Declaração universal dos direitos dos vegetais e frutos!


Existe a declaração universal dos direitos do homem e existe a declaração universal dos direitos dos animais, que certos grupos querem alterar o artigo quinto "O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca abandonado". A alteração a este artigo, serviria para conferir aos animais, direitos iguais aos dos homens, tornando ilegal o homem ter ou comer animais.

Eu só gostaria de saber é, como tencionam convencer os predadores do mundo animal a respeitarem esta declaração. É que se passam a ter direitos iguais, passam a ter deveres iguais, por isso, vamos ter, de ter umas reuniões como alguns dos maiores predadores do planeta, como o leão, o tigre, a águia, o tubarão, etc e tentar convence-los a não comer carne ou peixe, pois viola os seus próprios direitos.
Assim que conseguirmos impor os direitos dos animais aos animais e chegando o dia em que eu não possa comer uma costeleta de vaca, ou uma caldeirada de tamboril, eu irei lutar pela:

Declaração universal dos direitos dos vegetais e frutos.

Acho que os vegetais têm o mesmo direito à vida que o homem e que os animais. Acho que assim que os animais passarem a ter os mesmos direitos do homem e todos nos passarmos a alimentar de vegetais e frutos, os direitos deles devem ser salvaguardados.

Tomei a liberdade de dar um passo decisivo e criar já os pontos essenciais desta declaração, que é baseada na declaração universal dos direitos dos animais, que podem ver aqui:

Declaração universal dos direitos dos vegetais e frutos:

1 - Todos os vegetais e frutos têm o mesmo direito à vida.
2 - Todos os vegetais e frutos têm direito ao respeito e a protecção do homem e dos animais.
3 - Nenhum vegetal ou fruto deve ser maltratado.
4 - Todos os vegetais e frutos selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.
5 - Os vegetais e frutos que o homem ou animal, escolherem para companheiro não devem ser, nunca deixados de regar ou abandonados.
6 - Nenhum vegetal ou fruto deve ser usado em experiências que lhe causem dor.
7 - Todo acto que põe em risco a vida de um vegetal ou fruto é um crime contra a vida.
8 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra os vegetais e frutos.
9 - Os direitos dos vegetais e frutos devem ser defendidos por lei.
10 - O homem e animais devem ser educados desde a infância para observar, respeitar e compreender os vegetais e frutos.

O código dos direitos dos vegetais e frutos serão alterados de acordo com "os mandamentos" anteriores, em todos os seus 14 artigos.

Gostaria de adicionar, que com a igualdade de direitos do homem e do animal,as plantas carnívoras terão de se passar a alimentar de outras plantas, passando a vegetarianas.
Por fim, após os direitos do homem, animal e dos vegetais e frutos serem iguais, teremos todos de passar a alimentarmo-nos de merda, mas só se provado que essa mesma merda não contém formas de vida, caso contrário teremos de nos alimentar de ar, mas também se o ar que respiramos não tiver formas de vida. Se alguma forma de vida for detectada, teremos todos (Homem, animal e vegetal) em arranjar a maneira de viver de forma saudável onde os únicos alimentos serão a água (nunca ingerida pois contém formas de vida), com que nos iremos regar e a luz solar... com o tempo pode ser que todos passemos a realizar a fotossíntese.

Se estes radicais da imposição dos direitos dos animais, acham que são radicais... eu acho que consigo ser ainda mais!

48 Comentários:

  afectado

segunda-feira, janeiro 05, 2009 12:47:00 da manhã

Estou contigo, a fotossíntese é o futuro :)

  Physalia physalis

segunda-feira, janeiro 05, 2009 1:29:00 da manhã

vamos morrer...a merda tem vida :| e o ar tb :\ fotossíntese é uma boa hipótese...onde vamos arranjar os cloroplastos? :D

  Jane Doe

segunda-feira, janeiro 05, 2009 1:31:00 da manhã

Sim, eu realmente acho que o mundo seria muito melhor se todos respeitassem as declaraçoes...

