Ambientalistas!


Está na moda lá por se reciclar, reduzir ao mínimo possível as emissões de gases, dizer-se que se é ambientalista. Depois deste texto, espero que uns deixem de usar esse rótulo, tal como espero ataques pessoais de alguns deles.

Os ambientalistas são regra geral desocupados. São pessoas que gostam de fazer barulho, por um ideal, sem saber exactamente o que estão a dizer. Comentem crimes em nome desse ideal, mas não teem capacidade argumentativa, para o defender. Na maioria dos casos, por falta de informação, o que não é desculpa, mas eles também não são inteligentes ou curiosos ao ponto de estudar um pouco, antes de soltar gritos de guerra.

Temos grupos terroristas ambientalista, da pseudo-defesa dos animais, como ALF e PETA.
Os primeiros, para salvar um rato de um laboratório, fazem questão de fazer milhares de euros em estragos, destruindo todo o equipamento. Cometem crimes que são terrorismo.
O segundo (PETA), acreditam que todos os animais deveriam viver livres, sem interferência humana. Eles acham que o ser humano, nem animais de estimação deveria ter. Todos os animais deveriam ser livres a 100%. A PETA salva os animais, mas abate-os. Não lhes chamam abate mas sim libertação. Não vou falar dos ALF nem da PETA, pois existe um texto, excelente sobre eles, escrito pelo Skynet:

PETA e ALF… Bullshit! Bullshit! And more Bullshit!

Só não poderia escrever este texto sem os referir.

Temos grupos terroristas, como a Greenpeace, que ataca barcos, colocando em risco vidas humanas. Violam a lei com vandalismo de edifícios, estátuas. Fazendo tudo quanto é ilegal, para aparecer na televisão, ser noticia e passar uma falsa mensagem para angariar fundos.

Temos grupos terroristas em Portugal, como os Verde Eufémia, que invadiram e destruiram 1 hectare de milho transgénico, invadindo propriedade privada e cometendo actos de vandalismo. Um grupo que é apoiado pelo Bloco de Esquerda, que entre a segunda e a quarta ganza, se lembram de fazer estas merdas. Temos um outro, bem mais perigoso. Esse grupo, chama-se GAIA. Os Verde Eufémia, não passaram de marionetas nas mãos dos GAIA.

Quando a destruição desse hectare foi noticia, eu inscrevi-me no site dos GAIA, de forma a entrar na discussão sobre os acontecimentos e sobre os transgénicos. No meu texto, apresentei factos e documentos que provam que os transgénicos, não são pequenas bombas nucleares que ingerimos.
Infelizmente, este grupo terrorista não tem gente inteligente nas suas fileiras e no lugar de tentarem argumentar contra o meu comentário, o que fizeram foi apagar o meu texto e banir-me do website deles.

Eles teem pessoas que se dizem, biólogos, mas não sabem nada de biologia. São putos mimados, com pais que financiam as suas ganzas e vidas de hippie, de protesto em protesto de manifestação em manifestação. Adoram gritar slogans, mas não sabem responder a perguntas sobre transgénicos, biofuel, etc.

Dizem que os transgénicos, são venenosos, no entanto podem alimentar todo o mundo e por causa destes grupos ainda se morre à fome em África, enquanto não existem casos de mortes por ingestão de alimentos transgénicos. Dizem que os combustíveis retirados do petróleo deveriam ser substituidos pelo biofuel, sem sequer pensarem que se fizermos isso, o nosso planeta será em breve um deserto.

Existem milhões de hectares em todo o mundo a produzir cereais, para fazer biofuel, no entanto a sua produção alimenta menos de 5% das necessidades mundiais. De maneira a substituir por completo o petróleo, são precisas mais terras. E o que acontece?

1- Os produtores de cereais, vão preferir vender a quem mais paga, ou seja, às companhia energéticas. Isto vai fazer com que as companhias alimentares não tenham acesso a cereais, causando um aumento monstruoso, de produtos como, milho, trigo, centeio, cevada. Em pouco tempo estaremos a pagar 50 euros, por uma sandes mista.

2- Imensos agricultores iriam deixar de cultivar alimentos, cedendo ao dinheiro garantido por produzir cereais para biofuel, gerando um aumento de todos os produtos, até da carne. Por que raio haveriam de ter pastos e esperar meses para engordar um boi, quando se poderiam engordar a eles próprios, com o dinheiro das companhias energéticas?

2- Por mais terras que se usem para cultivar esses cereais, elas nunca vão ser suficientes e mesmo que usem transgénicos, vão ter de cultivar intensivamente. Todos nós que tivemos na escola disciplinas como: Meio-físico, História, Ciências, Biologia e Geografia, sabemos que o cultivo intensivo sem tempo de pousio, leva à desertificação. Sem esquecer a desflorestação para criar esses terrenos, pois só para nos dar o combustível necessário, precisaríamos de cultivar a mesma área de dois "Portugais".

Tudo isto, porque o petróleo vai acabar, o gás natural também, a energia nuclear é ainda vista como um papão e ainda não temos tecnologia para minar a lua. Se em 2012, os Chineses tiverem sucesso no seu projecto de minar Helium3 na lua e se os Americanos, na sua corrida à mesma teta, não causarem uma guerra... pode ser que ainda seja possível ver um futuro bonito.
Claro que quando isto acontecer, lá veem os ambientalistas, gritar que estamos a trazer minério ET para a terra e que nos vai destruir, tipo o Kriptonite ao Super Homem. O que temos de pensar é que um vai-vem espacial, cheio de Helium3, bastaria para alimentar energeticamente os EUA por 6 meses. Isto são boas noticias, partindo do principio que a primeira nação a retirar Helium3 não irá reclamar a lua como sua.

Tudo isto, porque li, uma noticia que me alegrou, vinda do estrangeiro, seguida de outra que me entristeceu, vinda de Portugal.

O relatório anual da Europol, colocou o grupo ambientalista Português GAIA na lista de grupos terroristas na Europa, lado a lado com a ETA e sem os distinguir dos grupos SkinHead europeus. Isto é uma boa notícia, isto é dizer que eles são criminosos e que não podem lutar por aquilo que acreditam, violando as liberdades dos outros, nem cometendo actos de terrorismo. Mas a alegria que senti ao ler isto, foi anulada, pela resposta do Governo Português, que achou o relatório da Europol "exagerado", mas confirma que os actos do grupo GAIA, "se enquadram na definição internacional de terrorismo".
Ora bem, se se enquadra, porque caralho é o relatório da Europol exagerado? Eu acho que o nosso responsável pelo gabinete coordenador de segurança, deveria ser aliviado das suas responsabilidades, após proferir publicamente uma contradição destas. Principalmente, quando "simples" telefonemas anónimos, mesmo que em tom de brincadeira, são considerados terrorismo. Em comparação a um telefonema anónimo, os actos destes ambientalistas, são gravíssimos!

