Ambiente 9 - Limpar Portugal

Fugindo ao tema do aquecimento global, mas mantendo-me em propagandas politico-financeiras de desresponsabilização ambiental responsabilizando o povo, é preciso expor o grupo de deficientes Português que criou o projecto limpar Portugal:

http://limparportugal.ning.com
http://www.limparportugal.org

Este grupo que se assume como sendo "sem fins lucrativos", possui estranhos patrocinadores para um projecto que assenta em voluntariado para limpar matas, praias e eteceteras e tais.
Sem fins lucrativos não significa que não tenham lucros, significa que para não pagarem impostos precisam de ao fim do ano ter despesas iguais ou superiores aos gastos, algo que há uns anos a Associação Abraço provou ser fácil de fazer, bastou gastar uns milhares de contos em jantares e arranjos florais ou pelo menos apresentar recibos dos mesmos e colocar o dinheiro na carteira.

Limpar Portugal parte do principio que as pessoas devem ajudar a limpar o que sujam, fogem ao tema de que pagamos impostos para que os municípios limpem esses locais.
Um grupo que pretende juntar milhares de pessoas para limpar Portugal num dia, conseguiria juntar milhares de pessoas que iriam recolher milhões de assinaturas por forma a pressionar as autarquias a fazer o trabalho que lhes compete.
Este grupo está a prestar três serviços ao Estado:

1- Está a incutir um sentimento de responsabilidade pela limpeza de locais publicos ao povo.

2- Está a desviar a atenção do culpado para o inocente, permitindo que o dinheiro dos impostos destinado a essas limpezas possa ser desviado para uma qualquer conta offshore ou paraíso fiscal como a Suíça, bem ao estilo de Isaltino Morais.

3- Está a levar as pessoas a cometerem uma ilegalidade pela qual podem ter de indemnizar as autarquias, pois é ilegal um cidadão limpar uma mata, praia ou local público sem uma autorização da autarquia. Em 2004 (salvo erro), um grupo de cidadãos Alemães residentes no Algarve, resolveram limpar uma praia que não foi limpa pela câmara local antes do inicio da época balnear. Ao abrigo desta lei, eles foram punidos com coimas.

O projecto limpar Portugal tem um aviso no seu website: "Importante: Em caso algum aceitamos dinheiro", então aceitam patrocínios em géneros?
Fui motivado a analisar este caso por uma leitora deste blogue e contribuidora deste site, fui alertado para o facto deste projecto limpar Portugal, incentivar os incautos participantes a assinar a petição de nome Hopenhagen, em que qualquer semelhança com o Tratado de Copenhaga não é coincidência pois o abaixo assinado faz parte do lobby/farsa ambientalista do qual tenho vindo a falar.

Quem está à frente deste projecto é esta empresa. Uma empresa de peças de automóveis. Estranho, não? O que é que uma empresa de uma área poluente tem a ver com a limpeza de Portugal e o tratado de Copenhaga? A resposta está de certa forma implícita no site oficial da empresa. O parlamento Europeu tem decidido tudo e mais alguma coisa a nível Europeu, desde a obrigatoriedade das lâmpadas económicas que usamos em casa, até ao tamanho standard dos bancos do tractores (não isto não é piada)... mas o que é que isto tem a ver com esta empresa de peças automóvel que criou a campanha de limpar Portugal? Basta ver de que empresas eles compram produtos para vender em Portugal:

Narva - Um criador Alemão de lâmpadas "amigas do ambiente" e passo a citar: "environmental-compatible manufacturing process based on the ISO 14000 standard and a quality management system certified according to ISO/TS 16949: 2002", uma empresa que tem um grande mercado a conquistar com o pseudo-acordo ambiental de Copenhaga.

Micronair - Fabricante de filtro "verdes" para a cabine dos automóveis.

Cargo - Uma empresa que afirma seguir à risca a directiva Europeia 2000/53/EC, que não é mais nem menos que um directiva ambiental que tem como base a farsa das emissões de CO2 como gás poluente.

Os exemplos são imensos e podem ver todas as empresas a quem esta empresa Portuguesa está ligada, aqui.

Este projecto tem fins lucrativos para os organizadores (além do Estado), os lucros podem significar um controlo nacional do mercado de peças para automóveis pós Tratado de Copenhaga e isto à custa do pacóvios que se acham no dever de limpar Portugal esquecendo o dever de pressionar as pessoas que elegem para fazer esse serviço por vós, as pessoas a quem pagam grandes ordenados e a quem pagam impostos para cobrir essas despesas.
Quem aderiu, adere ou irá aderir a este projecto é responsável pelas autoridades serem cada vez menos responsáveis e a culpa de toda a merda à nossa volta ser atribuída ao povo.

Um muito obrigado *inserir ironia* pela ignorância de quem adere a este tipo de projectos, pois apesar de poderem ter boas intenções, já diz o ditado "de boas intenções está o inferno cheio".

A ignorância em relação à lei não tem validade legal, tal como a ignorância em relação aos projectos a que aderem e em relação às vossas convicções pessoais, não possuem qualquer valor moral que vos desculpe.
Se o povo é culpado por danos ambientais, estes voluntários tomam para si uma enorme fatia da responsabilidade criminosa que é culpabilizar os inocentes.

FIM desta série

E assim, deixando imenso por dizer terminei esta série em que esperava ter uma acesa discussão nas caixas de comentários mas que acabaram por ser os textos menos comentados de sempre, chegando ao ponto de pela primeira vez neste blogue ter escrito um texto que não  recebeu 1 único comentário. No entanto vejo isso como um factor positivo, pois significa que os defensores do "aquecimento global" caíram ou estão a cair na dura realidade de que as suas convicções estavam erradas por assentarem em falsidades.

53 Comentários:

  Diogo

quarta-feira, dezembro 16, 2009 12:05:00 da manhã

E no entanto eu tenho acompanhado todos os seus posts.

(A moderação de comentários não ajuda. As pessoas gostam de ver as suas opiniões impressas imediatamente).

  Jane Doe

quarta-feira, dezembro 16, 2009 12:17:00 da manhã

Porra...

Eu já tinha ouvido falar deste projecto, mas nem parei lá muito tempo. Por um lado porque porque não me daria ao trabalho de ir a PT para participar nisso. Segundo porque me pareceu uma coisa um pouco ou tanto fantochada, quer dizer... um dia de limpar vai mudar o quê? É trampa, claro. E pelos vistos ainda é mais tramposo do que eu pensava, que achava que se ficava por uma coisa que, eu diria para distrair as pessoas já de si distraídas.

