Lei Marcial - Ucrânia

Antes de abordar o assunto de hoje é preciso definir lei marcial. A lei marcial não é mais nem menos do que a lei militar que só pode ser declarada de quatro formas:

1- Por golpe militar interno em que o exército de um país toma o poder desse mesmo país.
2- Por golpe militar externo, em que uma nação invade outra e toma o poder.
3- Imposição da ONU a um estado membro devido a comprovada instabilidade.
4- Por ordem do Presidente (que é o chefe supremo das forças armadas), que dá poder de decisão aos militares quer seja o Ministério da defesa ou um conselho de segurança nacional criado para o efeito, por forma a lidar com uma crise.

A Ucrânia está sob lei marcial, após a imposição desta medida pelo Presidente Victor Yushchenko. A agência noticiosa Interfax Ukrainia afirma que o ministro da Saúde, Wasilij Kniazevicz, pediu ao Procurador-Geral para iniciar um processo criminal contra aqueles que se opõem à campanha de vacinação da gripe suína. Estas pessoas são os opositores políticos do actual Presidente Ucraniano, entre eles a Primeira-Ministra Yulia Tymoshenko que é também candidata à presidência. Os comícios políticos desta senhora foram proibidos, bem como todo o tipo de manifestações públicas ou ajuntamentos, como seria de prever as eleições foram suspensas por tempo indeterminado. Tendo em conta que as eleições estavam marcadas para Janeiro é de crer esta situação se irá arrastar.



(Primeira-Ministra UcranianaYulia Tymoshenko)

No dia 16 de Novembro blogues que abordavam os temas sobre a peste pneumónica e a lei marcial foram encerrados ou apagados. Colaboradores ucranianos de sites internacionais demonstraram a sua indisponibilidade para continuar a partilhar informações.
A principal forma de se saber o que se está a passar na Ucrânia têm sido os blogues, muitos deles criados este mês com aparecimento da peste pneumónica na Ucrânia após muita gente ter percebido que os acontecimentos não eram relatados com veracidade fora do país, mas de um momento para o outro esses bloguers desapareceram, este blogue era de uma das mais recentes fontes de informação sobre o que se está a passar naquele país, devido ao bons conhecimentos de Inglês do seu autor. O blogue não foi simplesmente abandonado pois os textos desapareceram. Outro blogue é este que era dedicado também aos acontecimentos desta peste e que abordava a opressão militar por parte do governo desde o dia 4 de Novembro. Este blogue no dia 15 de Novembro estava acessível, quando voltei no dia 16 ele estava fechado ao público e dia 17 ele encontrava-se apagado.

Se dois exemplo não chegam, podem ver aqui um site Sul Africano de noticias, que tinha uma página dedicada aos desenvolvimentos na Ucrânia, no dia 16 a página começou a dar erro e imensos textos desapareceram e só ontem a página foi recuperada parcialmente e podem ver o texto intitulado: "Ukraine declares martial law following pneumonic plague outbreak", este texto.






(Presidente Ucraniano Victor Yushchenko)


Se dúvidas ainda restam sobre se a Ucrânia está ou não sob lei marcial, acho que o comunicado emitido pelo Presidente Ucraniano poderá esclarecer, ele pode ser lido aqui e passo a citar:

"National Security and Defense Council should become the center of decision-making".

Ao tornar o conselho de segurança nacional e o ministério da defesa com o novo centro de decisões a nível nacional é entregar poderes do governo aos militares, colocando o país sob lei marcial ou seja, sob autoridade desses militares. Só um Presidente tem poderes para fazer isto, deixando a Primeira-Ministra com poderes extremamente limitados, mas nenhum Presidente precisa de colocar as palavras "lei" e "marcial" numa frase para que ela seja real. O Presidente por seu lado não perde poder, pois o Presidente é o chefe supremo das for
ças armadas.


"With my decree I put Minister of Health and Chief Sanitary Inspector of Ukraine into the Council for National Security and Defense."


Ao colocar o Ministro da saúde e o inspector sanitário no conselho de Defesa Nacional, ele está a acatar com as International Health Regulations 2005 da OMS, onde estes dois senhores respondem directamente à OMS que irá ditar todas as medidas a tomar, pois após a declaração de catástrofe nacional a OMS de acordo com o regulamento acima referido tem poder de decisão em todas as questões internas relativas às medidas a tomar, decisões levadas a cabo pelo Ministro da Saúde e Inspector Sanitário que podem incluir o encerramento de fronteiras, coisa que ainda não se verificou. O que há é uma fiscalização apertada de todas as pessoas que saem do país.

Ele continua dizendo:
"I remind all the responsible persons and draw attention to all of my orders, made in Lviv four days ago. In three days the deadline for compliance with these orders expires".

Esta é a forma subtil de deixar o mundo às escuras sobre que ordens foram essas. Na verdade foram ordens dadas (pré-lei marcial), onde todas as escolas foram fechadas e empresários donos de locais públicos ordenados a manter os seus estabelecimentos fechados até novas ordens. Este encerramento seria por 7 dias e terminou no passado dia 7 não havendo ainda noticia de reabertura das escolas, sabe-se que o comércio foi retomado em todo o país excepto na zona Oeste onde diversas zonas estão controladas pelo exército e a população em quarentena, isto de acordo com os jornais Polacos que noticiaram relatos de Ucranianos que fugiram para o país vizinho.


