Especulando e não, sobre o Japão

Se o terramoto do qual falei na série anterior, que aconteceu no dia 11.03 foi estranho e essa estranheza aumentada com outro no dia 7.04 e ainda mais outro no dia 11.04, aliada ao facto do sistema HAARP ter estado em actividade máxima e os dados da actividade HAARP terem sido apagados após algumas declarações públicas. Isto mostra que os teoristas da real conspiração estejam na verdade mais certos do que loucos... O site HAARP continua em baixo o que permite teorizar que ainda não chegámos ao fim desta calamidade no Japão.

Quero que tenham em conta que este texto não é factual, é puramente especulativo e por isso se alguma coisa que especular, acontecer, poderá significar que não sou tão louco como pareço ou que sou ainda mais louco do que o que penso ser!

Especulação: Aparentemente os alvos HAARP são as centrais nucleares, no entanto esta insistencia HAARP não me parece ter as centrais como alvo. Digo isto assente num dado factual que é haverem pequenas erupções vulcânicas no mar do Japão e um dos vulcões japoneses ter estado em actividade no Domingo dia 13.03. Essa erupção levou-me a pensar nas consequências de o monte Fuji ou o ainda maior Aso entrarem em erupção. Se isto acontecesse provavelmente iramos assistir ao maior numero de mortes alguma vez registado no único incidente. Algo que faria o Holocausto Nazi parecer um mero acidente de viação.
Estes terramotos podem de facto activar erupções vulcânicas e ao termos terramotos causados artificialmente, isto parece ser uma guerra: Homem versus Natureza. Se a natureza ceder e um ou ambos os vulcões entrarem em erupção, a radiação nuclear será o menor dos problemas de um povo que não terá hipótese, na sua larga maioria, de ser evacuado a tempo.
Não sou de apostas, mas se fosse, apostaria na Natureza mesmo consciente do poder do Homem sobre ela.

No entanto esta não é a minha área e não possuo qualquer prova que isto seja agenda, é tudo teoria insana ou não da minha insignificante mente.  No entanto reparo que não sou o único a teorizar nesta área:





Pessoalmente, estabeleço duas ligações no caso do Japão: Política e Religiosa.

Ligação Política: Vantagem da maçonaria ocidental ao destruir o seu maior inimigo asiático, impedindo-o de se tornar uma potencia militar nuclear. Impedindo-o de prosseguir o seu projecto espacial. Impedindo-o de continuar a expor os perigos das vacinas. Impedindo-o de continuar a construir bens duráveis em vez de descartáveis. Realizando a primeira redução populacional localizada. Lucrando imensamente com a destruição de um país e consequente reconstrução, créditos e dependência desse mesmo país.
O povo japonês é submisso e controlável, trabalhador e não exigente, calmo e ordeiro... o escravo perfeito.

No que toca à redução populacional, tanto Rokefeller como Rothschild já mencionaram publicamente a necessidade de reduzir a população mundial. Apoiam financeiramente fundações que investigam nesse sentido. Existe essa intenção nos 10 mandamentos Illuminati também expostos no misterioso monumento do qual falei neste texto da série Veritas. Essa intenção é também sustentada pela Princesa Kaoru Nakamaru do Japão que viajou por 186 países e encontrou-se com lideres mundiais e realeza Europeia. Encontrou-se também com a maçonaria quer com o tradicional rito de York (mais moderado), quer com os mais criminosos como o Grande Oriente (existente em todos os países do mundo incluindo Portugal: Grande Oriente Lusitano) e até com os representantes das 13 famílias Illuminati: Rokefeller e Rothschild bem como, com o outro lado dos Illuminati (Ordo illuminatorum Universalis) que é de onde saíram as pessoas que mais activamente expõem a agenda das 13 famílias. A princesa afirma ter estado perante documentos maçónicos que descrevem métodos para a necessidade de reduzir em pelo menos 50% a população mundial.

Aqui fica a entrevista dela que recomendo vivamente:  
Parte1 (4:42m) -  Um pequena introdução onde se refere a Deus como sendo um sentimento e não um ser.

Parte2 (9:03m) - A princesa é acompanhada pelo Principie Leo Lyon Zagami da Sicília. O interessante nesta parte é que falam dos Illuminati quando este príncipe diz ser um maçon do 33° grau do rito de York e Grão mestre da Ordo illuminatorum Universalis (Illuminati). Este senhor tem uma interessante história de colaboração e confronto com a maçonaria e com os Illuminati. Apesar de ter a certeza que este senhor não está contra os Illuminati, ele é um agente de propaganda espalhando que nesta altura espalhava verdades sobre os Illuminati para conseguir audiência, passando depois a desinformar. Este vídeo é desse inicio, do tempo em que ainda dizia verdades.


Parte3 (9:24m) - A princesa fala da imprensa internacional e da agenda de despopulação que lhe foi mostrada por um Gore, da família do senhor Al Gore que os tolinhos acham que quer salvar o planeta.

Ligação Religiosa: As 3 partes do vídeo falam de ligações entre os Illuminati e a religião (apesar de evitarem entrar em detalhes). Passamos a ter o lado negro e o lado da luz dos Illuminati como sendo opostos (não existem duas vertentes dos Iluminati, nunca existiram e duvido que alguma vez exista ruptura quer nos Illuminati quer na maçonaria), mas na verdade são a mesma coisa. Essa ligação religiosa fica para mais tarde pois precisará de uma explicação aprofundada das teorias de Ricky Clay, de dois investigadores/escritores internacionais, da Ordo illuminatorum Universalis (particular do Principe Italino do video), bem como do meu próprio trabalho. A ligação religiosa não possui objectivos tão imediatos pois está dependente das conquistas políticas que estão a decorrer neste preciso momento.

Espero estar errado mas acho que a sequência de acontecimentos dos dias 11.03, 07.04 e 11.04 vai ser quebrada e recaindo agora sobre dias não tanto maçónicos mas mais religiosos. Aproxima-se a Páscoa e sinceramente espero não ser este mês que a agenda política e religiosa se una numa só, pois isso iria antecipar em quase 10 meses todas as teorias sobre os Illuminati escritas até agora e demonstrar que estão hiper-confiantes na implementação a curto prazo da sua Nova Ordem Mundial. No entanto os acontecimentos no Japão fazem-me suspeitar que esse país poderá ver ainda dias negros coincidentes com o período entre a data da morte e ressurreição de Cristo. Estamos a falar dos dias 21, 22, 23, 24, 25 (sendo o 25 incluindo na semana santa em certos países mas não em Portugal). Tendo o Japão e área circundante sofrido mais de 900 terramotos em 33 dias, acho que estamos muito longe do final desta história.

Para esclarecimento adicional: Eu falo e falarei mais vezes de religião, Cristo e Deus como o agnóstico que sou. Recomendo aos leitores religiosos e crentes em Deus que façam jus às vossas crenças e não me julguem pelas minhas, pois se me acham pecador/blasfemo é a vossa função perdoar os meus pecados e se acreditam em Deus é a vossa função acreditar que ele me criou agnóstico e por isso tenho o divino direito de assim o ser até que receba o que qualquer agnóstico espera: Provas, factos, uma chapada na cara de Jesus Himself!

41 Comentários:

  Anónimo

quarta-feira, abril 13, 2011 9:36:00 da manhã

Em relação ao teu agnosticismo, se queres descobrir a Fé, lê Daniel e o Apocalipse, depois compara as profecias já cumpridas com o que sabemos da história.
Foi assim que descobri a Fé, é impressionante a precisão profética.
Faz as contas (em relação ás 70 semanas) e vais ver que quase 600 anos antes, Daniel previu o mês da morte de Cristo.
PS:
inicio das 70 semanas dá-se com o decreto de Artaxerxes a Neemias (465/464 a.C. + 20 anos = 444 a.C.)