Agora eu pergunto. Porque motivo o líder do grupo Verde Eufémia, um puto que nem falar sabe, não foi preso? Ele até foi à TV dizer, "nós destruímos 1 no meio de 40 hectares, mas demos ao proprietário, milho suficiente para substituir os transgénicos destruídos". Esta besta retardada, devia era ler o Borda D´água, para saber quando o milho pode ser plantado. Ora se o milho já estava crescido quando o destruíram, é por que a altura de o cultivar, já tinha passado.

Bolas, se os vibradores pudessem ser plantados e a sua plantação fosse legal, eu plantaria 10 hectares, só para fornecer os cus de todos estes ambientalistas sem cérebro. E ai do filho da puta, que fosse ao meu terreno, violar a minha plantação, passava de ambientalista a adubo, já que as autoridades nada fazem.

Estes grupos de jovens, não passam de associações de hippies desocupados, de cabelo oleoso, apoiados por partidos de extrema esquerda que passam a vida em reuniões envoltas em fumo de haxixe, enquanto coçam o cu, pois ainda não se habituaram ao fio dental a roçar na anilha!

43 Comentários:

  tavguinu

quinta-feira, maio 15, 2008 2:00:00 da tarde

gostei da conclusão :-D

  PsYcHo_MiNd

quinta-feira, maio 15, 2008 2:12:00 da tarde

Mas fazerem e dizerem tanta estupidez não precisam de ser minimamente inteligentes. A função que desempenham serve com apenas os dois neurónios que os acompanham. Um dia que queira destruir algo basta dizer que pertenço a um movimento ambientalista e que ali se faz uma qualquer merda anti- ambiente, nada me acontece e ainda sou capaz de ganhar uma medalha!

  vita

quinta-feira, maio 15, 2008 2:42:00 da tarde

Bem..sem comentarios..o texto está excelente e a conclusão fez-me rir..;)

  Erotic Spirit

quinta-feira, maio 15, 2008 3:51:00 da tarde

Love this post!!!
Everything u mention is a reality - there is a food crises going on in t he world and I don't know if stupidity just smack people or what but think few people are aware of it!
Right now the price of cereals skied rocketed ... producers are producing and selling to the highest bidder and that is not the food industry. I'm in the bakery business and for the 1st time my flour supplier ration my flour purchases... the prices of flour tripled in 4 months and there isn't enough rye flour to go around! Farmers are turning to corn for the energy industry.
The cost of eating tripled in the last 4 months, the cost of oil is out of wack and will remain so - where does this leave us? with very little space for idiotic ideas - there are people dying of hunger in our backyards and soon it will come right into our own house

  leandroribeiro

quinta-feira, maio 15, 2008 4:00:00 da tarde

Foda-se, andas-me a irritar: as ideias no lugar, bem articuladas, uma percepção lúcida, conhecimento de causa - e as vírgulas mais mal cagadas da blogosfera (a que interessa, claro).

Dá vontade de te dar chapadas :\

  Pax

quinta-feira, maio 15, 2008 5:01:00 da tarde

Não vou comentar os supostos malefícios dos transgénicos porque nada sei sobre isso e acho que os se fala do que se sabe ou é melhor estar-se calado.

Seja como for, se alguém for ferido e precisar de que se lhe faça um curativo para não se esvair em sangue, é isso que terá de se fazer primeiro, ao invés de correr atrás do bandido que o feriu.

Li o "Sétimo Selo" do J.R.Santos e, apesar de não o achar o melhor dele, fez-me pensar muito seriamente no futuro próximo do nosso planeta.

Cada lider mundial tem andado a empurrar com a pança os problemas do fim da energia para o governo seguinte, mas está a chegar o momento de já não ter a quem passar a batata quente.

É bom que eles acordem e que nós tenhamos consciência de que há que desenterrar a cabeça e ver as consequências das últimas décadas de exploração que fizemos ao nosso planeta.

Apesar de o não achar brilhante em termos literários, achei-o brilhante e assustadoramente realista em termos de visão de futuro.

Se continuarmos como estamos, a terra vai transformar-se num grande deserto sim, mas nem vai ser por causa da plantação exaustiva, não teremos tempo para chegar a esse ponto.

Bom texto.
O que gostei menos foram mesmo os dois últimos parágrafos.

  Pax

quinta-feira, maio 15, 2008 5:44:00 da tarde

Um aparte para justificar o porquê de ter gostado menos dos dois últimos parágrafos:

O texto está demasiado bom para que no fim o mistures com plantações de vibradores, caracteristicas de higiene, fios dental, anilhas ou seja lá mais o que for.

  Foi Bom

quinta-feira, maio 15, 2008 6:39:00 da tarde

Ai que tenho que concordar contigo. Nos meus tempos de menina e moça estive envolvida num projecto ambiental, onde conheci gente seria, que luta por ideias a serio, que acredita que e' realmente possivel melhorar. Percorri o sul do pais, de uma ponta a outra, com o meu grupo ambientalista, observei a migraçao das aves, o que deveria de ser o seu habitat natural, conheci especies animais e vegetais verdadeiramente fascinantes, e enchi-me de sonhos...Sao poucas, raras ate, as pessoas que lutam por uma melhoria do planeta, que lutam por aquilo que esta realmente certo. E nao sao, decerteza absoluta, as mesmas pessoas que destroiem seja o que for para se fazerem ouvir, ou para apenas aparecer!!!

  afectado

quinta-feira, maio 15, 2008 10:23:00 da tarde

Mais uma vez, excelente texto!

Prepara-te... já devem estar ataques a caminho...

Abraço!

  Joana

quinta-feira, maio 15, 2008 10:53:00 da tarde

Passei para te deixar um jinho, já cá não vinha faz tempo!
Mas prometo ser mais regular. Espero q estejas bem, um beijo.

  Afrika

sexta-feira, maio 16, 2008 12:28:00 da manhã

Epa, a serio ja tou pra te comentar jaz duas vezes mas cada vez que vou fazer fico com uma certa preguiça mental... e não me apetece nada usar o ultimo neurónio que tenho ao serviço. como tal pois, beijoka.