Esquema muito bem montado, realmente. Só eu é que não me lembro de um esquema destes...

Quanto à série do Ambiente, não li nenhum texto, e reparei no que não teve comentários. Também achei inédito e pensei: É Natal está visto que ninguém quer saber disto. E claro, esta é a altura perfeita para este tratado ser assinado, pois as pessoas querem mesmo é aproveitar o tempo para estar com a família e ser o exemplo de amor e paz. Pois claro...

Comecei a ler hoje, depois quando acabar faço um comentário anónimo a dizer que é tudo mentira, e que tu andas nos copos, que é para ver se isto volta a ser o "Só me apetece cobrir" a que nos habituámos.

Eheheh

  AndersonFM

quarta-feira, dezembro 16, 2009 1:42:00 da manhã

Também eu posso dizer que acompanhei todos os teus posts. Não te preocupes, talvez muitos, tal como aconteceu comigo, concordam que o aquecimento global é uma treta, que a Greenpeace é um grupo idiota com gente idiota e etecetera mas simplesmente não apetece discutir sobre isso. Boa noite, que estou com a cabeça dentro de fumo e com a cara vermelha.

  Angel

quarta-feira, dezembro 16, 2009 10:09:00 da manhã

Eu acho que as pessoas não comentam tanto porque está tão bem esplicado e argumentado que não há grande coisa a dizer.

  lunatiK

quarta-feira, dezembro 16, 2009 10:56:00 da manhã

Viva Bruno
gostei da série, e penso que se não tens discussões acesas é porque aos poucos as pessoas vão abrindo os olhos á realidade e apercebem-se do que se está a passar.
Há alguns anos preocupava-me bastante com isto, tanto que estive para me inscrever na Greenpeace, mas depois de alguma investigação apercebi-me que a organização não era bem o que aparenta. Acredito que muitos dos activistas, ou todos, lá estajam realmente por um mundo melhor, mas basta olhar para quem faz os maiores donativos para nos apercebermos que algo está mal contado.
Neste caso é igual, ninguém dá nada a ninguém de borla, se essas empresas fazem donativos é porque têm dividendos a retirar.
Cumps.

  HAZEL

quarta-feira, dezembro 16, 2009 11:32:00 da manhã

Já perdi a conta às vezes que recebi esta publicidade do "Limpar Portugal" e me pediram para a publicitar no meu blogue. Nunca aceitei.

Sempre achei esta iniciativa o cúmulo da hipocrisia!
Todas as semanas visito Sintra e sempre apanho latas, papéis, sacos de plástico, maços de cigarros, garrafas, etc., da serra.
Coloco tudo num saco e deito no lixo.
E na semana seguinte, há sempre mais lixo pela serra (muitas vezes, produzido pelos pretensos amantes da Natureza, esses que por lá andam de bicicleta).

Sabes quantas pessoas eu vejo por lá a fazer o mesmo que eu? Nem uma!
E nas praias? Idem!

Quando estes humanóides passam por mim e me vêem apanhar lixo do chão, ainda me olham com desdém ou como se fosse maluquinha.

Claro... se eu fizesse isso no Dia da Árvore, já ninguém estranhava, pois nesse dia a carneirada acha muito bonito apanhar lixo do chão, e até faz questão de chamar a televisão para mostrar e para dar o exemplo.

E no resto do ano, onde anda esta gente, estes tais voluntários do "Limpar Portugal"? Nunca os vejo!

Vejo, sim, é gente a poluir, isso vejo eu todos os dias.

Que hipócrita é esta nossa sociedade...

Se é ilegal ou não limpar matas, pouco me importo com as leis dos homens. Continuarei a fazê-lo, até que me prendam por isso.

  Shadow One

quarta-feira, dezembro 16, 2009 11:54:00 da manhã

Acho estranho uma coisa tão organizada e estruturada a doutrinar que DEVEMOS apanhar o lixo do chão, ao mesmo tempo que o DEVER cívico de não poluir é praticamente ignorado.

A mensagem é contraditória.

Eu, a qualquer sítio que vá, trago sempre comigo mais lixo do que aquele que eu mesmo produzi.

De qualquer modo a industria que embala os seus produtos em diversas camadas de involcros é desresponsabilizada, e o consumidor pagador é que fica com a obrigação de não poluir.

Já se puzeram a pensar na quantidade de lixo que o simples acto de comer uma bolacha gera? É ridiculo.

Hipocritazinhos de merda.

  Manula

quarta-feira, dezembro 16, 2009 12:19:00 da tarde

Agradeço-te por esta série.
Agora que chegaste ao fim era bom falar do porquê e para quê de mais uma tanga.
O aquecimento global é mais uma tanga, em que o homem é o inimigo de si próprio e da Terra.
Então mas o que é que resulta daqui?
Quais são os objectivos desta mentira?
Onde é que eles querem chegar com isto?
Vantagens e desvantagens desse cenário hipotético?
Um post com conclusões era bem vindo.
Tenho a certeza que teria bastantes comentários.
É que as pessoas têm a ideia que esta é uma mentira boa porque nos vai levar a um modo de vida em harmonia com o ambiente, respeitando a Terra e os animais.

Gostava de ver isto debatido.

Cumprimentos a todos

  Dakota

quarta-feira, dezembro 16, 2009 12:19:00 da tarde

"... terminei esta série em que esperava ter uma acesa discussão nas caixas de comentários ..". Vá, esqueceste-te de inserir ironia aqui ... :)

Sabes melhor que ninguém que o pessoal gosta é de comentar sexo, futebol, mulheres, homens e essas coisas que têm mais directamente a ver com a vidinha de cada um ...

Podes sempre ver a coisa por esta prisma - se ninguém falou é porque estava toda a gente de acordo contigo. Ou então não têm opinião formada e não sabem que dizer-te.

Ou então estão a borrifar-se mesmo para o assunto.

Indo à vaca fria- assunto deste post - tens toda a razão. Há alguém que precisa de engordar o CV e então lembra-se de promover iniciativas de merda como esta. Fica sempre bem. E o pessoal lá embarca nestas cenas ...

Quanto a mim, e quando na via pública, vou continuar simplesmente a deitar o lixo nos caixotes. Não vou apanhar o lixo que está no chão.

