Acuso Deus!


Senador Americano, processa Deus!

Nos Estados Unidos da América, mais propriamente no estado do Nebraska, um juiz decidiu arquivar o processo que um senador movia contra Deus. Este juiz tomou a decisão de arquivar o processo pois esse senador, não informou o tribunal do endereço do réu, impedindo a Justiça de notificá-lo. O senador acusava Deus de ser o responsável por milhões de mortes em todo mundo, causadas por inundações, furacões e tornados.
Mas, o senador encontrou encontrou uma falha na decisão judicial. Pois, tendo em conta, que os tribunais não só reconhecem a existência de Deus, bem como obrigam as testemunhas jurarem sobre a Bíblia. Ora, ao reconhecerem a existência de Deus, logicamente admitem a sua omniscencia, ao fazê-lo acreditam que ele está em todo o lado e sabe tudo. Portanto, se Deus sabe tudo, Ele foi automaticamente notificado deste processo.

Eu concordo. Deus está em todo o lado, por isso ele foi notificado, só não lhe foi dada a oportunidade de comparecer em tribunal, pois o caso foi arquivando antes de chegar a julgamento.
Ora se Deus, nos fez à sua imagem, faz com que seja como nós, um de nós. Nós somos a imagem dele e ele a nossa, logo ao criar-nos criou também tudo o que nós criámos e nós criámos a lei, para que ninguém esteja acima dela. Deus tem que respeitar isto, tal como a lei dele é a nossa lei, a nossa lei é a lei dele. Ao quebrarmos a lei de Deus somos castigados, certo? Certo! Então Deus deverá ser punido ao quebrar as nossas leis.

Ah e tal, não podemos prender Deus porque ele é espírito. Correcto, mas podemos exigir o pagamento de indemnizações a quem ele prejudicou.

Temos a igreja, a quem doamos, para que o trabalho de Deus seja feito. Ora se Deus tem trabalho, tem uma empresa, pois os padres e freiras estão ao seu serviço e isso torna-os funcionários. A empresa é lucrativa, a julgar pelos riquíssimos templos em todo o mundo, as suas localizações bem centrais nas zonas mais caras das cidades. O Vaticano, que é a sede da empresa divina é o estado mais rico do mundo. Eles podem pagar as indemnizações, decorrentes de qualquer processo movido contra a Igreja, portanto podem-no fazer num processo movido contra o seu administrador. Já bem basta a empresa Dele, estar isenta de impostos, que agora fica também isenta de justiça? Não há justiça!

Eu iria bem mais longe. Processaria Deus por todas as mortes, doenças, tempestades, guerras, fome, poluição, tudo. Ele criou-nos imperfeitos, foi um erro de fabrico, por isso deve corrigir o seu erro, ou indemnizar não só, quem perdeu alguém, bem como quem está vivo. Nós não pedimos para vir ao mundo, somos obrigados a fazê-lo e nascemos humanos, imperfeitos. Somos um defeito de fabrico e não reparam, nem trocam.

"Olhe, desculpe lá, mas isto de ser humano, tem defeitos, eu quero trocar e ser um cão"

Mas não, a empresa arrogante não faz trocas, nem nos dá o dinheiro que gastámos já nestes corpos e vidas imperfeitas. Ele merece ser processado, deve de nos indemnizar e deve ser proibido de criar o que quer que seja, por pelo menos um éon (1 milhão de anos).

Mas vou mais longe ainda e processaria Jesus, tanto pela sua promiscuidade ao ter todas as freiras do mundo como esposas, bem como por faltar ao contracto feito com o ser humano de um dia voltar. Um dia? Quando é isso? Estamos à espera há mais de 2.000 anos? Perdeste-Te? Compra um GPS ou pergunta ao Teu Pai o caminho, pois Ele está em todo o lado!

Não há paciência. É como diz o ditado, "Quem tem amigos, não morre na prisão".

76 Comentários:

  Pax

sexta-feira, outubro 24, 2008 10:08:00 da manhã

Pois eu acho que Deus já tinha previsto tudo isso e, inclusive, que tu nascerias, um dia :) por isso escreveu aquela cláusula da ressurreição; assim evita as indemnizações pelas cheias, tornados, terramotos, guerras em seu nome e afins: um dia ressuscitará tudo o que matou e já está!
(Ai não acreditas nessa parte?... Pois, mas de acordo com a justiça, até prova em contrário, até Ele terá de ser considerado inocente...

:)

  ines

sexta-feira, outubro 24, 2008 10:40:00 da manhã

*****

bom fim de semana

  gi

sexta-feira, outubro 24, 2008 11:58:00 da manhã

Crest...V.Exa. é simplesmente GENIAL!! (vénia) :)
bom fim de semana

  Ana

sexta-feira, outubro 24, 2008 12:36:00 da tarde

(Estou abismada com a genialidade...
Os meus Parabens! Excelente!)

  DeusaMinervae

sexta-feira, outubro 24, 2008 12:52:00 da tarde

Pois... Tem imensas mulheres! E o mais estranho é não haver muitos divórcios ao longo destes anos. Cá para mim ele aparece a elas...;)

  Diabólica

sexta-feira, outubro 24, 2008 4:01:00 da tarde

LOOOOOL:))))

  cassamia

sexta-feira, outubro 24, 2008 4:31:00 da tarde

ahahahaha
e quando eu pensava que já ouvido tudo o que tinha a ouvir sobre os usa, eis que ainda me consigo surpreender...
muito me fizeste rir agora!
vim-te conhecer tb.. pois!

  Naturezas

sexta-feira, outubro 24, 2008 7:58:00 da tarde

Foi em nome da religião que se matou mais pessoas em todo o mundo.
A Igreja e os cultos são instituições poderosíssimas que nem com os escandalos dos padres pedófilos caiem.
Na verdade é porque Deus não existe nem nunca existiu e hoje em dia acredito que as crenças são apenas créditos mal parados.
Acho que o ser humano veio para o planeta Terra com uma peça a menos, e como somos uns eternos insatisfeitos procuramos avidamente o que nos faz falta , mesmo não sabendo o quê procuramos... Procuramos acreditar que vale a pena lutar por algo.

Mas acho que isto da religião ainda vai dar muito que falar.

Bom Fim de semana :)

  Van

sexta-feira, outubro 24, 2008 8:33:00 da tarde

LOOOOOOOOOOOOOL, excelente ponto de vista!!! ainda pensei que fosses desancar o senador!!! demais!!!

Quanto ao defeito de fabrico, acho que o ser humano já passou o prazo de garantia, portanto, é tarde para reclamações!!!

Mas, o fundamento técnico que levou ao arquivo do processo contra Deus sendo assim não tem fundamento nenhum! se deus é omnisciente, e está em todo o lado, foi automaticamente notificado.

Não sei precisar se esse senador será muita burro ou muita brilhante. Mas mais valia chamar as coisas pelos nomes: porque não processar o Vaticano pelas atrocidades cometidas em nome desse Deus? E a alta instancia muçulmana pelas atrocidades cometidas em nome desse Alá?

E já agora, que tal processar a inteligencia extraterrestre que lançou "o gene humano" no meio da povoação de elos perdidos? E, pelo caminho, que tal processar o humano que inventou a roda, dado que catapultou a revolução industrial e tecnologica? Ou, o gajo que teve o desplante de descobrir a utilidade do fogo, dado que nos permitiu sofrer de menos desarranjos intestinais? Ou, de todos os animais que serviram de proteína ao cérebro primitivo e lhe permitiram crescer?...
Por isso digo que, culpar Deus de todas as desgraças é do mais fácil e cobarde que é. Pois se a existencia do gajo nem sequer está provada!...

  Van

sexta-feira, outubro 24, 2008 8:35:00 da tarde

E faxavor não falar mal do meu amigo de infancia imaginário!!!!!

  ONDINHAS

sexta-feira, outubro 24, 2008 9:27:00 da tarde

parece-me que ja encontraste o teu sentido de humor!
gostei do post!