Abraço de um leitor Cristão

  Anónimo

quarta-feira, abril 13, 2011 10:57:00 da manhã

"...isso iria antecipar em quase 10 meses todas as teorias sobre os Illuminati escritas ate agora e demostrar que estao hiper-confiantes na implementacao a curto prazo da sua Nova Ordem Mundial".

Ou talvez não estejam hiper-confiantes mas sim tentando alcançar os seus objetivos com uma certa urgência porque "time is running out". População esta a começar acordar apesar de termos ainda mais distrações hoje em dia. Estamos aproximar de uma data crucial, 2012, que já li muito sobre, e há muitas teorias sobre o que poderá acontecer(talvez nada). Sei que não e aparente mas penso que essas pessoas estão neste momento entre a espada e a parede e que tem a toda forca atingir os seus objetivos o mais rápido possível.

My two cents.

  Storyteller

quarta-feira, abril 13, 2011 1:23:00 da tarde

Tu és agnóstico relativamente à Religião, Fé e outras coisas mais e eu sou agnóstica em relação a tudo o que me rodeia. Além de ser agnóstica, sou curiosa. Em complemento, interrogo. Como deves calcular, nem sempre estou de acordo com o que escreves (para ser sincera, a maioria das vezes não estou de acordo com o que escreves), mas tal não significa que não lhes encontre legitimidade. Espicaçam-me a curiosidade e foi por isso que procurei informar-me sobre Kaoru Nakamaru. Não achas curioso que ela própria pareça ser a líder de uma seita espiritual? Não achas curioso que ela seja a fundadora da «Follow the Sun Association»? Não achas curioso que associações espirituais como a Blue Star Prophecy a idolatrem? Não achas curioso que ela alegue ter estado com tantos líderes mundiais e nenhum fazer a mínima ideia de quem ela seja? Não achas curioso que ela já tenha sido desmascarada? Que, na realidade, não é quem diz ser? Eu acho! E a esta senhora não lhe reconheço credibilidade alguma.
Para desfazer equívocos, não sou apologista de uma Nova Ordem Mundial (expressão usada recentemente, por diversas vezes, pela Dilma Rousseff) nem dos Illuminatti e muito menos da Maçonaria. Aliás, ainda na semana passada, numa conferência em Lisboa, estive quase a ir à cara do Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano...

  Coiso

quarta-feira, abril 13, 2011 6:00:00 da tarde

Respeitando obviamente os pontos de vista e crenças dos leitores e do Bruno aqui fica o meu raciocínio

Até há bem pouco tempo eu considerava-me ateu até que um dia me pus a pensar no seguinte

(Penso que pelo menos maioria dos leitores reconhece,ou já ouvi falar que)Ha quem tenha encontrado fosseis de animais marinhos em locais a altitudes bastante elevadas em ralação ao nível médio do mar, a explicação lógica para esse facto é que esses locais já estiveram cobertos com agua dos oceanos, ora o único documento que eu conheço que descreve um evento que tenha possibilitado tal coisa é a bíblia( estou a falar obviamente do diluvio)

Esta conclusão levou-me a por a hipótese "bem se isto é verdade então tudo o resto que está escrito na bíblia também será verdade" e como disse o primeiro anónimo

"...lê Daniel e o Apocalipse, depois compara as profecias já cumpridas com o que sabemos da história."

Agora vem a parte mais interessante
para alem das profecias que falam do que já aconteceu há uma a profecia bíblica, talvez a mais conhecia que é a do Armagedão (ou armageddon em inglês) que nos fala do que ainda está para acontecer.

Simples coincidência ou não esta profecia ENCAIXA QUE NEM UMA LUVA na teoria da Mova Ordem Mundial
vejamos as semelhanças

A bíblia diz que no fim dos tempos a humanidade a humanidade passará pela chamada tribulação (catástrofes naturais(HAARP), guerras(AFGANISTÃO IRAQUE, LIBIA) fome, epidemias( H1N1) etc)

eventos que todos nós temos presenciado nos últimos

Segundo a bíblia esta série de eventos culminará com vinda do que a que a bíblia chama da ANTICRISTO mas que todos conhecemos como NOVA ORDEM MUNDIAL ou seja uma entidade que se apresentará como a salvadora da humanidade, a solução para todos os problemas e que nós fartos de todas as provações aceitaremos prontamente e sem reservas.

As semelhanças acabam aqui, mas profecia não e diz-nos que quando o ANTICRISTO declarar a falsa paz eterna terá o inicio o Armagedão a guerra de Deus contra todos os homens que para beneficio pessoal sacrificam a humanidade.

Nota- (Volto a afirmar que isto é o só meu ponto de vista cada um de vós é livre de ter o seu)

  ceptic

quarta-feira, abril 13, 2011 6:54:00 da tarde

Não entendo o porquê da necessidade de reduzir o nivel populacional...
Maior controlo sobre as massas?! Escassez futura de recursos?!
Qual o objectivo?

  Anónimo

quarta-feira, abril 13, 2011 7:04:00 da tarde

What do you think about this:


http://www.excludedmiddle.com/earthquake.htm

  skeptikos

quarta-feira, abril 13, 2011 7:26:00 da tarde

Bruno, pensando melhor e atendendo ao facto que o INSIDE JOB [documentário de Charles Ferguson e Audrey Marrs que apresenta uma pesquisa extensiva e entrevistas com economistas, políticos e jornalistas] até mereceu o Óscar para melhor documentário, realmente os ditos gananciosos e "culpados" devem estar mesmo HIPER-CONFIANTES, quer nas estratégias utilizadas e/ou no alheamento das populações em geral, para atingirem os objectivos previstos.
Mesmo que o alheamento não dure muito, já estão implementados os "estados policiais" que silenciarão eventuais distúrbios. Por outro lado, as revoltas (se é que vão existir) até serão bem-vindas, pois assim desaparecem mais uns quantos (que estão a mais, dizem eles...) e a NOVA "ordem" será (mais ou menos) rapidamente restabelecida, com a bênção dos restantes que, tal como a maioria dos chineses, trabalhará para comer, sem direito a mais nada.
Se também levarmos em linha de conta o que a maioria da comunidade científica preconiza (Ex: Michio Kaku) e como ela está devidamente sustentada e devotada ao PODER(*) instituído do dinheiro, não nos restarão muitas dúvidas de que a NWO veio mesmo para ficar.
FAZ TODO O SENTIDO.

(*) John E. E. Dalberg Acton: "o poder corrompe e o poder absoluto corrompe absolutamente"

  Anónimo

quarta-feira, abril 13, 2011 9:54:00 da tarde

Boa noite Bruno. Desde já parabéns pelo teu blog que sigo diáriamente desde início de 2008, no entanto, é a primeira vez que faço comentários. Venho aqui postar este link http://www.youtube.com/user/dutchsinse, já que este cidadão americano consegue prever com alguma exactidão, sismos que supostamente ocorrem através de haarp, com base em cartas meteorológicas que são de fácil acesso a qualquer pessoa.
Gostava que desses uma espreitadela ao modo como ele investiga este assunto. Desde já um abraço e continua com o bom trabalho.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:03:00 da manhã

Anónimo:

"Em relação ao teu agnosticismo, se queres descobrir a Fé, lê Daniel e o Apocalipse, depois compara as profecias já cumpridas com o que sabemos da história.
Foi assim que descobri a Fé, é impressionante a precisão profética."

Sou conhecedor da Bíblia, até já escrevi num blogue dedicado unicamente a ela, onde expunha e analisava contradições e comparava passagens Bíblicas com texto mais antigos de outras culturas.

