Alien...

Ou ET.

Já se sentiram, como alguém que anda por cá, mas por mais que tente, não percebe o que se passa com toda a estupidez contagiante que nos rodeia?

Porque é que se complicam tanto as coisas que poderiam ser tão simples?
Porque é que meio mundo se tenta aproveitar das fragilidades do outro meio?
Porque é que que tropeçamos, mesmo quando estamos no caminho certo?
Porque é que duvidamos de nós próprios sem motivos?
Porque é que julgamos os livros pelas capas?
Porque é que porque é que rotulamos as pessoas?
Porque é que insistimos em cair em buracos que já conhecemos?
Porque é que a desgraça dos outros nos faz sentir menos mal?
Porque é que queremos ajudar mas dizemos que não temos tempo?
Porque é que precisamos de falar mas não sabemos ouvir?
Porque é que achamos que os nossos problemas são os maiores do mundo?
Porque é que as pessoas erradas estão sempre no sitio certo?
Porque é que as pessoas certas nos passam ao lado?
Porque é que nos achamos especiais?
Porque é que construímos ideais que serão destruídos pela cruel realidade?
Porque é que nos questionamos tanto?

Nada é perfeito, então porque buscamos a perfeição?

Por vezes invejo quem não vê, pelo simples facto de poderem idealizar o mundo à sua maneira. Invejo a capacidade de ver a alma dos outros e não os rótulos sociais. De imaginar o azul, imaginar a água, imaginar. No fundo, gostaria de não ver todos os iguais, que me fazem sentir diferente... um ET...

... um Alien, mas com muito gosto em o ser.


Alien - Bush


Para todos os Aliens por aí perdidos!

53 Comentários:

  Pax

sábado, outubro 11, 2008 10:36:00 da manhã

Porque é que fazes tantas perguntas tão dificeis de responder?

  caditonuno

sábado, outubro 11, 2008 10:37:00 da manhã

eu nao sou bem um alien perdido. sou só talvez de um dos países vizinho, nao de outro planeta!

  ines

sábado, outubro 11, 2008 10:40:00 da manhã

fónix e para que servem tantos? são piores que erva daninha, dão cabo de nós! Eu se fosse a ti fazia já um embrulho e... lixo! Bom fim de semana, e nada de mais porquêssssss!

  Foi Bom

sábado, outubro 11, 2008 11:58:00 da manhã

Nao e' preciso ser-se cego para fecharmos os olhos e idealizarmos um mundo melhor. Eu vivo num mundo a' parte, que so eu entendo e ninguem tem permissao para entrar. Se as pessoas que me rodeiam nao tem a capacidade para aceitar isso, entao temos pena. Acho que vale sempre a pena sonhar. Acho que muita coisa vale a pena no mundo, e nao precisamos de ser todos iguais para ele se tornar um pouquinho melhor. Es Alien? Achas que estas sozinho? Olha que nao, olha que nao!

  Anónimo

sábado, outubro 11, 2008 12:06:00 da tarde

"i'm an alien
you're an alien
it's a beautiful rain
beautiful rain "

Boa escolha de "banda sonora"!

è como se a chuva limpa-se / purificasse tudo...

Gostava era que o Gavin em certos concertos tira-se o que quer que seja que tem na boca pois muito raramente se percebe o que canta.... este vídeo clip é um óptimo exemplo do que falo!

Não gosto da voz dele, gosto das letras...

"um Alien, mas com muito gosto em o ser."

Bom post, é pá a vida é para se viver... infelizmente não vem com manual de instruções =S

Logo há dias em que andamos cá todos um bocado baralhados...

