Direitos minados!


A mulher cada vez mais, exagera na preocupação com a sua aparência, o seu espírito competitivo com as outras fêmeas (na minha opinião), está a entrar em descontrolo.

A mulher que tanto lutou pela sua emancipação e por ser igual ao homem, está ela própria a colocar-se no mesmo papel que tinha há 100 anos, no papel de mulher objecto.
A única diferença é que há 100 anos, eram um objecto dominado e hoje estão a tornar-se num objecto que subtilmente domina o homem, com as armas erradas.
Esse domínio é virtual, pois é baseado no sex-appeal.


O culto da beleza e a emancipação feminina não são compatíveis. O comportamento feminino está a inviabilizar todo o processo de emancipação e direitos iguais.
Eu julgo que luta inicial das mulheres, queimando sutiens, exigindo o direito de votar, de trabalhar, etc. Elas hoje administram empresas, estão na politica. Estão a conquistar terreno, pois provam ter capacidades.

Terá a mulher alguma vez direitos iguais? Não! Nunca, a mulher terá direitos iguais. Digo isto com a certeza de quem observa o mundo que nos rodeia.
As mulheres, em certos aspectos têm menos direitos que os homens, noutros, como no caso dos divórcios, têm mais direitos que os homens. A luta honesta seria conquistar terreno de um lado e ceder do outro, mas ceder não faz parte da natureza feminina.


Mas este não é o principal problema. O que verdadeiramente impede a mulher de ter direitos iguais ao homem, é a própria mulher. As que praticam o culto da imagem, estão a minar o caminho, que terá de ser percorrido por todas aquelas que queiram fazer conquistas intelectuais. Como poderá uma mulher subir numa empresa, apresentando um trabalho de qualidade, quando uma outra com um terço da inteligência, 3Kg de pinturas, um decote acentuado e um broche ao administrador, lhe fica com o lugar?

"Ah e tal a culpa é do homem que é um fraco", será? Eu tenho o meu trabalho, a minha empresa e sou homem. Como homem, não estou a lutar por direitos iguais, portanto se me oferecem um broche, sou gajo para aceitar.
As senhoras, em vez de se atirarem aos homens, acusando-os de vos negar direitos iguais, atirem-se às barbies que jogam com a sua aparência de modo a subir na vida. São elas que estão a inviabilizar a igualdade de direitos entre sexos. Parem de passar o vosso tempo preocupadas com rugas, sapatos, malas e gatos. 


Eu não digo que são todas, mas são a maioria. Devoram quantidades industriais de revistas cor-de-rosa, que as faz entrar em overdoses, levando-as a devaneios em pesudo-saldos que, só param depois do Mastercard estar ao máximo. Entram em crises obsessivas, de imitar todas as mulheres plásticas que aparecem nessas revistas, com ideais de beleza atingíveis, com a ajuda de profissionais de pintura, génios fotográficos e arranjos na fotografia feitos a laser. Sim, essas senhoras têm pregas, têm estrias, têm varizes, o laser faz milagres na foto.

A mulher tem de se reavaliar, nunca ganhará direitos iguais usando o sexo como arma. O sexo torna-vos objectos, pois o homem quer sexo e dá tudo em troca de sexo. Tudo menos uma coisa... Poder. O poder, é a única droga que o homem não troca, nem pela cona mais explosiva ao cimo da terra. É por este facto que a mulher em meados do séc XX, saiu do seu caminho de vitórias, entrando num mundo imaginário de direitos, onde se têm de sacrificar fisicamente para os manter.
Eu dividiria as mulheres em 3 grupos principais:

1- As feministas, talvez sejam 10%, entre feministas e as que têm a mania que o são. Estas aves raras conseguem a proeza de irritarem homens e mulheres. Primeiro, porque são todas tão masculinas, que não há homem que lhes pegue. Segundo, porque nunca se calam. Terceiro, porque nunca se calam.

2- As cabeça oca, talvez sejam 60%. As cabeça, oca incluem vários níveis de estupidez, algumas até são inteligentes mas socialmente burras. Todas praticam o culto da imagem, como masturbação visual. Preocupam-se tanto com o que a puta da vizinha vai vestir, como o que elas próprias vão vestir. O principal no dia-a-dia é estarem impecáveis, para as outras gajas se roerem de inveja e os gajos se babarem, só de a ver. São estas que fodem a vida às do grupo 3.

3- São os 30% que restam. Onde estão as mulheres realmente inteligentes e com capacidades. Aquelas que acreditam que é possível que, uma mulher desempenhe a mesma função que um homem, com igual ou melhor qualidade. Mas mesmo dentro destes grupos, há aquelas que acham que as suas capacidades intelectuais chegam para mostrar o que valem e, as que acham que mesmo assim têm de competir com as do grupo 2.

A mulher está a travar a mulher, impedindo-se a sim mesma de obter direitos iguais. No entanto culpam o homem.
O homem, fica a ver e a aproveitar-se da situação, não se importando de ser culpado por elas. Culpem-me, chamem-me porco capitalista e machista, eu estou-me a cagar. Pois se eu acho, que duas mulheres merecem uma promoção e eu só tenho uma vaga, o meu processo de selecção é simples... Analiso o trabalho de ambas e se a qualidade for igual, promovo aquela que não me dá com a mamas na cara, ou que fica ali de sorriso de orelha a orelha enquanto me mostra as ligas novas. Mas quantos não escolhem as ligas?


Claro que gosto de ver uma mulher produzida. Claro que acho que elas se devem produzir, até agradeço. Mas não me impressionam, quando usam isso como arma no mundo empresarial, como catapulta para as suas carreiras ou para reivindicar direitos.
Querem subir pelo vosso trabalho ou pelas vossas curvas? Acho que esta é a questão a ser colocada.

Uma amiga na faculdade disse-me, "eu tenho emprego garantido, assim que me licenciar, passo a usar unicamente fatos de saia curta e camisas justas". E não é que foi a primeira do curso a ser colocada?

O caminho pelo qual a maioria das mulheres optaram seguir, é o de serem adoradas como deusas, como divindades fisicamente superiores e não como iguais. Mas minhas senhoras, o que são as divindades se não objectos para o quais olhamos sem pensar em quem são ou quem foram. As divindades são temporárias, novas aparecem. O homem joelha-se e adora-as até aparecer outra. São tantas as divindades, que um gajo já não sabe para onde olhar!

A idade não perdoa, a beleza física vai-se perdendo e o que fica? A mente! A mulher que foram, sempre serão, só o físico muda e é por isso que não é a arma correcta para ser usada por vós. E neste caso a palavra "usada" é um termo correcto, pois a mulher usa a sua imagem como arma e o homem usa a imagem dela como prémio. Os anos passam e nessa altura, já não há ligas, decotes ou saias curtas que vos valham... depois... depois vem uma outra Barbie com boca de broche ocupar o vosso lugar. Subir na vida usando a aparência é cair em desgraça quando a aparência já não impressiona.

113 Comentários:

  Maria Manuela (M&M)

segunda-feira, janeiro 14, 2008 1:49:00 da manhã

Mas olha lá Crest
Então uma gaja não pode ser inteligente, fazer uma carreira a pulso, ter cuidado com a aparência e ainda assim fazer uns bons broches???

É que eu nunca dormi com chefes para chegar a um lugar de chefia. Se bem que como chefe até era capaz de promover um funcionário que lá tenho se ele fosse um pouco ...aaahhhhhhh, como dizer, ...mais expedito de língua ?!?

Teorias, cada um com as suas...

  afectado

segunda-feira, janeiro 14, 2008 1:49:00 da manhã

O que verdadeiramente impede a mulher de ter direitos iguais ao homem, é a própria mulher.

Não digo que seja apenas a mulher que impede a própria mulher de ter direitos iguais ao homem, mas em grande parte é! Sem dúvida alguma!

  Belinha

segunda-feira, janeiro 14, 2008 1:53:00 da manhã

Bom, pelo menos as mulheres ainda têm 3 categorias na qual se enquadram, segundo a tua teoria, são seres complexos. Os homens são simplesmente homens, simples, basicos, perfeitamente compreensiveis até para uma boazuda com peitos de silicone e com apenas cabelo, descolorado, na cabeça, que sabe como e com o que os consegue persuadir conseguir o que quer... Ainda bem que de vez em quando surge uma Margaret Thatcher, uma Hillary Clinton, uma Benazir Butto, entre muitas outras, que até parecem ser inteligentes e salvam um pouco a reputação do seu género! Coitadas das mulheres, realmente, porque uma gaja burra para conseguir alguma coisa na vida tem que ser minimamente boa fisicamente ou em broches para conseguir alguma coisa. Os homens por sua vez têm estrategias completamente diferentes e misteriosas senão vejamos o exemplo do George Bush. Com um Q.I. de 5 (espero não ter exagerado por excesso), é feio, ridiculo e vejam só, é Presidente dos Estados Unidos da América!!! Isto é um feito que só um homem conseguiria e a culpa disto deve ser das mulheres, nem que seja da mulher que o trouxe ao mundo. Se bem que mais parece ter nascido de um jumento!

  Bela Sonhadora

segunda-feira, janeiro 14, 2008 1:53:00 da manhã

Acredito que uma mulher inteligente e com competências para um determinado cargo versus uma mulher igualmente inteligente e com as mesmas competências mas visualmente mais agradável, seja esta ultima a vences a disputa... isso é grave definitivamente mas mais grave é quando um homem inteligente versus uma mulher com o dobro da inteligência e com o triplo das competências em comparação com o tal homem perde o lugar.... Quais então dos dois casos é o mais grave?

Porque é que será que num meio de uma comunidade estudantil com muito mais seres femininos do que masculinos são (quase) sempre estes ultimos a arranjarem em primeiro lugar colocação e são (quase) sempre estes aqueles que conseguem subir mais rapidamente na sua carreira do que as mulheres, porque será que são praticamente só homens em postos de topo???

  SílviA

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:11:00 da manhã

"Mas olha lá Crest
Então uma gaja não pode ser inteligente, fazer uma carreira a pulso, ter cuidado com a aparência e ainda assim fazer uns bons broches???"

Eu subscrevo o que diz a Maria Manuela.

Pensei exactamente o mesmo quando li o teu texto. Tens concerteza razao nalguns pontos mas nunca dividir as mulheres inteligentes e desleixadas, sem desejos e afins e as pouco inteligentes, cuidadas e boas na cama.lol.

Bj

  PsYcHo_MiNd

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:15:00 da manhã

Há que separar os negócios do prazer, ter uma lady no trabalho e uma louca na cama. Mas há aquelas que preferem subir da forma mais fácil, sejam ou não 'inteligentes', se o podem fazer assim por que irão ter trabalho em mostrar serviço se ganham vantagem em relação às outras mulheres!

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:25:00 da manhã

Maria Manuela (M&M):

"Mas olha lá Crest
Então uma gaja não pode ser inteligente, fazer uma carreira a pulso, ter cuidado com a aparência e ainda assim fazer uns bons broches???"

Claro que pode, mas ter cuidado com a aparência não é viver de aparências.


"Teorias, cada um com as suas..."

A verdade é que a mulher culpa o homem pela sua falta de direitos, quando tem de culpar as mulheres.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:26:00 da manhã

afectado:

Somos nós que nos limitamos e mulher compete entre si, por motivos vãos e nunca pelo que é realmente importante, ou seja a sua emancipação total.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:33:00 da manhã

Belinha:

"Bom, pelo menos as mulheres ainda têm 3 categorias na qual se enquadram, segundo a tua teoria"

Categorias unicamente no caso da minagem de direitos.

"Os homens são simplesmente homens, simples, basicos"

Isso é a virgem em que a mulher se fia.

"até para uma boazuda com peitos de silicone e com apenas cabelo, descolorado, na cabeça, que sabe como e com o que os consegue persuadir conseguir o que quer..."

O que quer o o que o homem lhe dá? Nós damos tudo por sexo, mas não cedemos poder. A mulher dá o quem para ter o que quer, o meu aceita o que quer e dá o quem tem.

"Ainda bem que de vez em quando surge uma Margaret Thatcher, uma Hillary Clinton, uma Benazir Butto, entre muitas outras, que até parecem ser inteligentes e salvam um pouco a reputação do seu género!"

Se retirares a Benazir, até concordo contigo, pois essa roubou um povo, teve o governo mai corrupto da história do Pakistão e só voltou depois do processo contra ela ter sido retirado!

