Bastidores música (Parte 8) Kylie Minoge & Daft Punk

O motivo dos artistas do mundo da musica copiarem os shows uns dos outros sem haver guerras, deve-se ao facto das ideias não serem deles. Eles dão a cara, a voz, o talento (ou falta dele) enquanto anónimos fazem a "arte" visual. Há de facto artistas a escrever as suas canções mas não cantam só o que querem, tal como a compor, mas no mundo pop 90% é fabricado, precisam de ter cara, corpo e serem submissos, voz e talento arranjam-se.

Kylie Minoge é mais uma, tem cara, tem corpo, tem voz, tem talento mas nem isso a safa, aqui está ela na onda dos robots humanizados:

Exactamente como o fato da Beyonce, este também lentamente se abre deixando sair uma Minoge humanizada, ou seja, não uma evolução do Homem para máquina mas uma evolução da máquina em Homem.

Tal como já falei nesta série da teoria do homo evolutis, aqui ficam exemplos na musica da fusão homem/máquina que cerca esta teoria:


Minogue com um braço robótico.


Beyonce com uma mão robótica.

Estas senhoras não se copiam, não se plagiam, elas recebem é instruções das mesmas pessoas, caso contrário andariam-se a arrastar uma à outra em tribunal. Tal como os detentores do direitos sobre o filme Metropolis, não processaram ninguém de plágio pois o filme ainda tinha direitos de autor quando Madonna o usou, e tinha mais 10 anos de direitos quando Beyonce o usou.

Nos EUA a obra de um autor tem direitos de autor durante a vida dele e 70 anos após a sua morte, no caso dos direitos serem de uma empresa, como é o caso do Metropolis, os direitos de autor são por 120 anos, por isso até 2045 a obra não poderia ser usada desta forma, se foi usada é porque tinham autorização e se tinham autorização nada disto é coincidência, como já houve quem me tenha dito.
Esses eternos amantes das coincidências, incapazes de juntar os pontos pois não conseguem ver nada para além da ponta do seu nariz, e apesar de esta série não ter muito a contestar, pois é uma interpretação pessoal à qual eu tenho direito, já por aqui andam a largar farpas sem argumentar.

Vamos fazer uma pausa nestas senhoras e vamos analisar Daft Punk. O tema é um mix entre "Television rules de nation", "Harder, faster, stronger" e "Around the world" ao vivo, e no palco podemos ver... Uma pirâmide inacabada onde só falta o olho de hórus.


Mas após uns efeitos de luzes... completa-se:


O show continua e os efeitos especiais mudam, mas a forma geométrica não.


A forma geométrica não muda nem pode mudar.


Os Daft Punk são dois DJ's vestidos de robots que actuam dentro de uma pirâmide e agradecem ao público fazendo o sinal vulgarizado por Jay-Z, a pirâmide com as mãos.

Estes senhores baseiam o seu trabalho na robotização de humanos em todos os aspectos, desde as vozes nas suas musicas, à sua indumentária e ao video clips, tudo isto rodeado de simbologia illuminati. Algo patente no seu vídeo Harder, Better, Faster, Stronger, em que uma máquina cria uns seres sem vida azulados (alusão aos Jinn dos quais falei na série Veritas), e os humaniza com programação mental, cobre-os de tinta da cor de pele humana, veste-os e dá-lhes vida. Todo o vídeo está com simbologia interessante.

Esta musica serviu também para apadrinhar K. West pois ele tem uma musica no seu álbum que é esta dos Daft Punk onde ele canta uns versos próprios. Os Daft Punk já há muito baptizados fantoches dos Illuminati contribuíram com esta musica para o baptismo de K. West do qual ele pensa ter saído "Harder, Better, faster, stronger" tal como o tema da musica e assim poderá ser em breve iluminado. Para quem conhece o vídeo, deve lembrar-se que K.West está deitado numa máquina que é operada pelos Daft Punk como sempre vestidos de robots, onde ele é "trabalhado" (podem analisar o vídeo aqui).

