Ser homem no séc XXI

Ser homem no século XXI já não é tão fácil. No tempo da minha avó, homem que era homem tinha de cheirar a cavalo. Era sinal de masculinidade por ser trabalhador e um potencial chefe de família. Naquela altura o facto de se ser trabalhador era sinónimo de nada faltar às família. Feios, porcos e maus eram três palavras que os definiam.


Aos poucos foram mudando, bater já não era socialmente aceite e tomar banho era uma exigência, mas mais do isso era paneleirisse.

Nos anos 70 apareceram os movimentos gay, com homens que se tratavam melhor mas que não gostavam de mulheres. Os que gostavam tinham como moda os cabelos compridos e o mau gosto a vestir onde o banho era mais uma vez facultativo. Era uma espécie de homem colorido com aspecto primitivo.

Nos anos 90, aparecem os metrossexuais. Homens que tratavam de si mas que tanto homens como mulheres viam essas melhorias pessoais como exageros. O Beckham foi talvez o primeiro, do qual a própria mulher dizia que ele tinha mais produtos de beleza que ela, e que demora mais tempo a arranjar-se. Ainda os há mas a tendência não se espalhou criando até uma relação com a confusão sexual a que alguns chamam de bissexualismo, o que para mim é uma grande treta.


Recentemente apareceram os Neosexuais, não sei bem o que é isto, parece-me uma mistura de Matrix com estupidez aguda. Moda essa que felizmente se tornou numa pandemia. É que se alguém se apresenta a mim como neosexual acho que vou rir tanto como rio de quem se apresenta como emo, pois lembro-me sempre de um emu.


Acho que homem que é homem e não precisa de uma categoria sexual para definir a sua sexualidade baseada na forma como trata de si, sendo ele hetero. O que há são homens porcos e homens não porcos, e dentro destes segundos uns tratam melhor de si do que outros.
Cada vez mais o homem se preocupa com a sua aparência, porque de facto pequenas alterações podem mudar o nosso aspecto imensamente. Por exemplo:

- Por que é que o homem tem de ter uma sobrancelha quando com facilidade pode ter duas?
- Por que é que tem de ter o nariz cheio de pontos negros quando isso pode ser resolvido?
- Por que é que vão ao barbeiro de 10 euros fazer um corte que os faz parecer um refugiado Albanês quando um hair stylist lhe poderá fazer um corte que combine com a sua estrutura óssea?
- Por que é que temos de coçar os tomates quando é só um tique, e quando não é, o poderíamos fazer mais disfarçadamente?

Já repararam como a mulher fica mais bonita depois de vir de um spa? Em como gostamos mais dela com aquele cheiro de cabelo e pele mesmo sem colocar perfume?
O homem pode ter este efeito sobre a mulher, e se o tiver poderá conseguir a mulher que acha que é bonita demais para ele.
É tudo uma questão de cuidado com o corpo. Uma questão de gostarmos de nós.
Se não conseguimos ter cuidado com o corpo nem gostar de nós, podemos sempre tratar de nós nem que seja para impressionar.

Na entrada desta segunda década do séc XXI, homem que é homem trata de si tanto como as mulheres. É uma selva lá fora, e a competição masculina assim o exige. Tudo depende do investimento em nós próprios que acabará por afectar a opinião delas sobre nós.

37 Comentários:

  ipsis verbis

segunda-feira, agosto 17, 2009 12:05:00 da manhã

O teu último parágrafo diz tudo. É assim mesmo! :)

  Kohinoor

segunda-feira, agosto 17, 2009 1:31:00 da manhã

Um homem não deve basear a sua identidade em coisas definidas pela "sociedade" como metrosexual, neosexual, emo, emu... :P

Concordo quando dizes que é uma questão de gostarmos de nós próprios, de sentir bem na própria pele. Eu por vezes rapo o cabelo e pareço um emigrante de leste, por outras deixo crescer barba, mas sinto-me bem comigo e a "selva lá fora" continua a dar frutos.

É obvio que os cuidados mínimos de higiene têm de ser tratados, mas há factores também importantes. A atitude exemplo!

Em relação à competitividade masculina ser exigente, acho que isso depende do tipo de mercado e do jogo que praticas, onde investir na imagem pode facilitar as coisas.