Faz parte da condição!
bebe uns copos que isso passa... =P
Amanha é outro dia e andar aqui só por andar não vale a pena...

chii

  vita

sábado, outubro 11, 2008 12:57:00 da tarde

A resposta a todas essas perguntas é simples, porque somos humanos.;)

E como tal é nossa filosofia, sonhar, sofrer, enganar, amar,etc.
Temos sentimentos, positivos e negativos, e usamo-os.;P

Se não fossemos assim eramos...ETs.;P

  Van

sábado, outubro 11, 2008 1:56:00 da tarde

Boa questão...geralmente coloco-a sobre os moldes de "ou sou eu que sou demasiado à frente, ou são eles que estão demasiado atrás".
Custa-me que o óbvio seja tão desconhecido para uns. Que o simples seja complicado. Que o humano em geral só pense nele mesmo. Que metade da população não perceba nem um terço do que estou a dizer (quando te esforças para explicar algo, e acabas com a sensação de, mas sou eu que tou parvo ou que, já não sei explicar-me ou que? porque do outro lado ou não querem entender, ou são obtusos, ou só querem andar à porrada verbal). Que metade da população esteja a tentar lixar a outra metade.
Duvidar de nós mesmos é o pão nosso de cada dia. Se não tivessemos cérebro, não questionariamos nada, nem sequer nós mesmos. Duvidar de nós proprios faz-nos evoluir (se não for de tal ordem que nos paralisa de medo).
Essasa dúvidas, crestfofo, temos todos. Até os mais obtusos.

  PsYcHo_MiNd

sábado, outubro 11, 2008 3:48:00 da tarde

A ignorância é mesmo uma bênção !

  Afrodite

sábado, outubro 11, 2008 7:54:00 da tarde

:) Alien :)

E não sabe tão bem sermos diferentes da maioria da carneirada??? Eu gosto!

As tuas perguntas...só o tempo as saberá responder. Irra que o tempo é inteligente :), é a resposta a tudo! :)

Alien apresenta-se no teu blogue e com muito gosto! Alien assumida desde que me conheço, por isso oiço tanto "se não nascesses tinhas de ser inventada!". Talvez!

"Porque é que se complicam tanto as coisas que poderiam ser tão simples?" - Porque às vezes são mesmo complicadas mesmo que pareçam simples :).
"Porque é que meio mundo se tenta aproveitar das fragilidades do outro meio?" - Porque mais de meio mundo já perdeu valores há muito tempo, egoístas só pensam no seu bem estar.
"Porque é que que tropeçamos, mesmo quando estamos no caminho certo?" - Porque alguns de nós gosta de sofrer...digo eu!
"Porque é que duvidamos de nós próprios sem motivos?" - Porque a auto-estima anda na merda?
"Porque é que julgamos os livros pelas capas?" - Porque infelizmente vivemos num mundo de aparências.
"Porque é que porque é que rotulamos as pessoas?" - Porque é uma forma de nos esquecermos dos nossos próprios rotulos.
"Porque é que insistimos em cair em buracos que já conhecemos?" - Porque pensamos ter a chave para mudar o fim mas acabamos por ser mudados nessa tentativa.
"Porque é que a desgraça dos outros nos faz sentir menos mal?" - Essa não entendo mesmo, a mim não me faz sentir menos mal nem menos bem. Fico triste pela tristeza dos outros quase como se fosse minha mas os Aliens são assim.
"Porque é que queremos ajudar mas dizemos que não temos tempo?" - Porque fica bem dizer que ajudamos mas depois a vontade de o fazer é zero.
"Porque é que precisamos de falar mas não sabemos ouvir?" - Esse é um defeito que os Aliens não possuem.
"Porque é que achamos que os nossos problemas são os maiores do mundo?" - Porque são, são os nossos :).
"Porque é que as pessoas erradas estão sempre no sitio certo?" - Porque em certa altura da vida não sabemos muito bem destinguir o errado do certo e caimos sempre no errado pensando que é certo. E ai de quem disser o contrário.
"Porque é que as pessoas certas nos passam ao lado?" - Porque andamos ceguinhos de todo? Essa também não sei...
"Porque é que nos achamos especiais?" - Porque se não gostarmos de nós quem gostará?? :)
"Porque é que construímos ideais que serão destruídos pela cruel realidade?" - Na contrução dos ideais temos objectivos e fazem-nos feliz mesmo que o preço a pagar da cruel realidade seja alto.
"Porque é que nos questionamos tanto?" - Porque questionar é aprender. :)

"Nada é perfeito, então porque buscamos a perfeição?" - Acharam o Santo Graal?


