A corrida à Lua (Parte 1)

O homem foi à lua? Acredito que tenha ido, existem documentos comprovativos da NASA, mas nenhum dos vídeos da NASA que foram apresentados ao público foram filmados na lua, nenhuma das fotos disponibilizadas pela NASA foram tiradas na lua ou pelo menos, nenhuma foi publicada sem ser editada.
Recentemente foi o 40° aniversário da suposta ida à lua e foi festejado pela NASA com um escândalo, mais de quatro dezenas de rolos fotográficos das viagens Apollo foram destruídas, e isto em vésperas de deixarem de ser secretas. Eles acham que não há o direito do povo em saber e ver a verdade. Alguns funcionários da NASA guardaram algumas fotos, e o único país do mundo que possuí cópias (Japão) de todas elas, também deixou escapar algumas para a imprensa, mas isto deixo para mais tarde.

As questão a responder para já, é: As missões que vimos, as imagens do primeiro homem na lua, todas as filmagens e fotos, são reais? Não, todas elas são falsas e hoje temos a tecnologia para provar isso.


Este primeiro texto serve para vos situar nos avanços Americanos e Russos, no que toca à exploração espacial, e em qual dos dois teria mais probabilidades de lá chegar primeiro. Serve esta série também para revelar os reais motivos escondidos pela corrida à lua, bem como uma desmistificação da missão Apollo 11 e restantes.
Como é sabido os Russos colocaram o primeiro objecto no espaço, o primeiro homem no espaço, a primeira mulher e o primeiro, segundo e terceiros cães, mas aqui irei centrar-me unicamente na lua. No caso da lua, os Russos lançaram o primeiro objecto que passou pela lua, lançaram o primeiro objecto para embater na lua, recolheram as primeiras fotos da lua tiradas da sua orbita, bem como as primeiras do nosso planeta:



Colocaram o primeiro objecto a orbitar a lua, foram os primeiro a aterrar um objecto na lua, os primeiros a colocar um objecto a explorar o solo da lua e os primeiros a aterrar um objecto que recolheu amostras e voltou à terra. Tudo o que foi feito na lua, o Russos foram os primeiros, tudo o que não foi feito, os Americanos foram os primeiros. Bem, os Americanos colocaram um macaco no espaço, mas isto porque os Russos já tinha colocado cães, se os Russos tivessem colocado um macaco também, os americanos teriam enviado um búfalo ou uma sardinha, só para serem os primeiros em algo...

Em Fevereiro de 1959 os Russos enviaram com sucesso a Luna 1 que passou ao largo da lua. Os Americanos após falharem 3 vezes, fizeram o mesmo com a Pioneer 4 em Março do mesmo ano. Ainda no mesmo ano os Russos enviaram a Luna 2 e Luna 3 para os primeiros testes de aterragem na lua. A Luna 2 embateu no solo e foi um teste de impacto, a Luna 3 foi uma sonda que nos deu as primeiras imagens da lua tiradas da sua orbita.

Entre 1960 a 1962 só os Americanos enviaram sondas para a lua, enquanto os Russos trabalhavam nas informações recolhidas pelas Luna 1, 2 e 3. Os Americanos precisavam das informações que o Russos tinham recolhido em 3 lançamentos.
Em 1961 os Americanos enviam o Ranger 1 e 2, que falharam como sondas e em 1962 enviam os Ranger 3, 4, 5, tendo o 3 e 5 falhado enquanto o 4 embateu como desejado na lua.
Em 1963 os Russos enviam o Luna 4 para fotografar mais uma vez a lua. Os Americanos enviam em 1964 e 1965 os Rangers 6, 7, 8, 9, todos embateram na lua com sucesso.
A resposta da Rússia foi rápida, tenho em 1965 enviado os Luna 5, 6, 7 e 8 bem como a Zond 3, falhando a 1 e 2. Todos estes lançamentos tiveram como objectivo tentativas de aterragem na lua, tendo a 5, 7, 8 sido destruídas mas a Luna 6 aterrou tendo avariado durante essa aterragem não transmitindo informações. A Zond 3 enviou para a terra aquelas que são as primeiras fotos do lado não visível da lua bem como a foto da misteriosa torre que se destaca no solo lunar não visível, à qual deram o nome de "Torre de Babel" , que é algo que NASA considera "secreto" apesar da descoberta não ser deles.


