Onde está o gajo?

Aqui o Crest seguiu letras, mas no secundário, enquanto andava cego e não fazia ideia do que queria, estive no agrupamento 1, cientifico-natural. Por este motivo tive aquela coisa horrível a que chamam Matemática que muito me fez sofrer.

Apesar de odiar Matemática, ainda dou uns toques, por isso não percebo o que está errado na resolução do seguinte problema:



O exercício pede-nos para encontrar X, este aluno assinalou X, pois encontrou-o! Será que a resposta do aluno, está errada? Ou será que o exercício deveria pedir, "Encontre o valor de X"?

68 Comentários:

  ceptic

domingo, fevereiro 24, 2008 3:21:00 da manhã

LOL

so que matematica nao e um jogo de achar o wally!!!!e pronto

  ceptic

domingo, fevereiro 24, 2008 3:21:00 da manhã

Este comentário foi removido pelo autor.
  Rubs

domingo, fevereiro 24, 2008 3:30:00 da manhã

ceptic:

Mas já que um exame de Matemática é escrito em Português, porque não escrever bem e de forma clara?

Será que a contestação de um aluno a este exercício, não seria justificado? Já o vi fazer por muito menos, como é o caso de erros ortográficos.

  Crestfallen

domingo, fevereiro 24, 2008 3:39:00 da manhã

ceptic:

E porque não? Para mim achar o valor de x era como achar o Wally :)

  Crestfallen

domingo, fevereiro 24, 2008 3:41:00 da manhã

Rubs:

De facto, contestar é sempre um bom caminho, desde que a contestação seja bem argumentada.
Mas é verdade, que neste caso a resposta não é mais ridicula que a pergunta :)

  Erotic Spirit

domingo, fevereiro 24, 2008 3:59:00 da manhã

lol lol que aluno mais precioso lol lol

  Noivo

domingo, fevereiro 24, 2008 11:00:00 da manhã

Já ninguém reconhece um iluminado quando o vê:)

  Foi Bom

domingo, fevereiro 24, 2008 12:41:00 da tarde

Lembro-me perfeitamente dos professores, quando se dirigiam a turma antes de um teste, nos dizerem para lermos bem as perguntas, que a dificuldade era sempre a interpretaçao das mesmas. Mas ca para mim os erros eram deles, que nao as sabiam fazer convenientemente, ou nao?

  Allie

domingo, fevereiro 24, 2008 1:10:00 da tarde

Tens razão. Isto dá direito a processo contra o professor por não ser claro!

  Abobrinha

domingo, fevereiro 24, 2008 1:22:00 da tarde

Filhinho

A Matemática sempre me fez sofrer, mas também me deu grandes momentos de prazer, mesmo quando estava a sofrer.

Sei que estás a brincar, mas a realidade é que nada disto é subjectivo. Pior: esta piada é traduzida do inglês. Num enunciado em português normalmente escrever-se-ia "encontra o valor de x", mas se um aluno não sabe ver as coisas em contexto, então nem vale a pena explicar. Os ingleses são mais práticos e realmente diriam "find x". Porque já chega.

Destaco este post do De Rerum Natura:

http://dererummundi.blogspot.com/2008/02/cultura-da-subjectividade.html

e este parágrafo:

"Que seja assim, pois somos um país de poetas. Às vezes as pessoas até falam umas com as outras, mas mais parece que cada uma espera a oportunidade para recitar o seu poema sem ouvir o poema da outra. Não se entendem, mas pensam que sim. No fim, ganha o debate quem falou melhor. Viva a oratória, abaixo a lógica."

Esta do país de poetas já não ouvia há muito tempo porque as Ciências ganharam respeitabilidade. Mas na prática continua verdade. E ninguém ouve o poema do outro.

Eu, que procuro escrever da forma mais rigorosa que me é possível e tenho prazer em fazer a minha opinião o mais clara possível continuo a considerar mais importante que se seja o mais competente possível na respectiva área de especialidade. É mais importante saber fazer que falar bem e fazer os outros pensar que se sabe, quando nem é o caso.

