Peste penumonica na Ucrania

A praga pneumónica é causada por uma bactéria que está a afectar 1 milhão de pessoas na Ucrânia e se está a espalhar já a países vizinhos não está, não pode estar e nem tem lógica acreditar que possa estar relacionada com o vírus H1N1, independentemente do que a OMS quer fazer acreditar.

No último texto foi feita uma tentativa de desinformação. Não sei se essa tentativa foi por ignorância ou propositada, mas seja qual for a razão é razão perigosa, pois a falta de informação é perigosa. A praga ou peste pneumónica não é causada por gripes, nem é uma pneumonia é uma bactéria que simula os efeitos de uma pneumonia.

O H1N1 é um vírus.
A praga pneumónica é uma bactéria.

A praga ou peste pneumónica é a mesma bactéria que causou a praga /peste bubónica que deu origem à chamada peste negra, mas agora tem um nome politicamente correcto que faz com que a população em geral não estabeleça a ligação directa entre ambos os nomes que são a mesma doença. Essa bactéria chama-se Yersirnia Pestis.
O que difere a peste de Ucrânia de 2009 com a mesma peste em 1877 é a forma como ela é transmitida. Ao que passo que na peste bubónica os portadores eram ratos Rattus rattus e a bactéria era espalhada por pulgas. A peste pneumónica imita os sintomas da pneumonia e é espalhada pelo ar com um simples espirro ou tosse, a bactéria pode viajar até 4 Km e sobrevive no ar e à luz solar durante no máximo uma hora no seu estado natural, e é este motivo pelo qual esta praga nunca causou problemas. No entanto a bactéria de 2009 na Ucrânia sobrevive à luz solar e ao ar até 6 horas, o que ainda está por explicar.

De acordo com o cientista exilado Russo Dr. Ken Alibek do centro de biodefesa da Universidade de George Mason, a bactéria manipulada pelos serviços militares Russos desenvolvida nos anos 90 para ser usada como arma, consegue resistir ao ar e luz solar durante muito mais tempo e é resistente a antibióticos, e isto poderá explicar a epidemia Ucraniana que de outra forma já estaria sob controlo.



Os mais cépticos podem não acreditar no uso desta bactéria como arma, no entanto ela foi já usada como arma pelos Turcos no Séc XIV em Jaffa, que catapultaram cadáveres com esta doença para dentro dos muros da cidade. Foi usada também como arma pelo Japão durante a primeira guerra mundial contra os Chineses da Manchúria, espalhando pulgas contaminadas. Ambos URSS e EUA admitiram terem criado armas biológicas durante a guerra fria, usando bactérias como esta, no entanto afirmam que foram destruídas depois da guerra fria. Pois sim...

Se a origem desta nova praga está numa bactéria manipulada ou não, não é o importante neste momento. O que quero que fique claro é que não devemos acreditar nas noticias que estão a correr mundo ligando esta epidemia à pandemia H1N1, pois essa ligação é ilógica e impossível. A peste pneumónica não é a evolução de uma penumonia, isso é SÓ um nome, resultante dos sintomas da peste.

Existe algo interessante em toda esta história. No dia 30 de Outubro um jornal de Kiev foi inundado de chamadas de cidadãos a informar o jornal de diversos aviões sobre a cidade a largar Chemtrails. No dia 30 de Outubro não existiam ainda casos de praga pneumónica. Mais informação aqui.



(Como podem ver neste mapa a Ucrânia apesar de ter tido a peste entre 1877 e 1899 não é um local de presença constante do perigo)

Joseph Moshe de quem falei no texto anterior andou sem sucesso a tentar expor esta praga, tendo sido inicialmente censurado, depois ridicularizado e por fim detido, mas tal com Gandhi disse: "Primeiro eles ignoram-te, depois ridicularizam-te, depois combatem-te e por fim tu vences". Joseph Moshe passou pelas primeiras 3 fases e se as pessoas tomarem conhecimento do seu alerta, aí sim será uma vitória não dele mas da humanidade. Não digo que devemos acreditar em tudo o que lemos ou ouvimos, mas devemos ler e ouvir todos os lados de modo a retirar as nossas conclusões. O que não podemos é ligar a TV, ouvir um pseudo-perito a dizer que esta praga está ligada ao virus H1N1 e acreditar, pois não tem lógica nenhuma.