Tu tens essa capacidade...usa-a! Vê com o outro olho...não não é esse...o outro :)!

Abreijinhos Alien

  miss bradshaw

sábado, outubro 11, 2008 11:51:00 da tarde

este post agora foi-me kuase dedicado =)


mas nao somos nós que somos diferentes.....eles é que queriam ser iguais a nos e nao conseguem

  Afrika

domingo, outubro 12, 2008 1:10:00 da manhã

Porque? Porque somos seres humanos! Tao simples quanto isso. Erramos. Enganamo-nos. Tentamos. Levantamo-nos. Enfim...

Muitas vezes, não vejo. Maior parte das vezes vivo num "day dreaming" mas não posso negar que sou/tenho ideias preconcebidas. E sou muitas vezes levada pelas aparências... infelizmente não consigo evitar. Juro que (por mais que nao queira) por vezes gosto muito mais do "embrulho" que da prenda em si! Mas os meus amigos mesmo assim dizem que sou muito naif, ingénua vá. Mas enfim...

  ipsis verbis

domingo, outubro 12, 2008 3:00:00 da manhã

Crest disse:

"Já se sentiram, como alguém que anda por cá, mas por mais que tente, não percebe o que se passa com toda a estupidez contagiante que nos rodeia?"

Já.

  ipsis verbis

domingo, outubro 12, 2008 3:04:00 da manhã

E pelo que se pode ver nos comentários, não és o único "verdinho" (para mim os aliens ou são verdes ou têm um dedo enorme com forma fálica a apontar para tudo) aqui.

  Van

domingo, outubro 12, 2008 5:13:00 da manhã

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah! tou farta de idiotaaaaaaaaaaaas! anormaiiiiiiiiiiiiiiis!!!! energúmeroooooooooos! tudo pá pqp!!!!!!!!!!

Neste momento, quem me dera ser mesmo um alien!! ou então que uma cambada de aliens lagartos abduzisse essa malta toda e lhes infernizasse a vida para sempre!!

Olha lá, emprestas-me o moçambicano, emprestas???? anda aí um bicho a precisar de levar com um!!!!!!

aaaaaaaaaaaaaaah! parva sou eu que me deixo sempre provocar por picardias...

  Naturezas

domingo, outubro 12, 2008 1:15:00 da tarde

Tudo questões válidas e aplicáveis a muitas pessoas , talvez seja isso a nossa forma de evoluir como humano. Há quem diga que é tempo perdido , responder a essas questões existenciais, por isso :

"Porque é que se complicam tanto as coisas que poderiam ser tão simples?"
Porque acho que cada ser humano(adulto) é um emaranhado de vivências e experiências pouco entendidas. E por medo, mesmo sabendo por instinto que não estão a tomar a decisão certa duvidam e hesitam.

"Porque é que meio mundo se tenta aproveitar das fragilidades do outro meio?"
Acho que é por medo novamente, como sabem mas não querem admitir que basta nascer no local errado ou com outro código genético, para tudo ser completamente diferente. E essa sensação de completa impotência é exacerbante para muita gente, que ao subjugarem alguém ficam satisfeitissimos, porque ao menos agora controlam algo.

"Porque é que que tropeçamos, mesmo quando estamos no caminho certo?"
Na minha opinião é por medo, uma vez que sabemos que estamos a fazer o que é certo, e quando só falta o "quase" é quando tudo se complica, não queremos admitir que nos auto-sabotamos, mas a verdade é que as adversidades que acontecem nessas alturas ,chamamos de AZARES quase irremediáveis, quando não passam de dramatizações demonstrativas do medo de falhar.

"Porque é que duvidamos de nós próprios sem motivos?"
Acho que é porque não paramos de nos surpreender seja no lado bom como também do lado mau, e nem sempre é fácil lidar com todas as nossas capacidades , um cérebro maravilhoso dividido de uma parte a lógica(ciência) e na outra parte tudo o que é ilógico(criatividade), mais uma vez é o medo.

"Porque é que julgamos os livros pelas capas?"/ "(...)porque é que rotulamos as pessoas?"
Por medo. Porque é mais fácil que aceitar maneiras de ser e formas de viver.