Em 1966 a luta intensificou-se, tendo os Russos enviado a Luna 9 e 10 em que ambas foram um sucesso devastador. A Luna 9 foi a primeira aterragem com sucesso na lua e a Luna 10 o primeiro satélite funcional na orbita lunar. Logo de seguida os Russos enviaram as Luna 11, 12, e 13, colocando mais 2 satélites na orbita lunar e mais uma aterragem com sucesso na lua. Nesse mesmo ano, já não sendo os primeiros, os Americanos colocam dois satélites na orbita da lua, os Lunar Orbiter 1 e 2 e conseguem uma aterragem com sucesso na lua com o Surveyor 1 falhando logo de seguida com o Surveyor 2.

Em 1967 só os Americanos continuaram os testes, tendo os Russos feito uma pausa de análise de dados. Neste ano os Americanos enviaram mais 3 satélites para orbitar a lua, aterraram na lua mais 3 vezes e falharam uma quarta aterragem.
Em 1968 os Americanos aterram mais uma vez na lua com o Surveyor 7, enquanto os Russos mandam o Luna 14, mais um satélite para orbitar a lua e mandam também as Zond 5 e 6 as primeiras sondas a viajar até à lua e a voltarem para a terra. Os Russos estavam muito perto de poder colocar um homem na lua e trazê-lo de volta à terra.
No final deste ano, os Americanos após falharem 7 missões Apollo onde morreram pelo menos 3 astronautas , pela primeira vez são pioneiros em algo, o Apollo 8 foi o primeiro objecto tripulado por humanos a orbitar a lua.



Em 1969, a guerra fria estava ao rubro, os Americanos tinham perdido diversas guerras contra os Russos que apoiavam os seu inimigos, perderam Cuba, perderam Coreia, Cambodja e Vietname e tudo isto após terem perdido a tomada de Berlim. Precisavam ganhar a corrida ao espaço. Eles voltaram a falhar as missões Apollo 9 e 10 e perderam a esperança de bater os Russos, mas por milagre e sem que alguma vez tivessem testado uma sonda de retorno, querem que as pessoas acreditem que no dia 20 de Julho de 1969 dois dos Americanos tripulantes do Apollo 11 aterraram na lua e regressaram, e que em Novembro do mesmo ano repetiram a proeza com o Apollo 12.

Desde este dia os Russos continuaram a inovar com a primeira aterragem para recolha de amostras e retorno à terra, bem como com o primeiro robot de filmagem da superfície lunar era isto que os EUA deveriam ter feito, eles precisavam primeiro de saber como aterrar algo na lua e trazer de volta para a Terra, antes de ponderarem enviar seres humanos. Sem estes testes é difícil acreditar no sucesso do Apollo 11.
Em 1976 os Russos suspenderam o seu programa espacial e as investigações, deixando de mandar o que quer que seja para a lua, nenhuma explicação foi dada, nenhuns dados da ultima missão foram revelados.
Os Americanos continuaram, depois de terem em pleno espaço cancelado a missão do Apollo 13, dizem ter aterrado com o Apollo 14, 15, 16 e 17. Desde 1972 os Americanos não voltaram a dar importância à lua até 2009.