  Afrika

domingo, fevereiro 24, 2008 1:23:00 da tarde

Pois! eu já me tinha deparado com esse exercício (via mail) antes e entendi que a resposta estava certa conforme o que foi pedido.
Mas aqui entra a tal lógica e "compreensão" do que se refere!

  PsYcHo_MiNd

domingo, fevereiro 24, 2008 3:59:00 da tarde

Por bom senso claro que se percebe qual a pergunta que o professor fazia, mas a verdade é que se quando os professores não sabem ser claros e a maior partes das vezes escrever sequer correctamente como se pode esperar que muitos alunos também o façam!

  pax

domingo, fevereiro 24, 2008 5:27:00 da tarde

Eu estou firmemente convicta de que é mais fácil encontrar o x a um aluno de letras que a um de Matemática... é lógico ou não?

  luafeiticeira

domingo, fevereiro 24, 2008 6:11:00 da tarde

Para alguém de letras, obviamente, que a questão está mal formulada e a resposta correcta.
Beijoscix meus e de... logo verás

  Cold_cold_Bitch

domingo, fevereiro 24, 2008 7:30:00 da tarde

Ontem estive a fazer um jogo com uns amigos e o objectivo era adivnhar a palavra que estava escrita num cartão só que... quem fez o jogo escreveu palavras como "bragilha" e "salchicha", eheheh. Terá o jogo sido feito por alguém com mais queda para as matemáticas?

p.s._ fomos muito elucidativos quando tivemos de fazer com que descobrissem a palavra "vir", ahahah

  Vanadis

domingo, fevereiro 24, 2008 10:25:00 da tarde

Olha, qd vi esse mail que me mandaram pensei exactamente isso...que ele tinha encontrado o x...portanto, devia era ter reclamado!!

Aconteceu-me num exame ter dado uma resposta assim do género (com as aproximações devidas) e o profe deu-me a cotação pq achou que eu tinha razão e que estava a responder á pergunta por ele feita loool). Tenho espisodios interessantes assim do genero com alunos meus. Se tiveres a fim, procura nas etiquetas "professor sofre". ;-)
Deixa lá que eu e a matématica tb não somos grandes amigas...e o que é certo é q estou em vias de me meter numa que vai ser matematica ate dar com um pau...

  Vanadis

domingo, fevereiro 24, 2008 10:26:00 da tarde

Rubs: ora aí está....

  Ana

domingo, fevereiro 24, 2008 10:53:00 da tarde

Pois, lá está... se o fundamental é saber interpretar bem as questões, penso que essa não tinha outra interpretação possível!
Acho que esse professor de Matemática precisa de umas aulinhas de português;)

  o segredo da lua

domingo, fevereiro 24, 2008 10:53:00 da tarde

Eu ate era gaja pra dar uma resposta igual... dass la pra os numeros... so gosto dos da minha conta bancaria!!

  Ana

domingo, fevereiro 24, 2008 11:36:00 da tarde

Eu também fui rapariga de ciências. Enfim, a pancada do momento foi aquela, passei um mau bocado à conta da tão conhecida Matemática, mas lá me ia safando. Mais tarde resolvi tirar um curso profissional e adivinha que curso fui tirar?

Contabilidade!! (Tchanam!)

Eu devia estar bebeda. Foram tres anos de muito sofrimento e depois mais uns meses de estágio. Enfim... mas safei.me!

Na minha opinião, parte da dificuldade da Matemática é mesmo esse, a falta de objectividade nos enunciados. Uma palavra a menos aqui, uma virgula no lugar errado, mudam logo o sentido à frase.
E este é só um dos vários exemplos em que se vê que o professor não foi claro com o que pretendia.

  Abobrinha

domingo, fevereiro 24, 2008 11:59:00 da tarde

Gente

Matemática é subjectiva?

Isto é uma pergunta mal colocada?

Mas vocês estão loucos ou quê? Há que escolher as causas e fazer reclamações justas, caramba!

  Marta

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:15:00 da manhã

lolololol

Só estes exercícios é que não me calharam a mim na específica de matemática, bolas! :)

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:17:00 da manhã

Erotic Spirit:

"que aluno mais precioso"

Também achei :P

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:17:00 da manhã

Noivo:

"Já ninguém reconhece um iluminado quando o vê:)"

É verdade, ele deveria ter recebido 1 ponto por originalidade!