Além do site noticioso Sul Africano só o jornal Francês Le Monde se pronunciou sobre este caso e podem ver o que aconteceu a essa noticia, aqui, convenientemente também desapareceu. No entanto saliento a parte mais interessante:

"Um grupo de peritos da OMS que se deslocaram à Ucrânia encontraram unicamente o vírus A(H1N1) e determinaram que o numero de mortes é em grande escala inferior ao numero do passado ano na época normal de gripe."

Ou seja, tudo isto é politico e não viral ou bactereológico, pois os médicos e cientistas Ucranianos falavam (no dia 3) em 255.000 casos de peste pneumónica e 100 casos de H1N1 e a OMS só encontra a gripe suína? E como é que detectaram menos casos que no ano passado, quando no ano passado não havia gripe suína? Se este ano há menos casos e se no ano passado não havia casos não vejo como é que podem ser menos de ZERO, a não ser que seja em comparação às mortes por gripe sazonal, o que é algo que até eu poderia constatar sem ser perito e sem ir à Ucrânia.
Uma terceira opção é a mistura das coisas, e quererem dizer que foram detectados menos casos de peste pneumónica do que no ano passado pois desde 1877 sempre houve a presença da bactéria causadora desta peste, naquele país.
É claro que esta página poderá ter sido apagada por não fazer qualquer sentido.

Acho um insulto misturarem peste pneumónica com gripe suína, bactérias não são virus nem nunca na vida se tornariam virus. São dois casos distintos e a OMS sabe melhor que ninguém que o que afirma não faz sentido nenhum! Mas claro, está a falar como se todo o mundo fosse burro, pois de acordo com um estudante ucraniano no primeiro ano de medicina: "A gripe Suína é contraida através de comidas importadas e roupas mal lavadas. Eu não tenho medo pois o governo Ucraniano pulverizou os céus com os químicos necessários" . Se um estudante de medicina pensa assim, o que poderemos esperar do comum cidadão?



Mas claro que há polémica sobre se o país está ou não sob lei marcial, pois as pessoas acham que as palavras "lei marcial" precisam de ser proferidas e acham que uma lei marcial é ter o exército nas ruas a dar porrada na malta. Não! Lei marcial é ter o ministério da defesa ou o Conselho de Defesa Nacional como sendo o centro de decisões do país. Nem mais nem menos.

O número por mim avançado de 1 milhão de contaminados, numero esse severamente ridicularizado por certos anónimos de uma forma que acho incrivelmente irresponsável, é sustentado pela imprensa Ucraniana, que noticiou 1 milhão e 500 mil infectados, podem ver a noticia do Kiev Post, aqui. O meu número afinal foi modesto.


É interessante que durante esta crise, no dia 18 deste mês, o Presidente tenha eleito um novo homem forte das forças armadas, ou seja o homem que irá liderar o conselho de segurança que tem agora o poder dado pelo Presidente de decidir, após o antigo se ter demitido sem que a razões apresentadas tenham sido tornadas públicas. Será que ele se despediu? Ou será que esta noticia 14 dias antes foi a razão para o Presidente o despedir?



Após esta decisão de dar poder os militares o que se espera que aconteça? Ora o próximo passo, no caso de haver resistência civil, é o encerramento de fronteiras, mas é com o encerramento de fronteiras que todo o mundo percebe que existe lei marcial, por isso o Presidente Ucraniano disse:

"I am absolutely against bringing the country to a standstill or limiting its functioning", aqui percebe-se que não há a intenção de fechar o país, no entanto não posso deixar de reparar na contradição do titulo deste comunicado que diz "não haver motivos para um estado de emergência" quando ele o tinha declarado no dia 1 quando encerrou as escolas e no dia 4 ao ter dado poderes aos militares e logo de seguida ter ordenado accoes judiciais contra todos os opositores à vacinação e membros do governo que não agiram (segundo ele) na prevenção da epidemia, por coincidência todos eles, seus adversários politicos.


Quero que tenham em atenção que estes links são do site oficial da Presidência da Ucrania e não de um qualquer site de teoristas.

O que mais me intriga em todo o site da Presidência é que usa o termo certo para a causa errada o que demonstra uma extrema confusão. O Presidente e o seu staff usam o termo epidemia que é algo localizado como a peste penumónica, mas aplicam esse termo ao virus H1N1 que é uma pandemia. Afinal o que é que está correcto? Será mesmo a pandemia H1N1 ou a epidemia da peste pneumónica a ser pintada de pandemia H1N1 por forma a convencer um povo quase tão teimoso quanto o Polaco? Um povo que ainda recentemente derrubou o governo com a famosa revolução laranja? Este não é um povo qualquer, é um povo que quando não concorda retira governos do poder.