  São

sábado, outubro 25, 2008 1:09:00 da manhã

Por acaso só por acaso, na terça-feira não terás publicado este titulo “Acuso Deus” por uns breves segundos, é que tenho a nítida sensação de que o vi e quando fui para o ler não estava lá ou será que ando a ter visões?

Estava aqui a pensar, caso o processo não tivesse sido arquivado, quem é que Deus escolheria para advogado de defesa.

  sexy hot

sábado, outubro 25, 2008 1:15:00 da manhã

Eu à espera que fosses começar a reclamar lá com o senhor que diz que acusa o "pobre" Deus por mil e uma coisa... e afinal... surpreendes-me com um excelente ponto de vista.
Nunca tinha penso nisso assim, mas tens toda a razão... palminhas pro Crest

Beijinhos

  Teté

sábado, outubro 25, 2008 2:32:00 da manhã

Eu acho é que esse senador é um "chico-esperto", que com este processo conseguiu uma série de publicidade mediática gratuita, para ele próprio!

E o juiz um espertalhão, que assim se livrou de um processo infindável e improvável de chegar a qualquer decisão.

Mas claro que só nos States podia acontecer uma destas, já que as próprias notas de dólar dizem "in God we trust". Sendo que não sei se confiam mais em Deus, ou nas ditas notinhas... ;)

Bom fim de semana!

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:44:00 da manhã

Pax disse...

"Ai não acreditas nessa parte?... Pois, mas de acordo com a justiça, até prova em contrário, até Ele terá de ser considerado inocente..."

Mas isso é na lei Americana e para isso deve de ir a julgamento. Em Portugal toda a gente é culpada até que prove a sua inocência.

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:45:00 da manhã

ines disse...

"*****"

Obrigado.

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:45:00 da manhã

gi disse...

"Crest...V.Exa. é simplesmente GENIAL!! (vénia) :)"

Xiii, nao só sou genial, como recebo uma vénia? Fantástico :)

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:46:00 da manhã

Ana disse...

"Estou abismada com a genialidade..."

É lá, isto está a correr bem, é só elogios :)

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:47:00 da manhã

DeusaMinervae disse...

"Pois... Tem imensas mulheres! E o mais estranho é não haver muitos divórcios ao longo destes anos. Cá para mim ele aparece a elas...;)"

Bolas, se assim for, é mesmo só poderes!

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:47:00 da manhã

Diabólica disse...

"LOOOOOOOL"

Como Diabólica, tinhas de gostar :)

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:48:00 da manhã

cassamia disse...

"ahahahaha
e quando eu pensava que já ouvido tudo o que tinha a ouvir sobre os usa, eis que ainda me consigo surpreender...
muito me fizeste rir agora!
vim-te conhecer tb.. pois!"

Ora bem vinda e obrigado.

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:50:00 da manhã

Naturezas disse...

"Na verdade é porque Deus não existe nem nunca existiu e hoje em dia acredito que as crenças são apenas créditos mal parados."

O homem sempre inventou deuses, para nao sentir sozinho e acima de tudo, nao se sentir responsável.


"Mas acho que isto da religião ainda vai dar muito que falar."

Mais ainda?

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:58:00 da manhã

Van disse...

"LOOOOOOOOOOOOOL, excelente ponto de vista!!! ainda pensei que fosses desancar o senador!"

Nao bato em quem tem boas ideias, apesar da intecao do homem, ser auto-promover-se, acho que o fez em grande estilo e eu votaria nele!

"Mas, o fundamento técnico que levou ao arquivo do processo contra Deus sendo assim não tem fundamento nenhum! se deus é omnisciente, e está em todo o lado, foi automaticamente notificado."

Correcto, daí o Senador poder recorrer do processo.

"porque não processar o Vaticano pelas atrocidades cometidas em nome desse Deus?"

O Vaticano deveria ser processado pela evangelizacao de outros continentes, pela idade média, pelas cruzadas, etc. Mas na verdade no que toca à morte, só Deus decide sem ouvir os seus funcionários.

"E a alta instancia muçulmana pelas atrocidades cometidas em nome desse Alá?"

Ao processar Deus, Alá e tembém processado, visto ser o outro nome da sua bipolaridade.

"E já agora, que tal processar a inteligencia extraterrestre que lançou "o gene humano" no meio da povoação de elos perdidos?"

Nao, porque eu sou fruto disso. E nao estou assim tao incompleto :)

"E, pelo caminho, que tal processar o humano que inventou a roda, dado que catapultou a revolução industrial e tecnologica?"

Porque isso nao faria qualquer sentido. Ele inventou a roda, porque estava escrito que a ia inventar, e quem escreveu? Deus!

"Ou, o gajo que teve o desplante de descobrir a utilidade do fogo, dado que nos permitiu sofrer de menos desarranjos intestinais?"

Mais uma vez, Deus inventou o fogo para que fosse descoberto.

"Por isso digo que, culpar Deus de todas as desgraças é do mais fácil e cobarde que é. Pois se a existencia do gajo nem sequer está provada!..."

A existencia de Deus nao tem de estar comprovada, se o tribunal admite que Deus existe, nao há mais nada a provar.
O que faria, seria processar os tribunais por admitirem sem provas a existencia dele, o problema é que ele seria inocente até prova de culpa e nunca teria maneira de provar que ele nao existe!

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 10:59:00 da manhã

Van disse...

"E faxavor não falar mal do meu amigo de infancia imaginário!"


Foste logo arranjar um amigo imaginário, tao aborrecido?

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 11:00:00 da manhã

ONDINHAS disse...

"parece-me que ja encontraste o teu sentido de humor!
gostei do post!"

Estava no cesto da roupa suja :)

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 11:02:00 da manhã

São disse...

"Por acaso só por acaso, na terça-feira não terás publicado este titulo “Acuso Deus” por uns breves segundos, é que tenho a nítida sensação de que o vi e quando fui para o ler não estava lá ou será que ando a ter visões?"

Normalmente tenho muitas ideias de textos gravados e por vezes quando trabalho nelas, clico em publicar em vez de gravar. Acabando por publicar textos incompletos que rápidamente retiro.


"Estava aqui a pensar, caso o processo não tivesse sido arquivado, quem é que Deus escolheria para advogado de defesa."

O advogado do Diabo, ahahahaha, ouvi dizer que é o melhor :)

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 11:03:00 da manhã

Sexy hot disse...

"Eu à espera que fosses começar a reclamar lá com o senhor que diz que acusa o "pobre" Deus por mil e uma coisa... e afinal..."

Nao podes esperar que eu seja previsivel. Quando for previsivel avisem-me, que eu odeio isso!

"palminhas pro Crest"

Éééééééé palminhas pra mim :D

  Crest©

sábado, outubro 25, 2008 11:04:00 da manhã

Teté disse...

"Eu acho é que esse senador é um "chico-esperto", que com este processo conseguiu uma série de publicidade mediática gratuita, para ele próprio!"

Concordo, mas nao deixa de ser uma forma genial de o fazer. Antes isto do que ligar o seu nome a processos de corrupcao, como é hábito em Portugal.

  Pax

sábado, outubro 25, 2008 2:24:00 da tarde

"Mas isso é na lei Americana e para isso deve de ir a julgamento. Em Portugal toda a gente é culpada até que prove a sua inocência."

Mas como isto foi na América e, como tu nem sequer vives em Portugal, portanto ninguém neste país poderia ter tido uma ideia tão iluminada quanto a deste senador, aplica-se a de que Deus é inocente até prova em contrário!
Mainada!
:)

  ipsis verbis

sábado, outubro 25, 2008 2:28:00 da tarde

Primeiro o Pai Natal e agora Deus. Vais passar pelas figurinhas todas do presépio até chegarmos a Dezembro?

Eheh

  Maria

sábado, outubro 25, 2008 5:14:00 da tarde

É um espectáculo =)

Crest á presidência!! :P

Grande post sim Sr.

  Crest©

domingo, outubro 26, 2008 2:44:00 da manhã

Pax disse...

"Mas como isto foi na América e, como tu nem sequer vives em Portugal, portanto ninguém neste país poderia ter tido uma ideia tão iluminada quanto a deste senador, aplica-se a de que Deus é inocente até prova em contrário!"