E há vegetais que merecem cá um respeito... tal e qual...

E o que seria da festa da tomatina de Buñol?

Ah tomates para que vos quero!

  Maria Manuela

segunda-feira, janeiro 05, 2009 1:39:00 da manhã

Ou não iria tão longe quanto essa proposta de alteração ao artigo. Agora não me choca que à semelhança do registo automóvel, houvesse um registo de animais domésticos. onde adquiriu, quem é o actual proprietário etc, etc... mas também não resolveria de muito. Pessoas que abandonam animais, se fortemente fiscalizadas, mais depressa os matam...

enfim...

quanto aos verdes, tu estás lá... sempre muito à frente !!!

  ipsis verbis

segunda-feira, janeiro 05, 2009 2:05:00 da manhã

"as plantas carnívoras terão de se passar a alimentar de outras plantas, passando a vegetarianas"

Isso é canibalismo! yikes

  caditonuno

segunda-feira, janeiro 05, 2009 12:31:00 da tarde

"não devem ser nunca..." que mania das pessoas usarem a dupla negação! não é mais simples dizer "nunca devem..."?

de resto concordo contigo. onde é que posso assinar a declaração? não há um representante que venha cá a casa?

  Sanxeri

segunda-feira, janeiro 05, 2009 12:57:00 da tarde

Xiça, esta declaraçao é muito séria. Estou "seriamente" impressionada.


Parabéns pelo blog!

  vício

segunda-feira, janeiro 05, 2009 3:36:00 da tarde

e os vegetais que são usados em actos sexuais podem apresentar queixa de violação?

  korrosiva

segunda-feira, janeiro 05, 2009 4:12:00 da tarde

Eu gosto tanto de frutos e vegetais que só quando o acto é consumado (quando os como) é que descanso :{

Vou ter de procurar apoio nutricionista! ;)

Obrigado pela tua visita ao meu blog :)

  Van

segunda-feira, janeiro 05, 2009 4:21:00 da tarde

Bruno Fehr??? quem raio é esse??? cadê o crest, paaaaaaaaaah???? bem, bem, vou andar pra trás a ver o que perdi... ;-)

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:03:00 da tarde

afectado disse...

"Estou contigo, a fotossíntese é o futuro :)"

Eu acho que sim, o meu sonho é regar-me o dia todo e apanhar sol :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:04:00 da tarde

Physalia physalis disse...

"vamos morrer...a merda tem vida :| e o ar tb :\ fotossíntese é uma boa hipótese...onde vamos arranjar os cloroplastos? :D"

Eu tenho confiança na natureza que até lá iremos evoluir nesse sentido. Eu até gostaria de ser verde :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:06:00 da tarde

Jane Doe disse...

"E há vegetais que merecem cá um respeito... tal e qual..."

Claro que há, ninguém respeita um pepino, mas já respeitam um alho, comovem-se coma cebola...

"E o que seria da festa da tomatina de Buñol?"

Acho que seria menos uma estupidez no mundo!

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:06:00 da tarde

Maria Manuela disse...

"Agora não me choca que à semelhança do registo automóvel, houvesse um registo de animais domésticos. onde adquiriu, quem é o actual proprietário etc, etc... mas também não resolveria de muito. Pessoas que abandonam animais, se fortemente fiscalizadas, mais depressa os matam..."

Aqui na Alemanha isso resulta.

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:07:00 da tarde

ipsis verbis disse...

"Isso é canibalismo! yikes"

Mas é temporário.

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:13:00 da tarde

caditonuno disse...

"que mania das pessoas usarem a dupla negação! não é mais simples dizer "nunca devem..."?"

Uma coisa é a dupla negação, outra coisa é o reforço de uma negação, as diferenças são grandes, tal como nos pleonásmos desnecessários e aceitáveis.

"Nunca devem", o Nunca é com uma obrigação, algo de final, o devem é dúvida, por isso Nunca devem, não faz sentido.

O nunca reforça a negação do não e a virgula marca esse reforço e faz a distinção de uma dupla negação.