No entanto e para terminar se após tudo o que escrevi ainda persistirem dúvidas sobre a lei marcial na Ucrânia, partilho aqui o comunicado jornalístico conjunto emitido pelos dois únicos dois países, França e Alemanha, que abordaram até agora este assunto logo após o encerramento das escolas e antes do comunicado Presidencial ter dado poderes ao conselho de segurança. O comunicado diz:


Gripe A/H1N1: Ucrânia fecha todas as escolas
A Ucrânia encerrou todas as escolas em todo o país de forma a conter a propagação de gripe A(H1N1) .
O ministério da saúde anunciou segunda-feira que 67 pessoas tinham morrido de gripe, sem esclarecer se tinha sido a gripe sazonal ou a do vírus A(H1N1).

Todas as escolas formam fechadas por um período de tempo anunciado de uma semana sem que se tenha confirmado qualquer caso de gripe A(H1N1).
Na parte Oeste da Ucrânia as autoridades ordenaram às pessoas para não viajarem excepto em casos de justificada necessidade.
Todos os supermercados estão encerrados na região de Lviv, onde o governador ordenou aos gerentes de cafés, cinemas, teatros e boates de manterem os seus estabelecimentos fechados até novas ordens.
Certos observadores consideram que este arrebatamento de precauções está mais ligado às eleicoes Presidenciais de Janeiro do que à situação epidémica.

"Estamos a assistir a uma competição politica para ver quem tomará as rédeas da luta contra o vírus A(H1N1)", analisou o Presidente do parlamento Vladimir Litvine. (Associated Press)

E o que podemos esperar dos jornais Ucranianos? Nada, como podem ver aqui, limitam-se a dizer que a OMS está agradada com as medidas tomadas pelos lideres Ucranianos... pudera! A OMS está tão agradada que aconselhou a Áustria a tomar as mesmas medidas, por coincidência outro país em que o povo está a recusar a vacina.





20 Comentários:

  Mistral

segunda-feira, novembro 23, 2009 1:59:00 da manhã

Mas isto não delega poderes nenhuns às forças armadas.

A Lei Marcial implica a suspensão de poderes das autoridades civis, transferindo-os para autoridades militares, entre outras determinações que possam existir. Aqui não existe nada disso.

Este conselho é formado pelo Presidente, pela primeira-ministra, e por uma série de ministros (acrescidos do ministro da saúde e do director-geral de saúde lá do sítio). O que diz é que sobre estes assuntos o Conselho Nacional de Segurança e Defesa se torna o centro de decisão. É um colégio que decide sobre medidas ou leis a aplicar nesta matéria.

Neste caso, os poderes permanecem nas mãos de uma instituição constitucionalmente estabelecida, parte da configuração legal ucraniana, liderada pelo presidente, com membros do governo e outros elementos.

De Lei Marcial não tem nada.

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 2:15:00 da manhã

Mistral:

"Mas isto não delega poderes nenhuns às forças armadas"

Obviamente que sim. O Presidente passa a ter poderes supremos, ele diz nomear os membros do conselho nacional de segurança mas tendo em conta que é ele, de forma a respeitar as resoluções da OMS tem de incluir o Ministro da Saúde e Inspector Sanitário. O chefe de estado maior do exército tem lugar cativo em qualquer cativo tal como o ministro da defesa e a única pessoa que foi nomeada foi a Primeira Ministra, pois se possuem o poder de decisão o governo é inútil e se não a incluísse seria uma polémica que ele não pode nem quer criar.

"A Lei Marcial implica a suspensão de poderes das autoridades civis, transferindo-os para autoridades militares"

Tendo em conta o estado de quarentena imposto, ele é garantido pelos militares e o povo está sujeito à lei militar. Se algo correr mal, se o exercito tiver de disparar sobre a população não há o direito de processar, pois não há direito civil numa operação militar.

"Neste caso, os poderes permanecem nas mãos de uma instituição constitucionalmente estabelecida"

Estabelecida ao obrigo da constituição não não submisso a ela.

"De Lei Marcial não tem nada."

Na politica e imprensa internacional existem 2 lados:
- Os que afirmam que é lei marcial.
- Os que estão em silencio.

A negar só mesmo tu, mas também negavas o numero de pessoas infectadas o que coloca em causa a clareza da tua informação.

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 2:25:00 da manhã

Este conselho está ao abrigo do Artigo 24 da "Intelligence Law", que diz:

"Control over the activities of intelligence agencies of Ukraine shall be exercised by the president of Ukraine within constitutional powers, including through the National Security and Defence Council of Ukraine headed by the president. Intelligence agencies of Ukraine shall report to the president of Ukraine on issues and under the procedure specified by the president of Ukraine."


O poder de decisão do conselho é na verdade limitado ao que o Presidente quer, ele tem o poder total. Se o Presidente tem o poder total isto é uma tirania e uma tirania de um Presidente é sempre marcial. O Presidente tem o poder de veto e pode tomar o poder total só através da lei marcial. Lei essa confirmada pelo adiamento de eleições ou seja a suspensão da democracia o que mais uma vez é lei marcial.

  ovigia

segunda-feira, novembro 23, 2009 2:52:00 da manhã

boas Bruno,

excelente texto!