"Coitadas das mulheres, realmente, porque uma gaja burra para conseguir alguma coisa na vida tem que ser minimamente boa fisicamente ou em broches para conseguir alguma coisa."

Leste o que escrevi? Eu não disse isso, disse sim que é a maneira fácil usada por muitas mulheres para subir na vida!

"Os homens por sua vez têm estrategias completamente diferentes e misteriosas senão vejamos o exemplo do George Bush. Com um Q.I. de 5 (espero não ter exagerado por excesso), é feio, ridiculo e vejam só, é Presidente dos Estados Unidos da América!!!"

Ele não se auto-elegeu, quem é que votou nele? Só homens?

O meu texto não é uma guerra de sexos, é a constatação da mulher do séc XXI a usar o sex-appeal em vez de confiar nas suas capacidades intelectuais.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:38:00 da manhã

Bela Sonhadora:

Ambos são graves, mas agora vou virar a mesa. Numa empresa estão 10 homens a lutar por um lugar mostrando trabalho, quantas mulheres há a competir?

A questão é essa, se há 100 Gerentes homens e 10 gerentes mulheres há maior probabilidade de ser um homem promovido. Essas posições estão cheias de homens e têm poucas mulheres e muitas não chegam lá, pois estão a competir entre si, a ver quem se veste melhor e não em quem faz a melhor análise financeira.

"Porque é que será que num meio de uma comunidade estudantil com muito mais seres femininos do que masculinos são (quase) sempre estes ultimos a arranjarem em primeiro lugar colocação e são (quase) sempre estes aqueles que conseguem subir mais rapidamente na sua carreira do que as mulheres, porque será que são praticamente só homens em postos de topo???"

Tal como referi anteriormente, dessa maioria feminina 60% perde o tempo com banalidades!

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:41:00 da manhã

SílviA:

"Eu subscrevo o que diz a Maria Manuela."

Então remeto-te para a resposta que lhe dei.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:42:00 da manhã

PsYcHo_MiNd:

São essas que fodem a vida às outras, no entanto ambas enquanto discutem a cor dos sapatos culpam o homem!

  Dr.Phil

segunda-feira, janeiro 14, 2008 10:03:00 da manhã

"3- São os 30% que restam."

Crest, és um óptimista....

  Mamie2

segunda-feira, janeiro 14, 2008 10:41:00 da manhã

Todos nós conhecemos casos de mulheres e homens que subiram na vida pela posição horizontal, com mais ou menos cuidado pela aparência.

Parece-me que sim, que a aparência é um aspecto importante. Nenhuma empresa quererá ser representada por um funcionário com aparência diferente dos valores que representa.

E olha... sim cheguei a lugar de chefia pela primeira vez aos 28 anos, efectivamente com boa aparência mas sem que alguma vez fosse preciso fazer favores a ninguém nem tampouco almoços ou jantares duvidosos.

Uma andorinha não faz a Primavera! E os meus diplomas foram conseguidos sem copianços e sem decotes ou mini saias.

  Bela Sonhadora

segunda-feira, janeiro 14, 2008 11:44:00 da manhã

Crest, 60% dAs estudantes perdem o seu tempo com banalidades?? e 98% dOs estudantes perdem o seu tempo com noitadas, bebedeiras e ter a maior lista de gajas papadas, nao estudam e andam sempre em busca da santinha que lhes empreste os apontamentos e que lhes deixe copiar nos exames...

Sim este é um assunto que me afecta claramente porque simplesmente nao aceito que em igualdade (quando o é) de posições um Homem por nao ter utero consiga a colocação...

Se as mulheres usam o seu corpo como marketing? Na sociedade de hoje em dia isso não é nada anormal, a imagem vende-se, a imagem vende, a imagem é um trunfo... mas isso nao se passa apenas com o mundo feminino porque em igualdade de competencias um homem atraente mais depressa fica com a colocação do que um homem feio ou menos atraente... Sobretudo em areas onde o contacto com o publico é uma constante...

Por ultimo, toda e qualquer mulher gosta de entir-se poderosa e isso passa por: Sentir-se inteligente, competente, util, linda, magra e sensual... juntando todos estes factores numa so mulher teremos uma mulher uma Bomba atómica, porque nao se contentará com a chefia de uma secção ela quererá o topo máximo!

Será que estou a florear demasiado? Não penso que esteja...

  Pax

segunda-feira, janeiro 14, 2008 12:13:00 da tarde

Bom texto.
Concordo com... 20% digamos, mas bom texto na mesma.

A minha maior discordancia é na sub-divisão que fizeste do grupo 3.
As mulheres REALMENTE inteligentes NÃO acham que "as suas capacidades intelectuais chegam para mostrar o que valem".
As mulheres REALMENTE inteligentes sabem que há os tais 10% de homens, (como tu), cujo 1º critério de desempate é o aspecto.
(Os outros 90% usam-no como 1º critério de selecção).
As mulheres REALMENTE inteligentes usam TODAS as armas que têm para conseguirem o "tal lugar" e só a partir daí os "inteligentes" dos homens perceberão (ou não) se foi a melhor opção...

Ah! E, por muito que isto possa doer a um cerebro masculino:...
Há mulheres que não se "produzem" para impressionar um homem ou conseguir um "lugar" mas apenas porque gostam, ou porque podem, ou porque sim!
:)

  Teté

segunda-feira, janeiro 14, 2008 12:34:00 da tarde

Ná, não me convences com essa teoria!

E muito menos em que consigas encaixar TODAS as mulheres em apenas 3 grupos. A maioria, feminista ou não, gosta de se arranjar, aí não vejo diferença em relação à maioria dos homens. Vão para uma noitada, beber uns copos com uma eventual futura parceira de regabofe, não tomam banho, deixam a barba por fazer, não lavam os dentes e ficam à espera de ser bem sucedidos??? Só uma Barbie a aturar isso, mas em troco de anel no dedo e de um futuro confortável a continuar a ser aquilo que é... e isto porque este grupo "pensa" pouco ou nada, só um "sacrificiozinho" para ter um status...

Escusavas de explicar que alguns homens fazem "favores" ao mulherio mais caliente, isso sim, uma grande discriminação em relação a competência, inteligência e trabalho.

Já há vários anos que deixei de procurar "culpas", entre homens e mulheres, para existir alguma espécie de igualdade...

Não é por aí que as capacidades intelectuais dos homens são superiores! Antes pelo contrário..

  Afrika

segunda-feira, janeiro 14, 2008 1:30:00 da tarde

hummmm...

  Noivo

segunda-feira, janeiro 14, 2008 1:38:00 da tarde

mal comecei a ler, soube logo que isto ia ser uma bomba:) de qualquer forma, acho que tens uma certa razão nos aspectos que focas. No meu caso, e atendendo que falaste que no caso de serem igualmente inteligentes, porém uma mais jeitosa e arranjada, eu optaria pela esta. Se as capacidades são as mesmas, pelo menos eu teria mais alegria no trabalho.

  Marta

segunda-feira, janeiro 14, 2008 2:21:00 da tarde

Eu não acho que o grupo 2 seja uma ameaça para o grupo 3! Isto porque há sempre um dia em que eles se fartam do mesmo broche e da mesma cabeça oca e é nesse dia que vão buscar a gaja do grupo 3 e casam com ela!
Não só ela ganha o lugar que quiser, como é inteligente e afinal ele descobre que ela até faz bons broches! E ficam felizes para sempre!
Quanto à outras, muda de emprego...

  Zaka

segunda-feira, janeiro 14, 2008 3:20:00 da tarde

Ainda me lembro, de há uns anos atrás, ter ido a uma obra por acaso!
Ou seja... Agosto, um calor de morte, eu no atelier numas águas furtadas em ar condicionado, com uma camisola de alças (sem glamour nenhum) tive de ir com o meu boss da altura a uma obra. Ainda levei o casaquito de malha para tapar o decote (que não era de todo exagerado, mas obra é obra) mas mal saí do carro, comecei a morrer de calor e a suar em bica, altura em que ele me diz que mais valia eu deixar o casaco no carro... lá o fiz, subi o decote o mais que pude e siga! Na reunião estava um engenheiro, com idade de ser meu pai, e não ter sido pai novo, que deu para ficar estático a olhar para as minhas mamas! Ora... eu a mostrar-lhe o projecto, o meu patrão a safar-se às perguntas ali com a acta pronta a assinar e o homem sempre distraído com o meu decote.
Quando saímos de lá, o meu patrão dsse-me em tom de brincadeira, que para aquela obra, quando lá estivesse aquele engenheiro, até que era porreiro que estivesse calor! Isto enquanto se ria e olhava para o meu decote!
Bem... NUNCA mais levei uma camisola de alças e algo decotada para o atelier!

Ser elogiada e apreciada sim, gosto, mas ver que estão a usar-me como elemento decorativo para que a reunião corra bem pelo facto de eu distrair os responsáveis, isso é que não!
Até porque não queria ter que estar a referir que sou casada e que não tomo cafés, nem almoço com engenheiros de obras, como tive de fazer a esse senhor!

Gosto que me julguem pelo meu intelecto, pela minha criatividade, e ok, pela simpatia, mas nunca pelo tamanho das minhas mamas, ou pela imaginação que posso fazer uns favores porreiros sexuais até pelo facto de ter um piercing na língua! :\

  Anónimo

segunda-feira, janeiro 14, 2008 4:51:00 da tarde

Sim: a mulher conquistou um lugar ao sol graças à sua capacidade de conseguir ser simultaneamente mãe, mulher, trabalhadora, esposa e sabe-se lá que mais!
Sim: a mulher tem um potencial elevadíssimo para conseguir superar desafios, sejam eles de que espécie forem.
Claro que, como em tudo, há excepções que confirmam a regra, há mulheres que se tornam as principais predadoras da sua própria espécie, principalmente porque não sabem ser mulheres!
E sim é possível conciliar uma aparência agradável com um desempenho capaz das funções profissionais.
Sentirmo-nos bem connosco próprias (não estou a falar em anularmo-nos em prol da beleza)é meio caminho andado para sermos bem sucedidas...em todas as áreas!
E não: acho que não há retrocesso possível para a situação da mulher nos dias de hoje, por muitos obstáculos que venham a surgir.
Carla

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 5:50:00 da tarde

Dr.Phil:


"Crest, és um óptimista...."

Eu sei :P

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 5:51:00 da tarde

Mamie2:

Este texto nao e´ sobre ti, basta que olhes em volta e vejas imensos exemplos das pessoas a que me refiro.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 5:55:00 da tarde

Bela Sonhadora:

"60% dAs estudantes perdem o seu tempo com banalidades?? e 98% dOs estudantes perdem o seu tempo com noitadas, bebedeiras e ter a maior lista de gajas papadas, nao estudam e andam sempre em busca da santinha que lhes empreste os apontamentos e que lhes deixe copiar nos exames..."

Nao digo o contrario mas nao e´ disso que estou a falar.

"Sim este é um assunto que me afecta claramente porque simplesmente nao aceito que em igualdade (quando o é) de posições um Homem por nao ter utero consiga a colocação..."

Isso nao esta´ em causa, pois nao e´ uma questao de utero, mas sim a utilizacao do mesmo.


"Se as mulheres usam o seu corpo como marketing? Na sociedade de hoje em dia isso não é nada anormal, a imagem vende-se, a imagem vende, a imagem é um trunfo..."

Um trufo temporario, por isso digo que devem deixar-se disso e competir com trabalho.

"toda e qualquer mulher gosta de entir-se poderosa e isso passa por: Sentir-se inteligente, competente, util, linda, magra e sensual..."

Para se sentir n tem de o usar como arma.

"Será que estou a florear demasiado? Não penso que esteja..."

Acho que estas a evitar o assunto. Quantas mulheres n seriam capazes de dormir com o chefe para te roubar o trabalho? E quem culparias o chefe ou as gajas?

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:01:00 da tarde

Pax:

"As mulheres REALMENTE inteligentes NÃO acham que "as suas capacidades intelectuais chegam para mostrar o que valem".
As mulheres REALMENTE inteligentes sabem que há os tais 10% de homens, (como tu), cujo 1º critério de desempate é o aspecto.
(Os outros 90% usam-no como 1º critério de selecção)."

