A perfeição


A perfeição é algo que tento entender, principalmente a maneira como lidamos com ela de formas diferentes consoante o momento.
Ao falar dela a maioria concorda que não existe que é uma utopia. Eu sempre achei que se queremos chegar a algum lado temos de querer ir a todo o lado. De maneira a ter mais devemos querer e lutar para ter tudo. De maneira a sermos um pouco melhores devemos querer ser perfeitos.
Então mas se nada é perfeito porque é que existe um ditado Inglês que diz que a prática leva à perfeição?
Pensei nisto, e cheguei à conclusão que a perfeição existe. Sim existe, só não é palpável nem duradoura, mas todos já a vimos num momento da nossa vida e sabemos como ela sabe bem.

Todos nós já lemos uma frase para nós perfeita numa determinada altura das nossas vidas. Aquela música perfeita que parecia falar-nos ao coração quando ele foi partido pela primeira vez. A perfeição daquela mão que nos segurou e impediu a queda num precipício sem fundo. A perfeição daquele abraço amigo quando o nosso mundo parecia ruir. A perfeição do sorriso da pessoa que mais amámos na vida. A perfeição daquele beijo que nunca esqueceremos. Aquele "sim" ouvido quando o "não" era temido. A perfeição do sonho que vivemos mais perfeito do que a perfeição imaginada.
Momentos. A perfeição existe sob a forma de momentos, segundos, palavras, gestos, cheiros, sabores, sentimentos...
Momento curtos demais para o que desejamos, mas inesquecíveis.

A perfeição existe e todos nós já vimos como ela é boa. Por isso, se existem momentos assim porque não lutar por ela? Mesmo sabendo que ela acontece por vezes de forma inesperada e que não foi por nós criada, ela está lá, existe e devemos acreditar e continuar a sonhar com ela.

64 Comentários:

  LURBA

quarta-feira, abril 29, 2009 12:48:00 da manhã

Que lindo!!!
Vou dormir daqui a pouco e "acredito" que vou "sonhar" muito!!!

Bons sonhos para ti também!!!
;-DDD

  HAZEL

quarta-feira, abril 29, 2009 1:00:00 da manhã

És um homem inspirado.

A perfeição, de facto, existe.

Mas só para quem tem o coração aberto e está sintonizado com o lado positivo.

Gostei muito deste post.
É... perfeito!

  cipereira

quarta-feira, abril 29, 2009 1:06:00 da manhã

Só uma coisa a declarar: Grande texto!

  Ana

quarta-feira, abril 29, 2009 1:09:00 da manhã

Tenho de confessar que este foi, para mim, o melhor texto que já escreveste neste blog inteiro.

A perfeição é isso mesmo... são instantes aos quais nada mais temos a acrescentar, porque naquele momento, são tudo o que há de mais perfeito para nós.

E quem andar á procura da perfeição total, vai com certeza perder muitos momentos destes.

  São

quarta-feira, abril 29, 2009 1:20:00 da manhã

Ao ler o texto apeteceu-me substituir a palavra perfeição por felicidade pois é nesses momentos perfeitos que nos sentimos felizes.

A perfeição é como a felicidade ela “existe só não é palpável e duradoura ...existe sob a forma de momentos... momentos curtos demais para o que desejamos mas inesquecíveis ... existe e devemos acreditar e continuar a sonhar com ela”.

  Stiletto

quarta-feira, abril 29, 2009 1:46:00 da manhã

A perfeição existe sim. Só que é subjectiva. E o perfeito para mim poderá ser completamente impróprio para ti. Mas existe em muito mais que meros momentos. Hoje eu sei que existe a pessoa perfeita para mim, apesar de todos os defeitos que possa ter, e que eu vejo. Mas não mudaria nada. Porque é perfeito para mim :-)

  Fada

quarta-feira, abril 29, 2009 2:05:00 da manhã

A perfeição daquele por-do-sol que gostaríamos de ser nós a pintar...

Aquele olhar perfeito, no momento em que aquela mão pega na nossa...

Aquele sorriso perfeito, daquele bebé que vê em nós segurança.

:D

Lindo o teu texto.