24 Comentários:

  Diogo

terça-feira, novembro 17, 2009 12:04:00 da manhã

Deu-me uma informação que eu não possuía.

  shaun

terça-feira, novembro 17, 2009 12:07:00 da manhã

Essa descrição que referes é também a mesma que está na descrição da Peste Negra na Wikipédia. É absurdo os meios que se usam para atingir os fins, nomeadamente GUERRA. Como é estas ideias surgem na cabeça dessa gente que nos estão a sujeitar diariamente à erradicação da face da terra... O pior é que a maior parte deste tipo de informação esteve sempre diponível, o pessoal como eu é que nunca parou para questionar ...a história sempre foi o meu ponto fraco, talvez seja por isso...lol Começo a achar que a maioria da doenças que por aí andam sairam de um tubo de ensaio... Filhos da Puta!

De qualquer maneira postei o teu texto anterior no seguinte link:

http://gripeh1n1.ning.com/profiles/blogs/joseph-moshe
(com as devidas referências claro! :)

Gostava que desses uma vista de olhos à resposta que o moderador do site deu, e se for relevante comenta (aqui ou lá)

abraço

  shaun

terça-feira, novembro 17, 2009 12:20:00 da manhã

Deixo ainda mais um link interessante sobre esta pneumonia que já matou pelo menos 189 pessoas nesse país. A autópsia feita a duas das vítima revelou que os pulmões estavam pretos da cor no carvão... Refer também as semelhanças à peste negra e a sua provável ligação às descargas feitas pelos chemtrails dias antes.

http://www.abovetopsecret.com/forum/thread519675/pg1

  Bruno Fehr

terça-feira, novembro 17, 2009 2:31:00 da manhã

Diogo:

Espero ter mais em breve mas precisam de confirmação.

  Bruno Fehr

terça-feira, novembro 17, 2009 2:31:00 da manhã

shaun:

"Essa descrição que referes é também a mesma que está na descrição da Peste Negra na Wikipédia."

Estive lá a ver e é dos casos em que posso dizer que o texto deles está acertado o que é raro naquele site.

"Como é estas ideias surgem na cabeça dessa gente que nos estão a sujeitar diariamente à erradicação da face da terra..."

Imagina um pastor que controla um rebanho de 300 ovelhas, se no outro dia ele tiver 600 irá perder o controlo. As elites sabem disso, a população mundial está a duplicar a bom ritmo e em breve será incontrolável, daí haver a necessidade de desacelerar o ritmo, guerra e vírus são dois meios.

"O pior é que a maior parte deste tipo de informação esteve sempre diponível, o pessoal como eu é que nunca parou para questionar"

Estamos condicionados a depender de tecnologia, televisão e rádio, 3 coisas que fazem tudo por nós. Por vezes é preciso ouvir alguém a dizer uma loucura para ir buscar informação.

"A autópsia feita a duas das vítima revelou que os pulmões estavam pretos da cor no carvão... Refer também as semelhanças à peste negra e a sua provável ligação às descargas feitas pelos chemtrails dias antes."

Já esperava algo de negro pois é a mesma bactéria, tenho a certeza que terão hemorragias na pele e que quando forem enterrados a pele estará escurecida.

  ovigia

terça-feira, novembro 17, 2009 2:10:00 da tarde

Boas, descobri hoje o seu blog o qual já adicionei aos meus bookmarks.

Depois do que tenho lido, por exemplo que antes de toda esta fantochada/propaganda da AH1N1 e dos primeiros casos aparecerem supostamente no México (existe a possibilidade de ter ocorrido numa quinta do Canadá), em 2008 já estava registada umaa patente da vacina da gripe A, que esta usa um cocktail perigoso de adjuvantes, que usam macacos para a sua incubação, que a Baxter criou vacinas na polonia com o virus activo e que só por sorte se descobriu isso antes que as vacinas tivessem sido usadas, que existem diversas suspeitas de que as vacinas diminuem ou causam graves problemas ao sistema imunitário.