E entao? Vale a pena usar uma arma que ´e biodegradavel? Onde se podera´ perder o emprego quando o corpo se degradar? E´ que isso tambem acontece.

Digam o que disserem, um empresario respeita a inteligencia feminina quando bem usada e no mundo que me rodeia ela chegam ao topo por isso. As que usam o corpo ficam com um bom trabalho de secretaria e com o tempo passam a ser fechadas numa sala de arquivos.

A culpa nao e´ do homem, mas sim da concorrencia desleal entre as mulheres.

"Ah! E, por muito que isto possa doer a um cerebro masculino:...
Há mulheres que não se "produzem" para impressionar um homem ou conseguir um "lugar" mas apenas porque gostam, ou porque podem, ou porque sim!"

E eu disse isso? Elas competem entre si e consigo mesmas e muitas, sim, muitas precisam dos olhares masculinos com confirmacao.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:03:00 da tarde

Teté:

"E muito menos em que consigas encaixar TODAS as mulheres em apenas 3 grupos. A maioria, feminista ou não, gosta de se arranjar, aí não vejo diferença em relação à maioria dos homens."

O que me e´ dificil aceitar e´ a maneira como as mulheres fogem ao tema do texto...

"Não é por aí que as capacidades intelectuais dos homens são superiores! Antes pelo contrário.."

Pelo contrario? O homem e´ mais burro?

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:04:00 da tarde

Afrika:

"hummmm..."

Ate´ agora foi um dos melhores comentarios, pelo menos nao fugiu ao assunto!

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:06:00 da tarde

Noivo:

So´ e´ uma bombas pois a mulheres pegam no meu texto, baralham-no e levam-no para outro assunto.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:07:00 da tarde

Marta:

"há sempre um dia em que eles se fartam do mesmo broche e da mesma cabeça oca e é nesse dia que vão buscar a gaja do grupo 3 e casam com ela!
Não só ela ganha o lugar que quiser, como é inteligente e afinal ele descobre que ela até faz bons broches! E ficam felizes para sempre!"

Ora bem, aqui esta´ um exemplo de um cometario dentro do assunto do texto. Sem desvios desnecessarios.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:10:00 da tarde

Zaka disse...

"Gosto que me julguem pelo meu intelecto, pela minha criatividade, e ok, pela simpatia, mas nunca pelo tamanho das minhas mamas, ou pela imaginação que posso fazer uns favores porreiros sexuais até pelo facto de ter um piercing na língua!"

Isso e´ um exemplo de fazer uso das capacidades intelectuais, mas se leres os comentarios de outras mulheres, elas n chegaram a essa conclusao.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:12:00 da tarde

Anónimo Carla:

"Sim: a mulher conquistou um lugar ao sol graças à sua capacidade de conseguir ser simultaneamente mãe, mulher, trabalhadora, esposa e sabe-se lá que mais!"

Concordo.

"Sim: a mulher tem um potencial elevadíssimo para conseguir superar desafios, sejam eles de que espécie forem."

Concordo.

"Claro que, como em tudo, há excepções que confirmam a regra, há mulheres que se tornam as principais predadoras da sua própria espécie, principalmente porque não sabem ser mulheres!"

EXACTAMENTE!!! Porra, alguem que chegou ao ponto da questao!!!

"E sim é possível conciliar uma aparência agradável com um desempenho capaz das funções profissionais.
Sentirmo-nos bem connosco próprias (não estou a falar em anularmo-nos em prol da beleza)é meio caminho andado para sermos bem sucedidas...em todas as áreas!"


Acho que todas as comentadoras deveriam ler o teu comentario!

  Bela Sonhadora

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:14:00 da tarde

"Quantas mulheres n seriam capazes de dormir com o chefe para te roubar o trabalho? E quem culparias o chefe ou as gajas?"

Seeria ao Chefe, ele é que terá que ter o discernimento e a clarividência necessárias para saber qual de facto tem capacidades e potencialidades necessárias para o cumprimento das tarefas da vaga. A mulher que fez os favores sexuais como forma de ganhar vantagem é culpada por recorrer a armas desleais e de baixo nível mas mais imperdoável é ser recrutada exclusivamente (ou quase) por esses acontecimentos.

Em suma aquele que se deixa corromper é tão ou MAIS (na minha opiniao é MAIS) culpado que aquele que corrompe.

  Ana Reis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:29:00 da tarde

Oi Crest!
Antes de mais quero dizer-te que estou muito triste contigo:primeiro livraste da Frita e agora atiras assim um texto sobre as mulheres???
De facto há uma grande preocupação na mulher de estar sempre perfeita:o corpo perfeito,a cara perfeita,a profissional perfeita,a mão perfeita...Mas sabes porque é que é assim?Porque de facto para conseguirmos chegar onde vocês chegam temos que ser assim:perfeitas!
Nunca subi na horizontal em nenhum lugar onde trabalhei.Sempre me preocupei com a aprência porque já faz parte de mim,tentando sempre ser discreta mas a rebentar de sex-appeal...porquê?Porque sabia que assim iriam dar valor ao meu trabalho,olhando também para as curvas...e aí passaria a ser "a dificil mas não impossivel...",o fetiche que um dia talvez se possa concretizar...Golpe baixo?Truques e jogos?É o que vocês merecem!!!
Mas fico contente por esse PODER de que falas estar agora também a cair nas mãos das mulheres...Agora também vocês começam a ser escravos da beleza e a ser promovidos pela pericia cunnilingular...:)
Achas mesmo que uma mulher deveria preocupar-se menos com a aparência?Não gostas de sair com uma mulher arranjada ao teu lado?Não gostas de trabalhar num meio onde as pessoas em geral sejam limpas,arranjadas e bonitas?A mim parece-me um discurso de facto machista Crest...Vocês preocupam-se de mais com isso e tal...Mas na realidade com quem preferias tu trabalhar?Uma gaja atraente,inteligente,profissional,de bom carácter,simpática,ou uma gaja exactamente com as mesmas qualidades mas que não depila o buço,não arranja as sobrancelhas nem as unhas,não põe perfume,de pele a descamar, roupa da feira,enfim ,uma trambolha???Não queres que acredite que descartavas a boazona,pois não?
Acho que não tenho que me arranjar menos para as feias e mal ajambradas terem mais oportunidades de emprego.Acho é que quem decide ,seja homem ou mulher,deve olhar para o todo,para o conjunto de qualidades que a profissional apresenta e escolher a melhor.Se me apresentassem a mim o caso que te pus a ti,eu escolheria sem duvida a boazona,ou o bonzão!!!Desde que as capacidades fossem as mesmas claro!!!
Sou feminista?Sim sou!Mas acima de tudo sou feminina...Acima de tudo sou MULHER!!!
Beijos e Keijos

  Ana Reis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:30:00 da tarde

Permitam-me a correcção...a mãe perfeita,não a mão...lol

  Mamie2

segunda-feira, janeiro 14, 2008 6:32:00 da tarde

Crest nem eu esperava que fosse! Bolas! :))))

Mas como mulher, não consigo aceitar o que dizes como sendo uma realidade! Ainda mais se levar em conta o meu próprio caso.

No entanto, devo dizer-te que talvez não seja um problema das mulheres mas sim dos homens! Que segundo dizes as promovem por atributos fora do cv!

É um bocadinho redutor! Revela pouca massa cinzenta por parte de quem as promove ou contrata!

(Ah e não estou a falar de ti :P)

  sextrip

segunda-feira, janeiro 14, 2008 7:07:00 da tarde

eu por acaso até gosto de ver o "quão fodidas da mona" ficam as tipas altamente produzidas quando são preteridas por um gajo a favor doutra mulher (que em princípio "não teria qualquer chance" na opinião delas) e que consegue algo apenas com um sorriso.

vai acontecendo, vai acontecendo...
e é giro à brava !

  miss bradshaw

segunda-feira, janeiro 14, 2008 7:17:00 da tarde

vamos por pontos:

-nao ha pior ambiente de trabalho,que um ambiente so feminino! sao piores que cobras e estao sempre a ver como vao conseguir cortar na casaca da outra gaja colega.

-tu escolhes a cabeça,mas a mioria escolheria a liga! e mais uma x culpa de quem? das mulheres!

-tenho medo das femeninistas e para mim tudo o que é demais so estraga!

-uma mulher pode ser bonita e ter ao mesmo tempo uma boa posiçao na carreira1 so depende da qualidade da massa encefalica.

-quando a beleza se vai,ficam as peles e as rugas,e so!
quantas mas quantas mulheres ja "entradotas" que ainda revelam alguma da beleza da juventude,nao sao estupidas que nem portas? nunca precisaram de exercitar o cerebro para terem o que querem,logo,eram bonitas,tinham tudo,agora estao velhas,e nem se mancam que a beleza ja de nada lhes vale!

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:41:00 da tarde

Bela Sonhadora:

"Seeria ao Chefe, ele é que terá que ter o discernimento e a clarividência necessárias para saber qual de facto tem capacidades e potencialidades necessárias para o cumprimento das tarefas da vaga."

Nem eu esperava outra coisa! O chefe tem culpa mas a gaja que tira o lugar é inocente e foi abusada pelo chefe?, Poupem-me!

A mulher diz que os homens são todos iguais, sem ter o cuidado de referir que há uns mais iguais que outros. Tudo isto por causa de alguns maus exemplos do sexo masculino.

Eu não generalizo, eu digo que há mulheres MUITAS a minar o caminho e o trabalho das colegas. Mulheres espertas mas burras que sonham únicamente com os saldos na Zara e na melhor maneira de subir, sem ter de se esforçar muito.

Quanto mais tempo a mulher perder a culpar o homem, pela desigualdade entre sexos, mais tempo a mulher perde.

Todos sabemos como é um amiente de trabalho cheio de mulheres. Passam o tempo a falar da roupa umas das outras e da vida de terceiros, cortam na casaca em vez de se concentrarem no que tem realmente importância.

Eu não digo que são todas iguais, mas a maioria lixa as outras. É isso que vocês têm de perceber, se querem realmente ter direitos iguais. A mulher é a inimiga de si própria.

"Em suma aquele que se deixa corromper é tão ou MAIS (na minha opiniao é MAIS) culpado que aquele que corrompe."

Será? Se estamos a falar de direitos, o homem não está nessa luta, portanto é um simples espectador, um pião nas mãos delas.
Ninguém é corrompido se não houver gente a corromper. É uma questão de oferta!

A mulher inteligente, sabe que pode dominar um homem, pela mente e sem sexo. Porque raio a maioria segue o caminho fácil?

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:50:00 da tarde

Ana Reis:

"e agora atiras assim um texto sobre as mulheres???"

Algumas, algumas mulheres!

"Mas sabes porque é que é assim?Porque de facto para conseguirmos chegar onde vocês chegam temos que ser assim:perfeitas!"

Não, não têm. Escolheram foi esse caminho!

"Truques e jogos?É o que vocês merecem!!!"

É o que merecemos e o que queremos. Porque é que nos dão o que queremos? Não vão receber direitos em troca. Esse é o caminho errado e um caminho que os homens agradecem.

"Mas fico contente por esse PODER de que falas estar agora também a cair nas mãos das mulheres..."

E ainda bem, mas muito pouco, pois a mulher parece fugir a responsabilidades,

"Agora também vocês começam a ser escravos da beleza e a ser promovidos pela pericia cunnilingular...:)"

E acho bem, a diferença é que usamos a imagem para a agradar e não para fazer carreira!

"Achas mesmo que uma mulher deveria preocupar-se menos com a aparência?Não gostas de sair com uma mulher arranjada ao teu lado?"

Leste bem o que escrevi? Eu respondi a isso. Eu não sou contra a mulher arranjar-se, sou contra a maneira como muitas abusam da imagem e dela estão dependentes!

"A mim parece-me um discurso de facto machista Crest..."

A mim parece-me que 70% dos comentadores até agora, não leram o texto com atenção. Não há um único comentário machista, há a constatação de um facto. Que toda a luta desenvolvida pela mulher na conquista de direitos nos anos 60, 70 e 80, parou nos anos 90 e está a piorar desta década. A maioria das mulheres já não estão a lutar por nada, a não ser bater a colega do lado.

"Mas na realidade com quem preferias tu trabalhar?Uma gaja atraente,inteligente,profissional,de bom carácter,simpática,ou uma gaja exactamente com as mesmas qualidades mas que não depila o buço,não arranja as sobrancelhas nem as unhas,não põe perfume,de pele a descamar, roupa da feira,enfim ,uma trambolha???"

