Fode-te e dança!


Hoje vou falar de uma musica dos "NBC" que se chama "Bem vindo ao passado" e conta no refrão com o contributo discreto, do Rui Reininho dos GNR. Encontrei-a num CD, que fui "obrigado" a comprar, por ter um nome ridículo e sobre o qual irei escrever numa outra oportunidade.
Eu até gostei deste tema, entra no ouvido, soa bem, mas o problema é a minha mania de analisar e dissecar as coisas. Por volta da terceira vez que ouvi a musica e visto, que não estava a fazer mais nada, simplesmente a ouvir, reparo na letra. Não queria acreditar no que estava a ouvir, por isso ouvi novamente, transcrevi a letra, voltei a ler e disse do fundo do coração "Puta-que-pariu"!
É um tema de Hip Hop, que é cantado por um negro que, obviamente não teve uma vida difícil, mas como todos os rappers teem de ter uma vida difícil, este, lá fez uma letra para parecer que sim, mas as contradicoes são demais para ser verdade e o assunto varia mais, do que uma puta numa noite bem frequentada. Ora, ele fala da sua infância, ora ele dá conselhos à malta, ora diz que o pai era mau, mas afinal era bom, pede desculpa, mas nunca diz porquê, faz uma divagação sem sentido que rima 8 vezes em "ão"... que até tira o tesão.

Mas o incrível é que consegue agradecer aos fundadores do nosso país, aos descobridores e dar a volta ao texto todo e torná-lo num texto, sobre o racismo do branco sobre o negro.
Olha vai para o caralho que te foda!
Nada me irrita mais do que pretos, sempre a cantar a musica do coitadinho, dizendo que não são ninguém e a culpa é do branco. A culpa é tua, é vossa, que acham que só porque o vosso avozinho levou uma chicotadas do meu, que eu vos devo algo, ou que tenho de vos dar desconto, abrir excepções. Os meus amigos pretos, não se atravem cantar-me essa música, pois sabem que levam com uma cadeira pela cabeça, pois já lhes disse várias vezes, que o motivo pelo qual eles teem trabalhos de merda, é por só fazerem merda e se meterem em merdas, que não lembram ao caralho. Pretos, brancos ou azuis, a culpa é individual!

Mas agora vamos lá a esta espécie de poema:
.
"Nunca fui muito aberto para falar de mim,
Nem nunca estive
Tao perto de saber de onde vim
Queres um motivo concreto
para eu ser tão discreto
Eu digo são vários como uma lâmpada de Aladin"

.
"um motivo", "são varios como uma". Jovem, 1 motivo é sempre um, é singular por isso não podes usar "são", que é plural. Um motivo é. "Um motivo", alem de singular, é masculino, por isso nem "são" nem "várias". Porra, é que depois de tornares o singular masculino, em plural feminino, devolves-lhe o singular, mas retiras-lhe o sexo, continuado no feminino em "uma lâmpada de Aladin".
Por falar em lâmpadas de Aladin e sem recorrer à pergunta lógica,"desde quando é que uma são varias?", o que pergunto é, "onde caralho há dessas lâmpadas?", já deves ter visto montes delas, ou então andas fodido dos cornos!

"Uma mãe, um pai, quatros filhos pretos no chão
éramos todos criança não tínhamos a noção
do que é não ter pão
fotografia só serve para recordação
por isso e que eu fiz disso a minha capa
na minha primeira gravação
quero ser a excepção
com muita educação
é a minha missão
pensamento em ão
e aprendi a lição
e fiz disso um refrão"


Olha, cagalhão, para tanto ão.
"Uma mãe, um pai, quatro filhos pretos no chão, éramos todos criança não tínhamos a noção, do que é não ter pão" ora, onde esta a desgraça? Uma mãe e um pai e 3 irmãos, ou seja uma família unida. Há quem, como eu tenha crescido sem ser no seio de uma família e não ando para aí a cantar, a musica do coitadinho.
Pai preto, mãe preta, filhos pretos, acho normal, tal como acho normal estarem todos no chão, pois isso é culpa da gravidade do nosso planeta. Dito isto, a desgraça não deve ser estarem no chão. Poderá ser a cor de pele, se o pai e a mãe forem brancos, aí a culpa pode ser de um antepassado ou do vizinho. Mas partindo do principio que não é o caso, não vejo nada de anormal nesta infância. Ainda por cima, quando não tinham "noção do que é não ter pão", pois qualquer criança sem pão, tem a perfeita noção que não o tem, desde tenra idade.
Outra que não percebi é essa do "pensamento em ão", eu compreendo, que devido à métrica seguida, precisavas de um verso aí, mas será que não tinhas 10 minutos para arranjar algo melhor que "pensamento em ão"?

