Os olhos na lua (parte 3/3)

Qual é coisa qual é ela que se esconde sem motivo?

Resposta Religiosa: Foi Deus que fez!
Resposta Agnóstica: Não sei, só vendo!
Resposta Ateísta: Foi um católico só para dizer que foi Deus que fez!
Resposta Céptica: Porque é que perguntas isso?
Resposta UFOlogica: É um ET, que seja bem vindo!
Resposta Conspiradora: É um ET caralho, fujam, fujam, vamos todos morrer!
Resposta NASA: Nada foi escondido.
Resposta Bruno Fehr: Aqui quem pergunta sou eu!

Antes de vos mostrar as fotos que mais gosto da lua, queria que vissem o desenho da última missão Apollo, a décima-sétima. O desenho para este símbolo foi criado por um outro astronauta Evans, tal como lhe é feita a referencia no próprio símbolo:


No seu site pessoal, Evans publicou nos anos 90 os esboços que a NASA rejeitou, e aqui estão eles:


Por que motivo um astronauta que já tinha pisado a lua desenhou algo parecido a isto?:

É intrigante, e possivelmente um dos motivos dos esboços terem sido recusados. Seria por não fazer sentido, ou por fazer sentido demais?

Mas vamos a uma outra foto, não tenho qualquer mérito por esta descoberta, mas a ter conhecimento dela, fui buscar a foto e repeti o processo de investigação. Hoje com os novos programas de imagem, foi possível melhorar ainda mais:

Na foto de cima a primeira coisa que se nota é um excesso de luz, que faz com que a superfície pareça gelada e sabe-se que não é, por isso baixei a luminosidade que estava em valores extremamente altos para 45%:

Agora com a foto mais real, coloquei-a na posição correcta, pois a pontinha visível do satélite entrava em conflito com a localização da câmara, por isso inverti-a e imediatamente reparo numa torre:

Ampliando:
Salientei a estrutura:
Na foto seguinte, tenho a original e fiz o processo oposto, dei cor ao solo mantendo a estrutura na cor original:

É obviamente um obelisco, de origem natural ou não é a questão, a verdade é que é uma estrutura vertical.
Em baixo podem ver a torre que chamaram "Torre de Babel" que se destacou no solo da Lua nas primeiras fotos Russas de sua órbita tiradas pela Zond3, que mostrei na minha série anterior sobre a lua:


Termino esta série, se bem que poderia fazer mais, com a cereja no topo do bolo.
Esta é a famosa foto tirada no solo da Lua à qual eu chamo de: O triângulo das Bermudas:

A desculpa da NASA para esta foto, tirada de uma zona a pedido de diversos astrónomos, ter ficado em branco é por uma coincidência de dois factores, o excesso de exposição à luz e por ser a última foto do rolo. É certo que esta foto sempre foi catalogada como "em branco", mas esta foto não está em branco nos dias de hoje, estava sim nos anos 70 quando não havia programas giros de fotografia.
O processo foi simples, é preciso retirar à foto alguma luminosidade de modo a evitar o "queimado" do rolo:

Nota-se ali qualquer coisa, por isso vamos mexer no contraste:

O que se vê? Nada... mas há quem veja algo, algo que está a ser visto também em Marte.
Sempre se colocou a questão de como é que culturas na Terra que nunca estiveram em contacto construíram pirâmides, revelando conhecimentos avançados de arquitectura e astronomia, devido ao facto de todas elas estarem colocadas de forma à sua ponta estar alinhada com certas constelações e os seus vértices com os pontos cardeais.
No séc XV descobrimos as pirâmides dos Egípcios. No séc XVI descobrimos as pirâmides dos Maias. No séc XVII as pirâmides Mexicanas. No Séc XIX as pirâmides Peruanas. No Séc XX as pirâmides Chinesas. E agora no séc XXI as pirâmides Europeias na Bósnia são adicionadas às da Coreia, Belize, Sudão, Cuba, Japão, Canárias, Itália e Sicília e por todo o lado em todo o mundo (podem ler sobre as Bósnias, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui, bem como um vídeo do investigador-chefe que foi por chamado de louco durante anos: aqui).
E se um dia esta da Lua for comprovada bem como as de Marte?

Eu disse que na foto está uma pirâmide? Não, não disse, disse sim que parece uma pirâmide...

64 Comentários:

  forteifeio

sexta-feira, agosto 28, 2009 1:19:00 da manhã

Bruno

Só queria dizer uma coisa que tinhas dito:
O facto de existir vida extraterrestre, não significa a inexistência de Deus.
Aliás em determinadas religiões fala-se de outros planetas e mundos serem habitados.

  Fada

sexta-feira, agosto 28, 2009 2:37:00 da manhã

Bruno Miguel, tu postas isto a esta hora para eu não dormir, é?!?!?!

Agora estou toda curiosa, vou espreitar as da Bósnia... Grrrr...

Quanto ao símbolo de Evans, temos 3 hipóteses.
1) Evans ter sido um neo-pagão, e daí ter transmitido um símbolo dele (apesar de estar enterrado num cemitério presbiteriano).
2) Saber mais sobre Stonehenge e a sua relação com a Lua do que os comuns mortais.
3) Ter visto algo similar na Lua.

Não deixa de ser interessante que o 1º símbolo dos rejeitados, o colorido, tenha um sol a formar algo muito semelhante à cruz celta (que também representa simbolicamente o planeta Terra).
E que o 2º símbolo rejeitado, tenha um sol/estrela a fazer lembrar o Olho de Hórus.

O símbolo aprovado levanta-me questões:
- Porquê 3 estrelas de 5 pontas e 4 listas vermelhas?
- Porquê Saturno, Deus do Tempo?
"SATURNO - Símbolo: Um semicírculo (mente) por debaixo da cruz (matéria). A matéria física sobre o espírito humano simbolizando a necessidade de vivenciar as experiências mundanas, tomando consciência de si mesmo como forma de atingir um nível de consciência superior." in http://cova-do-urso.blogspot.com/2009/05/composicao-dos-simbolos-dos-planetas.html
- Porquê uma galáxia a lembrar o Olho de Hórus?
- E já agora... Porquê Apollo?... "Apolo foi identificado como o deus da luz e do sol, da verdade e da profecia,..." in http://pt.wikipedia.org/wiki/Apolo.

Em relação à tal torre/obelisco, parece-me um efeito da luz, parece-me que não é uma torre/obelisco, mas sim algo deitado (estilo Buda deitado).
Não pondo em questão a possibilidade de haver torres, apenas esta figura em particular não me parece uma torre.

Quanto à possível-pirâmide, eu também sempre me perguntei o que referes:
"Sempre se colocou a questão de como é que culturas na Terra que nunca estiveram em contacto construíram pirâmides, revelando conhecimentos avançados de arquitectura e astronomia, devido ao facto de todas elas estarem colocadas de forma à sua ponta estar alinhada com certas constelações e os seus vértices com os pontos cardeais."

além da minha curiosidade sobre figuras gigantes, as linhas de Nazca, as cabeças da ilha de Páscoa, Stonehenge, etc etc etc...

Bem... Vou dormir, já não vou à Bósnia hoje... :(

Beijitos

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 3:16:00 da manhã

forteifeio:

"O facto de existir vida extraterrestre, não significa a inexistência de Deus.
Aliás em determinadas religiões fala-se de outros planetas e mundos serem habitados."

É uma opinião que parece generalizada e que já deu várias páginas de discussão, mas mostrem-me uma passagem religiosa que sustente tal afirmação, pois Génesis é exemplo oposto.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 4:27:00 da manhã

Fada:

"Agora estou toda curiosa, vou espreitar as da Bósnia... Grrrr..."

Recomendo o vídeo. O homem foi durante anos chamado de louco e agora prova tudo o que sempre disse... mais um "conspirador".

"2) Saber mais sobre Stonehenge e a sua relação com a Lua do que os comuns mortais.
3) Ter visto algo similar na Lua."

Ele esteve na Lua antes desta missão e foi o último homem a pisá-la nesta missão.

"- Porquê 3 estrelas de 5 pontas e 4 listas vermelhas?"

As 3 estrelas, sao a constante referencia às 3 cidades, presentes na bandeira de Columbia District, que representam Columbia, City of London e Vatican City.

As 4 listas ainda são um mistério para mim, mas lá chegarei.

"- Porquê Saturno, Deus do Tempo?"

Na verdade não é Saturno, mas sim Apollo Deus da luz e do Sol

"- Porquê uma galáxia a lembrar o Olho de Hórus?"

Porque para onde quer que olhes, este símbolo está lá, quer seja o olho de Hórus, a pirâmide, ou o sol, estão patentes em tudo, desde as maiores empresas mundiais, às TV's, musica e filmes. Basta ver com atenção.

"Em relação à tal torre/obelisco, parece-me um efeito da luz, parece-me que não é uma torre/obelisco, mas sim algo deitado (estilo Buda deitado)."

Estando deitado, não poderia destacar verticalidade, ou isolar o solo. Mas é um facto de que nao parece ser opaco. Existe uma outra foto tirada por um astronauta na lua, que ainda estou à procura dela pois sei que a tenho, da tal "torre de babel" que é só parcialmente visível parecendo ser de um material semi-transparente. Quando a encontrar publico-a.

"além da minha curiosidade sobre figuras gigantes, as linhas de Nazca, as cabeças da ilha de Páscoa, Stonehenge, etc etc etc..."