Que a declaração, ou pelo menos o efectivo estado de Lei Marcial, está a ser usado como arma politica contra a 1ª ministra com diversos objectivos tais como manter no poder o actual presidente, impedindo eleições livre, creio que não existem dúvidas.

Agora a questão que coloco é mais abrangente, será que isto não tem mãozinha da CIA e do senhor George Soros e as suas famosas desestabilizações e revoluções das cores?
Poderá ainda ser uma espécie de teste ao controlo apertado dos media, se é que isso é necessário, uma vez que estes já são as prostitutas da elite do governo sombra mundial.

"Destabilization 1.2 involves seemingly disinterested, democracy promoting NGOs with feelgood names like the Open Society Institute, Freedom House and the National Endowment for Democracy. They fund, train, support and mobilize opposition movements in countries that have been targeted for destabilization, often during elections and usually organized around an identifiable color. These "color revolutions" sprang up in the past decade and have so far successfully destabilized the governments of the Ukraine, Lebanon, Georgia and Kyrgyzstan, among others. These revolutions bear the imprint of billionaire finance oligarch George Soros. The hidden hand of western powers behind these color revolutions has threatened their effectiveness in recent years, however, with an anti-Soros movement having arisen in Georgia and with the recent Moldovan "grape revolution" having come to naught (much to the chagrin of Soros-funded OSI's Evgeny Morozov)."
http://www.corbettreport.com/articles/20090623_destabilization.htm

E estas coisas ainda me deixam mais desconfiado.

"USAREUR Commanding General Carter F. Ham listens as visiting Ukrainian Land Forces Commanding General, Colonel-General Ivan Svyda tours the Hohenfels Training Area. The Generals were observing training for the upcoming Ukrainian rotation to support KFOR -"
http://twitpic.com/photos/USArmyEurope

cumps,

rjnunes

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 3:12:00 da manhã

ovigia:

!Agora a questão que coloco é mais abrangente, será que isto não tem mãozinha da CIA e do senhor George Soros e as suas famosas desestabilizações e revoluções das cores?!

Soros é sem dúvida um psicopata e é sabido que onde há desestabilizacao a CIA está presente, acho que a que mais polémica causou e que a CIA sempre negou foi que o Obama assumiu como verdade aquando da sua visita em que realizou aquele ridículo mas famoso discurso no Cairo, onde confirmou a acção da CIA na revolução que levou à queda do governo Iraniano nos anos 60.

Concordo que isto poderá ser um teste sobre controlo a imprensa internacional, que está a ser um sucesso bem como o controlo sobre a Internet que me parece ser outro sucesso. Se bem que de acordo com os planos de Internet por pacotes em imensos países e o fim da Internet livre no Reino Unido e EUA, irá dar certezas aos governos sobre o controlo total da net e acesso à informação.

A Ucrânia é só um teste, mais se países serão colocados nestas condições até 20 de Dezembro, data do Tratado de Copenhaga que ao ser aprovado, iremos ver isto lentamente a tornar-se moda.

É interessante que ainda esta pandemia não terminou e a OMS já prevê uma segunda pandemia para 2015 ao que junto a minha recente descoberta de uma patente para criar a vacina contra a peste pneumónica... se a OMS diz que é o H1N1, por que motivo quer criar uma vacina?

Este texto terá continuação e a continuação será sobre os EUA e recentemente aprovada lei que autoriza Obama a decretar lei marcial. Já a 31 de Dezembro eles irão fechar fronteiras, o que também já foi aprovado.

Sinto que as Heath Regulations de 2005 que 194 países assinaram dado poderes sobre os assuntos nacionais à OMS em caso de declaração de emergência nacional, o tratado de Lisboa e o tratado de Copenhaga, estão intimamente relacionados e pelo que estou a ver o plano é no mínimo genial.

"USAREUR Commanding General Carter F. Ham listens as visiting Ukrainian Land Forces Commanding General, Colonel-General Ivan Svyda tours the Hohenfels Training Area. The Generals were observing training for the upcoming Ukrainian rotation to support KFOR -"

Sim, neste estado que o Presidente Ucraniano decretou ele irá aprovar o que a Primeira-Ministra tinha até agora bloqueado, que é o aumento da capacidade militar Ucraniana. Algo que em 2010 iremos ver em todos os países da Europa ao abrigo do Tratado de Lisboa que obriga ao aumento dos dispositivos militares em toda a UE. O motivo? Será a guerra a questão é quando e contra quem...

Neste momento tenho tanta informação ainda a filtrar (separar o trigo do joio) que estou com a mesma sensação que se tem num exame de matemática, em que já sabemos o resultado mas ainda não sabemos como chegar lá.

  I.D.Pena

segunda-feira, novembro 23, 2009 9:26:00 da manhã

Tenho tido alguma dificuldade em acompanhar o desenvolvimento na Ucrânia porque infelizmente é um assunto como muitos outros que é abafado pelos media. Por isso ainda bem que existe este blogue.

