A idade dos Porquês 3 em 1!


Pergunta 1:

Se há pessoas que em vez de fazer sexo com amor, dizem fazer amor, porque raio não partilham a fórmula? Se fosse verdade ficariam ricos!

Nao me tentem é vender banha da cobra. "Fazer amor"... Ahahahahaha

Pergunta 2:


Se há tanta gente a fazer amor, será por isso que anda tanta gente a ser mal amada?

Não compreendo...

Pergunta 3:

Parece-me que fazer amor e foder são coisas diferentes, deve ser por isso que vejo tanta gente mal fodida!

47 Comentários:

  Pax

sexta-feira, novembro 21, 2008 4:35:00 da tarde

O problema é que fazem o amor mas depois esquecem-se de o engarrafar e acabam por o perder todo!

:)

  Ana

sexta-feira, novembro 21, 2008 5:31:00 da tarde

1- Tenho um amigo que sempre me disse quando a conversa e sobre sexo: Todos mentem!! Por isso nao acredites no que se vai dizendo por ai...
2- Mas, Sexo e sexo, certo??? E bom, faz bem, pah o pessoal gosta mas feito com Amor deixa de ser so isso...
3- “O sexo sem amor é uma experiência vazia. Mas como experiência vazia é uma das melhores.” Woody Allen

  Mulheka

sexta-feira, novembro 21, 2008 6:34:00 da tarde

Gosto de uma música da Rita Lee que tem algumas considerações interessantes sobre amor/sexo. Foi logo o que me veio à cabeça quando li ese post.

"Amor é prosa
Sexo é poesia
(...)
O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos
(...)
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
(...)
Sexo é do bom...
Amor é do bem...

Amor sem sexo,
É amizade
Sexo sem amor,
É vontade

Amor é um
Sexo é dois
Sexo antes,
Amor depois

Sexo vem dos outros,
E vai embora
Amor vem de nós,
E demora
(...)

E gosto da profundidade das últimas palavras:

"Amor é isso,
Sexo é aquilo
E coisa e tal...
E tal e coisa..."

Respondo às tuas perguntas? Possivelmente só à ultima mas apeteceu-me!

  ines

sexta-feira, novembro 21, 2008 6:36:00 da tarde

é tu uma questão de mais queca menos queca, de mais Kamassutra menos Kamassutra!

Bom fim de semana!

  ines

sexta-feira, novembro 21, 2008 6:36:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Sol

sexta-feira, novembro 21, 2008 7:35:00 da tarde

Eu gosto dos dois, "fazer amor" ou foder.

axo k logo vou foder k já nao fodo á muito.




hihihihi!!!!!!!!!!


jokas.

  Van

sexta-feira, novembro 21, 2008 7:43:00 da tarde

Não era bem esse rabo que eu queria ver... :/

  Van

sexta-feira, novembro 21, 2008 7:49:00 da tarde

Outra vez o sexo e o amor?? =D é assunto que nunca esgota, eu sei... se há frase que abomino é "fazer o amor". Fazer amor, ainda vá. Agora, o amor?...

Ok, levado à letra não faz sentido, claro que não faz. Mas é uma boa metáfora! E não é preciso lavar a boca com sabão depois de a usar! =D

Mas, logicamente que sexo e amor são coisas diferentes e não necessáriamente interligadas. Gostei da definição da rita lee: "amor sem sexo é amizade; sexo sem amor é vontade". E amor com sexo, ou sexo com amor, é do melhor que há =D.

  I.D.Pena

sexta-feira, novembro 21, 2008 8:06:00 da tarde

1- O Amor não se faz, nem existe, o amor sente-se.

2- Não existe gente a fazer amor, mas sim todos procuram amar.
E como é algo que não é palpável para os materialistas é uma busca infrutífera para não dizer completamente ingrata.

3- Não é uma pergunta, é uma afirmação.

Fazer amor é impossível, tão impossível como possuí-lo.

Acho que o que existe de facto é muita gente capaz de amar e de expressar o seu amor, muita gente que só sabe receber e muita gente que só sabe dar, mas com o tempo e alguma paciência quase todos encontram aquilo que procuram seja um par de cornos, ou uma foda bem dada.

Essas questões servem para quê ?

Andas como a caras a precisar de ideias ?

:/

Espero que não ;)

Bom fim de semana :D

  poeta_poente

sexta-feira, novembro 21, 2008 8:20:00 da tarde

Sexo é sem sentimento, Amor é com sentimento... acho que quando as pessoas fazem distinção entre os dois é isso que querem dizer.
Quanto ao foder... pois, já é uma questão demasiado filosófica para mim...