  L.

quarta-feira, dezembro 16, 2009 5:28:00 da tarde

Bruno,

Ando em viagens e viagens, que me impossibilitam de te ler como deve ser, e quando finalmente tenho um tempinho livre, acabo por cair para o lado. Dentro de dois dias estou de volta, ponho a leitura em dia, e logo digo o que penso disto tudo (já tenho uma certa opinião formada, a ver vamos se se confirma).
De qualquer forma, só queria deixar um beijinho, e em jeito de "olá"! Está dado! :)

Laura R.

  Joao

quarta-feira, dezembro 16, 2009 10:20:00 da tarde

A ideia não é original. Na Letónia (ou na Lituânia. Ou na Estónia. Enfim, um daqueles paises bálticos :P) já fizeram algo do género, e pelo que li, com sucesso.

  blue

quarta-feira, dezembro 16, 2009 11:40:00 da tarde

Olá.
Eu sou voluntária e acho que todas estas pessoas que te comentam e tu incluído deveriam ser voluntários também. Quem está de fora gosta muito de mandar bocas para o ar.
Com tantos links no teu texto, achei estranho não indicares o link que faz a ligação entre a empresa que referiste e o projecto limpar portugal.
Quanto aos teus comentadores que dizem que um dia não faz diferença, bla bla bla, pode não fazer muita diferença, mas é melhor do que nada e é preciso também querer levantar o rabo do sofá e fazer alguma coisita. Sim, porque nós andaremos a limpar a porcaria que os outros fazem (todos nós) quer faça sol ou chuva, lá estaremos. Os outros, bem, os outros se calhar andam a sujar noutros lados ou então passam esse sabado agarrados á net a mandar bitaites sobre assuntos que pouco ou nada sabem.

Quanto a teres dito que os voluntários desse tipo de projectos são ignorantes, discordo completamente. Primeiro porque até me considero uma pessoa inteligente e segundo porque tanto nos outros dias, como naquele dia 20 vou fazer algo que me faz sentir bem e sentir que contribuí para ajudar de facto a limpar o NOSSO país, que não é só dos municípios, nem do governo. É de todos nós!
Se pagamos impostos para fazerem isso. Pagamos sim senhor, mas isso para mim não invalida em nada o projecto. Nem tão pouco fará que essa responsabilidade de limpeza passe para o "povo".

Despeço-me e fico a aguardar que me indiques por favor qual é o link onde diz que o projecto de limpar portugal tem relação directa com a dita empresa.

Obrigada e boa noite.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:56:00 da manhã

Diogo:

A moderação é um triste realidade necessária neste blogue, que infelizmente recebe ataques diários inexplicáveis por parte de anónimos convictos em realizar acções de descredibilização do autor do blogue em vez de tentarem argumentar os assuntos abordados.

Se deixar que o foco da atenção passe dos textos para mim, acabarei por perder o controlo do blogue e a motivação em abordar qualquer assunto. Eu só escrevo e só o que escrevo é comentável, daí ter de seleccionar os comentários.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:57:00 da manhã

Jane Doe:

"Esquema muito bem montado, realmente. Só eu é que não me lembro de um esquema destes..."

É uma excelente manobra de espalhar um doutrina ambiental errada e retirar dividendos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:57:00 da manhã

AndersonFM:

Estamos de acordo sobre a Greenpeace e organizações similares.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:57:00 da manhã

Angel:

Se assim é, ainda bem pois fico sempre na dúvida se os textos são claros, pois acabo sempre por publicar resumos do que escrevi.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:57:00 da manhã

lunatiK:

"Há alguns anos preocupava-me bastante com isto, tanto que estive para me inscrever na Greenpeace"

Em 1996 também estive perto de me inscrever pois gostava de os ver a fazer todos aqueles protestos, mas em pouco tempo comecei a ver as ilegalidades cometidas e que me fizeram investigar melhor o grupo.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:57:00 da manhã

HAZEL:

"Sempre achei esta iniciativa o cúmulo da hipocrisia!"

Sem dúvida que o é.

"Todas as semanas visito Sintra e sempre apanho latas, papéis, sacos de plástico, maços de cigarros, garrafas, etc., da serra.
Coloco tudo num saco e deito no lixo.
E na semana seguinte, há sempre mais lixo pela serra (muitas vezes, produzido pelos pretensos amantes da Natureza, esses que por lá andam de bicicleta)."

Isso é uma grande verdade. Adoram visitar a natureza, ficar lá a ver os passarinhos e depois deixam a lata de Coca-cola e uma pilha de beatas.

Se apanhas o lixo porque queres, és vista como maluquinha pois os maluquinhos acham que é preciso estarem inscritos num projecto e andarem a fazer esse trabalho organizados me rebanhos.

"Se é ilegal ou não limpar matas, pouco me importo com as leis dos homens. Continuarei a fazê-lo, até que me prendam por isso."

O que fazes por iniciativa própria neste caso não é contra a lei, só grupos organizados precisam de licença.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:58:00 da manhã

Shadow One:

"Acho estranho uma coisa tão organizada e estruturada a doutrinar que DEVEMOS apanhar o lixo do chão, ao mesmo tempo que o DEVER cívico de não poluir é praticamente ignorado."

Organizada ao ponto de terem tempo de antena publicitário em rádios e estar previsto até tempo televisivo, que todos sabemos que custa uma pequena fortuna.

"De qualquer modo a industria que embala os seus produtos em diversas camadas de involcros é desresponsabilizada, e o consumidor pagador é que fica com a obrigação de não poluir."

De não poluir a agora de limpar o lixo provocado parcialmente por empresas.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:58:00 da manhã

Manula:

"Agora que chegaste ao fim era bom falar do porquê e para quê de mais uma tanga."

Já falei disso, mas poderei organizar tudo num só texto.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:58:00 da manhã

Dakota:

"Sabes melhor que ninguém que o pessoal gosta é de comentar sexo, futebol, mulheres, homens e essas coisas que têm mais directamente a ver com a vidinha de cada um ..."

Sem dúvida, tenho dezenas de textos banais que atingiram entre uma e três centenas de comentários.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:59:00 da manhã

L.:

Seja em trabalho ou lazer, aproveita. Viajar pode ser cansativo mas é sempre recompensador.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:59:00 da manhã

Joao:

"A ideia não é original. Na Letónia (ou na Lituânia. Ou na Estónia. Enfim, um daqueles paises bálticos :P) já fizeram algo do género, e pelo que li, com sucesso."

