvidas que assolem as vossas mentes, desde que seja um assunto, do qual tenha opinião formada.


"Quando os gajos que tratam dessas coisas pensarem em substituir jesus (pois, como dizes, a mentira tem 2008 anos…) o que vão eles arranjar?"


Julgo que o passo lógico a ser tomado é a Reencarnação. Acho que a Igreja quando no futuro próximo entrar em declínio de fieis e de donativos, irá apresentar ao mundo a reencarnação de Jesus. Que será uma criança normal, retirada aos pais, por ser "divina" e que será educada sob lavagem cerebral e se tornará Jesus Cristo. Tal como é feito com os Dalai Lama.

Por ironia e como forma do Papa não perder o seu poder, o próprio Jesus irá reforçar o poder do Papa.

Acho que nao estou a dar ideias ao Vaticano e se estiver, aqui fica o registo de data e hora em que escrevi estas palavras (25.12.2008 às 21:47:32)

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:48:00 da tarde

Physalia physalis disse...

"AHAHAAHAHAHAHAHAH nada melhor para me pôr a rir do que vir ao teu blog no dia de Natal :D"

Por acaso, é que nem estava para publicar nada...

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:49:00 da tarde

Calíope disse...

"eish man! bue herege..."

Ando a tentar ser excomungado, mas sem sucesso :(

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:49:00 da tarde

White_Fox disse...

"Quando tiver um tempinho venho cá dar uma olhadela mais atenta."

Olha, quem é ele.
Obrigado e igualmente.

  Crest©

quinta-feira, dezembro 25, 2008 9:53:00 da tarde

Jane Doe disse...

"Grande recepção... (O texto da caixa de comentarios...)"

É uma necessidade, para que depois não me acusem de esmagar pisar e urinar em cima de anónimos mal educados :)

"Mas que texto... muito bom!"

Uma tentativa frustrada de ofender susceptibilidades :)

  I.D.Pena

quinta-feira, dezembro 25, 2008 10:50:00 da tarde

"Conversa puxa conversa e quando Maria deu por ela, já tinha sido encavada, por trás à bruta contra o frigorífico."

Ahahahahahah

“Prenha, sou um kinder surpresa, tenho um bebé cá dentro”

Ahhahahahah

“Óh Zé, ai, ai Zé, ai, ai, que vai ser mesmo aqui, puf, puf, puf”

Ahahahahah

Texto hilariante e natalício com um estilo rústico a roçar o básico e com uma notinha(€) picante.

Dá para rir :D

Mt Bom .

  Jane Doe

sexta-feira, dezembro 26, 2008 11:21:00 da manhã

Oh Crest... Ia lá eu querer ofender susceptibilidades? Alguma vez?


(este meu inconsciente... pah, sempre a trair-me....)

  Vinicius Duarte

sábado, dezembro 27, 2008 8:28:00 da tarde

Crest,

Sem querer parei por aqui, vindo d'além-mar (Brasil), através das "ligações googlianas".

Foi o melhor post que eu li na internet esse ano.

Permita-me publicá-lo em meu blog (dando crédito ao autor, claro).

Bom 2009 a todos os portugueses, moçambicanos, caboverdianos... Aliás, que horror esse tratado ortográfico, não achas?

  Crest©

sábado, dezembro 27, 2008 11:58:00 da tarde

I.D.Pena disse...

"Texto hilariante e natalício com um estilo rústico a roçar o básico e com uma notinha(€) picante."

Enquanto o básico for roçado com qualidade, está tudo bem.
Eu prefiro o humor brejeiro e roçar o básico do que escrever em esforço literário quero parecer um intelectual e cair no ridículo de falhar. Há imensa gente assim.

  Crest©

sábado, dezembro 27, 2008 11:58:00 da tarde

Jane Doe disse...

"Oh Crest... Ia lá eu querer ofender susceptibilidades? Alguma vez?"

Tu não, mas eu quero!

  Jane Doe

domingo, dezembro 28, 2008 12:00:00 da manhã

Desde que não venhas implicar com a minha... eheheh é feroz!:P:P


A parvejar mais...

  Crest©

domingo, dezembro 28, 2008 12:03:00 da manhã

Vinicius Duarte disse...

"Foi o melhor post que eu li na internet esse ano."

Acho exagerado.

"Permita-me publicá-lo em meu blog (dando crédito ao autor, claro)."

A minha reclamação de direitos de autor e o controlo online do que escrevo, prende-se unicamente com plágios. Nao tenho qualquer problema com a utilização dos meus textos sem fins lucrativos, quando publicados online com a devida referencia através de link para o texto original neste blogue.

