A corrida à Lua (última parte da 1a série)

Texto anterior: Parte 5

O que fica por expor em todo este caso? Acho que só fica uma pergunta por responder: Por que motivo criaram toda esta mentira desnecessária? O que havia a ganhar?
A resposta é: Tecnologia Militar.

No final da segunda guerra mundial, Russos e Americanos encontraram na Alemanha tecnologia que ainda não imaginavam, desde os primeiros projectos de armas nucleares, aos misseis V2 capazes de bombardear um país distante, os projectos dos misseis V3 capazes de viagens intercontinentais, armas com visão nocturna e muitos outros projectos que ainda hoje são desenvolvidos à medida que a tecnologia é inventada.


Americanos e Russos criam as armas nucleares, mas para as lançar sobre um país teriam de as deixar cair de aviões, eles precisavam de construir os misseis Alemães V3 de forma a poderem bombardear qualquer país carregando num botão.
É aqui que entra a corrida ao espaço, o poder de propulsão dos foguetões é a tecnologia V3 que quer a Rússia quer os EUA queriam aplicar ao armamento nuclear.
Nesta corrida a Rússia esteve sempre um passo à frente dos Americanos, pelo facto de terem mais cientistas Alemães prisioneiros e meia Alemanha sob o seu domínio. Além disso, como um país comunista canalizava o dinheiro que queria para a corrida ao espaço e armamento. Os Americanos precisavam do apoio de políticos e para o ter teriam de ter o apoio da população que não iria aceitar milhares de milhões de dólares dos seus impostos, serem canalizados para uma arma que poderia destruir o planeta. Assim nasceu a ideia da ida à lua, dando a motivação ao povo Americano de quererem colocar um homem na lua antes dos Russos, depois de os culparem pelas sua derrotas em Cuba, Vietname, Cambodja e Coreia. A corrida ao espaço foi vista pelo governo americano como uma necessidade pois perceberam a aplicação militar dos foguetões Russos. Toda essa investigação foi aplicada na construção e desenvolvimento dos actuais misseis intercontinenteias com ogivas nucleares, a mesma tecnologia dos foguetões espaciais bem como a utilização de satélites para fins militares.


Após a tecnologia ter sido atingida, e com a exigência da sociedade Americana por resultados após os Russos estarem a bater os Americanos em tudo quanto era novidade espacial, os Americanos por milagre e "sem saber ler nem escrever" aterram na lua, sem saberem como voltar... pelo menos não dispunham de tecnologia de retorno testada.

Toda a corrida ao espaço foi marcada por genialidade cientifica e pelas maiores provas de burrice já vistas. Não há duvidas que foram alguns dos maiores génios a desenvolver tudo isto, mas até os génios são tapadinhos. Prova disso é a forma como Russos e Americanos resolveram o problema de tirar apontamentos no espaço. Os Americanos gastaram milhões a desenvolver uma esferográfica anti-gravidade, os Russos usaram um lápis.

Está na hora de colocar os pontos nos i's, os malucos não são quem expõe estes casos, os malucos são quem acredita numa versão governamental cegamente, basta analisarem os meus textos e certos comentários para ver que há pessoas desinformadas que contestam o que digo mas que não apresentam nada que justifique as suas crenças... como podemos acreditar em algo sem bases documentadas?
Os adormecidos que ignoram factos e defendem as versões governamentais, não apresentam factos, limitam-se a tentar descredibilizar quem escreve sobre estes assuntos ou a justificar sob pressupostos falsos tudo o que é escrito. Eu apresento factos, não estou a desconstruir o trabalho de ninguém, só a desconstruir mentiras grandes demais para serem perfeitas.

Não peço a ninguém que acredite ou tome como certo o que escrevo, o direito de duvidar assiste a todos, mas o direito de contestar pressupõe bases argumentativas e não teorias descabidas. Como base de justificação da mentira, apresentei fotos, vídeos, entrevistas de intervenientes, políticos, produtores, dados da NASA e debrucei-me sobre eles, logicamente não basta como argumentação contrária ao meu trabalho argumentar com um "eu li na wikipedia"... por favor, qualquer iliterato informático escreve na wikipédia e regularmente pessoas são apagadas de lá a pedido de certos governos.