  Femme Fatale

sexta-feira, novembro 21, 2008 8:54:00 da tarde

Confusão entre as palavras tudo bem, tanto faz fazer amor ou o que uma pessoa quiser argumentar, agora o acto em si não tem espaço para dúvidas. Se existem dúvidas há que tira-las com a prática! =)

  mf

sexta-feira, novembro 21, 2008 10:29:00 da tarde

Sabes o que acho? Acho que, de facto, há muita gente mal amada. Porque, nos dias de hoje, a grande maioria das pessoas procura receber, mas não dar. Com isto, sempre que encontram uma pessoa disponível, sugam-na até ao tutano. Fodem, não amam. E depois vão-se embora. O egoísmo do consumismo é também isto: consomem e deitam fora.
Eu cá já me lixei com a brincadeira. Mas cá continuo a procurar um canto. O meu canto. Porque acredito que não sou a única que acha que o Amor é possível... :) Bom fim de semana!

  Afrodite

sexta-feira, novembro 21, 2008 10:55:00 da tarde

Uiii como nós estamos eheheheh!

Olha eu...fodo quando faço amor mas não faço amor quando fodo...e agora??? Ehehehe toma lá mais uma dúvida :).

Prefiro sem dúvida fazer amor do que sexo :)...

Pessoal mal amada é do que há mais e pessoal que não sabe amar ainda mais :).

Olha...Medooo, o Tav diz que tem uma surpresa para nós uiiii...que vai sair dali??? Um gato por fax? Que seja um Bosque da Noruega ahahahhahahah.

Abreijinhos lindo

  Afrodite

sexta-feira, novembro 21, 2008 10:56:00 da tarde

Gosto dessa foto....gosto sim! Muito! :) Se bem que o cu de um homem seria mais apreciado por todas nós, visto que a maioria dos teus leitores são senhoras, faz favor por gajos nas fotos? Sim? Só naquela da amizade! Obrigada! ehehehhehe

Abreijinhossssss

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:08:00 da manhã

Pax disse...

"O problema é que fazem o amor mas depois esquecem-se de o engarrafar e acabam por o perder todo!"

Pois, deve ser isso!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:14:00 da manhã

Ana disse...

"1- Tenho um amigo que sempre me disse quando a conversa e sobre sexo: Todos mentem!! Por isso nao acredites no que se vai dizendo por ai..."

Isso é verdade :)

"2- Mas, Sexo e sexo, certo??? E bom, faz bem, pah o pessoal gosta mas feito com Amor deixa de ser so isso..."

Banaliza a palavra :)

"3- “O sexo sem amor é uma experiência vazia. Mas como experiência vazia é uma das melhores.” Woody Allen"

Sem dúvida o gajo do incesto até tem boas saídas!!!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:21:00 da manhã

Mulheka disse...

"Gosto de uma música da Rita Lee que tem algumas considerações interessantes sobre amor/sexo. Foi logo o que me veio à cabeça quando li ese post."

"Sexo é uma selva de epiléticos"

Porra!!!!!


" Amor sem sexo,
É amizade
Sexo sem amor,
É vontade"

Sem duvida!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:22:00 da manhã

ines disse...

"é tu uma questão de mais queca menos queca, de mais Kamassutra menos Kamassutra!"

:D

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:23:00 da manhã

Sol disse...

"Eu gosto dos dois, "fazer amor" ou foder.

axo k logo vou foder k já nao fodo á muito."

Acho que sim, sempre a mesma coisa, também enjoa :)

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:26:00 da manhã

Van disse...

"Não era bem esse rabo que eu queria ver... :/"

Qual é que queria ver?


"Outra vez o sexo e o amor?? =D é assunto que nunca esgota, eu sei... se há frase que abomino é "fazer o amor". Fazer amor, ainda vá. Agora, o amor?..."

Fazer O amor é das merda mais ridículas que já ouvi, imediatamenta depois de fazer amor


"Mas, logicamente que sexo e amor são coisas diferentes e não necessáriamente interligadas."

Nao, estao interligadas, ponto final.

Sexo é sexo, o amor durante o sexo é um sentimento bónus.
O amor nao ajuda o sexo se nao houver tesao! Tesao é o factor mais importante!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:29:00 da manhã

I.D.Pena disse...

"1- O Amor não se faz, nem existe, o amor sente-se."

Correcto.

"2- Não existe gente a fazer amor, mas sim todos procuram amar."

Mais ser amados do que amar, somos egoístas!

"3- Não é uma pergunta, é uma afirmação."

ehehehehe


"Acho que o que existe de facto é muita gente capaz de amar e de expressar o seu amor, muita gente que só sabe receber e muita gente que só sabe dar, mas com o tempo e alguma paciência quase todos encontram aquilo que procuram seja um par de cornos, ou uma foda bem dada."

Ahahahahahahahaha, boa, muito bem dito! Viva as renas!

"Essas questões servem para quê ?

Andas como a caras a precisar de ideias ?"