Dupla negação:
Nao quero, não!

Negação reforçada:
Nao, não quero.

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:13:00 da tarde

Sanxeri disse...

"Xiça, esta declaraçao é muito séria. Estou "seriamente" impressionada."

Se a achas séria, devo ter cometido um erro, algures... :)

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:15:00 da tarde

vício disse...

"e os vegetais que são usados em actos sexuais podem apresentar queixa de violação?"

Só se forem mutilados.

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:16:00 da tarde

korrosiva disse...

"Eu gosto tanto de frutos e vegetais que só quando o acto é consumado (quando os como) é que descanso :{"

Se os vegetarianos nao se calam com os direitos do animais, isto segue para a frente e eles ficam sem alimetos.

  Bruno Fehr

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:17:00 da tarde

Van disse...

"Bruno Fehr??? quem raio é esse??? cadê o crest, paaaaaaaaaah????"

O Crest foi assassinado na passagem de ano. O Bruno Fehr é o novo proprietário deste espaço.

  provocação

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:45:00 da tarde

Os animais em Portugal têm mais direitos que os humanos...é vê-los como banqueiros, na assembleia, presidentes de junta e de clubes de futebol, embaixadores, ministros, (pufff até estou cansada) o que falta mais para eles terem direitos iguais? Só se fôr o direito a serem presos e cumprirem pena quando violam a lei, tal como os humanos ;)

  provocação

segunda-feira, janeiro 05, 2009 5:47:00 da tarde

Ah e já agora, ouvi dizer que as couves de Bruxelas andam a ser perseguidas pelos skins que não querem cá vegetais de outras paragens e querem deportá-las quanto antes.

  Physalia physalis

segunda-feira, janeiro 05, 2009 6:07:00 da tarde

Não sei sabem...mas só em resposta à Maria Manuela, já existe esse registo em Portugal. E é obrigatório, pelo menos para cães de grande porte. O meu Golden Retriever tem (obrigatoriamente) de estar registado na junta de freguesia com esses dados todos e até tem de ter um chip com essa informação. In fact, ele até tem passaporte :D

  Calíope

segunda-feira, janeiro 05, 2009 11:14:00 da tarde

ahah tu és demais!

e se vivessemos todos de gasolina? os preços tão a baixar e não há la formas de vida.....

  FATifer

segunda-feira, janeiro 05, 2009 11:28:00 da tarde

Muito gostas tu de “perseguir” os coitados dos radicais que só querem o bem do mundo! Tens de ser mais radical que eles, direitos dos vegetais? As minhas desculpas mas não dou autógrafos para isso :P

Fora de brincadeiras, o triste disto tudo é que haverá quem fique ofendido com este teu texto. Porque será o bom senso algo tão difícil de atingir para certos seres?

A pergunta (cínica para alguns) é: se o homem não respeita o próximo como vai respeitar os outros animais (ditos irracionais)?

Abraço,
FATifer

  Bruno

segunda-feira, janeiro 05, 2009 11:48:00 da tarde

Acho que bastaria um ponto:

§ Têm o direito a ser comidos.

Transformemo-nos em galinhas e encham-nos o bico de folhas de alface.

  Leonardo Curcino

terça-feira, janeiro 06, 2009 1:43:00 da manhã

poxa... fazia tempo que nao passava por aqui. pelo visto esta tudo bem, ne? feliz 2009.

interessante essa historia de direitos dos vegetais heuaehuae.

  Leonardo Curcino

terça-feira, janeiro 06, 2009 1:44:00 da manhã

a proposito... vc é de goiania? tem orkut? eu morava em goiania! sera que nao nos vimos por ai?

  Pax

terça-feira, janeiro 06, 2009 8:26:00 da manhã

Em relação aos animais, acho que as alterações deveriam ser as seguintes:

-"O Homem que o Animal escolher para companheiro não deve ser nunca abandonado".