Depois de ler isto hoje parece-me que a AH1N1 e muito especialmente a vacina é apenas e só um meio para baixar as defesas das pessoas por forma a estas ficarem ainda mais desprotegidas contra a praga que se vive na ucrania, onde com grande probabilidade foi dispersa 'airborne' uma versão 'weaponized' da peste penumonica.

E tendo em conta que os casos graves de ah1n1 que levam à morte são devidos a pneumonias, melhor se percebe o potencial destas duas, armas.
Não creio que esta teoria se afaste muito da realidade.
O sonho de morte de controlo populacional de Kissinger e seus amigos do CFR, Trilateral, Bilderberg entre outros, passo a passo vai-se realizando.

“National Security Study Memorandum 200: Implications of Worldwide Population Growth for U.S. Security and Overseas Interests.”

Ou seja, tendo em conta os objectivos, Despopulação, controlo de massas, Lei Marcial, activar COG, estabelecimento de um Governo Mundial; usa-se tecnologia do mais moderno e perigoso que existe, armas biológicas, uma vez que a carneirada aceita tudo o que lhe vendem sem se questionar:

1º desenvolve-se uma versão weaponized de um cocktail de diversas variantes da gripe, incluindo da gripe animal, ninguém desconfiará de algo assim

2º aproveita-se para registar a patente de uma suposta vacina, logo lucros avultados

3º cria-se um pseudo medicamento (tamiflu/oseltamivir) cuja eficácia ainda hoje está para ser demonstrada, eficácia só mesmo das jogadas dos seus criadores e CEO's da empresa como o sr Rumsfeld
Ganha-se biliões

4º apesar de ser relativamente benigna, a arma ah1n1 permite que entre em cena o controlo e lavagem ao cérebro da carneirada, ao mesmo tempo força a tomada de vacinas eventualmente também elas armas biológicas que preparam o caminho para a fase seguinte, uma vez que colocam em causa o sistema imunitário

5º testa-se a arma seguinte numa população, ucrania

6º depois de se terem feito biliões com a venda das vacinas, ou melhor, das armas, depois de um grande número de pessoas as terem tomado, parte-se para a fase seguinte, dispersar a arma mais poderosa, a bactéria da ucrania, mas agora worldwide (não esquecer que por cá estão bastantes ucranianos)

7º mortes e mais mortes, objectivo do controlo populacional, com elas a activação de emergências nacionais e declaração de Lei Marcial, fim das 'democracias', entrada em vigor do governo mundial, as UNations!

cumps,

rjnunes

  Anónimo

terça-feira, novembro 17, 2009 2:53:00 da tarde

Eu gostaria de realçar o quanto admiro a cobrição :D

  Joao

terça-feira, novembro 17, 2009 2:53:00 da tarde

Soubeste da mulher grávida de 8 meses que deu à luz um nado morto, dias depois de ter tomado a vacina?

  I.D.Pena

terça-feira, novembro 17, 2009 2:57:00 da tarde

Por vezes esqueço-me que a população mundial esta a aumentar descontroladamente. Vejo tanta morte e tão poucos nascimentos que perco essa noção.
Mas tambem se sabe perfeitamente que a população nos países mais desenvolvidos envelhece, e estagna, ao contrário dos países sem tecnologias ou informação básica.
Envenenar ou matar enquanto no outro lado cresce o triplo de vidas, isso é como apagar um fogo com toalhetes dodot, uma solução muito básica por parte das elites, já sabia que primavam por ser egoístas mas estúpidos é dose.

  ecila

terça-feira, novembro 17, 2009 7:04:00 da tarde

http://info-wars.org/2009/11/14/parainfluenza-and-ah1n1-mixture-in-ukraine-total-destruction-of-the-lungs/

Este patologista ucraniano afirma que se trata de uma combinacao de 2 virus.

  Vani

terça-feira, novembro 17, 2009 8:18:00 da tarde

Tirando os pontos que foquei, não questiono o resto.