Stonehenge já tem resposta parcial, pois é uma construção de observação astronómica, só ainda não se sabem quem. A ilha da Páscoa é de facto um mistério, pois para as construírem abateram todas as árvores da ilha o que foi provavelmente o motivo da extinção dessa cultura. Quanto a Nazca existem ainda mais intrigantes, como a última que é um símbolo Maia que representa o final dos tempos do calendário Maia. Apareceu recentemente em Inglaterra.

  AlfmaniaK

sexta-feira, agosto 28, 2009 4:58:00 da manhã

Há 15 dias atrás comentei, na 1ª série, para o que isto caminhava... evidentemente não me enganei!

Bruno:
"Isto leva-me a pensar que a maioria das pessoas só consegue construir uma opinião com base na opinião de terceiros, sem eu exprimir uma ideia, parece que os que gostam de se me opor, nao possuem ideias...

Eu gosto de provar os meus pontos de vista, e este texto é um desafio a opiniões, com as quais posso concordar ou atacar... resta saber que aceita o desafio!"

Então vejamos porque é que não se justifica expor ideias nesta série:
1º seria ridículo;
2º confesso que te associei ao LunaCognita (cheguei a pensar que fossem a mesma pessoa), porque 99% das imagens apresentadas nesta série são printscreens dos vídeos desse teorista!
3º nenhuma dessas fotos é secreta, inclusive estão todas no site da NASA;
4º Concluí que LunaCognita e o Bruno Fehr não são a mesma pessoa, nem estão relacionados, porque o LunaCognita identifica todas as fontes... e o Bruno Fehr, deixa a ideia que - algumas fotos - saíram do seu PC (o que me leva ao 1º ponto).

Já agora: o site é www.nasa.com, tudo o que substitui os "www" são subdomínios... tentem explorar em http://history.nasa.gov
só na secção da Apollo 17 saquei mais de 3Gb de fotos... e chateia tentar descobrir donde tiraste essas fotos no meio de milhares.

De lamentar o recurso ao printscreen porque, sabendo agora que, estas fotos estão disponíveis em alta resolução, tu deixastes os teus leitores com fotos que mal permitem fazer as experiências sugeridas. (nota: a foto do calhau com a coisinha verde não requer edição, aquilo é visível a olho nu na foto original e não me parece que a NASA tenha tentado encobrir alguma coisa. Para os menos atentos, puxem pela cabeça e tentem lá perceber o que é que origina numa foto que não pertence à era digital, aquilo verde! (talvez se o Bruno apresentar a foto do calhau que é um adereço de cenário, sirva de pista)

Sobre a tal opinião que não dei aqui, confesso que estou com o antigo anónimo Bruno... prefiro comentar com o autor desta série!
:) foi só para picar, eu não quero falar com o autor disto
Mas sumariamente estou céptico que haja alguma coisa na lua, que em Outubro vá acontecer alguma coisa na Lua... e muito menos acredito que vamos ter um mito a atravessar o nosso sistema solar.
De alguma forma, toda esta conversa da Lua não bate certo com um raciocínio lógico e simples. Requer muitos "SEs" para que seja aceitável a concordância entre tudo. Por outras palavras, se tentarmos aplicar a navalha de Occam nestas estórias... há muita palha à mistura, e as versões oficiais, são para todos os efeitos, as mais simples e com os mesmos resultados!

(claro que posso estar enganado e tu e o LunaCognita serem a mesma pessoa, porque aqui falas na primeira pessoa... mas julgo que não é o caso, e puxar a conversa do plágio só chateia)

  Sylvia FX

sexta-feira, agosto 28, 2009 6:01:00 da manhã

Li com atenção os teus textos sobre a corrida à Lua, vi as fotos... continuo a não entender o que pretendes provar, mostrar, informar tanto faz.
Tenho um programa de edição de fotos que faz exactamente o que fizeste aqui. Já reparei que ao utilizar o contraste de luminosidade em % o efeito é medonho mesmo em fotos completamente banais e simples. Aparecem manchas sombras, cores estranhas enfim, para mim esse tipo de programa não tem qualquer credibilidade em termos de investigação. Mesmo supondo que até tenhas um software muito avançado, não vi nada significativo. Acredito, sinceramente, que vai muito no que se pretende encontrar. Pegando na foto que trabalhaste da lua, se eu quisesse encontrar uma árvore com jeitinho encontrava meia dúzia.

A foto que-parece-uma-pirâmide fica só no "parece" porque aos meus olhos aquilo é mais um efeito do rolo fotográfico. A bem dizer faz-me mais confusão aquela sombra no canto inferior direito pois parece "alguém" a espreitar :)

Relativamente a um assunto bem mais real, tens alguma opinião formada sobre às crop circles?

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 7:10:00 da manhã

AlfmaniaK:

"Há 15 dias atrás comentei, na 1ª série, para o que isto caminhava... evidentemente não me enganei!"

Pois, isso é como eu dizer que adivinhei os números do loto da semana passada.

"Então vejamos porque é que não se justifica expor ideias nesta série:
1º seria ridículo"

"Ridículo" é um termo comum usado por que não tem nada para dizer, pois não sabe o que dizer.


"2º confesso que te associei ao LunaCognita (cheguei a pensar que fossem a mesma pessoa), porque 99% das imagens apresentadas nesta série são printscreens dos vídeos desse teorista!"

Eu sou muita gente e não sou ninguém, grande parte dos textos de investigação são baseados em outras investigações, quando não é a minha área, mas isso não significa que não confirme os dados e retire as minhas conclusões.
No entanto fui ver quem é esse/essa LunaCógnita e não encontrei qualquer blogue, só um canal YouTube.

"3º nenhuma dessas fotos é secreta, inclusive estão todas no site da NASA"

Então qual é o problema?

"4º Concluí que LunaCognita e o Bruno Fehr não são a mesma pessoa, nem estão relacionados, porque o LunaCognita identifica todas as fontes... e o Bruno Fehr, deixa a ideia que - algumas fotos - saíram do seu PC"

Todas as fotos saíram obviamente do meu PC, daí elas estarem hospedadas do servidor Blogspot.
Quanto a fontes, encontras no topo do meu blogue um link para o site de suporte, as fontes são colocada lá após o final das séries consoante o tempo que tenho. Lá são colocadas datas para o efeito.
Mas na verdade, não precisaria de apresentar fontes!

"e chateia tentar descobrir donde tiraste essas fotos no meio de milhares."

Chateia pois o teu interesse é zero, gostas mais de negar tudo à partida. Todos os meus leitores sabem que me podem enviar mails com qualquer questão, e ainda esta semana forneci a vários o programa que uso para ampliações que já usei em diversas fotos de diversos textos.

"De lamentar o recurso ao printscreen porque, sabendo agora que, estas fotos estão disponíveis em alta resolução, tu deixastes os teus leitores com fotos que mal permitem fazer as experiências sugeridas."

As experiências sugeridas, devem ser feitas com as fotos em tamanho original e não com ampliações ou fotos redimensionadas. Em ponto nenhum do meus texto eu digo para fazerem testes nas fotos que uso.

"(nota: a foto do calhau com a coisinha verde não requer edição, aquilo é visível a olho nu na foto original e não me parece que a NASA tenha tentado encobrir alguma coisa."

Não me parece que quem olhe para o foto o veja, está escondido à vista de todos, para que se pense como tu..."vê-se uma nesga, é porque não é nada".

"Para os menos atentos, puxem pela cabeça e tentem lá perceber o que é que origina numa foto que não pertence à era digital, aquilo verde!"

Estou curioso. Diz lá!

"(talvez se o Bruno apresentar a foto do calhau que é um adereço de cenário, sirva de pista)"

Adereço de cenário? Interessante visto que admites que a foto é da NASA.

(cont)

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 7:10:00 da manhã

AlfmaniaK:

"Sobre a tal opinião que não dei aqui, confesso que estou com o antigo anónimo Bruno... prefiro comentar com o autor desta série!"

Anónimo Bruno? Isto faz-me lembrar aquela frase: "Não sei o que queres mas agrada-me a tua forma de pensar".
Então vamos ver se eu entendo o que estás a dizer:

Ponto 1: O Bruno tinha e tem conta bloguer e um blogue. Tecnicamente não era anónimo.

Ponto 2: Na verdade ele é anónimo tal como todos nós, com a agravante de que o Bruno, não passa de pseudónimo de um outro bloguer que não querendo manchar a sua reputação online, criou aquela personagem para me enfrentar.

O teu comentário leva-me a crer que sabes mais sobre ele do que eu...
Não, não estou a conspirar, deixo à interpretação de cada um.

":) foi só para picar, eu não quero falar com o autor disto"

Eu gosto que me piquem, pois dá pica!

"Mas sumariamente estou céptico que haja alguma coisa na lua, que em Outubro vá acontecer alguma coisa na Lua... e muito menos acredito que vamos ter um mito a atravessar o nosso sistema solar."

Quanto ao saber o que há na lua, nem tu nem eu temos esperança de vida para o saber, mas quanto a Outubro e a 2012, cá estaremos.

"De alguma forma, toda esta conversa da Lua não bate certo com um raciocínio lógico e simples. Requer muitos "SEs" para que seja aceitável a concordância entre tudo."

Quem não tem "se's" não vai a lado nenhum e fica num conformismo com o qual não me conformo.

