Ambiente 3 - Poluição ou natural?

Vamos analisar gráficos, pois as imagens ajudam a que os dados seja melhor compreendidos.



O gráfico acima demonstra que percentagem da atmosfera são gases causadores do efeito de estufa. O CO2 é um gás causador desse efeito, mas é também um gás que aparece de forma natural na atmosfera. O CO2 representa 3,62% da atmosfera e a grande maioria é vapor de água.

Aqui o importante não é questionar se o CO2 é ou não um gás causador do efeito de estufa, pois de facto é. A questão é saber se o ser humano é o responsável pela presença desse gás na atmosfera e se o efeito de estufa é ou não um perigo actualmente.


O gráfico de cima é uma demonstração da percentagem do CO2 presente na atmosfera que é da nossa responsabilidade. 3,4%! Imaginem que o ser humano deixa de emitir CO2. Voltamos a viver em grutas, paramos a industria vivemos como se vivia há 10.000 anos e que deixamos até de expirar durante 200 anos (as moléculas de CO2 permanecem na atmosfera por pouco mais de 100 anos), ao fim deste tempo teríamos reduzido unicamente estes 3,4%. Serão estes 3,4% que estão a destruir o planeta? Isso cabe na vossa cabeça? É que os outros 96,6% não são de origem humana, são da natureza. Imaginem que o homem não tinha tornado tantas espécie extintas, haveria ainda mais percentagem natural a ser emitida. É óbvio que o nosso planeta suporta esse CO2. O nosso planeta suporta tudo o que a natureza faz, pois se há algo perfeito é ela.

Alguns defensores do aquecimento global já perceberam que não é o homem e as suas máquinas nem a sua industria, estas pessoas levam a teoria de culpabilização do homem um passo mais longe pois é um facto de que os animais das quintas que usamos para a nossa alimentação são responsáveis por mais CO2 que todos os automóveis e industria mundial. No entanto se assim for e se o homem é responsável por 3,4% e se atribuirmos aos animais que criamos para abate o dobro (o que é exagero), ficamos com 10,2%, o que nos deixa 89,8% de CO2 emitido por causas naturais. No entanto de modo a fazer estas contas teríamos de criar uma equação em que X seriam os animais de abate e juntar-lhe com uma outra variável a que podemos chamar Y:

Y = Animais, os quais somos responsáveis pela extinção.
As contas aqui ficariam:

3,4% + X - Y = ao valor quase real que seria obviamente muito inferior aos 10,2% e muito perto senão igual aos 3,4%. Temos ainda de juntar uma nova incógnita a que vamos chamar Z.

Z = Valor de CO2 absorvido pela natureza, pois as plantas consomem CO2.

3,4% + X - Y - Z = ao valor real que seria muito mas muito inferior, pois os cálculos mais pessimistas falam de 25% de reabsorção e os optimistas falam de 35%.

Mas pronto, não vou ser mau e atacar esta teoria usando de um argumento (que eu tenha ouvido) nunca usado, como o equilíbrio de animais de abate com os extintos. Por isso vamos supor que o ser humano mais os animais usados para abate são responsável por um mínimo de 3,4% das emissões de CO2. Mas como todos temos de respirar e damos os nossos peidinhos, vamos ver qual a nossa percentagem não natural de emissões:
0,28%... um valor ridículo, pois durante o jurássico quando se deu a explosão de novas espécies no nosso planeta, é facto que a presença de CO2 na atmosfera era 18 vezes superior à actual. Não sei se estão a chegar onde quero: 18 vezes superior gerou vida enquanto 18 vezes inferior estão a falar na morte do planeta. Vejam o seguinte gráfico:

O CO2 foi e é indispensável à vida na Terra, as plantas consomem CO2. É lógico que a poluição da cidades é um problema, mas é um problema local que com vontade e tecnologia nesse sentido poderá ser resolvido. Uma coisa é certa os níveis actuais de CO2 não são perigosos e a este ritmo são precisos vários séculos para que o sejam, mas o CO2 desaparece não acumula eternamente e por isso com a evolução da raça humana e da sua tecnologia é algo reversível. Mas se nós aceitarmos a responsabilidade que os governos nos querem impor, iremos aceitar uma forte repressão sobre nós, sob a forma de impostos e multas sem sentido, sendo acusados de produzir CO2 em demasia e não podemos permitir abdicar da nossa inocência para beneficio das elites. Esta culpabilização é feita a nível pessoal e não industrial. Vocês não são responsáveis pelo efeito de estufa e o efeito de estufa obviamente não é um problema pois sem ele não haveria vida na Terra.


Próximo texto: Ambiente 4 - New Talk


Vídeo recomendado

14 Comentários:

  Vani

quarta-feira, dezembro 09, 2009 12:03:00 da manhã

Esses são uns dos gráficos. Há outros. Sem fazer eu mesma uma pesquisa profunda, não terei maneira de saber quais dos dois conjuntos de dados serão os que correspondem à realidade.