Mas quem te disse que eu nao estou só à espera de ver até onde isto vai dar, para iniciar uma onda de processos divinos?

  Crest©

domingo, outubro 26, 2008 2:46:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"Primeiro o Pai Natal e agora Deus. Vais passar pelas figurinhas todas do presépio até chegarmos a Dezembro?"

Já que falas nisso a Maria também deve de apanhar entretanto, que é para nao ser mentirosa. O José também, para nao ser corno manso.

  Crest©

domingo, outubro 26, 2008 2:47:00 da manhã

Maria disse...

"É um espectáculo =)

Crest á presidência!! :P

Grande post sim Sr."

Ainda sou novo demais para me poder candidatar a tal cargo mas, estou a ponderar a minha ascencao ao poder. Primeiro Portugal e depois o Mundo!!!!!!

Sim vou ser tirano, caso contrário nao teria piada :P

  São

domingo, outubro 26, 2008 2:49:00 da manhã

“O advogado do Diabo, ahahahaha, ouvi dizer que é do melhor :)"
Achas que ele estaria disposto a mudar de entidade patronal?
O que lhe ofereceria Deus para o convencer, talvez o paraíso mas parece que o paraíso é uma “seca”:)

  Crest©

domingo, outubro 26, 2008 4:18:00 da manhã

São disse...

"Achas que ele estaria disposto a mudar de entidade patronal?"

O Diabo teria de ajudar Deus e evitar que ele fosse preso, tu a bem do equilíbrio cósmico :)

  Pax

domingo, outubro 26, 2008 9:57:00 da manhã

"Mas quem te disse que eu nao estou só à espera de ver até onde isto vai dar, para iniciar uma onda de processos divinos?"

Se o americano ganhar o processo (o que nem me admiraria sobremaneira), vai abrir um precedente que poderás vir a aproveitar, sim.
Se isso acontecer comunica-me a tua posição que é para eu preparar a defesa divina. É que da maneira que gosto de te contrariar ;), vai ser facilimo a Deus ganhar o processo.

Ah! E eu não acredito no meu cliente, mas isso é o menos, que a maior parte ds advogados também não mas defendem-nos na mesma.

:)

  Pequenina

domingo, outubro 26, 2008 1:28:00 da tarde

Agora até ha gps com kit mãos livres bastante baratos, não sei qual é o stress.

=p

  Sol

domingo, outubro 26, 2008 1:41:00 da tarde

Hehhehe!!!!!!!!11


Gosto de ler os comentarios, mas já são tantos...



axei imensa piada ao texto, está muito bom.



jinhos e bom fim de semana.

  ipsis verbis

domingo, outubro 26, 2008 3:33:00 da tarde

Crest disse:

"O José também, para nao ser corno manso."

Eheheh. E o primeiro pai adoptivo.

  Lilith

segunda-feira, outubro 27, 2008 2:01:00 da manhã

Eu e deus não combinamos, salto de post, voltarei no próximo ;)!

Dentadinhas

  Crest©

segunda-feira, outubro 27, 2008 3:03:00 da manhã

Pax disse...

"Se isso acontecer comunica-me a tua posição que é para eu preparar a defesa divina. É que da maneira que gosto de te contrariar ;), vai ser facilimo a Deus ganhar o processo."

Será? É que o julgamento à revelia, devido à falta de comparencia do réu, raramente sao ganhos pelo "fugitivo".

  Crest©

segunda-feira, outubro 27, 2008 3:04:00 da manhã

Pequenina disse...

"Agora até ha gps com kit mãos livres bastante baratos, não sei qual é o stress."

Eu também nao percebo o problema :)

  Crest©

segunda-feira, outubro 27, 2008 3:05:00 da manhã

Sol disse...

"Gosto de ler os comentarios, mas já são tantos..."

Achas? Achei a afluencia bastante fraca :)

  Crest©

segunda-feira, outubro 27, 2008 3:05:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"Eheheh. E o primeiro pai adoptivo."

É mas é o primeiro corno documentado a aprefilhar :)

  Crest©

segunda-feira, outubro 27, 2008 3:07:00 da manhã

Lilith disse...

"Eu e deus não combinamos, salto de post, voltarei no próximo ;)!"

Pois, tu e Deus é agua e fogo. Mas respeito-te por teres deixado a farsa divina.

Lilith foi a primeira mulher e a primeira emancipada.

  Mulheka

segunda-feira, outubro 27, 2008 3:40:00 da manhã

"Ele merece ser processado, deve de nos indemnizar e deve ser proibido de criar o que quer que seja, por pelo menos um éon (1 milhão de anos)."

E não só.
Após indemnizações feitas, devia ser obrigado dissolver a empresa.

Uma empresa de publicidade, por exemplo, dá a conhecer produtos que podem ser úteis para alguém. Uma empresa de consultadoria, aconselhará alguém de forma a essa pessoa ser beneficiada. Uma empresa de segurança, ajuda alguém a sentir-se mais protegido.

Estas empresas querem ter lucro com o que fazem mas em troca, pelo menos, ajudam alguém.

A empresa Dele só actua em beneficio próprio sem dar nada em troca. Creio que a sentença do juíz devia ser a dissolução.

  Pax

segunda-feira, outubro 27, 2008 10:09:00 da manhã

"julgamento à revelia, devido à falta de comparencia do réu, raramente sao ganhos pelo "fugitivo"."

Piece of cake!
Achas que seria dificil conseguir um certificado assinado pelo Vaticano em como ele lá estava na sua omnipresente missão de salvamento? Achas?
Seria uma falta imensamente bem justificada.

:)

  São

segunda-feira, outubro 27, 2008 11:10:00 da tarde

“O Diabo teria de ajudar Deus e evitar que ele fosse preso, tudo a bem do equilíbrio cósmico”

Perdendo assim a oportunidade de eliminar a concorrência directa.
Afinal o Diabo não é tão mau como dizem, preocupa-se com o equilíbrio cósmico :)

  Crest©

quarta-feira, outubro 29, 2008 4:10:00 da manhã

Mulheka disse...

"E não só.
Após indemnizações feitas, devia ser obrigado dissolver a empresa."

Ahahahaha

"Uma empresa de publicidade, por exemplo, dá a conhecer produtos que podem ser úteis para alguém. Uma empresa de consultadoria, aconselhará alguém de forma a essa pessoa ser beneficiada. Uma empresa de segurança, ajuda alguém a sentir-se mais protegido."

A Igreja é um empresa de publicidade mas enganosa, o que é crime.

  Crest©

quarta-feira, outubro 29, 2008 4:13:00 da manhã

Pax disse...

"Achas que seria dificil conseguir um certificado assinado pelo Vaticano em como ele lá estava na sua omnipresente missão de salvamento? Achas?"

Acho que sim, que ele da mesma maneira como foi notificado, poderia estar lá na sua omniscencia. Mas nesse momento, eu chamaria-o a depor! Visto que é o réu, eu pediria ao meu advogado para o chamar a depor.

Em Portugal ou na Europa, não existe a quinta emenda como nos EUA, e mesmo que existisse, o réu de falar para a invocar.


Tens de argumentar melhor a tua defesa :)

  Crest©

quarta-feira, outubro 29, 2008 4:14:00 da manhã

São disse...

"Perdendo assim a oportunidade de eliminar a concorrência directa.
Afinal o Diabo não é tão mau como dizem, preocupa-se com o equilíbrio cósmico :)"

Eu nao acredito que ele seja mau, se o fosse, nao seria Deus a tomar vidas mas sim ele. Quem diz que ele é mau é a Igreja, nunca ouvi a versao dele!

  Pax

quarta-feira, outubro 29, 2008 9:02:00 da manhã

"Tens de argumentar melhor a tua defesa :)"

Pois tenho.
Vou começar por reunir provas de que o réu tem sido vitima de abuso por parte do acusador. Abusos continuados e tão traumatizantes que se encontra psicológicamente incapaz de estar na mesma sala que ele.
Ou seja, vou aqui ler uns post mais antigos e já volto com as provas :)

  Crest©

quarta-feira, outubro 29, 2008 9:09:00 da manhã

Pax disse...

