Strap on e siga!


Tinha saído com três raparigas. Três amigas. Só mesmo para nos divertirmos, sem pensar em sexo.
Como já disse vezes sem conta, a única maneira de um homem estar com uma mulher sem pensar em sexo, é, ou já fez sexo com ela, ou simplesmente não há um mínimo de atracção física.

Esta noite estava seguro. Com duas delas já tive algo no passado, a terceira não faz o meu género. Sei lá vejo-a como um dos gajos, ou como uma irmã mais nova. Não temos qualquer tipo de química.
Eu e três gajas completamente loucas, que sabem aproveitar uma noite ao máximo. Uma delas é uma ninfomaníaca assumida, gosta de homens e gosta de sexo. Gosta mais de sexo do que de homens, por isso não escolhe muito. Outra é também alguém que gosta de sexo, 1 para 1, um para dois, 10 para 10, tudo serve. Adora experimentar coisas novas. A terceira, tinha acabado de sair de um namoro de 8 anos. Toda a sua adolescência e parte da vida adulta com 1 único homem. Agora queria compensar o tempo perdido. Eu? Eu fui pela viagem.

Como eu já estava com os copos e uma delas não bebe. Trocámos de carro, ficou o meu em casa e fomos no carro de uma das miúdas. Sentei-me no banco de trás e vejo uma caixa no chão. Afasto-a com o pé e ela abre-se. Qualquer coisa lá dentro brilhava no escuro. Pego no objecto e FODA-SE! Era um dildo gelatinoso cor-de-rosa fluorescente. Aquela merda brilhava no escuro. É impossível perde-lo de vista:

- Foda-se, o que é isto?

- É o meu homem substituto. Não te preocupes que isso está tudo desinfectado.

- Parece a picha do E.T.!

Passo o dildo à rapariga ao meu lado e coloco a mão na caixa. Retiro outro. Este era diferente. Era verde escuro e não tão gelatinoso. Na base tinha um interruptor. Um vibrador. Além de vibrar a cabeça dele andava à roda.
Em certas revistas, chamam àquilo massajador facial. Não faço a mínima ideia porquê. A forma do bicho pode servir para muita coisa, mas não me perece que seja muito útil na cara. Passo o vidrador à rapariga que estava ao meu lado, que sem pensar duas vezes o colocou no decote. Ligado.

Investigo a caixa. Vaselina. Preservativos masculinos, com sabores, cores, formas estranhas. Preservativos femininos, que mais parecem toucas de natação. Anéis de prazer. Os mais diversos tipos de gel. E... Aquilo. Algo que me fez tremer. Uma outra caixa com um Strap On!

- Para que queres esta merda?

- Para fazer aos gajos o que me fazem a mim!

- Tu vais ao cu aos gajos?

- Se me pedem vou! Se me vão a mim e também vou!

Ora aqui está uma gaja com quem eu não brinco mais. Senti um misto de medo e felicidade. Medo, porque ela estava a falar sério. Felicidade porque tive algo com ela quando ela ainda era inocente.

A noite foi longa. Antes de irmos para casa, fomos às bifanas. Estavam lá umas 20 pessoas. Saímos do carro e fomos logo atendidos. As mulheres riam-se, num raio de 20 metros de mim não havia gajo nenhum. As bifanas foram oferta da casa. Antes de entrar no carro, olho para os gajos todos que fugiram de mim e digo:

- Estas gajas são completamente loucas.

Vejo na cara de alguns um sorriso meio amarelo.

Porquê?

Antes de sair do carro, baixei as calças e coloquei o strap on por cima dos boxers. Vesti as calças, deixando o botões da braguilha desapertados. Ou seja, tinha uma picha roxa a sair-me das calças.

Não era grande. Não era assustadora. Era igual à da foto mas roxa e pelos vistos metia medo.

Ainda somos um povo com tabus. Porque raio fugiram os gajos? Já um gajo não pode sair à rua com uma pila roxa a espreitar das calças? Estariam com medo que eu lhes fosse ao cu, ou estavam com medo de se sentirem tentados a pedirem-me colo?

Claro que quando acordei, ressacado e me lembrei do que fiz, pensei para mim mesmo, "Nunca mais bebo". E não bebi... a semana inteira... Claro, chegando o fim-de-semana esquecemos e voltamos aos copos!