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:19:00 da manhã

Foi Bom:

"Lembro-me perfeitamente dos professores, quando se dirigiam a turma antes de um teste, nos dizerem para lermos bem as perguntas, que a dificuldade era sempre a interpretaçao das mesmas."

Isso era a desculpa de sempre. O problema não era a interpretação mas sim os alunos mal formados que não sabiam ler. Sendo a culpa do ensino!

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:19:00 da manhã

Allie:

Pelo menos a direito de pedir a anulação deste exercicio.

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:24:00 da manhã

Abobrinha:

"A Matemática sempre me fez sofrer, mas também me deu grandes momentos de prazer, mesmo quando estava a sofrer."

A mim também, em particular no toque de feriado, quando o professor não aparecia :P

"Que seja assim, pois somos um país de poetas. Às vezes as pessoas até falam umas com as outras, mas mais parece que cada uma espera a oportunidade para recitar o seu poema sem ouvir o poema da outra. Não se entendem, mas pensam que sim. No fim, ganha o debate quem falou melhor. Viva a oratória, abaixo a lógica."

Não concordo, pois na verdade não ganha quem falou melhor, mas sim quem argumentou melhor!

"É mais importante saber fazer que falar bem e fazer os outros pensar que se sabe, quando nem é o caso."

Quem sabe faz, quem não sabe ensina. Concordo que seja mais importante saber fazer que falar bem, mas é ainda mais importante saber argumentar bem, pois quem o faz ganha em ambas as áreas.

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:26:00 da manhã

Afrika:

" entendi que a resposta estava certa conforme o que foi pedido.
Mas aqui entra a tal lógica e "compreensão" do que se refere!"

Claro que sim, mas a Matemática é um ciência exacta, logo as perguntas devem ser exactas/directas e não jugeitas a interpretações.

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:27:00 da manhã

PsYcHo_MiNd:

Eu acho que o próprio aluno percebeu o que era pedido, mas lá que deu uma resposta genial, isso deu!

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:28:00 da manhã

pax:

"Eu estou firmemente convicta de que é mais fácil encontrar o x a um aluno de letras que a um de Matemática... é lógico ou não?"

Eu sempre me questionei o porquê da matématica ter tantas letras a confundir um gajo :)

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:29:00 da manhã

luafeiticeira:

:P

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:30:00 da manhã

Cold_cold_Bitch:

"fomos muito elucidativos quando tivemos de fazer com que descobrissem a palavra "vir""

Por palavras ou mimica?

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:31:00 da manhã

Vanadis:

"Se tiveres a fim, procura nas etiquetas "professor sofre"."

Lá irei.

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:32:00 da manhã

Ana:

"Acho que esse professor de Matemática precisa de umas aulinhas de português;)"

Isso dava jeito a muitos professores de Português :P

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:33:00 da manhã

o segredo da lua:

"Eu ate era gaja pra dar uma resposta igual... dass la pra os numeros... so gosto dos da minha conta bancaria!!"

São assim tão bonitos? É que eu nunca gostei dos meus!

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:33:00 da manhã

Ana:

"Enfim, a pancada do momento foi aquela, passei um mau bocado à conta da tão conhecida Matemática, mas lá me ia safando. Mais tarde resolvi tirar um curso profissional e adivinha que curso fui tirar?

Contabilidade!! (Tchanam!)"

Masoquismo... já ouviste falar?

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:35:00 da manhã

Abobrinha:

"Matemática é subjectiva?"

Não. Mas a pergunta é!

"Isto é uma pergunta mal colocada?"

Não. Mas é mal formulada!

"Mas vocês estão loucos ou quê?"

Sim. Mas continuo com capacidade de análise e a ironia continua em altas :)

"Há que escolher as causas e fazer reclamações justas, caramba!"

Qualquer causa é justa, desde que sustentada por argumentos válidos ou pelo menos convicentes :)

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:36:00 da manhã

Marta:

"Só estes exercícios é que não me calharam a mim na específica de matemática, bolas! :)"

Não me lembres de coisas tristes :P

  Rubs

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:38:00 da manhã

Quando é que entras numa de textos por encomenda, tipo discos pedidos? Acho que seria um desafio interessante.