K. West estava pronto a ser acolhido no seio dos fantoches dos illuminati e o ritual final decorreu nos grammy awards de 2008, Daft Punk estavam em palco com ele, a pirâmide estava lá como sempre e assistimos a mais um ritual illuminati escondido como sempre à vista de todos. O ritual começa como uma referencia free mason como um dos elementos dos Daft simpaticamente a amaldiçoar os fãs:


As pessoas pensam que os illuminati não existiam por isso mesmo, porque eles não se escondem, porque eles nos atiram com a sua presença à cara e nós não vemos a verdade, vemos isso como ficção. Isto é parte da estupidificação causada pela TV que nos faz começar a acreditar que tudo o vemos é ficção e a verdade é dita na TV.

Próximo texto: Parte 9 - Janelle Monae & Beyoncé

26 Comentários:

  Anónimo

sexta-feira, março 26, 2010 1:28:00 da tarde

Boa tarde, queira desculpa a minha demora na resposta mas andei ausente.
Irei tentar sim, voltar a contactá-lo via e-mail. Assim que me for disponivel, talvez no inicio da tarde, se vir algo com alguns B's, será da minha parte.

Com os melhores cumprimentos,
S.G.

P.S.: não sei se tem conhecimento disto, penso que sim, mas se não for o caso aqui fica.

http://www.google.pt/support/forum/p/blogger/thread?tid=6109fcba76ae42f4&hl=pt-BR

  ovigia

sexta-feira, março 26, 2010 1:55:00 da tarde

boas Bruno,

ao ver imagens e o que tens escrito lembrei-me de uma situação de quando era mais novo.

durante alguns anos fui praticante de Karate, Shotokai, no início e no fim do treino havia sempre rituais onde se incluía formar com as duas mãos o triângulo e depois fazer uma vénia sobre ele (estando de joelhos).

Sinceramente não creio que artes marciais milenares, da Ásia, tenham algo a ver com os Illuminati, mas fiquei com curiosidade sobre esta situação.

Tens algum dado que possas fornecer ou pistas para obter mais info?

obrigado,

ab

  Luis

sexta-feira, março 26, 2010 6:47:00 da tarde

Gostava que comentasses a foto que vem na revista visão desta semana, relativa à reportagem acerca da igreja católica.
A foto do aperto de mão.

  Nitus

sexta-feira, março 26, 2010 11:39:00 da tarde

O meu apoio só. Pela verdade ou a tua parte. Muita coragem. A revelação(olu) é de todos nós.

  anatcat

sexta-feira, março 26, 2010 11:59:00 da tarde

Crest,

como sabes acompanho-te

não tenho comentado, porque enfim, sabes que te leio

hoje foi mais forte que eu, deixei uma opinião lá no http://www.google.pt/support/forum/p/blogger/thread?tid=6109fcba76ae42f4&hl=pt-BR

  Anónimo

sábado, março 27, 2010 1:00:00 da manhã

Queira desculpar-me mas foi um comentário infeliz e desnecessário da sua parte,no link que eu por aqui dei a conhecer, anatcat.
Quando os assuntos não nos pertencem, não nos devemos meter, até porque não penso que a pessoa ali referida precise de ajuda de qualquer tipo. E mesmo que fosse o caso, não é com o mesmo tipo de formação da pessoa a quem queremos falar, que nos devemos reportar.
Ser inteligente, é responder ou argumentar sem descer-mos ao nivel de pessoa X ou Y. E você desceu.
Há sempre coisas que nos irritam, mas não é com más palavras que as devemos combater.
Note-se que não tenho nada contra si, mas acho que não se devia meter no que não lhe diz respeito, e ao menos que fosse, sem perder a razão.
Não me alongo mais, e só lhe dirigi a palavra porque fui eu quem passou o link, que por lapso não disse ao dono do blog para não publicar o meu comentário aqui.
Com os melhores dos cumprimentos S.G.

  Bruno Fehr

sábado, março 27, 2010 3:55:00 da manhã

Agradeço à/ao SG pelo link e agradeço à Anacat pelo comentário.

Não conhecia esta queixa contra mim, mas agradeço o comentário, visto que a Anacat já me acompanha há anos, e todos os que me acompanham desde praticamente o inicio sabem bem o que já passei para manter este blogue aberto e as lutas que tive para o manter, e pela minha liberdade de expressão.

Por mais ofensivo que um comentário pudesse ser, e neste caso não foi, seria pouco, pois nunca se poderia perder a razão em nada que se dissesse à pessoa que apresentou aquela queixa, visto que essa pessoa que se auto-intitula Grande Arquitecto ou Arkitekton, é um criminoso que "hackou" o meu e-mail, o meu blogue, tentou fazer-se passar por mim, entrou em diversos fóruns e sites com o meu nome e até publicou um texto neste e em outro blogue em que participo, fazendo-se passar por mim, sendo que o texto não era meu.

