Sotaque Alentejano!


Quando falei de sotaques em textos anteriores, deixei o sotaque Alentejano sem texto, por vários motivos. Não existe maneira de poder falar mal ou sequer comentar tal sotaque, pois mais do que um sotaque é uma forma de expressão. Por isso, opto por simplesmente transcrever um texto escrito por um Alentejano a um professor Universitário. O texto foi escrito exactamente como se pronuncia, daí a sua genialidade.


Devem de ler exactamente como está escrito e numa voz arrastada, como se estivessem em Agosto, debaixo de um Chaparro com 40 graus à sombra...


"Mê caro Zé Valentim:
Nô ôtro dia ‘tava ê ali à bêra do maticuenho de palaio, ali memo onde o barranco bate c’oa semeada...
‘Tava assim a modos qu’esmorraçando...
Ajitei-me dentro do gabinardo e assenti-me no marco.
Enroli um cigarro e cando ia a puxar do zarapatusco de modo a acender, di c’os olhos numa velhaca...
Era um rego cheio de carne, ó cumpadre!!!
Imaparelhê-me cum ela e meti o ferro à cara...
Fiz-le dois fogachos, mas a mangana foi-se-me imbora mais a puta que a pariu!!!"





Texto ditado pelo professor Manuel Pedro, num café, em Beja, 1981


Este é sem dúvida o meu sotaque favorito, principalmente por eu não saber o significado de diversas palavras usadas e ter que adivinhar, consoante o contexto!

60 Comentários:

  tavguinu

sábado, dezembro 29, 2007 12:14:00 da tarde

urso como se diz em alentejano ?


LOOOOOOOOOOOOOOOOL

  Foi Bom

sábado, dezembro 29, 2007 12:49:00 da tarde

Lol, se eu te levar ali pros lados do Redondo, para além de seres muito bem tratado, vires de lá de pança cheia, bem comido e bebido...sais de lá com um sorriso de orelha a orelha, porque nem eu entendo o que eles falam, tenho que pedir sempre para traduzirem...:D

Eu sei que sou suspeita, mas o povo alentejano é do melhor que há!!!

  Cold_cold_Bitch

sábado, dezembro 29, 2007 1:27:00 da tarde

Ê tamém goste muite deste sotaque alentejane.

  Cold_cold_Bitch

sábado, dezembro 29, 2007 1:28:00 da tarde

Ê tamém goste muite deste sotaque alentejane.

  ines

sábado, dezembro 29, 2007 2:34:00 da tarde

perguntei a um alentejano , se havia feira de... resposta pronta, - não não há, "eu não recebi aviso"!

nunca mais me esqueci!

(tenho uma reclamação a fazer, onde está o livro????)

  Zaka

sábado, dezembro 29, 2007 3:08:00 da tarde

Eh pá que gargalhada que dei agora! :D
Ao menos eu adoro sotaques... da primeira vez que estive na madeira profunda parti-me a rir com expressões como o tratuário e outras que tais que nunca tinha ouvido antes!
Quando estive nos Açores, também me ri imenso ao não entender nada do que eles diziam!
Quando estive no Alentejo, gozei tanto com eles, imitando-os constantemente, que quando cheguei a Lisboa, a minha mãe achou que eu estava a falar Alentejano!
Mas que foi de morrer a rir, foi!

  Ana

sábado, dezembro 29, 2007 3:43:00 da tarde

LOL

Deixa lá Crest, eu sou alentejana e muitas palavras também não sei o que significam. Ontem tive em Beja e sai de lá com a barriga a doer de tanto rir... juntou.se lá um "compadri" com a gente que tem o sotaque alentejano mais carregado que eu já ouvi nos ultimos tempos.
=D

Viva a nós!

  Mulheka

sábado, dezembro 29, 2007 3:58:00 da tarde

Eu não sou alentejana mas tenho costelas. A família toda da parte da minha mãe nasceus no Alentejo, só eu e o meu irmão é que quebrámos a corrente eheh. Mas íamos sempre passar férias lá, agora já não o fazemos mas no Natal é certinho e direitinho, lá vamos nós p'o Alentejo ter com o resto da famelga. O sotaque é o máximo! Lembro-me que quando ia lá durante algumas semanas, voltava para Lisboa com sotaque, que demorava uns dias a desaparecer lol.