Abraço

  Eu Mesma!

segunda-feira, agosto 17, 2009 9:00:00 da manhã

Concordo inteiramente contigo Bruno...

a posição do homem efectivamente mudou muito nos ultimos anos... as mulheres apenas assentou aquilo que sempre fizemos mas...

os homens sim... tiveram que se adaptar... tiveram que mudar hábitos... tomar banho e afins como referes...

mas...
a competitividade masculina não deverá apenas acabar no conceito do "tratar do corpo" porque... um corpo lavado e arranjadinho com uma mente porca e suja... é apenas alguém porco e sujo mas... que estupidamente gastou dinheiro :)

  Gingerbread Girl

segunda-feira, agosto 17, 2009 11:50:00 da manhã

Acho que a maior parte das mulheres são escravas (ridiculamente) de cremes, máscaras, batons, rimeis, depilação, blushes, roupas, sapatos, cabeleireiros, manicures e yada yada yada...
Se os homens querem ir pelo mesmo caminho... FORÇA!

Gosto de homens másculos. Um banho, barba feita, e um after shave delicioso.
O resto, dispenso, muito obrigada.


*

  Clave de Sol

segunda-feira, agosto 17, 2009 12:58:00 da tarde

Hello.
Gostei deste tema. Axo k actualmente a nossa sociedade, no geral, tem muita necessidade de etiquetar e catalogar tudo e todos, o que muitas vezes tráz alguns problemas às pessoas k são catalogadas e não se identificam com essas mesmas categorias.
Eu penso k cada um deve apresentar-se e fazer auilo k kiser da maneira k se sinta melhor sem tar a seguir padrões e esteriótipos.
Como dizes o k é importante é gostarmos de nos proprios, de nos sentirmos bem e cada um é como é e ninguem tem nada a ver com isso.

  deKruella

segunda-feira, agosto 17, 2009 1:06:00 da tarde

É tudo uma questão de ponto de vista.

A mulher tal como o homem sofreu um evolução dentro da sociedade. Se o homem no tempo da tua avozinha cheirava a cavalo a mulher cheirava a "bacalhau"...não havia muito a noção de banho e até se dizia que gastava a pele.

Agora é um banho por dia (há casos que são dois) mas a selecção que as mulheres fazem ainda é feita através do nariz...

As mulheres escolhem o macho pelo cheiro e...vá...pelo aspecto.

O que se torna curioso é que as mulheres ainda gostam daquele homem másculo com a barba a pespontar mas no momento do "beijo" resmungam porque são picadas e depois "exigem" a "cara lavadinha".

No fundo no fundo a evolução é feita em conjunto e desde que haja alguma química inicial a coisa dá-se sempre (mesmo com casais gays)

  Rach

segunda-feira, agosto 17, 2009 1:39:00 da tarde

Finalmente um texto que acerta em cheio. No fundo o que interessa é que, mesmo que ele tenha ar de quem era capaz de despachar um mamute, não cheire como um. Tal como se quer uma mulher prática e desembaraçada mas que não coma de boca aberta, nem se sente de pernas abertas.

E a verdade é que ultimamente andamos todos a assistir a um fenómeno estranho: mulheres cada vez menos femininas e delicadas, homens cada vez mais afectados e peneirentos.

Ainda temos de encontrar um meio-termo...

  I.D.Pena

segunda-feira, agosto 17, 2009 2:14:00 da tarde

Exactamente como gosto dos homens feios porcos e maus, só que limpinhos, e concordo com a Rach, acho que em certos sitios mistura-se demasiado as tendencias sexuais com moda o que é uma estupidez muitas vezes chamada de evolução dos tempos, tretas, eu considero mais uma ilusão.

Mas ainda bem que os homens agora se tratam mais! Pois são tão lindos como diferentes das mulheres.

mas...
Até que ponto interessa as aparencias para uma mulher ? Não tanto como para um homem (estou a generalizar , mas é claro que falo numa maioria). Hoje em dia se bem que haja muito mais adereços, cor , acessórios, não se vende sex apeal em lado nenhum .

Ainda assim prefiro a beleza natural à plástica.

*àparte:
nunca entendi o glamour do Zézé camarinha , será que ele droga as bifas de tal forma a ficarem afectadinhas da visão e do olfacto ?

  alfabeta

segunda-feira, agosto 17, 2009 3:27:00 da tarde

Eu prefiro um homem bem arranjado e que cuide de si, do que ao contrário!

Sem qualquer dúvida!

:)

  The Love Coach

segunda-feira, agosto 17, 2009 4:16:00 da tarde

Viva Bruno!

Excelente post!

Eu sou da opinião que os homens se devem cuidar exteriormente apenas no essencial. Não é preciso muita mariquice.