Agora é a vez do refrão com o Rui Reininho. Neste refrão é onde o autor pede desculpa por algo que fez, mas nunca chega a dizer o que foi. Mas saltamos o refrão, apesar de o Rui Reininho ter muito que se lhe diga, em particular sobre aquele tema nojento, chamado "saliva"!
Continuando:

"Ainda hoje estou para saber com isso foi possível
criar tanta gente junta num ambiente incrível
nunca faltou quase nada, só o meu pai é que viveu
quase todo o património como bem lhe apeteceu"

O que é que afinal esse ambiente tinha assim de tão incrível? É que se o teu pai gozou de todo o património, é porque havia património e há quem não tenha nada e para quem o património é a roupa que teem no corpo. Nestes versos, além da história do coitadinho pobre, vens com a história de "o meu pai era uma besta". Então explica-me os versos que se seguem.

"a ausência cria lacunas,
ele procura fortunas
para que os seus filhos possam cantar nas tunas
mas criam-se barreiras mais altas que dunas,
como tunas"

Mas afinal o teu pai, gozou do património ou tentou vencer na vida, para permitir que os filhos tentassem obter uma educação a nível universitário? Não percebo, um pai que luta para que os filhos possam estudar, não me parece alguém que goza do património como bem lhe apetece. Mas agora vem a merda de comentário, de que existem barreiras institucionais aos negros nas universidades. Não existem, antes pelo contrario os estudantes PALOP só teem vantagens como: casa paga, comida paga, propinas pagas e ainda uma mesada, como se isto não bastasse, enquanto eu precisei de uma média de 17 para garantir o meu lugar, havia lá PALOPS que só precisaram de 14. As barreiras que falas, devem ter sido, como são na maioria das vezes, barreiras criadas por ti, barreiras típicas do coitadinho!
Agora vou saltar uns versos, onde este gajo sublinha a sua homossexualidade, ao queixar-se que nas aulas "eu era o único rapaz, o resto são alunas". Incrível como ele "era" o único rapaz e o resto "são". Ora se ele esteve realmente na faculdade como a letra diz, eu então estive a estudar para freira!

"Eu nunca tive ciumes
nunca amei por inteiro
eu pensava que eras tu
mas trocaste-me pelo primeiro
que dizia ser o meu parceiro
mas hoje não acompanham
pois há ouvidos que emprenham
há inimigos que engenham
para que eu tenha um
final infeliz"


Nunca tiveste ciumes, pois nunca amaste, qual é a confusão?

"Quando o futuro chegar
e trouxer a minha semente
vou leva-lo lá atrás
na minha máquina do tempo
cantá-lo, mostrá-lo, mudá-lo
O caminho de pedra, de cal,
de sal do mar
Que atravessamos para conquistar o nosso espaço
aos que deram a vida por ele
Obrigado"


Se queres "levá-lo lá atrás" isso é contigo, acho que cada um deve levar onde lhe dá mais jeito. Eu acho incrível, a maneira como consegues passar de uma dissertação onde falas em mostrar o teu passado ao teu futuro filho e saltares, sem aviso, para um agradecimento a todos os que morreram pelo no nosso país e, aos que atravessaram o oceano para o afirmar mundialmente. Gostaria de referir, que já ouvi imensos agradecimentos aos nossos fundadores e navegadores, mas nunca ouvi ninguém a enviar-lhes "um forte abraço", Fantástico devaneio ilógico, mas gostei da amabilidade, companheirismo e à vontade para com os nossos antepassados!