Não sei onde foste buscar isto, mas não foi ao meu texto!

"Acho que não tenho que me arranjar menos para as feias e mal ajambradas terem mais oportunidades de emprego."

Mais uma vez, não sei de onde isto vem...

"Se me apresentassem a mim o caso que te pus a ti,eu escolheria sem duvida a boazona,ou o bonzão!!"

Para trabalhar comigo, têm de saber o que estão a fazer, seja a Heidi Klum ou o Freddy Krueger!!

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:54:00 da tarde

Mamie2:

"Mas como mulher, não consigo aceitar o que dizes como sendo uma realidade! Ainda mais se levar em conta o meu próprio caso."

Mas é uma realidade. Eu entrevisto dezenas de candidatas por mês, é um facto. As que têm um óptimo CV, não precisam de me mostrar os bicos das mamas, pois sabem que têm um excelente CV e querem ser contractadas pelas suas capacidades e não pela sua aparência.

"No entanto, devo dizer-te que talvez não seja um problema das mulheres mas sim dos homens! Que segundo dizes as promovem por atributos fora do cv!"

Claro! Nem eu esperava outra coisa. A mulher aparece no meu escritório semi-nua e a culpa é minha se a contracto! Claro que a culpa é minha se a contractar, mas porque raio sentiu ela necessidade de vir nua?

A culpa é da mulher, tal como disse as que têm confiança em si próprias e no seu trabalho, não usam o fisico para impressionar mas sim a mente.

Uma mulher pode dominar um homem com o seu aspecto fisico, por tempo limitado, mas pode dominá-lo intelectualmente SEMPRE, ou pelo menos dar luta!

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:55:00 da tarde

sextrip:

Elas guiam-se pelo mote "todos os homens são iguais", quando perceberem que estão erradas, talvez abram os olhos.

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:57:00 da tarde

"A mulher cada vez mais, exagera na preocupação com a sua aparência, o seu espírito competitivo com as outras fêmeas"

Concordo. Os gaijos viverem a fantasiar com monicas bellucis e nicoles kidmans e o caneco, mulheres fabricadas pela industria cinematográfica e pela moda, não ajuda.
As mulheres sempre competiram entre si, isso não há-de mudar enquanto não aprenderem a controlar as hormonas. Neste momento só tenho turmas de pitas e, juro-te, prefiro trabalhar com turmas só de putos. Idealmente, turmas mistas. Numa das turmas, o raio das gajas (têm uma média de 22 anos) entram em competição não só entre si, como comigo!! Acham que sabem mais do que eu, passam a vida a tentar entalar-me (achando-se muito espertas, coitadas)...estas são as piores, umas cromas autenticas. As outras turmas são de pitinhas de 15 a 16 anos, e essas competem entre si, mas não competem comigo, pelo contrário, seguem-me e ouvem-me (muahahahaha!). Mas passam a vida preocupadas com as mamas, as pernas, os rabos, os namorados, vou ser modelo, porque é que a profe não é modelo, quem é que não quer see modelo, já estou velha...e etc...
A publicidade, o cinema, a moda e a sexualização destes, não ajuda. Aflige-me que pitinhas de dez anos já se produzam e pintem (porra, eu só comecei a produzir-me lá para os vinte, qd comecei a perceber o que era ser gaija). Aflige-me que o Nip Tuck, cheio de corte e costura em corpos humanos, sexo, gajas e gajos bons, de perversidade do meio das estetica e etc, dê a horas a que qualquer criança possa ver...

"O culto da beleza e a emncipação feminina não são compatíveis".
Não são? Porquê? Uma mulher não pode cuidar-se, sentir-te bela, sem se deixar cair na tentação de ser um mero objecto?

Num aspecto a mulher foi muita burra. Andou a lutar pelo direito à igualdade. Qual igualdade??? A igualdade de provar que pode fazer os mesmos trabalhos que o homem?...e, adicionalmente, aqueles que já fazia e que o homem não faz por ela?? Grande luta essa (ok, estou a exagerar, mas acho que percebes o que quero dizer).
A mulher devia gritar pelo direito á diferença. Porque, possa, homens e mulheres são diferentes!!!
Não estou a dizer que não possamos fazer o trabalho uns dos outros (tirando que o homem não pode procriar; assusta-te com uma coisa: num mundo eventualmente extinto de homens, as mulheres sobreviviriam na mesma, graças aos bancos de esperma...um mundo extinto de mulheres, não sobrevivia...a não ser que inventassem entretanto um utero artificial...). Mas é inquestionaval que as mulheres estão melhor talhadas para determinadas tarefas que os homens. E vice versa. O que não quer dizer que não sejam capazes.
Lutar pela diferença seria lutar pelo facto de terem muito a dizer e a dar ao mundo, mas na sua condição de mulheres. Seria lutar por um lugar de destaque, tal como os homens o têm, e não necessariamente por serem iguais. Porque não são.

"Como poderá uma mulher subir numa empresa, apresentando um trabalho de qualidade, quando uma outra com um terço da inteligência, 3Kg de pinturas, um decote acentuado e um broche ao administrador, lhe fica com o lugar?"

Aí, o problema não está só na mulher, está nesse administrador. Que prefere ter uma gaija boa e burra que faz bons broches do que alguém capaz de levar a empresa aos pincaros (e não o administrador).

Sempre achei que mais tarde ou mais cedo o valor das pessoas (ou a nulidade) é descoberto, quando posto em prova.
Pessoalmente, não preciso de fazer broches a ninguem para subir de posto. Até só conhecida como reclamadeira... LOOOL! Se tiver de acusar alguém de beneficiar outros injustamente, acuso.

"Ah e tal a culpa é do homem que é um fraco".
A culpa é da gaja que se rebaixa e é do gajo que é fraco. Sé é para atribuir culpas, estão dos dois lados. Se todos os gajos deixassem de compactuar com esse tipo de comportamento, as gajas já não recorreriam a ele, porque não iria resultar!

"Sou gajo para aceitar um broche". Ora aí está. E porquê?? Porque és fraco no que toca ao sexo? E se aceitas e promoves ou empregas a gaija, quem fica a ganhar? Ela...que te manipulou completamente.

Nunca me aconteceu ter de competir com barbies brochistas. Não havia competição possivel, de tão ocas, estavam arrumadas logo à partida. No meu meio, pelo menos aquelas com que trabalho, estão no grupo 3. Há umas que só podem estar no grupo 2, mas acham que estão no 3. Infelizmente, essas são chefes (e chegaram a chefes por serem mulheres de chefes e o caneco...). Mas é algo pontual. Os maiores problemas que tenho até são com UM chefe, gaijo, homem, ligeiramente pró-machista que apesar de ter bom coração, vive num mundo à parte e só faz merda...confesso que mal posso esperar pelo dia em que a minha outra "chefe" lhe ficará com o lugar.

"Uma amiga na faculdade disse-me, "eu tenho emprego garantido, assim que me licenciar, passo a usar únicamente fatos de saia curta e camisas justas". E não é que foi a primeira do curso a ser colocada?"
Tenho umas colegas assim...e nem eram nada de especial...as que têm cérebro são mil vezes melhores, e safaram-se melhor, no final.

"Subir na vida usando a aparência é cair em desgraça quando a aparência já não impressiona."
Concordo. E culpo os homens. Melhor, TAMBÉM CULPO os homens.

Mas, não posso falar por experiencia própria. Nunca estive perante esse tipo de problemas (ou pelo menos de maneira a que não se resolvessem num ápice).

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:57:00 da tarde

Possa...desculpa p tamanho do comment... ;-)

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:58:00 da tarde

miss bradshaw:

"-nao ha pior ambiente de trabalho,que um ambiente so feminino! sao piores que cobras e estao sempre a ver como vao conseguir cortar na casaca da outra gaja colega."

CLAP, CLAP, CLAP, exactamente!

"-tu escolhes a cabeça,mas a mioria escolheria a liga! e mais uma x culpa de quem? das mulheres!"

Não podemos culpar terceiros pelos nossos erros!

"-uma mulher pode ser bonita e ter ao mesmo tempo uma boa posiçao na carreira1 so depende da qualidade da massa encefalica."

Exactamente. Ela pode-se produzir sem necessitar dessa produção para subir.

  Pax

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:02:00 da tarde

"Elas guiam-se pelo mote "todos os homens são iguais","

Permite-me discordar.
Todas as mulheres sabem que há alguns que conseguem ser piores que outros!
:)

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:02:00 da tarde

Ps - não estava a dizer que tu, pessoalmente, aceitarias a barbie sem miolos em troca de broche. Peguei numa frase que disseste, como leste, e apliquei-a ao geral, como tu tb disseste. O "tu" é uma mania minha que copiei aos ingleses; uso sempre o "tu" para descrever situações generalistas...

ps - só pra evitar malentendidos

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:03:00 da tarde

Ah, subscrevo inteiramente a maria manuela. ;-p

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:05:00 da tarde

O dr phil diz que és um optimista. Eu digo que ele é um frustrado. :-p

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:08:00 da tarde

E, mais uma vez pessoalmente, não me guio pelo mote que todosos homens são iguais. Se me guiasse por ele, não tinha assentado com um, ainda andava por aí a namoriscar 2 ou 3 ao mesmo tempo... :-p

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:16:00 da tarde

Já fui ler outra vez. Ná, na me convences. ;-p Apesar de concordar contigo em vários pontos, penso (sim, eu penso! ;-p LOL) que a culpa, a existir, está nos dois lados. E não só. Está na própria natureza e nos próprios genes, que decidiram o papel do homem (enchendo-o de testosterona, pra resumir a histpria) e mulher (enchendo-a de progestrona e estrógenios, para resumir tb) ainda nos tempos da pré-história...

A mulher, com útero, indiscutivelmente que teria de estar associada ao cuidado e sobrevivência das crias. O papel da mulher prolonga-se como avó, ajudando as crias filhas a criarem as próprias crias.
Ao homem, cujo papel na procriação e transmissão do património da espécie, se limita basicamente ao momento de ejaculação, ficou destinado o papel de protecção e alimentação da mulher e das crias. Daí ter mais testosterona, responsável pelo aumento da massa muscular e pela menor cautela e maior aptidão para correr riscos.
Isto na pré-historia, toda uma sociedade desenhada em torno do facto de a mulher ter útero e estrogeneos e o homem ser portador de testosterona.
Os machos competem pelas femeas, as femeas pelos machos. Tudo em busca do sistema imunitário (ou seja, dos genes!) perfeito, compativel e passivel de gerar biodiversidade.

O homo sapiens continua a ser um animal com instintos. Talvez mais refinado, mas ainda movido por instintos.

Portanto, culpemos a natureza...
;-)

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:22:00 da tarde

Vanadis:

"Mas passam a vida preocupadas com as mamas, as pernas, os rabos, os namorados, vou ser modelo, porque é que a profe não é modelo, quem é que não quer see modelo, já estou velha...e etc..."

Ora aí está um excelente exemplo. O podre desta situação começa aí! As pitas atiram-se à revista Ragazza em ves de se atirarem à Literatura, achando que é a revista que lhes vai abrir todas as portas no futuro!

""O culto da beleza e a emancipação feminina não são compatíveis".
Não são? Porquê? Uma mulher não pode cuidar-se, sentir-te bela, sem se deixar cair na tentação de ser um mero objecto?"

Não são pois há conflictos de interesses e a mulher vê o homem como inimigo e não a sua colega do lado. O culto da beleza é um exagero tal como qualquer outro culto. Ser bela, sim. Cuidar-se para ser bela, sim. Viver nessa fixação, Não!

Concordo quando dizes que a mulher deve lutar pelas diferenças e não igualdades. Concordo que os direitos iguais é um mito, pois o homem não quer direitos iguais e a mulher não quer responsabilidades iguais.
A diferença sim, seria uma luta justa, pois a mulher quer ser Presidente, quer ser deputada, quer ser ALGUMAS coisas que o homem é. Mas não me digas que os homens não querem tomar conta das crianças, ou limpar a casa, pois as mulheres também não querem trabalhar nas obras ou no camião do lixo.

Na verdade, a mulher quer parte daquilo que o homem tem, mas a parte que lhe interessa ter. O homem é igual, quer o mesmo que a mulher, mas o que lhe interessa é ligeiramente diferente.

