9/11 - WTC - Leis da física (parte5)

Texto anterior: Parte 4

(Foto tirada do Empire State Building em 2000)

Algo que muita gente não sabe que o WTC foi construído com excesso de aço e quando digo excesso, refiro-me a 4 vezes mais aço do que o normal num edifício nos dias de hoje. A sua construção tinha como fim terem a certeza de que o edifício aguentaria a pior das tempestades e até o embate de um avião comercial, tendo como base o acidente anos antes, em que um avião de carga militar embateu no até então edifício mais alto da cidade, o Empire State Building.
O WTC 1 e 2 tinham 47 colunas centrais e 236 colunas exteriores em aço. Estas colunas foram todas ligadas umas às outras com um xadrez horizontal de outras colunas de aço, um em cada andar e com colunas cruzadas em X entre andares. Estas barras foram depois cobertas de betão armado em todos os andares.

As duas torres mais o WTC7 foram os três primeiros e únicos edifícios em aço, a cair por causa de um fogo. Nunca no mundo o calor das chamas tinha conseguido dilatar aço.

(NYC 2000)

O Meridian Plaza em 1991, ardeu durante 19 horas e não cedeu. A torre 1 do WTC ardeu durante 1 hora e 43 minutos e caiu. A torre 2, ardeu durante 56 minutos e caiu.
O fumo saído das torres era negro. Qualquer bombeiro vos poderá dizer que os fogos que ardem eficientemente não libertam unicamente fumo negro. Existem inúmeros casos de fogos em edifícios destes, relatados, filmados, documentados em que arderam eficientemente criando uma nuvem de chamas vermelhas. Fumo negro é sinal de um fogo arrefecido onde já ardeu o que havia para arder e se está a apagar.

O aço derrete a 2700°F. O combustível de um avião, ardendo eficientemente irá atingir por breves minutos 1800°F e acabará o combustível para alimentar as chamas. Devido ao aço, cimento, mobílias, carpete, destroços e falta de oxigénio (os edifícios eram hermeticamente fechados e alimentados por O2 de forma artificial), seria possível as chamas atingirem no máximo 1300°F.

As chamas libertadas pelo embate dos aviões, provam que uma quantidade significativa de combustível desses aviões, ardeu fora dos edifícios pois foi expelida durante a explosão. Além disso, a estrutura de aço levou uma camada química de protecção contra incêndios, pois o WTC foi construído nos anos 70, antes deste produto ter sido proibido.

Na imagem de cima podemos ter uma ideia das temperaturas dentro dos edificios. O fumo negro representa temperaturas inferiores a 950°F, a explosão num tom laranja significa uma temperatura entre 1700°F e 1850°F. Valores muito abaixo dos 2700°F necessários para derreter aço, sendo a versão oficial da queda das torres, impossível.

Digo mais, se fosse remotamente possível o fogo causado pelo combustível atingir os 2700°F, como é que estavam pessoas vivas no local de entrada e explosão do aviao? Como?



(Imagens da CNN ampliadas)

A resposta é simples, os 2.700°F, foram atingidos não pelo combustível em chamas, mas sim pela Nano-Termite em todos os explosivos, em todos os andares, usados para partir, dobrar, derreter os pilares por forma ao edifício cair verticalmente sem resistência.

Continuando...
A torre começou a cair e andar a andar uma nuvem de fumo branco saía (betão pulverizado), imensas pequenas explosões podem ser vistas e andar a andar, um após o outro eles cediam. O edifício caiu em 10.3 segundos, o que é fisicamente impossível pois cada andar iria oferecer resistência, mas o que é certo é que não houve qualquer resistência e o motivo é esse fumo branco expelido andar a andar. Na verdade e como poderão confirmar em vídeo no próximo texto, todos os andares inferiores, um a um iam explodindo o que permitiu o implosão com queda em tempo recorde dos edifícios.

No final a maioria dos destroços do edifício era pó, o edifício foi pulverizado, não dobrou, não partiu ele simplesmente se pulverizou e a pulverização de betão armado só é possível com o uso de explosivos.

A torre dois caiu em 8.1 segundos, o que é ainda mais incrível.
O WTC7 caiu em 4.5 segundos, e é o recordista dos três edificios em queda livre.

A demolição é “a arte de arrumar um edifício na sua própria cave”, e foi isto que aconteceu e para isto acontecer as fundações precisam de ser fragilizadas e não houve fogo nenhum... houve sim uma enorme explosão antes dos edifícios caírem e essa explosão foi ao nível do solo.