Acho que bem mais importante é o cuidado interior, crescermos um pouco. Tornarmo-nos mais Homens. Assim à antiga, fortes, seguros e confiantes, mas também sensíveis, compreensivos e companheiros.


Um abraço,

The Love Coach

  Ana

segunda-feira, agosto 17, 2009 9:07:00 da tarde

Este teu post fez-me lembrar um episódio que me aconteceu há uns dias quando, ao estar a combinar um cafezinho com uma amigo, eu lhe disse que em 15 minutos estava pronta a sair de casa e ele respondeu-me que precisava de pelo menos meia hora para tomar banho e por os cremes todos, e mais uns minutinhos para se vestir.

Não tenho absolutamente nada contra isso, muito pelo contrário, acho muito bem que se cuidem, mas a verdade é que depois de ouvir aquilo, e enquanto bebíamos café, só conseguia imagina-lo de máscara na cara enquanto espalhava o hidratante no corpo hehehehhe

  vita

terça-feira, agosto 18, 2009 2:12:00 da manhã

Olha que saudades que eu tinha de vir dar uma à bruta contigo Bruno;)

É rapidinha mas soube muito bem;P

  Abobrinha

terça-feira, agosto 18, 2009 5:09:00 da tarde

Gosto particularmente do gastrossexual! Se todos os outros já me faziam rir (e eu ainda não tenha entendido o que é o neossexual, se é que é para entender), a última gota foi mesmo o gastrossexual. Que se define por... um gajo que gosta de cozinhar!

Gajo é gajo e acabou!

  Garrafa na Praia

quarta-feira, agosto 19, 2009 1:13:00 da manhã

Obrigada...

Obrigada por apelares à abertura de espírito.

Pessoamente, acho positivo um homem cuidar de si, sem exageros. Não vejo mal nenhum um homem ir à esteticista ou preocupar-se com a sua roupa, se isso tornar a sua imagem mais agradável a si próprio.

***

  Fada

quinta-feira, agosto 20, 2009 12:56:00 da manhã

A foto é assustadora..... lol

Gosto de homens lavadinhos e que primam pela higiene, mas nunca compulsivos.
Gosto do cheiro a suor e sexo depois duma sessão do mesmo, gosto do cheiro a suor de um jogo de futebol com garotos...

É engraçado, por vezes os cheiros "maus" são associados a tarefas giras, e deixam de ser "maus" por isso.

Gosto dum homem que se arranje, mas se ele demorar muito mais tempo que eu a arranjar-me (e eu arranjo-me rápido), enerva-me... lol

Enfim...

Acima de tudo, convém é que tenham a Alma lavadinha... :)

Beijitos

  São

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:00:00 da manhã

Tal como os homens gostam de mulheres que se cuidam, também as mulheres gostam de homens que se cuidam.
Mas o que interessa mesmo, é o que a pessoa vê no espelho, vivemos primeiramente connosco antes de vivermos com os outros, temos que gostar do que vemos, não interessa se os outros gostam, se nós não gostarmos, por isso antes de mais temos de nos cuidar, para gostarmos de nós.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:04:00 da manhã

ipsis verbis:

:)

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:04:00 da manhã

Kohinoor:

"É obvio que os cuidados mínimos de higiene têm de ser tratados, mas há factores também importantes. A atitude exemplo!"

A atitude é importante, mas todos sabemos que se olha primeiro para o pacote, depois cheira-se o pacote :)

"Em relação à competitividade masculina ser exigente, acho que isso depende do tipo de mercado e do jogo que praticas, onde investir na imagem pode facilitar as coisas."

A imagem na verdade facilita em tudo, desde entrevistas de emprego, a seres melhor atendido e até em conseguires aquela gaja boa, claro que a imagem não te ajuda a manter, mas ajuda a chegar lá.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:05:00 da manhã

Eu Mesma!:

"a competitividade masculina não deverá apenas acabar no conceito do "tratar do corpo" porque... um corpo lavado e arranjadinho com uma mente porca e suja... é apenas alguém porco e sujo mas... que estupidamente gastou dinheiro :)"

A imagem permite que o homem chegue onde não chegaria de outra forma, mas é preciso mais para manter. Uma mulher irresistível poderá entrar no meu mundo, mas isso não é o suficiente para lá ficar.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:05:00 da manhã

Gingerbread Girl:

"Se os homens querem ir pelo mesmo caminho... FORÇA!"

Tudo o que é demais é erro. As mulheres pecam pelo exagero de produtos, os homens pela falta deles.