"Nada passa em vão,
tu queres tomar a decisão?
então vai se és homem
quando chegares a homem
num erro crasso transforma
com as tuas más performances
olha para trás e os nomes,
que nos teu livros consomes
pega num par de headphones
num mP3 e num DIV
e ouve o discurso directo do Martin Luther King
vais ver como a tua vida muda como mudou a minha"


Só os homens é que podem tomar decisões e controlo da sua vida? E que merda é essa do discurso directo do Martin Luther King? Esse gajo falava dos direitos iguais da raça negra, o que é que isso tem a ver com a puta desta letra? Quer dizer afinal a tua vida é uma merda, porque o branco é racista? Então eu chamo-te porco machista, pois pelos vistos, achas que só o homem toma decisões e a mulher vai na onda. 
Gostaria também de referir, que o que ouviste do Martin (se é que ouviste alguma coisa), não é o seu discurso directo e não é por dois motivos:
1- É gravado e como tal não é directo.
2- Um discurso directo é quando alguém fala com outra pessoa e ele morreu por isso já não fala e se não fala, terminaram os seu discursos directos.

Para ti, seu ganda maluco de mente confusa e perturbada. Fode-te e dança.

Terminou aqui, o meu discurso directo que passará a ser indirecto assim que o lerem.

Correccão :
1-Na verdade o gajo nao diz, "pensamento em ão" mas sim uma tentativa de dizer "pensamento só há um", dizendo "pensamento só hãom".

50 Comentários:

  crazy_girl

domingo, março 16, 2008 2:37:00 da manhã

Ainda não consegui parar de rir desde que li este post, quer pela "ignorância" deste Rapper, quer pelos meus ouvidos desatentos a pormenores. Também tenho este cd de tributo aos GNR, e até já trauteei esta música mas nunca tinha reparado em todas esta incongruências sucessivas. De futuro vou tentar estar mais atenta às pequenas coisas que têm grande importância. :)

  Kenny

domingo, março 16, 2008 7:40:00 da manhã

Desde que ouvi as Dunas que acho o Reininho maluco. O homem deve fumar pouco deve...

Portanto acho normal que uma música de um pseudo-rapper associado ao Reininho tenha uma letra tão... errr... singular. :)

"...se és homem
quando chegares a homem...
"

Fantástico!
Kenny.

  ipsis verbis

domingo, março 16, 2008 9:53:00 da manhã

Epá, aquele "pensamento em ão" estava a fazer-me confusão, (eh não,não vou continuar a rimar), por isso fui procurar a música aqui, e depois de ouvir 3 ou 4 vezes, (só esta parte)percebi que ele diz: "pensamento só há um".



PS: Da primeira vez ouvi pareceu-me "pensamento surround" sem os "rr's"... :D mas na segunda ou terceira audição, deu para perceber que os gajos escolheram mesmo a versão "mono".

  pax

domingo, março 16, 2008 10:47:00 da manhã

Lol.
Vou passar essa música para o meu mp3. Assim, cada vez que for andar de bicicleta lembro-me ou de ti ou dos pretos...
:)

  FATifer

domingo, março 16, 2008 12:05:00 da tarde

Bem, primeiro fui ouvir a música em causa pois, sou daqueles que gosta de criticar com conhecimento de causa.

Começando por dizer que nunca consegui gostar de nenhuma música dos GNR e que só ver o reininho já me deixa mal disposto (ele nem precisa de abrir a boca!), percebo muito bem porque saltaste o comentário ao refrão senão post nunca mais acabava.

Em relação aos teus reparos (concordo e) não tenho muito a acrescentar (pois para o fazer teria de desperdiçar mais 5 min da minha vida com esta música e tirar notas e... tal não é uma ideia quem me agrade)

Por fim dizer que não sendo grande amante de hip hop, rap e todos os seu derivados, só há um cantor dentro do género que, até hoje, me encheu as medidas e cujos discos compro sem pensar duas vezes – Gabriel o pensador.

Finalizando (sim eu sei que já tinha dito “por fim “ mas ) dizer que admiro a tua paciência de te dares ao trabalho de tirar notas. Acredito que te tenha dado algum gozo tirar as ilusões àquelas pessoas que ouvem as músicas sem as ouvir, não se apercebendo portanto destes pequenos (grandes) pormenores que evidenciaste.