Depende do significado de sucesso. Sucesso em limpar? Sim acredito que fique limpo. Mas não há sucesso em manter limpo ou em pressionar os responsáveis a manter o trabalho daquele dia. As câmaras dizem que não podem limpar tudo, mas mesmo depois da pessoas limparem nem sequer se esforçam para manter.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 1:10:00 da manhã

blue:

"Eu sou voluntária e acho que todas estas pessoas que te comentam e tu incluído deveriam ser voluntários também. Quem está de fora gosta muito de mandar bocas para o ar."

Quem está de fora como? Ninguém está de fora pois todos formamos uma sociedade e estamos nela inseridos. A diferença é que há quem ache que tem o dever de limpar e há quem ache que temos o dever de pressionar as autoridades em cumprir os seus deveres. Fazes parte do primeiro grupo, eu faço parte do segundo.

Sei que 80.000 pessoas podem limpar muito num dia, mas acaba esse dia volta tudo ao mesmo pois o que fizeram foi desresponsabilizar as autoridades que não irão manter o trabalho que vocês vão fazer.

Se cada um desses 80.000 voluntários, recolhesse 100 assinaturas cada um, seriam 8.000.000 vozes de protesto a pressionar os governos locais a fazer o que lhes compete. Isso sim era um serviço público ao qual faria uma vénia. Nenhum governo poderia ficar indiferente à opinião de 80% dos Portugueses.

"Com tantos links no teu texto, achei estranho não indicares o link que faz a ligação entre a empresa que referiste e o projecto limpar portugal."

Então você juntou-se a um projecto sem saber quem é o seu impulsionador? Eu se pego na bandeira de um movimento e marcho por uma causa com ela, eu tento saber onde nasceu esse movimento.

"é preciso também querer levantar o rabo do sofá e fazer alguma coisita."

Concordo, pois quem assina o abaixo assinado Hopenhagen deste projecto, assinaria um de responsabilização governamental.

"Primeiro porque até me considero uma pessoa inteligente e segundo porque tanto nos outros dias, como naquele dia 20 vou fazer algo que me faz sentir bem e sentir que contribuí para ajudar de facto a limpar o NOSSO país"

A inteligência e ignorância não são antónimos. Qualquer pessoa inteligente é ignorante em certos assuntos. Eu, você e toda a gente é inteligente e ignorante ao mesmo tempo.

Se a faz sentir bem fazer por si o que já paga para que seja feito, vá em frente, mas tem de aceitar que a critique por estar a responsabilizar todo um povo, da mesma forma que eu aceito que me diga que eu vou estar nesse dia a sujar num outro ponto do país, algo que obviamente não poderá ser devidamente documentado.

"Despeço-me e fico a aguardar que me indiques por favor qual é o link onde diz que o projecto de limpar portugal tem relação directa com a dita empresa."

Como já referi, você aderiu a um projecto sem se informar sobre ele. Isto é o mesmo que dar dinheiro para caridade sem investigar se essa associação ou fundação de recolha de fundos existe realmente.

Paulo Pimentel Torres, sabe quem é? É o dinamizador do Projecto Limpar Portugal, que pegou no projecto ligou-o ao tratado de Copenhaga através do abaixo assinado que vocês são convidados a assinar disfarçado pelo nome Hopenhagen, pois ganhará controlo do mercado nacional pós tratado no que toca à comercialização de produtos "amigos do ambiente" que serão impostos a todos os portugueses com automóvel.

Paulo Pimentel Torres é o link que lhe falta, se não o dei é porque ele era óbvio. De que outra forma poderia ligar a empresa ao projecto?

Se alguém me diz "siga-me", eu perguntarei que é essa pessoa!

  HAZEL

quinta-feira, dezembro 17, 2009 11:38:00 da manhã

Com a tua licença, Bruno, apeteceu-me acrescentar mais umas coisitas que me pareceram pertinentes:

Eu não sou voluntária, mas tenho plena convicção de que faço mais do que os... quantos? 80.000?!
Como é que é possível que haja tanta gente tão bem-intencionada e eu nunca os veja?
Ah... já sei, é porque eles só limpam a Natureza 1 vez por ano, e com as câmaras a filmar. Claro!

Nos restantes 364 dias do ano, continuo eu a limpar, porque amo a Natureza e porque dispenso testemunhas oculares e protagonismos. E, que caraças, faço isto há uns anitos e nunca me cruzei com ninguém a fazer o mesmo. Devemos andar em lugares diferentes. Será: eu, nas praias e matas e eles, nos centros comerciais? Deve ser isso.

O que é mais giro é vê-los todos orgulhosos e cheios de si no Dia da Árvore a apanhar o lixo em frente às câmaras. E depois, quando o dia chega ao fim e regressam a casa (já entretanto as câmaras foram embora e o rebanho se desmanchou), lá continuam a atirar as beatas para o chão da rua e a ignorar os papéis que se encontram nas vias públicas.

Que raio...

  blue

quinta-feira, dezembro 17, 2009 12:24:00 da tarde

loooool Obrigada pela extensa resposta ao meu comentário.
Contrariamente ao que afirmaste caro Bruno eu informei-me sobre o projecto. Além de estar informada sobre o projecto, perguntei directamente ao sr. Paulo Pimentel Torres que me respondeu prontamente á questão. E é obvio que a resposta dele não poderia ser mais normal, a qual vou transcrever:

"Olá Rute,
é claro e obvio que qualquer um dos mentores, coordenadores e colaboradores do Limpar Portugal tem o seu emprego, e o meu é de sócio gerente da empresa comercial de peças de automóveis a que o não identificado autor refere. isso não liga a empresa a nada do PLP, Não percebo no entanto é a baralhada que o Sr. faz.
O que é que tem haver o PLP comigo que seja diferente de outro membro qualquer. só porque fui o primeiro ou segundo membro? e o que terá haver o meu emprego com o PLP?
O PLP é um movimento cívico, e eu só estou aqui para deixar uma melhor herança aos meus filhos.
Mas o assunto não merece comentários,espero não se ofenda, mas apaguei o post com o link da minha página, pois não vou publicitar um blog que não me parece tenha nada de serio e que começa um artigo a insultar de deficietes os coordenadores do PLP.
Obrigado por ter perguntado.
Cumprimentos
Paulo"

Como tal caro Bruno, sugiro que se dedique a outras coisas mais importantes do que andar a idealizar teorias da conspiração em vários assuntos.

Quanto ás petições para o governo, todos nós sabemos que isso cai tudo em saco roto. Mas claro, é mais fácil dizer que temos que assinar petições d que fazer alguma coisa útil pelo nosso país.

Felizmente, nem todos pensam como tu e pode ser que o impacto do dia 20 de Março de 2010 dê alguns frutos positivos e mude alguma coisinha na mentalidade dos portugueses.