Dizer que o que foi escrito na Bíblia são profecias é um ponto de vista tão válido como dizer que a Bíblia está a ser usada como manual de instruções.

Olhando para certas "profecias" Bíblicas a serem causadas pelo Homem, leva-me a teorizar que o que estamos a assistir é a um encenação do que foi lá descrito.

Se lá estiver escrito que algures no século XXI um homem vestido de verde aparecerá na Península Ibérica gritando aos 7 ventos "Eu sou o Messias" e se eu aparecer vestido de verde na Rua Augusta a fazer isso mesmo, é caso para duvidar que é uma profecia cumprida, pois pode ser uma encenação do que foi descrito na Bíblia.

"Faz as contas (em relação ás 70 semanas) e vais ver que quase 600 anos antes, Daniel previu o mês da morte de Cristo."

Teoricamente sim. Mas há que ter em conta que a Bíblia só apareceu 500 anos depois da morte de Cristo e os textos que a compõem foram cuidadosamente selecionados numa reunião gerida por um pagão. Sem acesso aos documentos originais do texto de Daniel, é impossível provar que ele fez uma previsão dessa morte.

Não quero que pareça que estou a dizer que a Bíblia não é verdadeira, pois isso faria de mim Ateu. Estou a dizer que há outra forma de olhar para esse livro e essa outra forma levanta questões difíceis de responder.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:03:00 da manhã

Anónimo:

"Ou talvez não estejam hiper-confiantes mas sim tentando alcançar os seus objetivos com uma certa urgência porque "time is running out"."

Poderá ser isso, e espero que assim o seja pois a pressa é inimiga da perfeição e isso poderá jogar a favor do povo.

"Estamos aproximar de uma data crucial, 2012, que já li muito sobre, e há muitas teorias sobre o que poderá acontecer(talvez nada)."

2012 tem muita mística, tal como 1996 tinha, tal como 2000 tinha e nada aconteceu. No entanto em 2012 parece que haverá muita novidade mas todas elas a nível religioso e político, nada de místico.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:10:00 da manhã

Storyteller:

"Tu és agnóstico relativamente à Religião, Fé e outras coisas mais e eu sou agnóstica em relação a tudo o que me rodeia."

Se fosse agnóstico unicamente religioso, seria um hipócrita. Alguém que se chame agnóstico religioso e que acredite sem questionar na ciência, é na verdade um Ateu. Um Ateu tem fé no que lhe interessa. O meu agnosticismo é em relação a tudo até a respeito, por vezes, das minhas próprias conclusões.

"Como deves calcular, nem sempre estou de acordo com o que escreves (para ser sincera, a maioria das vezes não estou de acordo com o que escreves), mas tal não significa que não lhes encontre legitimidade."

Isso é excelente, pois eu não me considero parte do pseudo-movimento "truther", pois não escrevo para impor, sugerir verdades. Eu escrevo para mostrar uma outra perspetiva sobre certos assuntos e como é óbvio só teria sucesso tendo pessoas a discordar. Se concordassem com tudo, a minha não seria uma outra perspetiva mas sim a mesma.

"Espicaçam-me a curiosidade e foi por isso que procurei informar-me sobre Kaoru Nakamaru. Não achas curioso que ela própria pareça ser a líder de uma seita espiritual? Não achas curioso que ela seja a fundadora da «Follow the Sun Association»? Não achas curioso que associações espirituais como a Blue Star Prophecy a idolatrem? Não achas curioso que ela alegue ter estado com tantos líderes mundiais e nenhum fazer a mínima ideia de quem ela seja? "

Acho sim, pois sei disso.

"Não achas curioso que ela já tenha sido desmascarada? Que, na realidade, não é quem diz ser? Eu acho! E a esta senhora não lhe reconheço credibilidade alguma."

E encontraste o busílis da questão! Agrada-me quando reparam nesses detalhes :)
Já ouviste falar em agentes provocadores? São regularmente usados em operações militares e policiais. Existem também agentes desinformadores que nos aparecem a expor verdades coincidentes com certas teorias da conspiração e depois de atingirem muito protagonismo e terem feito uma pequena fortuna, são desmascarados como era a intenção inicial.

Ao desmascarar não é só a pessoa que perde credibilidade mas também tudo o que essa pessoa disse também deixa de ter credibilidade. A intenção é e sempre foi essa, descredibilizar temas que se tornam populares sem as elites os terem de negar.

Na verdade estas pessoas são fáceis de expor. Esta princesa e este príncipe foram descredibilizados, Julian Assange está a ser, Alex Jones será em breve tal como Glen Beck e o único que ainda não consegui descredibilizar é David Ike.
Todos eles possuem um imenso protagonismo e todos eles fogem a um assunto. Julian Assange foge ao assunto 9/11, Alex Jones foge ao assunto Sionista, essa princesa não fala das monarquias, esse príncipe não menciona os Jesuítas, etc, etc. Todos eles podem ser ligados a grupos cujos temas evitam e como agentes seguem uma agenda e não tocam nela.
David Ike, fala de tudo por isso ainda não tenho opinião formada sobre ele.

No entanto há que ouvir o que estas pessoas dizem, pois é interessante. Usam da verdade para a descredibilizar e quem os ouve tem de estar preparado para isso. Este príncipe, percebi que era um agente desinformativo na primeira vez que o contactei... simplesmente durante uma longa E-mail mencionei um livro que ele disse nunca ter lido mas tencionava ler. Ora esse livro é de leitura obrigatória para qualquer membro de elevado grau da maçonaria (qualquer membro relevante tem esse livro e se não o tem é um mero soldadinho de chumbo), todos recebem um exemplar. Se ele não o conhecia, obviamente não era um Grão Mestre de 33° grau mas é inegável que ele tem um profundo conhecimento organizativo destas sociedades secretas.

"Aliás, ainda na semana passada, numa conferência em Lisboa, estive quase a ir à cara do Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano..."

Só se perdiam as que caíssem no chão :)

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:30:00 da manhã

Coiso:

"Ha quem tenha encontrado fosseis de animais marinhos em locais a altitudes bastante elevadas em ralação ao nível médio do mar, a explicação lógica para esse facto é que esses locais já estiveram cobertos com agua dos oceanos, ora o único documento que eu conheço que descreve um evento que tenha possibilitado tal coisa é a bíblia"

Isso não está totalmente correcto. Desde as culturas nativas da América do sul, às tribos africanas e até à civilização asiática passando pelos Egípcios, Babilónios e Sumérios, todos mencionam uma grande inundação com pequenas variações na possível data.

"Esta conclusão levou-me a por a hipótese "bem se isto é verdade então tudo o resto que está escrito na bíblia também será verdade" e como disse o primeiro anónimo"

Então será verdade que a humanidade tem unicamente 12.000 anos? É isso que a Bíblia nos diz!
Qualquer artefacto mais antigo seria falso. Como pode um esqueleto de um peixe numa montanha ser um artefacto válido e um esqueleto de dinossauro não ter validade?

Pergunta a um padre como ele explica os fósseis de dinossauro. 50% deles vão responder que "foram colocados na Terra por Deus, para testar a nossa fé!"

Já existiu um dilúvio. Já existiu uma era glaciar e depois disso iniciou-se uma nova era. Estamos perto do inicio da era de Éter e que será marcada pelo fogo.
No entanto nem a era glaciar nem o diluvio cobriram todo o planeta, foram eventos localizados, tal como o final desta era pelo fogo (também mencionado na Bíblia) não será uma destruição total mas sim um evento localizado e já antecipado pelas crescentes tempestades solares. Os céus em chamas é isso mesmo. Uma montanha de fogo não passará de um vulcão.