Queria frisar que este povo já sofreu muito e continua a sofrer , mesmo assim são unidos e persistentes na luta a favor das suas liberdades.

Acho tudo muito inglório e por isso lamento profundamente.

  lunatiK

segunda-feira, novembro 23, 2009 2:11:00 da tarde

Viva Bruno

excelente o modo como separas a informação e a forneces, este caso Ucraniano tresanda, vamos ver se a moda pega por esta Europa fora, esperemos que não.
Cumps.

  ovigia

segunda-feira, novembro 23, 2009 3:51:00 da tarde

boas,

sem dúvida que tudo se prepara para a tomada de posse da Administração dos EUA pelo governo sombra, pelos senhores do COG, entre os quais Dick Cheney e Donald Rumsfeld, se bem que os verdadeiros cabecilhas não são totalmente conhecidos, o caro Cheney presta vassalagem ao CFR e à Trilateral, onde o assassino kissinger bem como o lunático Brzezinski e o sinistro david rockefeller comandam as tropas.

Há muito tempo que foram dados largos poderes à FEMA, desde a false flag do 11set2001 que o COG está activo, agora só falta mesmo decretar a lei marcial por forma a colocar apenas o executive branch a funcionar, claro que sob a égide do governo sombra, assim que ela for decretada os ramos judicial e legislativo acabam, a Constituição deixa de ter qq valor, se já hoje é desrespeitada, como dizes e bem basta olhar para o fim do Habeas Corpus e do Posse Comitatus ou para o Patriot Act e para a FISA para se perceber que já fazem tábua raza dela à bastante tempo.

Já têm a guarda pretoriana pronta e até já andou nas ruas no Katrina, a Blackwater, agora XE; têm ainda a postos os bufos que qualquer ditadura tem sempre, ainda por cima ligados ao FBI para lhes dar credibilidade, o projecto Infragard. Estamos pois a assistir à frente dos nossos olhos ao inicio da Operação Garden Plot, que por acaso tem ligações à Naçoes Unidas, ou seja ao futuro governo mundial.

"The official name of this project is called "Operation Garden Plot."
http://www.uhuh.com/control/garden.htm

http://www.progressive.org/mag_rothschild0308
http://arstechnica.com/web/news/2009/11/an-introduction-to-the-fbis-anti-cybercrime-network.ars

(parece que tenho de dividir isto em dois posts)

  ovigia

segunda-feira, novembro 23, 2009 3:52:00 da tarde

(continuação)

Não nos podemos ainda esquecer do que Obama e o seu braço direito, Rahn Emanuel têm vindo a falar sobre uma espécie de camisas castanhas que estão a planear e a formar, claro que não com este nome; ou ainda do papel que o clero irá tb ter no controlo das populações.
http://ovigia.wordpress.com/2009/10/25/o-embuste-obama-e-o-nobel-da-paz-ultima-parte/

Temos ainda o folclore televisivo e das revistas cor de rosa onde por lá passam para distrair e lavar o cérebro, personagens cúmplices de tudo isto como a Agelina Jolie que tb faz parte do CFR.
http://en.wikipedia.org/wiki/Council_on_Foreign_Relations#Membership

E claro para fechar o circulo, temos ainda os casos do controlo da alimentação, com a construção do cofre das sementes de Svalbard na Noruega, que conta até com a fundação, ou melhor a fachada, de bill e melinda gates, por forma a que as grandes multinacionais da GMO's tomem conta de tudo o que produzimos e comemos.
http://resistir.info/varios/engdahl_sementes_p.html
Afinal de contas e como o assassino kissinger afirmou, "Control oil and you control nations; control food and you control the people.".

Quanto à rede internet, também está a ser tratada, basta olhara para o que se passou em França com a hadopi, o que se está a passar no UK com o palhaço fantoche lord Mandelson, com as leis do cibercrime, a utilização de spyware na Alemanha, a construção de enormes data centers da NSA nos EUA, o conluio entre esta e as telecom, nomeadamente a AT&T e que a FISA que Obama votou favoravelmente enquanto ainda estava no Congresso, dá protecção; os projectos Indect e Adabts na UE.
E que dizer da google estar no quadro de honra do CFR, e claro os senhores das vacinas, GlaxoSmithKline, entre outros.

http://fto.co.za/news/peter-mandelson-trilateral-commission-bilderberg-wants-draconian-internet-laws-uk-2009112215854

http://en.wikipedia.org/wiki/Council_on_Foreign_Relations#Corporate_Members

Por tudo isto, infelizmente está para muito breve a tomada de posse do desgoverno mundial, até porque eles já nem têm pejo nenhum em falarem disso à boca cheia, veja-se agora o caso do fantoche Herman Van Rompuy, que já anunciou o seu total apoio à nova ordem mundial, que agora chamam de global governance, e claro não chegou a esse cargo sem ser ungido pelo grupinho Bilderberg, tal qual o senhor Durão Barroso.
http://fto.co.za/news/1st-president-eu-herman-van-rompuy-bilderberg-global-governance-2009112115849.html

