Sexo 1 - Crimes sexuais


No que toca a crimes sexuais, é outro caso de a lei ter dois pesos e duas medidas. As feministas que não têm mais nada que fazer, falam de direitos iguais e emancipação da mulher, etc, etc.
Se querem direito iguais, têm de querer deveres iguais. Já ouviram alguma feminista aos gritos por querer ter os mesmos deveres que um homem? Não, pois só os direitos são bonitos.

Vou falar-vos de uma mulher que pessoalmente achei linda. Ela chama-se Pamela Joan Turner. Possivelmente ouviram falar dela. Uma professora de Educação física de 27 anos. Ela foi acusada de 15 crimes de insinuação sexual e 13 de violação durante um relacionamento de 3 meses, com um dos seus alunos de 13 anos.

Esta senhora foi Miss Nitro em combates de werstling. Aquelas mulheres de corpo fantástico que desfilam entre combates.
Em tribunal esta senhora enfrentava até 100 anos de prisão, por os seus 28 crimes. Resultado? Perdeu a licença para trabalhar com professora, apanhou 270 dias de prisão e 8 anos de pena suspensa e foi libertada mediante uma caução de 50.000 Dólares.
270 dias por 28 crimes.
Num outro caso idêntico um professor do sexo masculino casou com uma aluna de 14 anos. Este homem foi acusado de violação quando se descubrio que tinha mantido relações sexuais com a miúda aos 13 anos. Este homem, depois de casado, foi condenado a 16 anos de prisão!

270 dias de prisão para uma mulher.
5.848 dias de prisão para um homem.
Pelo MESMO crime!
Acham que é tudo? Não. Essa senhora, foi colocada em liberdade após 6 semanas, ou seja, 1 mês e meio de prisão.
Após sair da prisão, esta senhora foi presa novamente, por ter usado o msn para contactar o jovem de 13 anos e ter tido novamente relações sexuais com ele. Por este motivo apanhou 8 meses de prisão, não por ter violado o jovem mas sim por ter violado a sua liberdade condicional. Desses 8 meses, ela cumpriu 6 e foi libertada.

Passado 2 meses de ter sido libertada, foi presa novamente. Desta vez por ter colocado a estória do seu relacionamento com a rapaz, no seu Blogue pessoal, que ainda se encontra online, se bem que inactivo. Através desse blogue mantinha contacto com o rapaz. Desta vez, saiu em liberdade unicamente com um aviso do Juiz.

Passado duas semanas é presa novamente, após ter sido descoberto que o contacto entre ela e o jovem era extenso, chamadas, sms, chat. Foram encontradas diversas fotos desta senhora nua, que foram enviadas pela própria ao aluno, bem como um vídeo enviado por Internet.

Agora sim, o Juiz ordenou que ela cumprisse os 5 anos de pena que restava numa prisão de segurança mínima, adicionando-lhe 2 anos por os crimes de violação de liberdade condicional. No total, esta mulher vai cumprir 7 anos de prisão.
É giro, teve de ser presa tanta vez, ir tanta vez a tribunal e acaba 5 anos presa pelo crime, mais 2 por desobedecer à autoridade. De 5 para dois não vai muito. É quase como se os 2 crimes tivessem a mesma gravidade.
Enquanto isso o professor de 40 anos, continua preso e continuará por muitos anos, por ter feito sexo com a mulher com a qual casou.

Venham lá essas feministas, falar em igualdade, quando toca a estes assuntos. Viram algum grupo de feministas na rua, a pedir pena de prisão mais grave para esta mulher? Grupos de histéricas na rua a gritar, "queremos ter penas de prisão iguais às dos homens"! Claro, que não. Ficaram caladinhas em casa a fazer croché, ou o lá o que as feministas fazem.

É certo que qualquer rapaz de 13 anos iria adorar, estar no lugar daquele rapaz. Bolas, eu não tenho 13 anos e invejo-o. Mas eu falo unicamente, da lei não se aplicar da mesma forma. Crime, é crime, mas quem se fode é o homem, a mulher tem de ser burra e repetir o mesmo crime várias vezes até ser presa.
Eu com 13 anos, não me importava nada de ser "violado" por uma professora como aquela, mas isso não significa, que não seja crime. Até faz de nós um herói lá rua:

- Ontem bati 3 punhetas, seguidas.

- Ontem fodi a minha professora de Educação Física à canzana!

E pronto, assim nasce um herói lá na rua.

Sabem como é que ela foi apanhada? Porque o melhor amigo deste rapaz de 13 anos, bateu com os dentes. Por inveja, de andar a bater punhetas enquanto o amigo fodia esta deusa e professora. Foi contar a estória à imprensa.

Uma coisa é certa, esta senhora tem poderes. Não é qualquer mulher que é a Miss Nitro.

