Julian Assage

Quando se deu o recente caso Wikileaks, referi aqui que achava o caso muito estranho e mal explicado e nada nesta história me inspira confiança. No entanto Julian Assage entregou-se às autoridades, não por causa do mandato de captura internacional devido ao caso Wikileaks, mas sim porque foi acusado por duas mulheres de violação...



Será que sou o único a ver um padrão nestes casos? Já repararam que todos aqueles que expõem caso graves de agendas governamentais acabam acusados de algo que lhes destrói a reputação perante os hipnotizados por jornais, zombies de Televisão e tolinhos-vai-na-onda que são os que recebem toda a sua informação em conversas de café?

William Cooper
Ex-militar com acesso a documentação secreta que expôs a agenda Nasa Area51 entre outros e casos concretos de investigação extra-terrestre no seu livro "Behold a pale horse", sofreu um atentado onde perdeu uma perna. Expôs documentação governamental referente a uma agenda politica criminosa. Antes do 11 de Setembro de 2001 avisou a população no seu programa de rádio de  um plano governamental de ataque terrorista. Após o 11 de Setembro tornou-se o mais activo a expor a verdade. Foi acusado de evasão fiscal e morto a tiro 24 dias depois do 11 de Setembro de 2001 acusado de resistir à prisão e ter morto um agente da autoridade.

Fritz Springmeyer
Um dos primeiros a expor a agenda Illuminati, autor do livro "Be wise as serpents". Foi acusado de evasão fiscal e preso, foi mais tarde acusado de ter assaltado um banco e foi novamente detido. Cumpre pena até 2012.

Serge Monast
Jornalista que expôs o Projecto Blue Beam, durante as tentativas de o silenciar a sua filha foi raptada, a sua reputação e sanidade mental colocada em causa pelo governo Canadiano e sem que tenha qualquer problema cardíaco, é encontrado morto onde a causa foi declarada como tendo sido enfarte. A sua filha nunca apareceu.

Charlie Sheen
Apoiante do movimento "911 was an inside job" e um dos mais notórios activistas. Publicou uma carta  online aberta ao Presidente Obama solicitando uma reunião com ele. Dias depois é acusado pela sua actual esposa de a agredir fisicamente.

Mel Gibson
Após filmes como: "Conspiracy Theory" e  "Paixão de Cristo", começou a falar abertamente de programação mental feita pelos serviços secretos Americanos como descrito no primeiro filme que mencionei. Em pouco tempo estava nos jornais como Alcoólico e por agredir a sua companheira.

Scott Ritter
Inspector chefe da unidade de armas das Nações Unidas foi inspector no Iraque entre 1991 e 1998 e foi ele que tornou público que o argumento usado pelos EUA para a guerra era falso, pois o Iraque não possuía armas de destruição em massa. Depois da invasão do Iraque ele tornou-se o principal activista anti-guerra expondo todas as mentiras do Governo Americano. Pouco tempo depois Ritter foi preso, acusado de pedofilia ao ter conseguido que um juiz permitisse que ele aguardasse julgamento em liberdade, foi preso novamente por uma segunda acusação de pedofilia e como se não bastasse há agora uma terceira acusação à espera de julgamento.

Estas são exemplos entre muitos outros de quem após abrir a boca para abordar assuntos que incomodam governos e elites, são descredibilizados e destruídos. Não digo que estas pessoas sejam santas, mas porque motivo todos os que adoptam uma posição honrada acabam por ser criminosos?

Agora temos o caso do fundador da Wikileaks:

Julian Assage
Vitima de um mandato de captura internacional por expor documentos que mostram a mentira das guerras no Iraque e Afeganistão. Um exposição protegida pela liberdade de imprensa (pois a imprensa livre é imprensa) e liberdade de expressão, onde o seu site está a ser vitima de algo inédito mundialmente que é o facto de governos americano e Europeus estarem a lutar para fechar o site, foi agora acusado por duas mulheres que ninguém conhece de violação. Ora bem, um homem que conseguiu iludir todas as policias secretas da Europa e EUA, com recursos financeiros para mesmo assim viajar e dar entrevistas, violou a namorada e a amiga dela que por acaso era sua amante?



Até que ponto é que um homem se pode defender de uma acusação destas? Se eu fizer sexo com uma namorada, amante, amiga, deixando o meu DNA dentro dela (ou fora, basta um pelo púbico), como posso provar que foi sexo e não violação?
Julian Assage não tem antecedentes criminais ou história de violência quer para com mulheres, homens ou animais mas parece que enquanto fugia e se escondia de toda a policia do mundo, resolveu violar duas mulheres com quem mantinha uma relação sentimental... algo não bate certo, mas certamente há duas meninas com carrinho novo e dinheiro no banco!