Galileu Galilei criou uma lei que é ainda hoje aceite sobre os corpos em queda no vácuo. Ele afirmou, e a física toma as suas afirmações como correctas que a velocidade da queda de qualquer corpo pode ser calculada com a seguinte formula:

D = (32.16/2) x (tempo em segundos)².

Isto significa: a Distancia = (32 vezes 16 a dividir por 2) vezes o tempo em segundos ao quadrado. Esta fórmula calcula o tempo de queda no vácuo onde não há resistência a essa queda. As torres tinham 1350 pés de altura por isso a equação seria a seguinte:

1350 = (32.16/2) x (tempo em segundos)²

Portanto o resultado seria 9.16727 segundos. Se a primeira torre caiu em 10.3 segundos e a segunda em 8.1 segundos, poderá parecer que a primeira torre respeitou as leis da gravidade. Errado, pois ali não havia vácuo, a queda teria resistência em todos os andares, resistência, pois os andares inferiores em aço não foram afectados nem pelos aviões nem pelo calor. Estes 9.16 segundos é o tempo de queda em vácuo, como se largássemos um pedaço de cimento to topo de uma das torres, pois só assim a queda seria no vácuo, sem resistência, respeitando a lei da gravidade.
Com resistência em todos os andares as torres demorariam 45 segundos a cair e essa queda nunca seria na sua própria cave, iria destruir 3 ou mais quarteirões.

Ambas as quedas desafiam a lei da gravidade e provam que nenhum dos andares ofereceram resistência à queda. Podemos ver na queda que a velocidade aumenta em vez de diminuir como seria de esperar devido à resistência. Os edifícios foram implodidos, que não existam dúvidas disso, mas os factos ainda não ficam por aqui.


Próximo texto: Parte 6
Referências

24 Comentários:

  Fada

quinta-feira, julho 02, 2009 11:22:00 da tarde

Oh!!!

Consegui ler tudo através do IE!!! A minha alma está parva!!! ;)

Nice post!
Ok, venha o próximo!!! :D


Beijitos

  Bruno Fehr

quinta-feira, julho 02, 2009 11:39:00 da tarde

Fada:

Acho que o problema está resolvido, este texto tem uma linha de código que esconde todo o seu conteúdo e por isso pode ser lido (julgo) por todos os exploradores.

Esse código já não pode ser usado nos textos anteriores pois esses já possuem cache.

No entanto reafirmo que os cibernautas devem abandonar o IE, chega de abusos e domínio completo por parte da Microsoft.

  Nandez

sexta-feira, julho 03, 2009 12:29:00 da manhã

gostei, venha mais, mas das torres não ha muito por dizer penso eu pois, fala se apenas que ouve implosão, apenas podera aprofundar-se mais sobre se nos meses anteriores houve movimentaçoes estranhas nos edificios e se os aviões que embateram levavam mesmo civis ou não, pois ha quem diga que eram pintados ou não levavam ninguem. não sei se ainda tens isso em mente, mas era interessante penso eu falar nesse ponto de vista.

  Fada

sexta-feira, julho 03, 2009 12:44:00 da manhã

Bruno, disseste:
"...este texto tem uma linha de código que esconde todo o seu conteúdo e por isso pode ser lido (julgo) por todos os exploradores."

Pronto, a minha Alma fica parva é contigo!!! As coisas que tu sabes, homem!!! :o

"No entanto reafirmo que os cibernautas devem abandonar o IE, chega de abusos e domínio completo por parte da Microsoft."

Mas se eu não abrir o gmail com o IE, está-me sempre a dar erro no chat, daí eu usar para algumas coisas. :)

Se não conseguisse ver alguma coisa, ia ao mozilla...

Beijitos

  Teté

sexta-feira, julho 03, 2009 1:15:00 da manhã

Não sei! Custa-me a engolir que mesmo um cretino como o Bush (ou os donos do edifício, que já disseste, davam prejuízo)) mandasse destruir as torres, com tanta gente lá dentro...

Mesmo que politica e economicamente lhes pudesse convir esse cerrar fileiras contra o terrorismo, países islâmicos, ou o Iraque que tinha um governo laico, etc. e tal., com o povo a alinhar e concordar! (dado o pasmo e o medo desses ataques)

Bem sei que a época foi diferente, mas o Titanic também era aquele navio construído de modo a não afundar nunca, certo é que em 1912 naufragou mesmo!