Quanto aos termos ofensivos que usa para definir as pessoas que são voluntárias deste projecto e passo a citar:

"deficientes"; "maluquinhos"; "ignorância de quem adere a este tipo de projectos"

As definições são:

"deficientes"
adj. 2 gén.
1. Em que há deficiência.

"maluquinhos"
maluco
adj. s. m.
Adoidado; que não tem o juízo todo; maníaco; cismático; estroina.

“ignorância de quem adere a este tipo de projectos”
ignorante
adj. 2 gén. s. 2 gén.
1. Que ignora.
2. Que não tem instrução. O que não sabe bastante da sua profissão.

Não percebo a aplicação dos respectivos termos aos voluntários que querem apenas limpar portugal.

Já agora, "Teoria da conspiração" é um termo usado para referir qualquer teoria que explica um evento histórico ou actual como sendo resultado de um plano secreto levado a efeito geralmente por conspiradores maquiavélicos e poderosos, tais como uma "sociedade secreta" ou "governo sombra".

Este termo parece-me perfeito para a definição do teu texto ;)

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 3:24:00 da tarde

HAZEL:

"Como é que é possível que haja tanta gente tão bem-intencionada e eu nunca os veja?"

São bem intencionadas só quando seguem um líder, são incapazes de fazer algo pelo bem que esse algo representa e precisam de estar em rebanhos para que não se sintam sozinhas.
São estas as ovelhas que olham para ti de lado se apanhas lixo fora destes grupos, pois serás vista como ovelha negra e não como ser humano possuidora de livres arbítrio.

"Ah... já sei, é porque eles só limpam a Natureza 1 vez por ano, e com as câmaras a filmar. Claro!"

Para a foto, e os organizadores agradecem.

"Devemos andar em lugares diferentes. Será: eu, nas praias e matas e eles, nos centros comerciais? Deve ser isso."

Por este andar em breve andarão nos centros comerciais de vassoura na mão, só é preciso que a empresa de limpezas deixe de fazer o seu serviço para aparecer alguém a responsabilizar o consumidor, pois quem anda ás compras é que suja...

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 3:30:00 da tarde

blue:

Hilariante a explicação do Sr. Pimentel. Se ele disser que é o Pai Natal, deverei acreditar? Parece que sim pois ele não apresenta nada que descredibilize o meu texto.
Mas fica a pergunta, o que tem o Projecto Limpar Portugal a ver com o tratado de Copenhaga e a petição Hopenhagen? O projecto aparentemente nada, mas o senhor Pimentel tem muito, no entanto trabalho e projecto estão intimamente ligados.

"Como tal caro Bruno, sugiro que se dedique a outras coisas mais importantes do que andar a idealizar teorias da conspiração em vários assuntos."

Anotei a sua sugestão, mas o que é importante ou não é uma questão pessoal onde raramente há consenso.
Teorias da conspiração, não percebo a ligação mas gostei da utilização desse termo neste contexto, é a desculpa da moda na falta de argumentos contrários.

"Quanto ás petições para o governo, todos nós sabemos que isso cai tudo em saco roto."

Isso é mentira, pois eu apontei um numero pequeno assinaturas por voluntário (100) e isso daria 8 milhões de assinatura e um numero desses daria para fazer... tudo. 8 milhões de signatários teriam poder absoluto para que nova legislação fosse criada. A Ucrânia precisou de unicamente 1 milhão de pessoas e isto no meio do caos, em Portugal ainda há ordem.

"é mais fácil dizer que temos que assinar petições d que fazer alguma coisa útil pelo nosso país."

Errado, uma petição é um direito democrático legal. Hoje é pelo ambiente e amanha se for em nome de injustiças legais? Vamos fazer grupos de justiça popular?


"As definições são:
"deficientes"
adj. 2 gén.
1. Em que há deficiência."

Há deficiência a nível informativo e analítico. Mas gosto também de:

2. Diz-se do número cujas partes alíquotas somadas não chegam a dar esse número (ex.: 10, porque 5 + 2 +1 = 8).


"maluco
adj. s. m.
Adoidado; que não tem o juízo todo; maníaco; cismático; estroina."

Correcto é cisma sem estudo, maníaco pela fé ambiental de algo que é cientifico e não religioso. Aquele que matuta com base em fé sem buscar informações ouvindo, acreditando e seguindo cegamente as palavras de um profeta, neste caso, falso profeta.

"ignorante
adj. 2 gén. s. 2 gén.
1. Que ignora.
2. Que não tem instrução. O que não sabe bastante da sua profissão."

Correcto, que não percebe nada da lei Portuguesa, de politica internacional, de lobbys, de ecologia de manipulação, pois tudo o que faz tem como base a fé.

"Não percebo a aplicação dos respectivos termos aos voluntários que querem apenas limpar portugal."

Para limpar Portugal a limpeza tem de ser feita com ordem. Limpar as matas sem confrontar os poderes locais é como limpar o pó e depois ir varrer... o pó volta directamente para as prateleiras assim que terminas.
Se não sabem os princípios básico de limpeza como podem ser voluntários?

"Já agora, "Teoria da conspiração""

A sua definição está incorreta, aqui fica uma bem mais real:

Teoria da conspiração é uma teoria que supõe que um grupo de conspiradores está envolvido num plano e suprimiu a maior parte das provas desse mesmo plano e do seu envolvimento nele. O plano pode ser qualquer coisa, desde a manipulação de governos, economias ou sistemas legais até à ocultação de informações científicas importantes.

"Este termo parece-me perfeito para a definição do teu texto ;)"

Se o senhor Pimentel fosse negro, eu seria racista. Se fosse gay, eu seria homofóbico. Se fosse de esquerda, eu seria fascista. Se fosse de direita, eu seria comunista. Se fosse mulher, eu seria sexista. À falta de um destes rótulos teorista da conspiração é last resort. Como sabemos, sempre que não há argumentos de defesa há que colocar rótulos descredibilizadores.

A mensagem passou, e este não será o meu último texto sobre o assunto.

  Anónimo

quinta-feira, dezembro 17, 2009 3:37:00 da tarde

Conselho aos ambientalistas e outros:
Querem o País LIMPO?

Esta organizações não servem para NADA!!!!

Façam como eu que sempre que vou passear para a serra de Sintra, levo uns sacos de plástico e trago a merda que os fp lá deixam e despejo no contentor mais perto (maços de tabaco, plásticos, embalagens de barrazinhas energéticas, lenços, garraFas de vidro e plástico, etc, etc.