No entanto não é só a bíblia que fala disso, existem documentos de civilizações mais antigas que mencionam isto e portanto nada relacionado com Jesus ou Deus.

"Simples coincidência ou não esta profecia ENCAIXA QUE NEM UMA LUVA na teoria da Mova Ordem Mundial"

É a profecia que encaixa na Nova Ordem Mundial ou a Nova Ordem Mundial está a realizar acções em consonância com a Bíblia?

"A bíblia diz que no fim dos tempos a humanidade a humanidade passará pela chamada tribulação (catástrofes naturais(HAARP), guerras(AFGANISTÃO IRAQUE, LIBIA) fome, epidemias( H1N1) etc)"

Aí está. Se falas em guerras e HAARP isso só mostra que não são catástrofes naturais mas sim que as elites estão a tentar replicar o Apocalipse Bíblico.

"Segundo a bíblia esta série de eventos culminará com vinda do que a que a bíblia chama da ANTICRISTO mas que todos conhecemos como NOVA ORDEM MUNDIAL ou seja uma entidade que se apresentará como a salvadora da humanidade"

Acredito que não seja um grupo mas sim uma pessoa. O Anti-Cristo é o falso Messias que se fará passar por Cristo. Para o identificar bastará ver essa pessoa ao lado das Elites, possivelmente ele aparecerá do seio das elites.
Mesmo assim, não será a Bíblia a adivinhar mas sim as elites a encenar a Bíblia.

O que quero ver, é depois do Anti-Cristo, a chegada do verdadeiro Cristo que sendo real e tendo o poder de Deus irá guiar a humanidade a 400 anos de paz.
Se isso acontecer, certamente que os agnósticos passarão a gnósticos.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:33:00 da manhã

ceptic:

"Não entendo o porquê da necessidade de reduzir o nivel populacional...
Maior controlo sobre as massas?! Escassez futura de recursos?!
Qual o objectivo?"

A escassez de recursos é intencional para justificar uma redução populacional. Se não for possível a bem, a escassez irá impor essa redução.

A necessidade de reduzir a população é por não ser possível estupidificar 6 biliões de pessoas e por isso não é possível ter um controlo efectivo sobre todas elas.
O Império colonial português estava condenado pois era impossível ter 5 milhões a dominar e controlar 500 milhões.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:36:00 da manhã

Anónimo:

"What do you think about this:

http://www.excludedmiddle.com/earthquake.htm"

A very interesting article that should be read by the Tesla/HAARP sceptics.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:47:00 da manhã

skeptikos:

"Mesmo que o alheamento não dure muito, já estão implementados os "estados policiais" que silenciarão eventuais distúrbios. Por outro lado, as revoltas (se é que vão existir) até serão bem-vindas, pois assim desaparecem mais uns quantos (que estão a mais, dizem eles...) e a NOVA "ordem" será (mais ou menos) rapidamente restabelecida, com a bênção dos restantes que, tal como a maioria dos chineses, trabalhará para comer, sem direito a mais nada."

Eu concordo que isso acontecerá e que a Nova Ordem Mundial será um sucesso e que perderemos todas as nossas liberdades. Mas isso não será eterno, nunca um império controlou eternamente e o ser humano por norma só age quando está entre a espada e a parede.

Qual é o instinto animal quando se sente preso? É tentar fugir, certo? Será quando nos sentirmos presos que sentiremos a necessidade de nos libertarmos e só aí teremos a grande maioria da população acordada e disposta a lutar pela sua liberdade.

Por enquanto só quem está alerta agora, poderá criar as condições mínimas para se manter inserido no sistema sem estar dependente dele na totalidade. Eu estou dentro do sistema, eu sou consumista mas sei que poderei sobreviver uma grande crise pois criei estruturas económicas e informativas para isso.

Quem consegue sobreviver hoje em dia fora das selvas citadinas? Quem sabe "cultivar" fora de um supermercado ou caçar fora do Macdonalds? Quem é que pondera trocar as poupanças da sua vida de uma conta a prazo para ouro ou prata escondidos algures? Quem compra um terreno tendo em conta que tem um poço, fonte ou lago em vez de uma piscina?

"a NWO veio mesmo para ficar."

O mesmo se pensou na Babilónia, Suméria, Império Romano e Impérios coloniais e no entanto tudo se desmoronou eventualmente. A NWO será um novo império, e sem dúvida o maior da humanidade, mas quanto maiores são, maior será a queda, pois nada é eterno.

"John E. E. Dalberg Acton: "o poder corrompe e o poder absoluto corrompe absolutamente""

E é por isso que a NWO não será eterna e poderá ter uma vida mais curta que qualquer outro império. Acho que não há poder mais absoluto do que liderar todo o planeta.

  Anónimo

quinta-feira, abril 14, 2011 12:50:00 da manhã

Qual é a tua opinião sobre a parte em que ele diz que o Japão, ao ser "engolido", poderá criar um tsunami? Se de facto o sistema Haarp é responsável por tudo isto, eles deverão ter previsto que iria acontecer não?


RP

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 12:53:00 da manhã

Anónimo:

"Venho aqui postar este link http://www.youtube.com/user/dutchsinse, já que este cidadão americano consegue prever com alguma exactidão, sismos que supostamente ocorrem através de haarp, com base em cartas meteorológicas que são de fácil acesso a qualquer pessoa."

Sim, já vi alguns exemplos pois a assinatura HAARP é visível e destaca-se nas cartas meteorológicas.

"Gostava que desses uma espreitadela ao modo como ele investiga este assunto."

Já subscrevi o canal dele para analisar o seu trabalho.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 2:52:00 da manhã

Anónimo:

"Qual é a tua opinião sobre a parte em que ele diz que o Japão, ao ser "engolido", poderá criar um tsunami?"

Se caso os vulcões entrem em actividade, existe a possibilidade do Japão se afundar pois é uma ilha relativamente pequena comparativamente ao tamanho dos vulcões lá existentes.

"Se de facto o sistema Haarp é responsável por tudo isto, eles deverão ter previsto que iria acontecer não?"

Sim está previsto. Os líderes da Nova Ordem Mundial não pretendem proteger o povo Americano, aliás os americanos são aqueles que mais liberdades estão a perder. O Patriot Act retirou-lhes privacidade, as suas casas estão marcadas com sistema RFID entre outros ataques a direitos e liberdades. Um dos mais importantes foi, sob a desculpa de terrorismo, suspenderem a constituição numa área de 100 milhas da costa, ou seja, as cidades com maior densidade populacional neste momento não possuem direitos constitucionais.

Se isto acontecesse, teríamos uma redução populacional no Japão, Hawai, alguns países asiáticos e na costa pacifica dos EUA. Ao acontecer, o Presidente poderá declarar estado de emergência, impor lei marcial e acima de tudo obter mais créditos internacionais e extensões de prazos de pagamento da sua gigantesca e impagável divida externa.

As catástrofes são oportunidades de negócio. Com o furação Katrina conseguiram despopular largas zonas junto ao mar fazendo imensas famílias reconstruir noutros locais.

O objectivo é financeiro e de controlo, não importa quem desaparece, não importa se há fome ou destruição desde que o poder não seja abalado e se possível reforçado.

  Anónimo

quinta-feira, abril 14, 2011 4:04:00 da manhã

O que eu acho é que se não fossem os illuminati seriam outros quaisquer, a lei da natureza é: os mais fortes dominam e prevalecem sobre os mais fracos. Será que um cavalo que é usado pelo homem sabe que é um escravo? Não parece natural que sendo o homem um ser mais inteligente use outra espécie de inteligência inferior para seu proveito? Acho que isto é um paralelismo com o que se passa entre os humanos, a maioria das pessoas nem se apercebe que são escravos, contentam-se em ver o facebook e um bando de retardados que os hipnotizam na televisão, não têm qualquer desejo nem capacidade para a iluminação, por mais que lhes expliquemos o que se passa, não adianta... Eu não acho que as coisas estejam justas como estão, mas quem disse que as coisas são para serem justas? Se assim fosse nasceríamos todos com as mesmas capacidades genéticas... Será que a morte existe? O que fará estas elites praticarem massacres sem remorsos? tantas perguntas sem resposta...