Hack é crime. Roubo de identidade é crime. E se é um maçon é um criminoso e só dá sustentação a tudo o que é, foi e será dito sobre ele e sobre a sua corja que compactua com as suas acções criminosas.

Esse senhor deveria voltar para baixo da pedra de onde rastejou e estar caladinho, ele não é ninguém na maçonaria, age como um mercenário.

Estabeleci os devidos contactos legais e até uma ligeira "diplomacia" com a maçonaria Portuguesa sobre este caso e ainda contacto com o grupo Anonymous que é o mais eficaz grupo de defesa da liberdade de expressão na Internet.

Este meu comentário é só um esclarecimento geral sobre este caso para todos aqueles que me acompanhem há menos tempo.

Quando neste blogue falo de liberdade de expressão, refiro-me à minha pois este é o meu espaço. A liberdade de expressão de terceiros neste espaço é respeitada quando respeitam, quando comentam com educação e é por isso que existem 3 contas que não permito que aqui comentem e que podem usar da liberdade de expressão no quinto dos infernos, ou criando o seu próprio espaço para me contestar ou atacar (neste segundo caso, até existe um).

Neste caso em particular, e apesar de já saber que o Google não irá agir contra este blogue, pois antes daquele senhor se ter queixado já eu tinha apresentado queixa ao Google contra ele por hack, acho importante o facto de uma pessoa o ter atacado na sua própria queixa pois dá sustentação ao que digo, ou seja, que é uma acusação sem validade legal tendo em conta os T&C e sem veracidade.

Seja em que termos forem, um comentário em apoio a este blogue, dá poder à minha posição pois deixa de ser palavra contra palavra.

Aqui fica o meu agradecimento a ambos os comentadores no que toca a este caso.

Por falta de tempo responderei aos comentários amanha.

Peco desculpa por os comentários estarem mais uma vez moderados mas não irei permitir que o senhor dono do blogue:
furaconinhas
tente usar a minha caixa de comentários para provocações e ofensas, pois já por aqui ando há tempo suficiente para saber que este tipo de atitudes são a melhor maneira de auto-promoção. Um blogger pequeno ataca um com mais visibilidade e as suas visitas disparam.

Apesar deste blogue ter sido por mim retirado do ranquing nacional, e apesar de desde o dia em que comecei a abordar assuntos mais sérios os comentários terem diminuído na casa das várias dezenas devido a diversos factores como: receio, ou falta de conhecimento na matéria para se pronunciarem, este blogue continua a ser dos blogues mais lidos em Português de Portugal e por isso será sempre atacado por bloguers que busquem protagonismo.

  anatcat

sábado, março 27, 2010 1:07:00 da tarde

S.G.,
mas porque raio ou carga d'água haveria de ter algo contra mim?

Um assunto, é um assunto, pertence a quem quiser meditar sobre ele.

E quem lhe disse que não me diz respeito?

E quem lhe disse que eu queria parecer inteligente?

E quem lhe disse que me importo de descer?

E até acho piada ao seu "por lapso".

Lapsos tenho eu quando ao teclar à pressa cometo erros de gramática e ortografia. Foi SÓ aí que a minha OPINIÃO foi infeliz.

E desnecessário aos olhos de quem?

Obviamente o Bruno não necessita de protecção, sabe defender-se e bem.

Não o quero irritar, mas porque diabo me dirigiu a palavra afinal?

Consegue explicar-me?

  I.D.Pena

sábado, março 27, 2010 5:36:00 da tarde

O que me preocupa é a ingenuidade das crianças, adolescentes que crescem à frente da televisão.
Porque esses escravos vendidos não são artistas, mas autoproclamam-se uns grandes artistas. Quando não são.
São vistos como alguém muito bem sucedidos , mas é mentira são é uns grandes vendidos, NO FUNDO são pior que PUTAS , porque isso era ofender as putas.
Que lata a de fazerem queixinhas.
Bom se não estás furioso tou eu , grrrr ...

  mãe pimpolha

sábado, março 27, 2010 6:22:00 da tarde

Oh Bruno, estás cada vez mais famoso.Ai tanta gentinha com dor de cotovelo.
Quando descobri o teu blog li-o de fio a pavio, admito que tenho saudades dos teus posts mais divertidos e que me faziam rebolar a rir, mas tb gosto muito destes.
Se não comento é porque não sei nada sobre o assunto, mas tenho aprendido imenso contigo. Fico parva com as coisas que revelas aqui.Continua assim, sei que nunca te hás-de deixar intimidar.
Beijocas grandes

  Anónimo

sábado, março 27, 2010 9:00:00 da tarde

Querida Anatcat...