"Gosto de homens másculos. Um banho, barba feita, e um after shave delicioso."

O facto de combater o odor masculino (suamos mais) com o aparar de certas florestas corporais, não nos tira masculinidade.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:05:00 da manhã

Clave de Sol:

"Eu penso k cada um deve apresentar-se e fazer auilo k kiser da maneira k se sinta melhor sem tar a seguir padrões e esteriótipos.
Como dizes o k é importante é gostarmos de nos proprios, de nos sentirmos bem e cada um é como é e ninguem tem nada a ver com isso."

Correcto, e não tratar de si é um direito, só deixa de o ser quando interfere com o meu sistema olfactivo.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:05:00 da manhã

deKruella:

"Agora é um banho por dia (há casos que são dois) mas a selecção que as mulheres fazem ainda é feita através do nariz..."

Ora aí está algo que a maioria dos homens ainda percebeu.

"O que se torna curioso é que as mulheres ainda gostam daquele homem másculo com a barba a pespontar mas no momento do "beijo" resmungam porque são picadas e depois "exigem" a "cara lavadinha"."

Sim gostam, mas podemos ter uma barba de 3 dias que algumas até gostam, mas ter duas sobrancelhas, uma floresta genital que não seja preciso uma catana para encontrar o pénis e não parecer que temos ratazanas debaixo dos braços... é que há com cada cabeleira que mete medo, sem falar no cheiro.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:05:00 da manhã

Rach:

"Finalmente um texto que acerta em cheio."

Hmmm, será que acertei sempre ao lado nos últimos 600 e tal textos? Ehehehe

"E a verdade é que ultimamente andamos todos a assistir a um fenómeno estranho: mulheres cada vez menos femininas e delicadas, homens cada vez mais afectados e peneirentos."

Noto que muitas mulheres estão a deixar de exagerar e que muitos homens estão a entrar no exagero.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:06:00 da manhã

I.D.Pena:

"acho que em certos sitios mistura-se demasiado as tendencias sexuais com moda o que é uma estupidez"

Claro, antigamente diziam que um homem usar rosa era gay, hoje que diz-se que um homem tem de ser muito confiante na sua sexualidade para usar essa cor... é só uma cor. Tenho uma gravata rosa e nunca dei por mim a cobiçar o cu de um gajo.

"Até que ponto interessa as aparencias para uma mulher ?"

Já escrevi sobre isso, pois seja homem ou mulher primeiro avalia-se o pacote, só depois vamos ver o conteúdo.

"Ainda assim prefiro a beleza natural à plástica."

Fazer de duas sobrancelhas uma, é beleza natural, aparar a floresta genital não torna nada plástico. Ter excesso de pelos não é natural para o nosso processo evolutivo.

"nunca entendi o glamour do Zézé camarinha , será que ele droga as bifas de tal forma a ficarem afectadinhas da visão e do olfacto ?"

Não tem glamour, o turismo sexual é um dos principais motivos de férias para os europeus do norte, seja o Zézé, seja quem for, querem sexo.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:06:00 da manhã

alfabeta:

Eu prefiro uma mulher arranjada, mas agradeço o mínimo possível de pinturas... uma sombra, um batom, mas nada de máscaras, eu quero ver como ela é e com quem vou acordar :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:06:00 da manhã

The Love Coach:

"Eu sou da opinião que os homens se devem cuidar exteriormente apenas no essencial. Não é preciso muita mariquice."

Sem exageros, mas há que publicitar o produto, ninguém quer comprar um carro usado sujo e cheio de riscos.

"Acho que bem mais importante é o cuidado interior, crescermos um pouco. Tornarmo-nos mais Homens. Assim à antiga, fortes, seguros e confiantes, mas também sensíveis, compreensivos e companheiros."

Correcto, o aspecto serve para chegar perto mas precisamos de muito mais para ficar lá.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:06:00 da manhã

Ana:

"ao estar a combinar um cafezinho com uma amigo, eu lhe disse que em 15 minutos estava pronta a sair de casa e ele respondeu-me que precisava de pelo menos meia hora para tomar banho e por os cremes todos, e mais uns minutinhos para se vestir."

Ehehehe, isso está a ser comum demais, estamos a entrar num exagero pelo qual as mulheres já passaram.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:07:00 da manhã

vita:

Comigo é sempre bom, não me estou a gabar... é o que dizem :D

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:07:00 da manhã

Abobrinha:

"a última gota foi mesmo o gastrossexual. Que se define por... um gajo que gosta de cozinhar!"