"sobreviviriam na mesma, graças aos bancos de esperma..."

Pois mas esses bancos dependem de homens, a sua sobrevivência seria temporária! Pois num mundo isento de homens, não nasceriam homens.

Ninguém, nem homem nem mulher são auto-suficientes, por mais que pensem que o são. Dependemos uns dos outros e isso é um facto que temos de aceitar e não combater!

"Aí, o problema não está só na mulher, está nesse administrador."

O que eu quero dizer é que a crítica da mulher tem de ser contra a outra mulher e não contra o homem. O homem está-se a cagar. Não vale a pena ao perder um trabalho, criticar o patrão, pois ele não tem nada a provar a posição dele está garantida.
A culpa é do administrador, sim, mas só em parte, pois na verdade a competição entre as mulheres é a verdadeira culpada. Será que haveria assédio se não houvesse assediáveis? Tal como não havia drogados se não houvesse droga.

Quem culpamos? O consumidor ou o fornecedor? A lei fode os consumidores, pois lutar contra os fornecedores é díficil. O mesmo se passa com a mulher. Aponta o dedo ao homem, em vez de apontar às cabeças ocas das suas parceiras.

Um pai, uma mãe, sabe bem quem têm em casa, podem fazer algo para criar uma mulher e não mais uma cabeça oca.
Se a mãe passa a vida a ler a "Hola", alimentando-se da vida da realeza Europeia, isso não deixa muitas esperanças quanto ao QI da sua filha!

A mãe é a modelo de uma filha e os maus exemplos podem ser culpados, pelo que acontece hoje em dia!

"Que prefere ter uma gaija boa e burra que faz bons broches do que alguém capaz de levar a empresa aos pincaros (e não o administrador)."

Prezo a inteligência, mas que na verdade é cada vez mais dificil de encontrar.
Uma gaja faz uma apresentação excelente e é super inteligente, porque raio tem de foder tudo ao ficar estérica por ter partido (ou descolado) uma unha no projector de slides. O mundo não acaba aí!

"Se tiver de acusar alguém de beneficiar outros injustamente, acuso."

Desde que analises a questão e apontes baterias ao alvo certo.


""Ah e tal a culpa é do homem que é um fraco".
A culpa é da gaja que se rebaixa e é do gajo que é fraco. Sé é para atribuir culpas, estão dos dois lados."

Ora, muito bem dito.

"Se todos os gajos deixassem de compactuar com esse tipo de comportamento, as gajas já não recorreriam a ele, porque não iria resultar!"

Eu posso dizer que se as gajas não recorrecem a esse tipo de comportamentos, o homem nem pensava nisso. Isto é uma faca com 2 gumes. Tal como disse é uma questão de oferta!

"Sou gajo para aceitar um broche". Ora aí está. E porquê?? Porque és fraco no que toca ao sexo? E se aceitas e promoves ou empregas a gaija, quem fica a ganhar? Ela...que te manipulou completamente."

Será que manipulou? Sempre, mas sempre as posições de relevo serão ocupadas por homens e mulheres com cabeça. Olha a Monika, brochou o Presidente e quem saiu a ganhar foi ela, até ter caido no esquécimento. É isso que acontece a quem usa o corpo em vez da cabeça!



""Subir na vida usando a aparência é cair em desgraça quando a aparência já não impressiona."
Concordo. E culpo os homens. Melhor, TAMBÉM CULPO os homens."

Mas quem é que deve ser culpado não é o homem, pois não foi ele que apostou tudo na aparência.

  Mariza (P.Gira)

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:22:00 da tarde

Acho que é tudo uma questão de comodismo, de se percorrer o caminho mais 'fácil' para alcançar as exigências de sucesso, felicidade e perfeição que os novos tempos impõem.

Grande parte escolheu utilizar a arte que já domina (por séculos de privação de direitos que impossibilitavam a participação feminina noutras esferas que não a familiar), em vez de arriscar seguir pelos caminhos menos conhecidos que as novas aprendizagens lhe trouxeram para rapidamente chegar onde quer e ter o que quer. Estamos na era da sobrevalorização da imagem e a mulher já tem uma vasta experiência nesta área (o que não quer dizer que a saiba utilizar da melhor forma).

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:23:00 da tarde

Pax:

"Todas as mulheres sabem que há alguns que conseguem ser piores que outros!"

Claro, são todos iguais excepto os que são piores. No entanto vocês escolhem e escolhem, procurando um diferente, no entanto dizem isso...

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:26:00 da tarde

Vanadis:

"que a culpa, a existir, está nos dois lados."

Mas o campo de minas é feminino!

"Portanto, culpemos a natureza..."

Culpar a natureza pelos nossos erros é como culpar a sociedade pelos nossos problemas. Não faz sentido.

  Foi Bom

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:28:00 da tarde

Tu vives rodeado de viboras, so pode ser isso. Ja ando no mundo laboral ha varios anos e nunca tive que competir com mulher alguma para chegar onde cheguei, ou para conquistar o que quer que fosse. Mas isso sou eu, que sempre estive rodeada de gente boa!

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:29:00 da tarde

Mariza (P.Gira):

"Acho que é tudo uma questão de comodismo, de se percorrer o caminho mais 'fácil' para alcançar as exigências de sucesso, felicidade e perfeição que os novos tempos impõem."

Concordo com o inicio da frase, mas discordo que seja uma imposição dos tempos, pois os tempos nada impõem. Nós é que somos responsáveis pelo que fazemos ou pelo que impomos aos outros e a nós próprios.

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:31:00 da tarde

Foi Bom:

"Tu vives rodeado de viboras, so pode ser isso."

Claro que sim. No mundo dos negócios o objectivo é vencer uma vitória pode levar o derrotado de milionário a mendigo. Por isso precisamos de mulher fortes, seguras de si, mentalmente fortes e inteligentes. O rabo bom é um acessório que a ajudará a sobreviver temporáriamente.

Quanto mais alto se sobe sem ter bases, maior é a queda.

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:35:00 da tarde

Concordo com a foi bom. LOOOOOOOOOL!

Crest, eu não disse que achava que deviamos culpar a natureza. Eu disse que se vamos a culpar comportamentos (porque é disso que se trata), então esses comportamentos já estão determinados desde a pré-historia. Obviamente que não podemos desculpar os nossos actos com o facto de "ah, é o instinto", porque a natureza tb os deu meios para combater esse instinto.

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 9:36:00 da tarde

Projector de slides????????? ainda usam disso?????? LOOOL.

Bem, eu não tenho unhas (rooo as unhas desde que me conheço...) sequer...LOOOOOOOL! Como já disse várias vezes, não sou vaidosa o suficiente para me livrar do tique...

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 10:01:00 da tarde

Vanadis:

"Projector de slides????????? ainda usam disso?????? LOOOL."

Na verdade é um projector de imagens, não tem slides mas sim ficheiro digitalizados, no entanto é um projector, pois projecta num ecrão gigante :)

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 14, 2008 10:01:00 da tarde

ecrão... bonita palavra...

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 10:42:00 da tarde

AHHH, é um datashow!! ;-)

Oh, gajo, não te rales com erros de digitação, que eu tb não, ;-).

  Vanadis

segunda-feira, janeiro 14, 2008 10:43:00 da tarde

Ou um videoshow? =D

  Foi Bom

segunda-feira, janeiro 14, 2008 11:50:00 da tarde

Sabes, ja li e reli (ok, nao muitas vezes que a pachorra nao e' muita) este teu post e encontro nele uma falha enorme. Faltou-te um genero de mulher muito importante. A mulher/mae. Aquela que e' discriminada porque engravidou e vai ter estar ausente mais de 4 meses do serviço, aquela que e' descriminada quando tem que sair a meio do serviço porque o filho adoeceu derrepente. Aquela que nao vai ao teatro do filho pela escolinha, porque se der mais uma "desculpa" que seja ao patrao para sair mais cedo e' despedimento certo...Ou aquela que tem que fazer anualmente o rastreio do cancro do colo do utero e da mama (nao so as mulheres/maes, como todas as outras), e vai ter que faltar uma manha, porque eu ainda sou daquelas que tem a opiniao de que com a saude nao se brinca. Eu faltei uma hora e meia ao serviço para ir fazer uma citologia e descontaram-me a manha inteira, nunca olhando a todas as horas extras que dou gratis a casa...Por muito que queiras demonstrar o contrario, a mulher e' altamente discriminada em muitos aspectos, e estes sao so alguns deles!

  Vanadis

terça-feira, janeiro 15, 2008 12:41:00 da manhã

Foi bom, descontaram-te a manhã inteira??? mas que filhice da putice!!!!!!! porra, espero que tenhas dado uns quantos murros naquelas trombas...

E, mais uma vez, crest, a foi bom está certa. ;-)

  Erotic Spirit

terça-feira, janeiro 15, 2008 1:55:00 da manhã

Explosive post my dear!

I'm privileged in that I never worked for anyone but family and now for myself... no bosses.
This question or a variation of this question arised last week between me and my husband. We may need to hire an office assistant and thus dilema guy or girl... I said guy he wants a girl, but shouldn't it be the most qualified person independent from looks or sex? It should but looks matter, it is part of a power play... emplyoees are an extension of the firm... boss... manager ... they reflect on the image of the deptarment ... firm... etc. So you want the best ... brain and looks.
We are going for a competent lesbian or gay lol lol just so the good looking assistant does not suck or fuck her way to my desk and the young tight ass guy fuck my way out of my desk lol lol kidding kidding...

  Pax

terça-feira, janeiro 15, 2008 10:00:00 da manhã

"vocês escolhem e escolhem, procurando um diferente (...)"

"Nós" e "vós" escolhemos e procuramos sempre, ainda que o possamos fazer inconscientemente.
Escolhemos na nossa constante procura pelo que (supostamente) nos fará feliz, pela sobrevivência, por poder, por amor, por tanta coisa!
Escolha e procura são intrínsecos ao ser humano e, no dia que deixam de acontecer é, certamente, o dia em que a vida deixa de fazer sentido.

  Vício

terça-feira, janeiro 15, 2008 11:39:00 da manhã

a culpa é mesmo do homem porque oferecem-lhe um broche e ele retribui com uma posição profissional!
ou seja, não lhe chega um broche e espera com isso conseguir mais alguns!
se ele pensasse um pouco chegaria à conclusão que podia ter uma mulher profissional ao seu lado e criar uma posição ficticia para candidatas que apenas lhe faziam broches e eram negadas para essa posição! havia sempre broches de novas bocas... e a profissional fazia o trabalho bem feito!

  Ana Reis

terça-feira, janeiro 15, 2008 1:27:00 da tarde

"...Não, não têm. Escolheram foi esse caminho!"

Crest,queres mesmo dizer-me que uma mulher com as mesmas capacidades de um homem não tem que trabalhar mais para conseguir o mesmo lugar???Tanga!

"É o que merecemos e o que queremos. Porque é que nos dão o que queremos? Não vão receber direitos em troca. Esse é o caminho errado e um caminho que os homens agradecem."
Mais uma vez,usamos os recursos que temos,não só estes como todos os outros que referi,em especial a inteligência!!!!

"Não sei onde foste buscar isto, mas não foi ao meu texto!"

Vim buscar aqui"...Pois se eu acho, que duas mulheres merecem uma promoção e eu só tenho uma vaga, o meu processo de selecção é simples... Analiso o trabalho de ambas e se a qualidade for igual, promovo aquela que não me dá com a mamas na cara, ou que fica ali de sorriso de orelha a orelha enquanto me mostra as ligas novas.
Mas quantos não escolhem as ligas?..."
Claro que exagerei nas descrições,mas entre uma trambolha competente e uma boazona competente escolherias mesmo a trambolha?

"...E ainda bem, mas muito pouco, pois a mulher parece fugir a responsabilidades.."
A que responsabilidades falas quando dizes que as mulheres fogem delas?

"Acho que não tenho que me arranjar menos para as feias e mal ajambradas terem mais oportunidades de emprego."
Isto vem do facto de as mulheres se produzirem para ir trabalhar!Eu gosto de me produzir essencilamente para mim mesma,não para usar isso como arma contra superiores ou contra possiveis candidatas ao meu lugar.Só não acho que alguém deva pensar que o faço como golpe baixo com colegas ou impressionar seja quem for!E não acho que esteja a contribuir contra os meus direitos de mulher!!!