FATifer
PS- tenho andado ausente do comentário por aqui pois tenho lido com algum atraso e depois já não me parece oportuno comentar mas em relação a posts como o “Moda!” e o “Escuteiros”, dizer que não poderia ter escrito muito melhor e entendo-te perfeitamente!

  vincent vega

domingo, março 16, 2008 1:03:00 da tarde

bom, nem sei por onde hei-de pegar nesta merda. talvez pelo principio.
- ao reininho não me importaria de lhe entalar os cornos na porta da geleira onde guardo as minis, enquanto lhe batia com um taco de basebol no lombo.
- à ladainha do "sou um desgraçado preto, o meu pai é preto, por ser preto sou obrigado a vestir merdas de roupas com 20 numeros acima do meu, comprar uma pistolas, fazer uns assaltos, blá,blá,blá...." só tenho a dizer que pretos,amarelos,brancos e seja mais o que for, é tudo igual. a pobreza de espirito é a mais dificil de combater. (obvimante existem casos socialmente complicados que o estado deve resolver, mas daí até ser tudo gato do mesmo saco...)
- deveria ser criada a figura penal de "tentativa de homicidio de lingua falada" para condenar estes débeis mentais.

(nunca aqui tinha vindo. acho que vou juntar isto à lista.)

  Sónia

domingo, março 16, 2008 1:27:00 da tarde

Ri realmente e fiquei cheia de vontade de comentar o que escreveste! Eu estou cansada de coitadinhos!
Em suma...que puta de música e que puta de letra!

  Sandra

domingo, março 16, 2008 2:30:00 da tarde

Eu simpatizo com o Reininho, com o seu ar meio esgrouviado, com algumas das letras muito fora das canções que canta, que me fazem pensar "take me to your dealer", eheheh...

Quanto à música em questão, não ouvi ainda o suficiente para perceber bem a letra e tirar conclusões mas assim de repente quer-me parecer que tu também não ouviste a música muito bem, o que te levou a fazer interpretações erradas.

A parte que transcreves que fala dos inimigos que engenham para que ele tenha um final feliz, na verdade ele diz "final infeliz".

Os versos que supostamente se referem às dificuldades no acesso ao ensino superior por ser negro, eu interpreto de outra forma. "As barreiras mais altas que dunas" parecem-me ter a ver com a sua relação com o pai, a distância criada.

No entanto, isto não passam de interpretações e cada um tem a sua. Se tiver tempo, ouço a música com mais atenção e faço um comentário mais fundamentado.

:)

  Osama das Alturas

domingo, março 16, 2008 6:14:00 da tarde

Devias ter tido duas coisas em conta ao escreveres isto:
1º - É o Rui Reininho.
2º - É o NBC.
O Rui Reininho já foi mais que dissecado nos comments anteriores. Do NBC posso-te falar com conhecimento de causa que ouço muito hip-hop. Como rapper nunca convenceu e agora só é solicitado para fazer refrões. O nosso amigo Reininho quis reinar a inverter os papéis e fazendo ele o refrão.
Se quiseres ver um dos pretinhos que estavam no chão a fazer figuras mais tristes que o irmão, vai ao youtube e escreve "blackmastah regula".
Quanto ao post em si, percebi que era para ter piada mas não precisavas ser tão "terra a terra" em certas partes.

  o segredo da lua

domingo, março 16, 2008 7:35:00 da tarde

Bem, depois ter ido ver o video tambem me parece que ele diz "final infeliz", mas seja como for, que paciencia k tu tens pra fazer posts destes!!!

Ja agora, pk k o reininho enfiou na cabeça o cobertor vermelho do cao?! Dasss

  Allie

domingo, março 16, 2008 7:53:00 da tarde

Crest

Sugiro que faças uma rubrica semanal onde analises letras de música. Digamos que tens um jeitinho especial. Não me canso de rir.

  PsYcHo_MiNd

segunda-feira, março 17, 2008 12:10:00 da manhã

Já dizia o outro: 'é disto que o meu povo gosta' e é com estas merdas de musicas que muita gente ouve que ganham muito dinheiro. Quem houve estas coisas é que deve de andar a experimentar umas merdas muito estranhas.

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:30:00 da manhã

crazy_girl:

"Ainda não consegui parar de rir desde que li este post, quer pela "ignorância" deste Rapper, quer pelos meus ouvidos desatentos a pormenores. Também tenho este cd de tributo aos GNR"

O meu n é de tributo aos GNR é muito pior e será assunto para um texto.

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:32:00 da manhã

Kenny:

"Desde que ouvi as Dunas que acho o Reininho maluco."

Ahahaha. Os biombos indiscretos de alcatrao sujo!