  Vani

terça-feira, novembro 17, 2009 11:31:00 da tarde

??? faltam dois comentários meus :-p :D

  Bruno Fehr

terça-feira, novembro 17, 2009 11:40:00 da tarde

Vani:

Os teus dois comentários que procuras, foram feitos no texto anterior :P

  Vani

quarta-feira, novembro 18, 2009 12:36:00 da manhã

Ups...lololol :D sorry...

  ANTONIO MELÃO

quinta-feira, novembro 19, 2009 4:02:00 da tarde

Cheguei aqui e vi muita informação. Há um erro já que Gripe Pneumónica e Peste são doenças diferentes... a peste é propagada pela pulga dos ratos e a gripe pelas bacterias no ar.
A OMS tem feito tudo para tapar o sol com a peneira...
Vamos ver o que isto dá... abraço - CM

  Bruno Fehr

quinta-feira, novembro 19, 2009 4:23:00 da tarde

ovigia:

Tenho conhecimento dessa patente. Temos de ter em conta que já em 1976 existiu uma vacina H1N1 e matou milhares nos EUA e que em 1918 a Grécia que não vacinou a sua população quase não teve casos de gripe Espanhola. Haver essa patente é interessante mas totalmente relevante.

"que a Baxter criou vacinas na polonia com o virus activo e que só por sorte se descobriu isso antes que as vacinas tivessem sido usadas"

Errado, elas foram testadas em 350 sem abrigo e 21 deles morreram, mas como eram sem abrigo não foram noticiados internacionalmente.

"O sonho de morte de controlo populacional de Kissinger e seus amigos do CFR, Trilateral"

Sem dúvida que estes 3 grupos desejam ver 70% da população mundial morrer a dizem-no abertamente.

Matar e ganhar dinheiro no processo, para Kissinger um conhecido criminoso de guerra, isto é o melhor de 2 mundos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, novembro 19, 2009 4:24:00 da tarde

Anónimo:

Não se é elogio ou critica, mas de qualquer forma, obrigado.

  Bruno Fehr

quinta-feira, novembro 19, 2009 4:24:00 da tarde

Joao:

"Soubeste da mulher grávida de 8 meses que deu à luz um nado morto, dias depois de ter tomado a vacina?"

Sim, mas não vale a pena falar de um caso isolado e mesmo dois casos podem ser coincidência, agora a partir de 3 já é padrão e como hoje tive conhecimento da terceira grávida em Portugal a perder o bebé, irei falar nisso.

  Bruno Fehr

quinta-feira, novembro 19, 2009 4:24:00 da tarde

I.D.Pena:

"Por vezes esqueço-me que a população mundial esta a aumentar descontroladamente."

Errado. Não existe qualquer tipo de descontrolo, existe espaço para todos nós, nós é que estamos voluntariamente tipo sardinha em lata fechados em cidades. Toda a população da Europa poderia viver um hectare de terreno cultivável dentro de Franca e não ocuparia todo o território. Toda a população da América do norte poderia fazer o mesmo e viverem todos dentro do estado de Texas. Isto dá-nos uma ideia de como há espaço para todos nós. O que não há é emprego e petróleo. V

ecila:

"Este patologista ucraniano afirma que se trata de uma combinacao de 2 virus."

Imensa propaganda está a ser feita a chamar isto de vírus, quando as autópsias detectam a bactéria de que falo no texto. A OMS vai mais longe e diz que é uma mutação do H1N1.

O site de que falas é um site tal como o de Alex Jones que recebem milhares de dólares em donativos e vivem de propaganda.

  Bruno Fehr

quinta-feira, novembro 19, 2009 4:24:00 da tarde

ANTONIO MELÃO:

"Há um erro já que Gripe Pneumónica e Peste são doenças diferentes... a peste é propagada pela pulga dos ratos e a gripe pelas bacterias no ar."

Onde está o erro? A bactéria é a mesma!

  Mistral

quinta-feira, novembro 19, 2009 7:37:00 da tarde

Não percebo essas contas de merceeiro.

A população europeia é de pelo menos 700 milhões de pessoas...