Final da primeira série

12 Comentários:

  alfabeta

sábado, agosto 15, 2009 10:33:00 da manhã

Os americanos são a maior farsa que existe, por isso têm tantos ódios espalhados pelo mundo.

:)

  13

sábado, agosto 15, 2009 12:12:00 da tarde

Uma coisa é certa, se neste paiszinho tão pequeno e sem qualquer influência no mundo há osnegócios que há entre amigos e familiares, o que imaginar da maior potência económica mundial?
Já para não falar da já sabida ganância do Homem...

A questão não é acreditar mas sim o que fazer com a verdade?

  alfabeta

sábado, agosto 15, 2009 5:15:00 da tarde

http://video.google.com/videoplay?docid=-2282183016528882906



http://video.google.com/videoplay?docid=-2282183016528882906



Deixo-te dois links a não perderes.


Explica muita coisa sobre as mentiras dos americanos.

  alfabeta

sábado, agosto 15, 2009 11:44:00 da tarde

http://video.google.com/videoplay?docid=-1437724226641382024&hl=en


E este sobre o 11 de Setembro por exemplo

  Guernica

domingo, agosto 16, 2009 12:38:00 da manhã

Bruno Fehr:

"Os americanos gastaram milhões a desenvolver uma esferografica anti gravidade, os russos usaram um lapis"

Muita gente olha para esta afirmação e pensa "os americanos são mesmo estupidos". Até são capaz de serem. Mas não são mais que outro povo qualquer.
Relativamente ao uso da caneta (que custou 12 milhões de dolars) há uma explicação muito simples. Um lapis é bem mais barato, mas tem um problema. quando se usa, liberta grafite. Na Terra não há problema pois a grafite é atraida pela gravidade, e não incomoda ninguem, e mál se vê. Mas no espaço não há gravidade. A grafite andava à solta, quase impossivel de ver, e podia enfiar-se nos olhos, ouvidos, etc... Alem disse a grafite é muito boa condutora de eletricidade, logo não dá muito jeito estar a 500-3000km da terra e acontecer um curto circuito.

Não acreditem em tudo o que ouvem pois nem tudo é totalmente verdade.

  Bruno Fehr

domingo, agosto 16, 2009 12:50:00 da manhã

alfabeta:

Não culpo o povo, mas sim a liderança, eles sempre foram liderados por loucos megalómanos.

  Bruno Fehr

domingo, agosto 16, 2009 12:50:00 da manhã

13:

E temos as nossas mentirinhas históricas, mentiras essas que nos ensinam na escola, que começam na formação de Portugal e terminam no 25 de Abril

"A questão não é acreditar mas sim o que fazer com a verdade?"

Para mim ela serve como satisfação pessoal, só isso.

  Bruno Fehr

domingo, agosto 16, 2009 12:50:00 da manhã

alfabeta:

Vou dar uma vista de olhos a ver se encontro novidades :)

  Bruno Fehr

domingo, agosto 16, 2009 12:50:00 da manhã

Guernica:

Não uso essa frase como forma de salientar a estupidez americana, pois inventar uma esferográfica assim é genial, mas desnecessário para a altura. Hoje fazem a mesma esferográfica por uma fracção mínima do preço.
Na verdade inventar algo é genial, mas usar algo tão simples como um lápis também o é. Um lápis de cor, ou de cera libertaria menos material, ou quem sabe uma caneta de filtro...

  Bruno Fehr

domingo, agosto 16, 2009 10:11:00 da tarde

损,阴茎?????????

  cadu1981

segunda-feira, agosto 17, 2009 2:30:00 da tarde

Vim de ferias, perdi a manha toda a ler estes post, e dá que pensar!!

o meu pai é que tem razão.. não acredita, e eu devia seguir-lhe os pensamentos...