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 4:58:00 da manhã

Anónimo:

"O que eu acho é que se não fossem os illuminati seriam outros quaisquer, a lei da natureza é: os mais fortes dominam e prevalecem sobre os mais fracos."

O leão é o rei da selva porque o Homem diz que ele é, mas nenhum animal o vê como rei. Se o leão se mete com um elefante o elefante não se submete ao rei. Isso é a lei da selva: A sobrevivência do mais forte.

No ser humano quem é o mais forte? A lei da forca não se aplica mas sim as capacidades humanas. Portanto seria de esperar que fossem os mais inteligentes e capazes a dominar e não é isso que vemos.

O leão na selva também não tem um rato que o controla, domina e manipula ao passo que os nossos reis e governantes possuem doninhas fracas e medrosas que o fazem.

Não vivemos sob a lei da selva. Matamos por prazer e não para comer e nem sequer precisaríamos de matar para comer. Quem domina é quem deixamos que domine e isso não significa que seja mais forte, mais inteligente ou mais capaz do que qualquer um de nós. Ele domina sob um poder imaginário que lhes é dado por nós através do consentimento sob o estandarte de uns papeis que resolvemos considerar o bem mais desejado do planeta.

O sistema em que vivemos não faz sentido e quem nos domina pode cair em segundos com um estalar de dedos, bastaria que a maioria da população estivesse ao mesmo nível intelectual e não a regredir em vez de evoluir.

Neste aspecto eu penso positivo, pois não acredito que exista uma pessoa que enquanto está às compras não tenha pensado uma única vez em como é ridículo estar a comprar o que não precisa com dinheiro que nada vale. Não acredito que quem se preocupa com quem será o vencedor de reality show, não se sinta ridículo quando a sua vida deverá ser bem mais interessante do que a dos cromos na TV.

"Será que um cavalo que é usado pelo homem sabe que é um escravo?"

Mas é isso que separa dos animais. A ideia do "eu".

"mas quem disse que as coisas são para serem justas?"

A lei do equilíbrio universal. As coisas não podem ser sempre justas mas certamente não podem ser sempre injustas... e onde estão as coisas justas?

"Se assim fosse nasceríamos todos com as mesmas capacidades genéticas..."

Nascemos todos com as mesmas capacidades genéticas. Quem diz o contrário está a fazer propaganda desinformativa. Ninguém está geneticamente mais predisposto a ser inteligente ou burro, tudo depende da sua educação e ambiente educativo. Se fizéssemos 5 clones do Hitler, teríamos 5 pessoas distintas com gostos diferentes, diferente QI, distintos em tudo, até fisicamente com uns mais desportivos outros mais sedentários, seriam iguais a nível genético e pouco mais.

"Será que a morte existe?"

Existe como fim deste percepção de vida. Mas se na natureza nada se perde e tudo se transforma, continuaremos numa percepção diferente de vida e existência.

"O que fará estas elites praticarem massacres sem remorsos?"

Isso tem explicação. As fortunas e poder das elites consistem em algo que é praticado há séculos, os inter-relacionamentos, casar e procriar com membros da família para que as fortunas não se dividam. Isso, ao fim de gerações resulta numa grande pancada como podemos ver em muitos exemplos de elite.

Existe ainda outro detalhe ainda mais importante, algo praticado pela nobreza de todo o mundo e pela maçonaria e outras sociedades secretas como illuminati, Skull & Bones e Opus Dei, a educação dos seus filhos e discípulos com vista à perda da empatia. No caso da maçonaria isto é tentado depois do grau de Mestre, que representa o nível do verdadeiro maçon, os 3 primeiros graus são lixo, são os fracos que existem para justificar e defender os fortes.

Existem pessoas que nascem já sem empatia e é de pessoas assim que mercados, como o bolsista, procuram e contratam.

  skeptikos

quinta-feira, abril 14, 2011 5:27:00 da manhã

«Eu concordo que isso acontecerá e que a Nova Ordem Mundial será um sucesso e que perderemos todas as nossas liberdades. Mas isso não será eterno, nunca um império controlou eternamente e o ser humano por norma só age quando está entre a espada e a parede.
Qual é o instinto animal quando se sente preso? É tentar fugir, certo? Será quando nos sentirmos presos que sentiremos a necessidade de nos libertarmos e só aí teremos a grande maioria da população acordada e disposta a lutar pela sua liberdade.»

Crise=Acomodação; Renovação=ADAPTAÇÃO
(tocaste no cerne da questão).

Ao longo da nossa história (da espécie) o homem sempre soube efectivamente adaptar-se a novos ambientes e desafios, como as grandes inovações (fogo, escrita, arte, ciência, música, descobrimentos/globalização/tecnologia), ou monumentais crises (guerras, catástrofes) o incitaram a fazer prova de engenho e de inteligência/racionalidade.

Enquanto os mais racionais criarão condições mínimas para sobreviver, materialmente, outros haverá que não saberão, poderão, ou quererão criá-las per se. Efectivamente estamos já todos submetidos, inconsciente e/ou resignadamente, a esta (alegada) nova ordem, onde não há diferença entre verdade e mentira, certo e errado, i.e. uma sociedade onde impera a irracionalidade, o relativismo, a obsessão pela posse/poder, dinheiro, bens, sucesso, consumo e escravidão (de todo o tipo) aliados a “superstição” e “actividades milagreiras”. Uma humanidade sem humanidades. Só que a história repete-se e o homem transcender-se-á uma vez mais.
Enquanto, Deus está nos detalhes… «Amazing Grace»: http://www.youtube.com/watch?v=Uv2TUYTRbVU&feature=player_embedded

  Coiso

quinta-feira, abril 14, 2011 11:52:00 da manhã

Bruno

"Então será verdade que a humanidade tem unicamente 12.000 anos? É isso que a Bíblia nos diz!
Qualquer artefacto mais antigo seria falso. Como pode um esqueleto de um peixe numa montanha ser um artefacto válido e um esqueleto de dinossauro não ter validade?

Pergunta a um padre como ele explica os fósseis de dinossauro. 50% deles vão responder que "foram colocados na Terra por Deus, para testar a nossa fé!"



A bíblia é um documento de metáforas alegorias sujeitos e interpretação hoje em em dia há várias pessoas, grupos de pessoas, e organizações que se dedicam a estudar e interpretar bíblia,(Em Portugal por exemplo temos o frei Fernando Ventura).

essas pessoas/organizações não são de certeza as igrejas/padres portanto esse tipo de afirmações vindas de padres não me surpreende tal como não merecem o mínimo de consideração da minha parte pois são baseadas em dogmas infundados em vez do estudo e analise de factos e inferência de hipótese.

Quanto ao facto da humanidade só existir há CERCA DE 12000 anos acho mais plausível do que a teoria do macaco, há espécies que habitam a terra há muito tempo mas nunca nenhum macaco evolui para Homem. enquanto que o esqueleto humano mais antigo que se conhece encontrado no México tem entre 11 a 14000 anos.

"Acredito que não seja um grupo mas sim uma pessoa."