Se todos praticarmos este desporto junto do seu meio, certamente que a porcaria vai desaparecendo a olhos vistos.

Se paralelamento formos menos porcos e utilizarmos os recepientes próprio para o Lixo aí então atingimos a perfeição.

JAM

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 17, 2009 3:40:00 da tarde

Anónimo JAM:

Nisso estamos de acordo.
Por outro lado se todos trouxerem o seu lixo não haverá necessidade de ter ninguém a apanhar o lixo dos outros ou de o Estado limpar.

  blue

quinta-feira, dezembro 17, 2009 3:58:00 da tarde

Mas volta a "bater na mesma tecla" da petição Hopenhagen?? Não assinei petição nenhuma, nem fui incentivada a assinar nada, pois apenas ouvi falar da dita petição através deste blog.
Eu, tal como várias pessoas que conheço do PLP, increvemo-nos apenas e só como voluntários.
Os únicos mails que recebo do PLP têm a ver com a marcação de reuniões e divulgação do projecto ponto.

"Para limpar Portugal a limpeza tem de ser feita com ordem. Limpar as matas sem confrontar os poderes locais é como limpar o pó e depois ir varrer.."
Com esta frase verifica-se a total falta de conhecimento seu nesta matéria. Nos restantes concelhos não sei, mas no de Odivelas, a própria câmara de Odivelas e as juntas de freguesia estão envolvidas e receptivas a este projecto. Estando presentes nas reuniões e disponibilizando locais para a elaboração das respectivas reuniões. Quanto á ordem com que será feita a limpeza, não tenho a menor dúvida que será efectuada com toda a ordem possível, pois a limpeza será em Março e a organização da mesma já vem sendo estudada há algum tempo.

Quanto ao resto, as nossas opiniões serão sempre divergentes.
Eu estou de consciência tranquila, pois "esquema" ou não, terei contribuído nesse dia específico, á imagem do que faço nos restantes dias do ano. A única diferença é que nesse dia específico serão colocados meios para uma limpeza mais eficiente e não apenas saquinhos ;)

Quanto aos restantes comentários louvo as boas acções da Hazel e do Jam, apesar de também nunca os ter visto a limpar o país.

Não sabia que iriam existir câmaras a filmar a limpeza :D Obrigada pelo aviso!! Lá vou eu ter que vestir uma roupita melhor.
Espero é que haja câmaras suficientes para filmar tanta gente...

  Bruno Fehr

sexta-feira, dezembro 18, 2009 12:19:00 da manhã

blue:

"Mas volta a "bater na mesma tecla" da petição Hopenhagen?? Não assinei petição nenhuma, nem fui incentivada a assinar nada, pois apenas ouvi falar da dita petição através deste blog."

Não anda a ler o site e fóruns do projecto em que participa.

"Com esta frase verifica-se a total falta de conhecimento seu nesta matéria."

A participação burocrática de uma câmara municipal não é da sua competência, é sim limpar e não fornecer meios e instalações de reuniões.

As câmaras resolvem limpar e eu apoiaria, se precisam de pessoal temos milhares de desempregados que em vez de serem colocados em cursos onde aprendem a ligar e desligar um PC e pouco mais, poderiam ajudar nesse sentido e aí sim, poderiam solicitar voluntários.

"Não sabia que iriam existir câmaras a filmar a limpeza :D"

A RTP está envolvida no projecto. Eu recolho informações do vosso site, fórum, mas como voluntária deveria saber disso melhor que eu.

  HAZEL

sexta-feira, dezembro 18, 2009 12:20:00 da tarde

É que existe todo um Portugal para limpar que fica para além dos limites de Odivelas.

  Anónimo

sexta-feira, dezembro 18, 2009 3:39:00 da tarde

gastar o seu tempo desta maneira Sr Nuno. Sinceramente. Por pessoas como você é que precisamos de mais projectos destes, consigo ou sem "SIGO"... o PLP está em andamento. Sou professor, centenas de horas a explicar o projecto, Milhares de KM, com o meu dinheiro, com o meu tempo e com o meu conhecimento. É de louvar a atitude de NM, PPT e RM. Portugal só pode ficar melhor. O Sr Nuno e afins não tem o direito de "ultrajar", os mentores e aderentes ao PLP. se é tão "idiota" porque não se lembrou ?
"As grandes ideias encontram sempre obstáculos, em mentes mesquinhas".
Bom natal.

  Anónimo

sexta-feira, dezembro 18, 2009 3:45:00 da tarde

é fechada a sua mente. Já que não deixa abertura aos demais.
Vá trabalhar e aprender a ser mais respeitador. você é mesmo uma vergonha para o país. "Você não vale nada, mas eu não gosto de Você." , não tem que fazer deve estar no Fundo desemprego. Mentes assim não produzem.

  Bruno Fehr

sexta-feira, dezembro 18, 2009 4:14:00 da tarde

HAZEL:

O voluntariado é nacional, no entanto "vamos limpar Portugal" é hipocrisia pois é impossível.

  Bruno Fehr

sexta-feira, dezembro 18, 2009 4:15:00 da tarde

Anónimo:

"gastar o seu tempo desta maneira Sr Nuno."

Entre expor burlas ou participar nelas, estou bem como estou!

"Por pessoas como você é que precisamos de mais projectos destes, consigo ou sem "SIGO"... o PLP está em andamento. Sou professor, centenas de horas a explicar o projecto, Milhares de KM, com o meu dinheiro, com o meu tempo e com o meu conhecimento."

Tenha vergonha! Professor? Você já leu o seu comentário? A escrever assim só se for professor astrólogo.

"O Sr Nuno e afins não tem o direito de "ultrajar", os mentores e aderentes ao PLP. se é tão "idiota" porque não se lembrou ?"

Quem é o Nuno? Quem é o idiota e não se lembrou de? O seu comentário está tão mal formulado que não se percebe nada do seu Português.

"As grandes ideias encontram sempre obstáculos, em mentes mesquinhas".

É mesmo verdade, tal como as grandes burlas são defendidas e seguidas religiosamente pelos ignorantes.

  Bruno Fehr

sexta-feira, dezembro 18, 2009 4:15:00 da tarde

Anónimo:

"é fechada a sua mente. Já que não deixa abertura aos demais."

Não conseguiu colocar tudo num comentário? O mesmo IP, ISP, PC, a mesma pessoa e o mesmo Português de baixo nível do mesmo professor em sonhos húmidos de masturbação intelectual.