Enfim, aguardam-se os restantes relatos!

  Sofia

sexta-feira, julho 03, 2009 3:08:00 da manhã

Estou a adorar ler os textos de investigação, estão muito interessantes. Porém quando dizes que o tempo de queda em vácuo é aquele que demora um pedaço de cimento largado do topo de uma torre a chegar ao chão, penso que te esqueces de um pormenor: o vácuo é a ausência de matéria. Neste caso o ar estaria presente portanto não existiria vácuo, e o ar também ofereceria resistência à queda.
De qualquer modo isto em nada contradiz a tua conclusão pois estamos a falar de mais resistência à queda das torres, e consequentemente de mais tempo necessário para tal.

  provocação

sexta-feira, julho 03, 2009 11:55:00 da manhã

Desde que começaste estes textos que tenho estado avidamente atenta e vou-te contar: é assustador! Tantas famílias destroçadas...sem palavras.

  provocação

sexta-feira, julho 03, 2009 11:56:00 da manhã

Desde que começaste estes textos que tenho estado avidamente atenta e vou-te contar: é assustador! Tantas famílias destroçadas...sem palavras.

  MPSPM

sexta-feira, julho 03, 2009 1:23:00 da tarde

Bruno
Estás seguramente a incomodar os Powers that be,mas vale a pena em nome de uma verdade escondida. Keep up the spirit.

  Joao

sexta-feira, julho 03, 2009 3:32:00 da tarde

Através do Google reader, consigo receber os textos na perfeição. E também uso o firefox à anos, naturalmente.
Continua. :)

  Osga

sexta-feira, julho 03, 2009 10:39:00 da tarde

Na procura de conspirações dei por mim a ver o documentário Obama Deception.

as coisas que tu escreves faz-me procurar mais disto :P

Continua.

  I.D.Pena

sábado, julho 04, 2009 1:05:00 da manhã

-WOW, até que enfim que se fala com "cohones" desta porcaria de encenação com vidas humanas!


....
A primeira coisa que conlui mal vi o primeiro prédio a ruir foi :
IMPOSSIBLE

A minha mente desfez-se em perguntas, uma vez que já tinha pesquisado sobre a arquitectura do world trade Center e tb por explosivos (sempre foi uma perdição que tive), e, por acaso na mesma altura as melhores empresas de demolição usavam 'à la gardene' esse mesmo tipo de explosivos que por acaso subiram no mercado...

Coincidências ? Não me parece !

Nem tudo é coincidência e uma farsa como esta não deve ser perdoada de animo leve. Culpo quem lucrou e quem planeou este "Crash".

Beijos &
:)
Bom fim de semana Bruno Fehr

  caditonuno

sábado, julho 04, 2009 12:26:00 da tarde

essa teoria da implosao ou nao é interessante. agora a dos avioes que iam pintados e nao com pessoas deve ser apenas mais uma teoria da conspiraçao.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:46:00 da tarde

Nandez:

"apenas podera aprofundar-se mais sobre se nos meses anteriores houve movimentaçoes estranhas nos edificios"

Esse será o assunto da Sétima parte desta série.

"e se os aviões que embateram levavam mesmo civis ou não, pois ha quem diga que eram pintados ou não levavam ninguem."

Os aviões estavam praticamente vazios, naquele dia tinham 20% da pessoas que teriam num dia comum. O primeiro avião a embater nas torres tinha civis, o segundo avião não tinha pois era um avião militar. O da Pensilvânia foi abatido com civis. O do Pentágono, recuso-me a especular o que aconteceu após aquele avião ter aterrado. Lá dentro estavam 200 pessoas, 200 testemunhas de que o avião não embateu no Pentágono.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:46:00 da tarde

Fada:

"Pronto, a minha Alma fica parva é contigo!!! As coisas que tu sabes, homem!!! :o"

Não sei, o código foi-me dado não fui eu que o criei nem sabia que existia.

"Mas se eu não abrir o gmail com o IE, está-me sempre a dar erro no chat, daí eu usar para algumas coisas. :)"

Isso não faz sentido, o Gmail não depende do IE, são empresas diferentes.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:47:00 da tarde

Teté:.

"Não sei! Custa-me a engolir que mesmo um cretino como o Bush (ou os donos do edifício, que já disseste, davam prejuízo)) mandasse destruir as torres, com tanta gente lá dentro..."