Faz todo o sentido (não sei se por acaso já escreveste algum texto sobre este assunto ) ha quem diga que as elites nos impingirão a "prova" que essa pessoa(que alguns apontam para que seja um membro da família real britânica) descende da mesma tribo de Israel no seio da qual Cristo nasceu, ou seja que essa pessoa é da mesma linhagem de sangue que jesus do modo a legitimar o seu estatuto de salvador.

  Selenyum

quinta-feira, abril 14, 2011 1:48:00 da tarde

Bruno disse:

Mas é isso que separa dos animais. A ideia do "eu".

Auto-reconhecimento não e exclusivo humano: Golfinhos, Gorilas, Bonobos e Elefantes conseguem reconhecer-se como foi provado com o teste do espelho.

  Anónimo

quinta-feira, abril 14, 2011 1:48:00 da tarde

Vejo que mantens uma perspectiva optimista relativamente aos humanos, se a desculpa são os rh-, então o que explica os maias os incas e os astecas? que possuíam uma forma de regência em que haviam imperadores e escravos... Os Rh- não deixam de ser humanos, serão o passo seguinte na evolução? Creio que a inteligência não depende exclusivamente dos factores que referiste, senão o que explica a tão grande quantidade de génios em tão poucos judeus( Einstein, freud, marx...)? e a predominância de QI's baixos nos africanos e latinos em testes feitos legitimamente. Eu não estou a dizer que todos os judeus são génios e que todos os africanos são estúpidos, o que eu estou a dizer é que isto faz sentido se analisares a estrutura da sociedade. Os únicos que se aproximam dos judeus são os asiáticos, que por acaso são os que disputam pelo domínio do mundo nos textos que escreves. (Não acho que um teste de Qi defina uma pessoa)

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 3:46:00 da tarde

skeptikos:

Espero que neste caso o ser humano não se adapte, pois não acho possível uma adaptação falta de liberdade.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 3:52:00 da tarde

Coiso:

"A bíblia é um documento de metáforas alegorias sujeitos e interpretação hoje em em dia há várias pessoas, grupos de pessoas, e organizações que se dedicam a estudar e interpretar bíblia,(Em Portugal por exemplo temos o frei Fernando Ventura)."

Esta é a parte da conversa em que me começo a desinteressar. SEMPRE que se tocam em detalhes Bíblicos vem a conversa das metáforas e alegorias. A Bíblia é interpretada literalmente quando convém salientar um ponto de vista, mas quando se apontam defeito já é metafórica.

Não podemos interpretar literalmente o que nos convém e dizer que o que não nos convém é metáfora! Se queres exemplos de interpretação literal oficial, posso dar-te centenas.

"Quanto ao facto da humanidade só existir há CERCA DE 12000 anos acho mais plausível do que a teoria do macaco, há espécies que habitam a terra há muito tempo mas nunca nenhum macaco evolui para Homem."

Todos animais evoluíram. O homem não é um macaco pois macacos há muitos, o homem é da família dos símios e evoluiu mas isso não significa que todos os macacos possuam o mesmo potencial que nós, pois não ficou nenhum da nossa espécie por evoluir. Um Labrador e um Caniche não possuem o mesmo potencial e no entanto são ambos cães.

Dizer que o homem tem 12.000 anos não faz qualquer sentido e ainda menos sentido faz ter vindo de Adão e Eva. Se isso tivesse acontecido seriamos todos primos e descendentes de uma relação incestuosa entre mãe e filho, pai e filhas e entre irmãos e desta forma a nossa actual variedade genética seria impossível.

"enquanto que o esqueleto humano mais antigo que se conhece encontrado no México tem entre 11 a 14000 anos."

Por acaso o mais antigo é Lucy e Ardi com 4,4 milhões e 4 milhões de anos respectivamente:
Lucy: http://news.nationalgeographic.com/news/2009/10/091001-oldest-human-skeleton-ardi-missing-link-chimps-ardipithecus-ramidus.html
Ardi: http://www.msnbc.msn.com/id/33110809/ns/technology_and_science-science/

"Faz todo o sentido (não sei se por acaso já escreveste algum texto sobre este assunto ) ha quem diga que as elites nos impingirão a "prova""

Eu sei disso, tenho uma pequena investigação mas não o suficiente para publicar. Mas brevemente entrará essa componente religiosa pois pressinto que iremos voltar a uma época de fanatismo religioso, devido às ligações incentivadas pelas elites, dos acontecimento provocados por eles e a Bíblia.

"que essa pessoa(que alguns apontam para que seja um membro da família real britânica) descende da mesma tribo de Israel no seio da qual Cristo nasceu"

A família real Inglesa tomou indevidamente o trono. Quem era a descendente dessa tribo era alegadamente a Princesa Diana que era também da família que deveria estar no trono em Inglaterra.

"ou seja que essa pessoa é da mesma linhagem de sangue que jesus do modo a legitimar o seu estatuto de salvador."

É impossível de provar.

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 3:54:00 da tarde

Selenyum:

"Auto-reconhecimento não e exclusivo humano: Golfinhos, Gorilas, Bonobos e Elefantes conseguem reconhecer-se como foi provado com o teste do espelho."

Não me expliquei bem. A ideia do "eu", quer para mim dizer a ideia de que individualmente somos únicos e especiais, egoístas em relação ao mundo que nos rodeia pois "eu" sou mais importante que "tu".

  Bruno Fehr

quinta-feira, abril 14, 2011 4:02:00 da tarde

Anónimo:

"se a desculpa são os rh-, então o que explica os maias os incas e os astecas?"

Mas eu não acredito nessa ideia de rh-. Eu sou rh-!
Os Maias, Incas e Astecas simplesmente se viraram para o estudo e iluminação pessoal. Na verdade por mais fantásticos que os pintem eram uma civilização normalíssima, conseguiram o que outros conseguiram e destruíram-se em guerras sem sentido.

"senão o que explica a tão grande quantidade de génios em tão poucos judeus( Einstein, freud, marx...)?"

Porque poucos desses génios são Judeus de sangue. A grande maioria senão todos, são/eram sionistas e os sionistas são pessoas convertidas e não judeus de nascimento. Einstein é suspeito de ter sido um farsa, Freud queria comer a irmã, Marx era um macon que criou a maior arma de divisão para conquistar (comunismo), não vejo esses nomes como génios, unicamente com destaque histórico.

"e a predominância de QI's baixos nos africanos"

Tendo em conta o ambiente e condições em que são criados, isso é normal.

"e latinos em testes feitos legitimamente."

Mas não em condições idênticas.

"Os únicos que se aproximam dos judeus são os asiáticos, que por acaso são os que disputam pelo domínio do mundo nos textos que escreves."

Como disse várias vezes e repito. Os judeus não querem controlar o mundo, eles nem sequer controlam Israel. Isso são os Sionistas que não são judeus, são convertidos. A linhagem dos Sionistas leva-nos à Macedónia e não à Palestina.

  skeptikos

quinta-feira, abril 14, 2011 4:21:00 da tarde

Bruno, possivelmente não me fiz entender, mas há uma diferença enorme entre acomodação e adaptação, ou seja:

Crise=Acomodação; Renovação=ADAPTAÇÃO

Agora que estamos em crise total, de valores (humanidades), e ainda pensamos irracionalmente, pois temos "medo" da mudança, do que não conhecemos, temos medo da renovação (tal como as crianças têm medo do escuro) e porque ainda não damos ouvidos à nossa "razão" (é essencial mudar) preferimos ficar acomodados a algo que conhecemos, embora nos seja prejudicial, do que partirmos para outra etapa das nossas vidas e procurarmos ADAPTARMO- NOS a uma nova experiência que tanto pode ser positiva, como negativa. É o "escuro", o desconhecido. Basicamente é isto que nos está a acontecer a todos.
É óbvio que será apenas uma questão de tempo para que a necessidade de RENOVAÇÃO seja MAIOR que a ACOMODAÇÃO; como se processará essa transição? Não sei. O que sei é que a RENOVAÇÃO acontecerá, para melhor, ou para pior. Mais tarde ou mais cedo caber-nos-à a decisão de avançar e de nos adaptarmos a algo novo que aprenderemos a construir, ou eventualmente a destruir. Para a evolução que se seguirá precisamos acima de tudo de toda a nossa racionalidade, uma vez mais! A história repete-se. Chegámos ao fim de um ciclo, teremos de inexoravelmente avançar para outro ciclo, sem medos e coesos. Não pode haver eu, tu, ele. NÓS, HUMANIDADE COM HUMANIDADES! NÓS!

  skeptikos

quinta-feira, abril 14, 2011 5:23:00 da tarde

@Anónimo Abril 14, 2011 1:48:00 PM
«(...) e a predominância de QI's baixos nos africanos e latinos em testes feitos legitimamente. Eu não estou a dizer que todos os judeus são génios e que todos os africanos são estúpidos, o que eu estou a dizer é que isto faz sentido se analisares a estrutura da sociedade.»