Caro Bruno, muito maus tempos nos esperam, especialmente a nós que levantamos a voz contra tudo isto.
Mas prefiro morrer a submeter-me a estes canalhas!

ab,

rjnunes

  L.

segunda-feira, novembro 23, 2009 6:00:00 da tarde

Bem, primeiro há que salientar que gosto muito da forma como expões a informação. Ao contrário do que muita gente pensa e afirma, nunca senti que estivesses a impor um ideal, ou um ponto de vista. Pelo contrário, dás a hipótese, e até incentivas que os teus leitores não se fiem naquilo que estás a dizer, e que procurem outras fontes de informação. Já te leio há muito, já comentei muitas vezes, e nem sempre concordei contigo. Mas há que dar a mão à palmatória. Nunca nenhum texto me foi indiferente.
Posto isto, vamos ao que interessa:
Confesso que ainda estou a digerir todas estas palavras. Ainda não percebi (ou não quis perceber) o verdadeiro objectivo de tudo isto e o que é que isso implica. Numa palavra, apenas e só, poderia dizer que é GRAVE. Muito grave. Custa-me entender (e aqui o meu lado ingénuo grita mais alto) que nos dias de hoje, onde somos bombardeados constantemente com informação, haja informação velada, escondida ou até inexistente. Isto vai contra tudo aquilo que acredito. É como acordar um dia de manhã e ver tudo de pernas para o ar, sem saber como nem porquê, nem que alminha poderia ter sido capaz de o fazer sem que eu me tivesse apercebido.
Tirando isso, que só por si é mais que suficiente para me dar a volta ao miolo, a única coisa que quero saber é porquê. Ou antes, para quê.
Que interesses são estes?

E agora brincando um bocadinho com a situação... A primeira ministra é gira que se farta, que até chateia...

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 7:53:00 da tarde

I.D.Pena:

"Queria frisar que este povo já sofreu muito e continua a sofrer , mesmo assim são unidos e persistentes na luta a favor das suas liberdades."

É por isso mesmo que são rijos tal como os Polacos. São povos que foram tão abusados por toda a sua história que sabem distinguir a verdade da mentira e conseguem unir-se de uma forma que os governos não conseguem controlar. Isso faz destes dois países, alvos prioritários.

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 7:53:00 da tarde

lunatiK:

"vamos ver se a moda pega por esta Europa fora, esperemos que não."

Não acredito que pegue, pois em países como o nosso não é necessária a imposição destas medidas pois a possibilidade de revolta popular é nula. Tal como Portugal, quase toda a Europa possui população inofensiva e actualmente incapaz de fazer mais do que queixar-se em frente à televisão.

No entanto o povo Ucraniano, Polaco não são assim e saem à rua mudando o rumo das coisas. Neste grupo incluo os Americanos que possuem um amor tremendo à sua constituição e que protestam nas TEA Partys (Taxed Enough Already) atingindo a centenas de milhar de pessoas. Mas este é um povo armado que em relação ao exercito e policia são 10 para 1 e não podemos esquecer que os militares e policias são cidadãos e que muitos nunca iriam combater o povo numa luta pela salvaguarda da constituição.

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 7:53:00 da tarde

ovigia:

"sem dúvida que tudo se prepara para a tomada de posse da Administração dos EUA pelo governo sombra"

Algo confirmado juntando as pecas do puzzle desde a revolução Americana.

"pelos senhores do COG, entre os quais Dick Cheney e Donald Rumsfeld, se bem que os verdadeiros cabecilhas não são totalmente conhecidos, o caro Cheney presta vassalagem ao CFR e à Trilateral, onde o assassino kissinger bem como o lunático Brzezinski e o sinistro david rockefeller comandam as tropas."

Sem esquecer que o poder financeiro mesmo de Rockefeller vem de Rothschild.

"Há muito tempo que foram dados largos poderes à FEMA, desde a false flag do 11set2001 que o COG está activo"

A FEMA pode colocar todas as forças civis e militares sob a sua alçada e responde unicamente ao Presidente. Ela poderá entrar em acção após a declaração de estado de emergência e esse estado já existe nos EUA.

"agora só falta mesmo decretar a lei marcial por forma a colocar apenas o executive branch a funcionar"

E é esse o tema do próximo texto.

"a Blackwater, agora XE"

O nome teria de mudar pois Blackwater sob Obama lembra muita gente a SchwartzWasser de Hitler. O nome é o mesmo, só muda o patrão e a língua. Tal como Homeland Security lembra o Vaterland Security dos Nazis.

"Estamos pois a assistir à frente dos nossos olhos ao inicio da Operação Garden Plot, que por acaso tem ligações à Naçoes Unidas, ou seja ao futuro governo mundial."

Tropas internacionais estão em território Americano desde os treinos NLE09. A ONU tem descarregado um sem fim de toneladas de equipamento nos portos Americanos.

"http://www.uhuh.com/control/garden.htm"

Manifestações anti-governo já tinham sido declaradas como actos terroristas. Agora com a nova lei do ódio, os protestos podem ser considerados como crimes de ódio com base na racial por o Presidente ser negro. Será que toda a gente percebeu o motivo de colocar um negro no poder de um país culturalmente ainda racista?