O super-homem voa, é um dos poderes dele, mas não me surpreende. Eu também posso voar.
O homem aranha salta de prédio em prédio, é um dos poderes conas dele. Eu demoro mais tempo mas faço mesmo percurso.

Agora, esta senhora sim, tem poderes. Os verdadeiros poderes. Vejam só o vídeo dela.





34 Comentários:

  tavguinu

sexta-feira, agosto 31, 2007 8:45:00 da tarde

fouadassseeeeeee

dava com um gato gato morto nas ventas do meu amigo até o sacana do gato miar (palavras da Helluah)

mas olha que estas histórias são tristes porque realmente o amor é fodido !

a gaja não é boa... é belíssima ... cabrão do puto...

  Musa

sexta-feira, agosto 31, 2007 9:23:00 da tarde

Se eu fosse mãe de um dos putos espetava-lhe uma sova que ela nunca mais se levantava...
se fosse um homem a ter relações com uma filha minha de 13 anos, matava-o...
Vá, analisa lá isto!

  tavguinu

sexta-feira, agosto 31, 2007 9:34:00 da tarde

musa

se fosse filho era sova na mulher, se fosse filha matavas o gajo !

hummm ???

o crime não é idêntico ? ou aqui não se aplica a lei da igualdade ?

  Musa

sexta-feira, agosto 31, 2007 9:41:00 da tarde

Por isso pedi, comenta!
Mas com um bocadinho de jeito, ainda se arranjava qualquer coisita e acabava por a matar durante a sova também!

  tavguinu

sexta-feira, agosto 31, 2007 10:07:00 da tarde

musa

ahhh, desculpa não tinha percebido !

um bocadinho de jeito...lol

  Babe

sexta-feira, agosto 31, 2007 11:02:00 da tarde

Estou com a Musa. Homem ou mulher levava tantas naquelas "BENTAS" que nunca mais se levantava!

  gaja_mais_q_fria

sexta-feira, agosto 31, 2007 11:19:00 da tarde

O homem fica excitado quando é violado? E ainda assim, pode ser considerada violação? A questão não é essa, embora seja (im)pertinente. Os crimes sexuais praticados em menores protegem não apenas o menor, têm também um carácter público: a lei considera que a personalidade do menor ainda não está totalmente formada, é facilmente influenciável e, por isso, protege o menor, quer ele queira, quer não. Por outro lado, a violação é um crime contra a autodeterminação sexual. Ou seja, podre de boa a gaja ou feia como os cornos, isso não interessa. E, objectivamente falando, se calhar, até deveria ser agravante, não? Agravante é de certeza o facto de ela ser professora. E, tão irresponsável como a atitude reiterada dela, foi a atitude dos juízes!

p.s._ não sou feminista e não sei fazer croché (mas gostava)

  bela_sonhadora

sábado, setembro 01, 2007 12:14:00 da manhã

eu tou c musa era leva-la pa um beco escuro e dar lhe um exerto de porrada cm um amigo meu diz e obviamente... mas a serio o que é que um puto de 13 anos tem de excitante?!

  O amor é fodido

sábado, setembro 01, 2007 12:34:00 da manhã

Concordo perfeitamente que em todos os casos homens e mulheres têm de ter as mesmas regras e punições..

Mas também compreendo a diferença..um rapaz provavelmente vê uma fantasia concretizada e tem paleio para os amigos para o resto da vida. Uma rapariga talvez ficasse traumatizada e com sequelas psicológicas para o resto da vida..

No entanto, há casos e casos e também concordo que o tal senhor que casou com a menina de 13 devia ter uma pena bem menor..

enfim, é complicado

beijos

  Innocent dreams

sábado, setembro 01, 2007 2:37:00 da manhã

Não entendo o que existe na cabeça dessa gente "adulta".

Uma coisa que não tem nada a ver com o post...
Hoje fui ver o "Declaro-vos Marido e ... Marido", e lembrei-me muito deste blog!! LOL! Fartei-me de rir!!
A "mulher" eras tu e o "marido", o lésbico!
oh pá... saiu! :P

  Skynet

sábado, setembro 01, 2007 12:21:00 da tarde

Crime igual não! A gaja cometeu mais crimes que o outro professor. Se bem que o puto não viu aquilo como um crime mas como uma benção lol

Mas tens razão, as feministas "ferranhas" querem os mesmos direitos, mas não querem nenhuns dos deveres. Para ser justo temos de partilhar tudo, o bom e o mau.

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:04:00 da tarde

tavguinu:

Hoje sai outro identico!

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:09:00 da tarde

Musa:

Ora lá está, ela levava uma sova ele morria

A questão é a definição de violação. Acham mesmo quer o puto foi violado?

Violado é um puto que faz algo contra sua vontade. O advogado fa familia deste puto, não o colocou a testemunhar, para não dar direito ao advogado da professora de o interrogar.