"Vou começar por reunir provas de que o réu tem sido vitima de abuso por parte do acusador. Abusos continuados e tão traumatizantes que se encontra psicológicamente incapaz de estar na mesma sala que ele."

Ele antes de se declarar traumatizado, tem de ser provada a sua consciência ou humanidade, o que faria com deixe de ser um Deus. No seu papel de espírito, esse não é um argumento válido.

Se ele aceitar depor, eu retiro-me da sala. Tudo para que ele fale por si e se defenda.

Outro facto é, se ele é omnisciente, ele está SEMPRE na mesma sala que eu!

O teu argumento foi deitado por terra!

  Pax

quarta-feira, outubro 29, 2008 10:25:00 da manhã

"se ele é omnisciente, ele está SEMPRE na mesma sala que eu!"

Então se até sabes que Ele está sempre na mesma sala, porque não começas a falar assim mesmo?!

E Ele não pode sentar-se no banco e jurar com a mão na Bíblia porque é contra a lei dizer "Juro por Mim próprio", não achas?!
Ou queres que Ele seja acusado de sacrilégio também, hum?!

:)

  Crest©

quarta-feira, outubro 29, 2008 10:31:00 da manhã

Pax disse...

"Então se até sabes que Ele está sempre na mesma sala, porque não começas a falar assim mesmo?!"

Nao sou eu que tenho de falar, eu refiro-me quando O chamar a depor, Ele TEM de falar.

"E Ele não pode sentar-se no banco e jurar com a mão na Bíblia porque é contra a lei dizer "Juro por Mim próprio", não achas?!"

Nao, primeiro porque só se jura pela Biblia nos EUA e o processo seria na Europa. Depois nao se jura por Deus, jura-se com a mao sobre a biblia dizendo "Juro dizer a verdade, toda a verdade e nada a nao ser a verdade"

"Ou queres que Ele seja acusado de sacrilégio também, hum?!"

É a palavra de Dele. Tal como as pessoas dizem "juro por tudo o que me é mais sagrado", por isso nao seria hipócrita ele jurar pela sua palavras "sagrada".

Continuas em desvantagem, por defenderes o lado errado!

  Pax

quarta-feira, outubro 29, 2008 11:13:00 da manhã

"nao seria hipócrita ele jurar pela sua palavras "sagrada"."

Deus apregoa a modéstia e a humildade. Não se deixaria apanhar em semelhante incoerência.

"Continuas em desvantagem, por defenderes o lado errado!"

Errado.
Continuo em desvantagem por defender um lado CONTRA TI. Ponto.

:)

  Crest©

quarta-feira, outubro 29, 2008 11:21:00 da manhã

Pax disse...

"Deus apregoa a modéstia e a humildade. Não se deixaria apanhar em semelhante incoerência."

Deus é senhor de tudo, escreve as nossas vidas num livrinho estranho onde diz, quando, onde e como vamos morrer. Ele diz que se quebrarmos as suas palavras, o renegarmos, ou pecarmos, que vamos sofrer no inferno ou purgatório para toda a eternidade. No entanto diz que nos ama. Queres mais incoerente que isto?


"Errado.
Continuo em desvantagem por defender um lado CONTRA TI. Ponto."

Então, podes sempre desistir de defender o lado perdedor, evitando perder com ele. Podes sair de cabeça erguida :D

Na verdade, quero só dar-te um Game Over como deste ao Fat :) uma espécie de payback masculino :D

ahahahahahahahahaha

  Pax

quarta-feira, outubro 29, 2008 12:26:00 da tarde

"Deus é senhor de tudo"

Se é ("é"-verbo ser), só por aí já admites existir.

"escreve as nossas vidas num livrinho estranho"

Como é que ficamos? Existe mesmo e, portanto, escreve ou não existe e não tem mãos para poder escrever?

"onde diz, quando, onde e como vamos morrer. Ele diz que se quebrarmos as suas palavras, o renegarmos, ou pecarmos, que vamos sofrer no inferno ou purgatório para toda a eternidade."

Mau, decide-te. Se não existe como é que fala?!

"No entanto diz que nos ama. Queres mais incoerente que isto?"

Achas que quem ama consegue ser completamente coerente?
Dá-me um único exemplo de quem tenha conseguido.

"Então, podes sempre desistir de defender o lado perdedor"

Já te disse que, ainda que não acredite no meu cliente, sei que todos, até Ele, merecem ser defendidos.

"evitando perder com ele."

Aguento bem as derrotas suadas. Não gosto é de abandonar lutas sem me esforçar minimamente.

"Podes sair de cabeça erguida :D"

A próxima jogada é tua :)

"Na verdade, quero só dar-te um Game Over como deste ao Fat :) uma espécie de payback masculino :D"

Vais ter de te esforçar um cadito mais :)

  Crest©

quarta-feira, outubro 29, 2008 12:37:00 da tarde

Pax disse...

"Se é ("é"-verbo ser), só por aí já admites existir."

É de acordo com a religião, mas o simples processo contra ele é uma admissão de duvida, mas de modo algum argumento para ele fugir à justiça. Ele tem de comparecer em tribunal para testemunhar. Pode faltar 3 vezes, mas precisará de justificar por escrito.


"Como é que ficamos? Existe mesmo e, portanto, escreve ou não existe e não tem mãos para poder escrever?"

Mais uma vez, estou a usar os argumentos de existencia dele. Se escreve o destino, se escreve direito por linhas tortas, pode muito bem defender o seu ponto de vista, ao ser acusado de crimes contra a humanidade, como um vulgar ditador.


"Mau, decide-te. Se não existe como é que fala?!"

Mais uma vez, quem o defende és tu e se o defendes tens estes argumentos do teu lado. Eu duvido e o julgamente é para provar a minha duvida.


"Achas que quem ama consegue ser completamente coerente?
Dá-me um único exemplo de quem tenha conseguido."

Ahah, resolveste separar o meu texto lógico por frases, retirando-as de um contexto.
Eu nao disse que o amor é coerente. Eu disse que quem tortura quem ama, nao é coerente de modo algum, nem deixa espaco para merecer um minimo de respeito.
Entao, se eu amo a minha mulher, vou-lhe bater?
Ele, bate, tortura e mata, no entanto ama.

"Já te disse que, ainda que não acredite no meu cliente, sei que todos, até Ele, merecem ser defendidos."

Entao argumenta o contexto e nao sobre frases soltas.


"Vais ter de te esforçar um cadito mais :)"

Nao, já estás a descontextualizar o que escrevo, isso é o teu fim :)

  Pax

quarta-feira, outubro 29, 2008 4:54:00 da tarde

"Ele tem de comparecer em tribunal para testemunhar."

Ele É a justiça. Ele é o supremo juiz do supremo tribunal. Foi Ele quem criou as regras do jogo e até os jogadores.
Nós somos os servos.
Ele não se sente obrigado a descer do seu trono para ir participar numa qualquer brincadeira infantil. Ele não tem que fazer nada que não tenha vontade. Ele pode fulminar o edificio com um raio à hora que lhe apetecer. Ele poderá nem o fazer por vingança mas PORQUE PODE.

"pode muito bem defender o seu ponto de vista, ao ser acusado de crimes contra a humanidade, como um vulgar ditador."

É Ele quem dá o supremo castigo aos ditadores, nunca baixaria ao seu nivel. Ele está acima de todos, mesmo que seja o maior de todos os ditadores.

"Eu duvido e o julgamente é para provar a minha duvida."

Não me parece que os julgamentos existam para provar duvidas mas sim certezas.

"Ele, bate, tortura e mata, no entanto ama."

Quem bate, tortura e mata não é Ele. São os Homens; ainda que o façam em nome dele. Ele é o bode espiatório, a quem é fácil atribuir crimes exactamente pelo mesmo motivo que estás aqui a argumentar: porque se sabe que Ele não virá defender-se.

"Entao argumenta o contexto e nao sobre frases soltas."

Apenas desmantelei as frases para as poder comentar uma por uma. Se reparares as frases estão lá todas. O contexto também.