  PsYcHo_MiNd

sábado, dezembro 29, 2007 5:54:00 da tarde

Nem eu percebi metade das palavras... Aqui nestes lados do Alentejo não temos esse tipo de sotaque nem tal palavreado. Mas fazendo minhas as palavras da Foi Bom, o povo alentejano é do melhor que há!

  Aline Cedrac

sábado, dezembro 29, 2007 6:49:00 da tarde

Aprecio muitíssimo esse sotaque. :D Interessante sotaque de um povo também muito interessante.

Pá, onde desencantaste essa preciosidade Crest?

Porta-te bem (MAL):P

Aline

  martagarcia

sábado, dezembro 29, 2007 11:34:00 da tarde

Crest:

acho que havias de arranjar uma tradução para o texto! Não conheço mesmo uma boa parte das palavras... ;)


Muito engraçado!

  Paulo Sempre

domingo, dezembro 30, 2007 12:23:00 da manhã

Feliz ano de 2008.
Beja, Pax Julia, cafés....
Abraço
Paulo

  Teté

domingo, dezembro 30, 2007 2:13:00 da manhã

Não sou suspeita, porque não sou, nem tenho nenhuma costela alentejana, mas acho piada à pronúncia alentejana. Que são aqueles que põem sempre o "I" do lête no caféi. E também acho à algarvia e à ribatejana.

E mais, qualquer delas é "contagiosa" se passamos uns dias na região, contactando com gente local. Já as do norte não são tão engraçadas, trocar "V"s por "B"s ou o axim ou fex'anos, incomoda-me mais, além de que a maioria parece estar sempre zangada (quer com frases simples, quer com imensos palavrões à mistura). E sei do que falo, que ia passar férias ao Minho quase todos os anos, que o meu pai era de lá.

Um bom início de 2008 para ti, se puder ser, bem rodeado de louraças (não muito fritas, está claro)!

  Joana

domingo, dezembro 30, 2007 12:28:00 da tarde

Feliz ano para ti um beijo grande.

  Foi Bom

domingo, dezembro 30, 2007 1:02:00 da tarde

Tav, urso em alentejano diz-se "tavguino"...

Olha, estam-me a chamar lá fora, pera ai que já volto...not!

  tavguinu

domingo, dezembro 30, 2007 2:07:00 da tarde

tavguino... ainda bem que não é tavguinu !

  Foi Bom

domingo, dezembro 30, 2007 2:47:00 da tarde

Lol, vá, não te queiras já escapar por causa de um errozito autográfico sem o mínimo de expressão...:P

  trovador

domingo, dezembro 30, 2007 2:53:00 da tarde

Então, se te agrada, tens aqui mais algumas palavras:

http://aconversacomoroberto.blogspot.com/2007/12/outros-mundos-centro-do-universo.html#links

Ps.: e "sériamente" já não se escreve com acentuação. Os advérbios já não se acentuam. Já foi tempo, mas já não.

  ipsis verbis

domingo, dezembro 30, 2007 3:13:00 da tarde

"Subi acima duma arvori
para ver se te via
como não te vi,
Desci-a

Pardi uma tro-grafia tua
lá prós lados da Várzea.
Se fores pra lá e virza
Trázea

Ê vi-te no tê jardim
andavas colhendo hortelã
Ê ca gosto de ti,
e tu? hããã?"

Coisas boas para todos e tenham uma óptima madrugada de 2008.

:]

  SílviA

domingo, dezembro 30, 2007 3:19:00 da tarde

Eu pouco ou nada conheço do Alentejo e dos Alentejanos mas acho todos os sotaques engraçados e também acho que se devem preservar :) eu adoro o meu apesar de nao ser tao carregado mas quando estou com pessoas novas que nao sao de ca gosto de o carregar...é engraçado ver algumas caras.ehe.