Lapso: s.m.
-Queda momentânea da memória; esquecimento.

-Descuido (proveniente de esquecimento).

-Engano involuntário.

Não vim aqui procurar guerras com ninguém, não necessita abespinhar-se*.
Faça como eu e tire bom partido do seu fim-de-semana, espaireça, relaxe do stress da vida que nos rodeia :).

*Abespinhar-se: v.pron.
-Exasperar-se, irritar-se.

Cumprimentos, S.G.

  anatcat

domingo, março 28, 2010 3:44:00 da tarde

ok S.G.,

peace, porque não vou estar a encher o blog do Bruno com parvoíces de guerrinhas consigo

acredite que esta é a última vez que me direcciono a si, pelo menos por este motivo

há discussões bem mais interessantes para passar o tempo

obrigado pelas definições irónicas, fez-me sorrir

como pode constatar, também não tenho nada pessoal contra si

para além do que tem todo o direito à sua opinião sobre qualquer comentário que eu faça, onde quer que seja

e mais que isso, tem direito a manifestá-la

  Anónimo

domingo, março 28, 2010 11:23:00 da tarde

Quem andou ai de arco e flecha na mão não fui eu ;).

Não foram definições irónicas, só queria zelar pla sua lacuna,no que diz respeito a certas definições de palavras... como também gosto e não me importo que mo façam.

De certo modo até concordo consigo, mas note-se que existem e é importante que hajam limites quanto a liberdade. A minha termina sempre quando começa a dos outros, plo menos é assim que me gosto de pautar.

E irei com todo o gosto dar uma espreitadela ao seu blog, pode ser que me "encante", coisa dificil mas não impossivel... quem sabe.

P.S.: para qualquer tipo de duvida,
sou uma "senhora".

  Gandim

segunda-feira, março 29, 2010 3:16:00 da tarde

coincidência, ou não, é interessante a referência "BigBrother" aparecer escrita logo no início do vídeo quando aparece a pirâmide! :))

  Gandim

segunda-feira, março 29, 2010 3:16:00 da tarde

...referia-me ao vídeo dos Grammys, claro!

  Jane Doe

segunda-feira, março 29, 2010 4:03:00 da tarde

Eu, claro, tinha de deixar a minha opinião lá no sitio.

Aquilo (o link deixado por S.G.) é um sítio público, tal como este blog está aberto ao público, logo somos livres de comentar e/ou reflectir, penso eu.

Logo acho legítimo a Anacat ter deixado a sua opinião, tal como acho legítimo eu deixar aqui a minha opinião.

Também concordo que o autor deste blog não necessita de protecção ou defesa, isso é algo bastante claro, mas isso não invalida que quem o segue e o lê não se sinta indignado por este tipo de ataques, e não seja livre de o expressar.

Pessoalmente não é por ser o Bruno Fehr, ou o Paco Oliveira, a mim dá-me igual quem o escreva, é por ser uma informação bastante bem apresentada, e muito bem documentada, e pela coragem de o fazer.

E depois é um bocado de lógica. A Maçonaria está no poder em vários países, por exemplo nos EUA, e quantos crimes de guerras e guerras inventadas não foram cometidos pelos presidentes - maçons? Se assim é porque continuar a achar que eles existem porque nos querem ver felizes? Digo eu.

  Bruno Fehr

terça-feira, março 30, 2010 6:35:00 da manhã

ovigia:

"durante alguns anos fui praticante de Karate, Shotokai, no início e no fim do treino havia sempre rituais onde se incluía formar com as duas mãos o triângulo e depois fazer uma vénia sobre ele (estando de joelhos)."