"Porque é que insistimos em cair em buracos que já conhecemos?"
Se calhar precisamos da confirmação que é um erro , se calhar é porque se está inseguro, se calhar é porque se tem medo de tentar uma abordagem diferente.

"Porque é que a desgraça dos outros nos faz sentir menos mal?"
Porque sabemos perfeitamente que podiamos ser nós no lugar dessa pessoa , mas tivemos sorte e acho muito bem que as pessoas se sintam bem por estarem vivas , até porque é impossivel sentir-se mal por estar morto , agora no Código Moral dos Bons Costumes isso é muito feio, ficar satisfeito com a desgraça dos outros.

"Porque é que queremos ajudar mas dizemos que não temos tempo?"
Acho que é porque ninguém tem o tempo, e depois se calhar nem de nós sabemos cuidar quanto mais dos outros...

"Porque é que precisamos de falar mas não sabemos ouvir?"
Depende, não saber ouvir é diferente de não querer ouvir, a primeira é porque se é egoista a segunda é por medo de ser mal interpretado.

"Porque é que achamos que os nossos problemas são os maiores do mundo?"
Porque conhecemos bem a dor da pessoa afectada(a nossa); Depois assumimos uma escala baseada em nós próprios ,e é um principio estupido mas também hilariante ahah porque não se aplica a ninguém a não ser o próprio.

"Porque é que as pessoas erradas estão sempre no sitio certo?
Porque é que as pessoas certas nos passam ao lado?
A 1ª e 2ª , pessoas certas , locais certos , pessoas erradas, locais errados , acho que isso não existe, o que existe é a tua predisposição para aproveitares uma oportunidade quando a vislumbras.

"Porque é que nos achamos especiais?"
Porque somos realmente especiais, somos todos diferentes uns dos outros e as nossas diferenças é o que nos faz especiais, mas é só especiais não é espaciais.

"Porque é que construímos ideais que serão destruídos pela cruel realidade?"
Porque podemos sonhar e também porque o sonho ainda não paga imposto. Quanto à destruição pela cruel realidade, um sonho é para ser vivido no momento que se sonha. Um sonho também pode ser considerado uma realidade alternativa desde que se tenha noção que essa realidade não é compatível com a realidade partilhada por todos, é bom sinal quando sabemos destinguir as duas realidades.

"Porque é que nos questionamos tanto?
Nada é perfeito, então porque buscamos a perfeição?"
Acho que nos questionamos porque temos o instinto e ansia de querer evoluir não sabemos como, nem onde, nem quem , mas estamos a fazer por isso. Quanto à perfeição, sabemos que é inatingínvel, por isso e como Guilherme Tell, em vez de apontarmos para o centro do alvo, apontamos para a maçã colocada na cabeça do rapaz que segura o alvo, tem muito mais piada assim.

Quanto ao facto de existirem Aliens, não sei nunca vi , mas conheço muito boa gente que se sente alienada.

Bonito texto, bonitas questões . Bom Domingo.

  Mulheka

domingo, outubro 12, 2008 2:26:00 da tarde

Isso foi da noite de 6ª feira, ai foi foi! Apareceste grávido? É essa a razão de tantas perguntas? :p

  Jo

domingo, outubro 12, 2008 2:35:00 da tarde

Bela música, boa escolha excelente texto.

  Van

domingo, outubro 12, 2008 10:24:00 da tarde

Já mandavas o alien fonar pra casa... :-p :D

  sexy hot

segunda-feira, outubro 13, 2008 12:40:00 da manhã

oLá :)
Já vai algum tempinho que por cá não passava, peço desculpa por isso, mas tive uns problemas com o Pc... depois com o seguro que nunca mais me devolvia o pC e se escrever no blog já revelou uma terefa complicada quanto mais andar a visitar outro e comentar e etc e tal e agora com a entrada na faculdade aiiiiiiiiiiiii pronto já disse tudo.