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 7:54:00 da tarde

ovigia:

"Não nos podemos ainda esquecer do que Obama e o seu braço direito, Rahn Emanuel têm vindo a falar sobre uma espécie de camisas castanhas que estão a planear e a formar"

Uma Mocidade Portuguesa ou Juventude Hitlarina, sob o nome de Obama's Youth. Eles querem também que todos os Americanos sirvam o Estado compulsivamente durante um certo período de tempo, algo visto pela última vez durante a segunda guerra mundial.

forneces links interessantes que irei seguir.

"Caro Bruno, muito maus tempos nos esperam, especialmente a nós que levantamos a voz contra tudo isto."

Sinceramente não temo nem devemos temer represálias pois quem acredita no que faz não tem nada a temer. Eu acredito que mais do expor certezas, exponho possibilidades e sei que o povo só se levanta e actua quando é encurralado.
Uma elite de 10.000 pessoas controlando alguns milhões de fantoches nunca irão dominar 7 biliões de pessoas, mas podem e vão tentar.

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 7:54:00 da tarde

L.:

Não imponho ideais simplesmente partilho informação.
Não imponho opinião mas defendo-a com todos os meus argumentos.
Não quero que tomem a minha palavra como certa, quero que retirem as vossas conclusões.
No fundo, se eu estiver errado nada de mal acontecerá, mas se eu estiver certo poderá haver mais gente informada e preparada.

"Confesso que ainda estou a digerir todas estas palavras. Ainda não percebi (ou não quis perceber) o verdadeiro objectivo de tudo isto e o que é que isso implica."

Nenhuma acção isolada tem um objectivo isolado, segue sim uma agenda, e em Janeiro de 2010 após o tratado de Copenhaga de 20 de Dezembro de 2009 poderemos ter uma vaga ideia da intenção.

Temos de ter consciência que toda a empresa se guia pelo menos livro, que as maiores referencias mundiais como Reuters e Associated Press possuem o mesmo patrão que ainda por cima além de controlar a economia mundial é o financiador destas agendas. Além de ser uma família que poderia dar casa, vestir e alimentar todo o mundo sem nunca ficarem pobres, eles possuem 500 triliões de fortuna, metade do dinheiro mundial e são os cobradores de toda a dívida que é o dinheiro mais juros.

Se ninguém no mundo tiver dinheiro e toda a gente no mundo pedir 1 Euro ao banco e se no dia seguinte todos pagarem esse Euro, deixa novamente de haver dinheiro no mundo mas todos ainda devem os juros ao banco.
Ou seja, além de terem metade do dinheiro do mundo e serem donos da dívida, são donos também do nosso trabalho, pois há mais divida que dinheiro.

Isto é escravização moderna, onde o escravo além de trabalhar para pagar a divida, ainda paga impostos sobre o trabalho, é responsável pela divida do país contraída pelo governo e ao contrário dos escravos negros, ainda precisa de comprar o seu próprio abrigo e a sua própria alimentação. Um sistema de controlo actualmente perfeito.

"Que interesses são estes?"

Os de sempre desde o inicio dos tempos, o poder total. A megalomania sempre foi uma constante nas elites. Todo o dinheiro é pouco, todo o poder insuficiente.

"E agora brincando um bocadinho com a situação... A primeira ministra é gira que se farta, que até chateia..."

É sim, é a desmistificação da teoria de loura burra, pois além de loura ela é ex-modelo profissional. Está no poder porque mérito e não por ter dormido com o patrão. Uma mulher que deita por terra a parva teoria que mulheres bonitas não sobem na vida por mérito.

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 8:01:00 da tarde

INFORMAÇÃO:

Já tentei várias vezes hoje publicar um texto sem sucesso.

Neste momento não consigo aceder à edição de mensagens recebendo o erro: bX-mcgjci

Resolvi tentar ultrapassar este erro copiando o original word do texto e publicar usando o link "criar nova mensagem", mas novamente recebo o erro: bX-mcgjci

Também não consigo fazer os uploads dos meus textos antigos que foram apagados, estando ainda mais de 200 em falta. O upload é feito com sucesso, mas ao não conseguir aceder aos rascunhos, não os consigo publicar.

Este problema não é geral, pois o blogue colectivo onde participo não dá este erro. Mas de acordo com os forums do Blogspot não sou caso único.

Por isso a única forma de comunicar este facto é por comentário. O texto de hoje irá aparecer assim que o Blogspot se digne a resolver a situação.

  Lily

segunda-feira, novembro 23, 2009 9:58:00 da tarde

Sinto que para além de sermos manipulados como fantoches, ainda nos atiram areia para os olhos...
Não se ouve uma unica palavra sobre este assunto nos meios de comunicação social, ninguém sabe nada sobre isto, e se falamos sobre este assunto chamam-nos maluquinhos.
Já tentei falar sobre isto com algumas pessoas e a reacção é sempre a mesma: olham pra mim como se eu sofresse de uma psicose grave, porque isto não é possivel no mundo real...
Discuti com algumas pessoas também o caso da vacina que foi contaminada com o H5N1, e a reacção novamente é de descrer, porque de certeza que estou a acrescentar histórias inventadas pela minha cabeça para tornar os factos mas chocantes e inacreditáveis, e que tenho a mania da conspiração...