"Nao, já estás a descontextualizar o que escrevo, isso é o teu fim :)"

Já estás a tentar atingir-me pela forma e não pelo conteúdo, isso é o teu fim :)

  Crest©

quinta-feira, outubro 30, 2008 11:03:00 da manhã

Pax disse...

"Ele É a justiça. Ele é o supremo juiz do supremo tribunal. Foi Ele quem criou as regras do jogo e até os jogadores."

Sim em ele criou-nos mas auto-intitulou-se como superior e o erro em toda a estória é o seguinte:
"Deus criou-nos à sua imagem"
Ora se ele cometeu o erro de nos criar à imagem dele próprio, significa que somos iguais a ele, logo ele pode-se auto-intitular superior unicamente por uma questao de ego.
Se ele criou tudo, inclusivamente a lei divina, não a pode quebrar. Ninguém está acima da lei, e se ele está a lei dele não tem qualquer valor.
No entanto, deu inteligência ao homem e o homem, feito à sua imagem fez a lei do homem, um claro melhoramento da lei incompleta de Deus. Lei que ele deve respeitar e nao pode ignorar, visto que é um FACTO, que tudo isto é um jogo criminoso, em que os seus próprios seguidores, sao objecto.
Somos a imagem dele e nao peoes, escravos, objectos. Se somos a imagem de um Deus, somos nós próprios Deuses na terra, cada um com o seu mundo e uma lei que todos respeitamos, nao estando NINGUÉM acima dela.


"Ele não se sente obrigado a descer do seu trono para ir participar numa qualquer brincadeira infantil."

A morte de bilioes, É uma brincadeira infantil. Deus está a jogar ao CimCity com as nossas vidas. Quem brinca mais? Ele connosco, ou eu e tu com esta conversa?

"Ele pode fulminar o edificio com um raio à hora que lhe apetecer. Ele poderá nem o fazer por vingança mas PORQUE PODE."

Se o faz por vinganca é um cobarde, é um fraco, nao é um Deus, é mentiros e nao nos ama, muito menos respeita. Merece ser julgado e castigado.
E se ele tem assim tanto poder, que fulmine já com um raio!

aaaaaaaaaaaaaahhhh, nao, foi só uma caimbra, nada de raios.


"É Ele quem dá o supremo castigo aos ditadores, nunca baixaria ao seu nivel. Ele está acima de todos, mesmo que seja o maior de todos os ditadores."

Ele baixa o seu nivel ao ter uma justica de merda. Ao permitir um homem violar e matar uma crianca, enquanto ele observa, parecendo-me que gosta.
Todos os dias ele leva criancas, mata-as, mas os senhores da guerra, continuam a viver em ricos palácios, parecendo gozar de protecção divina!

"Não me parece que os julgamentos existam para provar duvidas mas sim certezas."

Um julgamento tem, entrevistas, investigacao. E se somos inocentes até prova em contrário. Sim é para provar a dúvida da culpabilidade.


"Quem bate, tortura e mata não é Ele. São os Homens; ainda que o façam em nome dele. Ele é o bode espiatório, a quem é fácil atribuir crimes exactamente pelo mesmo motivo que estás aqui a argumentar: porque se sabe que Ele não virá defender-se."

Entao onde está a lei dele. O seu poder absoluto. Quem cala concente. Se ele observa crimes e nada faz é conivente com o crime e ele próprio um criminoso.

  Pax

sábado, novembro 01, 2008 9:32:00 da manhã

"A morte de bilioes, É uma brincadeira infantil."

Eu sei que tu sabes que a "brincadeira" a que me refiro é o julgamento d'Ele, não a morte de biliões.

"aaaaaaaaaaaaaahhhh, nao, foi só uma caimbra, nada de raios."

Lol. Mas olha que Ele, no seu já mais que provado sentido de humor, pode apresentar os "raios" de formas bem variadas ;)

Julgar Deus num tribunal é tão impossivel quanto julgar a bruxa má da Branca de Neve ou o homem que matou o último mamute.
Todos os dias Ele é e será julgado, acusado, condenado ou absolvido mas apenas dentro de cada um de nós.

Acho que Acusado e Acusação terão mesmo de fazer um Acordo :)

:)

  Crest©

sábado, novembro 01, 2008 10:03:00 da manhã

Pax disse...

"Eu sei que tu sabes que a "brincadeira" a que me refiro é o julgamento d'Ele, não a morte de biliões."

A brincadeira está em tomarem com certa e incontestável a sua existência. Eu estou a provar que ele não existe.


"Lol. Mas olha que Ele, no seu já mais que provado sentido de humor, pode apresentar os "raios" de formas bem variadas ;)"

É preciso existir para ter sentido de humor, por mais que critique nada muda em mim!

"Julgar Deus num tribunal é tão impossivel quanto julgar a bruxa má da Branca de Neve ou o homem que matou o último mamute."

É? Então estás defender alguém que acreditas que é ficção? Sim porque a bruxa má é ficção e não existem provas que o ultimo mamute morreu às mãos de um homem.
Se defesa admite que o seu cliente nao existe, logicamente nao poderá haver julgamento. Mas questiono-me dos motivos que te levaram a defende-lo.


"Acho que Acusado e Acusação terão mesmo de fazer um Acordo :)"

Se ele nao comparece em tribunal e a defesa diz que ele, existe, entra em desrespeito e deixa de merecer respeito.
Agora se a defesa, como afirmou acima, duvida da sua existencia, deve chamá-lo a depois. Mas se a defesa nao acredita que ele existe, deve simplesmente desistir, pois ele nao existe menos.

A acusacao tem a faca, o queijo, a lógica e a ciencia na mao. A defesa, tem estórias, mitos e muita teimosia!

  Pax

domingo, novembro 02, 2008 11:28:00 da manhã

"Eu estou a provar que ele não existe."

Não, não estás. Lá por não conseguires senta-lo numa cadeira de tribunal, isso não faz prova da sua inexistência.

"Então estás defender alguém que acreditas que é ficção? Sim porque a bruxa má é ficção e não existem provas que o ultimo mamute morreu às mãos de um homem."

Existem várias formas de existência e várias formas de acreditar nessa existência. Se contares a uma criança a Branca de Neve não lhe dizes "A bruxa má que não existia tinha ciumes da enteada que também nunca existiu". Não, tu vendes a ilusão de que a criança precisa para crescer, para aprender, para tirar ensinamentos, para saber separar o bem do mal, para ir formando a sua própria moral. Um dia ela saberá que era ficção, e decidirá até que ponto fora ficção... afinal a maça até existe e quem nos ame e o prove com um beijo também poderá existir.

Eram apenas dois exemplos de impossibilidade de julgamento. O Homem até pode ter apenas morto a femea do último mamute... o que deu igual.

"Se defesa admite que o seu cliente nao existe, logicamente nao poderá haver julgamento. Mas questiono-me dos motivos que te levaram a defende-lo."

Já tos referi antes: O direito à defesa e o gosto em divergir contigo ;)
Repara: (Pax disse) "(...) da maneira que gosto de te contrariar ;), vai ser facilimo a Deus ganhar o processo.
Ah! E eu não acredito no meu cliente, mas isso é o menos, que a maior parte ds advogados também não mas defendem-nos na mesma."

"Mas se a defesa nao acredita que ele existe, deve simplesmente desistir, pois ele nao existe menos."

