Paul e o seu sonho!

Um homem com emprego medíocre e um aspecto que não chama a atenção pela positiva, tinha um sonho. Esse sonho, motivou-o a participar num concurso de televisão no Reino Unido.
Quer seja no Reino Unido, Portugal, Alemanha ou qualquer outro país, este programa é visto em particular, por muitos que querem rir um pouco da falta de talento de muitas das pessoas que participam.

O Paul foi gozado, não foi levado a sério, depois de dizer "Eu quero passar a minha a fazer aquilo que acho que nasci para fazer. Cantar Opera". O ar de gozo do júri e os risos do publico, foram calados assim que este homem abriu a boca para cantar.

Nos primeiros segundos, ele arrancou lágrimas. No primeiro minuto conquistou o publico. Podem ver o júri, nota-se que tal como eu sentiram um arrepio. Devem reparar no minuto dois do vídeo, como a elemento feminina do júri sente um arrepio. Ele calou um país, em poucos dias comoveu a Europa e o mundo.

Ele não só passou à final, mas venceu, e como prémio, além de gravar um CD, actuou para a Rainha, uma honra que a maioria dos talentos Britânicos nunca tiveram nem terão.

Assim, do nada surge um talento genial, ignorado e fechado numa embalagem pouco apelativa. O Paul é hoje um homem novo, os dentes mal tratados que vêem no vídeo, foram reparados gratuitamente por um dentista que se ofereceu para o fazer.
Hoje, ele vive o seu sonho. Faz o que acredita, ser aquilo para o que nasceu.

Mais do que realizar um sonho, o que o Paul fez, foi dar uma lição de vida ao mundo.

Nunca, NUNCA, desistam dos vossos sonhos. Tal como dizia um cantor Português "O sonho comanda a vida", mas na verdade é muito mais do que isso, o sonho é a razão de viver, a vida só faz sentido enquanto sonhamos!

O Paul é só um exemplo de que não basta sonhar, temos de lutar pelos nossos sonhos.

No final a mulher que faz parte do júri comenta:

"Um sapo que se irá tornar num príncipe"

Nada de mais errado, o sapo feio nunca se tornará num belo príncipe, ele já é um príncipe, ele já é belo, as pessoas é que julgam os outros pelo seu aspecto, que não é mais do que aquilo que querem ver.



Na maioria das vezes, o que queremos, o que precisamos, o que realmente gostamos, está ao alcance dos nossos olhos, bem na nossa frente. E é exactamente isso que não vemos.

42 Comentários:

  Foi Bom

sábado, setembro 13, 2008 12:15:00 da manhã

E' uma das minhas musicas preferidas. Obrigada por mostrares isto!

  Cor do Sol

sábado, setembro 13, 2008 1:37:00 da manhã

No teu melhor :) eu tbm acho que devemos perseguir os nossos sonhos. Aquilo que nos preenche, mesmo que demore mais do que quereriamos.

  afectado

sábado, setembro 13, 2008 2:06:00 da manhã

Não conhecia a história mas estou impressionado... que voz fantástica!!

Quanto ao que disseste no post, tens razão, vivemos num mundo de hipocrisia de aparências...

Abraço

  sentadanalua

sábado, setembro 13, 2008 2:50:00 da manhã

As pessoas julgam-nos pela aparência,tipo se formos bonitos e magros,não interessa se somos inteligentes,agora se fomos gordos e feios aí o resto não interessa para nada.
No mundo da música isso é muito comum,as estrelas pop são todas bonitinhas,por isso a Britney Spears que é uma cantora medíocre está obcecada com dietas,porque sabe se ficar mais gorda já ninguém vai gostar dela,isto é um mero exemplo.

  ipsis verbis

sábado, setembro 13, 2008 3:50:00 da manhã

Quando me mostraram este vídeo, não só me arrepiei como quase chorei a "potts" ehehe
Grande voz e grande bem feito a todos os cépticos que contavam rir-se à pala do "coitadinho" dos dentes tortos que ao lhe perguntarem por que razão estava ali, este respondeu no seu mais humilde tom:
"to sing opera"

É claro que as aparências iludem, e
aqui funcionou. Mas, como em tudo, nem sempre isso acontece. Daí o estigma.

  ipsis verbis

sábado, setembro 13, 2008 4:07:00 da manhã

Mais uma coisa. Amanda Holden, do júri, disse: "I think that we've got a case of a little lump of coal here that is going to turn into a diamond."
E aqui eu estou com ela. Só com um encaminhamento correcto, a todos os níveis, é que pessoas destas podem progredir e evoluir naquilo que já fazem bem.