Os demais não devem de entrar na minha mente sem serem convidados.

"Vá trabalhar e aprender a ser mais respeitador."

Vou dentro de 15 minutos, mas sigo o lema "respeite para ser respeitado", quem criou este projecto insultou todos os Portugueses.

"você é mesmo uma vergonha para o país."

Qual país? É que se for Portugal isso não é fisicamente possível pois não estou nesse país e não o represento. Mas se você é mesmo professor como afirma, acho que encontrámos a vergonha nacional.

"Você não vale nada, mas eu não gosto de Você."

Mais uma bela frase sem sentido, pois criou uma condição onde ela não era necessária.
Leia, eu não estou aqui para que gostem de mim, estou-me literalmente a cagar para o que pensam de mim e é isso que me dá a liberdade de escrever e criticar, isso e a constituição.

"não tem que fazer deve estar no Fundo desemprego. Mentes assim não produzem."

Não, se estivesse no fundo de desemprego estaria no projecto limpar Portugal, pois isso é coisa de quem não tem nada que fazer. Você sim, deverá estar no desemprego pois escrever Português como você e se professor, deveria ser crime!

Passe bem e cumprimentos ao Nuno!

  Anónimo

sexta-feira, dezembro 18, 2009 5:31:00 da tarde

olá cambada de inúteis.
já que este blogue é completamente aberto à liberdade de expressão, de facto o projecto limpar portugal não terá a dimensão esperada..
senão teria de começar por limpar este espaço repleto de masturbadores frustrados, provavelmente com constantes crises de identidade que só por aqui andam porque nada mais sabem fazer, senão dizer mal do que os outros fazem!
já alguma vez fizeram alguma coisa de jeito na vossa vida?
vão mas é trabalhar cambada de otários, a começar pelo autor do blogue, que pelo seu apelido deve ser uma ilustre alma lusitana...

  Jane Doe

sábado, dezembro 19, 2009 1:00:00 da manhã

LOL

Quem diria que este post iria ferir tantos orgulhos?

E porque é que de cada vez que damos uma opinião, a única forma que vocês têm de defender é acusar-nos de que não fazemos nada?

Foda-se mais essa vossa mania de merda!

Masturbador frustrado és tu que nem sequer sabes defender a tua opinião sem ofenderes os outros.

Olha

P´ro caralho e é pouco.

  Bruno Fehr

sábado, dezembro 19, 2009 1:01:00 da manhã

Anónimo:

"já que este blogue é completamente aberto à liberdade de expressão"

É sim, por isto está aqui a comentar. Aceito até comentários da mesma pessoa a fazer parecer que são muitas.

Acho interessante as conclusões psicológicas a que chegou sem analisar o objecto de estudo. Conseguiu colocar um rótulo a mim e aos meus visitantes em poucos segundo, isso é algo típico de pessoas sem o mínimo de cultura e/ou poder argumentativo.

"já alguma vez fizeram alguma coisa de jeito na vossa vida?"

O que é fazer uma coisa de jeito? Defina "coisa" e defina "jeito", de modo a poder dar uma resposta esclarecedora.

"vão mas é trabalhar cambada de otários, a começar pelo autor do blogue, que pelo seu apelido deve ser uma ilustre alma lusitana..."

Eu estou a trabalhar e por isso não há tempo para idiotices como este tipo de projectos. Quanto ao colocar em causa a minha alma Lusitana, o nome que vê é nick e não apelido. Sabe a diferença? Obviamente é "areia demais para a sua camioneta".

  Bruno Fehr

sábado, dezembro 19, 2009 1:16:00 da manhã

Jane Doe:

"E porque é que de cada vez que damos uma opinião, a única forma que vocês têm de defender é acusar-nos de que não fazemos nada?"

Na falta de argumentos esse é o único caminho, ou então dizer que é uma teoria da conspiração.
No entanto são estes comentários que dão ainda mais legitimidade ao texto.

  LauraBow

sábado, dezembro 19, 2009 2:57:00 da manhã

Desculpem lá o meu comentário irrelevante e ridículo, mas isto aqui é melhor do que ir ao cinema ou de que ver uma boa comédia!!! eu não conhecia este blog mas é sem dúvida um dos melhores blogs que existe em toda a internet! brutal!!! obrigado a todos que se enervam por aqui e recebem machadadas do Bruno! ele é o nosso Golden Axe!!! AHAHAHAHAHAH

  Bruno Fehr

sábado, dezembro 19, 2009 3:22:00 da manhã

LauraBow:

Oposição sempre existiu neste espaço, mas actualmente só de forma anónima e argumentativamente irrelevante.

O que gosto neste espaço é que é de extremos, as pessoas ou gostam ou odeiam, não há incerteza nem meio termo.

  LauraBow

quarta-feira, dezembro 23, 2009 11:13:00 da tarde

ó :( calaram-se? ahahahahahahahah (ai meu deus, o que vai sair daqui?) é melhor estarmos caladinhos senão este golden axe vai-nos dar cabo do projecto!!!

quero aproveitar neste espaço sem censura para desejar os votos de um feliz natal a todos os membros do limpar portugal com especial ênfase aos coordenadores e dráculas imbecis que fazem parte e estão a tirar dividendos desse projecto da forma mais astuta possível! um Feliz Natal e que o Pai Natal vos dê uma boa enrrabadela em noite de Lua Cheia com o sapatinho a servir de preliminar com palmadinhas na vossa nádega esquerda e direita. ide todos levar no cú, seja do Pai Natal ou do Pai Carvalho que vos Foda! Corruptos, Ignorantes, Fraudulentos, gentinha! Ignorantes, palhaços ambientalistas, falsos profetas!

tenho dito, ahh, já me sinto melhor!

  blue

quinta-feira, dezembro 24, 2009 12:17:00 da manhã

De facto nem sei porque me dei ao trabalho de vir aqui deixar comentários. Pelo tipo de comentários dos intervinientes deste blog se vê o baixo nivel do mesmo...

Blog definitivamente a riscar da minha lista de leitura. Não pelo "proprietário" do blog, que apesar de não ter ideias idênticas ás minhas pelo menos sabe argumentar sem necessitar de ser mal educado e recorrer a palavrões, como algumas pessoas que comentam este espaço.

Mas de facto cada um é livre de dizer o que quiser. Até de nesta época de natal, escrever algo como "Pai Natal vos dê uma boa enrrabadela "... é de facto uma pérola. Um verdadeiro exemplo a seguir de boa educação e das boas maneiras!!