É verdade, essa é uma simbologia colocada em certas vertentes das artes marciais. Esse triângulo supostamente significa a vida e o "guerreiro" deverá olhar através dele para o vazio, limpando a mente é dito que esse é o caminha do verdadeiro guerreiro. Mente limpa, ausente de vontades e pensamento, submissão ao mestre sem questionar.

Como praticante de artes marciais, reconheço todo o valor da disciplina que me deu, toda a calma e segurança mas os rituais possuem algo de estranho. E as artes marciais a nível de rituais variam de escola para escola, de vertente para vertente e estiveram sujeitos a influencias com o passar dos séculos. Se teoricamente elas apareceram por volta de 2000BC, toda a simbologia Illuminati tem a sua origem por volta de 5000BC. Se bem que podem ter origens distintas a influencia da segunda sobre a primeira é uma possibilidade sobre a qual nunca tinha pensado.

  Bruno Fehr

terça-feira, março 30, 2010 6:40:00 da manhã

Luis disse...

"Gostava que comentasses a foto que vem na revista visão desta semana, relativa à reportagem acerca da igreja católica.
A foto do aperto de mão."

Se me puder enviar a foto, agradeço. Cancelei no ano passado a minha subscrição dessa revista.

  Bruno Fehr

terça-feira, março 30, 2010 6:41:00 da manhã

Nitus:

Obrigado.

  Bruno Fehr

terça-feira, março 30, 2010 6:45:00 da manhã

I.D.Pena:

"O que me preocupa é a ingenuidade das crianças, adolescentes que crescem à frente da televisão."

As crianças querem televisão mas devemos dar-lhes em doses moderadas tal como os jogos de PC e consola e sem obrigar incentivar à leitura e a actividades ao ar livre. As crianças são fáceis de agradar se nos preocuparmos com o que é melhor para elas.

  Bruno Fehr

terça-feira, março 30, 2010 6:48:00 da manhã

mãe pimpolha:

"Oh Bruno, estás cada vez mais famoso.Ai tanta gentinha com dor de cotovelo."

Se me largassem os botões do jeans eu não me chateava nada, mas não me importo com pessoas pequeninas de espírito. Mas ainda bem que não sou uma figura pública pois se sem o ser já é isto nem imagino a minha vida como famoso :)

  Bruno Fehr

terça-feira, março 30, 2010 6:50:00 da manhã

Gandim:

"coincidência, ou não, é interessante a referência "BigBrother" aparecer escrita logo no início do vídeo quando aparece a pirâmide! :))"

Adoro coincidências :) ando viciado nelas, são tantas que já nem sei como lhes chamar :)

  Bruno Fehr

terça-feira, março 30, 2010 6:52:00 da manhã

Jane Doe:

Não tenho que agradecer, mas agradeço na mesma porque: eu é que sei :)

"Pessoalmente não é por ser o Bruno Fehr, ou o Paco Oliveira"

Paco é um dos meus alter-egos :S

  Jane Doe

terça-feira, março 30, 2010 1:32:00 da tarde

Bruno Fehr:

Ahahahahah

I knew it!

:)

  elvis amaral

sexta-feira, novembro 05, 2010 8:24:00 da tarde

Ai cara
Otimos Posts agora Tipo aqui vai Uma
Informação a Mais Pro Povo
tipo sobre o lance do daft punk no video com kanye west na musica harder better....
é o seguinte muitos blogs,sites postam o video mais não dam relevancia a uma coisa
o clipe do kanye west foi todo chupado de uma animação japonesa chamada "akira"
não qual rola todas aquelas partes do clip na história
na epoca do lançamento chegaram a alguns fans zobarem,tipo um akira negro haha...
pq o kanye interpreta o papel de Tetsuo na animação
bem é isso só o detalhe a mais que deveria ser levado em consideração

principalmente porque Akira
fez um sucesso estrondoso na epoca por estar bem a frente do seu tempo em 88.

  Fernando

quinta-feira, março 10, 2011 12:59:00 da manhã

O video da música é apenas uma parte de um filme de animação (que anda pelo youtube, o nome é interstella 5555). Curiosamente no filme os seres azuis são raptados do seu planeta e trazidos para a terra para serem estrelas da música mundiais mas sempre debaixo do controlo do "manda-chuva". Até exemplifica como o vil "empresário da música" faz disso o seu modo de vida, muito semelhante àquilo que é a indústria da musica que tão bem expões.