À espera de férias!

Saí de Portugal em Setembro de 2004. Tinha recebido uma proposta de uma empresa Inglesa interessada em "roubar-me" aos chulos dos meus patrões Portugueses. O facto de eu aceitar, lógicamente teve a ver com as verbas oferecidas, mas mesmo assim não queria sair. Sabia que em Portugal, estava a trabalhar na área para a qual estudei e também em todas as outras que os meus chefes me colocavam. Em Portugal chama-se "polivalência", eu chamo-lhe "abuso". A oportunidade de partir causou-me conflitos sentimentais. Deixar a minha cidade, a minha casa, as minhas cadelas, as minhas mulheres, as minhas raízes.

Ora bem, foi ao pensar nisto que resolvi partir. Raízes? Foda-se, mas nós somos árvores? Que conversa é essa de raízes. Fiz as malas e pus-me no caralho (ermm, figurativamente, leia-se fui-me embora). Depois de Londres, veio uma nova proposta desta vez para Hamburgo, que no meu caso é "Top of the Game".

Não é fácil estar longe. Enquanto estava em Londres era fácil vir a Portugal, visitar toda a malta ao fim-de-semana. Podia vir de avião, ida e volta por 50 Euros. 50 Euros voam numa noite em Londres, pois 25 ficam logo à entrada das boas discotecas. Por isso era como estar a estudar fora. Vinha de Londres à sexta-feira por volta das 15h e voltava no domingo. Estive assim durante 15 meses.


Esta situação estava a criar um certo isolamento em Londres, visto que estando ligado à minha antiga vida, não iniciava uma nova. Fiz amigos, mas os de Portugal estavam primeiro.

Parei para pensar. Namoradas vão e vêm. Amigos vão e vêm. Os verdadeiros amigos ficam, continuam a ser nossos amigos mesmo passado anos, independentemente da distância. A família está ou deveria estar sempre lá. Por isso, aceitei vir para Hamburgo. Sabia que as viagens a Portugal iriam acabar, pois aqui além de custarem quatro vezes mais, a viagem também é três vezes mais longa.



Se queria atingir objectivos profissionais, ser reconhecido em Portugal pelo meu trabalho, esfregar na cara dos meus professores que atingi mais do que eles. Aos antigos patrões mostrar-lhes o quanto subestimaram os seus funcionários e as suas ideias. Tinha de me separar do passado. Começar de novo.

Começar de novo é lutar pelos nossos sonhos. Compensa sempre, mesmo que os sonhos não sejam atingidos, a luta em si, já é um troféu.

Senti saudades. Sinto saudades, não tanto da família e amigos, como seria de esperar. A família e amigos sabem onde estou, podem-me contactar e eu contactá-los. Sinto saudades do mar. Nasci e cresci ao pé do mar. Não passava um dia sem o ver. Era tão normal estar ali ao pé dele, sentir aquele cheiro a maresia no ar, que nunca lhe dei o devido valor. Após 20 meses sem ir a Portugal é esse cheiro que me faz falta.

Mas, 20 meses depois, aí vou eu. Finalmente férias. Não fui antes, com medo de ir a Portugal e não querer voltar. Hoje sei, que vou e quero voltar. A prova disso, tive-a quando comprei o bilhete de ida e volta, pois apesar de poder ficar 36 dias em Portugal, resolvi ficar só 10 dias. Quis usar o restante tempo das minhas férias com os meus amigos daqui, num tour pelo sul da Europa.

Senti-me bem ao já não sentir tanta falta de Portugal. Já não tenho raízes. Já não sou uma árvore!

Em Portugal vou para aqui:



A esta hora, amanhã vou estar a fazer isto:


Pois aqui, o tempo só da para isto:


E não são comparáveis, pois a queda no surf doi, mas doi menos!

10 dias chega, vou ver se a minha casa ainda está no mesmo sitio, pois está fechada e desabitada à 20 meses. Ver a família, a minha irmã que faz 7 aninhos e só se lembra de mim por fotos. Vou ver o meu irmão, que pelo que parece já sabe foder, ou pensa que sabe. Vou ver os poucos amigos que se mantiveram em contacto, o resto que se foda. E vou ver as minhas duas paixões, os meus amores, as minhas filhas, amigas, amantes, as minhas duas lindíssimas cadelas. A "Shiva" e a "Monalisa". Vou lhes dar um xi-coração enorme e um beijo naquelas bocas de diva e no final das férias elas voltam comigo!


A Monalisa. Dei-lhe o nome por ser estranha, não dá beijos a não ser a mim, tem olhos misteriosos e um sorriso enigmático!