A defesa também não acredita na existência fisica de Deus. Nunca se sentaria num banco (objecto palpável). Mas Deus existe. Existe na necessidade que o Homem tem de se sentir comandado, protegido, orientado e confortado quando tudo mais parece ter falhado. O Homem precisa da imagem desse Ser para minorar as suas duvidas, o seu sofrimento. É o Homem quem atribui a Deus as desventuras para se sentir menos mal, quem lhe atribui as venturas para se sentir recompensado. O Homem é um Ser com muitas necessidades e, realmente, com muitos defeitos. Deus serve os seus interesses, seja de que modo for e nunca o contrário.
Sei que foi o Homem que criou Deus e não o contrário. Criou-O para seu próprio proveito, pela sua própria necessidade. Deus existe, sim, na necessidade que uns têm (mais que outros) que exista.
Já imaginaste como seria o nosso mundo se uma grande parte dos seres humanos não O temessem e ao castigo final? Seria bem pior, acredita. Deus faz mesmo muita falta, até como ameaça.
Quem escreveu as "leis de Deus" foram homens. Homens especiais, de grande sabedoria, de acordo com as suas convicções e num contexto histórico muito especial. Fizeram-no de acordo com o seu próprio ideal e há mesmo um enorme ideal por trás de muitas das suas ideias e palavras. Seguimo-lo ou não, acreditamos ou não, praticamos ou não. Há quem precise, há quem não. Há quem encontre conforto nessa crença, há quem não.

"A acusacao tem a faca, o queijo, a lógica e a ciencia na mao. A defesa, tem estórias, mitos e muita teimosia!"

A acusação tem exactamente o mesmo que a defesa, incluindo a lógica e a teimosia :). Qualidades, portanto.

:)

  Crest©

domingo, novembro 02, 2008 11:41:00 da manhã

Pax disse...

"Não, não estás. Lá por não conseguires senta-lo numa cadeira de tribunal, isso não faz prova da sua inexistência."

Mas se o conseguir sentar, provo que existe e quem nao deve nao tem, mas ele se existir deve muito e teme ainda mais.


"Existem várias formas de existência e várias formas de acreditar nessa existência. Se contares a uma criança a Branca de Neve não lhe dizes "A bruxa má que não existia tinha ciumes da enteada que também nunca existiu". Não, tu vendes a ilusão de que a criança precisa para crescer, para aprender, para tirar ensinamentos, para saber separar o bem do mal, para ir formando a sua própria moral. Um dia ela saberá que era ficção, e decidirá até que ponto fora ficção... afinal a maça até existe e quem nos ame e o prove com um beijo também poderá existir."

?????????????? Desculpa, mas eu não conheço um único povo que tenha sido dizimado em nome da Branca de Neve. Nunca vi ninguém a pedir dinheiro em nome da branca de neve e nunca vi, ninguém interessado em que vejamos a branca de neve como verdade absoluta, só para que nao seja questionada.


"Eram apenas dois exemplos de impossibilidade de julgamento. O Homem até pode ter apenas morto a femea do último mamute... o que deu igual."

Mas, continua a ser impossível de provar,se foi o homem ou não!
Por mais que falem e com a variedade de animais existentes na altura, nao estou a ver o mamute como alvo predilecto!


"A defesa também não acredita na existência fisica de Deus. Nunca se sentaria num banco (objecto palpável). Mas Deus existe. Existe na necessidade que o Homem tem de se sentir comandado, protegido, orientado e confortado quando tudo mais parece ter falhado."

Nao. Nunca. Algo nao existe porque o homem quer.
Se as pessoas sao fracas ao ponto de precisarem de acreditar num Deus, isso nao faz com que ele existe.
A religiao é a maior farsa da humanidade.


Mas visto que estamos aqui a discutir um processo judicial a Deus e após confirmar com a Lei Portuguesa:

Chamo Deus a depois pela terceira vez, se ele nao aparecer, será julgado à revelia.
De por onde der, nada está acima da lei, nem mesmo uma personagem ficcionada, que se o homem a resolver banir, bane e pronto.


"Quem escreveu as "leis de Deus" foram homens. Homens especiais, de grande sabedoria, de acordo com as suas convicções e num contexto histórico muito especial."

Especiais? Já leste bem as leis de Deus? Tendiciosas, sexistas, mal elaboradas, contraditórias. Nao há pessoas especiais no que toca a sabedoria ligados à igreja!

  Pax

domingo, novembro 02, 2008 1:33:00 da tarde

"Mas se o conseguir sentar, provo que existe (...)"

Sim. E cá está mais uma mostra de que o mesmo facto pode ter mais que uma leitura: Não conseguires pode ser interpretado como sendo a prova da não existência d'Ele ou da tua incompetencia.

"?????????????? Desculpa, mas eu não conheço um único povo que tenha sido dizimado em nome da Branca de Neve."

Exactamente! Usaste as palavras correctas! "em nome da" e não "por a". É o Homem que O usa e sempre usou para justificar as suas próprias atrocidades, os seus próprios medos, os seus próprios fracassos e fragilidades.
Agora julga-o pelo que o próprio Homem fez usando o Seu nome! Deveria ser ao contrário: Deus é que deveria julgar o Homem por milénios de difamação e usurpação!

"Mas, continua a ser impossível de provar,se foi o homem ou não!"

Assim como vai continuar a ser impossivel provar que foi Deus o responsável por todas as tragédias naturais ou atrocidades que o Homem vem vindo a infringir a ele próprio desde que existe.

"Se as pessoas sao fracas ao ponto de precisarem de acreditar num Deus, isso nao faz com que ele existe."

Aceites ou não, são. E Deus existe para essas pessoas, na sua cabeça e na sua necessidade de acreditar. E não é isso que as torna piores.

"A religiao é a maior farsa da humanidade."

Completamente de acordo.
A maior e a anos-luz de qualquer outra que, entretanto, possa ter sido inventada.

" se o homem a resolver banir, bane e pronto."

Muitos já baniram. Outros ainda banirão. Outros nunca seriam capazes de o fazer. Há que respeitar a capacidade (ou não) que cada um tem ou terá um dia, eventualmente, para o fazer.

"Já leste bem as leis de Deus? Tendiciosas, sexistas, mal elaboradas, contraditórias. Nao há pessoas especiais no que toca a sabedoria ligados à igreja!"

Eu referi "de acordo com as suas convicções e num contexto histórico muito especial".
Nas épocas em que tudo foi escrito não eram assim. É assim que as vemos agora. A sociedade evoluiu, o pensamento evoluiu. Para mim, o que é pena não ter evoluido é a ideia de que "está escrito, é assim, não há que deixar a ciência roubar a explicação ao mito", esse sim, para mim, é o maior erro da Igreja. (Se bem que isso nos arrasta para um discussão paralela àquela que estamos a ter).

Quem escreveu foram pessoas especiais, sim. Ainda que, actualmente, não concordemos com elas ou já tenhamos elementos e conhecimentos que eles não tinham.
Rebatemos os seus argumentos e julgamos como erradas as suas ideias porque gerações posteriores nos deram mais e diferentes conhecimentos. Bah, grande coisa...

:)

  Crest©

terça-feira, novembro 04, 2008 10:40:00 da manhã

Pax disse...

"Sim. E cá está mais uma mostra de que o mesmo facto pode ter mais que uma leitura: Não conseguires pode ser interpretado como sendo a prova da não existência d'Ele ou da tua incompetencia."

Claro mas eu nao perdi o processo, visto que ele foge, esconde-se!


"Exactamente! Usaste as palavras correctas! "em nome da" e não "por a". É o Homem que O usa e sempre usou para justificar as suas próprias atrocidades, os seus próprios medos, os seus próprios fracassos e fragilidades."

Matou em seu nome, com o apoio do Papa que é o seu representante na terra, o mesmo que acreditamos seguir e respeitar a vontade de Deus, portanto a sua vontade era matar Arabes!

"Agora julga-o pelo que o próprio Homem fez usando o Seu nome! Deveria ser ao contrário: Deus é que deveria julgar o Homem por milénios de difamação e usurpação!"

E nao julga apesar de ter a lei divina do seu lado. Prefere mandar tufoes e inundacoes matar inocentes e levar bebés para junto de si!


"Assim como vai continuar a ser impossivel provar que foi Deus o responsável por todas as tragédias naturais ou atrocidades que o Homem vem vindo a infringir a ele próprio desde que existe."

Se criou tudo, é o responsável por tudo!


"Aceites ou não, são. E Deus existe para essas pessoas, na sua cabeça e na sua necessidade de acreditar. E não é isso que as torna piores."

Nao piores, mas sim fracas e inferiores!