O que é que isto significa? Trauma?. Não. Significa que o puto estava do lado da professora.

Há violações e há sexo. Apesar de eu rebentar a boca ao homem pedisse a minha filha de 14 anos em casamento, eu não o podia impedir. Porqu existe uma idade legal.

É um facto que a criança foi seduzida, mas o único trauma que este rapaz vai ter, é não arranjar mais gaja nenhuma assim.

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:11:00 da tarde

tavguinu:

Não existe igualdade para a mulher nestes casos.

Uma gaja, diz-me que tem 16 anos e essa é a idade legal em Portugal. Dias depois vou preso, porque afinal ela tinha 15.

Ela mentiu para foder, mas o gajo vai preso 8 anos por violação.

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:12:00 da tarde

Musa:

A tua posição neste assunto, já não é de mulher emancipada com noutros.

Apesar de ter dito que o rapaz não foi violado. No meu texto eu disse que lei é lei e que as penas do homem e da mulher deveriam ser iguais.

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:14:00 da tarde

Babe:

E porque não uma sova ao teu filho também. A culpa é dela?

Sinceramente, a não ser que seja sexo anal, um rapaz não pode ser violado. Se ganha erecção é porque não está contra a ideia.

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:16:00 da tarde

gaja_mais_q_fria:


Achas que aspecto físico naão conta. Ontão lê o meu novo texto, que sai dentro de momentos!

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:19:00 da tarde

bela_sonhadora:

Neste caso o interesse deste puto é 1,75 de boa constituição física. Além de ser o top atleta da cidade.


Agora vamos ver, os segundos crimes dela foram cometidos tinha ele 15 anos. É um ano de relacionamento.

Quantas pessoas da mesma idade matêm um relacionamento contra tudo e contra todos?

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:23:00 da tarde

O amor é fodido:

Mas eu concordo plenamente contigo. O trauma não é igual, mas o crime é igual. Visto que as penas são dadas pelos crimes, deveriam ser iguais.

Não compreendo a reclusão de um homem por 16 anos e a mulher por 120 dias. Quando o homem já era casado com a "vitima", quando foi acusado do crime. Achas que uma rapariga que resolve casar com aquele homem tem sequelas do sexo tido um ano antes?

A lei é parva na sua análise!

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:24:00 da tarde

Innocent dreams:


Porque raio tenho eu de ser a mulher? Foda-se!

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 2:28:00 da tarde

Skynet:

Eu acho que a mulher tem de abrir os olhos. Ainda os tem muito fechados em muitos aspectos.

Tem de ter em consideração que a lei a deveria afectar a ela da mesma maneira, mas não afecta.

Já todos vimos uma menina bonita numa operação stop, à espera que o efeito do álcool passe, para repetir o teste e ir para casa, enquanto ela espera 22 homens vão para o posto.

Já todos vimos uma multa de estacionamento, falamos com o policia e ele dize, "lei é lei", mas a uma miúda gira a multa vai para o lixo.

Sou a favor da emancipação da mulher, quando a mulher lutar também pelos deveres.

  Innocent dreams

sábado, setembro 01, 2007 3:23:00 da tarde

LOL!

Foi o mesmo o que a "mulher" disse :P LOL!

  Musa

sábado, setembro 01, 2007 3:39:00 da tarde

"as penas dos homens e mulheres deviam de ser iguais", claro que sim, embora cada caso seja um caso.
Uma mulher que mata os quatro filhos, como acontece vezes sem conta nos EUA, é dada como maluquinha e vai para um hospício...eu metia-a numa sela juntamente com outras 300 mães, para ela ver o que era bom pra tosse!

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 3:54:00 da tarde

Musa:

Morte para um homem, uma sova para uma mulher, não é justiça igual.

Em Portugal é igual, ou pior que no EUA. Quem mata uma pessoa, apanha 25 anos, quem mata 7, apanha 25 anos também, mas graças ao acompanhamento de um psicólogo, sai ao fim de 6.

Como exemplo temos os "Mata 7" Libertado ao fim de 6 anos e acabou por casar com a Psicóloga da prisão!

  Musa

sábado, setembro 01, 2007 4:03:00 da tarde

Mas até tu irias reagir de maneira diferente se fosse um gajo a molestar sexualmente uma filha tua, ou se fosse uma gaja a fazer o mesmo a um filho teu.É ou não é verdade?
A questão é que a sexualidade é, e a meu ver sempre será,tratada de forma diferente entre os sexos!

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 4:58:00 da tarde

Musa:

Claro que se fosse a minha filha era diferente na minha mente, MAS não deveria ser diferente na mente de um juiz!

Tenho a certeza que iria reagir diferente entre uma filha ou um filho. Porquê? Por que um homem, o pai protege sempre mais a filha do que o filho, não lhe dando tanta liberdade.