Bjinho

  Skynet

domingo, dezembro 30, 2007 3:41:00 da tarde

Tou tentando ler isso compadre, mas nã tou percebendo nada lol

O sotaque da minha zona também têm algumas influências alentejanas, mas não se notam tanto, nem sequer falamos no gerúndio.

  iFrancisca

domingo, dezembro 30, 2007 6:39:00 da tarde

já viste o filme "Alentejo sem lei"? Tens de ver! Vais adorar!
Beijocas

  Noivo

domingo, dezembro 30, 2007 6:45:00 da tarde

riquezas do nosso cantinho, à beira mar plantado! :)
um excelente 2008 ok?

  luafeiticeira

domingo, dezembro 30, 2007 7:46:00 da tarde

"AJITEI-ME" não transcreve bem o "agêtê-mi" e olha que sei do que falo, pois também sou alentejana.
beijos

  Pax

domingo, dezembro 30, 2007 8:46:00 da tarde

Apesari das 'nhas costelas serim más minhotas...o povo alentejano é do melhori que há!
Acabê de dêxari uma prendinha no maili, espero que te lambuzis...sê que vás gostari...é tudo pra ti!
Bêjos.

  Amsilva

domingo, dezembro 30, 2007 10:17:00 da tarde

xiça, ainda dizem que nós nas beiras temos sotaque!!!!
parti-me a rir, e não foi só por ler!!!

bom ano

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:18:00 da manhã

tavguinu:

Queres saber como se diz urso, ou estás a chamar-me urso?

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:20:00 da manhã

Foi Bom:

Tenho excelentes hitórias do tempo que passei no Alentejo :) e concordo contigo!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:20:00 da manhã

Cold_cold_Bitch:

É giro :)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:21:00 da manhã

ines:

"tenho uma reclamação a fazer, onde está o livro?"

Qual livro????

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:22:00 da manhã

Zaka:

Os sotaques são contagiosos :)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:23:00 da manhã

Ana:

Os "compadris", são do melhor que há :)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:24:00 da manhã

Mulheka:

"Eu não sou alentejana mas tenho costelas."

Eu também tenho costelas e não sou alentejando... Aliás, ter costelas é algo de comum a todos os mamíferos!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:25:00 da manhã

PsYcHo_MiNd:

Sem duvida!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:26:00 da manhã

Aline:

"Pá, onde desencantaste essa preciosidade Crest?"

Não me lembro, já a tenho guardada há uns tempos, tal como outras informações de sotaques, sobres as quais já escrevi.

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:27:00 da manhã

martagarcia:

Pois... mas isso não tenho. Preciso perguntar a um compadri :)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:28:00 da manhã

Paulo Sempre:

Obrigado e para ti também!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:29:00 da manhã

Teté:

"se puder ser, bem rodeado de louraças (não muito fritas, está claro)!"

Isso é normal... e que tal umas morenas, isso é que era desejar algo de diferente :)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:29:00 da manhã

Joana:

Para ti também :P

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:30:00 da manhã

Foi Bom:

"Tav, urso em alentejano diz-se "tavguino"..."

LOOOOOOOOOOOLLL, 1-0

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:31:00 da manhã

tavguinu:

"tavguino... ainda bem que não é tavguinu !"

LOOOOOOOOLLL, 1-1

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:31:00 da manhã

Foi Bom:

Está empatado. Vá round 2!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:35:00 da manhã

trovador:

Já lá vou ler :)

""sériamente" já não se escreve com acentuação. Os advérbios já não se acentuam."

O acordo ortográfico de 1996 ainda não é respeitado. Já vem aí outro e espero que também não o seja. Oponho-me a qualquer alteração ao Português escrito que seja imposta. Respeito unicamente a evolução natural da língua, tal como escrever-se e dizer-se "conduz, tráz, faz, etc" em vez da forma correcta "conduze, tráze, faze, etc". Não sou um purista da língua Portuguesa, sou racional!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:37:00 da manhã

ipsis verbis:

"Subi acima duma arvori
para ver se te via
como não te vi,
Desci-a"

A versão que conheço é:
"Subi um eucalipto
à procura de ti
não te vi,
desci"

Gosto do impácto poético da palavra "eucalipto" e do "à procura de ti".

Bom ano para ti também!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:39:00 da manhã

SílviA:

Adoro ouvir a malta de Braga a dizer "sete" o "seite" fica muito mais sexy :P

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:40:00 da manhã

Skynet:

No sul é parecido com o Alentejano, mas mais soft!

No algarve, o que gosto é das traduções, como, "percêbes" a serem vendidos como "understands".

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:41:00 da manhã

iFrancisca:

Não vi esse filme, nem sequer vejo tv Tuga, ainda não apontei o prato ao satélite correcto :)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:41:00 da manhã

Noivo:

Para ti também!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:43:00 da manhã

luafeiticeira:

""AJITEI-ME" não transcreve bem o "agêtê-mi" e olha que sei do que falo, pois também sou alentejana."