Epera lá... não disse não, falta comentar o post :)
Já te disseram que fazes muuuitas perguntas ao mesmo tempo? E que ainda para mais são dificeis de responder? Enfim... não consigo arranjar resposta para todas, mas quanto ao mundo... eu criei o meu em que só deixo entrar quem eu quero :) mas o mundo real não me passa ao lado apesar de eu tentar não vêr certas e determinadas coisas e se tudo fosse perfeito seria uma chatisse :)

Gosto da música :)

Beijinho grande equivalente a todo este tempo que tive ausente do teu blog :)

  Castronauta

segunda-feira, outubro 13, 2008 1:10:00 da manhã

Eu sinto-me mais um ET, porque tenho vontade de "esticar o dedo" e "curar" alguém da dor de não sentir prazer.

É perigoso questionarmos demasiado as coisas, porque podem surgir as perguntas "O que ando cá a fazer? Qual o meu papel no Universo?", e podes não ter uma resposta para dar.....

  Teté

segunda-feira, outubro 13, 2008 1:50:00 da manhã

Se as dúvidas existenciais dos seres humanos não fossem um "campo de batalha" permanente, ao longo dos milénios, achas que agora estaríamos a escrever, em frente a um PC? Ná, provavelmente, ainda estaríamos enfiados numa caverna... ou a saltitar de galho em galho, nas árvores!

Mas de uma coisa podes estar certo: mesmo não sendo um Alien, se não fores tu a considerar-te especial (bem como os teus familiares e amigos, evidentemente!), quem vai???

Com o tempo vais aprender a relativizar essas questões, de difícil e não unânime resposta para todos! Sem perder totalmente a esperança num mundo, que todos sabemos que poderia ser muito melhor... ;)

  São

segunda-feira, outubro 13, 2008 2:53:00 da manhã

Não sou de dizer palavrões mas quando li este texto a primeira palavra que me saiu foi “porra” quantas vezes já me fiz estas perguntas, quantas vezes já me senti um autêntico E.T.
Nunca me identifiquei tanto com um texto que tenha lido, como com este.

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 5:24:00 da manhã

Pax disse...

"Porque é que fazes tantas perguntas tão dificeis de responder?"

Porque... ET phone home. ET want to go home :(

  Marta

segunda-feira, outubro 13, 2008 12:06:00 da tarde

Mas ainda bem que questionamos...senão teríamos sempre a certeza que não era preciso mudar nada!

  ONDINHAS

segunda-feira, outubro 13, 2008 5:05:00 da tarde

nota dez...Crest!

  Pax

segunda-feira, outubro 13, 2008 5:38:00 da tarde

"Porque... ET phone home. ET want to go home :("

Queres que te mande o chapéu de chuva ou desenrascas-te sozinho?

:)

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 11:25:00 da tarde

caditonuno disse...

"eu nao sou bem um alien perdido. sou só talvez de um dos países vizinho, nao de outro planeta!"

Então ainda passas despercebido.

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 11:34:00 da tarde

ines disse...

"fónix e para que servem tantos? são piores que erva daninha, dão cabo de nós! Eu se fosse a ti fazia já um embrulho e... lixo! Bom fim de semana, e nada de mais porquêssssss!"

Se nao tentarmos pelo menos perceber o que nos rodeia o que resta para fazer?
Acho que a nossa passagem nao é mais do que uma recolha estatística.

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 11:37:00 da tarde

Foi Bom disse...

"Nao e' preciso ser-se cego para fecharmos os olhos e idealizarmos um mundo melhor."

É verdade, mas fechar os olhos é temporário e somos sempre desiludidos quando os abrimos.

"Es Alien? Achas que estas sozinho? Olha que nao, olha que nao!"

Por isso deixei esta musica para todos os Aliens, mesmo que de outros planetas que nao o meu!

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 11:42:00 da tarde

Anónimo chii disse...

"è como se a chuva limpa-se / purificasse tudo..."

Por vezes dá essa sensação, acho que é por isso que muitas vezes enquanto todos fogem da chuva eu arranjo maneira de me encharcar.

"Gostava era que o Gavin em certos concertos tira-se o que quer que seja que tem na boca pois muito raramente se percebe o que canta.... este vídeo clip é um óptimo exemplo do que falo!"