"Nas épocas em que tudo foi escrito não eram assim. É assim que as vemos agora. A sociedade evoluiu, o pensamento evoluiu. Para mim, o que é pena não ter evoluido é a ideia de que "está escrito, é assim, não há que deixar a ciência roubar a explicação ao mito", esse sim, para mim, é o maior erro da Igreja. (Se bem que isso nos arrasta para um discussão paralela àquela que estamos a ter)."

A biblia teve diversas actualizacoes, mas nenhuma realmente actual.

  Pax

sábado, novembro 08, 2008 10:14:00 da tarde

"Claro mas eu nao perdi o processo, visto que ele foge, esconde-se!"

Quem disse?!
Se Deus criou o Universo, existe desde sempre, o seu tempo de vida é infinitamente superior ao nosso e enquanto dura o julgamento ele pode estar apenas no seu sétimo dia: o do descanso.

"Matou em seu nome, com o apoio do Papa que é o seu representante na terra"

Vou sugerir-Lhe um segundo processo; desta vez contra o Papa. Vai ser ainda mais fácil :)

"Prefere mandar tufoes e inundacoes matar inocentes"

Está é mal acessorado. Vou sugerir-Lhe um terceiro processo; desta vez contra o S. Pedro.

"Se criou tudo, é o responsável por tudo!"

Deveriamos era julga-lo pelo Seu maior erro: ter deixado o macaco assumir a posição vertical.

"Nao piores, mas sim fracas e inferiores!"

Pode ser. Mas cada um cria as suas defesas de acordo com o que acha serem as suas necessidades. Não nos cabe julgar isso neste tribunal.

"A biblia teve diversas actualizacoes, mas nenhuma realmente actual."

E terás de concordar que não será fácil nem consensual encontrar quem o possa fazer.

:)

  Crest©

quarta-feira, novembro 19, 2008 6:07:00 da manhã

Pax disse...


"Quem disse?!
Se Deus criou o Universo, existe desde sempre, o seu tempo de vida é infinitamente superior ao nosso e enquanto dura o julgamento ele pode estar apenas no seu sétimo dia: o do descanso."

Nada disso que o tribunal está fechado ao domingo! E não há provas que ele criou o universo ou que é o único Deus, não somos deuses visto que nos criou à sua imagem, portanto tem de responder perante nós!


"Vou sugerir-Lhe um segundo processo; desta vez contra o Papa. Vai ser ainda mais fácil :)"

O Papa é o administrador da empresa, o processo é ao dono. Deus é quem comete os crimes, é quem tira vidas, o Papa observa sem poderes para intervir.


"Está é mal acessorado. Vou sugerir-Lhe um terceiro processo; desta vez contra o S. Pedro."

Sao Pedro nao passa de um porteiro nas portas do paraíso, o processo é contra o dono da casa. Nao foi S.Pedro que causou o dilúvio que matou quase toda a vida na terra. S pedro nem era nascido!



"Deveriamos era julga-lo pelo Seu maior erro: ter deixado o macaco assumir a posição vertical."

Deixou, por isso agora assuma o erro!


"E terás de concordar que não será fácil nem consensual encontrar quem o possa fazer."

Palavras escritas pelo homem, para agradar a um criminoso. Primeiro julgamos deus e depois o homem!

  Pax

terça-feira, novembro 25, 2008 4:42:00 da tarde

"Nada disso que o tribunal está fechado ao domingo!"

O nosso Domingo pode ser apenas um milésimo de segundo do Domingo dele.

"E não há provas que ele criou o universo ou que é o único Deus, não somos deuses visto que nos criou à sua imagem, portanto tem de responder perante nós!"

Ó Deus, perdoa-lhe que estes subditos insubordinados não sabem o que dizem!
Esse "portanto" nem lógica tem!

"Deus é quem comete os crimes, é quem tira vidas, o Papa observa sem poderes para intervir."

Ohh... tadinho do Papa. Até estou com pena dele por ter de gerir aquele património todo e sem ter nenhum poder perante Deus.
(Achas que o desenganemos então e lhe contemos a Verdade...?)

"Sao Pedro nao passa de um porteiro nas portas do paraíso, o processo é contra o dono da casa.
Nao foi S.Pedro que causou o dilúvio que matou quase toda a vida na terra. S pedro nem era nascido!"

O S.Pedro partilha com a Sta Barbara a apresentação do boletim meteorológico. Toda a gente sabe disso.

E o diluvio foi uma invenção humana, nada teve que ver com Deus; já te contei essa história.

"Deixou, por isso agora assuma o erro!"

Da verticalidade do macaco sim; da maldade e tentativa de desresponsabilização do macaco não.

"Palavras escritas pelo homem, para agradar a um criminoso. Primeiro julgamos deus e depois o homem!"

Erro crasso! Não me parece que o julgamento tenha terminado e que tenhas apresentado provas para lhe poderes chamar criminoso!
O Homem julga-se a si próprio. A Ele, não me parece que algum tenha categoria suficiente.

:)

  Crest©

sexta-feira, novembro 28, 2008 5:48:00 da manhã

Pax disse...

"O nosso Domingo pode ser apenas um milésimo de segundo do Domingo dele."

Entao ele que nos dispense um milésimo de segundo, para nos responder pelos seus crimes!

"Ó Deus, perdoa-lhe que estes subditos insubordinados não sabem o que dizem!"

Nao sou subdito, sou igual visto a igreja dizer que nos criou à sua imagem!

"Esse "portanto" nem lógica tem!"

Pelos vistos tem, pois ninguém é subdito de Deus!

"Ohh... tadinho do Papa. Até estou com pena dele por ter de gerir aquele património todo e sem ter nenhum poder perante Deus.
(Achas que o desenganemos então e lhe contemos a Verdade...?)"

Nao tenho pena dele, mas nao devmos processar o bode espiatório de o verdadeiro criminoso existe. Isto se ele existe que é o que me custa a acreditar, visto que até a sua defesa duvida, mas no entanto defende de uma forma já desesperada e sem argumentos.

"O S.Pedro partilha com a Sta Barbara a apresentação do boletim meteorológico. Toda a gente sabe disso."

Mas o poder dele foi conferido por Deus. Um militar mata um inocente o seu superior que ordenou o disparo é punido. S.Pedro é um funcionário que segue ordens.
Ninguém te deverá punir pelos erros do teu patrao.

"E o diluvio foi uma invenção humana, nada teve que ver com Deus"

O diluvio foi uma invencao e Deus é real? Ahahahahahaha

"Da verticalidade do macaco sim; da maldade e tentativa de desresponsabilização do macaco não."

Mas estás a defender Deus ou Darwin? Ou está a dizer que Darwin é Deus?


"Erro crasso! Não me parece que o julgamento tenha terminado e que tenhas apresentado provas para lhe poderes chamar criminoso!"

Eu NAO preciso de apresentar provas, estao na tv, estao à tua volta, nao percebo é porque é que ele foge, se esconde, como um criminoso. Quem nao deve nao teme e Deus deve muito!

"O Homem julga-se a si próprio. A Ele, não me parece que algum tenha categoria suficiente."

Somos a sua imagem. O homem nao se julga a si próprio, pois isso é dizeres que Deus nao existe... encontrei aqui uma GRANDE falha no teus discurso.

Já ouviste falar no julgamento final? Nao é o homem que o fará!

:)

  Pax

sexta-feira, novembro 28, 2008 11:07:00 da manhã

"Entao ele que nos dispense um milésimo de segundo, para nos responder pelos seus crimes!"

SÓ, SE e QUANDO lhe apetecer. Ele não te deve nenhum tipo de obediência só porque sim!

"Nao sou subdito, sou igual visto a igreja dizer que nos criou à sua imagem!"

Errado. Se fazes uma cópia a partir de um original, não podes achar que a cópia tem o mesmo valor. Ainda que parecida, não deixa de ser uma cópia.

"Nao tenho pena dele, mas nao devmos processar o bode espiatório de o verdadeiro criminoso existe. Isto se ele existe que é o que me custa a acreditar, visto que até a sua defesa duvida, mas no entanto defende de uma forma já desesperada e sem argumentos."