Essa referencia é a única exigência que faço, pois é justo que se de o crédito a quem cria.

"Aliás, que horror esse tratado ortográfico, não achas?"

O tratado irá ficar só no papel, já escrevi sobre isso. Apesar de concordar em 5% das alterações, discordo de 95%. Ele simplesmente não deveria existir. A língua Portuguesa deve evoluir em diferentes rumos em todos os países de expressão Portuguesa.

  Crest©

domingo, dezembro 28, 2008 12:06:00 da manhã

Jane Doe disse...

"Desde que não venhas implicar com a minha... eheheh é feroz!:P:P"

Pode acontecer... tenho uma leitora que adora um certo escritor Português, tenho respeito por essa editora, mas irei escrever uma dura critica a esse escritor, que será publicada amanha, pois ainda preciso de uns dados dele, que não tenho.

Nao gosto de escrever criticas, sem ter os documentos necessários para poder argumentar contra os ataques que me poderão fazer.

  13EtMundus

domingo, dezembro 28, 2008 6:47:00 da tarde

AHAHAHA

O melhor conto de Natal de sempre!

Uma das melhores sátiras (senão a melhor) que alguma vez li, e um dos melhores textos cómicos do ano!

Não costumo comentar, mas não podia deixar de o fazer neste post.

Parabéns

  Teté

domingo, dezembro 28, 2008 7:29:00 da tarde

Epá, este "conto histórico" é hilariante e genial!

E vá que, com o Natal, não te caiu cá aquela malta virtuosa defensora da moral e dos bons costumes!!! Quando não, pró ano ainda estavas a receber comentários... :)))

  Crest©

segunda-feira, dezembro 29, 2008 6:04:00 da tarde

13EtMundus disse...

"Uma das melhores sátiras (senão a melhor) que alguma vez li, e um dos melhores textos cómicos do ano!"

Que exagero, foi só algo escrito sem grande concentracao pois estava a discutir didáctica com alguém no msn.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 29, 2008 6:04:00 da tarde

Teté disse...

"E vá que, com o Natal, não te caiu cá aquela malta virtuosa defensora da moral e dos bons costumes!!! Quando não, pró ano ainda estavas a receber comentários... :)))"

Deixa-os vir, quando eles chegarem eu já cá estou!

  Nana

terça-feira, dezembro 30, 2008 1:06:00 da tarde

Isto há duas coisas que me estão a fazer uma certa confusão:
- Tão a Maria é encavada por trás á bruta contra o frigorifico e engravida??? Tão mas a senhora tem algum tipo de ligação esquesita entre o reto e o útero????
- E o Belchior???O Baltazar ta na India com a vaca, o Gaspar ta na Holanda com o burro, e o Belchior??Onde andas Belchior???


P.S. - Gostava imensamente muito de ouvir uma ou duas musiquinhas d'Osrei Xmagus...

  Crest©

terça-feira, dezembro 30, 2008 2:13:00 da tarde

Nana disse...

"- Tão a Maria é encavada por trás á bruta contra o frigorifico e engravida??? Tão mas a senhora tem algum tipo de ligação esquesita entre o reto e o útero????"

Bem, a grande maiorias dos animais são encavados por trás e lá nascem crias. Se encavo por trás não quer dizer que seja no cu, mas ela de costas para mim.

"- E o Belchior???O Baltazar ta na India com a vaca, o Gaspar ta na Holanda com o burro, e o Belchior??Onde andas Belchior???"

O que escrevi é um Sinopse. O Melchior, segui uma carreira a solo,teve várias aventuras amorosas, mas faleceu de overdose com uma speedball, não a speedball que conhecemos hoje de heroína com cocaína, mas sim uma de mirra com coentros.


"P.S. - Gostava imensamente muito de ouvir uma ou duas musiquinhas d'Osrei Xmagus..."

Infelizmente não havia equipamento de gravação na altura.

  Nana

terça-feira, dezembro 30, 2008 4:25:00 da tarde

Encavar na minha terra significa ir ao cu!!!

Gostei da mirra com coentros...ai que eu estou capaz de ir já fazer uma e falecer de overdose.

Bandidos dos senhores que inventaram os equipamentos de gravação pah, não sabiam ter nascido mais cedo???Era matá-los!!!!!

=P

  Crest©

quarta-feira, dezembro 31, 2008 12:12:00 da manhã

Nana disse...

"Encavar na minha terra significa ir ao cu!!!"