  Sheila

sexta-feira, maio 16, 2008 1:44:00 da manhã

Eu reciclava ate ver os homens do lixo irem buscar os contentores de reciclagem e misturarem tudo...obrigado sim?! epa sinceramente...
bem


beijinho*

  Anónimo

sexta-feira, maio 16, 2008 3:46:00 da manhã

Acreditas realmente que se usarem os tais transgenicos que se vai alimentar quem tem fome?
Ou vai ser desperdiçado o excesso?
Achas que o governo japones precisa realmente de matar tantas baleias para fins "cientificos"?
Nao te parece que ha ainda uma diferençazita entre os tipos que atiram com avioes contra edificios e quem destreoi um campo de milho?
ps:excelente texto como sempre. hehehehe

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:01:00 da manhã

tavguinu:

"gostei da conclusão :-D"

Mais do que uma conclusão sobre os ambientalistas é sobre toda a esquerda radical.

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:03:00 da manhã

PsYcHo_MiNd:

"A função que desempenham serve com apenas os dois neurónios que os acompanham."

2? Eu não tenho assim tanta fé!

"Um dia que queira destruir algo basta dizer que pertenço a um movimento ambientalista e que ali se faz uma qualquer merda anti- ambiente, nada me acontece e ainda sou capaz de ganhar uma medalha!"

Se o cao do teu vizinho cagar no teu jardim, podes matá-lo e dizeres que és da PETA e que na verdade libertaste o cao dos abusos humanos!

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:04:00 da manhã

vita:

"e a conclusão fez-me rir..;)"

E foi das conclusões mais sentidas que já escrevi!

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:07:00 da manhã

Erotic Spirit:

"Right now the price of cereals skied rocketed ... producers are producing and selling to the highest bidder and that is not the food industry. I'm in the bakery business and for the 1st time my flour supplier ration my flour purchases... the prices of flour tripled in 4 months and there isn't enough rye flour to go around!"

Flour is a big problem, prices went up in Europe also, it created a crisis in Italy, since the prices of pizza went sky high. In the last days a crisis started with rice. It makes no sence to have a rice crisis, when Asia overproduces...

"there are people dying of hunger in our backyards and soon it will come right into our own house"

Very true.

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:08:00 da manhã

leandroribeiro:

"Dá vontade de te dar chapadas"

Ainda se fosses uma gaja boa :)

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:12:00 da manhã

Pax:

No entanto os dois últimos parágrafos, sao os meus mais profundos sentimento em relação a estes seres e à esquerda radical, que em Portugal é representada pelo bloco de esquerda. Haverá dúvidas que aquele ar desconfortável e deslavado do Louçã, é devido a uma mistura de haxixe com fio dental em tecido sintético?

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:14:00 da manhã

Foi Bom:

"Percorri o sul do pais, de uma ponta a outra, com o meu grupo ambientalista, observei a migraçao das aves, o que deveria de ser o seu habitat natural, conheci especies animais e vegetais verdadeiramente fascinantes, e enchi-me de sonhos..."

Nao tenho nada contra, esse grupos andarem a contar passarinhos, para depois dizer que cada vez há menos, o problema é quando pegam nas armas erradas.

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:16:00 da manhã

afectado:

"Prepara-te... já devem estar ataques a caminho..."

Quando escrevi o texto, acreditava que poderia ser atacado, mas depois percebi que isso não era possível, pelo menos um ataque argumentado, pois se um ambientalista soubesse argumentar contra o que digo, eu não teria esta opinião.

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:16:00 da manhã

Joana:

Obrigado.

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:17:00 da manhã

Afrika:

Há terceira é de vez :P 12:28:00

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:26:00 da manhã

Sheila:

"Eu reciclava ate ver os homens do lixo irem buscar os contentores de reciclagem e misturarem tudo...obrigado sim?! epa sinceramente..."

O processo inicial de reciclagem, não é reciclagem é educação popular. Os governos como o Português, iniciaram um processo de educação, habituar a população a reciclar antes de justificar a construção de empresas recicladoras.

O mesmo se passou em todos os países da Europa. Hoje onde moro existe um reciclagem eficaz:

1x por semana existe recolha do lixo.
1x por semana existe recolha de papel
1x por semana recolha de plásticos e equipamentos electronicos.

O excesso de lixo é levado à central de reciclagem da zona residencial, havendo diversas em cada cidade.

As garrafas, quer sejam vidro ou plástico, passaram a ter tara, ao entregar em qualquer supermercado, recebemos 25 cêntimos por garrafa de plástico ou lata, 8 cêntimos por cada garrafa de vidro.

Nas zonas de divertimento onde a malta com os copos deixa garrafas por todo o lado e nem sempre nos caixote, o dinheiro da tara, justifica que dezenas de sem abrigo, facam essa recolha só para receber o dinheiro da tara.

Mas a população aqui, também iniciou a reciclagem antes de ela existir.

Quanto a reciclar... sabias que se fores de carro a um centro de reciclagem a 10km de tua casa, levar um único jornal, é como se o teu carro não tivesse poluído nessa viagem?

  Crestfallen

sexta-feira, maio 16, 2008 11:43:00 da manhã

Anónimo:.

"Acreditas realmente que se usarem os tais transgenicos que se vai alimentar quem tem fome?"

Uma das maiores empresas de transgénico Europeia, ofereceu cereais transgénicos ao Sudao. Ceriais que iriam cobrir 60% das necessidades do país. A Greenpeace foi a Sudao e afirmou perante cameras de televisao, que isto era uma tentativa de assassinar o povo Sudanes. O Sudao recusou qualquer ajuda humanitária em transgénicos. O mesmo se passou com o Zimbabué, onde uma empresa Inglesa se ofereceu para fornecer sementes para tornar o país mais uma vez, no maior produtor de cereais Africano. A Greenpeace fez o mesmo e o país recusou.

Parece que os donativos que a Greenpeace recebe, só serve para comprar equipamentos para trepar a estátuas e prédios, bem como para viagens onde sao assinadas sentenças de morte de milhares de pessoas.

Se eu acredito que os trangénicos podem ajudar Africa? Acredito, pois com os milhoes que gastamos em ajuda humanitária temporária, poderiamos gastar menos e fornecer um solucao permanente. A Europa que isso, pois tem mais que fazer ao dinheiro.

"Achas que o governo japones precisa realmente de matar tantas baleias para fins "cientificos"?"

Eu não disse que a caca à baleia é justificável, eu disse que nao é aceitável a forma como a Greenpeace ataca os barcos, colocando a vida dos pescadores em risco.