Perfeito. :)

Beijitos

  VCosta

quarta-feira, abril 29, 2009 11:39:00 da manhã

Eu busco sempre a perfeição no que faço!!!
Eu não me acho perfeito, mas roço-a!!! hehehe
Perfeição para mim é acharmos que aquilo que fazemos é o que está correcto... "mai nada"!!!

  provocação

quarta-feira, abril 29, 2009 11:52:00 da manhã

Bruno, já tive momentos tal e qual descreveste, perfeitos, sabes? Mas o que me danou a alma, aquilo que me derrubou sem hipótese de me reerguer, foi mesmo isso, é que eram perfeitos, mas não passaram de momentos.
Se a perfeição andasse de mão dada com a eternidade...Se a tristeza fosse inseparável da efemeridade...Aí sim, seria...tu sabes :)

  Allie

quarta-feira, abril 29, 2009 12:36:00 da tarde

A perfeição existe em momentos. Não dura, mas faz com que a procuremos insistentemente. São momentos assim, perfeitos, que nos fazem aguentar a luta, a guerra, o cansaço, a insatisfação.

  Mónica

quarta-feira, abril 29, 2009 1:38:00 da tarde

Bruno...

Ao ler o teu texto apenas uma palavra o classifica: perfeito!

É verdade, a perfeição não é duradoura, mas é o facto dela ser fugaz que nos faz lutar por ela no dia-a-dia porque são nesses momentos perfeitos que somos completamente felizes...

Adorei o teu texto!

Parabéns.

Beijos,

Mónica!

  Afrika

quarta-feira, abril 29, 2009 1:52:00 da tarde

Bem, eu não quero ser do contra mas não quero ser prefeita! Quero ser melhor cada dia, mas nunca atingir a perfeição, porque quando isso acontecer não terei mais nada a fazer. Como a própria palavra indica serei perfeita, logo não terei mais nada a evoluir!

  Marisa

quarta-feira, abril 29, 2009 2:14:00 da tarde

Uau! É isso mesmo! A vida não é perfeita mas é feita de momentos perfeitos!

  Mistal

quarta-feira, abril 29, 2009 2:56:00 da tarde

Eu sei que não vou ser original mas...pura e simplesment Perfeito Bruno (o texto claro....)

  André

quarta-feira, abril 29, 2009 3:15:00 da tarde

Hoje logo pela manhã vi uma perfeição de 1,75m, morena, olhos verdes e com um rabo, ai jasus! Sem duvida que a perfeição é o momento e o significado que lhe queremos dar, por que logo a seguir passou uma perfeição loira!

  Dida Prazeres

quarta-feira, abril 29, 2009 3:15:00 da tarde

Raios homem, obrigas-me a tirar os neuronios do congelador!! hahahha

Perfeição...sim, pode acontecer em momentos pontuais (os que tu muito bem expões!!!)
A perfeição pode ser tambem uma «armadilha»...a busca de algo tão sublime que é humanamente impossivel (digo isto por olhar um exemplo proximo...)e objecto de constante insatisfação pessoal!!

Para mim a perfeição...é isso...o saber apreciar os tais momentos...e reconhecer as minhas imperfeições...que me tornam cada vez mais perfeita como ser humano!! (espero!!! loooooooool)

  DeusaMinervae

quarta-feira, abril 29, 2009 3:44:00 da tarde

A perfeição existe sim, mas não é duradoura, como bem dizes.
E é isso que torna as coisas perfeitas, o facto de ser momentânea. Se não o fosse, seria algo banal...

São esses momentos perfeitos que permanecem sempre no nosso pensamento.

Beijinho :)

  anatcat

quarta-feira, abril 29, 2009 3:55:00 da tarde

estás a ver... é por isso que acredito em ti e continuo a sonhar contigo :D :D :D :D :D

bjs

  Mulheka

quarta-feira, abril 29, 2009 3:59:00 da tarde

Se a perfeição fosse constante, deixariamos de lhe dar valor.

Perfeição em momentos. É ela, sob essa forma, que nos faz lutar!

  maufeitio3

quarta-feira, abril 29, 2009 4:30:00 da tarde

porquê que existe a palavra perfeição se nada é perfeito? só para dizer que nada é perfeito?
pois...

maufeitio3

  Lady me

quarta-feira, abril 29, 2009 5:50:00 da tarde

Que lindo :D :D :D

!!!!!!!!!!!