Pois, pode ser que sim, mas eu não uso regionalismos, uso as palavras na sua definição correcta, onde encavar significa "meter na cava ou escavar". Ou seja nao expecifica se é cu, vagina, boca, ouvidos ou um buraco na parede. Mas como ela engravidou, fica lógico onde foi o encavanço :)

"Bandidos dos senhores que inventaram os equipamentos de gravação pah, não sabiam ter nascido mais cedo???Era matá-los!!!!!"

Já morreram todos... esquece isso!

  Nana

quarta-feira, dezembro 31, 2008 12:42:00 da manhã

"(...)eu não uso regionalismos, uso as palavras na sua definição correcta, onde encavar significa "meter na cava ou escavar"."

Vou lembrar-me de andar com um dicionário no próximos tempos, não vá acidentalmente confundir algum termo da lingua portuguesa ou usar regionalismos!!!! O sr Crest e o meu colega de casa podiam juntar-se e massacrar-me até á morte por utilizar regionalismos, tal como encavar e aventar...

Corja de malvados esse inventores que além de nascerem tarde ainda morrem cedo demais!!!! =P

  Jane Doe

quarta-feira, dezembro 31, 2008 12:53:00 da manhã

Uiiiiiiiii (Isto depois de já saber que dura critica é essa...

Ve lá pah, tu não venhas marrar com a minha susceptibilidade!

Mas também não estou preocupada...

Não estou a ver onde a pudesses ferir...

:P

  Crest©

quarta-feira, dezembro 31, 2008 3:35:00 da manhã

Nana disse...

"Vou lembrar-me de andar com um dicionário no próximos tempos, não vá acidentalmente confundir algum termo da lingua portuguesa ou usar regionalismos!!!!"

Ahahahahahaha, boa :)

"O sr Crest e o meu colega de casa podiam juntar-se e massacrar-me até á morte por utilizar regionalismos, tal como encavar e aventar..."

O Sr. Crest não se quer juntar :) muito menos com um homem :)

"Corja de malvados esse inventores que além de nascerem tarde ainda morrem cedo demais!!!! =P"

Também acho, deviam ser todos mortos!!!!

  Crest©

quarta-feira, dezembro 31, 2008 3:36:00 da manhã

Jane Doe disse...

"Ve lá pah, tu não venhas marrar com a minha susceptibilidade!"

Teria de saber qual é!


"Não estou a ver onde a pudesses ferir..."

No âmago!

  Ondinhas

quarta-feira, dezembro 31, 2008 9:46:00 da manhã

hihihi!!!brutalesco!!!

  Nana

quarta-feira, dezembro 31, 2008 1:13:00 da tarde

"O Sr. Crest não se quer juntar :) muito menos com um homem :)"

Peço imensa desculpa sr Crest, a Naninha não quis insinuar, nem duvidar da sexualidade do sr Crest!!!Longe da Naninha longe longe longe

Até porque a Naninha tem uma mentalidade muita aberta em relação a pessoas com uma sexualidade diferente!!!

"Também acho, deviam ser todos mortos!!!!"

Pois é, pois é!!!Era enfiar-lhes um pau no...e largar-lhes fogo!! Bandidos pah andam para aqui a falecer, mas onde é que isto já se viu??? Já não há inventores como antigamente.

  Bruno Fehr

quinta-feira, janeiro 01, 2009 11:06:00 da manhã

Ondinhas disse...

"hihihi!!!brutalesco!!!"

:D

  Bruno Fehr

quinta-feira, janeiro 01, 2009 11:07:00 da manhã

Nana disse...

"Peço imensa desculpa sr Crest, a Naninha não quis insinuar, nem duvidar da sexualidade do sr Crest!!!Longe da Naninha longe longe longe"

:)

"Pois é, pois é!!!Era enfiar-lhes um pau no...e largar-lhes fogo!! Bandidos pah andam para aqui a falecer, mas onde é que isto já se viu??? Já não há inventores como antigamente."

Ahahahahahahaha, boa!

  Fada

quinta-feira, abril 16, 2009 11:44:00 da tarde

Nem sei se rio ou se choro...

LOLOLOLOLOLOLOL

Pronto, rio!!!!

Promete-me que um dia que tenhas filhos, não lhe vais contar esta história, sim?!?!?... Tadinhas das criancinhas... Lol

Beijitos, no Natal que vem, se for viva, logo te chateio... :p
Se morrer entretanto, venho em jeito de fantasmita! :p

  Bruno Fehr

sexta-feira, maio 08, 2009 7:00:00 da manhã

Fada:

Aos meus filhos irei contar a versão completa, isto é só um resumo :)