É o homem parece que tem a boca cheia de caramelos.

"Não gosto da voz dele, gosto das letras..."

Sao boas letras e a voz dele é melhor depois de devidamente tratada em CD.

"Bom post, é pá a vida é para se viver... infelizmente não vem com manual de instruções =S"

O que seria uma chatice, no entanto seja o que for que compre, o manual vai para o lixo sem ser lido. Gostava sim do manual da mulher.

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 11:43:00 da tarde

vita disse...

"A resposta a todas essas perguntas é simples, porque somos humanos.;)"

É a resposta normal, mas nao dizem que os humanos sao inteligentes?

"Se não fossemos assim eramos...ETs.;P"

Eramos como eu :P

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 11:48:00 da tarde

Van disse...

"Custa-me que o óbvio seja tão desconhecido para uns. Que o simples seja complicado. Que o humano em geral só pense nele mesmo. Que metade da população não perceba nem um terço do que estou a dizer (quando te esforças para explicar algo, e acabas com a sensação de, mas sou eu que tou parvo ou que, já não sei explicar-me ou que? porque do outro lado ou não querem entender, ou são obtusos, ou só querem andar à porrada verbal)."

É um pouco assim, é como dares a escolher a um chimpanzé entre a inteligência e cacho da banana. Tanto o homem como o macaco escolhem as bananas.

"Duvidar de nós proprios faz-nos evoluir (se não for de tal ordem que nos paralisa de medo)."

Mas faz-nos também perder oportunidades em momentos em precisamos de decidir em segundos.

  Crest©

segunda-feira, outubro 13, 2008 11:49:00 da tarde

PsYcHo_MiNd disse...

"A ignorância é mesmo uma bênção !"

Essa é uma triste verdade.

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:14:00 da manhã

Afrodite disse...

"As tuas perguntas...só o tempo as saberá responder. Irra que o tempo é inteligente :), é a resposta a tudo! :)"

É verdade, quando o vir ele vai ter de me responder a muita coisa.

"Porque às vezes são mesmo complicadas mesmo que pareçam simples :)."

Não acho, acho e que complicamos por conveniência, porque nos dá jeito.

"Porque alguns de nós gosta de sofrer...digo eu!"

Mas por vez tropeça-se nos pés de terceiros.

""falar mas não sabemos ouvir?" - Esse é um defeito que os Aliens não possuem."

Ahahaha, é verdade!

""Porque é que as pessoas certas nos passam ao lado?" - Porque andamos ceguinhos de todo? Essa também não sei..."

Pois, no entanto é das mais importantes, quem tiver a resposta para esta, tem uma mina de ouro nas mãos.

"Na contrução dos ideais temos objectivos e fazem-nos feliz mesmo que o preço a pagar da cruel realidade seja alto."

Mas será que o que vemos é a realidade? Ou seria a realidade o que sentimos?

"Tu tens essa capacidade...usa-a! Vê com o outro olho...não não é esse...o outro :)!"

Agora confundiste-me com o olho, é que tenho 4 mas o da alma não o sei usar!

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:16:00 da manhã

miss bradshaw disse...

"este post agora foi-me kuase dedicado =)"

Claro que foi. Foi dedicado a todos os Alien, pois felizmente há muitos.

"mas nao somos nós que somos diferentes.....eles é que queriam ser iguais a nos e nao conseguem"

O triste é que nem tentam :S

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:20:00 da manhã

Afrika disse...

"Porque? Porque somos seres humanos! Tao simples quanto isso. Erramos. Enganamo-nos. Tentamos. Levantamo-nos. Enfim..."

Então porque é que a nossa suposta inteligência nao é usada?

"Muitas vezes, não vejo. Maior parte das vezes vivo num "day dreaming" mas não posso negar que sou/tenho ideias preconcebidas. E sou muitas vezes levada pelas aparências... infelizmente não consigo evitar. Juro que (por mais que nao queira) por vezes gosto muito mais do "embrulho" que da prenda em si! Mas os meus amigos mesmo assim dizem que sou muito naif, ingénua vá. Mas enfim..."