Eu sou gastrossexual, não que goste de cozinhar mas porque a minha vida depende da gastronomia ao frequentar restaurantes para me alimentar.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:07:00 da manhã

Garrafa na Praia:

"Não vejo mal nenhum um homem ir à esteticista ou preocupar-se com a sua roupa, se isso tornar a sua imagem mais agradável a si próprio."

O homem tem de perceber que são pequenas coisas que o ajudam a gostar mais de si e que lhes dará mais confiança.
Se acho que estou bem cuidado e bem vestido, por mais bela e inacessível que a mulher me pareça isso não abala a minha confiança. Mas se acabei de mudar o óleo ao carro e trocar os pneus de verão para os de inverno, talvez a deixe passar sem lhe dizer nada :)

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:07:00 da manhã

Fada:

"A foto é assustadora..... lol"

Sim também acho o Keanu assustador :)

"Gosto do cheiro a suor e sexo depois duma sessão do mesmo, gosto do cheiro a suor de um jogo de futebol com garotos..."

Mas esse cheiro já não combina com um "olá, o meu nome é Bruno. Como te chamas?"

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 21, 2009 3:10:00 da manhã

São:

"Mas o que interessa mesmo, é o que a pessoa vê no espelho, vivemos primeiramente connosco antes de vivermos com os outros, temos que gostar do que vemos, não interessa se os outros gostam, se nós não gostarmos, por isso antes de mais temos de nos cuidar, para gostarmos de nós."

Mas é isso mesmo, tenho a certeza que qualquer homem após se cuidar, gosta um pouco mais do seu reflexo e isso irá afectar a sua auto-confiança.

  Fada

sábado, agosto 22, 2009 12:19:00 da tarde

Bruno, disseste: "Mas esse cheiro já não combina com um "olá, o meu nome é Bruno. Como te chamas?""

Quem disse?... ;)

Beijitos :P

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 24, 2009 4:21:00 da tarde

Fada:

"Bruno, disseste: "Mas esse cheiro já não combina com um "olá, o meu nome é Bruno. Como te chamas?""

Quem disse?... ;)"

Digo eu, uma coisa é o cheiro durante um pouco de jogging, outra é ela vir com esse cheiro ter comigo à minha mesa de um bar.

  Fada

segunda-feira, agosto 24, 2009 4:27:00 da tarde

Bruno:

eheheheheheh

Uma das coisas que me lembrei nesta nossa breve troca de palavras foi aquilo que um dia disseram das palavras pós-coital dos diferentes signos... E o de Peixes era "Como é que te chamas mesmo??"... lol

Além disso, estive em desporto e cheguei a estar com colegas a suar em bica a meu lado e que não cheiravam a nada... Nada mesmo. :)


Beijos :p

  Bruno Fehr

terça-feira, agosto 25, 2009 1:34:00 da manhã

Fada:

"palavras pós-coital dos diferentes signos... E o de Peixes era "Como é que te chamas mesmo??"... lol"

Não imagino como será a do Touro, mas deve ser algo do tipo "cála-te e dorme" ahahahahaha

"Além disso, estive em desporto e cheguei a estar com colegas a suar em bica a meu lado e que não cheiravam a nada... Nada mesmo. :)"

Bem... eu também estive em Desporto, sim eu fui de cientifico-natural e só mudei de agrupamento no final do 12° por equivalências e exames e digo-te que em desporto passamos tanto tempo com pessoas suadas e há tanto cheiro a suor no ar, que não notamos. Prova disso tive eu quando parti o ombro, treinava Judo e nunca notei nenhum cheiro mau durante os treinos, e lá, todos os dias, toda a gente saía a suar em bica... quando parti o ombro era obrigado pelo meu mestre a ir ao clube treinar pernas, sim, ele achava que só tinha partido 1 ombro tinha o resto do corpo funcional, quando entrava já o treino ia a meio e o cheiro no ar.... ui....

  Fada

terça-feira, agosto 25, 2009 3:14:00 da manhã

Bruno...

"3. O que o taurino diz depois do sexo: 'Estou com fome - passe a pizza'"

in http://forum.cifraclub.terra.com.br/forum/11/205353/

Vai espreitar, tem outras características bem giras! :p

LOLOLOL

Quanto ao suor, não questiono a tua experiência, mas de facto notei a ausência de maus cheiros naquele colega em específico e num dia em que eu tinha entrado no ginásio fresquinha, já estava ele bem suado.
É como em tudo, há as regras, as excepções e os assim-assim (azuis!!!). ;)

Beijo :p