Faz parte da minha rubrica "A idade dos porques", por mais respostas que deem, sao perguntas sem resposta!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:30:00 da manhã

poeta_poente disse...

"Sexo é sem sentimento, Amor é com sentimento... acho que quando as pessoas fazem distinção entre os dois é isso que querem dizer."

Então digam, fazer sexo com amor, esta é a definição correcta, fazer amor nao faz sentido!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:31:00 da manhã

Femme Fatale disse...

"Confusão entre as palavras tudo bem, tanto faz fazer amor ou o que uma pessoa quiser argumentar, agora o acto em si não tem espaço para dúvidas. Se existem dúvidas há que tira-las com a prática! =)"

Por mais prática que se tenha, ninguém faz amor, fazem sexo COM amor. O amor no sexo é um grande bónus, só isso!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:53:00 da manhã

mf disse...

"Sabes o que acho? Acho que, de facto, há muita gente mal amada."

Porque nao sabem amar, ou banalizam o sentimento ou palavra!

"Porque, nos dias de hoje, a grande maioria das pessoas procura receber, mas não dar."

Grande verdade :D

"Com isto, sempre que encontram uma pessoa disponível, sugam-na até ao tutano. Fodem, não amam. E depois vão-se embora. O egoísmo do consumismo é também isto: consomem e deitam fora."

Sim, exigem amor e ao recebe-lo, pensam que teem o outro na mao e deixam de lutar por ele e de dar algo em troca.

"o Amor é possível"

É sim!

  Crest©

sábado, novembro 22, 2008 12:58:00 da manhã

Afrodite disse...

"Prefiro sem dúvida fazer amor do que sexo :)..."

Fazer sexo com amor. Tanto que nao há fazer amor à bruta mas sim sexo. O sexo à bruta é do melhor que há e pode ser feito com amor, muito amor!


"Olha...Medooo, o Tav diz que tem uma surpresa para nós"

Já falei com ele...

"Se bem que o cu de um homem seria mais apreciado por todas nós, visto que a maioria dos teus leitores são senhoras"

Sim, mas tenho poucas, e tenho de alternar...

  Maria Manuela

sábado, novembro 22, 2008 1:47:00 da manhã

Assim de repente. digamos que bom sexo vale a pena e que o amor, desde que não seja manhoso, também.

:)

  ipsis verbis

sábado, novembro 22, 2008 2:01:00 da manhã

Pior que fazer o amor é "praticar o amor" ahahaahahah...

Para mim o amor é a teoria e o sexo é a prática, e ambas pertencem à mesma cadeira... ou sofá, ou cama, ou parede... (vcs perceberam) Ehehehe... e já não bebo mais hoje! AHAHAHA

  anatcat

sábado, novembro 22, 2008 2:28:00 da manhã

Eu vim cá ler-te e dar-te um beijo de boa noite.
Somente isso.
Não li os comentários.
Lerei depois.
Quanto ao post seguem-se as minhas verdades.
A perfeição é associar tudo. Difícil mas possível.
E quando acontece é o supra-sumo-da-essência-do-sublime.
Quando não há condições, cada um sabe de si.
Do celibato ao sexo puro.
Eu serei mais recatada talvez, mas não julgo ninguém nem sou uma anja.

bj crest

  Van

sábado, novembro 22, 2008 1:28:00 da tarde

não percebi, aquela virgula confundiu-me: dizes que amor e sexo estão interligados ou não? É que depois dás uma explicação que me soa a "desinterligação" (se é q isso existe).

Eu dizia que não estao necessariamente interligados porque quando sexas não amas necessariamente. E quando amas, não sexas necessariamente.
Logicamente que tb podes amar e sexar, mas uma coisa não implica necessariamente a outra.

  Van

sábado, novembro 22, 2008 1:29:00 da tarde

Ah, o rabo, era um bom rabo de gajo. Rabos bons de gajas fazem-me lembrar que tenho de voltar pó ginásio... :-ppp

  Ana GG

sábado, novembro 22, 2008 2:04:00 da tarde

Fantástico mesmo é sexo com amor (ora cá está uma novidade estonteante) mas a outra versão também não é nada má!

;)

  vita

sábado, novembro 22, 2008 4:25:00 da tarde

Eu por acaso gosto mesmo é de foder, fazer amor é algo que não existe, o amor está feito, ou não.;P

Mas é bonito, e romântico fazer o amor, eu por mim acho bem mais excitante foder, mas também eu sou tarada, logo compreende-se este meu fascinio para a ordinarice.;P

  vita

sábado, novembro 22, 2008 4:34:00 da tarde

Ah e depois de ler os comentários...lol

O sexo e o amor nem sempre estão juntos, o que não quer dizer que não sejam ambos satisfatórios, foder com alguém que amamos, seja à bruta, com meiguice, em cima do guarda-vestidos ou debaixo da cama (lol) é algo que preferimos sempre, até porque o amor gera intimidade, e claro que isso torna tudo bem melhor , mas foder só pela tesão acontece também, e é bom!