Agora, transformar sapos em príncipes só mesmo no Extreme Makeover, e mesmo assim, todos os que saem de lá, depois da transformação, ficam demasiado parecidos com o Charles.

  Pax

sábado, setembro 13, 2008 10:29:00 da manhã

Lindo!
É, realmente, um grande exemplo de luta pelo que se quer e se sabe ter talento para.

Gostei do texto.
Gostei, principalmente, das mensagens que deixaste.

Beijos :)

  Cristi

sábado, setembro 13, 2008 11:38:00 da manhã

Desde tempos remotos que a aparência conta, foram foi alterando as características por que se regem os valores físicos.
Sempre foi mais facilitado para quem preenche os requisitos exteriores, para os outros sempre foi com muita luta, para provar que uns são só bonitos cristais, enquanto outros são verdadeiros diamantes em bruto, é só lapidar.

Valeu a mensagem! Lutar por aquilo que se deseja. Sempre!

  vita

sábado, setembro 13, 2008 12:47:00 da tarde

Fantástico, o teu texto e o video, arrepiei-me toda, o senhor tem realmente um talento natural, e nota-se nele a simplicidade, naturalidade com um sorriso belo, sim ele já é um principe.;)

  Blackstar

sábado, setembro 13, 2008 6:08:00 da tarde

Já conhecia esta história há algum tempo! É encantadora a forma como ele se mantém quando o júri o desdenha! Uma lição de vida!

Beijos

(Não sei pq o meu reader deixou de te actualizar... e eu a achar que tinhas desistido! ;))

  Sandra

domingo, setembro 14, 2008 6:19:00 da manhã

Gosto da tua sensibilade! Do teu humor, dos teus ideais... Quero que saibas que percebo o que quer dizer o nome do teu Blog... "Só me apetece cobrir"..É saudade, é amor, é tontura, é intensidade interior mascarada em desejo!
já há uns 3 meses que venho aqui ler o teu blog!!

Gosto muito!!

  AP

domingo, setembro 14, 2008 9:38:00 da tarde

Já conhecia a história e é sem dúvida um exemplo para todos.
Além que prova que a música hoje vende corpos e caras bonitas, e não talentos.
Excelente texto. Gostei imenso!

  Cold

domingo, setembro 14, 2008 10:35:00 da tarde

Queria repetir aqui o último parágrafo mas já vi que não dá para fazer copy... (paga o justo pelo pecador!) Mas tudo bem, eu digo na mesma: gostei do texto e o último parágrafo tocou-me especialmente :)

  Schlumpy

domingo, setembro 14, 2008 10:41:00 da tarde

Aqui na bifolândia há vários concursos televisivos do género (Britain's got talent, XFactor, etc..). O facto é que estes casos não são assim tão raros. Já vi outros casos idênticos.

Por outro lado, o facto dele ter os dentes assim tem a ver com o preço dos dentistas por aqui. Eu por exemplo, para ir ao dentista, vou a Portugal ou a um país de leste. Fica mais barato com viagem e hotel...

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:13:00 da tarde

Foi Bom:

"E' uma das minhas musicas preferidas. Obrigada por mostrares isto!"

Gostei bem mais da versão do Paul, que ele cantou na final do que a versão do Pavarotti, que também se encontra no youtube.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:15:00 da tarde

afectado:

"Não conhecia a história mas estou impressionado... que voz fantástica!!"