Embora o Bruno já lhe tenha respondido, gostaria de salientar algo que considero extremamente importante quanto às "conclusões" apressadas, ou falácias de origem política/racista acerca do QI. Acima de tudo não devemos desvalorizar etnias, hipervalorizando outras, tendo como base "opiniões" politizadas ou defensoras de eugenia.

A inteligência, a capacidade cognitiva de cada individuo, para além de toda a sua complexidade, depende e muito de vários factores, nomeadamente ambientais e sócio-económicos, pelo que fica aqui uns excerto de 2 pequenos artigos que merecem leitura na íntegra:

«(...)A pontuação média normal de QI (68%) oscila entre: não muito inteligente (QI pelos 85 – «dull») até brilhante (QI cerca de 115 – «bright»). Um QI de 70 (14%) sugere-nos a existência de algum tipo de deficiência, enquanto que QI’s de 130 (2%) ou mais indicam indivíduos sobredotados. A média de QI nos Orientais é cerca de 106, nos Brancos por volta dos 100 e nos Negros flutua pelos 85. Este padrão é verificado por todo o mundo e ao longo de vários e diversificados estudos, sendo que os negros de África possuem, na generalidade, um QI mais baixo que os Negros que vivem na América ou na Europa.

(...) Portanto, quando os psicólogos usam a sigla «QI» não se estão a referir à noção de «inteligência» que usamos no quotidiano, nem a substituí-la por outra, mas a introduzir um novo conceito de «inteligência», que é muito mais fácil de medir, mas que pode ter um significado muito diferente. A distinção entre inteligência e QI levou algumas pessoas a desprezar os resultados dos testes de QI, por acharem que em nada se relacionavam com a aptidão cognitiva; outros demasiado confiantes nas potencialidades do QI acabaram por lhe atribuir primazia sobre quaisquer outras aptidões. Na verdade, QI não é o mesmo que inteligência, porém, existe uma conexão racionável que nos permite recolher resultados significativos – daí a sua importância. Assim, para não gerar confusões e uma vez que a palavra «inteligência» significa muitas coisas diferentes, falar-se-á somente em diferenças de QI, em detrimento de diferenças de inteligência, pois os dados de que dispomos não permitem sustentar mais do que isso.»

http://ectopias.wordpress.com/

«(...) A diferença de QI tem causas ambientais e não genéticas e deveria nos encorajar, como sociedade, a garantir que todas as crianças recebam amplas oportunidades de desenvolver seus cérebros.»
http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=53144

  Anónimo

quinta-feira, abril 14, 2011 5:38:00 da tarde

boas bruno...

olha, nao me leves a mal tar a darte trabalho mas ja ouviste falar do daniel estulin?! ele diz-se exagente de contra-informação kgb! ele tem 3 livros em portugues sobre conspirações e governos sombra, bildberg e etc... k me podes dizer dele? mais um desinformador ou nem por isso?! tem um podcast da prova oral da radio portuguesa antena3 em que ele vai la falar do livro e do mundo em geral para tu ouvires se quiseres!

aki fica o link!
http://www.rtp.pt/web/podcast/gera_podcast.php?prog=1070

que me dizes?

  mãe pimpolha

quinta-feira, abril 14, 2011 9:43:00 da tarde

Ena, hoje já não tenho tempo, mas já estou a ver que tenho com que me entreter no fim de semana.
Sempre em cima do assunto, Bruno.
Beijo

  Bruno Fehr

sexta-feira, abril 15, 2011 1:13:00 da manhã

skeptikos:

"e porque ainda não damos ouvidos à nossa "razão" (é essencial mudar) preferimos ficar acomodados a algo que conhecemos, embora nos seja prejudicial, do que partirmos para outra etapa das nossas vidas e procurarmos ADAPTARMO- NOS a uma nova experiência que tanto pode ser positiva, como negativa."

Sem dúvida, isso acontece em todos os campos até no de trabalho. As pessoas vivem num medo irracional do desconhecido, preferindo ficar num trabalho que odeiam mas que está garantido, em vez de procurar algo que gostem e queiram fazer. Pessoalmente se tenho de ser escravo, pelo menos que o seja fazendo algo que gosto.
Este conformismo aplica-se a tudo, desde relações sentimentais, a mudança de casa/cidade/país, etc, etc.

Acho que o espírito aventureiro do povo português morreu. Mas o mesmo se passa por todo o mundo.

Quanto ao Q.I. também haverá grandes diferenças dependendo do teste que nos é feito. Já fiz imensos com variações significativas. Existem vários tipos de inteligência e se um teste for predominantemente lógico e um outro analítico, a mesma pessoa poderá ser um génio e um idiota ao mesmo tempo.

  Bruno Fehr

sexta-feira, abril 15, 2011 1:14:00 da manhã

Anónimo:

"olha, nao me leves a mal tar a darte trabalho mas ja ouviste falar do daniel estulin?! ele diz-se exagente de contra-informação kgb! ele tem 3 livros em portugues sobre conspirações e governos sombra, bildberg e etc... k me podes dizer dele? mais um desinformador ou nem por isso?!"

O nome não me é estranho, vou ver o que tenho sobre ele nos meus ficheiros.

No entanto eu irei escrever um texto que ajudará a separar os desinformadores dos informadores. É fácil distingui-los.


"http://www.rtp.pt/web/podcast/gera_podcast.php?prog=1070"

Vou prestar atenção e poderei incluir no/nos textos que vou escrever sobre o tema.

  skeptikos

sexta-feira, abril 15, 2011 1:33:00 da manhã

Bruno e Anónimo Abril 15, 2011 1:14:00 AM

Just my two cents... em relação a Daniel Estulin tenho a mesma opinião que este blogger:

http://espectivas.wordpress.com/2009/02/20/o-clube-de-bilderberg-por-daniel-estulin/

  Anónimo

sexta-feira, abril 15, 2011 11:55:00 da tarde

Olá, sou o cristão do 1ª comentário
O livro de Daniel foi escrito durante o exílio de Daniel sob as mãos de Nabucodonosor (605 – 530 a.C) embora os mais cépticos afirmem que foi escrito durante as perseguições de Antíoco Epífanes (entre 167-164 a.C.).
Os manuscritos do mar Morto contém fragmentos do livro de Daniel.
Confirma sff e verás verdade nestas palavras

Mas não quero discutir isso contigo, pois este meio não é o indicado. Estas coisas tem de ser discutidas num debate respeitoso e fluido. Quero apenas te alertar a tua mente analítica que essa de 500 anos depois não é verdade. Mas OK.