É bem verdade, afinal já vi a perfeição muitas vezes!

  Who Am I

quarta-feira, abril 29, 2009 6:09:00 da tarde

Apeteceu-me rebater todos os pontos deste teu desabafo (?), embora intimamente até possa concordar, com algumas das linhas que escreves. Mas não consigo deixar de pensar que o perfeccionismo é o esconderijo dos insatisfeitos e que na aclamada procura da perfeição, se esquecem e saltam o que de perfeito podem ter nos seus dias, nas suas vidas. Não devemos querer tudo para podermos ter mais, devemos é estar abertos ao que pode ser o “mais” que nunca sonháramos. Porque quem tem objectivos demais está tão castrado e fadado ao insucesso como aquele que não tem nenhum.

  Vani

quarta-feira, abril 29, 2009 7:05:00 da tarde

Desta vez adivinhei-te o "final". Estava já pronta para te dizer, então, a perfeição são os pequenos momentos e prazeres da vida que nos aconchegam de uma ou de outra forma, quando, tau, tinhas de tirar essa conclusão... :D

Querer ser um ser perfeito sempre e em tudo é das maiores torturas que existem...

  Susy

quarta-feira, abril 29, 2009 8:31:00 da tarde

Eu acrescento que, a perfeição, tal como a felicidade, não é um patamar que se atinge... não é um lugar onde se chega... não é um estado que se conquista!

Penso que devemos viver a nossa vida, lutando por viver o maior número possivel de momentos de perfeição!!! Ou felicidade!!!

Gostei muito deste teu espaço, vou voltar mais vezes!!!

Obrigada pela tua vizita e pelo teu comentário!

  Osga

quarta-feira, abril 29, 2009 9:35:00 da tarde

Estás inspirado!

Onde assino isto ?! :D

  Inconstante

quarta-feira, abril 29, 2009 11:06:00 da tarde

pois olha fizeste-me pensar: será que felicidade e perfeição são uma e mesma coisa?
é porque aquilo que escreveste acerca da perfeição é aquilo que eu penso acerca da felicidade.
Não existe como estado permanente, mas é feita por momentos, instantes de puro deleite...felizes daqueles que os têm em abundância pois são estes que compensam todos os outros

  Abobrinha

quinta-feira, abril 30, 2009 3:09:00 da manhã

Sim, a perfeição existe, mas é fugaz. Fizeste-me lembrar um momento no filme "o estranho caso de Benjamin Button" em que os dois olham para o espelho e tudo é perfeito. Antes não era, depois também não o foi. Mas naquele instante era perfeito e eles sorveram o momento. E a sua fugacidade...

  Anónimo

quinta-feira, abril 30, 2009 10:20:00 da manhã

Continua em debate??? Estás a ver aqui algum debate sem ser a carneirada do costume?
As coisas que tu fazes para angariar leitores.

  ceptic

quinta-feira, abril 30, 2009 10:30:00 da manhã

embora o texto seja inspirador, não concordo!

Acho que a perfeição é algo idílico e se existisse seria eterno.

acho que a perfeição só motiva, para que se tente cada vez mais superar o que já foi feito!

associo muito a perfeição á ambição e á competitividade, o facto de tentar ser melhor que outros pode levar, a grandes resultados e também a grandes desastres :P

a prática leva á perfeiçao, e esta não existe, logo só temos apenas que praticar muito ( sexo por exemplo :P)

  I.D.Pena

quinta-feira, abril 30, 2009 8:24:00 da tarde

depende do grau de exigência de cada um , e do perfeccionismo, acho que às vezes perde-se tempo de mais à sua prócura e ela está muitas vezes nos pequenos nadas, ainda bem que existe a arte para podermos praticar com os nossos próprios defeitos.
Normalmente os cépticos dizem que a perfeição n existe , mas sim ambição, eu n acho isso, os grandes perfeccionistas , artistas, e n só tb os cientistas e que são perfeccionistas, não competiam com ninguém apenas ansiavam o melhor resultado.
São grandes os humanos que empregam o seu tempo com a perfeição. Mozart era um génio e muito perfeccionista era 100 vezes melhor que todos naquela época e naquele momento, e mais novo que todos eles. Os que o invejavam encaravam com inveja aquela maravilha da natureza...