Bullshit! Na verdade, nenhum tribunal no mundo iria alguma vez condenar um homem por tornar público documentos secretos quando esses documentos são noticia, são prova de corrupção e mentiras a nível internacional. O mandato de captura Americano seria invalidado em tribunal pela primeira emenda da constituição Americana "Liberdade de expressão". Mas com uma conveniente acusação de violação ele será sem dúvida condenado a uma dura pena onde no mínimo o esperam 6 anos.

Um homem que nada de ilegal cometeu, fugia, mas esta acusação é de tal maneira violadora da honra de uma pessoa que o levou a desistir e a entregar-se às autoridades. Agora além de no mínimo 6 anos de prisão, após a sua pena será extraditado para os EUA onde poderão fazer o que bem entenderem pois daqui a 6 anos ninguém se irá lembrar deste homem e o seu julgamento poderá ser uma farsa como os governos gostam, nestes casos.

Desculpem, mas 9 em cada 10 violadores, pedófilos, assaltantes de bancos e burlões fiscais, lutam por levar vidas aparentemente normais sem atrair atenções. 9 em cada 10 são descritos como simpáticos mas calados pelos seus vizinhos após serem presos. No entanto estes casos mais mediáticos que envolvem governos... enquanto todo o mundo os ouvia, todo o mundo os seguia  eles supostamente andavam a cometer crimes que ninguém via... só os governos e elites viram... e como é conveniente que os criminosos se tornem vitimas quando as vitimas são pintadas de criminosos... e o povinho papa a papinha toda pois uma pessoa honrada nunca irá dar ouvidos a violadores, burlões, pedófilos mesmo que só o sejam por suspeita.

Não há inocentes até que se prove a culpa! Não há culpados até que se prove a inocência! Pois a opinião pública fica formada só pela simples suspeita, independentemente de provas ou decisões em tribunal. Quem inocentemente é acusado de um crime, mesmo que prove ser inocente terá sempre parte da opinião pública a duvidar e a nuvem negra da suspeita pairará para sempre sobre essa pessoa.



23 Comentários:

  Anónimo

quarta-feira, dezembro 08, 2010 9:19:00 da manhã

Falas sobre algo que eu tambem ja tinha pensado. assim que os documentos comecaram a vir a publico eu pensei "pobre coitado onde te foste meter". mais tarde quando li nos jornais que havia a acusacao de violacao disse logo mas ninguem ve que isto nao faz nenhum sentido e é obvio que esta ligado ao facto de ele ter publicado os documentos? mas por incrivel que pareca as pessoas acreditam em tudo o que a televisao lhes apresenta e quando falo dizem logo que sao teorias da comspiracao e que sou tolinha. enfim

claudia

  Daniel Simões

quarta-feira, dezembro 08, 2010 11:32:00 da manhã

Você não é único a ver tal padrão, não: a 18 de Novembro eu referi a mesma coisa em
http://naturologiamiga.blogspot.com/2010/11/que-conveniente-suecia-quer-prender.html

No entanto, outra coisa está a deixar-me em suspensão: os orgãos de comunicação social que mais têm feito a divulgação do caso são os mesmos que são controlados pelo Grupo de Bilderberg. Sem tirar conclusões (por agora) e ficando somente na observação, sabemos muito bem que, para despistar a opinião pública, às vezes as coisas não dão voltas de 180º, mas continuam e fazem 360º, 540º, 720º...

  The one you know

quarta-feira, dezembro 08, 2010 11:54:00 da manhã

Duvido sinceramente que ele se tenha entregue. E se o fez, não foi certamente devido às acusações de violação. Deve estar sobre uma pressão enorme, e a sua propria familia deve estar em risco... Quem não se entregaria para salvar a familia...

abraço

  I.D.Pena

quinta-feira, dezembro 09, 2010 12:35:00 da tarde

Não és o unico, pk não se enfrenta estes demónios de frente ? Porque tem de ser detrás ?
Antes de acontecer esta cena com Jullian Assange já sabia que ele estava envolvido em espionagem, porque cruzei Informações , os espiões russos espiam os americanos à imenso tempo émais um caus planeado, menosprezava o poder dos media dantes agora já não. O Caus instalou-se e a Europa só vai ter uma unica solução ilógica contra o humano e óbvia que não é nada nova 1 fascismo organizado para favorecer os bancos.
Esta cena tornar-se um escandalo sexual é ridiculo serve para disfarçar muita coisa..
enfim a europa devia de ser unida e já não é...