Neste momento acho muito estranha a quantidade de sondas na órbita da lua entre 1990 e 2008, China, Índia, Japão, EUA e UE enviaram satélites para orbitar a lua, podendo esta atenção ter a ver com a existência de H3, em que uma Space Shuttle carregada deste gás poderia alimentar energeticamente um país do tamanho dos EUA durante 6 meses.
A China quer colocar um homem na lua até 2012, os Americanos querem impedir que isso aconteça e por isso este ano (2009) vão cometer aquele poderá ser o maior erro que já cometeram. No final deste verão chegará à lua o Lunar Reconnaissance Orbiter and LCROSS , este satélite está equipado com um míssil que será disparado contra a lua.
O nosso satélite natural é indispensável ao equilíbrio do nosso planeta. Estes idiotas querem causar uma explosão na lua para analisar a poeira levantada, em busca de água. Este projecto irá estender-se até 2011 com a ajuda das missões: Gravity Recovery and Interior Laboratory (GRAIL) e Lunar Atmosphere and Dust Environment Explorer (LADEE).


Bombardear a lua antes da ida dos Chineses... qual é objectivo? Destruir a verdade das suas falsas idas à lua? Destruir algo que possam ter lá encontrado? Contaminar a lua? Ou simplesmente mostrar ao mundo que se conseguem bombardear a lua a partir de um satélite, conseguem atacar qualquer país com armas nucleares evitando qualquer sistema de defesa?

Não sei. O que sei é que lendo tudo isto seria lógico os Russos chegarem à lua primeiro pois foram os únicos que testaram cápsulas de ida, aterragem e retorno à terra. Sem esta tecnologia os Americanos não poderiam levar o homem à lua e fazê-lo voltar em segurança.

Próximo texto: A corrida à Lua Parte 2

21 Comentários:

  Vani

segunda-feira, agosto 10, 2009 12:37:00 da tarde

Vou esperar pelo segundo texto :) ihihihih. Muito bom, mas tenho algumas observações...aguardando a parte dois... :D (estou a aprender a ser paciente e não me precipitar...ahahahah) ;-)

  Catsone

segunda-feira, agosto 10, 2009 12:47:00 da tarde

Acabaste de destruir um dos meus "sonhos" de criança. Isso não se faz!
Acho que o facto de aceitarmos estas mentiras se deve à vontade enorme em querer que sejam verdades. Eu realmente queria (quero) acreditar que houve alguém a caminhar na lua, mas agora...

PS: O teu link para pesquisas dentro do blog não está a funcionar. Tentei procurar por uma palavra e não consegui. Já escreveste alguma coisa sobre roswell? Abraço.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 10, 2009 1:01:00 da tarde

Vani:

"Muito bom, mas tenho algumas observações..."

Fico à espera :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 10, 2009 1:01:00 da tarde

Catsone:

"Acabaste de destruir um dos meus "sonhos" de criança. Isso não se faz!"

Não destruí nada, o homem foi à lua, nós é que não vimos imagens reais pois querem esconder certos detalhes, mas esta série irá explicar. Irei mostrar algumas imagens das que escaparam para a imprensa, as imagens reais, mas primeiro vamos analisar todas as falsas.

"Já escreveste alguma coisa sobre roswell? Abraço."

Se estás a falar sobre o caso Roswell de 1947, ainda não, mas irei abordar esse assunto depois desta série sobre a lua ou depois da seguinte sobre Marte.

  João

segunda-feira, agosto 10, 2009 2:07:00 da tarde

Isto promete.
Fico à espera. ;)

  Inconstante

segunda-feira, agosto 10, 2009 4:49:00 da tarde

por favor, explica-me como se eu fosse muito estúpida (quer dizer, estúpida não sou, mas confesso a minha ignorância em demasiados assuntos): mas como é que tu sabes estas merdas? é secreto?
bjs

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 10, 2009 4:56:00 da tarde

João:

Espero que as conclusões fiquem à altura das expectativas.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 10, 2009 5:01:00 da tarde

Inconstante:

"por favor, explica-me como se eu fosse muito estúpida (quer dizer, estúpida não sou, mas confesso a minha ignorância em demasiados assuntos): mas como é que tu sabes estas merdas? é secreto?"

Hmmm, depende do que te referes... no que toca a este texto em particular, está tudo disponível para consulta no site da NASA.