Sinceramente tb eu gostava de perceber a perfeição, e o que é a perfeição, para o outro, porque um gosto é sempre discutível, a temática é muito interessante,e p texto está sincero e por isso belo.
:)
Mas fico triste porque nunca ouvi falar de limite de 500 textos, será que dá para explicares isso melhor ? E se tu não sabes o que dizer, alguém há-de saber, não ?

  Miss Me

quinta-feira, abril 30, 2009 10:53:00 da tarde

Por serem efémeros, esses momentos dos quais falas são perfeitos inacabados... eu acredito que a perfeição existe apenas nesses estado imperfeito e, em pura contradição, é isso que os torna perfeitos. Como a felicidade: se fores sempre sempre feliz, não o és de verdade, não lhe reconheces valor. Como uma linha base, de onde se destacam os altos e baixos.
A perfeição serve como guia, leme, e é nos pequenos momentos de perfeição, sejam eles aleatórios ou por nós conseguidos, que verdadeiramente se manifesta.
Como sempre, ou quase, gostei :)

  Fada

sexta-feira, maio 01, 2009 12:28:00 da manhã

Hummm... Anda ali um anónimo... E... Huummm...
Cheira-me a óleo queimado... :p

Beijitos :)

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:32:00 da manhã

LURBA:

Devo sonhar mas não me lembro deles, o que é bom :)

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:32:00 da manhã

HAZEL:

Não me fales em inspiração que me lembro da tese inacabada :S

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:32:00 da manhã

cipereira:

Obrigado.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:32:00 da manhã

Ana:

Se este for o melhor texto até agora dentro dos 500 anteriores, isso é bom, pois significa que exactamente o que digo no texto, podemos sempre ser melhores buscando a perfeição.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:33:00 da manhã

São:

Sim, esses momentos perfeitos são isso mesmo, momentos de felicidade.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:33:00 da manhã

Stiletto:

Mas a pessoa perfeita irá dar-te momentos perfeitos e imperfeitos e isso é a parte boa. Momentos, não são "meros", pois tudo na vida são momentos.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:33:00 da manhã

Fada:

Obrigado.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:33:00 da manhã

VCosta:

Ora aí está o tipo de pensamento que te pode dar mais momentos desses, à falta de atingir o objectivo, roçar é "the next best thing" :)

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:33:00 da manhã

provocação:

Mas tudo na vida são momentos e a odisseia em busca da perfeição é mesmo para isso, tentar ter mais momentos desses.

Se tudo fosse perfeito, seriamos todos iguais e tudo seria perfeitamente aborrecido.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:34:00 da manhã

Allie:

Sim, podemos em pensamentos recuar e ir a um desses momentos buscar energias para nos ajudarem a enfrentar os outros, o maus momentos.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:34:00 da manhã

Mónica:

Obrigado.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:34:00 da manhã

Afrika:

Mas eu não digo que a temos de atingir, temos de querer ser perfeitos pois sabemos que nunca o vamos ser. É impossível. Mas o querer e o lutar por isso é que nos dará mais momentos perfeitos.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:34:00 da manhã

Marisa:

É mesmo.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:34:00 da manhã

Mistal:

Obrigado.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:35:00 da manhã

André:

Também há visões perfeitas :)

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:35:00 da manhã

Dida Prazeres:

A busca da perfeição só te trará insatisfação pessoal se acreditares que podes ser perfeita. Todos sabemos que não podemos. Mas porque motivo não atingir a perfeição te trará insatisfação? Eu julgo que o que melhoramos de dia para dia, nos poderá motivar ainda mais e dar satisfação pessoal.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:35:00 da manhã

DeusaMinervae:

Sim, queremos mais e mais momentos perfeitos mas sabemos que a perfeição total iria ser uma chatice.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:35:00 da manhã

anatcat:

Ehehehehehehe, conta lá esses sonhos :)

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:35:00 da manhã

Mulheka:

O que deve ser constante é a busca, mas com consciência de que não a iremos atingir mas sim, tentar.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:36:00 da manhã

maufeitio3:

Claro que há perfeição, sob a forma de momentos. O primeiro pontapé de um bebé na barriga da mãe, deverá ser um desses momentos.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:36:00 da manhã

Lady me:

E verás mais ainda.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:36:00 da manhã

Who Am I:

"Mas não consigo deixar de pensar que o perfeccionismo é o esconderijo dos insatisfeitos e que na aclamada procura da perfeição, se esquecem e saltam o que de perfeito podem ter nos seus dias, nas suas vidas."