"e as versões oficiais, são para todos os efeitos, as mais simples e com os mesmos resultados!"

A simplicidade das versões oficiais, é equivalente à simplicidade de quem se conforma com elas.

"(claro que posso estar enganado e tu e o LunaCognita serem a mesma pessoa, porque aqui falas na primeira pessoa... mas julgo que não é o caso, e puxar a conversa do plágio só chateia)"

Tal como disse, eu sou muitos e não sou ninguém, como pessoa não sou o LunaCógnita mas no fundo somos todos anonymous, ou seja ninguém.
Quanto ao plágio, remeto este comentário para o que disseste sobre o Bruno. Uma ligação estranha visto que a ignorância desse senhor foi desmascarada na hora, mas falas como se ele nao tivesse sido confrontado... a verdade desta ligação de ideias, acho que só tu a sabes, pois o comentário é teu.

Os teus comentários são sempre da lógica mais ilógica que existe, pois não há grande argumentação, só negacao. Demonstras uma necessidade difícil de perceber de negar tudo o que vai contra as tuas crenças ou conformismo no qual te sentes conformado. Essas atitudes não trazem qualquer tipo de vantagens para terceiros, simplesmente são o uma tentativa de limitares os seus horizontes ao nível dos teus.
Uma maneira de parar os "se's", pois o teu único argumento foi mesmo levantar a questão do que é que pode causar uma foto não digital a ficar verde. Não dizes o que poderá ser, pois sabes bem que as fotos não ficam verdes com o tempo e se nao sabes, eu digo-te:

As fotos não ficam verdes com o tempo!

No fundo é um pouco como a anedota dos caranguejos tugas, que não precisam de uma tampa para os manter no balde, pois como tugas, sempre que um tenta escapar, os outros puxam-no de volta.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 7:11:00 da manhã

Silvia FX:

"Li com atenção os teus textos sobre a corrida à Lua, vi as fotos... continuo a não entender o que pretendes provar, mostrar, informar tanto faz."

Está claro nessa série, as imagens mostradas da lua, são com 100% de certeza em qualquer lugar neste planeta, e não na lua.

"Tenho um programa de edição de fotos que faz exactamente o que fizeste aqui."

Todos os programas o fazem, o que não fazem é a identificação de negros, zoom sem perda de qualidade, detecção de zonas "pinceladas", para isso são necessários outros programas como o:
Reshade Image Enlarger, sem bem que existem alguns addons para o Photoshop que o fazem com relativa qualidade e a um preço mais em conta.

"Já reparei que ao utilizar o contraste de luminosidade em % o efeito é medonho mesmo em fotos completamente banais e simples."

A ideia não é jogar com ele, é levá-lo aos valores normais quando anormais são detectados.

"Mesmo supondo que até tenhas um software muito avançado, não vi nada significativo."

É o mais avançado até ao momento, pelo menos na minha opinião, entre todos os que testei.
A relevância depende do texto de que falas, na última série sobre a Lua não tenho a menor dúvida do que digo. Nesta série, só tenho dúvidas e não digo nada.

"Pegando na foto que trabalhaste da lua, se eu quisesse encontrar uma árvore com jeitinho encontrava meia dúzia."

Não sei se é humor, ou sarcasmo, mas duvido que encontres o que queres. Nunca me passou pela cabeça encontrar o que quer que seja em particular.

"A foto que-parece-uma-pirâmide fica só no "parece" porque aos meus olhos aquilo é mais um efeito do rolo fotográfico."

Mas não disse que era, aliás em sublinhei no final do texto que não disse que aquilo era uma pirâmide.
Mas com toda a certeza que aquilo não é efeito do rolo, uma foto queimada num negativo fica branca, com manchas negras, MAS, qualquer negativo antigo que tenhas nos teus álbuns de fotografia, ou mesmo qualquer foto em branco desses negativos, pode ser recuperada e retirar de lá a imagem residual que fica sempre.

"A bem dizer faz-me mais confusão aquela sombra no canto inferior direito pois parece "alguém" a espreitar :)"

Isso é uma mancha normal de imagem queimada.

"Relativamente a um assunto bem mais real, tens alguma opinião formada sobre às crop circles?"

Nem eu nem ninguém. Mas exigem tecnologia da qual teoricamente não dispomos.
Pode ser obra do acaso? Não!
Pode ser obra de ET's? Pode!
Pode ser obra do homem com tecnologia que não conhecemos? Pode!

As pessoas negam a existência da tecnologia HARPP, ERM, entre outras, no entanto elas existem e estão à vista de todos.
Neste momento estou muito interessado num dos últimos descobertos recentemente e aquele cujo significado foi imediatamente percebido, é um símbolo maia que representa o fim dos tempos.

Não tenho dúvidas de que a maioria que já vi, foram feitos por humanos e não escrevi sobre o assunto ainda, pois há alguns que atribuir a humanos é no mínimo ridículo.

Cada coisa a seu tempo, quando me sentir menos dividido e de opinião formada, abordarei o assunto.

  Fada

sexta-feira, agosto 28, 2009 9:33:00 da manhã

Bruno, em relação às minhas perguntas (para as quais eu já tinha algumas respostas... e quis só levantar lebres...eheheh):

Eu: "- Porquê Saturno, Deus do Tempo?"
Tu: Na verdade não é Saturno, mas sim Apollo Deus da luz e do Sol

Saturno está lá representado, sob a forma de planeta. Daí a minha pergunta. Porquê Saturno, e não Marte, ou Júpiter, ou Vénus?...
Em algo carregado de simbolismos, também deve ter um significado.
Sabia a resposta a quase tudo o que perguntei, só Saturno, Apolo, e as 4 listas é que estranho. Ainda estive à procura de rostos ETs nos caracóis de Apolo, confesso, mas não encontrei nada... lol

Bom dia!
:)

Beijitos

  I.D.Pena

sexta-feira, agosto 28, 2009 10:55:00 da manhã

Agradeço imenso que tenhas feito toda a pesquisa àcerca de todos estes assuntos, são para mim(por acaso) muito interessantes, sempre foram, mas tu sabes, nem sempre há tempo para tudo, não sei como arranjo sempre um tempinho para te ler. :)

Não sei como, mas até sei o porquê . Porque é bom PARA VARIAR existir pessoas que pretendem de facto ensinar ou até "iluminar" em vez de mostrar o quanto são iluminados ou letrados com grandes manobras linguisticas confundindo uns e iludindo outros tantos.

Mas aqui não, aqui fala-se de uma linguagem clara e concisa para não dizer simples.

Quanto à série [De olhos na Lua] gostei do exercicio mental, acho que a coisa mais gira que fizeste foi incentivar à descoberta.

Sobretudo é bom que estejamos sempre a aprender, mas para mim que sou só uma gota no meio deste oceano de gente, é uma das injustiças maiores, mentir às crianças com coisas sérias. E nós todos já fomos crianças e depois adolescentes , e mesmo assim de todos os lados aprendiamos mentiras, mentiras que nos ocupavam, muitas com interesse , mas se experimentavamos questionar , pelo menos comigo aconteceu dessa maneira, primeiro ridicularizavam sim as vezes eram perguntas estranhas, mas eu questionava só isso, claro que havia professores porreiros que depois até me diziam que não sabiam a resposta, depois as respostas foram evoluindo para:

É este o programa do ministério da educação, se tem interesse ou não o estado é que sabe.

Para mim na escola deve-se ensinar acima de tudo e pelo menos VERDADES, mas chega a ser patético toda aquela rotina, e divisão entre alunos e professores, e a ministra da educação com aquela atitudezinha arrogante para toda a camada de professores que aturam os alunos. Alguns apenas pela paixão de ensinar aguentam com o mais profundo desprezo dessa ministra castradora , não queria dizer fascista porque quero acreditar que todo o humano tem bom intimo.

E ela é uma espécie de capataz do estado se é da educação ou não, já não interessa, o que é educação quando significa não poderes ter opinião ?

Houve alturas na história que se queimou muitos livros, várias vezes , eu já não me lembro das datas ao certo, mas foram sempre perdas para o conhecimento humano, perdemos quantidades enormes de património. Hoje temos livros a mais e cheios de mentiras(made in us of A),e esses ainda estão por queimar...
Mas pronto.
Resumindo e concluindo , Obrigada :)

  Catsone

sexta-feira, agosto 28, 2009 11:29:00 da manhã

Fehr, como sempre, muito bom o texto.
Quanto ao "desafio" que lançaste ao Forte no primeiro comentário a este post sugiro que passes olhos ao capítulo III do Evangelho segundo o espiritismo (faz-se o download em n sites de espiritismo, como por exemplo este: http://blog-espiritismo.blogspot.com/). Não sei se te chega, mas pode ser um bom começo, ;).
E, só para provocar, tens sempre a visão do José Rodrigues dos Santos sobre o Génesis no "Fórmula de Deus"...

  MIB

sexta-feira, agosto 28, 2009 12:01:00 da tarde

Boas,

Por estranho que pareça vou ter que concordar com alguem desde que leio o blog, e concordo com o alfmaniak lol.

Já não me lembro quem disse esta frase, mas acho que faz muito sentido:
" Para qualquer problema a solução mais óbvia normalmente é a correcta".