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:33:00 da manhã

ipsis verbis:

"percebi que ele diz: "pensamento só há um"."

E é mesmo isso que foi escrito, mas o que ele diz é uma merda muito estranha :)

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:34:00 da manhã

pax:

"Vou passar essa música para o meu mp3. Assim, cada vez que for andar de bicicleta lembro-me ou de ti ou dos pretos..."

Porra n te lembres de mim, com esta :(

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:36:00 da manhã

FATifer:

O Gabriel tem bons temas e muito lixo lá pelo meio.

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:37:00 da manhã

vincent vega:

Ahaha, gostei do comentário e bem vindo a este cantinho.

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:38:00 da manhã

Sónia:

"Eu estou cansada de coitadinhos!
Em suma..."

É isso mesmo, eles nem chateiam, cansam!

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:42:00 da manhã

Sandra:

"quer-me parecer que tu também não ouviste a música muito bem, o que te levou a fazer interpretações erradas."

Escrevi pelo que ouvi, poderia ter feito uma busca pela letra, mas na verdade o que é dito é dito erradamente em relacao ao que foi escrito.


"final infeliz".

É verdade, um "in" muito discreto, mas presente.

"Os versos que supostamente se referem às dificuldades no acesso ao ensino superior por ser negro, eu interpreto de outra forma. "As barreiras mais altas que dunas" parecem-me ter a ver com a sua relação com o pai, a distância criada."

Ele diz que era o único rapaz e o resto eram alunas, depois omiti uma divagacao, que dizia "calca-me esse pumas, aperta-me esse fumas", como se só gente de posses estivesse no ensino superior.

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:45:00 da manhã

Osama das Alturas:

"2º - É o NBC."

Fez me lembrar o prémio da blogósfera BNC (bom/boa na cama) mas o N deve ser de nao!

"Como rapper nunca convenceu e agora só é solicitado para fazer refrões."

A voz para hip-hop n é má, falta-lhe é talento para escrever.

"Se quiseres ver um dos pretinhos que estavam no chão a fazer figuras mais tristes que o irmão, vai ao youtube e escreve "blackmastah regula"."

Lá irei.

"mas não precisavas ser tão "terra a terra" em certas partes."

Ahahaha, mas é assim que escrevo, pois disseco tudo.

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:47:00 da manhã

o segredo da lua:

"Bem, depois ter ido ver o video tambem me parece que ele diz "final infeliz""

E diz mesmo :)

"Ja agora, pk k o reininho enfiou na cabeça o cobertor vermelho do cao?! Dasss"

Porque escondeu lá o LSD!

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:47:00 da manhã

Allie:

"Sugiro que faças uma rubrica semanal onde analises letras de música. Digamos que tens um jeitinho especial. Não me canso de rir."

Aceitam-se propostas de letras :)

  Crestfallen

segunda-feira, março 17, 2008 2:48:00 da manhã

PsYcHo_MiNd:

"Quem houve estas coisas é que deve de andar a experimentar umas merdas muito estranhas."

Ou já está agarrado!

  Afrodite

segunda-feira, março 17, 2008 12:21:00 da tarde

Olha e se comentasses músiquitas ensinadas e cantadas a crianças como o "Atirei o pau ao gato", "Venha ver o que isto é, o neto a bater na avó"...e por ai fora? Acho que tens pano para mangas em termos de pedagogia :)

Abreijinhos e mais uma vez adorei a tua escrita, concordo e assino por baixo...que se fodam os coitadinhos, vão mas é trabalhar e lutar por algo melhor...foda-se! Sejam eles pretos, azuis escuros, azuis claros (é de uma anedota), brancos, amarelos e por ai fora...trabalhem que eu também :).

  pax

segunda-feira, março 17, 2008 4:21:00 da tarde

Porra n te lembres de mim, com esta :(

Tens razão. É mau demais!
Como os perfumes, as músicas também nos fazem recordar pessoas...
Mas, para ti, teria de ser algo muito especial:
Algo mais na linha do Pedro Pais e com refrão dedicado à madre Teresa.
:)

  Vício

segunda-feira, março 17, 2008 7:16:00 da tarde

porque é que eu não fiquei surpreendido ao saber que o Reininho participou numa musica(?) destas?