No entanto, estou certa de um ponto: a poluição aumentou o efeito de estufa. Acelerou a alteração climática. Mas não a provocou.

Também estou certa de outro ponto, há maiores crises em mãos do que a do aquecimento global (termo interessante): crise de sustentabilidade, energética, automóvel, alimentar, económica...etc, etc...

As alterações climáticas existem e continuarão a existir desde que a Terra tenha um clima, com ou sem homem pelo meio. A actividade antropogénica pode tê-las acelerado, contudo.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 09, 2009 1:35:00 da manhã

Vani:

"Esses são uns dos gráficos. Há outros."

Não há gráficos que atribuam mais % de emissão de CO2 a humanos. Esta quantidade 3,4% é tida como certa de ambos os lados da questão. Se conheceres outros gráficos terei todo o gosto em verificar a sua veracidade.

"Sem fazer eu mesma uma pesquisa profunda, não terei maneira de saber quais dos dois conjuntos de dados serão os que correspondem à realidade."

Estas são as % de ambos os lados, só que um dos lados diz que é o fim do mundo, o outro afirma que quando se deu a explosão de vida no nosso planeta os valores de CO2 eram 10 vezes superiores, mas tudo o que se tiver passado há mais de 1.000 anos é ignorado pelos defensores do aquecimento global, pois a ciencia é clara.

"No entanto, estou certa de um ponto: a poluição aumentou o efeito de estufa."

Em quanto? 3,4% é o total, terá sido em 2% devido à poluição? O efeito de estufa é essencial à vida humana e este aumento de 2% está ainda muito longe dos níveis do período jurássico e aí a vida não terminou, explodiu pela positiva..

"Acelerou a alteração climática. Mas não a provocou."

Não a provocou nem acelerou e isto tu podes verificar. O aumento de CO2 não aumenta a temperatura, o aumento de temperatura é que aumenta os níveis de CO2, portanto o teórico aumento de temperatura não poderia ser causado pelo CO2.

É normal e está nos livros escolares a troca de gráficos, atribuído o gráfico de CO2 à temperatura e vice-versa, por forma a dizer o que é impossível.

"Também estou certa de outro ponto, há maiores crises em mãos do que a do aquecimento global (termo interessante):"

Tem de haver pois o planeta nao está a aquecer. daí eles agora dizerem que "aquecimento" poderá querer dizer arrefecimento, o que torna as coisas ainda mais interessantes, pois é já facto cientifico que os oceanos estão a arrefecer e a Gronelândia que segundo Al Gore diz estar a desaparecer, está de facto maior. Tal como os ursos polares não estão a entrar em extinção mas sim a crescer em numero, há hoje mais 4.000 do que havia há 10 anos.

"As alterações climáticas existem e continuarão a existir desde que a Terra tenha um clima, com ou sem homem pelo meio."

Se não existirem todo nós morreremos.

"A actividade antropogénica pode tê-las acelerado, contudo."

Carece de factos.

  Lusitano

quarta-feira, dezembro 09, 2009 2:26:00 da tarde

"Ministério quer registo de doentes que recusam vacina"

-> http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1399420

  ovigia

quarta-feira, dezembro 09, 2009 3:12:00 da tarde

boas a todos,

não pude deixar de notar esta frase da Vani "poluição aumentou o efeito de estufa".
o efeito de estufa é na sua grande maioria um efeito do vapor de água e das nuvens, isso é verificado pelo aumento de temperatura nas cidades quando o céu está coberto de nuvens e pela sua diminuição quando está limpo.

poderá ter aumentado, mas não nos devemos apenas deter nas grandes concentrações de seres humanos que geralmente se encontram nas cidades.

aliás, essas mesmas concentrações explicam ao contrário das pseudo teorias do 'AGW', um aumento (nas cidades) das temperaturas, mas isso em nada tem a ver com o clima.
por exemplo o simples facto de termos estradas e devido ao seu efeito, mesmo que lá não passassem carros nenhuns ainda assim elas contibuiriam para um aumento da temperatura.

mas a verdade é que o planeta não é só cidades por maiores que elas sejam, e os espaços abertos são muito mas muito maiores que o conjunto de cidades.

cumps,

rjnunes

  Mistal

quarta-feira, dezembro 09, 2009 5:30:00 da tarde

Quando começou a conversa de que a criação de vacas na Nova Zelandia andava a provocar efeito estufa desconfiei...e associar o palhaço do Al Gore á conversa fez me arrepiar caminho em relação a toda a estoria do aquecimento global. A humanidade é responsavel por muita coisa que vai mal no mundo e acredito piamente que devemos utilizar energias renovaveis pois poluição não faz bem a ninguem mas tenho de concordar em absoluto contigo pois o interesse economico por tras de tudo isto (não só a nivel de impostos como a obrigação de investir em energias renovaveis que são ainda a preço exorbitante para o comum mortal)começa a ser gritante.