"...E acho bem, a diferença é que usamos a imagem para a agradar e não para fazer carreira!"
Foda-se ,e as mulheres fazem-no para subir na carreira e não para agradar porquê????O que te leva a pensar isso????

"...Que toda a luta desenvolvida pela mulher na conquista de direitos nos anos 60, 70 e 80, parou nos anos 90 e está a piorar desta década. A maioria das mulheres já não estão a lutar por nada, a não ser bater a colega do lado."
Está a piorar porquê?Porque já não queimamos soutiens e usamos make up?Será isso anti feminista?Será que a mulher que é gira,sedutora,que gosta de se produzir não pode também ser uma feminista?Será que usar make up e decotes no trabalho é sinónimo de "Eu sou fácil,por favor salta-me para cima????"

"...Leste bem o que escrevi? Eu respondi a isso. Eu não sou contra a mulher arranjar-se, sou contra a maneira como muitas abusam da imagem e dela estão dependentes!"
Também há cada vez mais homens a abusar da imagem a a dela serem dependentes.Mas felizmente vocês não são discriminados ,nós somos!Não é uma questão de sexo,mas sim de neurónios!

"...Para trabalhar comigo, têm de saber o que estão a fazer, seja a Heidi Klum ou o Freddy Krueger!!"
Concordo plenamente contigo!!Mas mais uma vez,quem preferias tu a trabalhar contigo se tivessem exactamente as mesmas capacidades?A Heidi Klum ou o Freddie Krueger?

Crest,não discordo totalmente do que dizes,mas não posso assinar por baixo quando reperesentas as mulheres como Barbies cabras que utilizam mais a aparência do que a inteligência para subir na vida.Lutamos menos agora?Certo!Mas lutamos todos menos seja pelo que for,infelizmente vivemos numa época em que as lutas foram deixadas para trás...Os direitos da mulher não são cumpridos,os do homem também não,nem os das crianças,animais ou idosos.Mas principalmente no nosso país isso não conta muito...Já ninguém queima soutiens,faz sérias e eficazes manifestações ,já ninguém toma medidas extremas para arranjar soluções.E mais uma vez eu digo,INFELIZMENTE...Andamos tão preocupados com ter um trabalho que nos permita pôr comida na mesa e pagar as nossas dívidas que nos esquecemos de lutar pelos nossos direitos,sejam eles quais forem.

Mas não posso concordar quando dizes que as mulheres do nosso tempo estão a deitar por terra a luta das camaradas dos anos 60,70 ou 80.
Vivemos noutra época,com outro tipo de lutas e de armas.Serão melhores ou piores?Nao sei,mas são as que temos.Não me sinto menos digna,menos mulher por me arranjar bem quando vou a uma entrevista de emprego.Não mostro a liga,mas dou o meu melhor sorriso e o meu olhar mais profundo e confiante.E isso não faz de mim menos mulher,faz de mim uma mulher mais inteligente!!!!

  sextrip

terça-feira, janeiro 15, 2008 2:28:00 da tarde

eu acho engraçado, neste tipo de conversas, que "as mulheres" se achem um grupo coeso, uma irmandade, com todas as características idênticas, lutando todas pelos mesmos fins, etc e tal... são todas iguais e isso é fantástico, maravilhoso, virtuoso...

os homens, segundo "elas"... são também todos iguais mas isso é uma merda, horrível, defeituoso...

isto, quer se queira ou não, define bem a mentalidade desse tipo de "as mulheres" !
contraditórias e incoerentes - por isso nunca irão a lado algum e resta-lhes "cultivarem" as suas ilusões de supremacia um pouco por todo o lado.

º

a verdadeira "emancipação" das mulheres (ainda que não goste dessa palavra) tem sido feita por MULHERES coerentes e por HOMENS que entendem acerca do que é justo e do que o não é para com as mulheres.
discursos de "a mulheres" nunca ajudaram a coisa nenhuma, são meras vinganças ou diversões.

  o segredo da lua

terça-feira, janeiro 15, 2008 5:17:00 da tarde

O que eu gosto mais quando fazes estes posts é ver o pessoal matar-se nos comentarios!!

  Pax

terça-feira, janeiro 15, 2008 5:32:00 da tarde

Juro que é a última:)

-No dia em que a inteligência de uma mulher for percebida (por um homem, inteligente -sim- que para se se reconhecer inteligência noutrém tem de se ser inteligente também) num primeiro olhar, como são as mamas ou o rabo, diminuirá esse tipo de competição entre elas...
Até lá, (e não defendendo quem o faz) esta sempre foi, e será, uma forma de sobrevivência.

  miss bradshaw

terça-feira, janeiro 15, 2008 5:58:00 da tarde

mas a uma realidade nao podemos fugir:

por muito boa que seja uma mulher na sua area,se o dono da firma for uma besta maxistas,claro que vai contratar o gajo! mesmo que seja pior,mais burro e sem metade das classificaçoes academicas!
´
por estas e por outras,muitas mulheres recorreram as ligas e aos decotes,e agora pelo desespero de umas pagam outras!

  Pax

terça-feira, janeiro 15, 2008 6:58:00 da tarde

Sextrip:

Fiquei triste...tanto que até quebrei o juramento de "última"...

"contraditórias e incoerentes - por isso nunca irão a lado algum e resta-lhes "cultivarem" as suas ilusões de supremacia"

Espero que estejas a referir-te aqueles 0,0003% da população feminina...;)

  sextrip

terça-feira, janeiro 15, 2008 9:03:00 da tarde

--> Pax

lamento que te tenha entristecido mas, sinceramente, é o que penso.
da percentagem, não sei o número... mas acho esse que apontas demasiado optimista !
além disso, ao colocares só a parte final do meu parágrafo, tiraste-o do contexto (pois está intimamente ligado ao que digo na primeira parte) dando-lhe uma imagem de "generalização".

basta-me ver (e é apenas um exemplo) como muitas mulheres se comportam em termos de chefias para com outras mulheres para questionar da coerência das "queixas" dessas mesmas mulheres acerca de chefias masculinas.
não são tão poucos casos quanto isso !

não reconheço "supremacias" a nenhum dos géneros, sou contra machismos arreigados e contra feminismos avulso e como disse... discursos incoerentes não levam a solução alguma.

se quando digo isto as pessoas julgam ou pretendem que estou a generalizar, paciência... não estou a fazê-lo e só uma leitura parcial o pode concluir!

  sextrip

terça-feira, janeiro 15, 2008 9:10:00 da tarde

--> Pax

« -No dia em que a inteligência de uma mulher for percebida (por um homem, inteligente -sim- que para se se reconhecer inteligência noutrém tem de se ser inteligente também) num primeiro olhar, como são as mamas ou o rabo, diminuirá esse tipo de competição entre elas...»

ou seja... há poucos homens inteligentes e a culpa será sempre dos homens, mesmo pelas competições femininas em que umas mulheres tentam suplantar outras mulheres, ao mesmo tempo que umas e outras alegam ser um género uno.
será isto ?

lol

  Pax

terça-feira, janeiro 15, 2008 9:50:00 da tarde

Sextrip:

Tens razão em relação ao facto de a frase ter sido retirada do contexto. Acentuou ainda mais a generalização que eu tinha interpretado.
Erro meu, admito.

Nem é preciso analisar "chefias" para ver as "cabrices" que algumas mulheres são capazes de fazer mas, ou sou eu que sou muito ingénua, ou será mesmo uma minoria.
"Incoerências" penso que as tenham por igual, homens e mulheres.
Inteligência, acredito que o tenham também por igual, homens ou mulheres. O que se vê muitas vezes é que as mulheres têm de mostrar "mais" para poderem ser reconhecidas como "iguais".

Desculpa, mas no teu segundo comentário foste tu quem interpretou mal.
Eu nunca referi haver "poucos homens inteligentes" mas sim ser necessário ser "inteligente para reconhecer inteligência noutrém". É diferente.
Não acredito que haja diferença nos géneros em relação à inteligencia.
Pode haver é percepções, sensibilidades e interpretações diferentes, talvez.
Há pessoas bem formadas e mal formadas, em qualquer lugar.
Há quem passe por cima de tudo e de todos para atingir objectivos.
Homens ou mulheres.

Beijo grande para ti.

  Crestfallen

terça-feira, janeiro 15, 2008 11:50:00 da tarde

Vanadis:

"AHHH, é um datashow!! ;-)"

É o que tu achares que é, eu estou lá pelo show :P

  Crestfallen

terça-feira, janeiro 15, 2008 11:57:00 da tarde

Foi Bom:

Quanto à mulher mãe, eu não a incluo, pois apesar de ser contra o aborto, existe essa opção e só em mãe quem quer. Apartir do momento que se é mãe, passa-se a viver em função da criança e não dela própria.

Essa discriminação não é só pelas mães, pois o meu pai ao ter-me educado sozinho passou pelo mesmo.

"porque se der mais uma "desculpa" que seja ao patrao para sair mais cedo e' despedimento certo.."

Despedimento, contestável em tribunal e sujeito a elevadas indeminizações. Essa discriminação é tipicamente Portuguesa, pois na Alemanha a mulher tem o seu emprego garantido durante os 3 anos que pode ficar em casa a cuidar do filho, com direito a ordenado complecto mas subsídio estatal.

"Ou aquela que tem que fazer anualmente o rastreio do cancro do colo do utero e da mama (nao so as mulheres/maes, como todas as outras), e vai ter que faltar uma manha"

Mais uma vez, o homem também é incluido no rastreio da próstata!

"Eu faltei uma hora e meia ao serviço para ir fazer uma citologia e descontaram-me a manha inteira, nunca olhando a todas as horas extras que dou gratis a casa..."

Descontar uma manhã por faltar uma hora é ilegal. O que é legal é descontar uma hora por 5 minutos. O patronato pode descontar horas arredondadas por excesso.
A culpa é dos funcionários que se calam!

"Por muito que queiras demonstrar o contrario, a mulher e' altamente discriminada em muitos aspectos, e estes sao so alguns deles!"

Acho que os meus comentários anteriores contestam isso!

Lei é lei, mas a lei só defende que luta por justiça e não quem se submete a injustiças!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:00:00 da manhã

Vanadis:

"E, mais uma vez, crest, a foi bom está certa. ;-)"

Não, não está. O português é que deixa passar em branco sempre que o patronato lhes tenta ir ao cu!

A lei está lá para ser respeitada e se não é existem advogados. Se não há dinheiro para advogados, existem sindicatos. Se não querem descontar 5€ por mês para sindicatos, existem seguros juridicos. Se não querem gastar um tostão em protegerem os seus direitos... a culpa é do trabalhador, seja homem ou mulher!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:03:00 da manhã

Erotic Spirit:

"I said guy he wants a girl, but shouldn't it be the most qualified person independent from looks or sex?"

Yes it should. For example, I as an employer, tend to choose married people and not singles. Why? Married people tend to be more dedicated to work, they have houses to pay, family to feed and they are never in a hurry to go home!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:04:00 da manhã

Pax:

""Nós" e "vós" escolhemos e procuramos sempre, ainda que o possamos fazer inconscientemente."

Sim, mas eu acho que as mulheres são todas diferentes, por isso escolho. Quando as mulheres dizem que eles são todos iguais... a escolha entre iguais já não faz grande sentido. Aliás não faz nenhum sentido!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:05:00 da manhã

Vício:

"a culpa é mesmo do homem porque oferecem-lhe um broche e ele retribui com uma posição profissional!"

A procura depende da oferta!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:21:00 da manhã

Ana Reis:

"Crest,queres mesmo dizer-me que uma mulher com as mesmas capacidades de um homem não tem que trabalhar mais para conseguir o mesmo lugar???Tanga!"

Não, não tem, desde que se dedique da mesma forma. Tenho milhares de exemplos disso. Mas se falas de Portugal, aí talvez, mas em Portugal a mulher ambiciosa e dedicada à sua profissão ainda é uma raridade!

"Mais uma vez,usamos os recursos que temos,não só estes como todos os outros que referi,em especial a inteligência!!!!"