Isso já me custa a entender. Parece um concurso de televisão em que dao a escolher entre a montra numero 1 que é a Felicidade e a montra numero dois que é um prémio surpresa num embrulho lindo.
A maioria vai para o embrulho lindo mesmo sabendo que o prémio da montra 1 é unico.

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:21:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"Já"

Ehhehehe, e está tudo dito!

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:24:00 da manhã

ipsis verbis disse...

"E pelo que se pode ver nos comentários, não és o único "verdinho" (para mim os aliens ou são verdes ou têm um dedo enorme com forma fálica a apontar para tudo) aqui."

Eu não sou verde e o meu dedo fálico aponta mas não para tudo, só para o que lhe desperta a atenção o que curiosamente é só para cima ou para baixo.

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:27:00 da manhã

Van disse...

"Neste momento, quem me dera ser mesmo um alien!! ou então que uma cambada de aliens lagartos abduzisse essa malta toda e lhes infernizasse a vida para sempre!!"

Bolas, deixem-nos todos aqui que este planeta está fodido, levem-me é a mim para um sistema solar mais civilizado.

"Olha lá, emprestas-me o moçambicano, emprestas???? anda aí um bicho a precisar de levar com um!!!!!!"

Quando li isto, fui ao teu cantinho para o sodomizar mas não o vi. Podes levar o Moçambicano, mas tens de o vir trazer a casa antes da Meia-Noite ou ele transforma-se num eucalipto!

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:42:00 da manhã

´Naturezas disse...

"Tudo questões válidas e aplicáveis a muitas pessoas , talvez seja isso a nossa forma de evoluir como humano."

Tenho sérias dúvidas se continuamos a evoluir.

"Acho que é por medo novamente, como sabem mas não querem admitir que basta nascer no local errado ou com outro código genético, para tudo ser completamente diferente. E essa sensação de completa impotência é exacerbante para muita gente, que ao subjugarem alguém ficam satisfeitissimos, porque ao menos agora controlam algo."

Gostei desta resposta.

"Na minha opinião é por medo, uma vez que sabemos que estamos a fazer o que é certo, e quando só falta o "quase" é quando tudo se complica, não queremos admitir que nos auto-sabotamos, mas a verdade é que as adversidades que acontecem nessas alturas ,chamamos de AZARES quase irremediáveis, quando não passam de dramatizações demonstrativas do medo de falhar."

No entanto nem sempre tropeçamos sozinhos, por vezes passam-nos uma rasteira, era mais neste campo que fiz a pergunta.
O nosso caminho certo é como que um auto-estrada sem obstáculos que nos levará onde sempre sonhámos, no entanto aparece alguém (inveja), que nos tenta derrubar, ou alguém (paixão), que nos faz duvidar e até seguir por um desvio.

"Se calhar precisamos da confirmação que é um erro , se calhar é porque se está inseguro, se calhar é porque se tem medo de tentar uma abordagem diferente."

Se calhar deram-nos uma mocada e e largaram-nos lá para dentro.

"e acho muito bem que as pessoas se sintam bem por estarem vivas , até porque é impossivel sentir-se mal por estar morto"

Eu acho que me vou aborrecer de estar morto :D

"Porque conhecemos bem a dor da pessoa afectada(a nossa); Depois assumimos uma escala baseada em nós próprios ,e é um principio estupido mas também hilariante ahah porque não se aplica a ninguém a não ser o próprio."

De facto. Pessoalmente ligo a CNN e depois sinto-me um idiota por perceber que os meus problemas nao sao nada!

"A 1ª e 2ª , pessoas certas , locais certos , pessoas erradas, locais errados , acho que isso não existe, o que existe é a tua predisposição para aproveitares uma oportunidade quando a vislumbras."

Esta resposta fez-me sorrir, pois foi até onde eu cheguei :)


"Quanto à perfeição, sabemos que é inatingínvel, por isso e como Guilherme Tell, em vez de apontarmos para o centro do alvo, apontamos para a maçã colocada na cabeça do rapaz que segura o alvo, tem muito mais piada assim."

Realmente é um ponto de vista interessante.