Achas? Se assim fosse não haveriam momentos perfeitos. Além disso não é um esconderijo é sim um objectivo exposto.

"Não devemos querer tudo para podermos ter mais, devemos é estar abertos ao que pode ser o “mais” que nunca sonháramos."

Eu posso estar a aberto a ser rico, mas se nada fizer por isso, nunca o serei. Devemos estar abertos mas fazer algo por merecer as conquistas.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:36:00 da manhã

Vani:

Claro que tinha :)

"Querer ser um ser perfeito sempre e em tudo é das maiores torturas que existem..."

Só o é se acreditares que é possível atingir esse objectivo. Se tiveres em mente que é só e nada mais do que um objectivo utópico, não te irás torturar, irás sim gozar dos momentos que essa busca te trará.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:36:00 da manhã

Susy:

Claro que não, é só e unicamente um objectivo utópico que devemos ter consciência de ser inatingível. Mas saber que no caminho que percorremos nesse sentido, iremos receber boas recompensas.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:37:00 da manhã

Osga:

Tenho dias, poucos mas tenho.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:37:00 da manhã

Inconstante:

"pois olha fizeste-me pensar: será que felicidade e perfeição são uma e mesma coisa?"

Não são a mesma coisa mas andam de mão dada. Se vives um momento perfeito és feliz, se observas um momentos perfeito podes não te sentir feliz.

"é porque aquilo que escreveste acerca da perfeição é aquilo que eu penso acerca da felicidade.
Não existe como estado permanente, mas é feita por momentos, instantes de puro deleite..."

Porque a felicidade não "está", o verbo estar não tem nada a ver. Ninguém está feliz num momento, pois se num momento te sentes feliz é porque és feliz mas nem sempre ter permites ser.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:37:00 da manhã

Abobrinha:

Pode ser um segundo e podemos só perceber a perfeição do momento, muito tempo depois.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:37:00 da manhã

Anónimo:

"Continua em debate??? Estás a ver aqui algum debate sem ser a carneirada do costume?"

debate
s. m.
1. Discussão em que os discutidores procuram trazer os assistentes à sua opinião.

Sim debate. Se discorda argumente. Se não gosta põe para o lado.


"As coisas que tu fazes para angariar leitores."

A isso eu chamo escrever? E você?

Entre carneirada e psicopatas, venham a mim toda a carneirada do mundo.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:37:00 da manhã

ceptic:

"Acho que a perfeição é algo idílico e se existisse seria eterno."

A perfeição não é idílica, a perfeição total seria, mas não o é por ser utópica. Falamos só de momentos perfeitos que é tudo o que podemos ter.

"associo muito a perfeição á ambição e á competitividade, o facto de tentar ser melhor que outros pode levar, a grandes resultados e também a grandes desastres :P"

Discordo, eu associo a perfeição à felicidade.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:38:00 da manhã

I.D.Pena:

Esses pequenos nadas, podem ser tudo. Os momentos perfeitos até podem não parecer perfeitos no momentos em que são vividos, são tão frágeis que só os podemos ver como perfeitos tempos depois.

"Mas fico triste porque nunca ouvi falar de limite de 500 textos, será que dá para explicares isso melhor ? E se tu não sabes o que dizer, alguém há-de saber, não ?"

Eu recebi um mail a dizer que tinha atingido os 500 textos, esse e-mail foi de um leitor que achava que deveria ser um momento a celebrar. Eu discordo.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:38:00 da manhã

Miss Me:

"Como a felicidade: se fores sempre sempre feliz, não o és de verdade, não lhe reconheces valor."

Por isso o somos e nem sempre nos permitimos ser, pois só pode ser feliz por um momento quem já o é.

  Bruno Fehr

domingo, maio 03, 2009 7:38:00 da manhã

Fada:

Já nem é óleo não é nada.