"Nao te parece que ha ainda uma diferençazita entre os tipos que atiram com avioes contra edificios e quem destreoi um campo de milho?"

O terrorismo nao sao só atentados com bombas atentados com ou sem material nuclear ou radioativo, ou bioterrorismo, terrorismo químico. O terrorismo é também, qualquer crime contra a pessoa e o património.

O terrorismo é algo novo, mas está legislado.

Um terrorista que planeie um ataque, um terrorista que detone uma bomba destruindo instalações e um terrorista que mate, todos vão ter penas de prisão diferentes, tal como quem destrói um campo de milho terá uma pena menos severa. No entanto é terrorismo, pois atentou contra o património, além do crime de invasão de propriedade privada.

Quanto ao milho, podem dizer o que os Verde Eufemia disseram "foi só 1 hectare em 40". Mas eu nao digo que foi 1 hectare, pois a última vez que vi, 1 hectare sao 10,000 metros quadrados e isso é uma quantidade assustadora.

Os ambientalistas tiveram energia para destruir tudo isso. Mas eu pergunto, se fossem 40 hectares de milho normal e se agricultor pedisse ajuda a esse grupo para lhe apanhar um hectare de milho, será que eles ajudavam?

Claro que não, ajudar não tem piada nenhuma, a piada está em fazer merda e aparecer na televisão!

  Pax

sexta-feira, maio 16, 2008 1:18:00 da tarde

"Haverá dúvidas que aquele ar desconfortável e deslavado do Louçã, é devido a uma mistura de haxixe com fio dental em tecido sintético?"

Não faço a minima ideia!
Nem faço questão de me imiscuir na sua lingerie para o descobrir!
:)

  Anónimo

sexta-feira, maio 16, 2008 3:16:00 da tarde

Gostaria de saber como é que os Verde Eufémia conseguiram destruir 1 hectare de milho transgenico e nenhum dos resposaveis foi preso ou multado

  Mauricio Kanno

sexta-feira, maio 16, 2008 6:53:00 da tarde

Neste blog só se diz merda!!

Crestfallen.. quando caíste do berço bateste com a cabeça no chão e ficaste assim.. acéfalo!

As preocupações ambientais são de extrema importância para o futuro do planeta, mas é claro que pessoas egocêntricas e cheias de mania como tu, nunca conseguirão ver para lá do próprio umbigo!

  marta

sexta-feira, maio 16, 2008 8:25:00 da tarde

Como sempre gostei do texto.
Quanto aos transgénicos, não formei ainda uma opinião, portanto, não falo do que não estou certa.
Os radicais, sejam de esquerda ou de direita enjoam-me sempre! Concordo que há muitas formas de terrorismo. Se invadirem o que é meu e destruírem, eu chamo isso de terrorismo sim! Certamente que se o fizessem com eles também achariam o mesmo.

Quanto à reciclagem, já se faz em Portugal. E já se faz há uns anos. Independentemente do período experimental de que falas.
O que acontece é que depois da recolha é feita uma separação e triagem.
O material colocado nos ecopontos não vai para aterro, mesmo que se misture o vidro com as embalagens ou com o papel, esses materiais são posteriormente separados e tratados de forma diferente.

Portanto seria interessante e muito importante que aprendêssemos finalmente a fazê-lo!

A preocupação ambiental começa nas nossas casas. Separando o lixo, diminuindo o consumo de água, etc.

Aqui está um bom tema para um post! Tens audiência e consegues passar a mensagem, porque não?

  Physalia physalis

sexta-feira, maio 16, 2008 11:05:00 da tarde

pronto. tás na minha área...e eu concordo! revelo-me um pouco mais: sou bióloga marinha e...
- sou mt a favor dos transgénicos;
- apoio a energia nuclear a 100% (para os que não sabem é uma energia não poluente e se é para explodir então que seja logo de uma vez - porque com as centrais nucleares existentes aqui no país vizinho isto estoira de qualquer forma);
- sou contra qualquer tipo de organização terrorista verde (se bem que sou uma fãn convicta da Greenpeace mas não concordo com algumas das suas atitudes - mas é preciso referir que se não fossem algumas delas havia muito por fazer ainda!)
- não acho que o biofuel seja uma via de substituição do petróleo porque a destruição, só para o criar, é mais devastadora do que o petróleo em si (existem outras energias alternativas como o hidrogénio que é completamente inofensivo e um combustível em franca expansão e não contribui para o aquecimento global!);
- conduzo um carro a gasolina 95 mas sou a favor dos metros e autocarros (o uso de transportes colectivos diminui o foco de poluição - 1 carro polui menos do que 50, simples não é?);
- reciclo e poupo água;
- não deito lixo para o chão e ajudo na limpeza das praias sempre que possível;
- não tenho o cabelo oleoso nem sou hippie (mas ok gosto dos ABBA);
- não estou associada a nenhum partido e tenho medo da política!
- não fumo (nem sequer tabaco quanto mais haxixe...);
- ora o coçar o cú...bom isso depende né? mas não é por usar fio dental porque não gosto do "roça-roça" na anilha :)
- estou desempregada mas porque optei seguir o mestrado;
- não faço barulho porque considero que é poluição sonora (só buzino no carro com aqueles/as condutores/as de domingo que vão na faixa do meio quando no código diz lá bem que é para se andar o mais à direita possível - vacos/as);
- Ah!...
- SOU AMBIENTALISTA!!!!!!!! (mas sou Humana);

Bom, será que os anónimos são estúpidos ao ponto de contrariar uma bióloga que diz que o teu texto está excelente???? ;)
Algo me diz que sim...se calhar é porque não comem nada transgénico nem de aquaculturas.......

  Crestfallen

sábado, maio 17, 2008 9:26:00 da manhã

Pax:

"Não faço a minima ideia!
Nem faço questão de me imiscuir na sua lingerie para o descobrir!
:)"

Eheheh

  Crestfallen

sábado, maio 17, 2008 9:27:00 da manhã

Anónimo:

"Gostaria de saber como é que os Verde Eufémia conseguiram destruir 1 hectare de milho transgenico e nenhum dos resposaveis foi preso ou multado"

Debaixo da desculpa ambientalista, em vez de castigo, recebem protagonismo!

  Crestfallen

sábado, maio 17, 2008 9:33:00 da manhã

Mauricio Kanno:

Parabéns, conseguiste fazer o primeiro comentário idiota deste texto!

"Crestfallen.. quando caíste do berço bateste com a cabeça no chão e ficaste assim.. acéfalo!"