"Quanto ao facto de existirem Aliens, não sei nunca vi , mas conheço muito boa gente que se sente alienada."

Ou entao é isso!

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:44:00 da manhã

Mulheka disse...

"Isso foi da noite de 6ª feira, ai foi foi! Apareceste grávido? É essa a razão de tantas perguntas? :p"

Nao, sei bebi um orgásmo (cocktail), nao sei até que ponto poderei engravidar.

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:45:00 da manhã

Jo disse...

"Bela música, boa escolha excelente texto."

Grazie

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:46:00 da manhã

Van disse...

"Já mandavas o alien fonar pra casa..."

Ninguém atende :(

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:49:00 da manhã

sexy hot disse...

"Já te disseram que fazes muuuitas perguntas ao mesmo tempo? E que ainda para mais são dificeis de responder?"

Já, dizem-me isso sempre. É simples, se as perguntas nao forem complicadas, eu já sei a resposta.

"Beijinho grande equivalente a todo este tempo que tive ausente do teu blog :)"

Ena, tao grande :)

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:50:00 da manhã

Castronauta disse...

"Eu sinto-me mais um ET, porque tenho vontade de "esticar o dedo" e "curar" alguém da dor de não sentir prazer."

Ahahahaha

"É perigoso questionarmos demasiado as coisas, porque podem surgir as perguntas "O que ando cá a fazer? Qual o meu papel no Universo?", e podes não ter uma resposta para dar..."

Tenho sempre resposta para isso. Ando aqui em busca de respostas...

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 12:53:00 da manhã

Teté disse...

"Se as dúvidas existenciais dos seres humanos não fossem um "campo de batalha" permanente, ao longo dos milénios, achas que agora estaríamos a escrever, em frente a um PC? Ná, provavelmente, ainda estaríamos enfiados numa caverna... ou a saltitar de galho em galho, nas árvores!"

O que nao significa que sejamos mais felizes a questionar do que a saltar de galho em galho

"Sem perder totalmente a esperança num mundo, que todos sabemos que poderia ser muito melhor... ;)"

Eu acho que nao tenho esperanca nenhuma num mundo melhor, apesar de qualquer mundo ser melhor que este, em especial se nao tiver humanos :P

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 1:00:00 da manhã

São disse...

"Não sou de dizer palavrões mas quando li este texto a primeira palavra que me saiu foi “porra” quantas vezes já me fiz estas perguntas, quantas vezes já me senti um autêntico E.T."


Acho que se nos sentimos assim, estamos bem melhor do que os carneirinhos sociais!

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 1:09:00 da manhã

Marta disse...

"Mas ainda bem que questionamos...senão teríamos sempre a certeza que não era preciso mudar nada!"

Também é verdade.

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 1:10:00 da manhã

ONDINHAS disse...

"nota dez...Crest!"

de 0 a quantos?

  Crest©

terça-feira, outubro 14, 2008 1:11:00 da manhã

Pax disse...

"Queres que te mande o chapéu de chuva ou desenrascas-te sozinho?"

Chapéu tenho, mas nao sei marcar o numero de casa nele :S

  Jane Doe

terça-feira, janeiro 06, 2009 5:59:00 da tarde

Por acaso também me sinto assim, e hoje é, particularmente, um desses dias.

Mas, apesar dos dias em que me apetece bater com a cabeça em algum sitio duro a ver se racha...
A maioria deles sinto orgulho de ser Assim.

O problema é que eles (os Alliens...) Não são muitos, ou não se dão a conhecer e... o caminho acaba por ser um bocado a dar para o desértico...

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 11:04:00 da tarde

Jane Doe disse...

"O problema é que eles (os Alliens...) Não são muitos, ou não se dão a conhecer e... o caminho acaba por ser um bocado a dar para o desértico..."

Eles encontram-se de vez em quando, nem sempre se entendem, mas é sempre bom quando se encontram.

  Jane Doe

quarta-feira, janeiro 07, 2009 8:06:00 da manhã

Sabes onde estão?

Diz-me, porque acho que me perdi...

Ah, espera...

Encontrei dois...

Ou serão três?

It feels good to be at home...