Iria eu gostar de ver um filho meu nesta situação? Não, não iria. Mas não iria também impedir que o meu filho testemunhasse em tribunal, por o testemunho dele poder libertar a criminosa!

Se as coisas são assim, vamos ter de fazer um segundo código penal, só para as mulheres e isso irá impedir que igualdade entre os sexos alguma vez exista.

Direitos iguais, deveres iguais.
O video que publiquei no meu texto "Injustiças sexuais" é a primeira parte de uma entrevista, na quarta parte a professora diz, "eu acho que deveria ter sido presa, lei e lei e ela diz que eu deveria estar presa".

Após a loucura, a lucidez.

  gaja_mais_q_fria

sábado, setembro 01, 2007 5:14:00 da tarde

O que eu vou dizer pode ser uma loucura mas é o que penso: beleza conta. É uma agravante da pena porque a beleza também acarreta responsabilidade. Ou deverá apenas a beleza desculpabilizar o acto do miúdo?
Mas claro, os juízes devem ter optado pela última pergunta que fiz, ou seja, os juízes, ao fim e ao cabo, julgaram mais o miúdo do que a professora (daí a pena leve e renitentemente aplicada à professora).
A única coisa dura nesta história foi o miúdo ;)

  Crestfallen

sábado, setembro 01, 2007 6:03:00 da tarde

gaja_mais_q_fria:

Isso é um realmente um facto. É triste mas um facto.

  miss bradshaw

quarta-feira, outubro 10, 2007 10:25:00 da tarde

concordo completamente contigo!
apesar de tambem achar que os traumas podem ser diferentes,ha por ai muita pitinha a casar com cotas e ,no maximo,levam um ralhete dos pais e deixam de falar com eles! o caso do camilo de oliveira por ex k casou com a mulher dele tinha ela 18 mas mantinham um relacionamento desde os 15 anos(dela!).
acho uma bestialidade que o professor tenha sido preso! foi consentido! casaram! a miuda deixou-se ser comida e pelos vistos amada tambe! entao pakê prender o homenzinho?!
ja com o puto nao! apesar de andar sempre com a tenda armada (com 13 anos e uma gaja assim....so podia!) coitadinho tambem foi violado,ou desencaminhado! p.o.u.p.e.m-me!!!!

sabes que mais carga de pancada nela que se meteu com o puto,carga de porrada no puto que em vez de jogar a bola andava a marcar penalties com as mamas da stora,pancada na miuda k foi na labia do cota e pancada no cota por comer criançinhas! e com isto termino =)****

  Crestfallen

quinta-feira, outubro 11, 2007 9:20:00 da manhã

miss bradshaw:

"mantinham um relacionamento desde os 15 anos(dela!)."

Mas aqui entra a lei Portuguesa, a idade de consentimento são 14 anos. Qualquer relação sexual com uma menina de 14 anos para cima, não é crime, desde que seja sexo consentido.

Acho errado, mas por exemplo em Espanha e Italia essa idade é de 13 anos.

"acho uma bestialidade que o professor tenha sido preso! foi consentido! casaram!"

Aqui entra a lei Americana em que a idade de consentimento são os 17 anos.


No texto que escrevi depois deste, estão mais dois exemplos, onde outra mulher bonita se safa. Uma mulher feia é presa e um puto é preso. Tudo pelos mesmos crimes mas castigos diferentes!

  miss bradshaw

quinta-feira, outubro 11, 2007 1:43:00 da tarde

definitivamente,a lei nao anda boa! será k isso tambem se aplica aos rapazes? ou as "cotas" boazonas k se metem com um puto de 13/14 anos ainda sao chamadas de sortudas por terem um vigoroso e fresquinho parceiro?

enfim.....no dia em que a lei for justa....vou para advogada....enquanto isso venha o diabo e escolha! =)***

  Crestfallen

quinta-feira, outubro 11, 2007 2:36:00 da tarde

miss bradshaw:

Os homens chamam a esses putos sortudos... esta mulher podia violar-me várias vezes ao dia e eu guardava segredo eterno :)

A lei é clara independentemente da idade o sexo com um/uma jovem de 14 anos é lagal em Portugal com consentimento. A questão é a definição consentimento muda e certas meninas podem usar isso como arma, lixando certos homens.

Pessoalmente, já olho para meninas de 20 anos como meninas, quanto mais com 14. Com 14 deviam andar a brincar com bonecas!

  Marta

quinta-feira, novembro 08, 2007 5:42:00 da manhã

meu... o teu blog é genial!!!

  Anónimo

quarta-feira, novembro 18, 2009 12:03:00 da manhã

Bolas! eu não posso sair daqui, deste blogue sem te dizer que realmente o teu blogue é genial, a tua escrita.
eu tenho apenas 16 anos, mas bolas, compreendo isto.