A Shiva. Tal como a Deusa Hindu da criação que de maneira a criar destrói primeiro tudo. Esta menina destrói e cria. Caos, mas cria. Dar beijos não dá, ela cobre toda a gente que se aproxima de baba. Chega-se seco e sai-se a pingar baba de cão.


Vou, vou, vou, finalmente de Férias!

Claro que venho aqui. Tenho férias condicionadas, tendo de andar acompanhado de telemóvel e portátil para o caso de emergências. Por isso, a minha empresa não se irá importar de usar a internet paga por eles, para fazer uns posts aqui. Se, se importarem, eles que se fodam!


Os texto vão continuar só os comentários poderão demorar um pouco mais. Nesse caso a culpa não vai ser minha, vai ser delas:


Obviamente e tal como os nossos emigrantes das gerações anteriores, quando chegar a Portugal, tenho de me esquecer como se fala Português. Essa merda não vai ser fácil, pois eu quero é finalmente FALAR Português. Foda-se, é que é uma língua que só escrevo!!!

Boas férias para mim, com muitas meninas bronzeadas à minha volta e muitas louras nas esplanadas...


23 Comentários:

  luafeiticeira

sexta-feira, agosto 17, 2007 7:24:00 da tarde

Boa Férias, diverte-te bastante em Portugal e onde mais vais estar, mata saudades e olha, este país está uma merda.
bjocas

  bela_sonhadora

sexta-feira, agosto 17, 2007 8:15:00 da tarde

Tb quero ir à praia, é que até a esta altura do campeonato ja nem importo que seja Sao Pedro (praia que tento evitar ao máximo)

e por isso BOAS FÉRIAS!! aproveita que eu ando pra aqui a morrer me de inveja :S

  Crestfallen

sexta-feira, agosto 17, 2007 8:20:00 da tarde

luafeiticeira:

Já ouvi dizer que a coisa anda preta, mas estou só de passagem.

  Crestfallen

sexta-feira, agosto 17, 2007 8:24:00 da tarde

Este comentário foi removido pelo autor.
  Crestfallen

sexta-feira, agosto 17, 2007 8:26:00 da tarde

bela_sonhadora:

Conheces São Pedro de Muel? Também evitava essa praia no verão, mas adoro o inverno lá.

Mas agora é diferente, sei que é o sitio onde vou encontrar toda a gente que conheço.

Como praia para surfar prefiro a praia velha, samouco, pedras negras, paredes, etc, tudo praias no zona. Para banhos e relax, a polvoeira.

De preferência aquelas praias sem casa por perto e com acessos difíceis.

  Musa

sexta-feira, agosto 17, 2007 9:06:00 da tarde

Sky e Ruffus...são os cães mais lindos do mundo e são meus. Se os deixa-se para ir pra longe, morriam de desgosto, por isso quando penso na minha futura casa (que espero concretizar a curto prazo), penso logo na "nossa" casa, onde os 3 tontinhos vão morar.
Partir e deixar os meus 3 sobrinhos em Portugal, seria estar a morrer aos poucos, sou sobrinho-dependente, são as opiniões deles que mais me interessam. Por isso admiro a tua coragem por teres tomado essa opção, porque é muito difícil partir, porque não é fácil estar longe e pensar neles. Mas a vida é assim, têm que se tomar decisões, por mais que elas custem.
E pronto, boas férias, já que nem o som do mar, nem o toque da areia vou sentir este ano (por uma boa causa, arranjei finalmente emprego), que os outros se divirtam o mais que poderem. Ok, vá, tou mãos largas, tu incluido!

  bela_sonhadora

sexta-feira, agosto 17, 2007 9:11:00 da tarde

claro que conheço loool tb sou da zona de leiria heheheh

existe uma praia entre paredes e sao pedro moel ou algo assim que pa la xegar tens que andar pelos menos uns bons 500 metros a pé e por um caminho entre pinhal e um caminho de pedras... essa prainha é tao fixe, sem ng lá, e ver la o por do sol, fantastico mesmo !!

  Helluah

sexta-feira, agosto 17, 2007 10:50:00 da tarde

bem... não sei se te diga um chavão tipo Ah e tal reconheço-me em muita coisa que escreveste ou se te diga que não custa nada! tive um ano sem por os pés em portugal, e nem me custou partir. depois voltei outras duas vezes com o intervalo de 2 meses até que voltei de vez. saudades nunca senti de ninguém, apenas de sitios, amigos os verdadeiros ficaram os que não interessavam foram com o caralho. voltei a pt não por opcção mas por exclusão de partes. é assim! boas férias e boas surfadas!