Na verdade, mesmo o que é secreto não é nunca totalmente secreto, existem diversos documentos secretos da NASA, tornados públicos pela agência espacial Russa e Japonesa, bem como por investigadores e cientistas que se reformaram, foram despedidos ou por qualquer motivo abandonaram a NASA. Por outro lado a NASA facilita a vida a investigadores ao publicar no espaço de meses, dados contraditórios, ou no espaço de anos a mesma foto editada de forma diferente e deficiente.

A parte mais fácil para descobrir mentiras é pelas fotos, pois não há uma única foto falsa que não possa ser desmascarada com um simples programa de 100 Euros.

A tua ignorância em alguns assuntos, é a minha ignorância noutros dos quais estás melhor informada, pois regra geral só buscamos informação sobre o que nos interessa.
Se o assunto em determinada altura da minha vida me interessou, eu busquei respostas e como tenho a mania de arquivar essa investigações e conclusões, anos depois posso socorrer-me delas para textos como estes. Além de serem dados que me auxiliam em projectos literários para tornar enredos credíveis.

Estás a ver aqueles gajos que sabem quem foi o melhor marcador do Benfica na época 57/58? Pois... eu não sou um deles, mas eles sabem porque isso lhes interessa.

  Inconstante

segunda-feira, agosto 10, 2009 8:44:00 da tarde

ok...então não é perigoso falar contigo, se falares comigo não vais ter que me matar, certo ? ;-)))

fora de brincadeiras...obrigada pela resposta, e por nos disponibilizares o teu conhecimento, assim neste formato de fácil acesso

bjs

  Kenny

terça-feira, agosto 11, 2009 2:12:00 da manhã

A Iapetus Tower é uma "torre" da lua de Saturno Iapetus. :)

A imagem não é da Lua.

Quanto ao resto, gostei da argumentação, apesar de ser possível contra-argumentar algumas coisas.

Podias ter referido os Lunokhov's e como a primeira missão russa que ia enviar uma sonda que ia ser controlada da terra explodiu misteriosamente após o lançamento. Era a missão Luna 16, salvo erro.

Agora o Marsokhov anda muito na moda. :\

Noutro ponto, podias referir que quase todas as missões à Lua foram lançadas no "reinado" de Nixon, um homem conhecido por fazer o que fosse preciso para atingir os seus fins. :)

Keep it up! :)

  Bruno Fehr

terça-feira, agosto 11, 2009 3:09:00 da manhã

Inconstante:

"ok...então não é perigoso falar contigo, se falares comigo não vais ter que me matar, certo ? ;-)))"

Nada do que escrevo é secreto, é tudo baseado em informações tornadas públicas mas não muito divulgadas.

  Bruno Fehr

terça-feira, agosto 11, 2009 4:19:00 da manhã

Kenny:

"A Iapetus Tower é uma "torre" da lua de Saturno Iapetus. :)"

Fui confirmar e na verdade a torre de Babel lunar e a Iapetus são torres distintas em luas diferentes e como a Zond 3 só foi à lua não poderia ter fotografado a Iapetus.
Por isso coloquei o artigo com a foto da Zond 3, que irei substituir pela foto original assim que recuperar o disco rígido onde as tenho.

"Quanto ao resto, gostei da argumentação, apesar de ser possível contra-argumentar algumas coisas."

Claro que é, este é o texto das questões, não dei respostas... há ainda mais 5 ou 6 textos.

"Podias ter referido os Lunokhov's e como a primeira missão russa que ia enviar uma sonda que ia ser controlada da terra explodiu misteriosamente após o lançamento. Era a missão Luna 16, salvo erro."

Tal como as mortes misteriosas de certos astronautas Russos, mas o objectivo é expor as missões Apollo como farsas. Se conseguir recuperar o meu disco velho, tenho lá imagens das missões lunares não tornadas públicas, bem como algumas fotos desta altura que "escaparam" da NASA COM estrelas...