Só tive conhecimento disto, após ver um spot publicitário da Telecom Alemã.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:16:00 da tarde

sentadanalua:

"As pessoas julgam-nos pela aparência,tipo se formos bonitos e magros,não interessa se somos inteligentes,agora se fomos gordos e feios aí o resto não interessa para nada."

Um exemplo, foi no mesmo programa em Portugal, quando o juri perguntou a uma das finalistas, se ela achava que era capaz de perder 8 Kg.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:19:00 da tarde

ipsis verbis:

"Grande voz e grande bem feito a todos os cépticos que contavam rir-se à pala do "coitadinho" dos dentes tortos que ao lhe perguntarem por que razão estava ali, este respondeu no seu mais humilde tom:
"to sing opera""

Eu também fiquei perplexo ao ouvir "to sing opera", como se fosse algo de normal :)

"Mais uma coisa. Amanda Holden, do júri, disse: "I think that we've got a case of a little lump of coal here that is going to turn into a diamond."
E aqui eu estou com ela. Só com um encaminhamento correcto, a todos os níveis, é que pessoas destas podem progredir e evoluir naquilo que já fazem bem."

Concordo, pois se ele canta assim, com uma voz nao treinada, nem consigo imaginar até onde ele pode ir, com treino, aprendendo a usar a sua voz em todo o seu potencial.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:20:00 da tarde

Pax:

"Gostei, principalmente, das mensagens que deixaste."

Eu nao deixei mensagens, simplesmente traduzi em palavras o que este homem me mostrou.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:22:00 da tarde

Cristi:

"Sempre foi mais facilitado para quem preenche os requisitos exteriores, para os outros sempre foi com muita luta, para provar que uns são só bonitos cristais, enquanto outros são verdadeiros diamantes em bruto, é só lapidar."

A beleza pode e muitas vezes substitui o talento.
Mas quando o talento sobressai, é impossível nao ver a diferença.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:23:00 da tarde

vita:

"Fantástico, o teu texto e o video, arrepiei-me toda, o senhor tem realmente um talento natural, e nota-se nele a simplicidade, naturalidade com um sorriso belo, sim ele já é um principe.;)"

Acho que é o tipo de pessoa com talento, que será para sempre humilde, devido à maneira como venceu.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:24:00 da tarde

Blackstar:

"(Não sei pq o meu reader deixou de te actualizar... e eu a achar que tinhas desistido! ;))"

O teu reader nao deve gostar de mim.
Eu nao desisto e se por algum motivo deixar de blogar, farei uma festa primeiro :P

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:25:00 da tarde

Sandra:

"Gosto da tua sensibilade!"

Às vezes, escapa-me :)

"Quero que saibas que percebo o que quer dizer o nome do teu Blog... "Só me apetece cobrir"..É saudade, é amor, é tontura, é intensidade interior mascarada em desejo!"

É um pouco de tudo, mas nada de sexo.

  Noivo

domingo, setembro 14, 2008 11:26:00 da tarde

já conhecia este caso e é realmente qualquer coisa de extraordinário!

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:26:00 da tarde

AP:

"Excelente texto. Gostei imenso!"

Obrigado.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:27:00 da tarde

Cold:

"Queria repetir aqui o último parágrafo mas já vi que não dá para fazer copy... (paga o justo pelo pecador!) Mas tudo bem, eu digo na mesma: gostei do texto e o último parágrafo tocou-me especialmente :)"

Foi escrito em PS, o texto já estava publicado quando o adicionei.

  ZumZumMataMoscas

domingo, setembro 14, 2008 11:27:00 da tarde

O que é realmente extraordinario é o gajo ter conseguido passar os castings de selecção com aqueles dentes, pois no showbusiness actual e principalmente na televisão, primeiro olham para o aspecto e só depois vão procurar algum talento.

Enfim, é uma história do cinderelo dos dias de hoje (na verdade já foi há mais de um ano), o que é realmente uma grande noticia pois cada vez são mais raras.