Há gatos que (normalmente em Janeiro), trocam o aconchego do lar por 5 minutos com uma qualquer vadia (sim-que vai com qualquer um), ou um futuro incerto em casa dos sogros, levando os donos a buscas desesperadas e deixando-os arrasados com as saudades! É indecente!

:)

  Diabólica

terça-feira, janeiro 06, 2009 4:18:00 da tarde

Muito bem, o vegetal unido já mais será vencido!

Só tu para te lembrares disto:)))

Hilariante o teu texto, parabéns!

Continua assim.

Beijinhos.

  Van

terça-feira, janeiro 06, 2009 8:01:00 da tarde

Pah, e os direitos dos Fungos??? e os direitos nos monera??? e os direitos dos protistas??? tás a ser racista, pah!!! falta o resto dos seres viventes!!

  Van

terça-feira, janeiro 06, 2009 8:04:00 da tarde

Só há aí uma lei q está a sair fora do saco: essa das plantas carnivoras terem de se alimentar de plantas. Para além de isso já ser canibalismo, viola directamente os direitos dos vegetais.
E, a merda é punjente de vida. Portanto, tamos todos fodidos, é o que é....

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:48:00 da tarde

provocação disse...

"Os animais em Portugal têm mais direitos que os humanos...é vê-los como banqueiros, na assembleia, presidentes de junta e de clubes de futebol, embaixadores, ministros, (pufff até estou cansada) o que falta mais para eles terem direitos iguais?"

Ahahahahahaha, é verdade :)


"Ah e já agora, ouvi dizer que as couves de Bruxelas andam a ser perseguidas pelos skins que não querem cá vegetais de outras paragens e querem deportá-las quanto antes."

Então os alhos Franceses estão em risco também :)

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:52:00 da tarde

Physalia physalis disse...

"já existe esse registo em Portugal. E é obrigatório, pelo menos para cães de grande porte. O meu Golden Retriever tem (obrigatoriamente) de estar registado na junta de freguesia com esses dados todos e até tem de ter um chip com essa informação. In fact, ele até tem passaporte :D"

Essa informação não é totalmente correcta. Apesar de existir essa lei, não há a confirmação desses registos, nem inspecção aos animais e donos.
As minhas cadelas, são portadoras de chip e passaporte e nunca as registei na junta de freguesia, unicamente no clube Português de canicultura e são bem maiores e consideradas raças perigosa.

Na Alemanha o animal não sai do criador ou loja antes de haver um registo e nem toda a gente pode ter animais de raças grandes.

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:52:00 da tarde

Calíope disse...

"e se vivessemos todos de gasolina? os preços tão a baixar e não há la formas de vida....."

Sabe mal, já provei :(

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:54:00 da tarde

FATifer disse...

"Muito gostas tu de “perseguir” os coitados dos radicais que só querem o bem do mundo! Tens de ser mais radical que eles, direitos dos vegetais? As minhas desculpas mas não dou autógrafos para isso :P"

Eu quero comer os meus bifes, se for impedido de o fazer, o vegetarianos deixam de comer couves!

"Fora de brincadeiras, o triste disto tudo é que haverá quem fique ofendido com este teu texto. Porque será o bom senso algo tão difícil de atingir para certos seres?"

Com bom senso, nao seriam radicais.

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:55:00 da tarde

Bruno disse...

"Têm o direito a ser comidos."

O ambientalistas? Nem cobertos de molho de cogumelos!

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:57:00 da tarde

Leonardo Curcino disse...

"a proposito... vc é de goiania? tem orkut? eu morava em goiania! sera que nao nos vimos por ai?"

Nao nos vimos, eu não tenho Orkut, nem sei onde é Goiana, mas julgo ser no Brasil. Eu não sou Brasileiro.

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:58:00 da tarde

Pax disse...

"-"O Homem que o Animal escolher para companheiro não deve ser nunca abandonado"."

Tipo planeta dos macacos?

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 10:58:00 da tarde

Diabólica disse...

"Muito bem, o vegetal unido já mais será vencido!"

Viva os grelos!!!!