Sei lá, uma crónica semanal, um texto baseado num pedido.

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:39:00 da manhã

Rubs:

"Sei lá, uma crónica semanal, um texto baseado num pedido."

Isto não é uma estação de rádio!

  Rubs

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 1:41:00 da manhã

Podes experimentar uma vez, só um texto e logo se vê...

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 2:16:00 da manhã

Um? Então que seja um!

Mas só um!

  Abobrinha

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 2:32:00 da manhã

Crestfallen

"Qualquer causa é justa, desde que sustentada por argumentos válidos ou pelo menos convicentes"

Concordo, mas esta causa não é séria: a pergunta está em contexto. Há provas em que as perguntas estão mal feitas e/ou as respostas não existem... mas não é de perto nem de longe o caso desta aplicação do teorema de Pitágoras. E não é por não gostares de Matemática, por seres aluno de Letras ou por argumentares elegantemente que descolas este assunto em particular de mais que gozo.

O chico-espertismo e o safar-se de situações com bazófia está fora de moda. Estando no estrangeiro e tantas vezes fazendo a apologia de copiarmos o que aí há de melhor para nos melhorarmos, devias ser o primeiro a reconhecer isso.

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 2:40:00 da manhã

Abobrinha:

"Concordo, mas esta causa não é séria: a pergunta está em contexto."

A Matemática é uma ciência exacta, se a questão num exame de Matemática está sujeita a interpretações, não deveria lá estar.

"por seres aluno de Letras"

Não sou aluno, há mais de 80 anos :)

"ou por argumentares elegantemente que descolas este assunto em particular de mais que gozo."

Assumo que é gozo e dá-me gozo gozar com isto.

"O chico-espertismo e o safar-se de situações com bazófia está fora de moda. Estando no estrangeiro e tantas vezes fazendo a apologia de copiarmos o que aí há de melhor para nos melhorarmos, devias ser o primeiro a reconhecer isso."

Não tento ser chico-esperto, eu sou o Crest-fofo! Não sou apologista de Portugal copiar o estrangeiro, nem nunca fui, mas já que falas nisso, digo-te que governos que são incapazes de se destacarem pela positiva, devem imitar.

  Rubs

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 3:10:00 da manhã

Só falta agora proporem um tema.

  Crestfallen

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 3:13:00 da manhã

Rubs:

Já deste o tema, um tema, "UM".

  pax

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 11:24:00 da manhã

"Eu sempre me questionei o porquê da matématica ter tantas letras a confundir um gajo"

Deve ser por isso que temos um historial tão grande de engenheiros (e pseudos) nos nossos governos:
São tão especialmente inteligentes que até conseguem transformar letras em números!
(E ainda estranhamos nós o que fazem com o resto...)
:)

  Ana Reis

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 2:05:00 da tarde

Ah ah ah ah !!!
Eu acho que o gajo até sabia a resposta,entrou foi numa de gozo com o professor...
Eu faria o mesmo,e ele que se atrevesse a não aceitar a resposta...
Como dizia o outro,"Para perguntas idiotas,respostas cretinas!!!":)
Beijokas boas

  o segredo da lua

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 2:52:00 da tarde

"São assim tão bonitos? É que eu nunca gostei dos meus!"

Sao lindos porque ainda estao na fase de estarem todos aplicados e só a render, ainda nao começaram a decrescer ;o)

  Skynet

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 3:25:00 da tarde

É um génio incompreendido! lol

  Abobrinha

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 6:18:00 da tarde

Filhinho

Não tenho a certeza que toda a gente tenha visto este post no gozo. O que é grave.

  Moyle

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 6:50:00 da tarde

O alto até hoje só teve uma negativa que foi precisamente a matemática. o único pormenor é que começou no 5º ano e acabou no 9º.

  turbolenta

segunda-feira, fevereiro 25, 2008 11:47:00 da tarde

O professor estudou matemática.Portanto,"não dá uma para a caixa a Português".
Daí o erro que o prof. cometeu.
Parece-me que a resposta dada pelo aluno ainda demonstra que ele é mais esperto (ou inteligente)que o professor...
E o que já me ri por causa disto!