  Crest©

domingo, setembro 14, 2008 11:32:00 da tarde

Schlumpy_

"Por outro lado, o facto dele ter os dentes assim tem a ver com o preço dos dentistas por aqui. Eu por exemplo, para ir ao dentista, vou a Portugal ou a um país de leste. Fica mais barato com viagem e hotel..."

Eu já morei em Londres e reparei que os Ingleses teem bocas tão feias como os Portugueses.

Aqui na Alemanha, uma boca saudável é um direito. Se formos regularmente ao dentista e se fizermos o branqueamento regular que eles nos exigem, todo e qualquer tratamento é grátis.

Mesmo que seja uma pessoa que não vai ao dentista regularmente, continua a poder ter a sua boca reparada, mas neste caso, tem consulta e tratamento grátis, mas pagará os materiais usados.

Eu nunca gastei um cêntimo no dentista desde que aqui estou e vou regularmente. O próprio dentista me telefona se acha que eu devo ir fazer uma limpeza. É uma atitude normal aqui por parte dos dentistas.

Por isso os sorrisos Alemães são mais bonitos, é pena é eles não sorrirem muito.

  Foi Bom

segunda-feira, setembro 15, 2008 5:49:00 da tarde

"Gostei bem mais da versão do Paul, que ele cantou na final do que a versão do Pavarotti, que também se encontra no youtube."- E eu da versao do Russel Watson, essa sim, a minha favorita!

  Van

segunda-feira, setembro 15, 2008 6:48:00 da tarde

Lembro-me dessa história quando ocorreu. Consigo ouvi-lo, geralmente consigo ouvir tenores (sopranos, não). E, primeiro fiquei escandalizada com o modo como trataram o rapaz, só porque não está dentro dos cânones fúteis do que é ser um principe. Depois, arrepiei-me com aquela voz. Meu Deus. Ali está uma voz capaz de mudar o mundo. Tanta beleza junta. Por fim, só pensei, ora tomem seus cabrões, perante o olhar incrédulo de público e juri. Ora tomem! Sacanas fúteis. Um sapo que vai ser principe? Não, um principe no meio de uma cambada de sapos. Ficou mais do que provado o que é que realmente importa nesses concursos, pelo menos à primeira vista: a aparência. Mas ele deu-lhes forte, calou-os e fê-los desejar ser como ele. Grande Paul. Sonhou a sua vida e viveu o seu sonho. Grande Paul. =) Adoro-o.

  2cute4you

segunda-feira, setembro 15, 2008 11:17:00 da tarde

Ele entretanto editou um disco...farta-se de fazer concertos um pouco por toda a Europa e Estados Unidos...mas verdadeiramente surpreendente é que este homem continua a trabalhar onde trabalhava,uma loja de telemóveis,como vendedor! E afirma que o faz pelo prazer em trabalhar!!
Há pessoas que me fazem acreditar na raça humana...e este homem é um deles!
Parabéns pelo texto,Crest! Sempre no teu melhor!

  São

terça-feira, setembro 16, 2008 2:41:00 da manhã

Vi o vídeo, ouvi, fechei os olhos e voltei a ouvir, Paul Potts, Pavarotti e as duas crianças, vozes fantásticas, uma delicia ouvi-los.

Já conhecia a voz e a história de Paul Potts é pena que tenha sido necessário participar num programa de televisão para o seu talento ser reconhecido.

O que mais admiro em Paul Potts, uma pessoa humilde com um inegável talento, não é a sua extraordinária voz mas sim, apesar de todos os revés na sua vida, da sua timidez e falta de auto-confiança ter acreditado em si e não ter desistido do seu sonho, algo que a grande maioria não consegue; muitas vezes o mais difícil não é os outros acreditarem em nós mas sim nós acreditarmos em nós mesmos.

  alguém+ neste mar de gente

terça-feira, setembro 16, 2008 2:37:00 da tarde

foi lindíssima essa cena... comoveu mesmo o mundo.

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:23:00 da tarde

Noivo:

"já conhecia este caso e é realmente qualquer coisa de extraordinário!"