Confesso que não tenho respondido por 2 motivos, falta completa de tempo e não perceber nada de edição digital de fotografia nem ter quem perceba por mim, por isso quando não sei estou calado e ouço :)

Mas de facto uma coisa concordo tb com um comentário anterior, posso acreditar que a tua palavra é a palavra de DEUS revelada ou acreditar que precisavas de umas terapias de electrochoques, mas o certo é que a todo o momento utilizas uma linguagem clara e concisa, se bem que por vezes baseada em conceitos errados :P

Mas os meus parabéns mais uma vez :)

  Vani

sexta-feira, agosto 28, 2009 12:36:00 da tarde

MIB, acho que a expressão de que falas é: " Para qualquer problema a solução mais SIMPLES normalmente é a correcta".

Agora, depende do que se entende por simples...o que é simples para um físico quântico, por exemplo, pode não o ser para ti...a resposta até pode ser simples, mas complexa demais para o cérebro humano abarcar.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 1:23:00 da tarde

Fada:

"Saturno está lá representado, sob a forma de planeta. Daí a minha pergunta. Porquê Saturno, e não Marte, ou Júpiter, ou Vénus?..."

Sim, Marte ou Vénus teria mais lógica e por serem os mais próximos da Terra, e nem o tamanho pode ser usado para justificar a sua presença pois Júpiter é maior e está mais perto.

"Sabia a resposta a quase tudo o que perguntei, só Saturno, Apolo, e as 4 listas é que estranho. Ainda estive à procura de rostos ETs nos caracóis de Apolo, confesso, mas não encontrei nada... lol"

Acho que as únicas coisas escondidas nessa imagem, é na parte interior da gola de Apollo, ter o numero 17.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 1:23:00 da tarde

I.D.Pena:

"Não sei como, mas até sei o porquê . Porque é bom PARA VARIAR existir pessoas que pretendem de facto ensinar ou até "iluminar" em vez de mostrar o quanto são iluminados ou letrados com grandes manobras linguisticas confundindo uns e iludindo outros tantos."

Acho isto um perigo, pois a melhor forma de cegar tudo e todos é colocando em causa a informação sem dizer nada mas fazendo-o agressivamente. Foi Hitler que disse: "Se gritares uma mentira bem alto, as pessoas irão acreditar em ti". Na verdade as pessoas adoram negar a informação que as obrigaria a rever as suas crenças, e como não se querem sentir sós na ignorância, seguem o principio Tuga de se puxarem uns aos outros para o fundo do poço, só para não ficarem sozinhos.

"é uma das injustiças maiores, mentir às crianças com coisas sérias."

O objectivo é desinformar, é como nao falar de lei na escola, nem sequer nas leis mais básicas. Isto serve para que as criancas crescam leigas no assunto e sejam fáceis de dominar, pensando que um policia é autoridade. E de pois os pais ajudam com o "come a sopa ou eu chamo o policia e ele leva-te preso". Não conhecendo a lei, os limites da autoridade, crescemos a pensar que eles sabem a lei e que os temos de ouvir. Não, os policias não sabem a lei, e violam-na todos os dias, não existe um único policia no mundo que não a tenha violado ao exigir identificação a alguém.

"E nós todos já fomos crianças e depois adolescentes , e mesmo assim de todos os lados aprendiamos mentiras, mentiras que nos ocupavam, muitas com interesse , mas se experimentavamos questionar , pelo menos comigo aconteceu dessa maneira, primeiro ridicularizavam"

É como Ghandi disse "primeiro eles ridicularizam-te, depois combatem-te mas no final tu ganhas".
Os professores fazem isso, quer seja por eles próprios não saberem e serem máquinas de decorar, quer pelo simples facto de não saberem pois nunca questionaram.

"É este o programa do ministério da educação, se tem interesse ou não o estado é que sabe."

Esta é a parte pós ridicularizacao, a do combate. A criança que chega a este ponto deve continuar e será uma pessoa mais informada pois fez com que o sistema falhasse ao matar essa curiosidade.

"Para mim na escola deve-se ensinar acima de tudo e pelo menos VERDADES, mas chega a ser patético toda aquela rotina, e divisão entre alunos e professores, e a ministra da educação com aquela atitudezinha arrogante para toda a camada de professores que aturam os alunos."

Tens de perceber que todas as guerras são cortinas de fumo. Há sempre comunistas e fascistas, prós e contras, sindicatos e patronato, as guerras são estimuladas para esconder podres.
Todo este processo divide e divide para conquistar. Como muitos conquistadores provaram, é mais fácil conquistar o país depois de o dividir com guerra internas.
O problema foi criado, o ministério ataca os professores dando uma benesses estupidificadoras ao alunos, os alunos agradecem pois assim precisam de estudar menos, ou nada e atacam também os professores que por sua vez atacam os alunos.

Só os alunos e professores unidos num objectivo poderiam melhorar o sistema, mas deixam-se levar por este jogos de poder e colocar mais merda na fossa.

"Houve alturas na história que se queimou muitos livros, várias vezes , eu já não me lembro das datas ao certo, mas foram sempre perdas para o conhecimento humano, perdemos quantidades enormes de património. Hoje temos livros a mais e cheios de mentiras(made in us of A),e esses ainda estão por queimar..."

Queimas e não só, as actualizações e as reedições, são sempre alteradas. Tu podes escrever um livro e editar diversas edições dependendo das vendas, mas para o reeditares precisas de o alterar, e temos diversos exemplos em livros chave, que passado 50 anos já ninguém consegue perceber o que foi alterado.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 1:23:00 da tarde

Catsone:

"Evangelho segundo o espiritismo"

Conheço e digo-te que o livro não dá respostas simplesmente levanta mais perguntas, o que parece ser o objectivo deste tipo de livros.
A questão é que livro após livro se desdobram em argumentos para justificar discrepâncias como a reencarnação. Se existe, de onde aparecem as almas novas neste mundo de almas recicladas?

"E, só para provocar, tens sempre a visão do José Rodrigues dos Santos sobre o Génesis no "Fórmula de Deus"..."

Não, eu tenho a minha ele tem a dele. Dele só li o O Codex 632 e como já tinha lido aquilo pela mão de outros autores achei todo o livro pouco original e não li mais nada dele.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 1:23:00 da tarde

MIB :

"Já não me lembro quem disse esta frase, mas acho que faz muito sentido:
" Para qualquer problema a solução mais óbvia normalmente é a correcta"."

A mais óbvia não é mais correcta, é normalmente a mais simples que é a mais correcta o que deixa um grande espaço de manobra.
Tal como facto do que é óbvio ou neste caso simples. O que é óbvio ou simples para ti, obviamente e simplesmente não é o óbvio para toda a gente.
Não há nada de óbvio e muito menos simples em "tudo o que nos dizem é verdade", por isso acreditar só porque é simples, não é óbvio.

"Mas de facto uma coisa concordo tb com um comentário anterior, posso acreditar que a tua palavra é a palavra de DEUS revelada ou acreditar que precisavas de umas terapias de electrochoques, mas o certo é que a todo o momento utilizas uma linguagem clara e concisa, se bem que por vezes baseada em conceitos errados :P"

Primeiro terão de provar o erro dos conceitos, coisa que não é possível, por isso não há certezas do erro. Isso é como dizer "uma árvore caiu na floresta e não estava ninguém por perto... será que caiu mesmo?"
Também te posso pedir para não pensares num elefante amarelo e tu e todos a primeira coisa que fazem é pensar num, mesmo sabendo que não existem não consegues não pensar e assim a tua mente é distraída com uma facilidade tremenda. Este é um principio usado nos sistemas educativos e de uma forma aberrante na publicidade.

Quanto aos electrochoques isso é usado em casos de "loucura", sem resultados práticos a não ser a submissão da mente ao que se quer.

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 1:24:00 da tarde

Vani:

"acho que a expressão de que falas é: " Para qualquer problema a solução mais SIMPLES normalmente é a correcta". Agora, depende do que se entende por simples...o que é simples para um físico quântico, por exemplo, pode não o ser para ti...a resposta até pode ser simples, mas complexa demais para o cérebro humano abarcar."

Normalmente não é sempre e muitas vezes "raramente" seria um termo melhor, porque como dizes o que é simples não o é para todos e até entre dois físicos quânticos essa definição poderá ser oposta. Mas substitui "simples" por "oficial" e terás uma ideia do que a frase quer realmente dizer.

  X-Filer

sexta-feira, agosto 28, 2009 1:39:00 da tarde

Bom, não me dei ao trabalho de ler os comentários acima pois isto em horário de trabalho pode ser perigoso... :P De qualquer das formas, esta história de se querer dar significados às coisas às vezes pode ser perigoso. Por exemplo, quando estivémos no secundáro e estudámos Camões, os Maias e etc, fomos constantemente "forçados" a encontrar significados escondidos nos poemas e tal. Eu até me tornei bastante bom a encontrar esses ditos significados, mas não quer dizer que achasse que efectivamente esses significados existiam. É como tentar dar significado profundo a uma obra de arte abstracta. Quem disse que essas "obras" tinham esses significados? Quem diz que eles não escreveram ou fizeram essas obras simplesmente porque "achavam giro" ou "porque estavam com uma moca dum camandro"? Nããão, tem que ter um significado qualquer! O mesmo se passa com os desenhos de Ronald E. Evans. Quem disse que não desenhou aquilo simplesmente porque gostava de Stonehenge? Ainda por cima é sabido que geralmente se associa esse tipo de edificações com a astronomia, porque não então? E na primeira imagem a estrutura está sob a Lua, não sobre... ah, e o Sol também não significa nada. Quem cresceu a ver os bonecos manga dos anos 70 sabe que era sempre assim que caracterizavam os raios de sol...