Recursos errados que só vos prejudicam!
Acham que as mulheres no topo das empresas de Hamburgo chegaram lá com o uso do corpo? Porra, a maioria tem bigode. Chegaram lá, pois essa mentalidade aqui não existe e o sexo é visto de uma forma livre e não como tabu. Basta ires a uma sauna e NINGUÉM vai estar a olhar para ti, enquanto que em Portugal andariam os homens todos de pau feito.

"Claro que exagerei nas descrições,mas entre uma trambolha competente e uma boazona competente escolherias mesmo a trambolha?"

Eu ecolheria a irmã do Frankenstein desde que ela fizesse o que acho que deve ser feito, de maneira a expandir a empresa! A minha assistente pessoal que tem controlo sobre tudo na minha vida é uma mulher de 58 anos e não uma boazona de 22!

"A que responsabilidades falas quando dizes que as mulheres fogem delas?"

Laborais, quem se candidata a um emprego usando o corpo, sabe à partida que se for contratada é pelo corpo e não pela inteligência, portanto não se pode exigir muito delas. Disto eu sei, pois quando aparece aqui uma barbie de mini saia e decote até ao umbigo, ela leva com os trabalhos mais exigentes em cima. Ou prova que pensa com a cabeça ou leva as mamas para outra empresa no final dos 6 meses de teste.

"Isto vem do facto de as mulheres se produzirem para ir trabalhar!"

Não tenho nada contra quem se produz para ir trabalhar, só contra que usa essa produção PARA trabalhar. Um coisa é quando te arranjas para ti, outra é quando o fazes para ou outros, contando em tirar vantagem disso!

"Foda-se ,e as mulheres fazem-no para subir na carreira e não para agradar porquê????O que te leva a pensar isso????"

Porque toda a gente sabe que é verdade? Quantas modelos BURRAS com um belo corpo não trabalham em canais de televisão? É pelo cérebro? ó sim a Sofia Aparício é um génio, é pena é não saber falar Português! A Alexandra Lencastre que até teve um talk show onde entrevistava individualidades era um desafio intelectual para os convidados...

"Está a piorar porquê?Porque já não queimamos soutiens e usamos make up?Será isso anti feminista?"

Porque já não lutam por serem reconhecidas intelectualmente!

"Também há cada vez mais homens a abusar da imagem a a dela serem dependentes.Mas felizmente vocês não são discriminados ,nós somos!"

Pois não usamos a imagem para como arma para obter privilégios laborais!

"Concordo plenamente contigo!!Mas mais uma vez,quem preferias tu a trabalhar contigo se tivessem exactamente as mesmas capacidades?
A Heidi Klum ou o Freddie Krueger?"

Se tivessem as mesmas capacidades, seriam ambos contratados, mesmo havendo uma vaga. Um bom profissional é uma mais valia para a empresa.

"mas não posso assinar por baixo quando reperesentas as mulheres como Barbies cabras que utilizam mais a aparência do que a inteligência para subir na vida."

Eu nunca disse isso. Essas palavras são tuas. Simplesmente em cada 10 que entrevisto uma usa o intelecto!

"Mas não posso concordar quando dizes que as mulheres do nosso tempo estão a deitar por terra a luta das camaradas dos anos 60,70 ou 80."

Estão estagnadas, não a deitar por terra. As barbie sim, estão a foder a vida às boas profissionais!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:24:00 da manhã

sextrip:

"eu acho engraçado, neste tipo de conversas, que "as mulheres" se achem um grupo coeso, uma irmandade, com todas as características idênticas, lutando todas pelos mesmos fins, etc e tal... são todas iguais e isso é fantástico, maravilhoso, virtuoso..."

Neste assuntos, elas protegem-se para não quebrarm a corrente. São unidas ao culpar o homem por tudo. Depois fecham-nas numa casa e elas matam-se verbalmente umas às outras.
Felizmente isso ficou mais do que provado no scomentários, onde só um minoria, achou realmente que há muita cabeça oca a foder a vida a muita mulher!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:24:00 da manhã

o segredo da lua:

"O que eu gosto mais quando fazes estes posts é ver o pessoal matar-se nos comentarios!!"

É o direito à opinião!

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:27:00 da manhã

Pax:

"num primeiro olhar, como são as mamas ou o rabo, diminuirá esse tipo de competição entre elas..."

Numa entrevista de trabalho, eu não entrevisto mamas, portanto se não mas colocarem na cara, será muito mais fácil olhar para a mulher com uma proficional compentente.

Não sou púdico, mas a maneira como uma mulher se veste para ir a uma entrevista é um autentico perfil psicológico, eu nem preciso de contactar o psicólogo da secção de pessoal.

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:30:00 da manhã

miss bradshaw:

"por estas e por outras,muitas mulheres recorreram as ligas e aos decotes,e agora pelo desespero de umas pagam outras!"

É verdade que por umas pagam as outras, isso ´só me dá razão. A mulher tem de atacar o mal pela raiz e deixar-se de merdas a atacar o homem. Se me aparece uma gajas nua numa entrevista só porque o director da sua antiga empresa era um machista... ela está a insultar a minha inteligência e não será contratada... depois o homem é fodido, ou é machista ou é paneleiro!

  Pax

quarta-feira, janeiro 16, 2008 10:33:00 da manhã

"Quando as mulheres dizem que eles são todos iguais"

Se alguma vez ouviste isso (que acredito que sim) é num momento de fúria contra um... é como forma de ofensa momentanea, não que achem isso.
É como quando os homens dizem "vocês só pensam em compras e em gastar dinheiro".
Ofensa momentanea, não facto.
Só há mais uma coisa que, na realidade, acho um facto:
Existe a expressão "confraria masculina".
Da feminina nunca ouvi falar... não será por acaso.
Os homens defendem-se mais, unem-se mais, até se "encobrem" mais...
Elas (algumas-nunca generalizando) são mais emotivas e usam mais as garras...
Mas ainda bem que existem diferenças, nisso estaremos ambos de acordo.

  sextrip

quarta-feira, janeiro 16, 2008 11:33:00 da manhã

-->

oh Pax, até que se compreende este tipo de "defesas" mas... perguntas onde é que se ouve (lê) que os homens são todos iguais ?!?!?

basta dares uma volta por muitos e muitos blogues femininos !
basta comprar várias das chamadas "revistas femininas" !
basta ver várias rúbricas do SIC mulher...

"ofensa momentânea" ?!
tens artigos inteiros e bastante desenvolvidos usando essa permissa.
momentâneo... não é certamente.

a muita mulher, basta-lhe ficar lixada da vida com UM namorado, em UMA situação para aplicar as suas queixas a "todos os homens".
é fácil, é "giro", alivia e tal...

amanhã apaixonam-se por outro bimbo qualquer e passa-lhes a nóia.

eu sou de uma geração em que, na adolescência, eramos "formados" para achar as mulheres todas iguais, em que eramos levados a crer nessa "brotherwood of men" de que falas.
sou da geração em que lutar contra isso, não acreditar nisso, nos punha logo um rótulo de paneleiro ou de frouxo na testa.
hoje em dia acho essa "formação" bem menos activa, não vejo que os adolescentes sejam na sua maioria formados nesse machismo, mas se querem insistir nisso... tudo bem.

hoje em dia o que mais vejo é o oposto disso... como retaliação dá-se uma "formação" idêntica há que havia na minha geração mas... no feminino.

por mim... tudo bem !
tenho 47 anos, nada espero desta geração mais jovem para a minha vida pessoal.
quem devia pensar seriamente no que se passa, é a geração mais nova... não a minha !

nunca ouviste falar em "confrarias femininas"...
bom... terá a sua lógica.
das masculinas orgulhavam-se os machistas - as mulheres apontavam isso como "defeito" mas eles achavam-na uma "virtude" e ponto final.
actualmente, muitas mulheres pretendem existir essa comunhão de características femininas mas não desejam o rótulo de "confraria feminina", não soaria muito bem.
os homens que a usarem, obviamente, serão chamados de machistas.

o Crest abordou neste artigo uma relação mais laboral e... como de costume... numas coisas concordo com ele, noutras discordo.
eu, pessoalmente, vou um pouco mais longe... as mulheres que comigo privam, ou me respeitam como homem e como pessoa (e isso inclui o não generalizarem avulso, saberem lidar com a crítica em ambos os sentidos, etc) ou... não privam, ponto final.
e elas são livres de pensarem exactamente da mesma forma, se eventualmente considerarem que não as respeite...

  sextrip

quarta-feira, janeiro 16, 2008 11:51:00 da manhã

--> Crestfallen

« Numa entrevista de trabalho, eu não entrevisto mamas, portanto se não mas colocarem na cara, será muito mais fácil olhar para a mulher com uma proficional compentente. »

na firma onde trabalho está previsto na regulamentação interna e tal é transmitido a eventuais candidatos a qualquer cargo desde o primeiro momento... que o vestuário a usar está sujeito a determinada "uniformização" (não há um uniforme, é diferente).
às senhoras é requerido saia casaco, com saia pelo joelho, ou fato com calça...
tanto aos homens quanto às senhoras é exigido o cingir de colarinho, seja com lenço, laço ou gravata.
o pessoal administrativo subalterno recebe, trimestralmente, um subsídio para compra de roupa nesse género - de que têm de apresentar comprovativo, obviamente.

as poucas vezes em que tivemos queixas sobre isto, foi da parte de algumas funcionárias que consideraram que estava a firma a limitar-lhes a liberdade e obrigá-las a "comportarem-se como homens".
paciência... lamentamos muito...

  Pax

quarta-feira, janeiro 16, 2008 12:30:00 da tarde

Sextrip

Acho que, em momento algum, as nossas duas opiniões andaram muito afastadas... acabaste de confirmar, por outras palavras o que eu tinha dito.
Assim como eu tinha confirmado o que tu tinhas dito antes.
(É o que penso).

As revistas mais femininas que leio são a "El mueble" e a "Arquitectura e Construção", embora leia as capas das outras quando estou na fila para pagar a gasolina.
Os canais mais femininos que vejo são o "Fox Crime" e o "Discovery civilizacion".

Tento não "ir em modas", não rotular, não julgar e não condenar.
Tudo isso por egoismo, porque me sabe bem sentir-me bem comigo própria e achar que posso sempre evoluir para um ser humano ainda melhor.
Pretensão também é defeito, eu sei, mas sinceridade é qualidade.
E (antes que o Crest venha reclamar a usurpação do espaço, etc,...lol), digo-te mais:
Quem me dera que os homens fossem todos iguais... a um ou dois que conheço!
Beijos :)

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 2:34:00 da tarde

Pax:

"Se alguma vez ouviste isso (que acredito que sim) é num momento de fúria contra um... é como forma de ofensa momentanea, não que achem isso."

Sãi momentos muito longos e repetitivos, arranjar o alvo fácila das suas furias sem nunca olhar para os seus erros.

"Existe a expressão "confraria masculina"."

No que eu discordo, pois sempre que escrevo um ataque ao homem, há homens a concordar e discordar, quando faço um ataque à mulher elas protegem-se, como é exemplo disso, este texto. A confraria masculina é uma criação feminina. Na verdade o que o homem não faz é chibar outro homem, pois cada um sabe da sua vida. As mulheres é que optam por se queimar mutuamente, com e sem motivos.

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 2:40:00 da tarde

sextrip:

"na firma onde trabalho está previsto na regulamentação interna e tal é transmitido a eventuais candidatos a qualquer cargo desde o primeiro momento... que o vestuário a usar está sujeito a determinada "uniformização""

Eu sempre optei por dar liberdade nesse aspecto. Qualquer candidato, sabe a que área se candidata, visita o nosso website e faz ou deveria fazer o seu trabalho de casa. Só isso dá-lhes a ideia de como se devem vestir. Ao ver a equipa de trabalho vestida formalmente, acho que não é preciso ter um sensibilidade sobre-natural para se vestir correctamente.

"o pessoal administrativo subalterno recebe, trimestralmente, um subsídio para compra de roupa nesse género - de que têm de apresentar comprovativo, obviamente."

Aqui recebem, um subsídio avolutado no momento do contracto, pois achamos que o ordenado mensal cobre as futuras despesas de guarda-roupa.

"a limitar-lhes a liberdade e obrigá-las a "comportarem-se como homens"."

A mulher pode-se vestir bem e de uma forma sexy, mesmo formalmente. Se eu tenho de me submeter à tortura de uma gravata no verão, elas não têm de se queixar quando tal prisão não lhe é exigida, podendo até optar entre calça e saia.