  Fábio Melo

segunda-feira, março 17, 2008 8:39:00 da tarde

Já frequento o teu blog há algum tempo, nunca tive ideia de comentá-lo, mas este post.. Está excelente.. É o tipo de cenas que um pessoal conversa em grupos de amigos, mas sempre que passa algum menos clarinho... Lá tem um gajo k mudar o tom, não vá a pessoa fikar fora de si..
É bem verdade isso de serem eles a meter-se para baixo, há muito tempo que o digo.. Porque eles entre si também têm umas boas bokas kontra os brancos, mas nós não levamos isso a extremos.. Para quê.. Não é que sejamos superiores a isso.. Mas todos sabemos das asneiras que eles fazem enquanto há meia dúzia deles que eles sim, lutam e têm posições muito melhores que muitos de nós.. Brancos. Os meus parabéns, continua com esse humor incisivo.

  Crestfallen

terça-feira, março 18, 2008 12:40:00 da manhã

Afrodite:

"Olha e se comentasses músiquitas ensinadas e cantadas a crianças como o "Atirei o pau ao gato", "Venha ver o que isto é, o neto a bater na avó"...e por ai fora? Acho que tens pano para mangas em termos de pedagogia :)"

Falo sobre isso neste texto:
http://so-me-apetece-cobrir.blogspot.com/2007/07/salvem-as-crianas.html

  Crestfallen

terça-feira, março 18, 2008 12:42:00 da manhã

pax:

"Mas, para ti, teria de ser algo muito especial:
Algo mais na linha do Pedro Pais e com refrão dedicado à madre Teresa."

Nao está a melhorar...

  Crestfallen

terça-feira, março 18, 2008 12:43:00 da manhã

Vício:

"porque é que eu não fiquei surpreendido ao saber que o Reininho participou numa musica(?) destas?"

LOL

  Crestfallen

terça-feira, março 18, 2008 12:45:00 da manhã

Fábio Melo:

"É o tipo de cenas que um pessoal conversa em grupos de amigos, mas sempre que passa algum menos clarinho... Lá tem um gajo k mudar o tom, não vá a pessoa fikar fora de si.."

LOL


"Não é que sejamos superiores a isso.. Mas todos sabemos das asneiras que eles fazem enquanto há meia dúzia deles que eles sim, lutam e têm posições muito melhores que muitos de nós.. Brancos."

É verdade, para se chegar a algum lado temos de lutar, nao é por sermos branco que as coisas nos caem do céu.

  pax

terça-feira, março 18, 2008 9:39:00 da manhã

"Nao está a melhorar..."

E esta?

«(...)
Oh, when the saints go marching in
Oh, when the saints go marching in
Lord, how I want to be in that number
When the saints go marching in
(...)»

A versão mais famosa é a do Louis Armstrong.

Melhorou?

(Vou abrigar-me, mas já volto...)

  Afrodite

terça-feira, março 18, 2008 12:11:00 da tarde

Xiii tive efeito retardado mas quis participar. Vou ver se me lembro de algo assim poderoso para comentares...por exemplo, porque é que alguns homens vão às putas??? :)

Abreijos e boa terça. Ai também tens feriado na sexta feira santa???

  Ana Reis

terça-feira, março 18, 2008 1:54:00 da tarde

Bom dia alegria!!!!

Já ninguém tem paciência para estas histórias de coitadinhos!!!Eu não sou grande fã de hip-hop,gosto da velha guarda,Da Weasel,Gabriel o Pensador,e pouco mais...Mas a questão aqui é que se pode escrever letras de hip hop sem falar da falta de sorte de ser preto e das discriminações que isso lhes trás ao longo da vida...Tangasssss!!!!Nós somos as escolhas que fazemos,as boas e as más!Bem sei que nem todos temos as mesmas oportunidades na vida,eu própria também gostava de ter tido outras oportunidades ,de fazer aquilo que realmente gosto mas...não me vou chorar e cruzar os braços,mas sim aproveitar a vida e fazer dela a melhor vida para mim!!!!

Falem de putas e vinho verde!!!Das quecas que dão á pala de serem famosos,do governo(ou desgoverno!),do amori,sei lá,tanta coisa para falar em ver da história do desgraçadinho!!!