  Bruno Fehr

terça-feira, janeiro 06, 2009 11:00:00 da tarde

Van disse...

"Pah, e os direitos dos Fungos??? e os direitos nos monera??? e os direitos dos protistas??? tás a ser racista, pah!!! falta o resto dos seres viventes!!"

Porra, eu sou radical dos vegetais, outros que peguem nessas causas!

"Só há aí uma lei q está a sair fora do saco: essa das plantas carnivoras terem de se alimentar de plantas. Para além de isso já ser canibalismo, viola directamente os direitos dos vegetais."

Está claro no texto que as plantas carnívoras se terão de alimentar de outras plantas após a aprovação dos direitos dos animais e ANTES da aprovação dos direitos dos vegetais.

  Skynet

quarta-feira, janeiro 07, 2009 12:38:00 da manhã

Lamento desapontar-te mas já vais atrasado, pelo menos no que respeita às árvores, há muito que os hippies mais extremistas, para os quais a ambientalismo é uma religião e a Natureza um Deus, consideram que estas são intocáveis. Ainda no outro dia vi uma idiota que fala com as árvores e diz que estas lhe respondem, essa mesma idiota há uns anos atrás construiu uma barraca no cimo de uma árvore para impedir que fosse cortada, o que esta história tem de interessante é que a barraca que ela montou era feita com madeira, portanto acho que escuso de explicar a severidade da maluqueira dela.

Mais tarde ou mais cedo, para além dos vegetais e plantas, vai aparecer alguém a reclamar a libertação das leveduras, com slogans como "O pão não tem fundamento científico! Parem de mutilar as leveduras!". Ou porque não os direitos dos calhaus, pedregulhos e suas variantes?!

  Pax

quarta-feira, janeiro 07, 2009 9:04:00 da manhã

"Tipo planeta dos macacos?"

Pode ser; embora essa ideia seja muito macacabra ;)

  Bruno Fehr

sábado, janeiro 10, 2009 2:07:00 da manhã

Skynet disse...

"Lamento desapontar-te mas já vais atrasado, pelo menos no que respeita às árvores, há muito que os hippies mais extremistas, para os quais a ambientalismo é uma religião e a Natureza um Deus, consideram que estas são intocáveis. Ainda no outro dia vi uma idiota que fala com as árvores e diz que estas lhe respondem, essa mesma idiota há uns anos atrás construiu uma barraca no cimo de uma árvore para impedir que fosse cortada, o que esta história tem de interessante é que a barraca que ela montou era feita com madeira, portanto acho que escuso de explicar a severidade da maluqueira dela."

Porra, será que não tenho hipóteses de montar um império tipo Al Gore à custa do ambiente? Eu também quero um avião particular!

  Bruno Fehr

sábado, janeiro 10, 2009 2:10:00 da manhã

Pax disse...

"Pode ser; embora essa ideia seja muito macacabra ;)"

Para macaca, a princesa até era gira!

  Pax

sábado, janeiro 10, 2009 1:02:00 da tarde

"Para macaca, a princesa até era gira!"

Há gostos para tudo... ;)

  Bruno Fehr

domingo, janeiro 11, 2009 12:51:00 da manhã

Pax disse...

"Há gostos para tudo... ;)"

:D

  Fada

sábado, maio 23, 2009 12:31:00 da manhã

E eu vi, num site vegetariano, comida vegetariana para cães...
Acho uma falta de respeito para com o animal: vai contra a natureza do bicho, só porque alguém tem "panca". E também vi as opções para contrariar a utilização do couro, da lã, de peles animais: utilização de fibras sinteticas derivadas de petróleo... Que merdice de opção...
Meu Deus... O extremismo enjoa-me e enoja-me.

Não sou a favor de se matarem animais pela pele, mas sou absolutamente a favor de aproveitar as peles dos animais QUE COMEMOS, porque já que o bicho está morto, deve-se deixar o mínimo de resíduos possíveis...

Enfim, estou a divagar, já. Sorry.

Beijitos