"Noutro ponto, podias referir que quase todas as missões à Lua foram lançadas no "reinado" de Nixon, um homem conhecido por fazer o que fosse preciso para atingir os seus fins. :)"

Alguém que em próprios documentos das CIA já em domínio publico ordenou filmagem em estúdio caso a missão falhasse. Alguém que contratou a Disney para filmar treinos e lançamentos de forma a atrair o publico por forma a apoiarem o projecto. Esse é o famoso caso já exposto de que se a Disney conseguisse interessar o povo Americano, eles teriam a possibilidade de colocar um Presidente... quem veio pouco depois de acabar o projecto espacial? Um actor Ronald Regan...

  Kenny

terça-feira, agosto 11, 2009 5:37:00 da manhã

Fantástico, espero por mais. :)

Cumprimentos!

  Migas-o-Sapo

terça-feira, agosto 11, 2009 8:48:00 da tarde

Mais uma vez, muitos parabéns palo texto, venha daí a parte II.
Explodir a Lua... Eu não digo que há quem tenha andado a ver demasiado a «Guerra das Estrelas»?
Tenho dito.

Que o Amstrong e Companhia não estiveram na Lua naquele dia já nós sabemos...

  Bruno Fehr

quarta-feira, agosto 12, 2009 12:09:00 da manhã

Migas-o-Sapo:

"Que o Amstrong e Companhia não estiveram na Lua naquele dia já nós sabemos..."

Os crentes são ainda a maioria, mas como é normal, a maioria raramente tem razão.

  Pedro Duarte

sábado, agosto 22, 2009 10:55:00 da tarde

Não se destrói um satélite da envergadura da Lua com um míssil.

  Bruno Fehr

sábado, agosto 22, 2009 11:13:00 da tarde

Pedro Duarte:

"Não se destrói um satélite da envergadura da Lua com um míssil."

A questão não é destruir a lua, é deslocar a lua. Quanto à envergadura não a sabemos com 100% de certeza, existe a probabilidade de a lua ter um núcleo oco, o que poderia facilitar um deslocamento da sua orbita e isso iria afectar directamente a nossas marés.

  lal

terça-feira, setembro 01, 2009 11:18:00 da tarde

"
A questão não é destruir a lua, é deslocar a lua. Quanto à envergadura não a sabemos com 100% de certeza, existe a probabilidade de a lua ter um núcleo oco, o que poderia facilitar um deslocamento da sua orbita e isso iria afectar directamente a nossas marés."

Deslocar a Lua com um míssil. Lol.
Lua com um núcleo oco. Lol.

  Bruno Fehr

terça-feira, setembro 01, 2009 11:30:00 da tarde

lal:

"Deslocar a Lua com um míssil. Lol.
Lua com um núcleo oco. Lol."

Pelos seus Lol's você acha a ignorância uma bênção, eu acho triste. Consegue comprovar que o núcleo da lua é sólido? Eu não consigo nem ninguém ainda conseguiu, para se rir deverá ter informação privilegiada.

Você pode ser burra em silencio não precisa de o fazer publicamente, ok usou um nick aleatório, mas não deixa de ficar mal...

  lal

quarta-feira, setembro 02, 2009 5:44:00 da manhã

Toda a gente é ignorante, menos você e os que pensam como você. Ora bem, para a Lua ser oca não teria força gravitacional suficiente para atrair a Terra e então seria atraída pelo nosso planeta, chocando com ele. Outro ponto, tendo a Lua se formado a partir do planeta Terra, ou até mesmo pela acrecção de planetesimais e diferenciação em camadas concêntricas, não vejo em que circunstância seja oca. Mas se me der fontes em que pesquisem isso, terei todo o gosto em acompanhar. E se o míssil abalasse a Lua, esta já teria saído do sítio com todos os impactos fortíssimos a que foi sujeita. Mas, mais uma vez se me der fontes terei todo o gosto em analisar. Ah, não precisei de chamar ignorante para argumentar.

  Bruno Fehr

quarta-feira, setembro 02, 2009 9:27:00 da manhã

lal:

"Toda a gente é ignorante, menos você e os que pensam como você."

Não, só o que deixam comentários parvos como o seu.