É mesmo

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:25:00 da tarde

ZumZumMataMoscas:

"O que é realmente extraordinario é o gajo ter conseguido passar os castings de selecção com aqueles dentes, pois no showbusiness actual e principalmente na televisão, primeiro olham para o aspecto e só depois vão procurar algum talento."

Tenho a certeza que o passaram pelo seu aspecto. Já no programa em Portugal passavam sempre algumas pessoas com um aspecto menos apelativo, só para que possam ser gozadas pela sua falta de talento... ora neste caso o talento estava lá!

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:26:00 da tarde

Foi Bom:

"E eu da versao do Russel Watson, essa sim, a minha favorita!"

Nahn conheco, tenho de investigar.

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:30:00 da tarde

Van:

"um principe no meio de uma cambada de sapos. Ficou mais do que provado o que é que realmente importa nesses concursos, pelo menos à primeira vista: a aparência. Mas ele deu-lhes forte, calou-os e fê-los desejar ser como ele. Grande Paul. Sonhou a sua vida e viveu o seu sonho. Grande Paul. =) Adoro-o."

Isto num país que tem uma colecção de princesas e príncipes feios como tudo, onde foi preciso ir buscar uma mulher ao povo "Diana", para colocar alguns genes belos naquela linha real!

  Teté

terça-feira, setembro 16, 2008 3:30:00 da tarde

Bom, lembro-me deste caso, que é realmente fantástico.

As aparências muitas vezes iludem!

Só uma pequena correcção, mas não é para te amofinares: quem disse que "o sonho comanda a vida" foi António Gedeão, embora o poema tivesse sido posteriormente cantado (e musicado) por Manuel Freire.

Beijoca! :)

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:34:00 da tarde

2cute4you:

"Ele entretanto editou um disco...farta-se de fazer concertos um pouco por toda a Europa e Estados Unidos...mas verdadeiramente surpreendente é que este homem continua a trabalhar onde trabalhava,uma loja de telemóveis,como vendedor! E afirma que o faz pelo prazer em trabalhar!!"

Aqui já nao concordo.
Ele trabalha porque é a única maneira de ter dinheiro garatido.
Nao podemos esquecer que, quem participa neste concursos, fica como sendo propriedade dos organizadores do concurso. É obrigado e ir onde eles querem, a gravar o que eles querem e a receber uma pequenissima percentagem dos lucros.
Durante 5 anos, o Paul, a sua voz e a sua imagem serao explorados para obter o máximo de lucro.

O Paul só obterá lucros depois do tempo de contracto que é regra geral 5 anos. Só passado este tempo ele poderá arranjar um empresário e ganhar o dinheiro do seu trabalho.

Até lá, é um escravo com milhares de artistas em todo o mundo.

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:36:00 da tarde

São:

"Já conhecia a voz e a história de Paul Potts é pena que tenha sido necessário participar num programa de televisão para o seu talento ser reconhecido."

Sim ainda por cima, um programa que impõe contractos desumanos aos vencedores.

"muitas vezes o mais difícil não é os outros acreditarem em nós mas sim nós acreditarmos em nós mesmos."

Nota-se que ele é uma pessoa insegura, no entanto ele tem consciência da voz que tem, caso contrário nunca diria que nasceu para cantar.

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:36:00 da tarde

alguém+ neste mar de gente:

Foi mesmo.

  Crest©

terça-feira, setembro 16, 2008 3:42:00 da tarde

Tete:

"Só uma pequena correcção, mas não é para te amofinares: quem disse que "o sonho comanda a vida" foi António Gedeão, embora o poema tivesse sido posteriormente cantado (e musicado) por Manuel Freire."

Não é uma correcção visto que não disse quem o disse.
Não me lembrava do nome de quem o disse, mas sei que foi um homem gordo de barbas pretas que tinha casa e escrevia em São Pedro de Muel, local onde o vi imensas vezes e onde ele actuava nas ruas de surpresa.

Foi ele também que escreveu, apesar de não ser de conhecimento geral, a primeira letra do spot publicitário da cerveja Imperial, onde ele faz uma menção a São Pedro de Muel em "viva a janelas verdes viradas para o mar".