Sendo acéfalo, consigo argumentar melhor que tu, por estar melhor informado que tu... agora imagina a minha genialidade se não tivesse caido do berço? Seria ainda mais fantástico do que sou!

"As preocupações ambientais são de extrema importância para o futuro do planeta, mas é claro que pessoas egocêntricas e cheias de mania como tu, nunca conseguirão ver para lá do próprio umbigo!"

As preocupações sim, as acções violentas contra a integridade física e património de terceiros, sao dignos de animais irracionais como as ambientalistas. A tua liberdade termina onde começa a minha.

Em que é que os transgénicos afectam o meio ambiente? Vai estudar um pouco antes de vires aqui arrotar a peixe.

Até lá, desampara-me a loja. Depois de te informares sobre os temas que abordo "transgénicos e biofuel", terei todo o prazer em te envergonhar publicamente, escusas de o fazer sozinho :P

  Crestfallen

sábado, maio 17, 2008 9:37:00 da manhã

marta:

"Quanto à reciclagem, já se faz em Portugal. E já se faz há uns anos. Independentemente do período experimental de que falas."

Isso eu sei. O período experimental, foi nos anos 90, a quando da primeira distribuição de sacos para separação do lixo. Até porque os países que não reciclam certos materiais, exportam-nos.

A Alemanha cria mais lixo do que aquele que pode reciclar, por isso tornou-se um exportador de lixo. A China compra diariamente milhares de toneladas de lixo Alemão.

"A preocupação ambiental começa nas nossas casas. Separando o lixo, diminuindo o consumo de água, etc.

Aqui está um bom tema para um post! Tens audiência e consegues passar a mensagem, porque não?"

Fica a ideia.

  Crestfallen

sábado, maio 17, 2008 9:52:00 da manhã

Physalia physalis:

"pronto. tás na minha área...e eu concordo! revelo-me um pouco mais: sou bióloga marinha e...
- sou mt a favor dos transgénicos;"

A segunda bióloga a concordar com o meu texto, o que confirma aquilo em que acredito e que não estou tão mal informado como o idiota do Mauricio Kanno acha.

"- apoio a energia nuclear a 100% (para os que não sabem é uma energia não poluente e se é para explodir então que seja logo de uma vez - porque com as centrais nucleares existentes aqui no país vizinho isto estoira de qualquer forma)"

A malta confunde energia nuclear com armamento nuclear. O último acidente nuclear na Europa, aconteceu ainda nos tempos primitivos das centrais.

"mas é preciso referir que se não fossem algumas delas havia muito por fazer ainda!)"

A Greenpeace tem o seu lado bom, mas o que fizeram no Sudao, nao tem desculpa. Uma coisa certa nao repara um errada e o que fizeram irá matar milhares de pessoas naquele país e em África.

"- não acho que o biofuel seja uma via de substituição do petróleo porque a destruição, só para o criar, é mais devastadora do que o petróleo em si (existem outras energias alternativas como o hidrogénio que é completamente inofensivo e um combustível em franca expansão e não contribui para o aquecimento global!)"

Existiu um projecto Alemao, que foi colocado de parte (oficialmente) devido a críticas mundial. O projecto consistia numa bateria que alimentaria os automóveis durante 10 anos, tempo em que seria recarregada. A polémica é que a bateria continha uma forma de energia nuclear.

"- não deito lixo para o chão e ajudo na limpeza das praias sempre que possível"

Sabias que em Portugal, fazer uma limpeza de praia ou matas, sem autorizacao camarária, dá direito a multa? É fantástico!

"- não tenho o cabelo oleoso nem sou hippie (mas ok gosto dos ABBA)"

Essa é mais dirigida aos Verde Eufémia, o seu líder nem para ir à TV lavou o cabelo :P

"- não faço barulho porque considero que é poluição sonora"

Ahahaha, essa escapou-me :P

"Bom, será que os anónimos são estúpidos ao ponto de contrariar uma bióloga que diz que o teu texto está excelente???? ;)
Algo me diz que sim...se calhar é porque não comem nada transgénico nem de aquaculturas......."

Eles sabem lá o que comem!

A única coisa que concordo é que os alimentos transgénicos sejam rotulados tal como os biológicos, pois concordo que as pessoas teem o direito de saber o que comem. Mas teem o dever de falar só do que sabem.

  anatcat

domingo, maio 18, 2008 3:09:00 da manhã

a mim também me toca no nervo a ignorância, a incúria, o preconceito de quem só não sabe porque não quer saber, porque acredita no que dizem porque não está para se incomodar ou chatear em informar-se... mais do que sobre ambientalistas, disseste sobre a maneira de estar na vida, e é aqui que me identifico com o crest...

bjs

  Mauricio Kanno

quarta-feira, maio 21, 2008 1:48:00 da tarde

Bem, fiquei em dúvida entre apagar ou não a sua mensagem, por seu linguajar certamente inadequado, e afirmações generalistas ofensivas. Além de ser um autor anônimo (mesmo o endereço deixado como indicação não leva a lugar algum).

Mas vamos responder, vai. É sempre um exercício interessante, e pode ser útil para informações dos demais.

Os seus comentários idiotas só sao justificados por ser jornalista e nada de inteligente se pode esperar.

Muito bem. Ou seja: afirmou que todos os jornalistas são burros. Esta ofensa generalista, preconceituosa e sem qualquer razoabilidade e justificativa creio que nem preciso responder, né?

E afirmou que meus comentários são "idiotas". Comentários? Este post foi apenas uma matéria de divulgação de evento, simplesmente. As informações são basicamente sobre a biografia do palestrante; e fatos da agricultura mundial, como "O palestrante abordará os problemas ambientais e sociais da pecuária e do cultivo da soja, incluindo o fato de 80% dos grãos de soja do mundo se destinarem para a ração animal, a febre do biodiesel, além de mostrar alternativas, como pela criatividade de agricultores familiares no Brasil e Europa."

Por favor, queira contestar estes dados. Mas dê uma olhada antes neste estudo, cujas fontes vão de FAO/ONU a IBGE: www.svb.org.br/vegetarianismo/downloads/livros/impactos-sobre-o-do-uso-de-animais-/download.html

===================

Mas se de facto é pesquisador, pesquise sobre transgénicos e biofuel, depois, poderás vir com as teorias da treta ambientalistas falar comigo.

Opa, aqui parece que pude ao menos identificar a origem do autor do comentário, pareces ser lusitano, ora pois!