França tem cerca de 50 milhões de hectares (500 mil quilómetros quadrados). Desses 50 milhões de hectares nem metade são cultiváveis. Se tivermos, por exemplo, 25 milhões de hectares cultiváveis em França, teríamos quase 30 pessoas atulhadas num hectare de terra. O que não é evidentemente sustentável durante muito tempo.

Se fizermos as contas à Europa num todo, teremos um resultado de 1,4 por hectare. Nem a tua perspectiva me parece aceitável(de que poderíamos viver todos em território francês sem preocupações de espaço e sobrevivência), nem considero muito positiva a ideia de que tenhamos espaço para dar e vender.

A questão põe-se a outro nível. É que a pirâmide etária nos países desenvolvidos da Europa está a inverter-se e o envelhecimento da população trará inevitavelmente para essas pessoas problemas a médio prazo. Infelizmente, a perspectiva economicista prevalece em todos os cenários.

  Vani

sexta-feira, novembro 20, 2009 9:24:00 da tarde

Gripe pneumónica?...

  ovigia

sábado, novembro 21, 2009 9:36:00 da tarde

"Errado, elas foram testadas em 350 sem abrigo e 21 deles morreram, mas como eram sem abrigo não foram noticiados internacionalmente."

boas, Bruno, espero que te possa tratar desta forma.
Quando escrevi que não tinha sido usada, queria dizer que não o tinha sido massivamente, na população.

Já agora, tiveste oportunidade de ler este artigo da rollingstone?
http://www.rollingstone.com/politics/story/7395411/deadly_immunity/

relativamente à patente que mencionei, aqui fica a info:

"[0031]In some embodiments of the invention, the compositions may include antigen from a single influenza A strain. In some embodiments, the compositions may include antigen from two influenza A strains, provided that these two strains are not H1N1 and H3N2. In some embodiments, the compositions may include antigen from more than two influenza A strains.

[0032]The influenza virus may be a reassortant strain, and may have been obtained by reverse genetics techniques. Reverse genetics techniques [e.g. 16-20] allow influenza viruses with desired genome segments to be prepared in vitro using plasmids. Typically, they involve expressing (a) DNA molecules that encode desired viral RNA molecules e.g. from poll promoters, and (b) DNA molecules that encode viral proteins e.g. from polII promoters, such that expression of both types of DNA in a cell leads to assembly of a complete intact infectious virion. The DNA preferably provides all of the viral RNA and proteins, but it is also possible to use a helper virus to provide some of the RNA and proteins. Plasmid-based methods using separate plasmids for producing each viral RNA are preferred [21-23], and these methods will also involve the use of plasmids to express all or some (e.g. just the PB1, PB2, PA and NP proteins) of the viral proteins, with 12 plasmids being used in some methods."
http://appft.uspto.gov/netacgi/nph-Parser?Sect1=PTO2&Sect2=HITOFF&p=1&u=/netahtml/PTO/search-adv.html&r=1&f=G&l=50&d=PG01&S1=20090047353&OS=20090047353&RS=20090047353

e ainda esta patente:
Method for Producing Viral Vaccines
http://appft.uspto.gov/netacgi/nph-Parser?Sect1=PTO1&Sect2=HITOFF&d=PG01&p=1&u=/netahtml/PTO/srchnum.html&r=1&f=G&l=50&s1="20090060950".PGNR.&OS=DN/20090060950&RS=DN/20090060950

cumps,

rjnunes

  cipereira

domingo, novembro 22, 2009 7:18:00 da tarde

"Imensa propaganda está a ser feita a chamar isto de vírus, quando as autópsias detectam a bactéria de que falo no texto. A OMS vai mais longe e diz que é uma mutação do H1N1."

Quando o material genético contido na cápsula de um vírus sofrer uma mutação (induzida ou não) e daí resultar uma espécie bacteriana (e logo especificamente a Yersinia pestis), as galinhas hão-de ter os dentes a nascer!...

Uma bactéria está para um vírus, como um ser humano para um tronco de uma árvore; ou seja, não têm nada em comum - a não ser uma cópia de material genético! Se a OMS quiser mesmo deixar passar essa (des)informação, anda a subestimar a inteligência e formação de muita gente!