Já agora, é impressão minha ou sou a única que tenho uma foto mesmo minha e não estou "camuflada"?

Vivam os anónimos e os comentadores que nem mostram a cara!! Assim é fácil escrever coisas :D

Vivam os comentadores assumidíssimos deste blog hehehe

Isto de facto dá-me vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. Rir porque perdi tempo em vir comentar este blog e chorar pelo tipo de mentalidades que andam por aqui...

Como felizmente não me revejo em nada do que aqui foi escrito, para vosso deleite não voltarei a este espaço.

Desejo ao dono do blog e restantes comentadores um excelente Natal nesta época que deveria ser de paz e amor por cada um e pelo próximo também ;)

  Jane Doe

quinta-feira, dezembro 24, 2009 12:38:00 da manhã

Blue:

A questão de ter foto ou não ter é importante porque?

Podes pegar com a questão de uso de vocábulo dito menos próprio ou expressões que demonstrem baixo nível. Pessoalmente não sou adepta apesar de às vezes e perante certas coisas sentir que não há outra forma de dizer certas coisas.

Agora usares foto tua não te torna menos anónima que eu, exceptuando para quem te conhece.

Isso de ser comentador assumido ou não tem muito que se lhe diga, e concerteza não será uma fotografia de uma pessoa que eu nunca vi na minha vida que me dará a noção de dar a cara.

Eu assumo o que digo, mas quer dizer, tenho de dar os meus dados todos para saberem quem eu sou?

Tenham dó.

A quem goste do Natal, e ache que deve ser festejado como se não houvesse mais dias no ano, um Feliz Natal.

Ao autor abstenho-me de desejar tal coisa.

;)

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 24, 2009 12:45:00 da manhã

LauraBow:

Copenhaga falhou, por serão precisos novos estratagemas para impor produtos "verdes" em Portugal, mas duvido que estes senhores se coloquem de forma directa à frente de novos projectos. No entanto sei que serão expostos em breve.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 24, 2009 1:02:00 da manhã

Bruno Fehr disse...

blue:

"De facto nem sei porque me dei ao trabalho de vir aqui deixar comentários."

Porque achou que tinha algo a dizer e fez bem em comentar.

"Pelo tipo de comentários dos intervinientes deste blog se vê o baixo nivel do mesmo..."

Os comentários números: 34, 35 e 39 foram os primeiros de baixo nível e ofensivos, caso não tenha reparado foram de um anónimo a defender o Projecto Limpar Portugal. Mesmo assim mantive o nível e não fui ofensivo, coloquei em causa a posição de docente daquele anónimo, pois se for realmente docente isso explica alguns podres da educação em Portugal.

"Blog definitivamente a riscar da minha lista de leitura."

Não pressiono ninguém a ler este blogue, nem através de publicidade nem a comentar para ser comentado. Acompanha via Google Reader muitos blogues mas só comento quando tenho algo a dizer.

"Não pelo "proprietário" do blog, que apesar de não ter ideias idênticas ás minhas pelo menos sabe argumentar sem necessitar de ser mal educado e recorrer a palavrões."

Não há necessidade de o fazer.

"Já agora, é impressão minha ou sou a única que tenho uma foto mesmo minha e não estou "camuflada"?"

Não considero isso relevante. Tal como quem vê caras não vê corações também não vê argumentos. As discussões são escritas e são conflitos de intelectos e não de caras.
Dar uma cara não dá validade extra a um argumento. Se usasse uma foto minha usaria o meu nome. Certamente o seu nome não é blue. Se criou um nick e lhe deu a sua cara é uma opção que desaconselho vivamente mas que não censuro.

"Vivam os anónimos e os comentadores que nem mostram a cara!! Assim é fácil escrever coisas :D"

Tal como disse, o anónimo é defensor do projecto Limpar Portugal.

"Vivam os comentadores assumidíssimos deste blog hehehe"

Não é a mostrar uma foto que se assume o que diz, eu assumo o que digo, escrevendo, não acho que a minha cara desse valor extra aos argumentos.

"Isto de facto dá-me vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. Rir porque perdi tempo em vir comentar este blog e chorar pelo tipo de mentalidades que andam por aqui..."

Não considerei a sua visita como tempo perdido, mas se acha que o perdeu só porque eu não concordei consigo, isso é algo que não posso alterar.

"Como felizmente não me revejo em nada do que aqui foi escrito, para vosso deleite não voltarei a este espaço."

Nem se deverá rever em nada escrito ou dito por terceiros. Você deverá rever-se unicamente nas suas opiniões e nada mais. Podemos sim, concordar ou discordar mas se nos revemos em palavras de estranhos isso demonstra problemas de confiança e auto-estima. Ainda bem que não se revê nas minha palavras, isso é extremamente positivo.

Um feliz Natal para si também e para os seus.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 24, 2009 1:21:00 da manhã

Jane Doe:

"Blue:
A questão de ter foto ou não ter é importante porque?"

Não é. Se o fosse, queixas anónimas e testemunhos em tribunal com identidade protegida não teriam validade legal. Isso não acontece pois as caras em nada mudam os factos.

"Ao autor abstenho-me de desejar tal coisa."

Muito obrigado e que esta data tortuosa de hipocrisia Natalicia passe depressa :)

  Jane Doe

quinta-feira, dezembro 24, 2009 1:22:00 da manhã

Bruno Fehr:

Podes crer...

Já ando a enjoar eu...

  LauraBow

quinta-feira, dezembro 24, 2009 5:50:00 da tarde

Blue, Bruno Fehr e a todos os leitores:

Peço desculpa pelos palavrões e o sentido agressivo e estúpido que usei no meu último comentário. Para ser sincera, nunca pensei que o Bruno iria aprovar esse comentário! até comentei com uma amiga minha quando esta me disse que leu o meu comentário e partiu-se a rir. Eu fiquei surpreendida pois tinha usado palavrões e era mesmo só para o bruno ler! LOL mas olha, agora está feito! resta-me pedir desculpa à blue pois ficou ofendida e a todos os ignorantes do projecto limpar portugal! Hey, Vá lá, a palavra ignorante não é palavrão e posso usá-la não ofendendo ninguém, porque na realidade os membros do projecto estão a ignorar muitos factos!

beijos e abraços para todos!
Feliz solstício de inverno! AHAHAH

  I.D.Pena

quinta-feira, abril 29, 2010 7:09:00 da manhã

Não li este post por ser perto do natal, mas fiz mal. Dam!