Até onde?

Já tinha aqui feito referencia ao trabalho de um grande amigo e venho mais uma vez publicitar esse trabalho, sem que tal me tenha sido pedido. Este é o trailer "Até onde?" da primeira longa metragem de Carlos M. Barros. Tive o privilégio de ler o guião em 2004 e já sabia os nomes dos actores envolvidos. Destaco que o desempenho destes actores, alguns conhecidos de todos vós, foi quase grátis, devido ao orçamento mínimo deste projecto independente.

Em 2004 havia o interesse de um canal televisivo e espero sinceramente que esse interesse se mantenha, pois até este guião ter nascido, este jovem produtor/realizador precisou de muitos puxões de orelhas para escrever, pois o talento existia, a vontade existia, só faltava a confiança.


O guião parece um cruzamento entre o síndroma de cabana abordado no filme Shinning e as escolhas impostas nos jogos dos filmes Saw
Em Portugal há talento e há vontade quer dos escritores, quer dos realizadores, quer dos actores, só faltam os apoios financeiros e claro, o apoio do público que é essencial para que os investidores abram as carteiras.

11 Comentários:

  martadaniella e joão teixeira

sexta-feira, abril 22, 2011 3:27:00 da tarde

sinceramente , parece um bocado cópia de um pouco de ali , e mais um de outro sitio etc etc. Apesar de pelo que já vi do trailer , tem muito bons actores, e parece me estar bem realizado!

  Cruxe

sexta-feira, abril 22, 2011 10:07:00 da tarde

Em Portugal não faltam apoios para o cinema. Faltam é apoios para o cinema que foge às "regras" que quem decide a quem conceder esses subsidios acha que é como o cinema deve ser feito.
Ou seja, não se permite a inovação na forma de fazer cinema e quem quer inovar tem que procurar financiamentos de outras formas.

  Bruno Fehr

sábado, abril 23, 2011 1:14:00 da manhã

martadaniella e joão teixeira:

"sinceramente , parece um bocado cópia de um pouco de ali , e mais um de outro sitio etc etc. Apesar de pelo que já vi do trailer , tem muito bons actores, e parece me estar bem realizado!"

No entanto o guião foi escrito em 2003 e eu li-o depois da passagem de ano em 2004 (quando o tema veio à baila). O SAW apareceu no Sundance Festival entre 15 e 25 de Janeiro de 2004 e foi para os cinemas em 2005.
É claro que a inspiração veio de filmes vistos, livros lidos, como acontece sempre, mas as similaridades com o SAW ficam-se por similaridades não podendo um ter sido inspirado pelo outro.

  Bruno Fehr

sábado, abril 23, 2011 1:14:00 da manhã

Cruxe:

"Em Portugal não faltam apoios para o cinema. Faltam é apoios para o cinema que foge às "regras" que quem decide a quem conceder esses subsidios acha que é como o cinema deve ser feito.
Ou seja, não se permite a inovação na forma de fazer cinema e quem quer inovar tem que procurar financiamentos de outras formas."

Concordo parcialmente, pois o Branca de Neve teve apoios e não faz sentido nenhum, além de fugir a essas regras... Um filme sem imagem que recebeu dinheiro para "guarda roupa" de "actores" que só deram a voz.

Mais do que regras, Portugal segue a velha tradição do compadrio.

  Barbro

sábado, abril 23, 2011 6:16:00 da tarde

O único saw decente foi o primeiro. a partir daí, a qualidade caiu bastante...

  .G

domingo, abril 24, 2011 3:39:00 da manhã

O filme não traz nada de novo, não sei onde está o talento.

  Bruno Fehr

domingo, abril 24, 2011 12:56:00 da tarde

Barbro:

É verdade.

  Bruno Fehr

domingo, abril 24, 2011 12:57:00 da tarde

.G:

"O filme não traz nada de novo, não sei onde está o talento."

Não trazer nada de novo, depende dos filmes com que o estiveres a comparar, pois certamente que alguns com os quais comparas, foram lançados DEPOIS deste.

O talento está no guião, casting, produção e realização, sem apoios financeiros.

Se me mostrares um feito ANTES, sem orçamento, parecido com este, dar-te-ei razão.

  skeptikos

segunda-feira, abril 25, 2011 1:02:00 da manhã

OFF Topic:

«Qual é coisa qual é ela que sobe mais de 2% ao dia desenhando um perfeito crescimento parabólico?
Se respondeu prata está errado.
Estou a falar dos juros da dívida pública.»
http://inflaccionista.blogspot.com/


IMPORTANTÍSSIMO, LEIAM E DIVULGUEM O MAIS POSSÍVEL:

«Começou o ataque a Portugal e à Grécia»
http://caldeiraodebolsa.jornaldenegocios.pt/viewtopic.php?t=76617&start=0

  Bruno Fehr

segunda-feira, abril 25, 2011 10:10:00 da tarde

skeptikos:

Isso seria de esperar, visto que foram os bancos a fazer com que o FMI entrasse em ação.

  skeptikos

terça-feira, abril 26, 2011 10:48:00 da manhã

Pois é Bruno, infelizmente, é verdade. Já agora fica aqui um artigo deveras interessante:

Armando Vara (o amigo íntimo de Sócrates) Sob a Lupa dum Jornal Francês
http://mais-mentiras.blogspot.com/2011/04/armando-vara-sob-lupa-dum-jornal.html