"Ora bem, para a Lua ser oca não teria força gravitacional suficiente para atrair a Terra e então seria atraída pelo nosso planeta, chocando com ele."

Ahahahahahahaha. Ou 8 ou 80? Para se ser oco precisa de ser tipo casca de ovo? Desculpe, mas basta a ausência de algo como o núcleo central para que se já use e definição de oco, e que contribuirá para a menor gravidade no entanto a suficiente para se manter na orbita que tem e sem bater na Terra.

Além disso e tal como já disse ninguém sabe como é o interior da lua a partir de uns metros da sua superfície, todas as teorias estão em aberto, e basta a lua ter um pouco de menos massa do que a que pensamos ter, para que duas toneladas de explosivos a possam deslocar ligeiramente. Mais uma vez, deslocar não é o que pensa, ou seja a Lua não iria orbitar para lá de Saturno, mas bastaria uma pequena deslocação para afectar de forma desconhecida o nosso planeta.

"Outro ponto, tendo a Lua se formado a partir do planeta Terra, ou até mesmo pela acrecção de planetesimais e diferenciação em camadas concêntricas, não vejo em que circunstância seja oca. Mas se me der fontes em que pesquisem isso, terei todo o gosto em acompanhar."

Mais uma vez está o teorizar. Na verdade as amostras de solo trazidas da lua, deitaram "por terra" as teorias que refere e apontam sim para a Lua ser consideravelmente mais velha que o planeta Terra. As pedras mais antigas encontradas na Terra possuem 4.6 "billion" mil milhões de anos, ao passo que as mais antigas da Lua possuem 5.3 e é de salientar que isso já se sabe muito antes de 1999 quando a pedra mais antiga do nosso planeta foi encontrada. Até que se encontre uma da idade das da Lua, a teoria que refere não faz sentido.

Em Marco 7, 1971, instrumentos lunares detectaram uma nuvem de vapor de água durante 14 horas e numa área de 100 milhas. Ao existir água no seu interior o seu interior não será sólido e isso deixa espaço para poder ser oca mas não necessariamente "casca de ovo", o que não faria sentido.

A Lua pode ser sólida, não digo que não, mas pode faltar-lhe o núcleo e ter menor massa do que pensamos, o que seria o suficiente para uma bomba de uma potencia exagerada como esta poder causar um desvio.

Densidade nas Lua de 3.34 gm/cm3 (3.34 vezes um semelhante volume de água) enquanto na Terra é de 5.5. O que acha que isto poderá significar?
Já em 1962 o Dr. Gordon MacDonald cientista que trabalhou inclusivamente para a NASA disse:"Se os dados astronómicos são reduzidos, é de considerar que o interior da Lua é mais oco que uma esfera homogénea". E o prémio Nobel da química Dr. Harold Urey até sugeriu que a densidade reduzida da Lua se deve a grande áreas no seu interior que não passam de uma cavidade. O Dr. Sean C. Solomon (MIT) escreveu "AS experiências do Lunar Orbiter melhoraram os nosso conhecimentos de uma forma vasta do campo gravitacional lunar, indicando a assustadora possibilidade da lua poder ser oca".

Eu não digo que a Lua é oca, eu digo que a Lua pode ser oca, e como é uma possibilidade tenho dificuldade em aceitar que quem quer que seja, apareça com um nick anónimo a afirmar como se fosse um facto, de que a Lua não o é, negando a possibilidade do que é mesmo uma possibilidade.

"E se o míssil abalasse a Lua, esta já teria saído do sítio com todos os impactos fortíssimos a que foi sujeita."

Acredite que nenhum se aproximou à capacidade explosiva de uma bomba destas, nenhum impacto passado se poderá nem de longe comparar.

"Ah, não precisei de chamar ignorante para argumentar."

Eu também não precisei, mas dado o seu comentário, foi a constatação do óbvio, basta ler o que escreveu e verá que não está lá qualquer coisa que se assemelhe a argumentação, este segundo comentário, já merece ser chamado de comentário.