  Anónimo

quinta-feira, dezembro 09, 2010 1:21:00 da tarde

Julian Assange vitima? O mesmo Julian "Zionist" Assange que acredita na historia oficial de 9/11? O mesmo Julian "Agente da Mossad" que fez um acordo com Netanyahu para não publicar nada sobre Israel. Ha muitos que acreditam que Wikileaks e uma frente da CIA e Mossad. Ha muita coisa sobre Wikileaks e Assange que não bate certo as acusações de violação estão no fim da lista.

  Laila

sexta-feira, dezembro 10, 2010 12:56:00 da manhã

Muito interessante esse padrão, alguns personagens citados eu não conhecia. Também há o caso de Kurt Sonnenfeld, operador de vídeo no Ground Zero do WTC, que agora reside na Argentina porque enfrenta uma acusação nos EUA de assassinato da esposa, quando, antes de sua denúncia sobre o 11/9, o caso de sua esposa já tinha sido declarado suicídio.
Mas, se não parecer contradição, também concordo com o comentário do Anônimo, achei que Israel foi poupado nesse vazamento.

  Streetwarrior

sexta-feira, dezembro 10, 2010 10:34:00 da manhã

Boas bruno.

Bruno, tal como tu disseste num Post anterior, toda a vida do Assange, desde a sua infancia, os crimes cometidos nba Australia aos 24 anos, o periodo sem que se possa rastrear a sua vida, é tudo muito estranho !
Repara, eu vejo as coisas de forma diferente.
Eu vejo esta prisão como o tirar de cena alguém que já fez o seu trabalho, agora é proteje-lo inventando uma qualquer acusação.
Já antes ele se quiz entregar, no entanto o procurador não aceitou, passados uns dias, é emitido um mandato internacional.
Porquê? Para quê? ...se ele se tinha ido entregar!

Dá 1 saltinho ao meu blog para veres o que consegui cruzar.

P.S- Continuo por cá de surra!

  Anónimo

sexta-feira, dezembro 10, 2010 11:21:00 da manhã

O terrorismo que a Mossad anda a espalhar pelo mundo e que vale a pena saber. Mas não acredito que o Sr Assange ainda estaria vivo se ele publicasse os segredos de Israel.

  Anónimo

sexta-feira, dezembro 10, 2010 9:53:00 da tarde

ó minha gente, voces não acham assim um bocado rebuscado que ande por ai tanto malandro e criminoso procurado pela Interpol fugido sei la kuantos anos e este desgraçado (ou não! nao meto as mãos no fogo por ninguem (como alguem comentou ai em cima) o animal pode ser mossad ou cia ou coisa do genero) foi catado em meia duzia de dias?! tudo bem que se tenha entregue mas ja havia algumas certezas de onde o bicho tava escondido! foi assim a modos que um entregar á police muito conveniente digo eu! concordais minha gente? hehehe

  cepticA

sexta-feira, dezembro 10, 2010 10:47:00 da tarde

Era de se esperar que algo semelhante fosse acontecer. Ele iria ser apanhado de qualquer forma, independentemente da desculpa.

Ele entregou-se,acho que mais para proteger a sua família, que já esta a ser alvo de ameaças.

Pelo menos é o que dá a entender, uma reportagem que li algures.

  Anónimo

sábado, dezembro 11, 2010 9:46:00 da tarde

Isso e eu fazer uma ligação deste blog para a minha página do face e por 2 ou 3 vezes a mesma página entrou em parafuso.
Outra coisa que eu ainda não percebi é que sempre que tento entrar na homepage aqui do blog... sou direccionado para uma página que não existe.
Força para o "Só me Apetece..."

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:40:00 da manhã

Anónimo claudia:

"mais tarde quando li nos jornais que havia a acusacao de violacao"

Já não é violação é "sexo por surpresa", parece que é sexo consentido onde há uma surpresa que poderá variar entre meter no buraco errado e o rebentamento do preservativo. As mulheres dizem que o sexo não foi totalmente consensual, por isso acho que ele se enganou no buraco... duas vezes...

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:40:00 da manhã

Daniel Simões:

"os orgãos de comunicação social que mais têm feito a divulgação do caso são os mesmos que são controlados pelo Grupo de Bilderberg."