  Ana

sexta-feira, agosto 17, 2007 10:58:00 da tarde

Boas férias!! Diverte-te, descansa, mata saudades, enfim...o que quiseres!!
Isto por cá vai de mal a pior, mas... sempre é a nossa casinha!

bjocas

  Mulheka

sábado, agosto 18, 2007 1:42:00 da manhã

Boas férias!
Um dia deste ensinas-me a surfar. é uma das muitas coisas que quero fazer :D

Adoro o mar, adoro ir à praia. Passear ao Guincho, à Ericeira... tenho sorte de a ter perto de casa ;)

Aproveita as férias, diverte-te, mata saudades e sexa muito!

Beijocas

  Physalia physalis

sábado, agosto 18, 2007 5:04:00 da manhã

Olá!!!Como te entendo!Bom...mais ou menos...agora são só umas férias, mas estou em estágio 1mês em Bimini (Bahamas, EUA) e ninguém aqui fala português!A ver vamos se quando voltar vou levar o bronzeado que tanto desejo (sim aqui está um calor do caraças e a água da praia não serve para refrescar porque está super quente...mas é tão azul!!!!) e os membros todos...lololol (para perceber ver o meu 2º blog! Eheh)!
Beijocas de boas férias!!!!

  Silvia F.

sábado, agosto 18, 2007 6:06:00 da manhã

E eu que sou e vim de fora para "aterrar" aqui... Tenho saudades donde nasci, snif, snif... desde que cheguei cá só me tem acontecido "merdices" mas continuo a achar que Portugal é um paraíso em termos de sossego. O que o estraga são certas pessoas...
Mas a continuar assim qualquer dia vou ver lá fora se lá estou! ;))

Boas férias, se vir um Zézé Camarinha versão 2 em pleno engate já sei que és tu! Hihihihi

Beijo

  tavguinu

sábado, agosto 18, 2007 2:07:00 da tarde

boas surfadas !

vais apanhar umas ondas bem fixes nesta época !

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 2:47:00 da tarde

Musa:

Podes ter os cães mais bonitos, pois eu tenho as cadelas.

As minhas meninas nunca tiveram presas num espaço inferior a 3km quadrados. Por isso seria um crime obrigar 2 mulheres do campo a viver numa das cidades mais movimentadas da Europa. Estão na quinta da minha avó, rodeadas de pessas de quem gostam.


Obrigado. Se conseguir sair de Hamburgo, até poderei ter umas boas férias.

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 2:49:00 da tarde

bela_sonhadora:

Há imensas, Valeiras, Samouco, Agua-de-madeiros.

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 2:57:00 da tarde

Helluah

Espero não chegar "à exlusão de partes". Obrigada.

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 3:22:00 da tarde

Ana:

Só espero que a minha casinha tenha luz e agua, pois estou à todos estes meses a pagar as contas. E espero arranjar alguém para dar uma limpeza às 13 toneladas de pó que deve ter :)

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 3:32:00 da tarde

Mulheka:

Ericeira, boas ondas :)

Já ensinei umas quantas pessoas mas sinceramente eu já nem sei se me lembro como se faz :)

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 3:44:00 da tarde

Physalia physalis:


Um estágio nas Bahamas? Eu sabia que tinha seguido o curso errado!

Só pode ser Biologia, correcto?

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 3:53:00 da tarde

Silvia F.:

Tipo ZéZé mas sem chinelos, sem bigode, sem mau Inglês, magro e sexy!

  Crestfallen

sábado, agosto 18, 2007 3:55:00 da tarde

tavguinu:

Obrigado. Espero bem que sim!

  Skynet

domingo, agosto 19, 2007 5:09:00 da tarde

A viagem que faço desde a minha terra até Vila Real onde estou a estudar, demora mais tempo e é tão cara como ir a Londres. Foda-se! Se soube-se tinha ido para Londres, de qualquer maneira só venho a casa uma vez por mês. Também foi muito difícil ao principio, estar longe de tudo o que conhecia, mas duas semanas depois já me tinha habituado, inclusive ao comboio que passa encostado à minha casa lol

  Crestfallen

domingo, agosto 19, 2007 5:36:00 da tarde

Skynet:

Quando estava a estudar em Lisboa, da minha primeira casa tinha o prazer de ver e ouvir TODOS os aviões de passageiros que chagavam e partiam. Até já sabia os horários de cor e salteado!

Depois fui morar para o meio das "tias", são irritantes mas havia sossego :)