  AlfmaniaK

terça-feira, fevereiro 26, 2008 6:20:00 da manhã

De facto, quando fiz este exame (confesso) tive zero, mas A prof. -o que justifica muita coisa - explicou-me o porquê do meu erro!
O "X" a encontrar não era necessariamente aquele, já que havia dois no conjunto!!!

(contra factos não há argumentos)

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:24:00 da manhã

pax:

"Deve ser por isso que temos um historial tão grande de engenheiros (e pseudos) nos nossos governos:"

Sendo a maioria engenheiros de aguas e pescas, curso que se tira em 6 meses...

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:26:00 da manhã

Ana Reis:

"Eu acho que o gajo até sabia a resposta,entrou foi numa de gozo com o professor...
Eu faria o mesmo,e ele que se atrevesse a não aceitar a resposta...
Como dizia o outro,"Para perguntas idiotas,respostas cretinas!!!":)"

Eu acho que sim, pois este calculo n tem nada que saber...

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:28:00 da manhã

o segredo da lua:

"Sao lindos porque ainda estao na fase de estarem todos aplicados e só a render, ainda nao começaram a decrescer ;o)"

Reza para que a comunidade internacional n exija o pagamento da divida externa Portuguesa... para pagar esses 500 bilioes todas a contas teriam de ser congeladas :)

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:29:00 da manhã

Skynet:

"É um génio incompreendido! lol"

Pode ser que um dia, o seu valor seja reconhecido :)

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:30:00 da manhã

Abobrinha:

"Não tenho a certeza que toda a gente tenha visto este post no gozo. O que é grave."

Ahahaha, acredito :P Eu sou um incompreendido :)

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:31:00 da manhã

Moyle:

"o único pormenor é que começou no 5º ano e acabou no 9º."

O que deixou 3 anos para construir uma media melhor.

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:32:00 da manhã

turbolenta:

"Parece-me que a resposta dada pelo aluno ainda demonstra que ele é mais esperto (ou inteligente)que o professor..."

O que n e´ invulgar...

  Crestfallen

terça-feira, fevereiro 26, 2008 9:33:00 da manhã

AlfmaniaK:

"De facto, quando fiz este exame (confesso) tive zero, mas A prof. -o que justifica muita coisa - explicou-me o porquê do meu erro!
O "X" a encontrar não era necessariamente aquele, já que havia dois no conjunto!!!"

Se havia dois a pergunta deve esclarecer qual a encontrar.

(contra factos não há argumentos)

  pax

terça-feira, fevereiro 26, 2008 4:04:00 da tarde

"Sendo a maioria engenheiros de aguas e pescas, curso que se tira em 6 meses..."

Acho que houve um (que agora, assim de repente, não me lembro o nome) que tirou em menos tempo... e antecipadamente até!
Lol.

  Crestfallen

quinta-feira, fevereiro 28, 2008 10:24:00 da manhã

pax:

"Acho que houve um (que agora, assim de repente, não me lembro o nome) que tirou em menos tempo... e antecipadamente até!"

Pois, acho que há uns que saem no Nestum com mel :)

  AlfmaniaK

quinta-feira, fevereiro 28, 2008 5:22:00 da tarde

Crest:

"Se havia dois a pergunta deve esclarecer qual a encontrar.

Num exame de matemática, recorrer à semântica quando os outros recorrem ao cálculo, parece-me inútil.
:)

  Crestfallen

sexta-feira, fevereiro 29, 2008 12:45:00 da manhã

AlfmaniaK:

"Num exame de matemática, recorrer à semântica quando os outros recorrem ao cálculo, parece-me inútil."

É por essas e por outras que escolhi letras, a semântica resulta sempre!

  my name is cy

segunda-feira, março 03, 2008 7:23:00 da tarde

...
ando eu aqui meia perdida e dou de caras com ele... o 'X', gargalhada geral deste lado!

[o que eu encontro qd 'google' sexo! sempre o 'X' incrivel!

  Crestfallen

sexta-feira, março 07, 2008 12:48:00 da tarde

my name is cy:

Até o sexo aqui vem dar e a textos sem sexo nem nexo!