  Silly

quarta-feira, dezembro 09, 2009 7:00:00 da tarde

Vani e Bruno:
O efeito de estufa, tal como a Vani disse, aumentou devido à poluição. É que não nos podemos esquecer Bruno que o CO2 não é o único a contribuir para isto, existem ainda os CFCs e o N2O, por exemplo.

Reforço ainda que o problema aqui não é o aquecimento, mas sim a poluição, principalmente a dos mares!

  Fly

quarta-feira, dezembro 09, 2009 10:22:00 da tarde

Boas Bruno

acerca deste tema seria interessante para ti(embora presuma que ja tenhas conhecimento) e para todos os leitores deste blogue o seguinte link:

http://mitos-climaticos.blogspot.com/2009_11_01_archive.html

onde fala acerca acerca do climategate e não só.

Para quem não sabe o climategate aconteceu quando Hackers entraram no Hadley Center, do Reino Unido, no dia 19 de Novembro, e tornaram disponiveis na internet milhares de emails e mensagens trocadas entre cientistas desse centro e do resto do mundo.Dentre os objectivos principais dessas trocas de mensagens encontra-se a manipulação de dados de modo a manter acesa a chama do global warming. Eles acertaram agulhas para modificar resultados, apagar dados inconvenientes e esconder a realidade das temperaturas a decrescer desde 1998.

Portanto para quem ainda tem dúvidas acerca desta farsa do aquecimento global provocado pelo Homem tem aqui uma boa oportunidade de se colocar em causa.

Abraço

  Fly

quarta-feira, dezembro 09, 2009 10:25:00 da tarde

Ah, esqueci-me de dizer que a primeira noticia/post onde fala do climategate é de 20 de Novembro de 2009.

Não dá p+ara meter o link directo por isso coloquei o link do mês de Novembro que repito neste comentário.

http://mitos-climaticos.blogspot.com/2009_11_01_archive.html

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 10, 2009 12:02:00 da manhã

Lusitano:

"Ministério quer registo de doentes que recusam vacina

-> http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1399420"

Seria de esperar, pois quem recusar a vacina em breve poderá até ser proibido de viajar.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 10, 2009 12:02:00 da manhã

ovigia:

"o efeito de estufa é na sua grande maioria um efeito do vapor de água e das nuvens, isso é verificado pelo aumento de temperatura nas cidades quando o céu está coberto de nuvens e pela sua diminuição quando está limpo."

Correcto, um problema localizado por as pessoas quererem viver a monte em cidades minúsculas.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 10, 2009 12:03:00 da manhã

Mistal:

"Quando começou a conversa de que a criação de vacas na Nova Zelandia andava a provocar efeito estufa desconfiei...e associar o palhaço do Al Gore á conversa fez me arrepiar caminho em relação a toda a estoria do aquecimento global."

Ainda ontem, apesar do escândalo Climategate ter exposto Al Gore e companhia, os políticos tiveram a ver um vídeo com imagens do último livro de Al Gore na cimeira do Tratado de Copenhaga. Ele foi exposto mas isso parece não interessar aos políticos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 10, 2009 12:03:00 da manhã

Silly:

"O efeito de estufa, tal como a Vani disse, aumentou devido à poluição."

Um problema localizado nas grandes cidades e facilmente reversível, não é um problema planetário, viajas 40Km para fora da cidade em qualquer direcção e o problema não existe.

"É que não nos podemos esquecer Bruno que o CO2 não é o único a contribuir para isto, existem ainda os CFCs e o N2O, por exemplo."

3,4% é CO2 e não é um problema. O,28% são outros gases e é um problema localizado e reversível. Agora não vale a pena estar a falar em CFC's quando toda a campanha pró-aquecimento global é só sobre CO2, e o imposto sobre o Carbono não se aplica a CFC's, mas sim unicamente a carbono, ou seja, respirar pagará imposto se ele for aplicado.

"Reforço ainda que o problema aqui não é o aquecimento, mas sim a poluição, principalmente a dos mares!"

É verdade, mas estamos a falar da farsa do aquecimento global que não existe, o problema da poluição não é negada, se bem que é um problema secundário. Tudo o que é poluição é-o por o considerar-mos, pois tudo vem da natureza e nada se estraga, nada se perde, tudo se transforma. A Natureza não é alérgica a plástico, os empresários é que são alérgicos a alternativas.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 10, 2009 12:03:00 da manhã

Fly:

Nesta série irei dedicar dois textos ao Climategate, pois é prova cabal de toda a mentira sobre o aquecimento global. O planeta está a arrefecer, o numero de ursos polares a aumentar. A Gronelândia não está a desaparecer mas sim a crescer, os mares estão a arrefecer e nós temos a verdade já bem na nossa frente.

  Bruno Fehr

quinta-feira, dezembro 10, 2009 12:03:00 da manhã

Fly:

http://mitos-climaticos.blogspot.com/2009_11_01_archive.html

Fica o link como referencia para os interessados.