  Mulheka

sábado, novembro 22, 2008 9:04:00 da tarde

Mais uma prova em como não percebem nada da coisa.

Acabei de ver um filme em que a Liz Hurley perguntava ao Matthew Perry: "Do you wanna have sex again?" (ler com aquele sexy british accent que ela tem)

Na legenda para português apareceu: "Queres fazer amor outra vez?"

  poeta_poente

domingo, novembro 23, 2008 12:33:00 da manhã

Nesse caso, "fazer tempo" é uma expressão que também não faz sentido...

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:25:00 da manhã

Maria Manuela disse...

"Assim de repente. digamos que bom sexo vale a pena e que o amor, desde que não seja manhoso, também."

Claro que sim, ambos valem a pena, quer seja em conjunto ou separado.

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:43:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"Para mim o amor é a teoria e o sexo é a prática, e ambas pertencem à mesma cadeira... ou sofá, ou cama, ou parede..."

Ahahahahahah

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:44:00 da manhã

anatcat disse...

"A perfeição é associar tudo. Difícil mas possível.
E quando acontece é o supra-sumo-da-essência-do-sublime."

Sim mas mesmo associado, nunca se faz amor!

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:46:00 da manhã

Van disse...

"não percebi, aquela virgula confundiu-me: dizes que amor e sexo estão interligados ou não?"

Podem estar, pois é possível fazer sexo com amor, mas é impossível fazer amor, ou o amor ou praticar o amor e merdas do género.


"Logicamente que tb podes amar e sexar, mas uma coisa não implica necessariamente a outra."

Foi o que disse, fazer sexo COM amor.


"Ah, o rabo, era um bom rabo de gajo. Rabos bons de gajas fazem-me lembrar que tenho de voltar pó ginásio... :-ppp"

Ahahahahaha

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:47:00 da manhã

Ana GG disse...

"Fantástico mesmo é sexo com amor (ora cá está uma novidade estonteante) mas a outra versão também não é nada má!"

Sexo é bom e claro que sexo com amor é melhor, mas fazer amor é mentira :D

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:49:00 da manhã

vita disse...

"Eu por acaso gosto mesmo é de foder, fazer amor é algo que não existe, o amor está feito, ou não.;P"

Ahahahahahahha

"Mas é bonito, e romântico fazer o amor"

Mas nao se faz, pois no final nao está nada feito.

SE EU fizer Amor, fica feito, para que raio iria eu repetir? Seria tipo coleccao de garrafas de amor feito, para trocar como se fossem cromos?


"O sexo e o amor nem sempre estão juntos, o que não quer dizer que não sejam ambos satisfatórios"

Raramente estao juntos!

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:50:00 da manhã

Mulheka disse...

"Acabei de ver um filme em que a Liz Hurley perguntava ao Matthew Perry: "Do you wanna have sex again?" (ler com aquele sexy british accent que ela tem)
Na legenda para português apareceu: "Queres fazer amor outra vez?"

Perdido na traducao, ahahahah

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 1:51:00 da manhã

poeta_poente disse...

"Nesse caso, "fazer tempo" é uma expressão que também não faz sentido..."

Claro que nao faz, pois nao podes fazer algo que nem existe, como é o caso do tempo. O tempo é algo inventado pelo homem, para calcular a sua passagem pelo mundo. Nós passamos e depois de passarmos, o tempo ainda fica cá.

  van

domingo, novembro 23, 2008 1:06:00 da tarde

Então mas como é que o tempo ainda fica cá se não existe?... :DDD o tempo é como a matemática...um xico esperto qualquer não soube estar quieto e teve de inventar essa porcaria toda...

  Crest©

domingo, novembro 23, 2008 10:25:00 da tarde

van disse...

"Então mas como é que o tempo ainda fica cá se não existe?... :DDD o tempo é como a matemática...um xico esperto qualquer não soube estar quieto e teve de inventar essa porcaria toda..."

Ele fica como inventado que foi. O final da nossa vida nao para a sua contagem!

  Van

segunda-feira, novembro 24, 2008 2:09:00 da tarde

pois eu hei-de arranjar maneira de que a minha vida nunca acabe...muahahahahah (um paradoxo muito interessante em mim, mas pronto looool).

  Crest©

quarta-feira, novembro 26, 2008 1:24:00 da tarde

Van disse...

"pois eu hei-de arranjar maneira de que a minha vida nunca acabe...muahahahahah (um paradoxo muito interessante em mim, mas pronto looool)."

Basta beberes da fonte de juventude e se souberes onde é, partilha!