Isto é obviamente agenda e com isto não defendo nem ataco Assange pois de uma forma ou outra faz parte dessa agenda.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:40:00 da manhã

The one you know:

"Duvido sinceramente que ele se tenha entregue. E se o fez, não foi certamente devido às acusações de violação. Deve estar sobre uma pressão enorme, e a sua propria familia deve estar em risco..."

Ele afirmou publicamente que se entregaria às autoridades se elas assim o desejassem. Quando o mandato foi emitido ele cumpriu a palavra e entregou-se acompanhado pelo seu advogado.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:40:00 da manhã

I.D.Pena:

"Esta cena tornar-se um escandalo sexual é ridiculo serve para disfarçar muita coisa."

Um noticia abafa a outra, enquanto se fala da prisão dele, não se fala dos mais recentes documentos que Wikileaks publicou.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:41:00 da manhã

Anónimo:

"O mesmo Julian "Zionist" Assange que acredita na historia oficial de 9/11?"

Acreditar na história oficial do 911 não retira credibilidade a ninguém. Isso é como dizer que quem acredita na história da Bíblia não é credível.

"O mesmo Julian "Agente da Mossad" que fez um acordo com Netanyahu para não publicar nada sobre Israel."

Esse acordo, ao existir, e não encontro dados concretos sobre a sua veracidade, não retira validade informativa ao trabalho da Wikileaks.

"Ha muita coisa sobre Wikileaks e Assange que não bate certo as acusações de violação estão no fim da lista."

Há muita coisa que não bate certo, é verdade, mas o fim da lista e o inicio da lista é uma questão de perspectiva.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:41:00 da manhã

Laila:

"Também há o caso de Kurt Sonnenfeld, operador de vídeo no Ground Zero do WTC, que agora reside na Argentina porque enfrenta uma acusação nos EUA de assassinato da esposa"

Esse é um de muitos outros, tal como responsável camarário pelo WTC7 ter sobrevivido à demolição óbvia desse edificios, ter contado tudo o que testemunhou e ter aparecido morto dias depois.
Há imensos caso.

"Mas, se não parecer contradição, também concordo com o comentário do Anônimo, achei que Israel foi poupado nesse vazamento."

Todos nós tomamos partidos, achamos uns os bons da fita e outros os maus da fita, é uma questão pessoal onde podemos errar. Assange toma o partido de Israel e apesar de ver isso como uma posição errada, não será isso que torna a Wikileaks menos importante.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:41:00 da manhã

Streetwarrior:

"Eu vejo esta prisão como o tirar de cena alguém que já fez o seu trabalho, agora é proteje-lo inventando uma qualquer acusação."

Historicamente as pessoas safam-se sem prisão. Onde estão os terroristas do 911? Os encontrados estão vivinhos da silva em liberdade nos seus respectivos países. Saíram de cena sem grandes cenas.

A questão é esperar. Assange disse que havia mais documentos em local seguro que seriam expostos se algo lhe acontecesse, por isso vamos esperar.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:42:00 da manhã

Anónimo:

"O terrorismo que a Mossad anda a espalhar pelo mundo e que vale a pena saber. Mas não acredito que o Sr Assange ainda estaria vivo se ele publicasse os segredos de Israel."

É verdade. Os Zionistas que não são todos os Israelitas mas sim a elite politica de Israel não tem problemas em eliminar alvos, sejam eles quem forem. Se eu estivesse no lugar de Assange guardaria documentos sobre Israel para o final e desta forma poder fazer um melhor trabalho durante mais tempo.
Documentos sobre Israel funcionam como seguro de vida, não será morto se os tiver sem que Israel tenha a certeza que eles não serão tornados públicos após a sua morte.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:42:00 da manhã

Anónimo:

Sem dúvida que é estranha a rapidez da "justiça" em alguns casos, em particular quando esta noticia está a abafar outras.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:42:00 da manhã

cepticA:

Ele já tinha referido que se entregava se as autoridades assim o exigissem, o mandato internacional era desnecessário.

  Bruno Fehr

quarta-feira, dezembro 15, 2010 10:42:00 da manhã

Anónimo:

Este blogue tem casos desses. Tem outros casos estranhos que tenho resolver de outras formas.
No entanto o que referes acontece mais com o Internet Explorer.

  S*

terça-feira, dezembro 21, 2010 12:51:00 da manhã

Sobre o Assange, já imaginava que fosse tudo inventado... mas sobre o Charlie Sheen e o Mel Gibson... nunca pensei!!