Quanto aos GNR...as dunas até estão lá,já curti imenso em dunas ao som dessa música...ai ai...adolescência onde estás tu???:)
Mas "cágados estúpidos de pernas para o ar"???,"adoro as pulgas dos cães"???Ai Reininho,Reininho,a coca não mata mas moi...:)

Beijos e Keijos

  Crestfallen

quarta-feira, março 19, 2008 7:59:00 da manhã

pax:

"Oh, when the saints go marching in
Oh, when the saints go marching in
Lord, how I want to be in that number
When the saints go marching in"

... mas o que é que estiveste a fumar?

  Crestfallen

quarta-feira, março 19, 2008 8:01:00 da manhã

Afrodite:

"porque é que alguns homens vão às putas???"

Porque elas se vao embora e nao esperam que um gajo telefone!

"Abreijos e boa terça. Ai também tens feriado na sexta feira santa???"

Feriado sexta e segunda, os feriados aqui sao tao raros que tenho de aproveitar :)

  Crestfallen

quarta-feira, março 19, 2008 8:03:00 da manhã

Ana Reis:

"Da Weasel"

Só ainda nao falei deles, porque os conheco e nao gosto de bater em malta que conheco, mas eles merecem...

"Mas "cágados estúpidos de pernas para o ar"???,"adoro as pulgas dos cães"???Ai Reininho,Reininho,a coca não mata mas moi...:)"

Por acaso até curti essa das pulgas dos caes...

  pax

quarta-feira, março 19, 2008 10:10:00 da manhã

"... mas o que é que estiveste a fumar?"

Que ingrato!
Nem sabes o que me tenho divertido na busca por uma música que se coadune com o tua maneira de ser...
Loooooooool.

  iFrancisca

quarta-feira, março 19, 2008 11:19:00 da manhã

Demorou a ler mas valeu a pena! Gostei especialmente do abraço ao Vasquinho!
Beijocas

  Ana Reis

quarta-feira, março 19, 2008 12:28:00 da tarde

"Só ainda nao falei deles, porque os conheco e nao gosto de bater em malta que conheco, mas eles merecem..."

Ai,ai,eu também lhes batia,dava assim umas palmadinhas boas no Pacman,ai dava dava....:)

  Crestfallen

sexta-feira, março 21, 2008 1:20:00 da manhã

pax:

"Nem sabes o que me tenho divertido na busca por uma música que se coadune com o tua maneira de ser..."

Posso dar uma ideia?

Letra diz algo como "i´m bringing sexy back"!

  Crestfallen

sexta-feira, março 21, 2008 1:21:00 da manhã

iFrancisca:

"Demorou a ler mas valeu a pena! Gostei especialmente do abraço ao Vasquinho!"

Podia ter sido um beijinho :P

  Crestfallen

sexta-feira, março 21, 2008 1:22:00 da manhã

Ana Reis:

"Ai,ai,eu também lhes batia,dava assim umas palmadinhas boas no Pacman,ai dava dava....:)"

Já meu deu vontade de lhe dar uns socos, em particular depois de virar uns copos... ele tem um feitio de merda quando bebe.

  pax

sexta-feira, março 21, 2008 9:03:00 da tarde

Justin Timberlake?

  A Grafonola

sexta-feira, março 21, 2008 9:30:00 da tarde

Não gosto de hip hop...... ah, ponto e virgula, gosto do hips dont lie da shakira se estiver numa de dançar... aprende-se muito, a ver a shakira dançar! ;-D

  Crestfallen

sábado, março 22, 2008 1:50:00 da manhã

pax:

"Justin Timberlake?"

Na versao, homem e adulto!

  Crestfallen

sábado, março 22, 2008 1:51:00 da manhã

A Grafonola:

"aprende-se muito, a ver a shakira dançar!"

Aprender nao sei, mas lá que me inspira, isso inspira e depois há ma frita que paga por tabela :)

  A Grafonola

sábado, março 22, 2008 5:13:00 da tarde

Crest, pois, na tua perspectiva de gaijo não sei, mas pergunta à frita se ela não aprende a rebolar as ancas só ao observar a Shakira...é que ela sabe mesmo dança do ventre!! E não "soa" ordinária ao fazê-lo!! Já a beyoncé, por exemplo...bem...esquece...LOOL

  Crestfallen

domingo, março 23, 2008 2:23:00 da manhã

A Grafonola:

É verdade. Sexy!