Foi através da instituição que o Papa representa que se colocaram as palavras na boca de Deus.
Não me parece que se possa desresponsabilizar o Papa.
Estás a confundir os papéis: o bode espiatório aqui é Deus.
E a defesa não duvida da existência de Deus. A defesa SABE que Deus NÃO EXISTE de uma forma que seja passivel de apresentar fisicamente num tribunal; como aliás já foi acima exaustivamente explicado à acusação.

"(...) Ninguém te deverá punir pelos erros do teu patrao."

Aceitarei quando me convenceres de os momentos de destruição foram ordens dadas pelo Patrão.

"O diluvio foi uma invencao e Deus é real?"

Se leres a documentação até agora apresentada pela defesa (eu), verás que nunca Deus é apresentado como real no sentido de existência palpável.
O diluvio foi uma mentira criada pela necessidade de justificação de determinados factos ainda não cientificamente justificaveis na época. (Já escrevi sobre isso).

"Mas estás a defender Deus ou Darwin? Ou está a dizer que Darwin é Deus?
Eu NAO preciso de apresentar provas, estao na tv, estao à tua volta, nao percebo é porque é que ele foge, se esconde, como um criminoso. Quem nao deve nao teme e Deus deve muito!"

Não adianta tentares confundir a defesa desse modo: não resulta.
O que defendo é que o Homem é o responsável pela sua própria destruição e grande parte do seu sofrimento é auto-infringido, sempre foi, não foi Deus quem lho deu. O Homem acusa Deus na sua cobardia e incapacidade para assumir os seus próprios erros.

"Somos a sua imagem. O homem nao se julga a si próprio, pois isso é dizeres que Deus nao existe... encontrei aqui uma GRANDE falha no teus discurso."

Já só estás a repetir-te e, por consequência, fazeres-me repetir. Pelo facto, aconselho a acusação a reler e a estudar melhor o processo.

"Já ouviste falar no julgamento final? Nao é o homem que o fará!"

Nem o Homem que fará o julgamento de Deus num tribunal. Quando muito julga-o mentalmente.

  Crest©

segunda-feira, dezembro 22, 2008 1:46:00 da tarde

Pax disse...

"SÓ, SE e QUANDO lhe apetecer. Ele não te deve nenhum tipo de obediência só porque sim!"

E nós devemos? Lei é lei se o homem tem de cumprir a divina ou será julgado, ele terá de cumprir a dos homens e ser julgado.
Crime é crime. Matar é crime na lei dos homens e na lei dele.

"Errado. Se fazes uma cópia a partir de um original, não podes achar que a cópia tem o mesmo valor. Ainda que parecida, não deixa de ser uma cópia."

Fazer algo com vida, nunca é uma cópia é um original. Se fizermos um clone humano, será uma pessoa e nao uma cópia, o mesmo que aplica a um clone divino.

"Foi através da instituição que o Papa representa que se colocaram as palavras na boca de Deus.
Não me parece que se possa desresponsabilizar o Papa."

Eles colocaram as palavras e nao as accoes, aqui está em causa o que foi feito por ele e nao o que dizem que ele disse.

"Estás a confundir os papéis: o bode espiatório aqui é Deus."

Deus mata e quem mata nao é bode espiatório mas sim o próprio bode criminoso.

"E a defesa não duvida da existência de Deus. A defesa SABE que Deus NÃO EXISTE de uma forma que seja passivel de apresentar fisicamente num tribunal; como aliás já foi acima exaustivamente explicado à acusação."

Se Deus nao existe, teoricamente a acusacao ganha e todos os argumentos que se me opoem, perdem o valor.

"O diluvio foi uma mentira criada pela necessidade de justificação de determinados factos ainda não cientificamente justificaveis na época. (Já escrevi sobre isso)."

Encontrar fosseis de peixes em montanhas é explicado pelo diluvio.

"O que defendo é que o Homem é o responsável pela sua própria destruição e grande parte do seu sofrimento é auto-infringido, sempre foi, não foi Deus quem lho deu."

Eu falo de calamidades, as catátrofes naturais a ideia de destino, tudo isso é divino e nao humano.

"O Homem acusa Deus na sua cobardia e incapacidade para assumir os seus próprios erros."

O homem julga os seu parceiros por crimes, tal como julga Deus, eu julgo Deus.

"Já só estás a repetir-te e, por consequência, fazeres-me repetir. Pelo facto, aconselho a acusação a reler e a estudar melhor o processo."

Idem, pois ao admitir que o teu cliente nao existe, perdeste o poder argumentativo lógico.

"Nem o Homem que fará o julgamento de Deus num tribunal. Quando muito julga-o mentalmente."

Nao o fará pois ele nao comparece e nao comparece porque nao existe e ao nao existir a acusacao vence.

  Pax

terça-feira, janeiro 06, 2009 8:24:00 da tarde

("Ele não te deve nenhum tipo de obediência")

"E nós devemos?"

A Deus?! Nem tu nem ninguém nunca foi forçado a obedecer a Deus! Forçados, sim, a obedecer aquilo que o Homem inventou ser a palavra de Deus, o que é muito diferente.

"Lei é lei se o homem tem de cumprir a divina ou será julgado, ele terá de cumprir a dos homens e ser julgado.
Crime é crime. Matar é crime na lei dos homens e na lei dele."

E quando é que O viste escrever a divina, obrigar alguém a cumpri-la ou assassinar alguém? Aos Homens, sim, viste muitas vezes, a Ele nunca.

"Eles colocaram as palavras e nao as accoes, aqui está em causa o que foi feito por ele e nao o que dizem que ele disse."

Dá no mesmo: inventaram que foi Ele quem o fez e inventaram que foi Ele quem o disse.

"Deus mata"

Nunca o vi matar ninguém. Tu já?

"Se Deus nao existe, teoricamente a acusacao ganha"

E ganha porquê?
O pensamento, a inteligência, a intuição, o amor também não existem fisicamente, não se podem sentar num banco de um tribunal e, no entanto, sabemos que fazem parte do nosso mundo, que estão presentes nas nossas vidas, ainda que não palpaveis.

"Encontrar fosseis de peixes em montanhas é explicado pelo diluvio."

Exacto! A prova da invenção humana! Ainda não se sabia mais e houve necessidade de explicar algo inexplicavel numa época para, mais tarde, com a evolução do conhecimento, deixar de fazer sentido.

(Estou contente - aos poucos começa a fazer-se luz para a Acusação ;)

"Eu falo de calamidades, as catátrofes naturais a ideia de destino, tudo isso é divino e nao humano."

Errado. Nem divino nem humano. Por isso se chamam NATURAIS. Fazem parte de um certo encontro de factores da natureza (muitas vezes infelizes para nós).

"eu julgo Deus."

Tu e não só. Isso é fácil. Julgarmo-nos a nós próprios e assumirmos as nossas proprias falhas é que é bem mais dificil.

"Idem, pois ao admitir que o teu cliente nao existe, perdeste o poder argumentativo lógico."

Não se poderia nunca falar em "poder argumentativo lógico" quando se trata de tentar julgar em tribunal uma entidade espiritual!
Deus só existe dentro da mente de algumas pessoas, não fisicamente!
EXISTE como existe um pensamento, não um corpo!

"Nao o fará pois ele nao comparece e nao comparece porque nao existe e ao nao existir a acusacao vence."

Vence o quê?
A Acusação sempre soube que nunca sentaria Deus num tribunal. Isso não prova a Sua não-existencia e muito menos a Sua culpa pelas desgraças do ser humano.
Não conseguirias julgar as nossas consciencias ou amizade num tribunal; o que não quer dizer que não existam.

Já viste o que o Homem fez?
Primeiro inventou um Ser invisivel e divino a quem decidiu atribuir a omnipotencia...
assim...
já pode atribuir-lhe todas as culpas por tudo o que lhe desagrada... engenhoso e maquiavelico, sem duvida.

:)

  Fada

domingo, maio 24, 2009 12:30:00 da manhã

Interessante, o post, mas FABULOSA a discussão com a Pax.

Apesar de ambos terem excelentes argumentos, eu, como jurada, estaria do lado da Pax e do cliente dela. ;)

Beijitos