Transgênicos, ok; é uma outra questão problemática ambiental, bandeira do Greenpeace; "biofuel" deve ser um termo lusitano que signifique biocombustíveis, certo? Apóio em parte a luta contra os transgênicos, apesar de não achar que seja o mais importante na luta ambiental; e gosto de apoiar sim a pesquisa de geradores de energia limpos; mas o que isso tem a ver? Não é porque existem certos problemas que não podemos divulgar outros do meio ambiente.

===================

Após essa pesquisa, podes pesquisar sobre a PETA e a ALF e depois vem falar comigo sobre a defesa dos direitos dos animais.

Quanto à PETA, eles aparentemente não são abolicionistas, são bem-estaristas. Fazem campanhas sexistas, matam animais, entre outras coisas com as quais eu e outros abolicionistas discordamos totalmente.

Infelizmente, se arrogam o título de defensores dos direitos animais, o que confunde muita gente, como você.

A ALF (Front de Libertação Animal) já é mais polêmica; eu fica em dúvida entre apoiar ou não suas ações, mas tendo para o apoio. Pois eles jamais praticam violência, seja para animais humanos ou animais. Apenas resgatam animais inocentes aprisionados e causam prejuízo para empresas carcereiras; o que pode levar a atos criminosos, claro. Mas é a defesa de vidas inocentes contra a defesa da propriedade privada, legitimada pela lei: o que você escolhe defender?

=====================

Ser ambientalista tudo bem, mas sem entrar no campo da idiotice onde estás e onde estao a maioria dos ambientalistas, em particular os simpatizantes de esquerda.

Que divertidas essas pessoas que adoram atirar ofensas sem justificativas! É por isso que se mantêm anônimas.

Quanto a ser simpatizante de esquerda, corrijo: me orgulho por ser totalmente de esquerda, ou seja: busco mudanças sociais, e não a manutenção de uma estrutura de poder com privilegiados e injustiça.

====================

O senhor, como a maioria dos jornalistas, deveria investigar antes de abrir o bico e falar do que nao sabe. E se nao sabe, como prova que nao percebe um cu de transgénicos, deveria respeitar a ética jornalista e manter-se neutro.

O que o mundo nao precisa é de mais um jornalista idiota com opiniao. A imparcialidade é a única coisa decente na sua profissao! Nao a estrague!

Bem, não sei por que insiste em falar de transgênicos, não foi o assunto da pequena matéria deste post.

Quanto à imparcialidade, parece ingenuidade sua esta defesa apaixonada. Todo estudante de Jornalismo e estudioso da mídia/imprensa sabe que isto não existe. Em toda publicação e comunicação existem intenções. Como você acha que os jornais escolhem o que vai sair ou não vai sair? O enfoque que será dado?

É claro que há aqueles que decidem por deixar clara sua posição e ideais, outros que decidem por tentar esconder isto. Mas sempre haverá enfoques. Meu compromisso, como jornalista e cidadão, sempre será com a verdade e a justiça, de acordo com o que pude apurar com o maior esforço até o momento. Foi pensando nisto que me tornei jornalista, e o sou com orgulho.

  Crestfallen

quarta-feira, maio 21, 2008 3:58:00 da tarde

Mauricio Kanno:

"Bem, fiquei em dúvida entre apagar ou não a sua mensagem, por seu linguajar certamente inadequado"

Idem idem, aspas aspas.

"Mas vamos responder, vai."

Gostaria que escrevesse, "vamos responder, vamos". É que está a escrever na terceira pessoa do plurar e termina a frase na segunda pessoa do singular. Isso é um desrespeito pela lingua portuguesa, caracteristica muito comum em jornalistas.

"Os seus comentários idiotas só sao justificados por ser jornalista e nada de inteligente se pode esperar.

Muito bem. Ou seja: afirmou que todos os jornalistas são burros."

Nao, eu afirmei que todos os jornalistas sao idiotas, em particular quando escrevem matérias de opiniao própria, no lugar de serem neutros e imparciais.

"Esta ofensa generalista, preconceituosa e sem qualquer razoabilidade e justificativa creio que nem preciso responder, né?"

Né não cara, não tem como provar o contrário!

"E afirmou que meus comentários são "idiotas". Comentários? Este post foi apenas uma matéria de divulgação de evento, simplesmente. "

Passo a explicar: O seu post é um texto e nao um comentário, se nao sabe o que é o comentário, pode ir a um dicionário. Algo que todos os jornalistas deveriam ter.

"O palestrante abordará os problemas ambientais e sociais da pecuária e do cultivo da soja"

Palestrante...

"incluindo o fato de 80% dos grãos de soja do mundo se destinarem para a ração animal, a febre do biodiesel, além de mostrar alternativas, como pela criatividade de agricultores familiares no Brasil e Europa."

Está calado, tu e os teus amigo ambientalistas, primeiro choram o uso do petróleo e que deveriamos recorrer ao biodiesel, agora que usamos biodiesel, já está errado, porque os bichos nao comem!

Isso é o que faz ambientalistas idiotas, falarem do que não sabem. Nunca estão satisfeitos. Nao apresentam soluções e quando o fazem a solução é ainda pior.

"www.svb.org.br/vegetarianismo/downloads/livros/impactos-sobre-o-do-uso-de-animais-/download.html"

Li, não tem pés nem cabeça! Se o ser humano fosse vegetariano, teríamos uma dentição como as vacas!

Se todos deixarmos de comer carne. vocês oa ambientalistas veem mais tarde chorar que o porco doméstico está em extinção, juntamente com muitos outros animais de abate!

Ninguem vos impede de serem estúpidos, mas não venham com merdas sem nexo para cima de mim!

  Crestfallen

quinta-feira, maio 22, 2008 5:28:00 da manhã

anatcat:

"mais do que sobre ambientalistas, disseste sobre a maneira de estar na vida"

Mas essa maneira de estar na vida é o conformismo, os ambientalistas sao conformistas no que toca ao seu limitado conhecimento, mas protestam na mesma. Contradizem o seu próprio conformismo, entrando no ridiculo!

  Crestfallen

quinta-feira, maio 22, 2008 5:51:00 da manhã

Mauricio Kanno:

Continuando...

"Opa, aqui parece que pude ao menos identificar a origem do autor do comentário, pareces ser lusitano,ora pois!"

Deixei o meu blogue devidamente identificado!

"Transgênicos, ok; é uma outra questão problemática ambiental, bandeira do Greenpeace"

Idiotice ambiental!