  Crestfallen

quarta-feira, janeiro 16, 2008 2:42:00 da tarde

Pax:

"As revistas mais femininas que leio são a "El mueble" e a "Arquitectura e Construção", embora leia as capas das outras quando estou na fila para pagar a gasolina.
Os canais mais femininos que vejo são o "Fox Crime" e o "Discovery civilizacion"."

Uma não são muitas, tenho a certeza que a "Hola" vende 100 revistas por cada "El mueble" vendida.

"Quem me dera que os homens fossem todos iguais... a um ou dois que conheço!"

Ainda bem que não são!

  Cold_cold_Bitch

quarta-feira, janeiro 16, 2008 4:18:00 da tarde

Que bom... já tinha saudades de discordar contigo!Vamos lá então...
Contra mim falo porque me recrimino constantemente por não ser insinuante no trabalho nem me apresentar mais... (ou devo dizer menos...? ehehe) mas penso que uma mulher bonita pode e deve usar o charme (não estou a falar em subir na horizontal). Este é um raciocínio estúpido? Certamente. Mas neste mundo cão podemos e devemos usar todas as armas ao nosso alcance. Se os que decidem (os homens e mulheres) se deixam influenciar por isso... Vamos dar-lhes o que eles/as procuram.

  sextrip

quarta-feira, janeiro 16, 2008 4:40:00 da tarde

--> Crestfallen

« Aqui recebem, um subsídio avolutado no momento do contracto, pois achamos que o ordenado mensal cobre as futuras despesas de guarda-roupa. »

aqui (nesta empresa) também cobrirá, pois está bastante acima da média do vencimento "padrão".
contudo achou-se (acharam os sócios) que ao estabelecer e exigir essa "uniformização" se estaria a condicionar as pessoas a adquirirem roupa que não adquiririam de outra forma nem por outra razão.
não é uma "directiva" muito comum em Portugal, poderá até parecer bastante estranha, mas... funciona.

a firma não tem áreas diversas, é toda ela uma única "área"... onde é necessária uma "sobriedade discreta", digamos assim.
o intuito de base foi até o de um determinado estilo, uma "imagem a passar aos clientes" - não foi prevista nenhuma "uniformização sexual", apenas sucedeu por arrasto, naturalmente.

seja culpa de quem for... há algo bastante patente, por exemplo, em reuniões a que compareço com colegas minhas e onde, eventualmente, também comparecem damas com os seus atributos bem, hummm... patentes, digamos assim.
goste-se ou não... as minhas colegas "impõem" respeito e conseguem atenção naquilo que dizem ou para aquilo que fazem!
ainda que, muitas vezes, não seja sobre elas que recaem as atenções mais... "gerais".
é quanto nos basta !

  sextrip

quarta-feira, janeiro 16, 2008 4:56:00 da tarde

--> Crestfallen

« No que eu discordo, pois sempre que escrevo um ataque ao homem, há homens a concordar e discordar, quando faço um ataque à mulher elas protegem-se, como é exemplo disso, este texto. »

no blogue não sinto isso em demasia mas... "lá fora" sim !
salvo muito raras excepções femininas é isso que também sinto.

outra coisa bastante "engraçada" é... um gajo (homem portanto) levantar uma questão criticando o seu próprio género (os homens, portanto) e aparecerem inúmeras concordâncias femininas (o que até será previsível) mas que... não se querem ficar por aí.
pretendem que aquilo que se criticou seja aplicável a "todos os homens", ou seja, esquecendo (não entendo como...) que a questão foi levantada, a crítica foi feita... por um homem.

já me aconteceu diversas vezes, o que (tenho do admitir) me levou a tomar mais cuidado com as criticas que faço ao meu género, junto de "quem" as faço!

porque... eu, quando faço uma crítica a determinada atitude de uma mulher, sou o primeiro a não permitir que um qualquer "machista da tanga" se aproveite das minhas palavras para a sua conveniência machista !

  sextrip

quarta-feira, janeiro 16, 2008 5:27:00 da tarde

revistas femininas...

há-as de vários tipos e nas tipo Lux, Caras, etc, nem sequer lhes leio as bacoradas da capa !
(advogados que sabem onde está o corpo da Maddie ?!?!? desculpem lá, mas... que raio de distracção !!! - não... não li a capa... ouve-se na rádio...)

de quando em quando folheio algumas - aborrecem-me a maioria delas, principalmente por me parecer que estou a reler exactamente o que li em 2000, em 1996, etc...
outras porque, ainda que mais soft fazem no fundo a mesma apologia da "Maria", só que agora não são para "donas de casa"...
saco-lhes algumas receitas, por vezes alguns truques práticos para resolver cenas em casa e divirto-me com os, quase omnipresentes, inquéritos sobre homens enquanto como uns "mon cherries"...

recentemente dei uma espreitada numa, acho que é nova, chamada "objectiva" salvo erro... e gostei do pouco que li.
talvez a passe a comprar, caso não desapareça (pois parece que está com pouca venda).

uma das melhores revistas que adquiro mensalmente, que não é para nenhum dos géneros em especial, é dirigida brilhantemente por uma mulher (até bastante jovem, diga-se)... e valorizo isso muito mais !

outra coisa curiosa é... sempre me contraporem que... há as revistas para mulheres e há as revistas para homens (desde as maxmen às de automóveis, etc...)

bom... a maxmen sim, a FHM também, são DUAS revistas masculinas, mas... o que acontece é que os homens não têm "culpa" de se interessarem por automóveis, aparelhagens, viagens, relógios, ciência, música, economia, vinhos, caça, arquitectura, design, tecnologia, desportos, náutica, aeronáutica, motas e "n" outras coisas !... essas revistas não têm escrito em parte alguma "revista masculina"... são revistas para qualquer género !
se são adquiridas em grande parte, ou na maior parte, por homens... será "outra conversa" !

por mim... prefiro especular acerca de uma mulher a quem veja a ler a National Geographic ou a folhear uma Umbigo do que a outra que encontre a devorar uma Lux...
mas isso... são gostos.

  Pax

quarta-feira, janeiro 16, 2008 5:42:00 da tarde

Sextrip:

Acabei de ler o que escreveste e, de momento, só me APETECE dizer uma coisa:

Humm...adoro mon cheries!
;)

  sextrip

quarta-feira, janeiro 16, 2008 7:18:00 da tarde

--> Pax

eu adoro mulheres... aos mon-cherries só os como.

bem... também como mulheres, mas...

e há mulheres a quem adoro, mas não como...

quero dizer...algumas como, mas não adoro.

o que não significa que não coma algumas que adoro...

hummmm... acho melhor deixar isto para outra altura...

vai um ferrero rocher ?

  Pax

quarta-feira, janeiro 16, 2008 7:56:00 da tarde

Sextrip:

Clarissimamente bem explicado! Lol.

...Eu só como mesmo o que quero mesmo muito comer...
mesmo...
mesmo...
muito...

Não...
Fiquei com o mon cherie na ideia...

  Vanadis

quarta-feira, janeiro 16, 2008 8:08:00 da tarde

Sextrip, lês a umbigo? ;-) a mim mandaram-me exemplares heheheh, é o que dá conhecer as pessoas certas...e dar umas dicazitas de nada na escolha da capa ihihih ;-)(nada de especial, um amigo meu trabalha na umbigo)

Por acaso gosto da revista, mas aqui é dificil de encontrar.

  sextrip

quarta-feira, janeiro 16, 2008 10:14:00 da tarde

--> Vanadis

é uma das que ficam "guardadas" para mim, sim.
aliás, creio ser o único cliente que a adquire naquela loja.
comecei a lê-la a partir do nº4, quando a descobri, mas depois encomendei os números atrasados.
ultimamente tem saído com muita publicidade "disfarçada" de artigo, lol lol, mas... continua a interessar-me e espero que seja uma "fase".
(interessa-me bastante mais a arte e o design do que a "fashion"... mas okay)

dicas para a capa ?!? ah é ? :)
então... parabéns... não te sei dizer de qual goste mais, acho-as sempre excelentes !

costumo comprar a BlueDesign, a I.D. e algumas Wallpaper, assim como as Print que consigo "apanhar", lol...

  Crestfallen

quinta-feira, janeiro 17, 2008 1:05:00 da manhã

Cold_cold_Bitch:

"mas penso que uma mulher bonita pode e deve usar o charme (não estou a falar em subir na horizontal). Este é um raciocínio estúpido? Certamente. Mas neste mundo cão podemos e devemos usar todas as armas ao nosso alcance."

Armas que se viram contra vocês, após os 40 anos... enquanto a reforma é aos 65 anos!

"Se os que decidem (os homens e mulheres) se deixam influenciar por isso... Vamos dar-lhes o que eles/as procuram."

E passado uns anos, são substituidas por mulheres ainda não afectadas pela lei da gravidade!

  Crestfallen

quinta-feira, janeiro 17, 2008 1:08:00 da manhã

sextrip:

"não é uma "directiva" muito comum em Portugal, poderá até parecer bastante estranha, mas... funciona."

Até porque é dedutivel nos impostos, infelizmente após Março de 2008, só poderei deduzir 25% de todas as ajudas de vestuário.

"a firma não tem áreas diversas, é toda ela uma única "área"... onde é necessária uma "sobriedade discreta", digamos assim."

Pois neste caso, são diversas. Lógicamente em publicidade usamos a imagem, mas no que toca a contabilidade, Investimentos, Leasing e créditos, há que manter o nível.

  Crestfallen

quinta-feira, janeiro 17, 2008 1:12:00 da manhã

sextrip:

"recentemente dei uma espreitada numa, acho que é nova, chamada "objectiva" salvo erro... e gostei do pouco que li.
talvez a passe a comprar, caso não desapareça (pois parece que está com pouca venda)."

Não conheço, mas se fizer juz ao nome e for objectiva, não terá aceitação no seio subjectivo das mulheres!

  Crestfallen

quinta-feira, janeiro 17, 2008 1:14:00 da manhã

Vanadis:

"Sextrip, lês a umbigo? ;-) a mim mandaram-me exemplares heheheh, é o que dá conhecer as pessoas certas...e dar umas dicazitas de nada na escolha da capa ihihih ;-)(nada de especial, um amigo meu trabalha na umbigo)"

Há uma revista chamada "Umbigo"? Foda-se! Isso soa-me a uma revista egocentrista, assim tipo o meu blogue "Eu é que sei!"

  sextrip

quinta-feira, janeiro 17, 2008 11:46:00 da manhã

--> Crestfallen

« Há uma revista chamada "Umbigo"? Foda-se! Isso soa-me a uma revista egocentrista, »

é um pouco isso, sim...
- esta Umbigo é minha !!! tira a mão !!! vai comprar a tua... GRRRR...

ahahah...
é uma revista bastante "inner" (não "in") que aborda temas e protagonistas algo marginalizados, alguns descriminados, outros (candidatos a) malditos, muitos bizarros, etc...
é algo "contra corrente", se bem que (já se sabe) com pretensões de ser uma "corrente"... alternativa, minoritária. etc.
mas é honesta e muito interessante.

« assim tipo o meu blogue "Eu é que sei!" »

não !... o teu blogue é "pior".

[diabo] ihihih

  Crestfallen

sexta-feira, janeiro 18, 2008 3:41:00 da manhã

sextrip:

"não !... o teu blogue é "pior"."

Se é melhor que o meu blogue, então não leio!

  Cold_cold_Bitch

sábado, janeiro 19, 2008 12:45:00 da tarde

Crest, na sequência da tua resposta:
1.º_ Eu aos 40 vou continuar boa!
2.º_ Eu aos 40 vou continuar a ser mais forte que a lei da gravidade!
3.º_ Não uso essas técnicas porque... sou tímida! Humpf...
4.º_ Não és capaz de usar o teu charme como auxiliar para conseguir algo? (Se bem que acho que o teu charme está em seres arrogante mas isso é outra história...)

  Crestfallen

segunda-feira, janeiro 21, 2008 12:26:00 da manhã

Cold_cold_Bitch:

"1.º_ Eu aos 40 vou continuar boa!"

A reforma é aos 65... aos 60 estarás boa?

"2.º_ Eu aos 40 vou continuar a ser mais forte que a lei da gravidade!"

E aos 50?

"4.º_ Não és capaz de usar o teu charme como auxiliar para conseguir algo?"

Charme não é corpo!