Acho que não falta muito para que os meus familiares me mandem internar num hospital psiquiatrico...e acho que isso é preocupante, porque a unica coisa que seguem é o que ouvem nos telejornais porque acham que se fosse algo mesmo importante, ia logo ser noticia de abertura, por isso é sempre a mesma coisa da parte deles: "Se isso que estás a dizer é mesmo assim, então porque é que não passou nenhuma noticia sobre o assunto na televisão?"

  Bruno Fehr

segunda-feira, novembro 23, 2009 10:12:00 da tarde

Lily:

É essa a genialidade do sistema, fazer as pessoas depender da tecnologia, neste caso da televisão. Se não é noticia na TV é porque não existe, e se aparece num filme que não diga "baseado em factos reais" então é porque é tudo ficção.

As pessoas optam por deixar de pensar e preferem obter a informação da TV como se fizessem um download, assumem essa informação como real sem pensarem um pouco nela. Essa pessoas normalmente escolhem como sua a opinião de terceiros, num debate entre jornalista e entrevistado escolhem um lado e ficam com aquela opinião como sua.

Ajuda psiquiátrica precisa quem pensa que TV= verdade, pois ligam a tua capacidade de pensar e chegar a conclusões como algo de anormal, quando o ser humano assim pensa temos um problema grave.

  ovigia

segunda-feira, novembro 23, 2009 11:55:00 da tarde

boas,

"Já tentei várias vezes hoje publicar um texto sem sucesso."

Não sei se é um problema do google/blogger, mas já agora fica a dica.
Como presumo que uses o Firefox, conheces a extensão para blogar Scribefire?
Recomendo, é o que uso para escrever no meu blog bem como o excelente Bilbo.
Há bastante tempo que troquei o blogger pelo wordpress.

O bilbo, agora renomeado de blogilo é um software livre que suporta diversas plataformas de blogging.
Teoricamente funciona em diversas plataformas, embora como só use software livre, gnu/linux e bsd's nunca o experimentei em ms-windows ou macosx.
De qq forma aqui fica o link para a extensão e para o bilbo/blogilo.
http://www.scribefire.com/
http://bilbo.gnufolks.org/

Já agora, deves conhecer mas de qq forma cá vai; Como bem afirmas muita informação tem sido apagada de diversos blogs relativamente a estes temas que divulgas, é verdade que nem sempre o faço mas pelos vistos temos de começar a guardar as páginas e artigos interessantes, de preferência exactamente como elas se encontram quando por lá passamos, existe uma extensão para o Firefox que é fabulosa para guardar informação de investigação e que tira uma 'fotografia' ao estado da página, é a Zotero.
Assim mesmo que o artigo que mencionas tenha desaparecido tens uma 'imagem'/backup dele, é só seleccionares na Zotero e depois fazeres uma screenshot para colocares no blog.
http://www.zotero.org/

Se já conheces isto,peço desculpa por estar a tentar ensinar a missa ao padre ;)

cumps,

rjnunes

  Bruno Fehr

terça-feira, novembro 24, 2009 12:50:00 da manhã

ovigia:

"Como presumo que uses o Firefox, conheces a extensão para blogar Scribefire?"

Não, mas irei informar-me.

"Há bastante tempo que troquei o blogger pelo wordpress."

Tenho tudo preparado para o fazer, mas pelo que sei o problema é que tenho as minha imagens alojadas no bloguer e ao importar a cópia deste blogue para o Wordpress ele irá linkar as imagens no Blogger, o Google detecta o "duplicado" e duas coisas acontecem:

1- As páginas ficam no "Google Hell", ou seja não aparecem no top de resultados de busca.

2- O directório de imagens é apagado na origem, ficando o Wordpress sem imagens e com links que não vão dar a lado nenhum.

Tenho de primeiro armazenar todas as fotos num site neutro.

"é verdade que nem sempre o faço mas pelos vistos temos de começar a guardar as páginas e artigos interessantes"

Sim guardar os links nao basta é preciso no mínimo fazer prints. Ainda recentemente o texto na Wikipédia dedicado à peste pneumónica foi alterado e chama-se agora peste negra e toda ligação entre as duas deixou de ser um facto e passou a ser uma possibilidade. Não guardei print da primeira edição, mas após ter feito um print o texto foi novamente alterado e qualquer tentativa de repor o texto original é detectada numa questão de horas e novamente alterada.

"existe uma extensão para o Firefox que é fabulosa para guardar informação de investigação e que tira uma 'fotografia' ao estado da página, é a Zotero."

Hmm, mais uma aplicação que tenho de ver.

"Se já conheces isto,peço desculpa por estar a tentar ensinar a missa ao padre"

O meu agnosticismo não me permite conhecer a missa, por isso agradeço a informação.