""biofuel" deve ser um termo lusitano que signifique biocombustíveis, certo?"

Nao, é um termo internacional!

"Apóio em parte a luta contra os transgênicos"

Tens opcoes? Nao? Entao nao podes estar contra, quando nao tens uma opcao a favor!

"e gosto de apoiar sim a pesquisa de geradores de energia limpos; mas o que isso tem a ver? Não é porque existem certos problemas que não podemos divulgar outros do meio ambiente."

Mas... e opcoes alimentares aos transgénicos? Nada?

"Quanto à PETA, eles aparentemente não são abolicionistas, são bem-estaristas. Fazem campanhas sexistas, matam animais, entre outras coisas com as quais eu e outros abolicionistas discordamos totalmente."

Mas concordam com canis e asilos de animais, em que sao colocados em minusculas jaulas? Porque raio nao lutam por uma educacao popular em vez de fazerem barulho sem nexo?

"Infelizmente, se arrogam o título de defensores dos direitos animais, o que confunde muita gente, como você."

Ou seja, toda a gente que tem a mente aberta e nao está cego por ideologias idiotas. A ideologia de criticar sem apresentar solucoes!

"A ALF (Front de Libertação Animal) já é mais polêmica; eu fica em dúvida entre apoiar ou não suas ações, mas tendo para o apoio. Pois eles jamais praticam violência, seja para animais humanos ou animais. Apenas resgatam animais inocentes aprisionados e causam prejuízo para empresas carcereiras; o que pode levar a atos criminosos, claro. Mas é a defesa de vidas inocentes contra a defesa da propriedade privada, legitimada pela lei: o que você escolhe defender?"

Ligitimada pela Lei? Entao porque motivo a lider da ALF, Rodney Coronado se encontra preso, sujeito a dezenas de anos de prisao nos EUA? A sua defesa está a ser financiada pela ALF e pela PETA, ou seja por todos aqueles que dao donativos. Rodney Coronado é presença comum em vários congressos de direitos animais, onde sobe ao palco e ensina às pessoas como construir bombas! Até a escolas e universidades ele ia.

Sem os testes em animais, o que sugeres? Eu quero ouvir ou ler de um ambientalista solucoes e nao criticas. Como esperas TESTAR OS MEDICAMENTOS? Em humanos? Ofereces-te como cobaia, para novas vacinas?

Sem testem em animais nao teriamos:

Vacinas: Antrax, Varicela, Sarampo,
Cólera, Difteria, Gripe, Influenza B, Hepatite A e B, Rubéola, Papeira, Poliomielite, Raiva, Varíola, Tétano, Tosse convulsa, Febre amarela

Medicamentos:

Insulina,
Penicilina,
Streptomicina,
Drogas anti-inflamatórias,
Anestésicos,
Anticoagulantes,
Quimioterapia,
Ciclosporina,

Máquinas:

Pacemakers,

Coração artificial,
Anca artificial,
Joelho artificial,
Procedimentos:

Angioplastia,
Transplante de coração,
Transplante de rins,
Transplante de fígado,
Transplante de córneas,

Sem tudo isto a nossa exticao seria uma realidade.


--------------------------


"Quanto a ser simpatizante de esquerda, corrijo: me orgulho por ser totalmente de esquerda, ou seja: busco mudanças sociais, e não a manutenção de uma estrutura de poder com privilegiados e injustiça."

Como será que eu adivinhei?
Se lutas por isso, sabias que extrema direita luta pelo mesmo? Tanto as esquerda como a estrema direita, baseiam-se em principios marxistas!

"Todo estudante de Jornalismo e estudioso da mídia/imprensa sabe que isto não existe. Em toda publicação e comunicação existem intenções. Como você acha que os jornais escolhem o que vai sair ou não vai sair? O enfoque que será dado?"

É esse o problema do jornalismo em geral, dao uma noticia influenciando quem le a partilhar uma opiniao. Quem assim é, confirma a teoria de que há jornalistas e aqueles que se enganaram no curso.

Quanto a ofensas que proferi contra o senhor, mantenho todas elas visto que as justifiquei e o senhor com a sua teimosia idiota de quem nao tem opcoes ou solucoes, veio confirmar. No entanto as suas ofensas no seu primeiro comentário continuam por explicar...

Pelo menos eu lí as idiotices que escreve, dignas de um seguidor cego de um culto estranho!

Quer defender os animaizinhos, vá a um laboratório e ofereca-se para testes!

  A Grafonola

quinta-feira, maio 22, 2008 3:22:00 da tarde

LOOL, ia ler primeiro o post do inicio do blog, e deparei com o facto de estares tristinho por este post aqui não ter causado a oposição que esperavas. Pensei, deixa lá ir fazer uns estragos e alegrá-lo um pouco. Mas tenho uma má noticia....não posso opôr-me e dar-te discussão...é que, para além de detestar discutir (LOL), concordo com todas as consoantes, vogais, virgulas e pontos finais do teu texto...ou seja, tenho exactamente a mesma opinião sobre esses grupos ambientalistas e sobre os que o skynet estudou: cambada de terroristas, nada mais.
Por alguma razão os cientistas que realmente percebem do assunto se autodenominam de ecologistas, e não de ambientalistas.
Vi essa entrevista do puto dos verde eufémia com o mário crespo, e parti a moca a rir, porque o mário cresto se fartou de gozar com ele...
Os transgénicos são o nosso futuro. É verdade que os seus efeitos nos ecossistemas só serão conhecidos dentro de vários anos. Mas não me venham com tretas de que como são mais resistentes vão eliminar o milho selvagem...ou seja, é verdade que isso acontece, e que podem ameaçar a biodiversidade, mas, se à partida sabem que isso pode vir a acontecer, que tal se tomarem medidas para o evitar, mmm? Por exemplo, fazer uma biblioteca com o genoma do milho selvagem? Assim, no caso de realmente desaparecer, têm as ferramentas para o recriar.
Em Portugal temos a quercus (que eu, ingenuamente chamei de quer cús...) e aqui em baixo temos a almargem. Mas, não são ambientalistas...são ecologistas, que é algo bem diferente...por acaso um dos chefes da almargem foi meu professor de ecologia, e que percebia daquilo, percebia.
Bem, o único ponto de discussão que te consigo arranjar agora, para ficares um niquinho mais contente, é o facto de ser necessário separar trigo do joio: há os ambientalistas e há os ecologistas. Não são farinha do mesmo saco.
Não me considero uma pessoa ecológica, visto que utilizo um carro que liberta monoxido e dioxido de carbono, porque não tenho mais nenhuma opção (a alternativa é passar quatro horas num comboio ou autocarro - ida e vinda- para fazer um percurso de 40 minutos, em que expilo os mesmos poluentes que aqueles comoboios e autocarros da idade da pedra...). Mas considero-me preocupada, pelo que reciclo, aplico técnicas de poupança de energia (e ensino-as, LOOOL, ou melhor, estou sempre a pregar ralhetes às pitas por deixarem o raio dos transformadores dos telemoveis ligados à corrente...será um acto terrorista?...) e não atiro lixo para o chão, para a terra, para o mar, para os lagos...ah, e já deixei de abastecer na galp, bp e repsol LOOOOOOOL (podes pegar por esta aqui). Enfim.
E agora deixa-me lá ir ler a conclusão do teu texto outra vez, porque me apetece dar mais umas gargalhadas...