Depois há a imagem da planície lunar, invertida e sobreiluminada onde após alterações de cor e contraste, se chegou a uma imagem de uma "estrutura"... será só de mim ou aquilo parece antes um sulco no solo? até onde está a imagem de cor alterada, a zona com rebordo definido (mais escura na imagem) parce-me muito fina e especialmente retorcida para poder ser uma estrutura de qualquer tipo. E também não se vê uma base, parece simplesmente ter "crescido" do chão... Como tal, dizer que "obviamente é um obelisco" parece-me ser pôr a carroça à frente dos bois.

Aliás, se se olhar com atenção, na primeira imagem ampliada, a meio da "estrutura" parece fazer uma cara de ET... nesse caso, retiro tudo o que disse, já que é claramente de origem extraterrestre!

  Bruno Fehr

sexta-feira, agosto 28, 2009 2:22:00 da tarde

X-Filer:

"esta história de se querer dar significados às coisas às vezes pode ser perigoso."

Eu não quero dar significados, pois não dou nada, mas gostaria de saber o porquê de tanta manobra de diversão.

"Por exemplo, quando estivémos no secundáro e estudámos Camões, os Maias e etc, fomos constantemente "forçados" a encontrar significados escondidos nos poemas e tal."

Sim, um dos processo mais ridículos do sistema educativo, por forma a distraírem o aluno da mensagem que está clara, levam-nos a encontrar outras possíveis mensagens, mas ai de ti que encontres alguma mensagem lógica que não esteja num qualquer manual escolar. Pior ainda é fazer os alunos teorizar sobre o que o autor sentiu... realmente acredito que Camões tivesse sentido vontade de cagar algumas vezes enquanto escrevia, mas não acho que isso seja relevante para a obra, é só uma distracção.

Ninguém o disse que tinha aquele ou outro significado, mas o que é que essa busca te fez?
1- Perder tempo.
2- Afastar-te da mensagem patente na obra.
3- Acreditares que autor sente sempre o que escreve e que isso fica claro no texto. O que é errado, um escritor poderá ser actor e não sentir o que descreve, simplesmente descreve algo que já sentiu ou imaginou de forma a fazer sentir.

Tal como disse Fernando Pessoa "sinta quem lê".

"Quem diz que eles não escreveram ou fizeram essas obras simplesmente porque "achavam giro" ou "porque estavam com uma moca dum camandro"?"

Correcto.

"Nããão, tem que ter um significado qualquer! O mesmo se passa com os desenhos de Ronald E. Evans. Quem disse que não desenhou aquilo simplesmente porque gostava de Stonehenge?"

E quem disse que ele desenhou por outro qualquer motivo? Eu não disse nada, questionei.

"E na primeira imagem a estrutura está sob a Lua"

A sério? Observa bem, a segunda... aquilo não é um foguetão é a cápsula do módulo lunar, portanto está sobre a Lua.

"ah, e o Sol também não significa nada. Quem cresceu a ver os bonecos manga dos anos 70 sabe que era sempre assim que caracterizavam os raios de sol..."

E retira simbolismo? A simbologia é uma arte viva, dominada de uma forma fantástica pela maçonaria, dois maçon acima do sexto grau conseguiriam trocar mensagens recorrendo unicamente a símbolos.

"Depois há a imagem da planície lunar, invertida e sobreiluminada onde após alterações de cor e contraste, se chegou a uma imagem de uma "estrutura"... será só de mim ou aquilo parece antes um sulco no solo?"

Sim, poderá ser qualquer uma das hipóteses. Só por achares que é um sulco, não faz daquilo um sulco. Milhares de sulcos no solo, são afinal estruturas na Terra, diria mais, quase todos os sulcos estranhos na Terra revelaram cobrir estruturas. Sem questionar não teríamos as pirâmides do Egipto, México, China, Coreia, Sicília, etc, etc, etc e muito menos as actuais a serem descobertas as da Bósnia que até à pouco tempo eram sulcos.

Tudo o que pode ser, pode ser ou não.

"E também não se vê uma base, parece simplesmente ter "crescido" do chão... Como tal, dizer que "obviamente é um obelisco" parece-me ser pôr a carroça à frente dos bois."

Se tem verticalidade destacável, só poderá ser um obelisco, construído, ou natural mas é.
Existem processo simples que até um programa simples como o photoshop o poderá fazer. Da mesma forma que o programa detecta a verticalidade de uma poste de electricidade que queiras excluir de uma foto, ele poderá fazer o mesmo nesta foto.

"Aliás, se se olhar com atenção, na primeira imagem ampliada, a meio da "estrutura" parece fazer uma cara de ET... nesse caso, retiro tudo o que disse, já que é claramente de origem extraterrestre!"

Faz a cara de um ET? Hmmm, é interessante essa observação, pois não vi cara nenhuma, só uma pedra vertical não uniforme.
Acho que afirmar que é uma cara de um ET é muito mais grave do que eu afirmar que é o obelisco, pois parto do principio que tens uma ideia de como é um ET, eu nem sequer consigo imaginar um.

  Vani

sexta-feira, agosto 28, 2009 3:43:00 da tarde

Já agora, a coisinha verde, é o que? :D

  Fada

sexta-feira, agosto 28, 2009 3:47:00 da tarde

Vani:

Uma escarreta alienígena??? :D

(Desculpem a hipótese porca, esta surgiu duma conversa paralela ontem...:p )

Kiss

  forteifeio

sexta-feira, agosto 28, 2009 3:56:00 da tarde

Bruno

A pergunta que fazes ao Catsone e segundo o espiritismo, essas mesmas almas novas que falas vêm de mundos ditos inferiores a este, ou poderão ser almas que ainda não concluiram o processo na Terra. Poderão inclusivamente ser almas de animais, como vez existe uma panóplia de possibilidades que lógicamente não teri capaciadade de comprovar.

  Fada

sexta-feira, agosto 28, 2009 4:04:00 da tarde

Ou as almas novas serem de outros mundos, paralelos a este...

Há milhentas de hipóteses, e nisto não serei redutora, até porque acredito na reencarnação, tanto por experiências minhas como por observações efectuadas...

E as almas iluminadas e avançadas para o seu tempo?...

Seriam apenas inspiradas ou?...

:)

Bruno Miguel, eu acho que já te conheço de outra vida... hummm... continuas teimoso! lol

Beijitos :)

  Vani

sexta-feira, agosto 28, 2009 4:12:00 da tarde

Fada, ahahahahahahahahah!

Quanto ao resto, bem, eu não sou espiritualista nem espiritista. :) Mas gostei de ler a Lei do Amor :D

  Vani

sexta-feira, agosto 28, 2009 4:41:00 da tarde

Bem, Bruno, estou a ver onde queres chegar...não queres ser mais explicito?

  Ricardo

sexta-feira, agosto 28, 2009 5:17:00 da tarde

Muito intrigante!

Estava a espera também que referisses aqui a misteriosa foto de Marte do post anterior que mais me parece uma "caveira" de algum marciano! Lol… Ou será que a foto foi tirada nalgum deserto qualquer cá na terra…? lol

Se me permites, gostava de te sugerir que nos teus posts, ou mesmo na tua rubrica semanal dos e-books, à semelhança que colocasses também referências a sites generalistas à semelhança deste teu blogue, que acompanham estas supostas "teorias da conspiração". Pois para quem como eu acompanha o teu blog e este tipo de assuntos à pouco tempo e só agora está a “acordar”, com tanta a informação que há por aí não sabe em quê e quem confiar. Eu sei que cada um de nós deve tirar as suas próprias conclusões, o que é certo é que para mim é mais válida uma “mentira” bem argumentada do que uma “verdade” mal contada se é que me entendes.

Ja agoras o que achas deste site?
http://www.anovaordemmundial.com/

Abraço!

  Fada

sábado, agosto 29, 2009 3:46:00 da manhã

Bruno:

Quem fez os esboços foi Robert McCall com base na ideia de Jack Schmitt acerca de Stonehenge e não o Evans.
http://www.genedorr.com/patches/Apollo/Ap17.html

Mencionam o simbolismo das listas e das estrelas, mas nesse não acredito eu... :p

Tchanannnnn!!!
Saturno, no símbolo escolhido, acaba por representar Stonehenge... :D
"The great trilithon represented Saturn, because it moved on a unique trajectory, much more slowly than the other planets." in http://en.wikipedia.org/wiki/Archaeoastronomy_and_Stonehenge


"Acho que as únicas coisas escondidas nessa imagem, é na parte interior da gola de Apollo, ter o numero 17"
Onde?... Não vejo... :(
http://www.spacefacts.de/mission/p_large/english/apollo-17.htm


Quanto às listas vermelhas...
Brasões? Reino de Aragão?...
Mais algumas bandeiras??

Bem, por hoje chega.

Beijitos :)

  Grafonola

sábado, agosto 29, 2009 2:20:00 da tarde

De qq forma, não estás a dizer tudo.

  Fada

domingo, agosto 30, 2009 3:58:00 da manhã

Bem...
Em 1º lugar, aviso já que estou cheia de sono, portanto... :D

Pegando nos lápis (conjecturando, por assim dizer)...