Deixo-te uma pergunta que espero que respondas, sff. Vamos supor que a Bíblia é uma falsificação, escrita em 500 d.C.
Como explicas Ezequiel 36 e 37? Que só foi cumprida no sec. XX!

OBS:
Olha que exceptuando o teu agnosticismo estou de acordo contigo em grande parte das coisas que dizes, confirmadas também por mim, antes mesmo de as teres publicados. Isto é, 2 investigadores independentes chegam ás mesmas conclusões.


Abraço de um leitor Cristão

  André

segunda-feira, abril 18, 2011 11:26:00 da manhã

'OMG JAPAN IS SINKING!! ..APRIL 10 2011 PEOPLE ARE WAY TOO RELAXED ( ASLEEP)' :

http://www.youtube.com/watch?v=ZEf51ax5vWI



'DIOS MIO EL JAPON SE ESTA HUNDIENDO!! ( OMG! JAPAN SINKING PART 2 )'

http://www.youtube.com/watch?v=jZRLLLBjN9Y



:\

  Bruno Fehr

segunda-feira, abril 18, 2011 6:38:00 da tarde

Relativamente a Daniel Estulin, após ler o livro dele e a sua biografia, considero-o um agente de desinformação. Isto não significa que o que ele diz é mentira, pois os agentes de desinformação servem para dizer meias-verdades e serem expostos como agentes da elite. Ao serem expostos ficam desacreditados e por arrastamento é desacreditado tudo o que disse.

Essa é a melhor estratégia. Arranjar alguém para dizer verdades, sem dizer tudo, expor essa pessoa como agente e a verdade passa automaticamente a mentira e os teoristas voltam a ser loucos aos olhos do mundo.

  Bruno Fehr

segunda-feira, abril 18, 2011 6:38:00 da tarde

Anónimo:

"Quero apenas te alertar a tua mente analítica que essa de 500 anos depois não é verdade. Mas OK."

500 anos pode ter sido um arredondamento exagerado, mas mesmo assim forma mais de 300 anos depois da morte de Cristo. Tempo demais para contar contos sem acrescentar pontos.


"Vamos supor que a Bíblia é uma falsificação"

Eu não digo que seja falsificação, eu digo que é uma seleção de textos. A Bíblia contém o que convém à Igreja e tudo o resto foi colocado de parte. Temos também também de ter em conta que foram feitas diversas emendas e sendo a palavra de Deus, quem é o homem para emendar? Excepto quando lhe convém. Existem também algumas versões o que é igualmente hipócrita.

"Como explicas Ezequiel 36 e 37? Que só foi cumprida no sec. XX!"

Considero que o homem seguindo as palavras da Bíblia cumpriu a profecia e não que a Bíblia adivinhou o futuro.

Hitler matou muitos judeus, não 6 milhões como dizem, mas muitos.
No final da segunda guerra mundial os vencedores também não queriam ficar com tantos judeus e como o Reino Unido estava a perder o seu território palestiniano, resolveu dar aos judeus o que eles queriam: A Palestina.

E mais, essa passagem demonstra o que de mais está errado na Bíblia, pois o que descreve é que só os judeus são filhos de Deus e o resto será castigado. No entanto Israel comete tantos pecados como qualquer outro país e um Israelita é mais criminoso que eu, pois não apoio o domínio e destruição de nenhum povo ao passo que os Israelitas TODOS servem o seu exercito sem questionar e massacram os seus irmãos.

Israel é a Palestina e no tempo de Jesus eles partilhavam a terra, hoje Israel quer roubar a terra a quem nela nasceu. Retirar a terra que pertence a um povo há mais de 2000 anos.

Ao contrário do que dizes, a minha visão da Bíblia não é analítica, pois de acordo com diversos testes que fiz a minha inteligência é lógica sendo o meu lado analítico praticamente inexistente.

Existe uma outra profecia que não está na Bíblia e está também a tornar-se realidade: "May new jurasalem be built on Englands green and pleasant land". Isto foi escrito em 1804 por William Blake um excelente escritor e conceituado maçon.

Respeito a Bíblia como respeito toda a arte da humanidade, mas como pseudo-escritor que sou, sei que na escrita, toda a ficção tem realidade e toda a realidade é ficcionada.

  Bruno Fehr

segunda-feira, abril 18, 2011 6:38:00 da tarde

André:

"http://www.youtube.com/watch?v=ZEf51ax5vWI"

Há casos em que detesto ter razão e este é um deles. No entanto vou ainda esperar que passe a semana santa antes de voltar a abordar este assunto para ver se se confirma mais do que teorizei.

  Anónimo

terça-feira, abril 19, 2011 10:49:00 da manhã

Olá Bruno,

Daqui é outra vez o gajo do 1º comentário.

1) Estás a confundir a selecção dos textos com a escrita dos mesmos
Concordo contigo, que certas traduções, estão mal traduzidas, por isso tem que se ler os documentos originais, os mais antigos.
Daniel foi escrito em hebreu e aramaico (similar ao inglês naquela altura)
Muita mentira e contra-informação se diz por ai sobre as Escrituras, exactamente porque o Senhor Deus nas deu, para nos alertar para os engodos do futuro.

2)A Igreja não é Deus! A Igreja está corrupta, no entanto tem muita gente santa dentro de si.
Podia te dar muitos exemplos, mas acho que não te ia dizer nada que não soubesses já.

3)Outra coisa, porque é que a igreja não se interessa pelo livro de Daniel e Apocalipse? A coluna vertebral escatológica das Escrituras, sem esses livros não se percebe as Escrituras.

4)Em sequência do ponto anterior, devo-te dizer que tb sou contra o que Israel faz naquelas bandas, o Sionismo não tem nada haver com o Judaísmo, são antagónicos, nem o mesmo Deus têm. A nova aliança que Cristo nos trouxe é para TODOS os homens, não para os judeus (Judá).
No entanto tal como foi profetizado, Israel é uma dor de cabeça para o mundo.
Aquela terra foi dada a Deus a Israel, para todas as nações, o seu templo é um indicador da fidelidade de Jerusalém (se é que me entendes)
Não são os Judeus o povo escolhido! Mas sim todos nós!
No entanto, através de Moisés Deus deu aquela terra aos seus descendentes, no entanto, hoje, eles cometem massacres lá. Porquê?
Porque se afastaram de Deus, e seguem o senhor do sionismo, não o deus dos seus antepassados.

5)Mesmo que os homens tenham feito o rumo da história seguir as profecias, não implica que estas não sejam correctas, certo? Além disso existem profecias já cumpridas que eram inimagináveis naquela altura, quer seja antes de Cristo quer seja 500 anos depois do Seu nascimento.

6) concordo com o que dizes sobre o holocausto (porque é que lhe deram esse nome?)

7) Não é a Biblia que está errada, mas sim as acções dos homens.
Não são só os judeus que são filhos de Deus, admito que fiquei desiludido com estas tuas palavras, pois pensava que tinhas mais conhecimento das escrituras.
Somos TODOS filhos de Deus, Israel (Jacó) apenas foram um modelo para os homens e para os acontecimentos futuros. O que aconteceu com Israel, antigamente (povo escolhido), acontecerá com todos os homens que guardam o nome do Senhor (nova aliança, povo escolhido também)

Lê as cartas ás Igrejas (Apocalipse) ditadas directamente por Cristo a João.
Vais entender o que digo.

8) Os maçons, embora luciferianos, conhecem as Escrituras... conhecem as profecias, e o que eles tentam implementar é o que as Escrituras previram, a NOM, o futuro Império da besta.

Tinha muito mais coisas para te provar e demonstrar da maravilha de Deus, da Sua grandiosidade, mas este não é o meio indicado.

Abraço Cristão