  A Grafonola

quinta-feira, maio 22, 2008 3:39:00 da tarde

Bem, não sou propriamente bióloga...mas tens mais uma voz da área das ciencias a concordar contigo. E mais: na minha equipa morrem animaizinhos...essa é a parte que menos me orgulho, mas é um mal necessário. Porque, como bem disse o skynet, foram eles que nos permitiram desenvolver a medicina de hoje...e, por ex, na Inglaterra, qq cientista que vá trabalhar com animais, tem de fazer um curso e um exame sobre ética dos animais e sobre como trabalhar sem causar sofrimento aos bichos. Em Portugal não existe nada disso. Mas existe alguma consciencia e tenta-se fazer o que é necessário da melhor forma possivel, ou seja, sem causar sofrimento.
O que se pesquisa? Em termos muito generalistas (não me vou pôr com explicações cientificas), o processo de neurodegeneração, a retardação do envelhecimento, alternativas medicamentosas para os diabéticos de tipo II. E o engraçado é que o composto base com que trabalho também tem propriedades anticancerigenas, entre outras. Só que, as cenas têm de ser estudadas. E, depois, testadas.

Quanto ao vegetarianismo...a NATUREZA construiu o organismo humano para retirar os seus nutrientes omnivoramente. Se o humano primitivo não tivesse comido carne, o seu cérebro não se teria desenvolvido, e não estariamos aqui hoje. Não aprovo o vegetarianismo, mas não condeno quem fez essa opção. Contudo, é um facto: o ser humano necessita de nutrientes que só existem na carne e que os vegetais não substituem...
Pode-se ser coerente com a defesa dos animais e, por ex, não ir a macdonalds e afins (a carne deles não é de certeza de animais do campo...). Ou hipermercados. Um pequeno talhante, com produção própria, significa uma quinta onde os bichos não estão amontoados.

Quanto ao mauricio, entrou a insultar e não deixou argumento nenhum que me convencesse a mim, que tenho uma costela de bióloga (a outra é quimica, lol).

Quanto aos transgénicos, já tenho um post sobre isso, da altura do terrorismo do milho, para quem quiser ler mais uma coisinha. Se são seguros? Só se saberá daqui a uns anos. No entanto, o que é preferivel? Comer as merdas cheias de conservantes e edulcurantes e sei lá que mais que nos impingem? Para mim era um transgénico se faz favor...
Ah, e "milho selvagem"...não devia ter usado essa denominação. O homem, desde que é agricultor, que planta milho e se esforça por ter culturas cada vez maiores e mais resistentes. Até apareceu a enxertia, a polinização controlada, etc etc...isso é o que?...manipulação genetica, ora ai está. Já não existe milho selvagem, senhores ambientalistas, e há muitas largas centenas de anos...quer dizer, pelo menos aquele que comemos...

  Crestfallen

terça-feira, maio 27, 2008 3:11:00 da manhã

A Grafonola:

"Por alguma razão os cientistas que realmente percebem do assunto se autodenominam de ecologistas, e não de ambientalistas."

Ora é aí que se separa o trigo do joio. Os Ecologistas sabem do que falam!

"Mas não me venham com tretas de que como são mais resistentes vão eliminar o milho selvagem..."

O milho de hoje é mais resistente e é uma evolucao do milho de à 10.000 anos. Os trasgénicos sao uma ajuda humana a acelerar algo que ela precisaria de uns milhoes de anos para fazer.

"ou seja, é verdade que isso acontece, e que podem ameaçar a biodiversidade, mas, se à partida sabem que isso pode vir a acontecer, que tal se tomarem medidas para o evitar, mmm?"

Porque raio eles nao vao destruir as estufas de flores? Porque actualmente sao usadas moscas em vez de abelhas para o polinizacao, visto que as moscas mexem em toda a merda e as abelhas escolhem as flores que gostam. Quer dizer, pela lógica estamos a colocar a abelha em perigo de extincao...

"Por exemplo, fazer uma biblioteca com o genoma do milho selvagem?"

Já existe na Noroega o primeiro Bunker anti-guerra nuclear para guardar informacao de toda a diversidade vegetal. Andam em precesso de recolha de amostras a nivel mundial.
Um projecto fantástico que bate qualquer TGV ou Euro 2004!

"há os ambientalistas e há os ecologistas. Não são farinha do mesmo saco."

Percebo a diferenca, por isso nunca me referi a eles.

"deixei de abastecer na galp, bp e repsol LOOOOOOOL (podes pegar por esta aqui). Enfim."

Mas nao coloques oleo vegetal, pois um emigrante Portugues aqui na Alemanha que regressou a Portugal, foi processado pela estado Portugues, por nao usar gasolina. Ele resolveu recorrer e irá ao tribunal Europeu se for necessário.

"Bem, não sou propriamente bióloga...mas tens mais uma voz da área das ciencias a concordar contigo. E mais: na minha equipa morrem animaizinhos...essa é a parte que menos me orgulho, mas é um mal necessário. Porque, como bem disse o skynet, foram eles que nos permitiram desenvolver a medicina de hoje..."

Claro, por outro lado se nao fossem necessários eles nao eram criados e no Zoo iria have uma jaula com amostras da corajosa espécie "ratos de laboratório" entre outros.

"Quanto ao vegetarianismo...a NATUREZA construiu o organismo humano para retirar os seus nutrientes omnivoramente."

Será parte do próximo texto.

"Quanto ao mauricio, entrou a insultar e não deixou argumento nenhum que me convencesse a mim, que tenho uma costela de bióloga (a outra é quimica, lol)."

Mas ele é um ambientalista assumido, o que faz dele um idiota sem conhecimento algum.