Bem, já referi a relação de Saturno com Stonehenge (observatório e calendário astronómico), além de Saturno ser o equivalente romano ao deus grego Cronos, Deus do Tempo.

Agora, andei a matutar sobre as 4 listas vermelhas.

Segundo o site http://en.wikipedia.org/wiki/Apollo_17, as listas vermelhas significam a referência à bandeira dos USA. Ok, até aí tudo bem. Então, fui olhar com alguma atenção para essa bandeira.

Para já, estranho o apego ao passado que se encontra no facto de se dar mais importância às riscas brancas e vermelhas, que representam as 13 colónias fundadoras, que às estrelinhas no fundo azul, que representam os estados actuais. Para um país que tanto fala em independência e liberdade, a lógica seria desapegarem-se do passado, não???

Entretanto, reparo que na parte superior direita da bandeira, estão 4 listas vermelhas e 3 brancas, mais curtas que as que estão abaixo devido à parte azul com as estrelas. Claro que a bandeira poderia ser mais equilibrada...

Voltando ao símbolo da Apollo 17, temos apenas 4 listas vermelhas. Então, se queriam representar a bandeira, porque não pôr as 13 listas?... Ou pôr as brancas e as vermelhas, ou só as brancas?...

Então, e em primeiro lugar, o que significa 4?
O quatro representa o tetragramaton (O nome de Deus, IHVH) , em termos religiosos, assim como o mundo, o cosmos, os 4 pontos cardeais, as 4 estações do ano, 4 planetas rochosos do sistema solar, 4 planetas gasosos do sistema solar,...
A 4ª dimensão é o espaço-tempo.

Ou seja, podemos ter aqui mais uma referência ao Espaço e ao Tempo (Saturno).

O vermelho tem muitos significados: força, sangue, coragem, vida... BENFICA! :p

Ou seja, aqui estão os significados mais simples.

Agora vou desenhar à vontade. :D


1) Se existem 4 colónias destacadas na bandeira dos USA (4 vermelhas mais curtas mas ACIMA das restantes e logo ao lado da parte azul com estrelinhas - Espaço??) e tendo em conta o que o Bruno já disse sobre o poderio britânico sobre os USA, as 4 riscas poderiam significar as famílias (sangue) de 4 fundadores, e serem estes que patrocinavam estas idas e vindas à Lua.
Ou seja, as 4 listas representam 4 famílias (mafiosas, illuminatis, maçónicas, whatever...) que metem o bedelho em tudo e mandam no povinho, até mesmo nos iguais a eles que estão imediatamente abaixo.


2) Por outro lado, e tendo em conta que Apolo é o Deus do Sol e as riscas vêm dele, vamos contar os corpos celestes a partir dele?...
Mercúrio, Venus, Terra, Lua...

Então e se cada uma das riscas corresponder a cada colónia e cada colónia for cada um destes corpos?...

Além disso, temos uma águia muito moderna a sair por detrás de um Apolo "antigo". Aguia= nave espacial?... E ambos a olhar (pormenor: o desenhador bem podia ter posto olhos no Apollo, que como estátua está cego... huumm) na direcção de Saturno e da galáxia, que significa, segundo a versão wikipedia, um objectivo a atingir: a conquista do espaço.

Agora, vou implicar com a galáxia.
Existem muitos tipos e formatos de galáxias, e esta parece-me uma representação de Andrómeda, que, "por acaso", é a que está mais perto da Via Láctea... Boa?...
Nosso vizinhos? Irmãos? Visitantes?...

Ah, e as estrelas que estão dentro da asa, repetem-se em número na banda externa (não me digam que é para separar as palavras, podiam ter posto tracinhos, bolinhas, luas, ...)


Para quem mencionou que ver simbolismos em tudo poderia ser perigoso, e para quem tiver curiosidade, ficam aqui dois links::

http://www.thespacereview.com/article/1033/1
http://www.abovetopsecret.com/forum/thread465962/pg1

Pronto, deixo estes resultados de alguma pesquisa (e de um brainstorming com uma amiga leitora deste blog) à consideração tantos dos comentadores como do Bruno e vou zzzz...


Beijitos :)
E boa noite... zzzzzzzzz

  Fada

domingo, agosto 30, 2009 4:00:00 da manhã

Ah, e já vi o documentário das pirâmides da Bósnia...
Gostei e apeteceu-me ir lá passear... ehehehe

O investigador pareceu-me alguém bem-humorado, tenha ou não habilitações literárias para o trabalho, parece-me que tem instinto, pelo menos...

kiss kiss

  Fada

domingo, agosto 30, 2009 7:51:00 da tarde

Eu tenho mesmo de ir fazer outra coisa qualquer, credo, tudo me cai no colo!!!

"For those with interests in 'astrotheology' and the pagan religions, you will understand that Saturn is the planetary equivalent of the deity 'Satan'. The day 'Saturday' stems from both 'Satan' and 'Saturn' (Saturn day), and just so happens to be the day the western world ritually embarks on a big shopping trip. Naturally, the reason why Christmas has become associated with Santa, is because the name is an anagram of 'Satan' - the deity of materialism.

Saturn = Satan = Santa = Materialism (Shop on a 'Satur'day, worship on a 'Sun'day)"

in "The Creator, The Eye & 2012 in London's Natural History Museum", Saturday, 17 May 2008, The Cosmic Mind, de Rik Clay.

Já nem sei se estou com nós no cérebro ou pontas soltas a ligarem-se... :S

  Vani

domingo, agosto 30, 2009 10:12:00 da tarde

Bem, penso que é fácil ver significados e simbolos em todo o lado. Mesmo quando não o são?

  Vani

domingo, agosto 30, 2009 10:21:00 da tarde

Sábado pode derivar de muitos nomes...

- de Sabbatum, aludindo a shabat hebraico.

- de Saturnus, deus Romano equivalente ao deus grego Cronos (pai de Zeus/Júpiter), que terá ensinado a agricultura aos homens.

- Doyobi, japonês, dia da Terra.

- Xing qi liu, chinês, sexto dia da semana.

- Lordag, sueco e dinamarques, dia do banho.

Sábado é uma palavra que tanto pode ter uma origem religiosa como "pagã"...

A associação de saturn a satan não me convence...entre os pagãos, saturno não era o diabo, caredu, acho. Mmmm, não sei. Parece-me forçado.

  Vani

domingo, agosto 30, 2009 10:24:00 da tarde

Domingo, nas linguas de origem latina será "domminicus", o dia do senhor. Noutras linguas, como o ingles, é Sunday, dia do sol, reverencia "pagã" ao astro sol...

Parece-me muito mais lógico...

  Fada

domingo, agosto 30, 2009 10:43:00 da tarde

Vani, a associação de Saturno a Satan só a compreendo no sentido de Sata n= material.

Porque o conceito de Satan também não me "entra" como o bicho mau e enxofrado que anda por aí... :p

E os significados, eu vejo muitos em muita coisa e vai da interpretação de cada um, segundo as suas experiências pessoais.
Mas mensagens ocultas... Não faltam por aí... E despertam-me curiosidade, porque eu sou curiosa assumida :p e porque gosto de ler nas entrelinhas! :D

E na minha opinião, os nomes, os símbolos usados, têm sempre um significado mais ou menos claro. E acabam por servir de reconhecimento.

Exemplo: tenho uma estrela de David em ouro, que uso de vez em quando. Quem me veja com ela, poderá julgar que tenho ascendência judaica... :D
Mas o motivo de eu ter um hexagrama é porque a minha mãe queria oferecer-me um pentagrama e não encontrou nenhum... lolol

Os símbolos identificam grupos e passam mensagens, sim.
Agora, a única pessoa que pode ter certeza no seu significado, é aquela que a utiliza em primeiro lugar.

Por exemplo, a imagem do meu cabeçalho no fada, tem um significado que só eu e uma outra pessoa sabem. Não é uma mensagem subliminar, nem uma mensagem para ninguém em especial, mas para mim, tem um significado e não foi usada essa imagem por acaso.
Tal como mudei a imagem de perfil, deixei de ser a rosa laranja, já pus o hibisco rosa e depois a rosa violeta, para me decidir, neste momento, pelo girassol com a borboleta. Porque neste momento, tem um significado que me apeteceu assumir, em vez das outras. :)
Daqui a 10 anos, alguém poderá estar a ler estes comentários e especular acerca do motivo pelo qual, no espaço de 2 ou 3 dias, eu tive 4 imagens de perfil diferentes e qual o motivo do girassol.
Mas na verdade, só eu é que sei o significado. :D


O mundo do simbólico é enooooorme e eu até gosto de viajar nele... :D

beijitos

  Vani

segunda-feira, agosto 31, 2009 1:12:00 da manhã

Fada, sem duvida, estou de acordo! :D Tu com os avatares, eu com os nicks e as lavagens de cara ao blog hahahahaha! Já perdi a conta de quantas lhe fiz.

LOOOOOOL, essa da estrela de david está um must. A tua mummy devia ter ido às wiccas lol.

  Fada

segunda-feira, agosto 31, 2009 5:00:00 da manhã

Vani ;)

A minha mãe acha que eu sou bruxinha, mas quando lhe digo as coisas, não acredita...

Houve uma altura que me sentia a Cassandra de "O fogo de troia", da MZB. :s

Adivinha quem teve um pesadelo agorinha... Credo...