Concordo, mas acho que foi um uso incorrecto do verbo, ele referiu-se a "agitar" em vez de "ajeitar"... penso eu de que...

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:45:00 da manhã

Pax:

O minho tem um sotaque delicioso, eu sei pelas minha viagens a Vilar de Mouros e Ermal :)

"Acabê de dêxari uma prendinha no maili, espero que te lambuzis..."

Já vi e quero!!!! Onde está? Quero a morada!

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 1:46:00 da manhã

Amsilva:

Nas beiras há sotaque, mas os alentejanos até escrevem com sotaque :)

  Pax

segunda-feira, dezembro 31, 2007 12:02:00 da tarde

Olá, pensei que nem precisavas da morada!
Pensei que conhecias! É que aquela é a única, a fantástica, a supra-sumo das belezas!
Vou mandar-te outra "pose", de outro angulo, depois me dirás se ainda precisas da morada...
: )

  Mulheka

segunda-feira, dezembro 31, 2007 12:04:00 da tarde

Olha-me para ele cheio de piadinha ;)

  Crestfallen

segunda-feira, dezembro 31, 2007 2:46:00 da tarde

Mulheka:

Sempre, espero eu!

  Vanadis

quarta-feira, janeiro 02, 2008 12:24:00 da manhã

LOOOOL! Eu conheço e convivo com bateladas de alentejanos e nortenhos. E como, apesar de tudo, tenho ouvido pra sotaques, parto-me a rir com eles, em especial com estes dois.

"Ficastes escarrapachada na minha alembradura, diz ao tê pai cacete!"

ou

"Ora escuta cá uma coiisaaa quêu te quero dizêeer!"

ou

"Moça dum cabrãao!"

ou

"Iana, abaixa o são da telibison e ajuda-me a barrer o chon!!"

ou

"Io cá acho que as pessauas..."

ou

"O vibrón?? Já lhe deste o vibrón??"

ou

"Vai lá ber se o inividor é mesmo o banádio!"


Engraçadamente nunca fiquei contagiada com sotaque nenhum, apesar de imitar fixinho alguns. Vivo no Algarve desde os 4 anos e não tenho sotaque algarvio...só uso uma ou outra expressão, tipo, passa-me aí os alcagoitas, já tou almariada de te ouvir, tu cala-te que me estás a marafar, vou dar banho, vou à da avó...

Eu li Redondo por aqui? Ah?? Querem comer e beber beeeeeem?? No Chá de Luar, na Estrada de Évora, em Redondo, come-se e chora-se por mais!!
Do Alentejo não tenho lá muitas boas recordações...até aos 13 anos, todos os Agostos inteiros enfiada num casarão com 2 velhotes controladores e castradores que diziam que os vizinhos tinham assassinos nos armários...pois...

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 02, 2008 9:25:00 da manhã

Vanadis:

Por raio alguém teria assassinos nos armários? Que local de merda para guardar um assassino!

  Vanadis

quarta-feira, janeiro 02, 2008 9:52:00 da tarde

Pois, na sei, a minha avó é que devia achar que era um bom sitio pra se ter assassinos. Mas lixou-se, porque eu fui perguntar à vizinha se ela tinha assassinos nos armários...

  Crestfallen

quinta-feira, janeiro 03, 2008 2:17:00 da tarde

Vanadis:

O que disse ela? Que estavam no sotão? Se eu tivesse um assassino eu guardava-o na casinha do jardim, é o local mais seguro para se ter um assassino!

  Anónimo

sexta-feira, outubro 16, 2009 6:22:00 da tarde

vamos lá a vêri... nã' se esqueçam que estas palavras e expressões difere muto c'a região do alentejo... a vêri s'a genti nã' se zanga e nã tens que levar c'a cachaporra no mêio dos'olhos....


só mais uma coisa sou de évora

  Bruno Fehr

sábado, outubro 17, 2009 2:18:00 da manhã

Anónimo:

"a vêri s'a genti nã' se zanga e nã tens que levar c'a cachaporra no mêio dos'olhos"

C' cachaporra no mêio dos'olhos é lindo!!!! Ahahahaha