Não o fizeram por causa dos prejuízos, isso foi só um bónus. Fizeram-no para justificar invadir 2 países e controlar 60% do petróleo mundial bem como algumas das maiores reservas do mundo de gás natural. A guerra do Vietname começou um um ataque como este. Os EUA entraram em guerra com o Japão depois de Pearl Harbour um ataque que sabiam que iria acontecer, mas precisavam que acontecesse para unir o povo americano que não queria mais guerras. Estes dois casos são facilmente provados.

"Bem sei que a época foi diferente, mas o Titanic também era aquele navio construído de modo a não afundar nunca, certo é que em 1912 naufragou mesmo!"

Mas não existe impossibilidade em qualquer barco afundar ao embater num icebergue, a impossibilidade está num fogo derreter aço. O Titanic afundar é aceitável, o WTC cair devido a fogo é simplesmente impossível.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:47:00 da tarde

Sofia:

"Porém quando dizes que o tempo de queda em vácuo é aquele que demora um pedaço de cimento largado do topo de uma torre a chegar ao chão, penso que te esqueces de um pormenor: o vácuo é a ausência de matéria. Neste caso o ar estaria presente portanto não existiria vácuo, e o ar também ofereceria resistência à queda."

Sim, essa é a definição actual de vácuo, mas duvido que Galileu tenha feito testes em vácuo. Quando ele nos seus trabalhos refere vácuo, quer referir-se à ausência de matéria visível na queda do objecto.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:47:00 da tarde

provocação:

"e vou-te contar: é assustador! Tantas famílias destroçadas...sem palavras."

De facto. Eu só comecei a estudar o caso WTC, depois dos ataques de Londres pois estava lá e vi o local 30 segundos depois das primeiras explosões. Eu estava a morar praticamente em frente a uma das estações que explodiu e desde o momento que fui à janela, vi a mentira.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:47:00 da tarde

MPSPM:

"Estás seguramente a incomodar os Powers that be,mas vale a pena em nome de uma verdade escondida. Keep up the spirit."

Acho que toda a gente deve saber que os poderes políticos não querem saber de nós, que não se preocupam e que não pensam duas vezes em matar por lucro. Isto aconteceu em Nova Iorque, Oklahoma, Washington, Pensilvânia, Madrid, Londres, Bali, Bósnia e um dia pode acontecer mais perto de nós.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:48:00 da tarde

Joao:

"Através do Google reader, consigo receber os textos na perfeição."

Sim neste momento não dá para censurarem o Google Reader, nem mesmo o próprio Google, pois ele usa spiders sem intervenção humana, ao ponto de guardar texto que o bloguer apaga na sua página.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:48:00 da tarde

Osga:

"Na procura de conspirações dei por mim a ver o documentário Obama Deception."

Esse documentário é excelente e podes esperar um Obama Deception 2, pois ele anda a tomar decisões e passar lei criminosas e assustadoras.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:48:00 da tarde

I.D.Pena:

"uma vez que já tinha pesquisado sobre a arquitectura do world trade Center e tb por explosivos (sempre foi uma perdição que tive), e, por acaso na mesma altura as melhores empresas de demolição usavam 'à la gardene' esse mesmo tipo de explosivos que por acaso subiram no mercado..."

Claro. O WTC era um monstro com aço que daria para quatro WTC's e não era um avião que iria derrubar aquilo, NUNCA.

  Bruno Fehr

domingo, julho 05, 2009 10:48:00 da tarde

caditonuno:

"agora a dos avioes que iam pintados e nao com pessoas deve ser apenas mais uma teoria da conspiraçao."

Não existiu qualquer avião pintado, os aviões tinham as suas cores originais. Irei dedicar um texto a isso. Esse texto será o mais fácil de escrever pois como ex-militar eu fui atirador de misseis Stinger, e a nossa especialidade é identificar aeronaves a olho nu. Não importa a que altura elas voam, se são visíveis a olho nu, um atirador Stinger identifica-o em segundos. Com imagens de TV é ainda mais fácil, tão fácil que nem dá luta.

  Fada

domingo, julho 05, 2009 11:39:00 da tarde

Bruno, disseste:
"Isso não faz sentido, o Gmail não depende do IE, são empresas diferentes."

Eu não disse que faz sentido, disse que é o que me tem acontecido. :(

Beijitos