Mas pronto, acordar foi vantajoso, estava a detestar o pesadelo!
(Cá está, ver o lado positivo!)

Beijinhos

PS - tenho um pentagrama prateado (mas não de prata), e cristais, e mais uma serie de coisas giras por aqui...
Mas que raramente uso ;)

  Vani

segunda-feira, agosto 31, 2009 2:30:00 da tarde

LOL, és wicca?? Adorei "O presságio de fogo" da MZB, é o meu preferido ;-).

  Fada

segunda-feira, agosto 31, 2009 3:04:00 da tarde

Vani:
Não sou wicca, sou uma fada... ;)

Não, não sou wicca, nem católica, nem budista, nem...

Creio que a expressão é mais "espiritual, não religiosa". Fui educada na tradição cristã, sigo e gosto de alguns rituais, mas nunca, nem em garota, acreditava em tudo o que diziam.

Há mais gente que me chama de bruxinha, num sentido amigável, sinto as coisas de forma diferente, vejo coisas que outros não vêm, ouço... etc.

Em minha casa, tenho desde amuletos que me ofereceram, a santinhos, (vá-se lá saber porquê, nunca pedi nem mostrei especial inclinação por imagens, embora goste de algumas, mais no sentido estético/artesanal), e tenho muitas pedras (desde polidas como pirâmides, esferas, cubos, a brutas duma colecção sobre minerais e cristais)...

Não pertenço a nenhum coven nem gosto de me confessar, as minhas conversas com Deus(a) e outras entidades são directas, não tenho intermediários nem ando a mandar recados. :p

Sou uma curiosa! :D

Em parte, é por isto tudo que me chamo "fada", é a entidade mitológica com que mais me identifico: curiosa, gosto da natureza, nem boa como um anjo, nem má como um demónio, alegre, gosto de dançar... ;)

Respondi à tua pergunta, creio... :D

Beijinhos

PS - Onde anda o dono do estaminé?...

  Fada

segunda-feira, agosto 31, 2009 3:28:00 da tarde

Testing...

  Vani

segunda-feira, agosto 31, 2009 5:25:00 da tarde

LOL. Bem, acho que gostava de ser assim, embora tenha a certeza que oiço as coisas de uma forma diferente da maioria ahahahahahahahah! Mas, só agora me estou a libertar das amarras da ideia de que não passamos de um amontoado de moléculas...as licenciaturas e mestrados são muito binitos,mas são capazes de te sugar a espiritualidade. Acredita que já fui uma "bruxinha" LOL! E em pequena tinha dois amigos imaginários: Deus e o Menino Jasus. :D Claro que eram os meus, não os dos outros. E passava a vida a ver coisas que nunca soube se eram reais... :-p
Mas essa espiritualidade desapareceu. Tornei-me lógica, racional, e a espiritualidade não me entrava no esquema e na arrogância científica. Hoje, limito-me a achar que há coisas maiores que nós e para além da nossa compreensão. Embora não tenha dado por elas ainda...

É como disse uma vez, há coisas nas quais gostava de acreditar, gostava mesmo, mas...não consigo.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:27:00 da tarde

Vani:

Não sei.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:28:00 da tarde

forteifeio:

"A pergunta que fazes ao Catsone e segundo o espiritismo, essas mesmas almas novas que falas vêm de mundos ditos inferiores a este"

Espiritismo é uma teoria que não é religião, é a ela ligada por razoes de tentar explicar o inexplicável. Não considero o espiritismo uma forma de justificar a religião, tal como não considero o satanismo como uma oposição.

"Poderão inclusivamente ser almas de animais, como vez existe uma panóplia de possibilidades que lógicamente não teri capaciadade de comprovar."

Acabam no fundo por ser teorias que tal como Deus não podem ser factuais. Até porque se a alma se recicla é porque tem um processo a completar, possivelmente por ter falhado na sua vida anterior, e não consigo ver um animal a falhar como um humano.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:28:00 da tarde

Fada:

"Ou as almas novas serem de outros mundos, paralelos a este...
Há milhentas de hipóteses"

O que não faz da maioria delas, possibilidades lógicas. Será tão difícil aceitar que a vida são uma férias da morte? Que nascemos, crescemos e morremos? Por que motivo temos de ser especiais e nao desaparecer?

"E as almas iluminadas e avançadas para o seu tempo?..."

Não são almas, são pessoas acordadas que não se conformam com as limitações sociais e estudam, investigam, fazem perguntas. Adquirem conhecimento e conhecimento é poder, a alma nem entra na equação.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:29:00 da tarde

Vani:

"Bem, Bruno, estou a ver onde queres chegar...não queres ser mais explicito?"

Não há necessidade de o ser, pois não tenho certezas, só suspeitas.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:29:00 da tarde

Ricardo:

"Estava a espera também que referisses aqui a misteriosa foto de Marte do post anterior que mais me parece uma "caveira" de algum marciano! Lol… Ou será que a foto foi tirada nalgum deserto qualquer cá na terra…?"

Não a localização da "estátua" foi confirmada por diversas fontes do Google Mars em ocasiões diferentes.

"Se me permites, gostava de te sugerir que nos teus posts, ou mesmo na tua rubrica semanal dos e-books, à semelhança que colocasses também referências a sites generalistas à semelhança deste teu blogue, que acompanham estas supostas "teorias da conspiração"."

Lentamente no site de suporte ao blogue, vou adicionando referencias às séries de textos, e lá encontram links para vídeos, filmes e websites. Por falta de tempo ainda só fiz a listagem de Ebook e sobre o 9/11, durante este mês farei o resto.

"Eu sei que cada um de nós deve tirar as suas próprias conclusões, o que é certo é que para mim é mais válida uma “mentira” bem argumentada do que uma “verdade” mal contada se é que me entendes."

Ehehehe, boa.


"http://www.anovaordemmundial.com/"

Não tenho opinião formada pois nao conheço o blogue, mas ficarei de olho nele. Reparo que faz referencia ao Alex Jones, e esse senhor é um falso "truther", é um fantoche que desinforma e quer causar o medo e dividir quem investiga estes assuntos.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:29:00 da tarde

Fada:

"Quem fez os esboços foi Robert McCall com base na ideia de Jack Schmitt acerca de Stonehenge e não o Evans."

Robert foi a mão, Schmitt era um astronauta que deu o seu contributo, Evans era o único dos 3 que esteve na lua e deu as dicas.


"Onde?... Não vejo... :(
http://www.spacefacts.de/mission/p_large/english/apollo-17.htm"

No patch de pano do site onde estiveste, não no da foto aqui no blogue.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:29:00 da tarde

Grafonola:

"De qq forma, não estás a dizer tudo."

Não, não estou. Eu nunca digo tudo, principalmente quando o pouco que digo parece assustar tanto.
Mostrar certas coisas a quem nunca pensou nelas, é como sexo com uma virgem... um bocadinho de cada vez para não ser uma má experiência.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:30:00 da tarde

Fada:

"Para já, estranho o apego ao passado que se encontra no facto de se dar mais importância às riscas brancas e vermelhas, que representam as 13 colónias fundadoras, que às estrelinhas no fundo azul, que representam os estados actuais."

Pois essas 13 colónias, ou estados são os que ainda se encontram dentro do império britânico, sendo os estados comprados a Franca independentes desse domínio. Os EUA perderam a guerra da independência e são aparentemente independentes segundo certas regras que cumprem desde então.

"Para um país que tanto fala em independência e liberdade, a lógica seria desapegarem-se do passado, não???"

Eles estão ainda no passado.

"Então, e em primeiro lugar, o que significa 4?
O quatro representa o tetragramaton (O nome de Deus, IHVH) , em termos religiosos, assim como o mundo, o cosmos, os 4 pontos cardeais, as 4 estações do ano, 4 planetas rochosos do sistema solar, 4 planetas gasosos do sistema solar,...
A 4ª dimensão é o espaço-tempo."

Ehehehe, gostei.

"1) Se existem 4 colónias destacadas na bandeira dos USA (4 vermelhas mais curtas mas ACIMA das restantes e logo ao lado da parte azul com estrelinhas - Espaço??) e tendo em conta o que o Bruno já disse sobre o poderio britânico sobre os USA, as 4 riscas poderiam significar as famílias (sangue) de 4 fundadores, e serem estes que patrocinavam estas idas e vindas à Lua."

Os 4 Estados que mais ganharam com a corrida ao espaço, com todo o aparato centralizado neles.

"2) Por outro lado, e tendo em conta que Apolo é o Deus do Sol e as riscas vêm dele, vamos contar os corpos celestes a partir dele?...
Mercúrio, Venus, Terra, Lua..."

Estás a conspirar, sim senhora!

"Além disso, temos uma águia muito moderna a sair por detrás de um Apolo "antigo". Aguia= nave espacial?..."

Águia = Eagle = LEM


"Existem muitos tipos e formatos de galáxias, e esta parece-me uma representação de Andrómeda, que, "por acaso", é a que está mais perto da Via Láctea... Boa?...
Nosso vizinhos? Irmãos? Visitantes?..."

Onde se diz existir um planeta gémeo da Terra, de onde se diz Nibiru passar também.

"Ah, e já vi o documentário das pirâmides da Bósnia...
Gostei e apeteceu-me ir lá passear... ehehehe"

Tenciono ir lá para o ano.

"O investigador pareceu-me alguém bem-humorado, tenha ou não habilitações literárias para o trabalho, parece-me que tem instinto, pelo menos..."