18 Comentários:

  Rafeiro Perfumado

segunda-feira, agosto 13, 2007 5:36:00 da tarde

Bom, eu não me considero um gaijo antiquado, nem com grandes tabus (apesar de nunca me aproximar da tua amiga) mas reconheço que ver um tipo com um dildo roxo a sair-lhe das calças no meio da rua era caso para me fazer afastar!

  Crestfallen

segunda-feira, agosto 13, 2007 5:50:00 da tarde

Eu afastaria-me de uma gaja com um dildo. Se eu fosse ao cu a alguém não iria precisar de acessórios. Precisava simplesmente de não ser eu.

  Ana

segunda-feira, agosto 13, 2007 6:47:00 da tarde

Ahahahah! Ora aí está uma mulher prevenida, sim senhora!

  bela_sonhadora

segunda-feira, agosto 13, 2007 7:37:00 da tarde

loooool e isso tudo foi numa noite de carnaval hehehehe so pode ;p

  Skynet

segunda-feira, agosto 13, 2007 7:53:00 da tarde

"picha do E.T." lol.
É melhor não te embebedares mais ao pé dessas gajas, nunca se sabe se elas vão querer entrar à força pelas tuas "traseiras" enquanto estás vulnerável lol

  Mulheka

segunda-feira, agosto 13, 2007 9:51:00 da tarde

Bem... mulher prevenida vale por duas ahahaah!!! Mainada!

  Crestfallen

terça-feira, agosto 14, 2007 9:30:00 da manhã

Ana:

Por acaso não me agrada a idea de as mulheres andarem prevenidas...

Na verdade ela guarda aquilo no carro, pois a mãe vê tudo no quarto dela mas no carro não entra.

  Crestfallen

terça-feira, agosto 14, 2007 9:31:00 da manhã

bela_sonhadora:

Antes tivesse sido numa noite de carnaval... Aí teria tido um outro efeito. Na verdade foi numa noite de Julho.

  Crestfallen

terça-feira, agosto 14, 2007 9:34:00 da manhã

Skynet:

As mulheres não me metem medo, pois mesmo que uma esteja de strap on colocado, tubo de gel lubrificante na mão e sorriso sádico na face... Eu corro os 10,000 metros em menos de 5 segundos...

  Crestfallen

terça-feira, agosto 14, 2007 9:34:00 da manhã

Mulheka:

Neste caso não vale por duas, vale por uma e por um!

  mymind

terça-feira, agosto 14, 2007 12:21:00 da tarde

o k o alcool n faz as pessoas :D

  Crestfallen

terça-feira, agosto 14, 2007 12:44:00 da tarde

mymind:

Atenção que o àlcool não muda as pessoas, simplesmente ficamos menos inibidos e muitas vezes mostramos os nossos mais intímos desejos.

O meu, pelos visto é ter a pissa roxa, mas roxa de muito sexo, obviamente!

  Francis

terça-feira, agosto 14, 2007 12:58:00 da tarde

és muita maluco ó meu...

safaste-te ou não ?

  Crestfallen

terça-feira, agosto 14, 2007 1:18:00 da tarde

Francis:

Sou maluco mas não sou doido (se é que esta frase faz sentido).

Estava com 3 gajas, 1 Strap on, 1 vibrador e 1 dildo. Ou seja as 3 poderiam estar armadas... A última coisa em que pensava era em arriscar sexo.

  Hidden Wild Spirit

terça-feira, agosto 14, 2007 5:11:00 da tarde

É, há gaijas muita doidas, sim senhor! Não sei o que faria numa situação dessas, mas até podia ser que na presença de tantas ao mesmo tempo, umas "ajudas" extras até que podiam estar bem "à mão". Se é que me faço entender!...

  Crestfallen

terça-feira, agosto 14, 2007 5:41:00 da tarde

Hidden Wild Spirit:

Nesta situação eu estava mais procupado com a minha virgindade anal!

  Crystal

quinta-feira, setembro 17, 2009 9:21:00 da tarde

Bem sei que é uma postagem antiga...mas irresistivel. Impossivel não deixar uma palavra a referir que saio daqui com um sorriso enorme. E eu que só andava a pesquisar o que era um strapon...fiquei elucidada, sem dúvida.

Um abraço

  Anónimo

terça-feira, dezembro 27, 2011 9:59:00 da manhã

Qual virgindade qual quê. Não há nada como igualdade. Nada melhor depois de comer o cú a uma gaja ela comer o nosso.
Ou então ao contrário.