Muito se diz sobre ele, mas no entanto tudo o que ele disse e escreveu durante anos, acertou.

"For those with interests in 'astrotheology' and the pagan religions, you will understand that Saturn is the planetary equivalent of the deity 'Satan'."

Aqui já entramos na agenda Maçónica :)

"the name is an anagram of 'Satan' - the deity of materialism.
Saturn = Satan = Santa = Materialism (Shop on a 'Satur'day, worship on a 'Sun'day)""

Confirmo isso, até os santinhos são ligados a satan.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:30:00 da tarde

Vani:

"Bem, penso que é fácil ver significados e simbolos em todo o lado. Mesmo quando não o são?"

Podes ver o que entenderes o problema é justificar historicamente ou logicamente e apresentar mais fontes do mesmo símbolo significando o mesmo.

"Sábado pode derivar de muitos nomes..."

Não, os dias da semana derivam de nomes de Deuses, certos países como Portugal é que mudaram os nomes por motivos religiosos.

Domingo - Sunday- dia de sol - dedicado a Solis.

2a Feira - Monday - dia de lua - dedicado à deusa Lunar.

3a Feira - Tuesday - Dedicado ao Deus Tyr.

4a Feira - Wednesday - dedicado da Wodan ou Odin.

5a Feira - Thursday - dedicado a Thor.

6a Feira - Friday - dedicado a Frigg.

Sabado - Saturday - Dedicado a Saturni e mais tarde Saturnus Deus romano equivalente ao deus grego Cronos

Mas os nomes foram adaptados após serem criados.

"A associação de saturn a satan não me convence...entre os pagãos, saturno não era o diabo, caredu, acho. Mmmm, não sei. Parece-me forçado."

Satan não é o diabo, quem diz isso é a igreja. Satan és tu e eu, Satan é o self, somos nós em nós como Deuses. Satan não é Lucifer.

"Domingo, nas linguas de origem latina será "domminicus", o dia do senhor. Noutras linguas, como o ingles, é Sunday, dia do sol, reverencia "pagã" ao astro sol..."

A origem dos dias é pagã, logo tudo se baseia nos criadores, e a nova ordem mundial segue uma agenda de confusão religiosa mas as suas bases são pagãs.

Na maconaria os seu membros sao divididos em diversas áreas após um certo nível, Religião, Luciferismo, Wicca e são "engolidos" nessa área pelas crenças para que mais tarde se libertem dessa prisão e aceitem Gaia.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:30:00 da tarde

Fada:

"Mas mensagens ocultas... Não faltam por aí... E despertam-me curiosidade, porque eu sou curiosa assumida :p e porque gosto de ler nas entrelinhas! :D"

Não faltam mesmo, basta ligar a Tv e ver os anúncios das grandes empresas bem como as noticias.

"Por exemplo, a imagem do meu cabeçalho no fada, tem um significado que só eu e uma outra pessoa sabem. Não é uma mensagem subliminar, nem uma mensagem para ninguém em especial, mas para mim, tem um significado e não foi usada essa imagem por acaso."

Um significado pessoal não é mensagem subliminar, eu ainda hoje liberto o Macon em mim e escondo muita coisa naquilo que escrevo e por vezes até me esqueço, mas ao ler encontro o puzzle. Se souberes o que procuras, encontras mais rapidamente.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:31:00 da tarde

Vani:

"Tu com os avatares, eu com os nicks e as lavagens de cara ao blog hahahahaha! Já perdi a conta de quantas lhe fiz."

Tu e eu!

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:31:00 da tarde

Fada:

"Creio que a expressão é mais "espiritual, não religiosa". Fui educada na tradição cristã, sigo e gosto de alguns rituais, mas nunca, nem em garota, acreditava em tudo o que diziam."

No entanto acreditas em Deus, o que é uma vitória para o lado católico e por mais que o negues faz de ti uma pessoa mais religiosa que espiritual, pois para entrares completamente no campo espiritual precisarias de te libertar das amarras religiosas, e Deus é a maior de todas.

  Bruno Fehr

segunda-feira, agosto 31, 2009 9:31:00 da tarde

Vani:

"Mas, só agora me estou a libertar das amarras da ideia de que não passamos de um amontoado de moléculas..."

Ora aí está um boa definição de vida.

  forteifeio

terça-feira, setembro 01, 2009 1:04:00 da manhã

Bruno Fehr

Não podes opinar sobre algo que não leste. Não é o que tu pensas é o que diz o espiritismo na sua doutrina. Sim é uma religião, poderás ler o Evangelho segundo o espiritismo de Alan Kardec. Quanto à questão dos animais que falas,é um processo evolutivo e que segundo as teorias de reencarnaçao começa da forma mais baixa e vai evoluindo numa sequência de inumeras reencarnaçãoes até atingir estado de ser superior. Atenção, não sei se existe ou nãomas se há uma teoria que se encaixa duma forma correcta é esta.

  Vani

terça-feira, setembro 01, 2009 1:53:00 da tarde

EStás a dizer que não passamos de um amontoado de moléculas?... :-p

  I.D.Pena

quarta-feira, setembro 02, 2009 1:06:00 da tarde

Uau aqui até se tenta definir a vida :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, setembro 03, 2009 5:41:00 da manhã

forteifeio:

"Não podes opinar sobre algo que não leste. Não é o que tu pensas é o que diz o espiritismo na sua doutrina. Sim é uma religião, poderás ler o Evangelho segundo o espiritismo de Alan Kardec."

O espiritismo poderá ser uma religião mas não é com toda a certeza a religião católica, Muçulmana nem Judaica as 3 que partilham o mesmo Deus e as únicas mundialmente relevantes no que toca a este Deus.

"Quanto à questão dos animais que falas,é um processo evolutivo e que segundo as teorias de reencarnaçao começa da forma mais baixa e vai evoluindo numa sequência de inumeras reencarnaçãoes até atingir estado de ser superior."

Então um animal poderá encarnar num ser humano para atingir o seu estado superior? Isso seria contraditório, a alma de uma ser perfeito ter de encarnar num imperfeito como o ser humano para atingir esse estado. Acho que nenhum animal falha e no tempo que vive, sempre em comunhão perfeita com a natureza, entra imediatamente nesse estado. O que gera um carência de almas para tantos e cada vez mais seres humanos.

"Atenção, não sei se existe ou não mas se há uma teoria que se encaixa duma forma correcta é esta."

A teoria da não existência de Deus, também encaixa correctamente, é tudo uma questão de ponto de vista e de crença pessoal.

  Bruno Fehr

quinta-feira, setembro 03, 2009 5:41:00 da manhã

Vani:

"EStás a dizer que não passamos de um amontoado de moléculas?... :-p"

Acho que nos define perfeitamente, em particular a palavra amontoado como desorganizado conjunto de moléculas, pois se fosse devidamente organizado seriamos melhores pessoas.

  Bruno Fehr

quinta-feira, setembro 03, 2009 5:41:00 da manhã

I.D.Pena:

"Uau aqui até se tenta definir a vida :)"

Isto é mesmo muito estranho...

  Fada

quinta-feira, setembro 03, 2009 1:35:00 da tarde

Bruno, disseste:
"No patch de pano do site onde estiveste, não no da foto aqui no blogue."
NÃO VEJO!!!!!!!!! :( :( :(

"Estás a conspirar, sim senhora!"
Não estou nada, estou só a pintar! :D ;)

"Tenciono ir lá para o ano."
Marca viagem para dois que vou contigo! :D

"Um significado pessoal não é mensagem subliminar, eu ainda hoje liberto o Macon em mim (...). Se souberes o que procuras, encontras mais rapidamente."
Liberta, sim, liberta! :p

"No entanto acreditas em Deus, o que é uma vitória para o lado católico e por mais que o negues faz de ti uma pessoa mais religiosa que espiritual, (...)."
És tão chatinho, Bruno Miguel!!!
Acredito numa entidade criadora, portanto não é uma vitória pro lado católico, até porque lhe posso chamar Manel Jaquim! :p
Chato!
E por mais que TU insistas, sou mais ESPIRITUAL que RELIGIOSA!!! :p
E EU é que sei!!!!
-.-

:p

Beijitos

  Fada

sábado, setembro 05, 2009 2:55:00 da tarde

Bruno, disseste:
"No patch de pano do site onde estiveste, não no da foto aqui no blogue."

Grrrr... Não estava a ver no de pano! :s

Já encontrei!!! :D

E aqui também se vê bem:
http://www.edgeofdarkness.com/lbspacepatches/lbspacepatches_apollo.shtml#as17lb

Aparentemente, todos os emblemas feitos pela Lion Brothers, têm uma marca para autenticar os ditos, ou, pelo menos, diferenciá-los.
Tal como se vê no site acima descrito, uns têm os números, outros têm letras.
Talvez não tenha nenhum significado "obscuro" e seja apenas a distinção do deles para cópias.
A empresa dos emblemas:
http://www.lionbrothers.com/index.html

Achei interessante os case studies: http://www.lionbrothers.com/case_fs.html

E reparei que existem outros emblemas que só representam as 3 estrelas e as 7 listas (4 vermelhas + 3 brancas), como símbolo americano.

Não deixa de ser interessante ver que esta empresa "está em todas", seja na farda das autoridades, seja nas marcas desportivas, seja nos escuteiros...

Beijitos